BRASIL CARINHOSO(Martha de Freitas AzevedoPannunzio)O texto é longo, mas vale a pena serlido.Observem a origem de quemescr...
Brincando de mamãe Noel, donaDilma? Em       ano    de     eleiçãomunicipalista? Faça-me o favor,senhora presidentA! É pre...
claramente expresso nas diversasbolsas-esmola do governo do PT.É muito fácil dar bom dia com chapéualheio. É muito fácil f...
Em 1988 a Assembléia NacionalConstituinte, numa queda-de-braçoespetacular, legou ao Brasil umaCarta Magna bastante democrá...
fizeram, com certeza, publicamente,uma apartação étnica e social. E oPROUNI se transformou num balcãode empréstimo pró esc...
empreendedor, com uma gradecurricular objetiva, com professoresbem remunerados, bem preparados,orgulhosos da carreira, fel...
Dilma.    Acorde!   Digo  isto   comconhecimento     de   causa    porquedomino o assunto. Fui a vida todaprofessora regen...
meio-conterrâneo e companheiro dePDT, Leonel Brizola. Convide osenador Cristovam Buarque para umcafé-amigo, mesmo que a Ca...
esquina de casa. De zero a dezesseteanos. Dê um pulinho na Finlândia,dona Dilma. No aerolula dá prachegar num piscar de ol...
tem nada a ver com controle denatalidade. Aliás, é a única medidacapaz de evitar a legalização docontrole de natalidade, q...
está muito ruim, precisado de muitoamadurecimento e aprendizado. Oplaneta terra é muito mais importantedo que o lucro do a...
pedir desculpas às outras mãesexcluídas do seu presente: asmães da classe média baixa, daclasse média média, da classemédi...
produzir    uma    casta   inoperante,parasita social, sem qualificaçãoprofissional, que não levará nossoPaís a lugar nenh...
alunos na rede pública, o País queeu vou legar aos meus descendentesainda está na estaca zero, com umalegislação que deu a...
brasileiro, me dou o direito de pensarem voz alta e o dever de me colocarpublicamente contra este cafuné nacabeça dos mise...
Ah, antes que eu me esqueça, apalavra certa é PRESIDENTE. Nãosou impertinente nem desrespeitosa,sou apenas professora de l...
república do Brasil neste momento,no meu conceito, é uma campanhainstitucional a favor da vasectomia eda laqueadura em que...
de espírito, analfabetos, excluídos?Os miseráveis são. Mas votam, comoqualquer cidadão produtivo, pagadorde impostos. Esta...
Último lembrete: a pobreza é umaconseqüência da esmola. Corta aesmola que a pobreza acaba, comodois mais dois são quatro.N...
DOS       DIREITOS      E     DEVERESINDIVIDUAIS E COLETIVOS  Art. 5º Todos são iguais perante alei, sem distinção de qual...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Martha de freitas azevedo pannunzio

1.920 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Martha de freitas azevedo pannunzio

  1. 1. BRASIL CARINHOSO(Martha de Freitas AzevedoPannunzio)O texto é longo, mas vale a pena serlido.Observem a origem de quemescreveu.BRASIL CARINHOSOBom dia, dona Dilma!Eu também assisti ao seupronunciamento risonho e maternalna véspera do Dia das Mães. Comocidadã da classe média, mãe, avó ebisavó, pagadora de impostosescorchantes descontados na fonteno meu contracheque de professoraaposentada da rede pública mineirae em cada Nota Fiscal Avulsa deProdutora Rural, fiquei preocupadacom o anúncio do BRASILCARINHOSO.
