SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 122
Baixar para ler offline
Projeto Bootcamp dos Consultores Digitais
5ª Semana: 3ª feira
Lisboa, 27de Outubro de 2015
/ Agenda
Temas Início
Introdução 09:30
Características e Competências-Chave do Perfil Empreendedor 09:45
Coffee-Break 11:00
Características Pessoais 11:15
Almoço 12:30
Características Técnicas 14:00
Planeamento, Organização e Domínio das TIC 14:30
Principais Razões de Fracasso das Startups 15:00
Coffee-Break 16:00
Modelo de Negócio do Consultor Digital 16:15
Validação do Modelo de Negócio 16:45
Próximos Passos 17:30
2
/ Temas para 5ª semana
Copyright Fábrica de Startups, 2015
Semana 1º dia 2º dia 3º dia 4º dia
5ª semana
Empreendedorismo
Conceito de
Empreendedorismo
Autodiagnostico de
Competências
Empreendedoras
Lições do Trabalho
de Campo
Características e
Competências
Chave do Perfil
Empreendedor
Validação do
Modelo de
Negócios
Fatores que Inibem
o Empreendedoris-
mo
Diagnóstico de
Necessidades do
Empreendedor
Estratégia Go-To-
Market
Melhores Práticas
de Vendas
Empreendedor –
Autoavaliação
Elaboração do
Plano de Acção
após Bootcamp
Características e Competências-Chave
do Perfil Empreendedor
(9:45-10:30)
Copyright Fábrica de Startups, 2015 4
Desempenho do Empreendedor
• Em grande medida a performance do
empreendedor está associada a características
pessoais.
5
/ Caso de Estudo
(Video do Steve Jobs)
6
/ Exercício
• Cada equipa irá fazer uma análise das Forças e
Fraquezas da personagem descrita no Caso de
Estudo.
7
/ Tempo Disponível
15 Minutos
Copyright Fábrica de Startups, 2015 8
/ Interrupção da Ligação
(Colocar de Countdown de 15 Minutos)
9Copyright Fábrica de Startups, 2015
/ Apresentações
Interrupção de 10
minutos para chamar
aleatoriamente ao palco
alguns participantes que
irão partilhar com os
outros o trabalho que
realizaram.
Copyright Fábrica de Startups 2015 10
/ Interrupção da Ligação
(Colocar de Countdown de 10 Minutos)
11Copyright Fábrica de Startups 2015
Características Pessoais
(10:30-11:00)
Copyright Fábrica de Startups, 2015 12
/ Características Pessoais
1. Autoconfiança e Automotivação;
2. Capacidade de Decisão e de Aceitar Riscos;
3. Persistência e Resiliência.
13
/ 1. Autoconfiaça e Automotivação
14
/ Conhecimento Próprio
• Uma das características do empreendedor de
sucesso é o conhecimento que tem de si
próprio. Sabe que não é rentável desperdiçar
esforços em áreas e/ou atividades nas quais
não tem competências.
15
/ Competências Emocionais
16
Competências
Emocionais
1.Autoconsciência
2.Autogestão
3.Consciência
Social
/ Autoconsciência
17
1.Autoconsciência
1.1.Autoconsciên-
cia Emocional
1.2.Autoavaliação
Rigorosa
1.3.Autoconfiança
/Autoconsciência Emocional
• Esta competência é responsável pela
percepção adequada do estado de espírito e
da forma como este afeta o desempenho
social e profissional.
18
Autoavaliação Rigorosa
• É a capacidade de avaliação das forças e
fraquezas do próprio.
19
Autoconfiança
• É a competência que possibilita a valorização
adequada dos pontos fortes do individuo.
20
/ Autogestão
21
2.Autogestão
2.1.Autocontrole
2.2.Inspirar
Confiança
2.3.Consciencio-
sidade
Autocontrole
• É a capacidade de manutenção de emoções
sob controlo.
22
Inspirar Confiança
• A confiança tem que ser conquistada e como
tal, isto só é possível através de
comportamentos e opiniões exemplificativas.
Estes/as têm que manifestar integrabilidade,
autenticidade, carácter, fiabilidade e
honestidade.
23
Conscienciosidade
• É a capacidade da gestão da própria pessoa de
forma sensata (por exemplo, cumprindo com
as nossas promessas, definindo objetivos e
esforçar-se por os atingir).
