O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Programação Orientada a Objetos - Conceitos básicos da linguagem JAVA

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Conceitos Básicos de OO e Java
Conceitos Básicos de OO e Java
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 61 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Semelhante a Programação Orientada a Objetos - Conceitos básicos da linguagem JAVA (20)

Anúncio

Programação Orientada a Objetos - Conceitos básicos da linguagem JAVA

  1. 1. Programação Orientada a Objetos Profª Cristiano Camilo AULA 1 Desenvolvimento de Aplicações Desktop
  2. 2. - Objetivos da Aula - Introdução ao Java - Introdução ao NetBeans - Conceitos básicos para programação Java - Operadores - Estruturas Condicionais - Laços de Repetição
  3. 3. Introdução ao Java Programação Orientada a Objetos
  4. 4. - Introdução ao Java A Linguagem Java... - Surgiu em 1991 fruto de uma pesquisa da Sun Microsystems. - Ganhou impulso com a o da World Wide Web em 1993 - Foi inicialmente batizada de Oak por seu criador (James Gosling) - A versão 1.0 foi anunciada em 1995
  5. 5. - Introdução ao Java Versões: JAVA 1.0 – 1995 JAVA 1.2 – 1998 (JAVA 2) JAVA 1.3 – 2000 JAVA 1.4 – 2002 JAVA 5.0 – 2004 JAVA 6.0 – 2006 JAVA 7.0 - 2011
  6. 6. - Introdução ao Java Plataforma Java Java Runtime Environment (JRE) - O JRE fornece a Java Virtual Machine, bibliotecas e outros componentes para executar es escritas em Java. Java Development Kit (JDK) - O JDK m tudo o que tem na JRE, mais ferramentas adicionais para desenvolver (compilar e debugar) es feitas em Java
  7. 7. - Introdução ao Java - Fases da programação Java JDK JRE Link para download da JDK e da JRE: http://www.oracle.com/technetwork/java/ javase/downloads/jdk-7u2-download-1377129.html
  8. 8. - Introdução ao Java - Write once, run everywhere! (escreva uma vez, execute em qualquer lugar)
  9. 9. - Introdução ao Java Exemplo de um primeiro programa em Java…
  10. 10. Introdução ao NetBeans Programação Orientada a Objetos
  11. 11. - Introdução ao NetBeans Site para download do NetBeans: www.netbeans.org www.oracle.com/java
  12. 12. - Introdução ao NetBeans Exemplo de um primeiro programa em Java no NetBeans
  13. 13. Conceitos básicos para programação Java Programação Orientada a Objetos
  14. 14. - Variáveis no Java O Que é uma variável? Uma variável um mecanismo normalmente localizado na memória, utilizado para armazenar valores. - veis primitivas: utilizadas para armazenar os tipos mais básicos de informação, tais como números. - veis de referência: usada para referenciar um objeto. (veremos isso mais a diante).
  15. 15. - Variáveis no Java Exemplos de declaração de variável: Definição Geral: <<tipo>> nomeDaVariável = valor;
  16. 16. - Variáveis do Java - Lista de tipos primitivos
  17. 17. - Strings - Variáveis do tipo texto: String A classe java.lang.String utilizada para representar textos (sequência de caracteres). O tamanho que uma String igual ao tamanho vel de ria.
  18. 18. - Strings - Variáveis do tipo texto: String - Concatenação de Strings
  19. 19. - Strings - Caracteres de escape - Exemplo de utilização: System.out.println("Olá! nntMeu nome é João!"); - Demonstração da saida em tela: Olá! Meu nome é João!
  20. 20. - java.util.Scanner - Coletando texto digitado pelo usuário Devemos utilizar a classe Scanner da seguinte maneira: Scanner scan = new Scanner(System.in); scan.nextInt(); // Para leitura de números inteiros scan.nextDouble(); // Para leitura de números de ponto flutuante scan.next().charAt(0); // Para leitura de caracteres scan.next(); // Para leitura de textos
