SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 39
ESPECIALIZAÇÃO
TRAUMATO ORTOPÉDICA
DEFINIÇÃOFISIOTERAPEUTA
É o profissional habilitado técnica –
cientificamente para desenvolver as
habilidades inerentes à Fisioterapia, tendo o
dever de zelar pela saúde das pessoas a ele
confiadas,buscando prevenir, curar ou
reabilitar, sempre que possível, os problemas
de saúde que possam acometêlas.
FISIOTERAPIA PEDIÁTRICA;
FISIOTERAPIA DERMATO – FUNCIONAL;
FISIOTERAPIA DO TRABALHO;
FISIOTERAPIA EM GERIATRIA E GERONTOLOGIA;
FISIOTERAPIA EM NEUROLOGIA;
FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA;
FISIOTERAPIA EM REUMATOLOGIA;
FISIOTERAPIA ESPORTIVA;
FISIOTERAPIA EM URO – GINECOLOGIA E
OBSTETRÍCIA;
FISIOTERAPIA DA ATM (ARTICULAÇÃO
TEMPOROMANDIBULAR);
FISIOTERAPIA EM TRAUMATO ORTOPEDIA.
Introdução:
O Fisioterapeuta especialista em
Traumato-Ortopedia está
capacitado para prestar assistência
às demandas traumato-ortopédicas
funcionais, desde a prevenção até
ao tratamento propriamente dito.
O que faz o especialista em Fisioterapia
Traumato-Ortopédica?
A quem se destina?
• Se destina a pacientes desde crianças até
idosos;
• Pacientes com alteração no sistema
musculoesquelético;
• Indivíduos decorrentes de pós-fraturas;
Entorses;
• Contusões musculares;
• Luxações;
• Distúrbios mecânicos posturais;
• Amputações e pós-cirurgias ortopédicas.
BENEFÍCIOS
A Fisioterapia aplicada à TRAUMATO ORTOPEDIA é
capaz de promover:
Alívio da dor, resolução do processo inflamatório e
cicatricial, melhora do comprimento muscular,
melhora da força muscular, melhora do padrão da
marcha (quando causado por patologia
ortopédica), retorno as AVD (atividade de vida
diária), e AVP (Atividade de vida prática).
INDICAÇÕES
As patologias que tem indicações para o tratamento fisioterapêutico
traumato – ortopédicos são:
•Patologias inflamatórias:
- bursites, tendinites e miosites;
•Patologias degenerativas:
- osteoartrose, esporão de calcâneo, síndrome do impacto;
• Patologias decorrentes de trauma:
- fraturas, luxações, contusões, rupturas musculares e ligamentares;
•Patologias decorrentes do uso excessivo e/ou inadequado de
qualquer segmento musculoesquelético do corpo.
Dicas essenciais para evitar fraturas ósseas
•Construir ossos fortes com uma boa nutrição e exercício
físico, ossos fortes são menos propensos a fraturas;
•Mantenha-se em boa forma física, porque o exercício
aumenta a força muscular e velocidade de reflexo;
•Certifique-se a sua casa está a salvo de perigos que podem
causar quedas;
•Mantenha o seu peso em uma faixa saudável;
•Use o equipamento certo quando o exercício ou praticar um
esporte.
RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA
TRAUMATO ORTOPÉDCA
•Cinesioterapia;
•Mecanoterapia;
•Recursos Terapêuticos Manuais;
•Eletetrotermofototerapia;
•Crioterapia;
•Hidroterapia.
1 – Exercícios ativos 2 – Exercícios passivos.
Na cinesioterapia existem várias maneiras para mobilizar os
segmentos do corpo humano e os exercícios podem ser
divididos em:
Dentre os equipamentos
podemos citar:
Barra de Apoio Espaldar fixo, também
conhecido como barra de Ling.
É um equipamento que serve de
suporte para diversos exercícios de
alongamento e fortalecimento
muscular, especialmente dos
músculos da coluna vertebral,
amplitude de movimento, força e
flexibilidade
RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO
ORTOPEDICA
Escada de canto com rampa
adulto e infantil com
regulagem de altura do
corrimão
A escada de canto é utilizada para
treino de marcha (caminhada) em
pacientes de todas as idades, pois
possui regulagem de altura do
corrimão. Além disso, pode ser
usado em pacientes idosos, pois
dispõe de tecido antiderrapante
(em azul) em toda superfície de
contato com os pés, promovendo
estabilidade e segurança.
RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO
ORTOPÉDCA
Tábua ortopédica em
madeira com cinta.
Utilizado para reabilitação
motora de membros
inferiores, para ganho de
força muscular, flexibilidade
e amplitude de movimento.
RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO
ORTOPÉDCA
Tábua de Equilíbrio
para propriocepção
Propriocepção é o termo que
descreve a percepção do
próprio corpo e inclui a
consciência da postura, do
movimento, das partes do
corpo, e das mudanças no
equilíbrio, além de englobar
as sensações de movimento
e de posição articular.
RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO
ORTOPÉDCA
RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO
ORTOPÉDCA
Além da cinesioterapia há outros recursos
terapêuticos utilizados como:
Termoterapia:
Vários distúrbios ortopédicos podem ser tratados
com o uso do calor ou do frio. Com a escolha
adequada do tratamento para cada patologia o
fisioterapeuta será capaz de utilizar essas
técnicas de tratamento de larga eficiência
terapêutica.
RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO
ORTOPÉDCA
Além da cinesioterapia há outros recursos
terapêuticos utilizados como:
Eletroterapia
As patologias ortopédicas que podem ser
beneficiadas pela eletroterapia são inúmeras,
dentre elas pode-se citar as bursites e tendinites
(ultrassom), a cervicalgia e as lombalgias (TENS),
a hipotrofia muscular (FES) etc.
RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO
ORTOPÉDCA
Além da cinesioterapia há outros recursos
terapêuticos utilizados como:
Hidroterapia
A hidroterapia oferece ao fisioterapeuta a possibilidade
de tratar as patologias ortopédicas que necessitam de
diminuição de carga, de impacto em um ambiente mais
seguro do que fora da piscina. Além disso a água
aquecida promove relaxamento dos tecidos. As
patologias que podem ser tratadas com a hidroterapia
são: pós-operatório recente de meniscetomia e
reconstruções ligamentares do joelho, lombalgias,
hérnias de disco, etc.