24
/ Autogestão
25
3.Consciência
Social
3.1.Empatia
3.2.Consciência
Organizacional
3.3.Orientação
para o Cliente
Empatia
• Capacidade de compreensão das perspetivas e
emoções do outro, demonstrando interesse
pelas preocupações deste.
26
Consciência Organizacional
• Capacidade de interpretar corretamente o
meio organizacional em que se encontra,
tendo noção das costumes sociais, políticas e
cultura organizacionais.
27
Orientação para o Cliente
• Capacidade de antecipação, reconhecimento
da necessidade dos cliente. É em última
análise a compreensão dos problemas ou
necessidades do cliente e a capacidade para
apresentar soluções por ele valorizadas.
28
/ 2. Capacidade de Decisão e de Aceitar Riscos
• O risco, uma característica intrínseca à criação
de um novo negócio, é inevitável e inerente a
qualquer iniciativa empreendedora. A
predisposição pelo empreendedor para
assumir riscos pode ser definida como a
preferência ou propensão a envolver-se em
situações que podem resultar em
recompensas vantajosas, em caso de êxito, e
em prejuízos, em caso de fracasso.
29
/ Definição de Risco
• “O termo risco provém do italiano risico ou
rischio que, por sua vez, deriva do árabe
clássico rizq (“aquilo que se depara com a
providência”). O termo faz referência à
proximidade ou contingência de um possível
dano.”
• Fonte: http://conceito.de/risco
30
/ Definição de Risco
• “Combinação entre a probabilidade de
ocorrência de um determinado evento
(aleatório, futuro e independente da vontade
humana) e os impactos (positivos ou
negativos) resultantes, caso ele ocorra.”
• Fonte: Wikipedia
31
/ Capacidade de Aceitar Riscos
Riscos
Projeto
Fracassado
Oportunidade
Perdida
32
/ Projeto Fracassado
• Este risco refere-se ao fracasso do
investimento realizado. Este tipo de risco pode
dever-se a uma deficiente definição e/ou
validação do modelo de negócio, deficiente
execução das táticas de marketing e
processos de vendas, estabelecimento de
preços inapropriados, escolha errada do nicho
de mercado em que se insere, entre outras
razões.
33
/ Oportunidade de Perdida
• Este é o risco de perder uma oportunidade
com elevada rentabilidade, por não a ter
aproveitado na altura certa. Neste caso o
empreendedor é demasiado cauteloso e/ou
demora demasiado na análise da
oportunidade de negócio (analysis paralysis).
34
/ Como Reduzir o Risco de Fracasso?
Identificar
os riscos
Avaliar os
riscos
Mitigar os
riscos
35
/ Identificar os Riscos
36
• Desenhar o Modelo de Negócios;
• Identificar as principais hipóteses;
• Avaliar o risco das principais hipóteses;
• Validar as hipóteses mais arriscadas e ajustar
o modelo de negócio.
/ Mitigar os Riscos
• Reduzir a incerteza através da
experimentação;
• Determinar o Nível de Preparação para
Empreendedorismo.
37
/ 3. Persistência e Resiliência
• A perseverança, persistência ou resiliência, é
um traço de personalidade que pode ser
definido como a “persistência e tenacidade
com que se executam tarefas e atividades e
não faltar ao prometido”.
38
/ Perseverança
• A perseverança tem servido de explicação
para a capacidade dos/as empreendedores/as
de trabalharem 60 horas ou mais por semana,
especialmente no começo da atividade,
dormir menos que o normal, raramente terem
férias, fazerem mais deslocações, estarem
mais tempo afastada da família, e
enfrentarem todas as vicissitudes associadas e
concretizar uma iniciativa empreendedora.
39
Coffee-Break
(11:00-11:15)
Copyright Fábrica de Startups, 2015 40
Modelo de Negócio Pessoal
(11:15-12:30)
Copyright Fábrica de Startups, 2015 41
/ Modelo de Negócio Pessoal
42
/ Modelo de Negócio Pessoal
