O neonato

259 visualizações

Publicada em

Características do Neonato

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
259
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O neonato

  1. 1. Cristiane Freitas 31/03/2015
  2. 2. Tamanho e aparência 50 cm e pesa 3,4 kg Em seus primeiros dias perdem 10% de seu peso Características Cabeça grande Ossos cranianos ainda não fundidos (18 meses) Queixo pouco proeminente (amamentação facilitada) Pele de tom rosado – pele delgada Lanugem – penugem / Verniz caseoso – camada de gordura
  3. 3. PERÍODONEONATAL Característica Vida Pré-Natal Vida Pós-Natal Ambiente Líquido Amniótico Ar Temperatura Relativamente constante Varia conforme a atmosfera Estimulação Mínima Todos os sentidos estimulados por estímulos variados Nutrição Dependente do sangue da mãe Dependente dos alimentos externos e funcionamento do aparelho digestivo
  4. 4. Característica Vida Pré-natal Vida Pós-Natal Suprimento de oxigênio Passado da corrente sanguínea materna através da placenta Passado dos pulmões do neonato para os vasos sanguíneos pulmonares Eliminação metabólica Passada para a corrente sanguínea materna através da placenta Eliminação através da pele, rins, pulmões, e trato gastrintestinal
  5. 5. Sistema Nervoso Central Encéfalo e medula espinhal Rede de nervos periféricos Através dessa rede, mensagens sensoriais são transmitidas ao encéfalo e comandos motores são transmitidos de volta O crescimento neurológico é o que permite o rápido desenvolvimento motor e cognitivo durante a primeira infância
  6. 6. Reflexo Estimulação Comportamento Sucção Acaricia-se a bochecha do bebê com o dedo ou mamilo Vira a cabeça; a boca se abre, movimento de sucção Preensão Acaricia-se a palma da mão do bebê Fecha o punho com força Natação Coloca-se o bebê de bruços na água Faz movimentos natatórios com boa coordenação Tônico- cervical Deita-se o bebê de costas Vira a cabeça de lado, assume a posição de “esgrimista”, estende braços e pernas para o lado preferido e flexiona os membros opostos
  7. 7. Reflexo Estimulação Comportamento Moro (Sobressalto) Bebê é derrubado ou ouve um estampido Estica as pernas, os braços e os dedos; curva- se e joga a cabeça para trás Barbinski Acaricia-se a planta do pé do bebê Artelhos (dedos) abrem- se em leque; pé se retorce Marcha Segura-se o bebê por baixo dos braços, fazendo com que os pés toquem uma superfície plana Faz movimentos semelhantes ao caminhar bem coordenado Apoio plantar Calcanhares dos pés são friccionados contra borda de uma superfície plana Bebê retira o pé
  8. 8. Desaparecem com o passar do tempo O desaparecimento é sinal de que o córtex cerebral está se desenvolvendo normalmente Mudança do comportamento reflexo para o voluntário
  9. 9. Indicador 0 1 2 Aparência (cor) Azulado, pálido Corpo rosado, extremidades azuladas Totalmente rosado Pulso (frequência cardíaca) Ausente Lento (abaixo de 100) Rápido (acima de 100) Careta (irritabilidade reflexa) Sem resposta Careta Tosse, espirro choro Atividade (Tônus muscular) Inerte Fraco, inativo Forte, ativo Respiração Ausente Irregular Boa, choro
  10. 10. O crescimento e o desenvolvimento motor ocorrem de cima para baixo e do centro do corpo para fora Princípio céfalo-caudal (cabeça ao rabo) Desenvolvimento ocorre da cabeça às partes inferiores do corpo Princípio Próximo-distal (perto para longe) Desenvolvimento ocorre das partes próximas ao centro do corpo para partes externas
  11. 11. Crescimento Crianças crescem mais rápido durante os três primeiros anos de vida Acontece aos surtos, após períodos de estagnação Mudanças de proporção e forma do corpo Nutrição Leite materno ou fórmula Dentes e maxilas do bebê tendem a se desenvolver melhor quando amamentados ao seio São protegidas contra diarreia e infecções respiratória
  12. 12. Tato Primeiro sentido – mais maduro nos primeiros meses Dor Olfato São capazes de saber de onde vem os odores Distinguem odores Gustação Preferem sabores doces aos amargos e azedos Leite materno
  13. 13. Audição Começa no útero Reagem de forma diferente a uma história que ouviram dentro do útero do que uma nova Distinguem sons Visão Sentido menos desenvolvido Piscam diante da luz brilhante Desviar o olhar nos primeiros meses A partir dos dois meses distinguem cores Visão melhora a uma distância de 30 cm.
  14. 14. Agarrar, engatinhar e andar Controle da cabeça Controle da mão Espaço para se movimentar e liberdade para descobrir e explorar Agarrar com precisão Caminhar sobre duas pernas
  15. 15. Habilidade 25% 50% 90% Rolar 2,1 meses 3,2 meses 5,4 meses Agarrar um chocalho 2,6 meses 3,3 meses 3,9 meses Sentar-se sem apoio 5,4 meses 5,9 meses 6,8 meses Ficar de pé com apoio 6,5 meses 7,2 meses 8,5 meses Agarrar com polegar e indicador 7,2 meses 8,2 meses 10,2 meses Ficar de pé de maneira segura 10,4 meses 11,5 meses 13,7 meses Caminhar bem 11,1 meses 12,3 meses 14,9 meses Construir torre de dois cubos 13,5 meses 13,5 meses 20,6 meses Subir degraus 14,1 meses 16,6 meses 21,6 meses Pular no lugar 21,4 meses 23,8 meses 2,4 anos Copiar um círculo 3,1 anos 3,4 anos 4 anos
  16. 16. Locomoção 3 meses: rolar propositadamente (bruços e costas) 6 meses: sentar sem apoio, deslocar-se por conta própria 8 meses: sentar sem ajuda, fica de pé apoiando-se 9 ou 10 meses: deslocam-se bem, compreendem perto e longe 11 meses: consegue se soltar e ficar de pé sozinho Os seres humanos são os que mais demoram a caminhar - cabeça grande e pernas curtas Impacto na vida do bebê e da mãe...

×