Nas cirurgias ortopédicas a
fisioterapia traumato-ortopedica
possui um papel fundamental na
reabilitação, acompanhando passo
a passo a evolução do paciente.
Intervindo no auxilio da
cicatrização da estrutura lesada,
mantendo a movimentação,
evitando assim os efeitos
deletérios da imobilização como a
fraqueza muscular, e a hipotrofia.
Deixando o paciente totalmente
apto para o retorno das suas
atividades diárias.
Reabilitação no pós-operatório
Acidentes mais comuns
Os acidentes mais comuns atendidos e tratados pelos
Traumato Ortopedistas são:
Traumas desportivos, acidentes domésticos, de trânsito,de
Trabalho,Quedas.
O trauma também poderá ser causado pelo aumento na
velocidade de locomoção de ser humano, antes considerado
como acidente, hoje, considerado como uma doença.
Traumas desportivos
Acidentes mais comuns
Acidentes mais comuns
Acidentes domésticos
Acidentes mais comuns
Acidentes de Trânsito
Acidentes mais comuns
Acidentes de Trabalho
Acidentes mais comuns
Quedas
Acidentes mais comuns
LESÕES ELEMENTARES EM TRAUMATO
ORTOPEDIA
•Fratura
•Luxação
•Entorse
LESÕES ELEMENTARES EM TRAUMATO ORTOPEDIA
PÓS OPERATÓRIO FRATURA BIMALEOLAR do TORNOZELO
LESÕES ELEMENTARES EM TRAUMATO ORTOPEDIA
Luxação
LESÕES ELEMENTARES EM TRAUMATO ORTOPEDIA
Entorse
Conclusão:
A fisioterapia traumato-ortopedica é de suma importância
na prevenção e no tratamento de distúrbios do sistema
musculoesquelético.Visa maximizar a funcionalidade do
paciente reduzindo o quadro doloroso e as alterações
encontradas no sistema motor e sensitivo.
Promove e incentiva o cuidado a saúde e através do
processo de reabilitação faz com que o paciente possa
retornar a sua vida normal e o mais rapidamente possível.
Carolina Ramalho;
Larissa oliveira;
Luciana Sousa;
Nathálya Portugal;
Pamella Carneiro.
Fonte Bibliográfica:
http://alanfisio.webnode.com.br/fisioterapia.
http://www.portaleducacao.com.br/fisioterapia/artigos/8611/traumato-
ortopedia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fundamentos de fisioterapia - áreas de atuação do fisioterapeuta - capitulo 3
Fundamentos de fisioterapia - áreas de atuação do fisioterapeuta - capitulo 3Fundamentos de fisioterapia - áreas de atuação do fisioterapeuta - capitulo 3
Fundamentos de fisioterapia - áreas de atuação do fisioterapeuta - capitulo 3Cleanto Santos Vieira
 