• Representa a maneira como um individuo cria
e entrega valor para os Clientes de forma a
obter lucro.
• “Is the logic by which an individual creates
and delivers value to Customers in order to
make profit.”
43
/ Tela do Modelo de Negócios Pessoal
(Tela do Modelo de Negócio de Você)
44
Fonte: http://pt.slideshare.net/falbuquerque/workshop-reinvente-sua-carreira
45
/ 1º Quem você é e que recursos tem?
• Recursos referem-se a quem você é :
• (1) quais são os seus interesses?
• (2) quais são as suas habilidades, competências e
talentos?
• (3) qual o tipo da sua personalidade?
• E também, o que você possui: experiência, rede
de contatos, recursos tangíveis e intangíveis, bem
como ativos que serão úteis ao Modelo de
Negócios Pessoal.
46
/ 2º O que você faz? (Atividades)
• Quais as tarefas que executa?
• O que sabe fazer bem?
• Quais as mais importantes?
• Quais as tarefas que mais gosta?
• Quais as que menos gosta?
47
/ 3º Quem são as pessoa que ajuda? (clientes)
• Quem são os seus clientes?
• Quais são as pessoas que dependem das tarefas
que desempenha na organização onde trabalha?
• Com quem valida o que faz?
• Quem paga pelos seus serviços?
48
/ 4º Como você contribui? (Proposta de Valor)
Tendo como base os seus recursos e atividades-
chave:
• Qual (ou quais) o(s) benefício(s) que fornece
às pessoas que ajuda, aos seus clientes?
• Que trabalho o cliente contrata consigo para
executar?
49
/ 5º Como você entrega o serviço? (Canais)
• Como é que os potenciais clientes descobrem que
pode ajudá-los?
• Como decidem adquirir os seus serviços?
• Como efectuam a compra dos seus serviços?
•
• Como entrega o que os clientes compraram?
• Como vai garantir que os clientes fiquem satisfeitos?
50
/ 6º Como vocês interagem? (Relacionamento)
• Como interage com os clientes?
• O seu serviço é pessoal, face a face? Ou as suas
relações são mais baseadas em e-mails ou outra
comunicação escrita?
• Os seus relacionamentos são caracterizados por
transações únicas ou são serviços recorrentes?
• Tem-se concentrado mais no crescimento da sua
base de clientes (aquisição), ou na satisfação dos
Clientes existentes (retenção)?
51
/ 7º Que recompensa financeira? (Fontes de
Receitas e Benefícios)
• Salário, taxas de contratantes, ações,
royalties, e outros recursos monetários e
financeiros.
• Outros benefícios:
–tangíveis ( carro, seguro de saúde, …), e
–intangíveis (satisfação pessoal, tempo para
se dedicar à família, e outros com interesse
para si, …)
52
/ 8º Quem te ajuda? (Parcerias Principais)
• Quem o apoia como profissional e ajuda a
realizar seu trabalho com sucesso?
– Oferecendo conselhos, motivação ou
oportunidades de crescimento.
– Fornecendo outros recursos necessários para
realizar as tarefas, ou atividades complementares.
• Podem ser colegas, mentores, familiares e
amigos, entre outros.
53
/ 9º O que você contribui para a realização do seu
trabalho? (Estrutura de Custos)
• O seu tempo? A sua energia? O seu dinheiro?
• Despesas de deslocação e alimentação;
veículos, equipamentos ou vestuário especial;
gastos com Internet, telefone ou despesas que
surgem do trabalho em casa ou nas
instalações do cliente.
54
/ bmfiddle.com
55
/ Instruções
• Cada participantes desenha o seu Modelo de
Negócio Pessoal, utilizando uma folha de
papel A4.
56
/ Tempo Disponível
30 Minutos
Copyright Fábrica de Startups, 2015 57
/ Interrupção da Ligação
(Colocar de Countdown de 30 Minutos)
58Copyright Fábrica de Startups, 2015
/ Apresentações
Interrupção de 10
minutos para chamar
aleatoriamente ao palco
alguns participantes que
irão partilhar com os
outros o trabalho que
realizaram.
Copyright Fábrica de Startups 2015 59
