Cáculo lotação intermitente tarefa 12

628 visualizações

Publicada em

Tarefa 12 do curso de Mídias de digitais da UFSC.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
628
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cáculo lotação intermitente tarefa 12

  1. 1. Universidade Federal de Santa Catarina Campus Curitibanos Lotação Intermitente: dimensionamento da área, determinação do número de piquetes e da taxa de lotação Profª. Kelen Cristina Basso
  2. 2. Cálculo Lotação Intermitente Tarefa 12 de Kelen Cristina Basso está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição- NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. Baseado no trabalho disponível emhttps://pt.slideshare.net/create? via=home.
  3. 3. Lotação Intermitente: A pastagem é dividida em piquetes, que são submetidos aos períodos controlados de pastejo (períodos de ocupação) e de descanso. Período de ocupação: tempo em que uma área específica (piquete) é ocupada por um grupo de animais ou dois ou mais grupos em sucessão. Período de descanso: tempo em que uma área específica (piquete) da pastagem não está sob interferência do animal. Ciclo de pastejo: somatório dos períodos de ocupação e de descanso
  4. 4. 1° Caso Número de animais como determinante Área não é limitante
  5. 5. Simulação: Pasto de capim-milênio Período de descanso (dia) 28 Período de ocupação (dia) 8 Matéria orgânica (%) 1,5 Adubação nitrogenada (kg/ha/ano) 150 Conversão do nitrogênio (kg MS/kg N) 70 Produção de MS no inverno (% da produção no verão) 30 Perdas de MS (%) 30 Consumo de matéria seca (kg MS/UA/dia) 12 1° lote (UA) 60 2° lote (UA) 40 Período de verão (dia) 180 Período de inverno (dia) 180
  6. 6. Etapas da determinação: 1°) Produção de forragem 13.650 kg MS/ha/180 dias de verão 2°) Duração do ciclo de pastejo (CP) CP = PD + PO  CP = 28 + (4 + 4) = 36 dias 3°) N° de ciclos de pastejo N° CP = 180 dias / 36 = 5,0 ciclos 4°) Forragem disponível em cada ciclo de pastejo 13.650 kg MS / 5 ciclos = 2.730 kg MS/ha/CP
  7. 7. Etapas da determinação: 5°) Perdas de forragem 2.730 kg de MS x 30% = 819 kg de MS/CP 6°) “Forragem consumida” 2.730 kg MS – 819 kg MS = = 1.911 kg MS/ha/CP 7°) N° de piquetes (NP) NP = (PD/PO) + 1(NL) NP = (28/4) + 1(2) = 9 piquetes
  8. 8. Etapas da determinação: 8°) Área do piquete (AP) AP f (n° animais, categoria animal, produção de forragem)  Consumo diário de forragem pelo animal CDMS = 100 UA x 12 kg MS/UA/dia = 1.200 kg MS/dia 1.200 kg MS/dia x 4 dias (PO) = 4.800 kg MS  “Forragem consumível” = 1.911 kg MS/ha/CP AP = 4.800 kg MS / 1.911 kg MS = 2,5 ha
  9. 9. Etapas da determinação: 10°) Taxas de lotação (TL) real e instantânea Taxa de lotação instantânea Taxa de lotação real 9°) Área total 2,5 ha x 9 = 22,5 ha
  10. 10. Etapas da determinação: 10°) Taxas de lotação (TL) real e instantânea TL real Verão: 100 UA / 22,5 ha = 4,4 UA/ha TL instantânea Verão: 100 UA / 2,5 ha = 40 UA/ha
  11. 11. Inverno: Escassez de forragem : suplementação volumosa venda de animais confinamento  50 UA no inverno; 1 lote 13.650 x 0,30 = 4.095 kg MS/ha/180 dias de inverno N° CP = 180 / 32 = 5,6 CP 4.095 kg MS / 5,6 CP = 731 kg MS/ha/CP 731 kg MS/ha/CP x 0,3 = 219 kg MS/ha/CP perda “MS consumível” = 731 – 219 = 512 kg MS/ha/CP “MS consumível” / piq.= 512 x 2,5 = 1.280 kg MS/piq./CP
  12. 12. Inverno:  50 UA no inverno; 1 lote CDMS = 50 UA x 12 kg MS x 4 dias = 2.400 kg MS Déficit: 2.400 kg MS – 1.280 kg MS = 1.120 kg MS (em 4 dias) Em 1 dia  280 kg MS
  13. 13. 2° Caso: Área como determiante Número de animais não é limitante
  14. 14. Simulação: Pasto de capim-marandu Período de descanso (dia) 30 Período de ocupação (dia) 2 Matéria orgânica (%) 2,5 Adubação nitrogenada (kg/ha/ano) 100 Conversão do nitrogênio (kg MS/kg N) 50 Perdas de MS (%) 30 Consumo de matéria seca (kg MS/UA/dia) 14 Área de pastagem (ha) 8,5 N° de lotes de vacas 2 Peso corporal médio das vacas (kg) 450 Período de verão (dia) 180
  15. 15. Etapas da determinação: 1°) Produção de forragem 1% MO  30 kg/ha de N 2,5 % MO x 30 kg/ha de N = 75 kg/ha de N 100 kg/ha de N + 175 kg/ha de N x 50 kg MS/kg de N 8.750 kg MS/ha/180 dias de verão
  16. 16. Etapas da determinação: 2°) Duração do ciclo de pastejo (CP) CP = PD + PO  CP = 30 + (1 + 1) = 32 dias 3°) N° de ciclos de pastejo N° CP = 180 dias / 32 = 5,6 ciclos 4°) Forragem disponível em cada ciclo de pastejo 8.750 kg MS / 5,6 ciclos = 1.563 kg MS/ha/CP
  17. 17. Etapas da determinação: 5°) Perdas de forragem 1.563 kg de MS x 30% = 469 kg de MS/CP 6°) “Forragem consumível” 1.563 kg MS – 469 kg MS = = 1.094 kg MS/ha/CP 7°) N° de piquetes (NP) NP = (PD/PO) + 1(NL) NP = (30/1) + 1(2) = 32 piquetes
  18. 18. Etapas da determinação: 8°) Área do piquete (AP) AP = 8,5 ha / 32 = 0,27 ha 9°) “Forragem consumível” por piquete 1.094 kg MS/ha/CP x 0,27 = 291 kg MS/piq./CP 10°) Demanda de forragem por animal no período de ocupação 14 kg MS/vaca/dia x 2 dias = 28 kg MS/vaca
  19. 19. Etapas da determinação: 11°) Número de vacas 291 kg MS/piq./CP ÷ 28 kg MS/ vaca = 10 vacas 12°) Taxas de lotação (TL) real e instantânea TL real Verão: 10 vacas / 8,5 ha = 1,2 vacas/ha TL instantânea Verão: 10 vacas / 0,27 ha = 37 vacas/ha

×