FENÔMENOS
ONDULATÓRIOS
Colégio Estadual Dom Helder Câmara
Física - 3º Ano
Prof.(a) Cristiane Barbosa Pinheiro de Oliveira
...
1. REFLEXÃO
Na reflexão, a onda mantém suas características.
Velocidade(v), Comprimento de Onda(λ) e a Frequência(f), se
m...
1. REFLEXÃO
 REFLEXÃO EM CORDAS
 REFLEXÃO EM CORDAS
 REFLEXÃO DO SOM
 REFLEXÃO DO SOM
 REFLEXÃO DO SOM
 REFLEXÃO DO SOM
 REFRAÇÃO
A refração é um fenómeno que ocorre quando a velocidade
de propagação sofre alterações. O que pode acontecer
qu...
 REFRAÇÃO EM CORDAS
Observa-se INVERSÃO da fase
da onda refletida.
Observa-se a NÃO inversão da
fase da onda refletida.
 REFRAÇÃO DO SOM
O som que se ouve proveniente de uma onda sonora é
diferente daquele que se ouve quando um obstáculo
(ba...
REFRAÇÃO NO MAR
DIFRAÇÃO
Propriedade da onda contornar obstáculos
Essa propriedade possibilita que as ondas alcancem, certas
regiões, que ...
Tsunami
INTERFERÊNCIA
Quem nunca viu (ao menos na TV) e ficou deslumbrado
com o surf nas grandes ondas do mar caribenho?
Na verdad...
INTERFERÊNCIA
 Na verdade um dos fatores que mais
influenciam no enorme tamanho das belas,
fascinantes e muito perigosas,...
INTERFERÊNCIA
A = A1 + A2 A = A1 - A2
INTERFERÊNCIA CONSTRUTIVA
INTERFERÊNCIA DESTRUTIVA
onda 1
Onda 2
Onda resultante
Quando duas ondas estão no mesmo lugar, o distúrbio
resultante é a soma dos dois distúrbios ...
Interferência Construtiva
x
They are in phase. Constructive interference
Amplitude Resultante
Interferência Destrutiva
They are out of phase. Destructive interference
 Polarização de ondas é o fenômeno no qual uma onda
transversal, vibrando em várias direções, tem uma de
suas direções de...
POLARIZAÇÃO
ANOTE!!!!!!! Polarização
Ondas podem ser
transversais:
Ondas eletromagnéticas são transversais:
Ondas transversais exibem ...
Aqui vemos a luz sendo polarizada através de
dois óculos escuros.
Ressonância:
 Quando um sistema vibrante é submetido a
uma série periódica de impulsos cuja
frequência coincide com a fre...
Exemplo de Ressonância:
 A Queda da Ponte de Tacoma
Exemplo de Ressonância:
Ponte de Tacoma vibrando no modo longitudinal e torsional
Fonte: http://www.seara.ufc.br/tintim/fi...
Exercícios
1. (EFOMM) As ondas contornam obstáculos. Isto pode ser
facilmente comprovado quando ouvimos e não vemos uma
pe...
Exercícios
2. Dois homens conversam através de uma espessa parede de
3m de altura interposta entre eles. Este fato pode se...
Exercícios
4. A ponte de Tacoma, nos Estados Unidos, ao
receber impulsos periódicos do vento, entrou em
vibração e foi tot...
Exercícios
5. Em dias de clássicos futebolísticos que promovem
grandes concentrações de populares, teme-se pela segurança
...
Aula 01   fenômenos ondulatorios
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 01 fenômenos ondulatorios

974 visualizações

Publicada em

fenômenos ondulatorios

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
974
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
221
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 01 fenômenos ondulatorios