/ Interrupção da Ligação
(Colocar de Countdown de 10 Minutos)
60Copyright Fábrica de Startups 2015
Almoço
(12:30-14:00)
Copyright Fábrica de Startups, 2015 61
/ Interrupção da Ligação
(Colocar de Countdown de Minutos)
62Copyright Fábrica de Startups 2015
/ Agenda
Temas Início
Introdução 09:30
Características e Competências-Chave do Perfil Empreendedor 09:45
Coffee-Break 11:00
Características Pessoais 11:15
Almoço 12:30
Características Técnicas 14:00
Principais Razões de Fracasso das Startups 15:00
Coffee-Break 16:00
Modelo de Negócio do Consultor Digital 16:15
Validação do Modelo de Negócio 16:45
Próximos Passos 17:30
63
Características Técnicas
(14:00-15:00)
Copyright Fábrica de Startups, 2015 64
/ Características Técnicas
1. Área de Negócio e de Orientação para o
Cliente;
2. Planeamento, organização e domínio das TIC;
3. Liderança e Trabalho em Equipa.
65
/ 1.Área de Negócio
• Quais os principais componentes de uma área
ou ideia de negócio?
• Como escolher uma área ou ideia de negócio?
• Onde encontrar área ou ideias com elevado
potencial?
66
/ Componentes
Problema
SoluçãoMercado
67
/ Elevator Pitch
“<nome do produto/serviço> ajuda os <cliente-
alvo> a resolver <problema/necessidade>
através <benefícios principais> e distingue-se de
<alternativas existentes> em termos de
<características distintivas> ”
68
/ Critérios para Selecionar Ideias
• 1) Problema Importante e Reconhecido
• 2) Solução Inovadora (e.g. disruptiva)
• 3) Mercado Grande (i.e. mercado global ou pelo menos
internacional)
• 4) Produção Escalável (i.e. custos marginais decrescentes)
• 5) Facilidade de Promoção e Distribuição (e.g. coeficiente viral
elevado e/ou aproveitamento da Internet)
• 6) Facilidade em Financiar (e.g. Bootstraping e/ou cash-flow
positivo)
• 7) Altura Certa (i.e. intersecção de procura e capacidade de
produção)
• 8) Tendências Favoráveis (i.e. Análise PEST)
• 9) Atractividade da Industria (i.e. Porter’s Five Forces)
• 10) Gosto MUITO da ideia!
70
/ James Caan
71
The ideas is just 10%
/ 1.Problema Importante
72
/ 2.Solução Inovadora
73
/ Disrupção
74
/ 3.Mercado Grande
75
/ 4.Produção Escalável
76
/ 5.Fácil de Promover
77
/ Impacto da Internet
78
/ 6. Bootstraping
79
/ 7.Altura Certa
80
/ 8.Tendências Favoráveis
81
/ 9.Atractividade da Indústria
82
/ 10. Gosto MUITA da Ideia (I Love it!)
83
“Don’t start a
company unless it’s
an obsession and
something you love”
Mark Cuban
Avaliação
Nome da Ideia: ________________________ Pontos
1) Problema Importante e Reconhecido
2) Solução Inovadora (e.g. disruptiva)
3) Mercado Grande (i.e. mercado global ou pelo menos internacional)
4) Produção Escalável (i.e. custos marginais decrescentes)
5) Facilidade de Promoção e Distribuição (e.g. coeficiente viral elevado
e/ou aproveitamento da Internet)
6) Facilidade de Financiar (e.g. Bootstraping e/ou cash-flow positivo)
7) Altura Certa (i.e. intersecção de procura e capacidade de produção)
8) Tendências Favoráveis (i.e. Análise PEST)
9) Atractividade da Industria (i.e. Porter’s Five Forces)
10) Gosto MUITO da Ideia (I love it!)
TOTAL*
Copyright Fábrica de Startups
Pontos: Min=1 and Max=5. Abandonar Ideia se Total < 30 Pontos)
Exercício nº1: AirBnB
85
86
Exercício
(5 Minutos)
• Tendo em atenção os critérios de
uma boa ideia como avaliam em
equipa esta ideia?
Escala: Muito Baixa: 0-10, Baixa: 11-20, Média: 21-30,
Boa: 31-40, Muito Boa: 41-50 Pontos
87
/ Slido.com Poll
88
Indique a pontuação total atribuída pela
equipa?
Copyright Fábrica de Startups 2015
Planeamento, Organização e Domínio das TIC
(15:00-15:30)
Copyright Fábrica de Startups, 2015 95
/ Planeamento
96
Estratégia
Análise Externa