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)FUAD HAZIME
 
Avaliação Postural - Apostila
Avaliação Postural - ApostilaAvaliação Postural - Apostila
Avaliação Postural - ApostilaFernando Valentim
 
Terapias Integradas - RPG e Pilates
Terapias Integradas - RPG e PilatesTerapias Integradas - RPG e Pilates
Terapias Integradas - RPG e PilatesFabio Mazzola
 
Desenvolvimentos dos reflexos
Desenvolvimentos dos reflexosDesenvolvimentos dos reflexos
Desenvolvimentos dos reflexosbecresforte
 
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marchaAvaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marchaNatha Fisioterapia
 
Recursos fisioterapeuticos na dermato funcional
Recursos fisioterapeuticos na dermato funcionalRecursos fisioterapeuticos na dermato funcional
Recursos fisioterapeuticos na dermato funcionalNathanael Amparo
 
Transtorno de equilíbrio e quedas (1)
Transtorno de equilíbrio e quedas (1)Transtorno de equilíbrio e quedas (1)
Transtorno de equilíbrio e quedas (1)Potencial Empresário
 
Cineantropometria - Perimetria e Avaliação Corporal
Cineantropometria - Perimetria e Avaliação CorporalCineantropometria - Perimetria e Avaliação Corporal
Cineantropometria - Perimetria e Avaliação CorporalHerbert Santana
 
Williams, mackenzie, klapp e feldenkrais
Williams, mackenzie, klapp e feldenkraisWilliams, mackenzie, klapp e feldenkrais
Williams, mackenzie, klapp e feldenkraisThalita Tassiani
 
Movimentos Do Pé
Movimentos Do PéMovimentos Do Pé
Movimentos Do Péarianepenna
 
Eletroterapia - FES - estimulação eletrica funcional - agentes elétricos - ca...
Eletroterapia - FES - estimulação eletrica funcional - agentes elétricos - ca...Eletroterapia - FES - estimulação eletrica funcional - agentes elétricos - ca...
Eletroterapia - FES - estimulação eletrica funcional - agentes elétricos - ca...Cleanto Santos Vieira
 
Slides dos Curso de Avaliação em Fisioterapia
Slides dos Curso de Avaliação em FisioterapiaSlides dos Curso de Avaliação em Fisioterapia
Slides dos Curso de Avaliação em Fisioterapiaphpalacio
 

Mais procurados (20)

Aula 1 anamese
Aula 1 anameseAula 1 anamese
Aula 1 anamese
 
Noções do Método Bobath
Noções do Método Bobath Noções do Método Bobath
Noções do Método Bobath
 