  1. 1. FENÔMENOS ONDULATÓRIOS Colégio Estadual Dom Helder Câmara Física - 3º Ano Prof.(a) Cristiane Barbosa Pinheiro de Oliveira 2015
  2. 2. 1. REFLEXÃO Na reflexão, a onda mantém suas características. Velocidade(v), Comprimento de Onda(λ) e a Frequência(f), se mantém constante.
  3. 3. 1. REFLEXÃO
  4. 4.  REFLEXÃO EM CORDAS
  5. 5.  REFLEXÃO EM CORDAS
  6. 6.  REFLEXÃO DO SOM
  7. 7.  REFLEXÃO DO SOM
  8. 8.  REFLEXÃO DO SOM
  9. 9.  REFLEXÃO DO SOM
  10. 10.  REFRAÇÃO A refração é um fenómeno que ocorre quando a velocidade de propagação sofre alterações. O que pode acontecer quando há mudança de meio ou no mesmo meio quando este não seja homogéneo. Na refração, há normalmente mudança de direção de propagação. Importa destacar que a frequência (e o período) mantém-se invariáveis.
  11. 11.  REFRAÇÃO EM CORDAS Observa-se INVERSÃO da fase da onda refletida. Observa-se a NÃO inversão da fase da onda refletida.
  12. 12.  REFRAÇÃO DO SOM O som que se ouve proveniente de uma onda sonora é diferente daquele que se ouve quando um obstáculo (balão) interrompe as ondas sonoras antes de alcançar o nosso ouvido. Existe uma mudança na velocidade de propagação do som.
  13. 13. REFRAÇÃO NO MAR
  14. 14. DIFRAÇÃO Propriedade da onda contornar obstáculos Essa propriedade possibilita que as ondas alcancem, certas regiões, que seriam impossíveis de serem atingidas caso sua propagação fosse retilínea.
  15. 15. Tsunami
  16. 16. INTERFERÊNCIA Quem nunca viu (ao menos na TV) e ficou deslumbrado com o surf nas grandes ondas do mar caribenho? Na verdade um dos fatores que mais influenciam no
  17. 17. INTERFERÊNCIA  Na verdade um dos fatores que mais influenciam no enorme tamanho das belas, fascinantes e muito perigosas, ondas do mar, nada mais é do que o fenômeno da sobreposição de ondas (interferências construtivas). Sempre que ocorre uma sobreposição de ondas, dizemos que está acontecendo uma interferência entre elas
  18. 18. INTERFERÊNCIA A = A1 + A2 A = A1 - A2
  19. 19. INTERFERÊNCIA CONSTRUTIVA
  20. 20. INTERFERÊNCIA DESTRUTIVA
  21. 21. onda 1 Onda 2 Onda resultante Quando duas ondas estão no mesmo lugar, o distúrbio resultante é a soma dos dois distúrbios individuais Quando duas ondas estão no mesmo lugar, o distúrbio resultante é a soma dos dois distúrbios individuais • Princípio de superposiçãoPrincípio de superposição
  22. 22. Interferência Construtiva x They are in phase. Constructive interference Amplitude Resultante
  23. 23. Interferência Destrutiva They are out of phase. Destructive interference
  24. 24.  Polarização de ondas é o fenômeno no qual uma onda transversal, vibrando em várias direções, tem uma de suas direções de vibração selecionada, enquanto as vibrações nas demais direções são impedidas de passar por um dispositivo, denominado polarizador.  A polarização é um fenômeno exclusivo das ondas transversais, não podendo ocorrer com as ondas longitudinais. Assim, as ondas luminosas, que são transversais, podem ser polarizadas, ao contrário das ondas sonoras, que não se polarizam, por serem longitudinais. POLARIZAÇÃO
  25. 25. POLARIZAÇÃO
  26. 26. ANOTE!!!!!!! Polarização Ondas podem ser transversais: Ondas eletromagnéticas são transversais: Ondas transversais exibem o fenômeno de polarização linear que quando combinadas podem gerar ondas circularmente polarizadas.
  27. 27. Aqui vemos a luz sendo polarizada através de dois óculos escuros.
  28. 28. Ressonância:  Quando um sistema vibrante é submetido a uma série periódica de impulsos cuja frequência coincide com a frequência natural do sistema, a amplitude de suas oscilações cresce gradativamente, pois a energia recebida vai sendo armazenada
  29. 29. Exemplo de Ressonância:  A Queda da Ponte de Tacoma
  30. 30. Exemplo de Ressonância: Ponte de Tacoma vibrando no modo longitudinal e torsional Fonte: http://www.seara.ufc.br/tintim/fisica/ressonancia/ressonancia6.htm
  31. 31. Exercícios 1. (EFOMM) As ondas contornam obstáculos. Isto pode ser facilmente comprovado quando ouvimos e não vemos uma pessoa situada em uma outra sala, por exemplo. O mesmo ocorre com o raio luminoso, embora este efeito seja apenas observável em condições especiais. O fenômeno acima descrito é chamado de: a) Difusão b) dispersão c) difração d) Refração e) reflexão
  32. 32. Exercícios 2. Dois homens conversam através de uma espessa parede de 3m de altura interposta entre eles. Este fato pode ser mais bem explicado pelo fenômeno de: a) difração; b) refração; c) reflexão; d) reflexão total; 3. (CEUB) A polarização da luz demonstra que: a) a luz não se propaga no vácuo; b) a luz é sempre monocromática; c) a luz tem caráter corpuscular; d) as ondas luminosas são longitudinais; e) as ondas luminosas são transversais
  33. 33. Exercícios 4. A ponte de Tacoma, nos Estados Unidos, ao receber impulsos periódicos do vento, entrou em vibração e foi totalmente destruída. O fenômeno que melhor explica esse fato é: a) o efeito Doppler; b) a ressonância; c) a interferência; d) a difração; e) a refração;
  34. 34. Exercícios 5. Em dias de clássicos futebolísticos que promovem grandes concentrações de populares, teme-se pela segurança do Estádio do Morumbi, em São Paulo, sobretudo nos momentos de gol. A alegria e o entusiasmo dos torcedores, geralmente manifestado por meio de pulos e batidas no chão, faz com que tida a estrutura do estádio vibre. Se essa vibração for mantida por muito tempo, pode levar partes da construção ou mesmo toda ela a desabar, ocasionando uma catástrofe. O fenômeno que melhor explica esse fato é: a) difração b) interferência c) refração d) ressonância e) polarização

×