Crise impresarial

462 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
462
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
77
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Crise impresarial

  1. 1. Margarida Marques nº 2 Cristiana Feio nº 6 Daniela Ramalho nº7 Maria Viegas nº 10 Taíza Paron nº 19 Escola Secundária Sebastião e Silva Curso Profissional de Técnico de Turismo
  2. 2. Introdução do nosso trabalho <ul><li>Este trabalho fala de um tipo de relações públicas , que está relacionado com a comunicação de crise , ou seja o objectivo deste tipo de rp’s é gerir e tentar estabelecer comunicação com a empresa , quando está em situação de risco em termos financeiros e até mesmo de reputação , ou seja quando está em crise. O nosso grupo espera aprender com este trabalho que a crise está em todo o lado , mas pode ser resolvida , é preciso é ser perspicaz , um bom comunicador , e que tenha aptidões suficientes para se adaptar ás mudanças da empresa. Que tenha uma boa relação com os media , e que saiba reconhecer o seu público alvo , para voltarem a estabelecer o equilíbrio que uma empresa deve ter. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>É abordada quando se trata de gestão e comunicação em situação de risco empresarial. </li></ul><ul><li>Quando uma empresa está prestes, ou está em momento de crise devido a diversos factores. </li></ul>
  4. 4. Crise <ul><li>É um problema que, seja qual for a sua gravidade é solucionável pela comunicação interna das empresas. </li></ul><ul><li>Isto acontece quando qualquer problema vai para além da empresa. </li></ul><ul><li>Quando para alcançar a imprensa e o público, a notícia se torna um escândalo, o que consequentemente pode levar a uma crise. </li></ul><ul><li>Contudo, a crise não se forma necessariamente a partir de um acontecimento, pode começar simplesmente com um boato. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Falhas humanas de pessoas ligadas à organização e aos seus fornecedores; </li></ul><ul><li>Falhas num projecto; </li></ul><ul><li>Falhas mecânicas ou tecnológicas responsáveis pela organização e os seus fornecedores; </li></ul><ul><li>Calamidades públicas; </li></ul><ul><li>Atitudes criminosas cometidas contra a empresa; </li></ul><ul><li>Acidentes; </li></ul><ul><li>Interferência do poder público; </li></ul><ul><li>Mudanças políticas e económicas; </li></ul><ul><li>Atitudes do público em geral contra a empresa. </li></ul>Alguns problemas causadores da crise:
  6. 6. O papel do RP de Comunicação diante da Crise. <ul><li>Reconhecer a crise; </li></ul><ul><li>Analisar o acontecimento e ter explicações ou justificativas razoáveis; </li></ul><ul><li>Não mentir nem disfarçar; </li></ul><ul><li>Não esquecer o público, principalmente os jornalistas; </li></ul><ul><li>Nunca responder de imediato, sem conhecer a crise pela qual a empresa está a passar; </li></ul><ul><li>Ser claro e objectivo; </li></ul><ul><li>Não fugir das respostas com desculpas; </li></ul><ul><li>Preparar material especial para a imprensa, como comunicados e boletins; </li></ul><ul><li>Não deixar o jornalista esperar tempo excessivo; </li></ul><ul><li>Manter um bom relacionamento interpessoal com todo o pessoal da empresa assessorada. </li></ul>
  7. 7. Comunicação e Gestão da Crise <ul><li>Auditoria ao planeamento e sistemas de gestão da crise actual e análise da sua adequação aos propósitos e às respectivas alterações, caso necessário; </li></ul><ul><li>Criação de um Plano operacional prático e que corresponda às necessidades da organização; </li></ul><ul><li>Preparação de Manuais de Crise e todos os materiais necessários; </li></ul><ul><li>Implementação de um Gabinete de Crise; </li></ul><ul><li>Análise de Cenários; </li></ul><ul><li>Mapas de avaliação de riscos; </li></ul><ul><li>Sessões de Media Training para a equipa de Comunicação e Gestão de Crise; </li></ul><ul><li>Relações com os Media; </li></ul><ul><li>Comunicação de Crise (Públicos externos e internos); </li></ul><ul><li>Relatórios de Avaliação. </li></ul>Para profissionais na área do combate à crise empresarial, destacamos alguns dos interesses a desenvolver:
  8. 8. Conclusão <ul><li>Com este trabalho concluímos que o tema &quot;crise na comunicação empresarial” é muito interessante e até pode ser solucionável , se mantermos a calma e tentarmos controlar certas situações , como por exemplo os problemas que levam com que a empresa fique em crise. Se a comunicação for eficaz , e se o Rp se adaptar às mudanças da empresa e tentar que empresa se &quot;ergue&quot; , outra vez, se conseguir gerir bem a empresa , e souber perfeitamente o seu papel e os seus deveres como relações públicas de comunicação diante da crise . Acho que o nosso grupo ficou com bases ou uma certa ideia de como salvar uma empresa quando está diante da crise , e até pode ajudar se um dia nos dedicarmos a esse tipo de profissão. </li></ul>

×