Análise Interna
Missão
VisãoObjectivos
Mapa
Estratégico
Iniciativas
Indicadores
/ Organização
97
(Stress Picture)
98
/ Sem Processos
/ Com Processos
99Copyright Fábrica de Startups
“You have to build a system where
ordinary people can produce
extraordinary results”
Micheal Geber, The E-Myth, 1985
Copyright Fábrica de Startups 100
/ Tecnologias
“Software is eating the world”
Marc Andreessen
Fonte: http://www.wsj.com/articles/SB10001424053111903480904576512250915629460
101
/ Adoção da Tecnologia
102
Fonte: http://www.guiadastartup.com.br/wp-content/uploads/2013/10/s-curve-real-life.png
/ 3.Liderança e Trabalho em Equipa
103
/ Trabalho em Equipa (Video)
104
Coffee-Break
(16:00-16:15)
Copyright Fábrica de Startups, 2015 105
Modelo de Negócio do Consultor Digital
(16:15-17:00)
Copyright Fábrica de Startups, 2015 106
/ Desenho do Modelo de Negócio
107
/ Exercício
• Cada uma das equipas irá desenhar o Modelo
de Negócios de uma empresa fornecedora de
serviços de Marketing Digital, utilizando o
Canvanizer.
108
/ Tempo Disponível
20 Minutos
Copyright Fábrica de Startups, 2015 109
/ Interrupção da Ligação
(Colocar de Countdown de 20 Minutos)
110Copyright Fábrica de Startups, 2015
/ Apresentações
Interrupção de 10
minutos para chamar
aleatoriamente ao palco
alguns participantes que
irão partilhar com os
outros o trabalho que
realizaram.
Copyright Fábrica de Startups 2015 111
/ Interrupção da Ligação
(Colocar de Countdown de 10 Minutos)
112Copyright Fábrica de Startups 2015
Validação do Modelo de Negócio
(17:00-17:45)
Copyright Fábrica de Startups, 2015 113
/ Modelo de Negócio
114
/ Hipóteses do Modelo de Negócio
115
/ Definição de Hipótese
• Acredito que [segmento de mercado] irá
[fazer esta acção ou utilizar este solução]
quando [esta experiência] tiver [este
resultado].
116
/ Formulário de Hipótese
117
/ Validar Hipóteses
1)
Desenhar
Modelo
2) Definir
Hipóteses
3)
Prioritizar
Hipóteses
4) Testar
Hipóteses
5) Analisar
Resultados
Copyright Fábrica de Startups 118
/ Testar Hipóteses
119
• Entrevistas
• Sondagens
• P-S-M
MVP 1
• Landing Pages
• Benefícios
• Preço
MVP 2 • Web
Site/Protótipo
• Testes
Funcionais
MVP 3
/ Teste AB
120
/ Teste Crowdfunding
121
/ Exercício
• Cada uma das equipas irá identificar e
descrever as três hipóteses que considera
mais importantes relativas ao Modelo de
Negócio elaborado anteriormente.
122
/ Tempo Disponível
15 Minutos
Copyright Fábrica de Startups, 2015 123
/ Interrupção da Ligação
(Colocar de Countdown de 15 Minutos)
124Copyright Fábrica de Startups, 2015
/ Apresentações
Interrupção de 10
minutos para chamar
aleatoriamente ao palco
alguns participantes que
irão partilhar com os
outros o trabalho que
realizaram.
Copyright Fábrica de Startups 2015 125
/ Interrupção da Ligação
(Colocar de Countdown de 10 Minutos)
126Copyright Fábrica de Startups 2015
Perguntas e Respostas
Copyright Fábrica de Startups, 2015 127
Fim da Sessão
Copyright Fábrica de Startups, 2015 128
Copyright Fábrica de Startups, 2015
Nome da Ideia: ________________________ Pontos
1) Problema Importante e Reconhecido
2) Solução Inovadora (e.g. disruptiva)
3) Mercado Grande (i.e. mercado global ou pelo menos internacional)
4) Produção Escalável (i.e. custos marginais decrescentes)
5) Facilidade de Promoção e Distribuição (e.g. coeficiente viral elevado e/ou
aproveitamento da Internet)
6) Facilidade de Financiar (e.g. Bootstraping e/ou cash-flow positivo)
7) Altura Certa (i.e. intersecção de procura e capacidade de produção)
8) Tendências Favoráveis (i.e. Análise PEST)
9) Atractividade da Industria (i.e. Porter’s Five Forces)
10) Gosto MUITO da Ideia (I love it!)
TOTAL