Fundamentos de fisioterapia - áreas de atuação do fisioterapeuta - capitulo 3
Fundamentos de fisioterapia - áreas de atuação do fisioterapeuta - capitulo 3Fundamentos de fisioterapia - áreas de atuação do fisioterapeuta - capitulo 3
Fundamentos de fisioterapia - áreas de atuação do fisioterapeuta - capitulo 3
 
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS)
 
Fisiologia do exercício 03
Fisiologia do exercício 03Fisiologia do exercício 03
Fisiologia do exercício 03
 
Avaliação Postural - Apostila
Avaliação Postural - ApostilaAvaliação Postural - Apostila
Avaliação Postural - Apostila
 
Avc Reab
Avc ReabAvc Reab
Avc Reab
 
Terapias Integradas - RPG e Pilates
Terapias Integradas - RPG e PilatesTerapias Integradas - RPG e Pilates
Terapias Integradas - RPG e Pilates
 
Reabilitação cardíaca
Reabilitação cardíacaReabilitação cardíaca
Reabilitação cardíaca
 
Desenvolvimentos dos reflexos
Desenvolvimentos dos reflexosDesenvolvimentos dos reflexos
Desenvolvimentos dos reflexos
 
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marchaAvaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
 
Recursos fisioterapeuticos na dermato funcional
Recursos fisioterapeuticos na dermato funcionalRecursos fisioterapeuticos na dermato funcional
Recursos fisioterapeuticos na dermato funcional
 
Transtorno de equilíbrio e quedas (1)
Transtorno de equilíbrio e quedas (1)Transtorno de equilíbrio e quedas (1)
Transtorno de equilíbrio e quedas (1)
 
Ultra som
Ultra somUltra som
Ultra som
 
Cineantropometria - Perimetria e Avaliação Corporal
Cineantropometria - Perimetria e Avaliação CorporalCineantropometria - Perimetria e Avaliação Corporal
Cineantropometria - Perimetria e Avaliação Corporal
 
Williams, mackenzie, klapp e feldenkrais
Williams, mackenzie, klapp e feldenkraisWilliams, mackenzie, klapp e feldenkrais
Williams, mackenzie, klapp e feldenkrais
 
Movimentos Do Pé
Movimentos Do PéMovimentos Do Pé
Movimentos Do Pé
 
Eletroterapia - FES - estimulação eletrica funcional - agentes elétricos - ca...
Eletroterapia - FES - estimulação eletrica funcional - agentes elétricos - ca...Eletroterapia - FES - estimulação eletrica funcional - agentes elétricos - ca...
Eletroterapia - FES - estimulação eletrica funcional - agentes elétricos - ca...
 
Slides dos Curso de Avaliação em Fisioterapia
Slides dos Curso de Avaliação em FisioterapiaSlides dos Curso de Avaliação em Fisioterapia
Slides dos Curso de Avaliação em Fisioterapia
 
Joelho
JoelhoJoelho
Joelho
 

Semelhante a Fisioterapia traumato ortopédica

Cinesioterapia Classica e suas ações nas disfunções motoras
Cinesioterapia Classica e suas ações nas disfunções motorasCinesioterapia Classica e suas ações nas disfunções motoras
Cinesioterapia Classica e suas ações nas disfunções motorasEdesio Clasen Willemann
 
Massoterapiaaplicada
MassoterapiaaplicadaMassoterapiaaplicada
Massoterapiaaplicadacalfono
 
Reabilitação Física X Toxina Botulínica
Reabilitação Física X Toxina BotulínicaReabilitação Física X Toxina Botulínica
Reabilitação Física X Toxina Botulínicaadonems
 
Tratamento Fisioterapico
Tratamento FisioterapicoTratamento Fisioterapico
Tratamento FisioterapicoAcquanews
 
Podologia e sua Importância
Podologia e sua ImportânciaPodologia e sua Importância
Podologia e sua ImportânciaFrancisca Maria
 