  2. 2. Brincando de mamãe Noel, donaDilma? Em ano de eleiçãomunicipalista? Faça-me o favor,senhora presidentA! É preciso que oBrasil crie um mecanismo bastantesevero de controle dos impulsoseleitoreiros dos seus executivos(presidente da república,governador e prefeito) para que asmatracas de fazer voto sejam banidasda História do Brasil.Setenta reais per capita para asfamílias miseráveis que têm filhosentre 0 a 06 anos foi um gestobastante generoso que vai estimularo convívio familiar destas pessoas,porque elas irão, com certeza, reunirsob o mesmo teto o maior número dedependentes para “engordar” suarenda. Por outro lado mulheres ehomens miseráveis irão correndopara a cama produzir filhos de cincoem cinco anos. Este é, sem dúvida,um plano qüinqüenal engenhoso deestímulo à vagabundagem,
  3. 3. claramente expresso nas diversasbolsas-esmola do governo do PT.É muito fácil dar bom dia com chapéualheio. É muito fácil fazer gracinha,jogar para a platéia. É fácil e é umsintoma evidente de que se trabalha(que se governa, no seu caso)irresponsavelmente.Não falo pelos outros, dona Dilma.Falo por mim. Não votei nasenhora. Sou bastante madura,bastante politizada, marxista,sobrevivente da ditadura militar eradicalmente nacionalista. Eu jamaisvotei nem votarei num petista,simplesmente porque a cartilhadoutrinária do PT é raivosa eburra. E o governo é paternalista,provedor, pragmático no mausentido, e delirante. Vocês sãoadeptos do “quanto pior, melhor”.São discricionários, praticantes do“bullying” mais indecente daHistória do Brasil.
  4. 4. Em 1988 a Assembléia NacionalConstituinte, numa queda-de-braçoespetacular, legou ao Brasil umaCarta Magna bastante democrática emoderna. No seu Art. 5º está escritoque todos são iguais perante a lei*. Aí, quando o PT foi ao paraíso, elecompletou esta disposição, enfiandogoela abaixo das camadas sociaispagadoras de impostoseu modus governandi a partir doqual todos são iguais perante alei, menos os que são diferentes: osbeneficiários das cotas e das bolsas-esmola. A partir de vocês. Sr. LuísInácio e dona Dilma, negro énegro, pobre é pobre e miserávelé miserável. E a Constituição que vápara a pqp. Vocês selecionaram estesbrasileiros e brasileiras, colocaram-nos no tronco, como eu faço com omeu gado, e os marcaram com ferroquente, para não deixar dúvida deque são mal-nascidos. Não fizerampropriamente uma exclusão, mas
  5. 5. fizeram, com certeza, publicamente,uma apartação étnica e social. E oPROUNI se transformou num balcãode empréstimo pró escolas superioresparticulares de qualidade bemduvidosa, convalidadas pelo Ministériode Educação. Faculdades capengas,que estavam na UTI financeira edeveriam ter sido fechadas a bemda moralidade, da ética e dasaúde intelectual, empresarial,cultural e política do País. ACâmara Federal endoidou? O Senadoendoidou? O STJ endoidou? O ex-presidente e a atual presidentAendoidaram? Na década de 60 e 70 agente lutou por uma escola dequalidade, laica, gratuita edemocrática. A senhora disse queestava lá, nesta trincheira, seesqueceu disto, dona Dilma? Oi, porfavor, alguém pare o trem que euquero descer!Uma escola pública decente, realista,sintonizada com um País
  6. 6. empreendedor, com uma gradecurricular objetiva, com professoresbem remunerados, bem preparados,orgulhosos da carreira, felizes, é distoque o Brasil precisa. Para ontem.De ensino técnico, profissionalizante.Para ontem. Nossa grade curricularé tão superficial e supérflua, que oaluno chega ao final do ensino médioincapaz de conjugar um verbo,incapaz de localizar a oraçãoprincipal de um período compostopor coordenação. Não sabetabuada. Não sabe regra de três.Não sabe calcular juros. Nãosabe o nome dos Estados nem desuas capitais. Em casa não sabeconsertar o ferro de passar roupa.Não é capaz de fritar um ovo. Oestudante e a estudantA brasileirossó servem para prestar vestibular,para mais nada. E tomar bomba, oque é mais triste. Nossos meninos ejovens lêem (quando lêem), masnão compreendem o que leram.Estamos na rabeira do mundo, dona