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Como iniciar uma Startup - Grupo StartupMT
Como iniciar uma Startup - Grupo StartupMTComo iniciar uma Startup - Grupo StartupMT
Como iniciar uma Startup - Grupo StartupMTRodrigo Coelho
 
Teste sua ideia - Lean Startup
Teste sua ideia - Lean StartupTeste sua ideia - Lean Startup
Teste sua ideia - Lean StartupSocial Good Brasil
 
A Bíblia da Inovação
A Bíblia da InovaçãoA Bíblia da Inovação
A Bíblia da InovaçãoSerge Rehem
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (12/06/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (12/06/2013)Gestão de Projetos e Empreendedorismo (12/06/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (12/06/2013)Alessandro Almeida
 
Pensamentos de Guy Kawasaki
Pensamentos de Guy KawasakiPensamentos de Guy Kawasaki
Pensamentos de Guy KawasakiGustavo Campos
 
Consultores digitais semana 3 dia 4 versao 2.0 (participantes)
Consultores digitais semana 3 dia 4 versao 2.0 (participantes)Consultores digitais semana 3 dia 4 versao 2.0 (participantes)
Consultores digitais semana 3 dia 4 versao 2.0 (participantes)Bootcamp Consultores Digitais
 
Apresentação do framework PM4Gov para Gestão de Projetos Públicos com Design ...
Apresentação do framework PM4Gov para Gestão de Projetos Públicos com Design ...Apresentação do framework PM4Gov para Gestão de Projetos Públicos com Design ...
Apresentação do framework PM4Gov para Gestão de Projetos Públicos com Design ...Eduardo Freire
 
UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA LEAN STARTUP PARA CRIAÇÃO DE UMA STARTUP: Anál...
UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA LEAN STARTUP PARA CRIAÇÃO DE UMA STARTUP: Anál...UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA LEAN STARTUP PARA CRIAÇÃO DE UMA STARTUP: Anál...
UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA LEAN STARTUP PARA CRIAÇÃO DE UMA STARTUP: Anál...Marcelo Linhares
 
Startup Weekend Fashion & Tech BH
Startup Weekend Fashion & Tech BHStartup Weekend Fashion & Tech BH
Startup Weekend Fashion & Tech BHRaoni Pereira
 
Lean Startup - Introdução
Lean Startup - IntroduçãoLean Startup - Introdução
Lean Startup - IntroduçãoJuliano Padilha
 
Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...
  Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...  Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...
Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...Diana Corrêa, CSPO / CSM
 
Mudando Paradigmas na Gestão de Projetos com Design Thinkinge eficaz
Mudando Paradigmas na Gestão de Projetos com Design Thinkinge eficazMudando Paradigmas na Gestão de Projetos com Design Thinkinge eficaz
Mudando Paradigmas na Gestão de Projetos com Design Thinkinge eficazEduardo Freire
 
Design thiking e gestão de projetos - INFOBRAL 2013
Design thiking e gestão de projetos   - INFOBRAL 2013Design thiking e gestão de projetos   - INFOBRAL 2013
Design thiking e gestão de projetos - INFOBRAL 2013Eduardo Freire
 
Análise de Negócios aplicada ao desenvolvimento de produto
Análise de Negócios aplicada ao desenvolvimento de produtoAnálise de Negócios aplicada ao desenvolvimento de produto
Análise de Negócios aplicada ao desenvolvimento de produtoDiana Corrêa, CSPO / CSM
 

Mais procurados (20)

Pós-graduação: Gestão da Inovação 2014 1 (FTEC Porto Alegre)
Pós-graduação: Gestão da Inovação 2014 1 (FTEC Porto Alegre)Pós-graduação: Gestão da Inovação 2014 1 (FTEC Porto Alegre)
Pós-graduação: Gestão da Inovação 2014 1 (FTEC Porto Alegre)
 
Como iniciar uma Startup - Grupo StartupMT
Como iniciar uma Startup - Grupo StartupMTComo iniciar uma Startup - Grupo StartupMT
Como iniciar uma Startup - Grupo StartupMT
 
Teste sua ideia - Lean Startup
Teste sua ideia - Lean StartupTeste sua ideia - Lean Startup
Teste sua ideia - Lean Startup
 
Administracao 4.0 no cenario mundial
Administracao 4.0 no cenario mundialAdministracao 4.0 no cenario mundial
Administracao 4.0 no cenario mundial
 
Lean startup
Lean startupLean startup
Lean startup
 
Consultores Digitais Semana 2 Dia 1
Consultores Digitais Semana 2 Dia 1 Consultores Digitais Semana 2 Dia 1
Consultores Digitais Semana 2 Dia 1
 
A Bíblia da Inovação
A Bíblia da InovaçãoA Bíblia da Inovação
A Bíblia da Inovação
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (12/06/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (12/06/2013)Gestão de Projetos e Empreendedorismo (12/06/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (12/06/2013)
 
Pensamentos de Guy Kawasaki
Pensamentos de Guy KawasakiPensamentos de Guy Kawasaki
Pensamentos de Guy Kawasaki
 
Consultores digitais semana 3 dia 4 versao 2.0 (participantes)
Consultores digitais semana 3 dia 4 versao 2.0 (participantes)Consultores digitais semana 3 dia 4 versao 2.0 (participantes)
Consultores digitais semana 3 dia 4 versao 2.0 (participantes)
 
Apresentação do framework PM4Gov para Gestão de Projetos Públicos com Design ...
Apresentação do framework PM4Gov para Gestão de Projetos Públicos com Design ...Apresentação do framework PM4Gov para Gestão de Projetos Públicos com Design ...
Apresentação do framework PM4Gov para Gestão de Projetos Públicos com Design ...
 
UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA LEAN STARTUP PARA CRIAÇÃO DE UMA STARTUP: Anál...
UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA LEAN STARTUP PARA CRIAÇÃO DE UMA STARTUP: Anál...UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA LEAN STARTUP PARA CRIAÇÃO DE UMA STARTUP: Anál...
UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA LEAN STARTUP PARA CRIAÇÃO DE UMA STARTUP: Anál...
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Startup Weekend Fashion & Tech BH
Startup Weekend Fashion & Tech BHStartup Weekend Fashion & Tech BH
Startup Weekend Fashion & Tech BH
 
Empreendedorismo 2015 03 - Inovação
Empreendedorismo 2015 03 - InovaçãoEmpreendedorismo 2015 03 - Inovação
Empreendedorismo 2015 03 - Inovação
 
Lean Startup - Introdução
Lean Startup - IntroduçãoLean Startup - Introdução
Lean Startup - Introdução
 
Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...
  Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...  Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...
Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...
 
Mudando Paradigmas na Gestão de Projetos com Design Thinkinge eficaz
Mudando Paradigmas na Gestão de Projetos com Design Thinkinge eficazMudando Paradigmas na Gestão de Projetos com Design Thinkinge eficaz
Mudando Paradigmas na Gestão de Projetos com Design Thinkinge eficaz
 
Design thiking e gestão de projetos - INFOBRAL 2013
Design thiking e gestão de projetos   - INFOBRAL 2013Design thiking e gestão de projetos   - INFOBRAL 2013
Design thiking e gestão de projetos - INFOBRAL 2013
 
Análise de Negócios aplicada ao desenvolvimento de produto
Análise de Negócios aplicada ao desenvolvimento de produtoAnálise de Negócios aplicada ao desenvolvimento de produto
Análise de Negócios aplicada ao desenvolvimento de produto
 

Semelhante a Bootcamp Consultor Digital: Características Empreendedor

O Novo Jeito de Empreender - Versão 2.0 do TREM - Trilha de Referência para ...
O Novo Jeito de Empreender - Versão 2.0 do TREM - Trilha de Referência para  ...O Novo Jeito de Empreender - Versão 2.0 do TREM - Trilha de Referência para  ...
O Novo Jeito de Empreender - Versão 2.0 do TREM - Trilha de Referência para ...Marcelo Pimenta (menta90)
 
Comp Empreendedoras Comp Empreendedorass
Comp Empreendedoras Comp EmpreendedorassComp Empreendedoras Comp Empreendedorass
Comp Empreendedoras Comp EmpreendedorassNadsongeohistory1
 
Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016
Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016
Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016DTStartups
 
Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016
Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016
Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016Coletivo Mola
 
Empreendedorismo e Legislação Aula 2 Flammarion Cysneiros
Empreendedorismo e Legislação   Aula 2   Flammarion CysneirosEmpreendedorismo e Legislação   Aula 2   Flammarion Cysneiros
Empreendedorismo e Legislação Aula 2 Flammarion Cysneirosflammarion
 
Startup Sorocaba: Lean Startup aumente as chances do seu negócio dar certo
Startup Sorocaba: Lean Startup aumente as chances do seu negócio dar certoStartup Sorocaba: Lean Startup aumente as chances do seu negócio dar certo
Startup Sorocaba: Lean Startup aumente as chances do seu negócio dar certoStartup Sorocaba
 
MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11
MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11
MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11Rafael . Vieira
 
Não sou uma heroína, sou uma analista de negócios!
Não sou uma heroína, sou uma analista de negócios!Não sou uma heroína, sou uma analista de negócios!
Não sou uma heroína, sou uma analista de negócios!Marcely Santos
 
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósitoLaboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósitoJuliana Feitosa Andrade
 
230388923 manual-ufcd-7842-tecnicas-de-atendimento
230388923 manual-ufcd-7842-tecnicas-de-atendimento230388923 manual-ufcd-7842-tecnicas-de-atendimento
230388923 manual-ufcd-7842-tecnicas-de-atendimentoSilvio Magalhães
 
Metodologia Lean Startup
Metodologia Lean StartupMetodologia Lean Startup
Metodologia Lean StartupFranciele Sena
 
Desenvolvimento e modelagem de negócios criativos erick krulikowski
Desenvolvimento e modelagem de negócios criativos erick krulikowskiDesenvolvimento e modelagem de negócios criativos erick krulikowski
Desenvolvimento e modelagem de negócios criativos erick krulikowskiErick Krulikowski
 
Empreendedorismo e inovacao o perfil do empreendedor e o plano de negocios
Empreendedorismo e inovacao   o perfil do empreendedor e o plano de negociosEmpreendedorismo e inovacao   o perfil do empreendedor e o plano de negocios
Empreendedorismo e inovacao o perfil do empreendedor e o plano de negociosJorge Covacs
 

Semelhante a Bootcamp Consultor Digital: Características Empreendedor (20)

O Novo Jeito de Empreender - Versão 2.0 do TREM - Trilha de Referência para ...
O Novo Jeito de Empreender - Versão 2.0 do TREM - Trilha de Referência para  ...O Novo Jeito de Empreender - Versão 2.0 do TREM - Trilha de Referência para  ...
O Novo Jeito de Empreender - Versão 2.0 do TREM - Trilha de Referência para ...
 