Palestra educação em saúde\fisioterapia
Palestra educação em saúde\fisioterapiaPalestra educação em saúde\fisioterapia
Palestra educação em saúde\fisioterapiaRita Brahim
 
Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...
Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...
Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...Helen Vieira
 
Osteopatia - Trabalho de Enfermagem - ISPIN - By VIEIRA MIGUEL MANUEL
Osteopatia  - Trabalho de Enfermagem - ISPIN - By VIEIRA MIGUEL MANUELOsteopatia  - Trabalho de Enfermagem - ISPIN - By VIEIRA MIGUEL MANUEL
Osteopatia - Trabalho de Enfermagem - ISPIN - By VIEIRA MIGUEL MANUELVieira Manuel
 
Plugin diego%20 alano%20carvalho-%20lombalgia%20-%20pilates
Plugin diego%20 alano%20carvalho-%20lombalgia%20-%20pilatesPlugin diego%20 alano%20carvalho-%20lombalgia%20-%20pilates
Plugin diego%20 alano%20carvalho-%20lombalgia%20-%20pilatesDra. Welker Fisioterapeuta
 
ASPECTOS NEUROMECÂNICOS DO EXERCÍCIO AGACHAMENTO
ASPECTOS NEUROMECÂNICOS DO EXERCÍCIO AGACHAMENTOASPECTOS NEUROMECÂNICOS DO EXERCÍCIO AGACHAMENTO
ASPECTOS NEUROMECÂNICOS DO EXERCÍCIO AGACHAMENTOmarcelosilveirazero1
 
Recuperação na instabilidade CAO
Recuperação na instabilidade CAORecuperação na instabilidade CAO
Recuperação na instabilidade CAOAngela Leal
 
Benefícios do Pilates na Hérnia de Disco
Benefícios do Pilates na Hérnia de DiscoBenefícios do Pilates na Hérnia de Disco
Benefícios do Pilates na Hérnia de DiscoGaia Pilates
 
AULA reeducação postural global conceito
AULA  reeducação postural global  conceitoAULA  reeducação postural global  conceito
AULA reeducação postural global conceitoAndreyLima16
 

Semelhante a Fisioterapia traumato ortopédica (20)

Cinesioterapia Classica e suas ações nas disfunções motoras
Cinesioterapia Classica e suas ações nas disfunções motorasCinesioterapia Classica e suas ações nas disfunções motoras
Cinesioterapia Classica e suas ações nas disfunções motoras
 
E.D.F
E.D.FE.D.F
E.D.F
 
Centro de fisioterapia
Centro de fisioterapiaCentro de fisioterapia
Centro de fisioterapia
 
Massoterapiaaplicada
MassoterapiaaplicadaMassoterapiaaplicada
Massoterapiaaplicada
 
Reabilitação Física X Toxina Botulínica
Reabilitação Física X Toxina BotulínicaReabilitação Física X Toxina Botulínica
Reabilitação Física X Toxina Botulínica
 
Divulgação eneft 2013
Divulgação eneft 2013Divulgação eneft 2013
Divulgação eneft 2013
 
Tratamento Fisioterapico
Tratamento FisioterapicoTratamento Fisioterapico
Tratamento Fisioterapico
 
Podologia e sua Importância
Podologia e sua ImportânciaPodologia e sua Importância
Podologia e sua Importância
 
tanto faz
tanto faztanto faz
tanto faz
 
Palestra educação em saúde\fisioterapia
Palestra educação em saúde\fisioterapiaPalestra educação em saúde\fisioterapia
Palestra educação em saúde\fisioterapia
 
Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...
Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...
Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...
 