  7. 7. Dilma. Acorde! Digo isto comconhecimento de causa porquedomino o assunto. Fui a vida todaprofessora regente da escolapública mineira, por opção política eideológica, apesar da humilhação aque Minas submete seus professores.A educação de Minas é umavergonha, a senhora é mineira (é?),sabe disto tanto quanto eu. Meucontracheque confirma o que estouinformando.Seu presente para as mãesmiseráveis seria muito mais aplaudidose anunciasse apenas duas decisões:um programa nacional deplanejamento familiar a partir doseu exemplo, como mãe de umaúnica filha, e uma escola de umturno só, de doze horas. Não sabecomo fazer isto? Eu ajudo. ReleiaJosué de Castro, A GEOGRAFIA DAFOME. Releia Anísio Teixeira. Releiatudo de Darcy Ribeiro. Revisite osgovernos gaúcho e fluminense de seu
  8. 8. meio-conterrâneo e companheiro dePDT, Leonel Brizola. Convide osenador Cristovam Buarque para umcafé-amigo, mesmo que a Casa Civiltorça o nariz. Ele tem o mapa damina.A senhora se lembra dos CIEPs? Édisto que o Brasil precisa. De escolaem tempo integral, igual para ascrianças e adolescentes de todas ascamadas, miseráveis ou milionárias.Escola com quatro refeições diárias,escova de dente e banho. E aulasobjetivas, evidentemente. Combiblioteca, auditório e natação. Comum jardim bem cuidado, sombreado,prazeroso. Com uma baita horta, paraaprendizado dos alunos eabastecimento da cantina. Escolaadequada para os de zero a seis, paraestudantes de ensino fundamental epara os de ensino médio, eminstalações individuais para ummáximo de quinhentos alunos porprédio. Escola no bairro, virando a
  9. 9. esquina de casa. De zero a dezesseteanos. Dê um pulinho na Finlândia,dona Dilma. No aerolula dá prachegar num piscar de olhos. Vá até láver como se gerencia a educaçãopública com responsabilidade eresultado. Enquanto os finlandesesamam a escola, os brasileiros adepredam. Lá eles permanecem.Aqui a evasão é exorbitante.Educação custa caro? Depende doponto de vista de quem analisa. Sóque educação não é despesa. Éinvestimento. E tem que ser feita porqualquer gestor minimamente sério eminimamente inteligente. Povoeducado ganha mais, consome mais,come mais corretamente, adoecemenos e recolhe mais imposto paraas burras dos governos. Vale à penainvestir mais em educação do que emcaridade, pelo menos assim penso eu,materialista convicta.Antes que eu me esqueça e para serbem clara: planejamento familiar não
  10. 10. tem nada a ver com controle denatalidade. Aliás, é a única medidacapaz de evitar a legalização docontrole de natalidade, que é umamedida indesejável, apesar de algunspaíses precisarem recorrer a ela.Uberlândia, inspirada na lei deCascavel, Paraná, aprovou, emnovembro de 1992, a lei doplanejamento familiar. Nossa cidadefoi a segunda do Brasil a tomar estainiciativa, antecipando-se ao SUS. Eu,vereadora à época, fui a autora damesma e declaro isto sem nenhumavaidade, apenas para a senhora sabercom quem está falando.Senhora PresidentA, mesmo nãotendo votado na senhora, torço pelosucesso do seu governo como mulhere como cidadã. Mas a maior torcida épara que não lhe falte discernimento,saúde nem coragem para empunhar ochicote e bater forte, se for preciso. Aprimeira chibatada é o seu veto aeste Código Florestal, que ainda