  21. 21. - Introdução ao NetBeans Exemplo de uso da classe Scanner
  22. 22. Operadores Programação Orientada a Objetos
  23. 23. - Operadores - Operadores matemáticos - Utilizados para operações matemáticas - Operadores gicos - Utilizados para operações boleanas - Operadores relacionais - Utilizados em processos de comparação
  24. 24. Operadores Matemáticos Programação Orientada a Objetos
  25. 25. - Operadores Matemáticos chamado de atribuição, utilizado para atribuir um valor a uma variável de mesmo tipo. <variável> = <operando2> Exemplo: int a = 8; int b = 3;
  26. 26. - Operadores Matemáticos chamado de o, utilizado para somar o valor de dois operandos. <operando1> + <operando2> Exemplo: int a = 3; int b = 7; System.out.println(a + b)
  27. 27. - Operadores Matemáticos - chamado de subtração, utilizado para subtrair o valor de dois operandos. <operando1> - <operando2> Exemplo: int a = 9; int b = 3; System.out.println(a - b)
  28. 28. - Operadores Matemáticos chamado de multiplicação, utilizado para multiplicar o valor de dois operandos. <operando1> * <operando2> Exemplo: int a = 5; int b = 7; System.out.println(a * b)
  29. 29. - Operadores Matemáticos chamado de divisor, utilizado para dividir o valor de dois operandos. <operando1> / <operando2> Exemplo: int a = 8; int b = 2; System.out.println(a / b)
  30. 30. - Operadores Matemáticos chamado de módulo, utilizado para obter o resto da divisão de um número por outro. <operando1> % <operando2> Exemplo: int a = 8; int b = 3; System.out.println(a % b)
  31. 31. - Operadores Matemáticos Quando se necessita realizar uma operação de uma variável com ela própria, acumulando seu valor, basta utilizar: <variável> <operador> = <operando> Exemplo: int num; num += 5; (corresponde a: num = num + 5; ) num /=8; (corresponde a: num = num / 8; )
  32. 32. - Operadores Matemáticos Os símbolos ++ e -- são utilizados para incrementar ou decrementar em 1 o valor de uma variável numérica, podendo ser utilizados das seguintes formas: Primeiro incrementa a variável depois devolve seu valor. ++ < vel> ; Primeiro devolve o valor da variável depois incrementa seu valor. < vel> ++ ;
  33. 33. Operadores Lógicos Programação Orientada a Objetos
  34. 34. - Operadores Lógicos O s mbolo && chamado de E. Este operador retorna true somente se os dois operandos forem true. <operando1> && <operando2>
  35. 35. - Operadores Lógicos O s mbolo || chamado de OU. Este operando retorna true caso tenha pelo menos um operando com o valor true. <operando1> || <operando2>
  36. 36. - Operadores Lógicos O mbolo ! chamado de o. Este operador retorna true se o operando tem o valor false, e retorna false se o operando o valor true. ! <operando>
  37. 37. - Operadores Lógicos Exemplo de uso dos operadores: Resultado: true false true false true
  38. 38. Operadores Relacionais Programação Orientada a Objetos
  39. 39. - Operadores Relacionais O s mbolo > chamado de maior que. Retorna true se o valor do operando1 for maior que o valor do operando2, caso rio retorna false. <operando1> > <operando2> Exemplo: 4 > 5 -> false 9 > 7 -> true
  40. 40. - Operadores Relacionais O s mbolo < chamado de menor que. Retorna true se o valor do operando1 for menor que o valor do operando2, caso rio retorna false. <operando1> < <operando2> Exemplo: 4 < 5 -> true 9 < 7 -> false
