Plano de Aula 1

447 visualizações

Publicada em

Plano de Aula 1

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
447
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano de Aula 1

  1. 1. Redação Comercial Aula 1 Profa. Cristine Martina Koch 2014/2
  2. 2. Língua Portuguesa • Quem curte? • Que idioma falamos? • Sabemos ou não nosso próprio idioma? • O que a escola nos ensina (mitos e verdades)? • Formalidade x informalidade
  3. 3. Variação Linguística: razões para as modificações da língua • variação relativa ao meio ou canal de comunicação da língua • variação de acordo com o meio social a que o sujeito pertence ou à formação familiar • variação em relação ao lugar que a língua é falada • variação em relação ao grupo com o qual interage
  4. 4. Tipos de variações • Fonética • Lexical • Sintática
  5. 5. Texto=interação entre sujeitos • Para quem eu escrevo? • Qual é o meu objetivo? • Qual a melhor maneira de comunicar o que eu quero?
  6. 6. Atividade 1 Em uma folha de papel escreva: Seu nome . O que você gosta e não gosta de fazer. Seu maior medo Seu Sonho
  7. 7. Redação técnica  correspondência oficial, comercial ou empresarial
  8. 8. • Redação: ato de redigir, ou seja, de escrever, de exprimir pensamentos e ideias através da escrita. • Técnica: conjunto de métodos para execução de um trabalho, a fim de se obter um resultado.
  9. 9. • Redação oficial é o meio utilizado para o estabelecimento de relações de serviço na administração pública [ou privada] e corresponde ao modo uniforme de redigir atos normativos e comunicações oficiais [ou empresariais]. (BRASIL, 2006)
  10. 10. É necessário: • tipo de linguagem adequada ao contexto de produção • formatação do texto (espaçamentos) • formas adequadas de iniciar e finalizar o texto • vocabulário ampliado • vocabulário conhecido do leitor • simplicidade em lugar de complexidade • frases curtas
  11. 11. Princípios de organização de um texto empresarial 1. Objetividade: ideias expressas; definir e expor ideias relevantes, evitando assim informações supérfluas, evitando que o leitor perca o foco; texto sem excesso. O que podemos fazer para alcançar a objetividade?Eliminar redundância, em primeiro lugar. 2. Clareza: em relação ao outro, ao meu leitor. Atentar para as possíveis lacunas que o texto pode ter deixado. Organizar o texto, não apenas jogar as ideias no papel. 3. Concisão: expressar o máximo de informações com o mínimo de palavras. Escolher informações relevantes, buscando avaliar com precisão o significado das palavras e expressões. 4. coerência: conexão de sentido na relação entre as palavras; IMPORTANTE: COESÃO X COERÊNCIA -- > coerência é um elemento microtextual, ou seja, que está na estrutura do texto, no encadeamento dos elementos internos, como, por exemplo, sujeito+verbo+complemento; já a coesão é um elemento macrotextual, ou seja, que está além das palavras, responsável por produzir o sentido do que se lê.
  12. 12. Princípios de organização de um texto empresarial 5. Linguagem formal, mas não rebuscada: uso de termos compreendidos por ambas as partes; uso de expressões formais, evitando, assim, reações emocionais; grau de escolaridade propiciador de credibilidade. Vocabulário sofisticado demais e frases longas e rebuscadas não contribuem para um rápido entendimento do meu destinatário. Isso leva apenas a um desperdício de tempo, que pode levar a uma rejeição da mensagem. Ou seja, quanto menos objetivo meu texto, mais chance eu tenho que o outro se sinta desmotivado a ler e a me responder da forma como eu almejo.