  11. 11. está muito ruim, precisado de muitoamadurecimento e aprendizado. Oplaneta terra é muito mais importantedo que o lucro do agronegócio e ahisteria da reforma agrária fajuta quevocês estão promovendo. Soufazendeira e ao mesmo tempoeducadora ambiental. Exatamente poristo não perco a sensatez. Deixe oCongresso pensar um pouco mais,afinal, pensar não dói e eles estãoem Brasília, bem instalados ebem remunerados, para istomesmo. E acautele-se durante oprocesso eleitoral que se aproxima.Pega mal quando um político usa amáquina para beneficiar seu partido esua base aliada. Outros usaram? Edaí? A senhora não é “os outros”. Asenhora á a senhora, eleita pelo povobrasileiro para ser a presidentA doBrasil, e não a presidentA de umpartidinho de aluguel, qualquer.Se conselho fosse bom a gente nãodava, vendia. Sei disto, é claro.Assim mesmo vou aconselhá-la a
  12. 12. pedir desculpas às outras mãesexcluídas do seu presente: asmães da classe média baixa, daclasse média média, da classemédia alta, e da classedominante, sabe por quê? Porquesomos nós, com marido ou semmarido, que, junto com os homensprodutivos, geradores de empregos,pagadores de impostos, sustentamosa carruagem milionária e a corteperdulária do seu governotendencioso, refém do PT e da basealiada oportunista e voraz.A senhora, confinada no seu palácio,conhece ao vivo os beneficiários daBolsa-família? Os muitos que euconheço se recusam a aceitarqualquer trabalho de carteiraassinada, por medo de perder obenefício. Estou firmementeconvencida de que este novoprograma, BRASIL CARINHOSO,além de não solucionar o problema deninguém, ainda tem o condão de
  13. 13. produzir uma casta inoperante,parasita social, sem qualificaçãoprofissional, que não levará nossoPaís a lugar nenhum. E, o que é maisgrave, com o excesso de propagandainstitucional feita incessantementepelo governo petista na últimadécada, o Brasil está na mira dosdesempregados do mundo inteiro, amaioria qualificada, que entrarão portodas as portas e ocuparão todos osempregos disponíveis, se contentandoaté mesmo com a informalidade. E aíos brasileiros e brasileiras vão ficarchupando prego, entregues ao deus-dará, na ociosidade que os levará àdelinqüência e às drogas.Quem cala, consente. Eu não mecalo. Aos setenta e quatro anos, oque eu mais queria era poderenvelhecer despreocupada, apesar dapancadaria de 1964. Isto não estásendo possível. Apesar de ter lutado avida toda para criar meus cinco filhos,de ter educado milhares de
  14. 14. alunos na rede pública, o País queeu vou legar aos meus descendentesainda está na estaca zero, com umalegislação que deu a todos aobrigação de votar e o direito devotar e ser votado, mas gostou dasacanagem de manter a maioriasilenciosa no ostracismo social,desprecisada e desinteressada deenfrentar o desafio de lutar por umlugar ao sol, de ganhar o pão com osuor do seu rosto. Sem dignidade,mas com um título de eleitor na mão,pronto para depositar um voto naurna, a favor do políticopaizão/mãezona que lhe dá algumacoisa. Dar o peixe, ao invés deensinar a pescar, esta foi a escolha devocês.A senhora não pediu minha opinião,mas vai mandar a fatura para eupagar. Vai. Tomou esta decisão semme consultar. Num país com taxa decrescimento industrial abaixo de zero,eu, agropecuarista, burro-de-carga
  15. 15. brasileiro, me dou o direito de pensarem voz alta e o dever de me colocarpublicamente contra este cafuné nacabeça dos miseráveis. Vocês nãochegaram ao poder agora. Já faznove anos, pense bem! Torraramuma grana preta com o FOME ZERO,o bolsa-escola, o bolsa-família, ovale-gás, as ONGs fajutas eoutras esmolas que tais. Estasangria nos cofres públicos nãosalvou ninguém? Não refrescouniente? Gostaria que a senhora memandasse o mapeamento do Brasilmiserável e uma cópia dos estudosfeitos para avaliar o quantitativo demiseráveis apurado pelo Palácio doPlanalto antes do anúncio do BRASILCARINHOSO. Quero fazer umacontinha de multiplicar e outra dedividir, só para saber qual a parte queme toca nesta chamada de capital.Democracia é isto, minha cara.Transparência. Não ofende. Não dói.