  41. 41. - Operadores Relacionais O s mbolo == chamado de igualdade. Retorna true se o valor do operando1 for igual ao valor do operando2, caso rio retorna false. <operando1> == <operando2> Exemplo: 5 == 5 -> true 9 == 7 -> false
  42. 42. - Operadores Relacionais O s mbolo >= chamado de maior ou igual que. Retorna true se o valor do operando1 for maior ou igual ao valor do operando2, caso rio retorna false. <operando1> >= <operando2> Exemplo: 5 >= 5 -> true 9 >= 7 -> true
  43. 43. - Operadores Relacionais O s mbolo <= chamado de menor ou igual que. Retorna true se o valor do operando1 for menor ou igual ao valor do operando2, caso rio retorna false. <operando1> <= <operando2> Exemplo: 5 <= 5 -> true 9 <= 7 -> false
  44. 44. - Operadores Relacionais O s mbolo != chamado de diferente de. Retorna true se o valor do operando1 for diferente do valor do operando2, caso rio retorna false. <operando1> != <operando2> Exemplo: 5 != 5 -> false 9 != 7 -> true
  45. 45. Estruturas Condicionais Programação Orientada a Objetos
  46. 46. - IF ELSE (se senão) A estrutura de controle if utilizada para executar alguns comandos apenas se a sua o for true (verdadeira). O else ( o) pode ou o acompanhar o if, mas o else o utilizado para executar alguns comandos caso a o do if seja false (falso).
  47. 47. - IF ELSE (se senão) Generalização do uso simples do operador IF: Generalização do uso simples do operador IF junto do operador ELSE:
  48. 48. - IF ELSE (se senão) Generalização do uso do operador ELSE IF... Que nada mais é do que um IF dentro de um ELSE:
  49. 49. - Introdução ao NetBeans Exemplo de uso do IF… ELSE e ELSE IF
  50. 50. - SWITCH O switch uma estrutura de o semelhante ao if com ltiplas es uma estrutura muito cil de utilizar e apresenta uma tima legibilidade, porem trabalha apenas com valores constantes dos tipos rios byte, short, int e char e com Strings, mas isso somente a partir do Java 7.0
  51. 51. - SWITCH Generalização do uso do operador SWITCH: O operador break faz a interrupção do bloco!
  52. 52. - Introdução ao NetBeans Exemplo de uso do SWITCH
  53. 53. Laços de Repetição Programação Orientada a Objetos
  54. 54. - FOR A estrutura for executa um bloco de es enquanto uma determinada o for verdadeira (true). Generalização do uso do operador FOR: for(< o>; < o de o>; < - es>) { << es >> }
  55. 55. - FOR for(< o>; < o de o>; < - es>) { << es >> } Importante: • Os blocos de inicialização e de pós-instruções são de uso opcional. • É possível se declarar e inicializar multiplas variáveis no bloco de inicialização.
  56. 56. - Introdução ao NetBeans Exemplo de uso do FOR
  57. 57. - WHILE A estrutura while executa um bloco de es enquanto uma determinada o for verdadeira (true). Seu funcionamento é idêntico ao do for, porem sem os blocos de inicialização e de pós-instruções. Generalização do uso do operador WHILE: while( o) { < es > }
  58. 58. - Introdução ao NetBeans Exemplo de uso do WHILE
  59. 59. - DO WHILE A estrutura do / while tem seu bloco de es executados pelo menos uma vez, o se a o ao final das es for true, o bloco de es executado novamente. Generalização do uso do operador SWITCH: do { < es > } while( o);
  60. 60. - Introdução ao NetBeans Exemplo de uso do DO WHILE
  61. 61. - Introdução ao NetBeans Muito Obrigado e até a próxima aula!

Notas do Editor

  • Executar 1_OiMundo.mov
  • Executar2_OiMundoNetBeans
  • Executar3_Scanner
  • Seriainteressantecolocar um exemploaqui
  • Executar4_IF
  • Executar5_switch
  • Executar6_for
  • Executar7_while
  • Executar8_doWhile
  • Executar 1_OiMundo_NetBeans.mov

×