Osteopatia - Trabalho de Enfermagem - ISPIN - By VIEIRA MIGUEL MANUEL
Osteopatia  - Trabalho de Enfermagem - ISPIN - By VIEIRA MIGUEL MANUELOsteopatia  - Trabalho de Enfermagem - ISPIN - By VIEIRA MIGUEL MANUEL
Osteopatia - Trabalho de Enfermagem - ISPIN - By VIEIRA MIGUEL MANUEL
 
Pilates na Lombalgia
Pilates na LombalgiaPilates na Lombalgia
Pilates na Lombalgia
 
Plugin diego%20 alano%20carvalho-%20lombalgia%20-%20pilates
Plugin diego%20 alano%20carvalho-%20lombalgia%20-%20pilatesPlugin diego%20 alano%20carvalho-%20lombalgia%20-%20pilates
Plugin diego%20 alano%20carvalho-%20lombalgia%20-%20pilates
 
ASPECTOS NEUROMECÂNICOS DO EXERCÍCIO AGACHAMENTO
ASPECTOS NEUROMECÂNICOS DO EXERCÍCIO AGACHAMENTOASPECTOS NEUROMECÂNICOS DO EXERCÍCIO AGACHAMENTO
ASPECTOS NEUROMECÂNICOS DO EXERCÍCIO AGACHAMENTO
 
364411401 livro-cinesioterapia
364411401 livro-cinesioterapia364411401 livro-cinesioterapia
364411401 livro-cinesioterapia
 
Recuperação na instabilidade CAO
Recuperação na instabilidade CAORecuperação na instabilidade CAO
Recuperação na instabilidade CAO
 
Fisioterapia
FisioterapiaFisioterapia
Fisioterapia
 
Benefícios do Pilates na Hérnia de Disco
Benefícios do Pilates na Hérnia de DiscoBenefícios do Pilates na Hérnia de Disco
Benefícios do Pilates na Hérnia de Disco
 
AULA reeducação postural global conceito
AULA  reeducação postural global  conceitoAULA  reeducação postural global  conceito
AULA reeducação postural global conceito
 

Mais de Brasil Telecom/OI

Passos á passo de bola cobeta com tecido
Passos á passo de bola cobeta com tecidoPassos á passo de bola cobeta com tecido
Passos á passo de bola cobeta com tecidoBrasil Telecom/OI
 
Enfeite reciclado com copos plásticos
Enfeite reciclado com copos plásticosEnfeite reciclado com copos plásticos
Enfeite reciclado com copos plásticosBrasil Telecom/OI
 
Molde boneco de e.v.a em bola de isopor
Molde boneco de e.v.a em bola de isoporMolde boneco de e.v.a em bola de isopor
Molde boneco de e.v.a em bola de isoporBrasil Telecom/OI
 
Os nativos da america portuguesa
Os nativos da america portuguesaOs nativos da america portuguesa
Os nativos da america portuguesaBrasil Telecom/OI
 

Mais de Brasil Telecom/OI (7)

Passos á passo de bola cobeta com tecido
Passos á passo de bola cobeta com tecidoPassos á passo de bola cobeta com tecido
Passos á passo de bola cobeta com tecido
 
Enfeite reciclado com copos plásticos
Enfeite reciclado com copos plásticosEnfeite reciclado com copos plásticos
Enfeite reciclado com copos plásticos
 
Cestinha de barbante
Cestinha de barbanteCestinha de barbante
Cestinha de barbante
 
Boneco de neve de fuxico
Boneco de neve de fuxicoBoneco de neve de fuxico
Boneco de neve de fuxico
 
Molde boneco de e.v.a em bola de isopor
Molde boneco de e.v.a em bola de isoporMolde boneco de e.v.a em bola de isopor
Molde boneco de e.v.a em bola de isopor
 
Inglaterra
InglaterraInglaterra
Inglaterra
 
Os nativos da america portuguesa
Os nativos da america portuguesaOs nativos da america portuguesa
Os nativos da america portuguesa
 

Último

Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 

Último (20)

Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 

Fisioterapia traumato ortopédica

  • 1.
  • 3.
  • 4. DEFINIÇÃOFISIOTERAPEUTA É o profissional habilitado técnica – cientificamente para desenvolver as habilidades inerentes à Fisioterapia, tendo o dever de zelar pela saúde das pessoas a ele confiadas,buscando prevenir, curar ou reabilitar, sempre que possível, os problemas de saúde que possam acometêlas.
  • 5.
  • 6. FISIOTERAPIA PEDIÁTRICA; FISIOTERAPIA DERMATO – FUNCIONAL; FISIOTERAPIA DO TRABALHO; FISIOTERAPIA EM GERIATRIA E GERONTOLOGIA; FISIOTERAPIA EM NEUROLOGIA; FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA; FISIOTERAPIA EM REUMATOLOGIA; FISIOTERAPIA ESPORTIVA; FISIOTERAPIA EM URO – GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA; FISIOTERAPIA DA ATM (ARTICULAÇÃO TEMPOROMANDIBULAR); FISIOTERAPIA EM TRAUMATO ORTOPEDIA.
  • 7.
  • 8.
  • 10.
  • 11. O Fisioterapeuta especialista em Traumato-Ortopedia está capacitado para prestar assistência às demandas traumato-ortopédicas funcionais, desde a prevenção até ao tratamento propriamente dito. O que faz o especialista em Fisioterapia Traumato-Ortopédica?
  • 12. A quem se destina? • Se destina a pacientes desde crianças até idosos; • Pacientes com alteração no sistema musculoesquelético; • Indivíduos decorrentes de pós-fraturas; Entorses; • Contusões musculares; • Luxações; • Distúrbios mecânicos posturais; • Amputações e pós-cirurgias ortopédicas.
  • 13. BENEFÍCIOS A Fisioterapia aplicada à TRAUMATO ORTOPEDIA é capaz de promover: Alívio da dor, resolução do processo inflamatório e cicatricial, melhora do comprimento muscular, melhora da força muscular, melhora do padrão da marcha (quando causado por patologia ortopédica), retorno as AVD (atividade de vida diária), e AVP (Atividade de vida prática).
  • 14. INDICAÇÕES As patologias que tem indicações para o tratamento fisioterapêutico traumato – ortopédicos são: •Patologias inflamatórias: - bursites, tendinites e miosites; •Patologias degenerativas: - osteoartrose, esporão de calcâneo, síndrome do impacto; • Patologias decorrentes de trauma: - fraturas, luxações, contusões, rupturas musculares e ligamentares; •Patologias decorrentes do uso excessivo e/ou inadequado de qualquer segmento musculoesquelético do corpo.
  • 15. Dicas essenciais para evitar fraturas ósseas •Construir ossos fortes com uma boa nutrição e exercício físico, ossos fortes são menos propensos a fraturas; •Mantenha-se em boa forma física, porque o exercício aumenta a força muscular e velocidade de reflexo; •Certifique-se a sua casa está a salvo de perigos que podem causar quedas; •Mantenha o seu peso em uma faixa saudável; •Use o equipamento certo quando o exercício ou praticar um esporte.
  • 16. RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO ORTOPÉDCA •Cinesioterapia; •Mecanoterapia; •Recursos Terapêuticos Manuais; •Eletetrotermofototerapia; •Crioterapia; •Hidroterapia.
  • 17. 1 – Exercícios ativos 2 – Exercícios passivos. Na cinesioterapia existem várias maneiras para mobilizar os segmentos do corpo humano e os exercícios podem ser divididos em:
  • 18. Dentre os equipamentos podemos citar: Barra de Apoio Espaldar fixo, também conhecido como barra de Ling. É um equipamento que serve de suporte para diversos exercícios de alongamento e fortalecimento muscular, especialmente dos músculos da coluna vertebral, amplitude de movimento, força e flexibilidade RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO ORTOPEDICA
  • 19. Escada de canto com rampa adulto e infantil com regulagem de altura do corrimão A escada de canto é utilizada para treino de marcha (caminhada) em pacientes de todas as idades, pois possui regulagem de altura do corrimão. Além disso, pode ser usado em pacientes idosos, pois dispõe de tecido antiderrapante (em azul) em toda superfície de contato com os pés, promovendo estabilidade e segurança. RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO ORTOPÉDCA