  16. 16. Ah, antes que eu me esqueça, apalavra certa é PRESIDENTE. Nãosou impertinente nem desrespeitosa,sou apenas professora de latim,francês e português. Por favor,corrija esta informação.Se eu mandar esta correspondênciapelo correio, talvez ela pare na CasaCivil ou nas mãos de algum assessorcensor e a senhora nunca saberá quedesagradou alguém em algum lugar.Então vai pela internet. Compessoas públicas a gente falapublicamente para que alguém,ciente, discorde ou concorde. Ocontraditório é muito saudável.Não gostei e desaprovo o BRASILCARINHOSO. Até o nome meincomoda. R$2,00 (dois reais) por diapara cada familiar de quem tem emcasa uma criança de zero a seis anos,é uma esmolinha bem insignificante,bem insultuosa, não é não, donaDilma? Carinho de presidentA da
  17. 17. república do Brasil neste momento,no meu conceito, é uma campanhainstitucional a favor da vasectomia eda laqueadura em quem já produziudois filhos. É mais creche institucionale laica. Mais escola pública e laica emtempo integral com quatro refeiçõesdiárias. É professor dentro da sala deaula, do laboratório, competente ebem remunerado. É ensinoprofissionalizante e gente capacitadapara o mercado de trabalho.Eu podia vociferar contra osdescalabros do poder público, fazerda corrupção escandalosa o meuassunto para esta catilinária. Masnão. Prefiro me ocupar de algo maisgrave, muitíssimo mais grave, que éum desvio de conduta de líderespolíticos desonestos, chamadopopulismo, utilizado para destruir adignidade da massa ignara. Aliciar asclasses sociais menos favorecidas éindecente e profundamentedesonesto. Eles são ingênuos, pobres
  18. 18. de espírito, analfabetos, excluídos?Os miseráveis são. Mas votam, comoqualquer cidadão produtivo, pagadorde impostos. Esta é a jogada. Suja.A televisão mostra ininterruptamenteimagens de desespero social. Nestemomento em todos os países, pobres,emergentes ou ricos, a populaçãoluta, grita, protesta, mata, morre,reivindicando oportunidade detrabalho. Enquanto isto, aqui no Paísdas Maravilhas, a presidente risonhae ricamente produzida anuncia umprograma de estímulo àvagabundagem. Estamos nacontramão da História, dona Dilma!Pode ter certeza de que a senhoraconseguiu agredir a inteligência daminoria de brasileiros e brasileirasque mourejam dia após dia parasustentar a máquina extraviada dogoverno petista.
  19. 19. Último lembrete: a pobreza é umaconseqüência da esmola. Corta aesmola que a pobreza acaba, comodois mais dois são quatro.Não me leve a mal por este protestopúblico. Tenho obrigação deprotestar, sabe por quê? Porque, decada delírio seu, quem paga aconta sou eu.Atenciosamente,Martha de Freitas Azevedo PannunzioFazenda Água Limpa, Uberlândia, em16-05-2012marthapannunzio@hotmail.com CPF nº 394172806-78OBS:- foi entregue em mãos àPRESIDENTE.*CONSTITUIÇÃO FEDERALTÍTULO IIDos Direitos e GarantiasFundamentaisCAPÍTULO I
  20. 20. DOS DIREITOS E DEVERESINDIVIDUAIS E COLETIVOS Art. 5º Todos são iguais perante alei, sem distinção de qualquernatureza, garantindo-se aosbrasileiros e aos estrangeirosresidentes no País a inviolabilidade dodireito à vida, à liberdade, àigualdade, à segurança e àpropriedade, nos termos seguintes: I - homens e mulheres são iguaisem direitos e obrigações, nos termosdesta Constituição;

×