  13. 13. CARACTERÍSTICAS QUE DEVEM SER EVITADAS NOS TEXTOS EMPRESARIAIS MODERNOS • VERBOSIDADE: característica de dizer de forma complexa algo que pode ser dito de forma mais simples. Ou seja, dizer de forma rebuscada o que pode ser dito de maneira simples e objetiva, sem rodeios e floreios. Solicitamos o pagamento das mensalidades nas datas aprazadas no dito carnê, colaborando destarte para a manutenção precípua deste sodalício na orientação e assistência dos seus associados.
  14. 14. • Aprazadas: dentro do prazo, limite. • Destarte: dessa forma, dessa maneira. • Precípua: principal. • Sodalício: grupo de pessoas que vivem em comunidade – irmandade; comunidade; grupo.
  15. 15. Retomando... • Quem é o destinatário desse texto? • Qual é objetivo da carta? • Esse objetivo será alcançado? • É necessária tanta formalidade? • Como poderíamos reformular esse texto?
  16. 16. Reescrita Solicitamos o pagamento das mensalidades até a data de vencimento constantes do carnê.
  17. 17. CARACTERÍSTICAS QUE DEVEM SER EVITADAS NOS TEXTOS EMPRESARIAIS MODERNOS
  18. 18. CARACTERÍSTICAS QUE DEVEM SER EVITADAS NOS TEXTOS EMPRESARIAIS MODERNOS • CHAVÕES: expressões antiquadas já incorporadas como linguagem empresarial. Podem estar nas introduções e fechamentos dos textos. Introduções: • Vimos, através desta, solicitar...: a palavra através significa atravessar, portanto, não é adequada para ser utilizada na correspondência comercial. Através da vidraça ou através dos anos, mas não “através de um decreto” ou “através desta carta”. Substituir por por meio de (aprovar o aumento por meio do decreto) pode funcionar, ou mesmo não utilizar nenhuma expressão. • Venho, pela presente, solicitar a...: pela ausente não se solicita nada, por isso essa expressão é óbvia. • Solicitamos a V. S.ª ...: só deve ser usado para destinatários que exigem tal formalidade, que tenham hierarquia superior ou se for destinatário externo com o qual se deve manter tal formalidade. • Acusamos o recebimento...: não se utiliza mais esse verbo nos textos empresariais. • Em resposta ao contrato referenciado...: não existe a palavra referenciado, comumente usada nos textos. Substitua por: mencionado, referido ou citado.
  19. 19. CARACTERÍSTICAS QUE DEVEM SER EVITADAS NOS TEXTOS EMPRESARIAIS MODERNOS • CHAVÕES: expressões antiquadas já incorporadas como linguagem empresarial. Podem estar nas introduções e fechamentos dos textos. Fechamentos: • Reiteramos os protestos de elevada estima e consideração... Devemos usar: para autoridades superiores, inclusive o presidente da república  respeitosamente; para autoridades da mesma hierarquia ou inferior  atenciosamente. • Sem mais para o momento. Forma não polida de fechamento, indica rudeza, por isso deve-se ter cuidado em usá-la. Pode ser usada em cartas de cobrança ou similares.
  20. 20. CARACTERÍSTICAS QUE DEVEM SER EVITADAS NOS TEXTOS EMPRESARIAIS MODERNOS Tautologias (repetições viciadas): repetir uma ideia, de forma viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido. • Elo de ligação • Acabamento final • Certeza absoluta • Quantia exata • há anos atrás • Todos foram unânimes • Conviver junto • Fato real • Encarar de frente • Multidão de pessoas • Escolha opcional • Surpresa inesperada • Exceder em muito • Possivelmente poderá ocorrer • Abertura inaugural • Planejar antecipadamente
  21. 21. CARACTERÍSTICAS QUE DEVEM SER EVITADAS NOS TEXTOS EMPRESARIAIS MODERNOS • jargão técnico fora de contexto: maneira característica e típica de um determinado grupo se comunicar. Os advogados, por exemplo, têm a sua linguagem própria, os economistas também, bem como os analistas de sistema. • toda linguagem de um grupo fechado deve sofrer adequação quando o grupo de destinatários se amplia.
  22. 22. Atividade 2

×