  • 20. Tábua ortopédica em madeira com cinta. Utilizado para reabilitação motora de membros inferiores, para ganho de força muscular, flexibilidade e amplitude de movimento. RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO ORTOPÉDCA
  • 21. Tábua de Equilíbrio para propriocepção Propriocepção é o termo que descreve a percepção do próprio corpo e inclui a consciência da postura, do movimento, das partes do corpo, e das mudanças no equilíbrio, além de englobar as sensações de movimento e de posição articular. RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO ORTOPÉDCA
  • 22. RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO ORTOPÉDCA Além da cinesioterapia há outros recursos terapêuticos utilizados como: Termoterapia: Vários distúrbios ortopédicos podem ser tratados com o uso do calor ou do frio. Com a escolha adequada do tratamento para cada patologia o fisioterapeuta será capaz de utilizar essas técnicas de tratamento de larga eficiência terapêutica.
  • 23. RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO ORTOPÉDCA Além da cinesioterapia há outros recursos terapêuticos utilizados como: Eletroterapia As patologias ortopédicas que podem ser beneficiadas pela eletroterapia são inúmeras, dentre elas pode-se citar as bursites e tendinites (ultrassom), a cervicalgia e as lombalgias (TENS), a hipotrofia muscular (FES) etc.
  • 24. RECURSOS UTILIZADOS NA FISIOTERAPIA TRAUMATO ORTOPÉDCA Além da cinesioterapia há outros recursos terapêuticos utilizados como: Hidroterapia A hidroterapia oferece ao fisioterapeuta a possibilidade de tratar as patologias ortopédicas que necessitam de diminuição de carga, de impacto em um ambiente mais seguro do que fora da piscina. Além disso a água aquecida promove relaxamento dos tecidos. As patologias que podem ser tratadas com a hidroterapia são: pós-operatório recente de meniscetomia e reconstruções ligamentares do joelho, lombalgias, hérnias de disco, etc. 
  • 25. Nas cirurgias ortopédicas a fisioterapia traumato-ortopedica possui um papel fundamental na reabilitação, acompanhando passo a passo a evolução do paciente. Intervindo no auxilio da cicatrização da estrutura lesada, mantendo a movimentação, evitando assim os efeitos deletérios da imobilização como a fraqueza muscular, e a hipotrofia. Deixando o paciente totalmente apto para o retorno das suas atividades diárias. Reabilitação no pós-operatório
  • 26. Acidentes mais comuns Os acidentes mais comuns atendidos e tratados pelos Traumato Ortopedistas são: Traumas desportivos, acidentes domésticos, de trânsito,de Trabalho,Quedas. O trauma também poderá ser causado pelo aumento na velocidade de locomoção de ser humano, antes considerado como acidente, hoje, considerado como uma doença.
  • 33. LESÕES ELEMENTARES EM TRAUMATO ORTOPEDIA •Fratura •Luxação •Entorse
  • 34. LESÕES ELEMENTARES EM TRAUMATO ORTOPEDIA PÓS OPERATÓRIO FRATURA BIMALEOLAR do TORNOZELO
  • 35. LESÕES ELEMENTARES EM TRAUMATO ORTOPEDIA Luxação
  • 36. LESÕES ELEMENTARES EM TRAUMATO ORTOPEDIA Entorse
  • 37. Conclusão: A fisioterapia traumato-ortopedica é de suma importância na prevenção e no tratamento de distúrbios do sistema musculoesquelético.Visa maximizar a funcionalidade do paciente reduzindo o quadro doloroso e as alterações encontradas no sistema motor e sensitivo. Promove e incentiva o cuidado a saúde e através do processo de reabilitação faz com que o paciente possa retornar a sua vida normal e o mais rapidamente possível.
  • 38. Carolina Ramalho; Larissa oliveira; Luciana Sousa; Nathálya Portugal; Pamella Carneiro.