Preconceito origina-se do pré(vem 
antes) conceito (opinião), ou seja, opinião 
formada antes de ter o conhecimento 
neces...
O ACOLHIMENTO pode significar a facilitação do acesso da população aos 
serviços da saúde e também o oferecimento de assis...
ÉTICA PROFISSIONAL 
Pedimos “o empenho na eliminação de 
todas as formas de preconceito”, 
incentivando o respeito à diver...
Muitas vítimas não querem procurar os meios de defesa 
por que muitos ainda tem o pensamento preconceituoso 
e postura ant...
Deixe aí esperando depois eu atendo: 
-Homossexual é tudo falta de vergonha; 
-É falta de Deus; 
-São uns baderneiros; 
-E...
Estou no horário de almoço: 
-Esta negrada é tudo porca mesmo; 
-Quando não faz na entrada, faz na saída; 
-Nunca vi negro...
Estou no celular quando eu terminar eu atendo: 
-Esta daí é igual Mulher de bandido gosta 
de de apanhar; 
-Está aqui toda...
Este povo não tem o que fazer em casa: 
-Só tem drogado e mulher de programa; 
-Tudo bandido e ex-presidiário fugitivo; 
-...
-Esta cambada de macumbeiro; 
-Será que este povo acha que pra falar com Deus tem que gritar? 
-Os muçulmanos acham que a ...
-Velho caquético, pq não morre logo; 
-Este inválido, só dá trabalho; 
-Velha ranzinza, não serve pra nada; 
-Deus me livr...
Secretaria Municipal de Saúde de 
Nioaque 
Cristina de Souza 
ph.cristina@hotmail.com 
9605-7539 – 9200-2505
Diga não ao preconceito
Diga não ao preconceito
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Diga não ao preconceito

1.093 visualizações

Publicada em

Material trabalhado na semana de saúde em Nioaque - MS

Publicada em: Mídias sociais
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.093
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Diga não ao preconceito

  1. 1. Preconceito origina-se do pré(vem antes) conceito (opinião), ou seja, opinião formada antes de ter o conhecimento necessário. Há uma espécie de preconceito espontâneo em relação a tudo que é diferente ou desconhecido. O preconceito geralmente é causado pela ignorância das pessoas em achar que os outros são inferiores porque são diferentes, ou estão em situação diferente. O preconceito percebidos como sendo um problema do outro e, portanto, distante de cada um de nós.
  2. 2. O ACOLHIMENTO pode significar a facilitação do acesso da população aos serviços da saúde e também o oferecimento de assistência adequada. O ACOLHIMENTO é uma postura ética que implica na escuta do usuário em suas queixas, no reconhecimento do seu protagonismo na sua integralidade. ACOLHER é um compromisso de resposta às necessidades dos cidadãos que procuram os serviços de saúde. O ACOLHIMENTO não é um espaço ou local, mas uma postura ética e não pressupõe hora ou profissional específico para fazê-lo.
  3. 3. ÉTICA PROFISSIONAL Pedimos “o empenho na eliminação de todas as formas de preconceito”, incentivando o respeito à diversidade, à participação de grupos socialmente discriminados e à discussão das diferenças. ESCUTA QUALIFICADA Estamos preocupados com a “revitimização” tendo que contar o caso inúmeras vezes e sofrer inúmeras vezes, a idéia é: O primeiro que ouvir tirar o máximo de informações possíveis e a rede deve estar em sintonia no preenchimento da Notificação de Agravos que deve ser preenchida em todos os campos pertinentes ao caso
  4. 4. Muitas vítimas não querem procurar os meios de defesa por que muitos ainda tem o pensamento preconceituoso e postura anti-ética. No caso de abuso sexual ocorrem: - em classes baixas; - com pessoas desinformadas. E os comentários dos desinformados são: ela estava querendo mesmo; ela agüentou todo este tempo porque gostava, se não gostava pq não denunciou? Estes pré-conceitos só servem para vitimizar cada vez mais e piorar a situação
  5. 5. Deixe aí esperando depois eu atendo: -Homossexual é tudo falta de vergonha; -É falta de Deus; -São uns baderneiros; -Eu respeito muito os homossexuais, mas não quero aproximação com meus filhos.
  6. 6. Estou no horário de almoço: -Esta negrada é tudo porca mesmo; -Quando não faz na entrada, faz na saída; -Nunca vi negro rico, só jogador de futebol e cantor de pagode; -Modelo negrinha, sentou no colo do patrão;
  7. 7. Estou no celular quando eu terminar eu atendo: -Esta daí é igual Mulher de bandido gosta de de apanhar; -Está aqui toda semana; -Porque não larga deste cara; -Não toma vergonha;
  8. 8. Este povo não tem o que fazer em casa: -Só tem drogado e mulher de programa; -Tudo bandido e ex-presidiário fugitivo; -Essas meninas funkeiras, só meninha à toa; -Pessoas sem classe, sem educação, barraqueiros;
  9. 9. -Esta cambada de macumbeiro; -Será que este povo acha que pra falar com Deus tem que gritar? -Os muçulmanos acham que a oração só tem valor porque oram virados pra Meca. -Estes crentes só sabem encher o saco, eles acham que estão certos e todos estão errado. -Pior são os messiânicos que levam comidas e bebidas para os mortos, de certo vão sair do túmulo pra comer. É preciso "des-preconceituar", na igreja oficial, a maneira de ver a religião do povo, mesmo aquilo que pareça estranho ou esquisito ao "modus vivendi" oficial. Na igreja oficial, ainda encontramos cientistas, padres e outros que impõem seu modo de pensar e sentir como norma a todos. Riem dos “outros” ou ficam com dó. E isso atrapalha o processo da inculturação. É preciso entender a manifestação religiosa popular em sua gênese, em suas razões, em seus mecanismos de resistência. A religiosidade popular é a vida e a religião dos pobres e não pode ser reduzida à raridade, ao pitoresco, ao curioso, ao folclórico.
  10. 10. -Velho caquético, pq não morre logo; -Este inválido, só dá trabalho; -Velha ranzinza, não serve pra nada; -Deus me livre deste velho, ninguém aguenta este desaforado.
  11. 11. Secretaria Municipal de Saúde de Nioaque Cristina de Souza ph.cristina@hotmail.com 9605-7539 – 9200-2505

×