Sindrome de down

121 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
121
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sindrome de down

  1. 1. Down.“Clic” para continuar.....Com Som
  2. 2. María e Laura Ponte (Modelo)Estas fotos, são uma mensagemuniversal que rompe barreiras, quepretende o bem das crianças, jovens eadultos com Síndrome de Down.Estas fotos, são uma mensagem de paze harmonía, de amor e compreenssão,são momentos de cumplicidade, ternurae alegria.Estas fotos, são uma mensagem para oteu coração para normalizar a vida demuitas crianças e jovens descapacitadose integra-los à sociedade.Olhe, elas sóprecisam do seuamor!
  3. 3. Antonella e Giorgio Armani(Modista)A Síndrome de Down é uma anomalia ocasionadapela presença de um par extra de cromossomo, a21, nas células do organismo. Por isso se chamatambém de Trisomía 21. A síndrome foi descobertapor Sir John Langdon Down em 1866, e a anomaliacromossômica foi descoberta pelo Prof. JéromeLejeune em 1959.A anomalia cromossômica causa a alteração e malfuncionamento de diversos órgãos. Ela afeta océrebro e esta é a causa da falta de capacidadeintelectual. Porém a intensidade com que semanifesta estas alterações é altamente variável deuma pessoa para outra.A freqüência da aparição da Síndrome de Downvaria por volta de 1/1000 nascimentos vivos. NaEspanha há por volta de 32.000 pessoas com aSíndrome de Down.A aplicação de bons programas de saúde temconseguido aumentar a esperança de vida na casados 60 anos, em média. Ao mesmo tempo, aesmerada atenção psicoeducativa, que se inicia apartir do nascimento, permite descobrir odesenrolar de múltiplas capacidades que aspessoas com Síndrome de Down possui emdistintas áreas da atividade humana.Deste modo, atualmente são capazes de alcançar aplena integração em todas as áreas da vida: nafamília, na escola secular, no mundo do trabalho,no esporte, nas artes e na vida social.
  4. 4. Pablo e Ainhoa Arteta (Cantora)Tenho 12 anos, mas não parece. Sou menor doque corresponde a minha idade, não falocorretamente, mas já sei ler e escrever, e somar.Nasci com a síndrome de Down, que não é umaenfermidade.... (ah! Eu vou ter que copiar poispara escrever é muito difícil) “um transtornogenético por que eu tenho três unidades docromossomo 21 no lugar das habituais” meucabelo é curto, bem fino e liso (a da minha irmã éenorme), eu não penso e nem aprendo tão rápidocomo as demais crianças.Vou ao mesmo colégio que os meus irmãos, numcurso especial, sou um ano inferior, na minhaclasse tem uma moça muito simpática que meajuda com as coisas que me custam mais aentender. Durante o recreio adoro jogar basquete.Sou muito bom na cesta e as equipes sempre meelegem mascote da turma, sou pequenino, porémquando meto uma coisa na minha cabeça...Daqui uns anos trocarei de colégio. Meus pais medisseram que serão eles que me ajudarão com aminha reeducação no colégio, terão que meensinar a ser autônomo, pra que quando eu formaior possa conseguir um trabalho e ganhar omeu salário. Assim serei mais útil para os demaise mais independente (isto quem me ensinou foi omeu irmão mais velho, o que quer dizer que nãoterei que pedir dinheiro aos meus pais para asminhas coisas, vou depender menos deles)
  5. 5. Carmen e Carmen Maura (Atriz)Cerca de 40 a50 % decrianças comSD, sofrecardiopatiascongênitas.
  6. 6. Pepe e Raúl (Jogador de futebol)Outro grupo de afecções mais comuns entre pessoas com SD deum modo geral constitui de um certo desequilíbrio hormonal eimunológico. Também se considera como relativamentefreqüente problemas de natureza gastrointestinal sendo que asocorrências de leucemia e a doença de Alzheimer estãoaumentado.
  7. 7. Ana, Álvaro, Rocío e Ana Duato (Atriz)As crianças com SD, temuma gama completa deemoções e atitudes; em seusjogos e travessuras sãocriativos e imaginativos; equando alcançam o estadoadulto podem chegar a ter,com um apoio variado, umavida independente.
  8. 8. Jony, Sonia, Tesa e Sara Baras (Bailarina)Atualmente pode-se dizer, que os limites nodesenvolvimento das crianças com SD não estãofirmemente estabelecidos e que vão depender muitodiretamente da idoneidade dos programas deestimulação precoce e educativos, também estão empleno processo de exploração
  9. 9. Alessandra e Antonio Resines (Ator)Tomando comobase os testes deCoeficienteIntelectual simples,as crianças com SDfreqüentemente sãoclassificados comníveis de retardomental débil,excluindo umapequenaporcentagem quese encontram nosgrupos..
  10. 10. Javier, Quím, Álvaro, Ana e Grupo Tricicle(Comediantes)Sem engano,tais testes nãoconstituem umareferência única,enquanto ascapacidadesdestas pessoas,quase sempreas crianças nossurpreendemcom suamemória, suaintuição, suacriatividade...
  11. 11. Gonzalo, Javier e Jose Toledo (Modelo)Contrariamente aoContrariamente aoque muitos pensamque muitos pensam(ou acham que(ou acham quepensam), as pessoaspensam), as pessoascom SD não estãocom SD não estãocondenadas a umcondenadas a umcongelamentocongelamentointelectualintelectualequivalente ao deequivalente ao decrianças com retardocrianças com retardode 5-8 anos.de 5-8 anos.
  12. 12. Beth e Loquillo (Cantor)Os especialistas de todo o mundo estão mais surpresos eentusiasmados com o potencial de desenvolvimento que estaspessoas mostram e que não haviam suposto antes.
  13. 13. David e Carmen Posadas (Escritora)75% das crianças comSD, vão aos colégiosnormais.
  14. 14. Ana e Nuria Espert (Atriz)O que está perfeitamente claroa esta altura é que umaadequada atenção afetiva,educativa e social, aplicadadesde os primeiros momentossobre estas crianças, vai ainfluir decisivamente nodesempenho de suaspotencialidades, geralmentesubestimadas pelo meio social.Vivemos num momento detrocas, de melhoras, no que sediz respeito a sensibilizaçãoante a SD desde muitasperspectivas, entre elas amédico-científica, a qual se estáfazendo com que as pessoasdesfrutem, cada vez mais, deuma boa saúde e uma vidamelhor e mais feliz.
  15. 15. Javier e Emilio Aragón (Ator)Poderíamos definir, a síndrome deDown como uma forma singular edeterminada geneticamente, de sere estar num mundo, o qualchamamos “normal” sendo quetemos muito o que aprender.A pessoa com síndrome de Down éum beneficio para todos porqueaponta e promove valores quefazem a sociedade mais digna dechamar-se humana.Sua exclusão será o nossofracasso!
  16. 16. Se você gostou…Se você gostou…Envie este PowerPoint a um amigoEnvie este PowerPoint a um amigoe ajude a terminar com mais essee ajude a terminar com mais essepreconceito.preconceito.

×