Comp Empreendedoras Comp Empreendedorass
Comp Empreendedoras Comp EmpreendedorassComp Empreendedoras Comp Empreendedorass
Comp Empreendedoras Comp Empreendedorass
 
Corretor de Imoeis
Corretor de ImoeisCorretor de Imoeis
Corretor de Imoeis
 
Workshop Gamificado - DNI BMG Canvas
Workshop Gamificado - DNI BMG CanvasWorkshop Gamificado - DNI BMG Canvas
Workshop Gamificado - DNI BMG Canvas
 
Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016
Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016
Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016
 
Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016
Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016
Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016
 
Empreendedorismo e Legislação Aula 2 Flammarion Cysneiros
Empreendedorismo e Legislação   Aula 2   Flammarion CysneirosEmpreendedorismo e Legislação   Aula 2   Flammarion Cysneiros
Empreendedorismo e Legislação Aula 2 Flammarion Cysneiros
 
Startup Sorocaba: Lean Startup aumente as chances do seu negócio dar certo
Startup Sorocaba: Lean Startup aumente as chances do seu negócio dar certoStartup Sorocaba: Lean Startup aumente as chances do seu negócio dar certo
Startup Sorocaba: Lean Startup aumente as chances do seu negócio dar certo
 
Empr2
Empr2Empr2
Empr2
 
MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11
MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11
MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11
 
Fórum - Carreiras do Administrador
Fórum - Carreiras do AdministradorFórum - Carreiras do Administrador
Fórum - Carreiras do Administrador
 
Não sou uma heroína, sou uma analista de negócios!
Não sou uma heroína, sou uma analista de negócios!Não sou uma heroína, sou uma analista de negócios!
Não sou uma heroína, sou uma analista de negócios!
 
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósitoLaboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
Laboratório Criatividade - Inovação e Marketing com propósito
 
230388923 manual-ufcd-7842-tecnicas-de-atendimento
230388923 manual-ufcd-7842-tecnicas-de-atendimento230388923 manual-ufcd-7842-tecnicas-de-atendimento
230388923 manual-ufcd-7842-tecnicas-de-atendimento
 
1a. aula
1a. aula1a. aula
1a. aula
 
Guia modelagem-negocios
Guia modelagem-negociosGuia modelagem-negocios
Guia modelagem-negocios
 
Metodologia Lean Startup
Metodologia Lean StartupMetodologia Lean Startup
Metodologia Lean Startup
 
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto ImpactoOficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
 
Desenvolvimento e modelagem de negócios criativos erick krulikowski
Desenvolvimento e modelagem de negócios criativos erick krulikowskiDesenvolvimento e modelagem de negócios criativos erick krulikowski
Desenvolvimento e modelagem de negócios criativos erick krulikowski
 
Empreendedorismo e inovacao o perfil do empreendedor e o plano de negocios
Empreendedorismo e inovacao   o perfil do empreendedor e o plano de negociosEmpreendedorismo e inovacao   o perfil do empreendedor e o plano de negocios
Empreendedorismo e inovacao o perfil do empreendedor e o plano de negocios
 

Mais de Bootcamp Consultores Digitais

Respostas ao teste de avaliação individual - 3ª semana
Respostas ao teste de avaliação individual - 3ª semanaRespostas ao teste de avaliação individual - 3ª semana
Respostas ao teste de avaliação individual - 3ª semanaBootcamp Consultores Digitais
 
Consultores Digitais semana 3 dia 2 versao 3.5 (participantes)
Consultores Digitais semana 3 dia 2 versao 3.5 (participantes)Consultores Digitais semana 3 dia 2 versao 3.5 (participantes)
Consultores Digitais semana 3 dia 2 versao 3.5 (participantes)Bootcamp Consultores Digitais
 

Mais de Bootcamp Consultores Digitais (20)

Apresentação melhores práticas comerciais
Apresentação melhores práticas comerciaisApresentação melhores práticas comerciais
Apresentação melhores práticas comerciais
 
Respostas ao teste de avaliação individual - 3ª semana
Respostas ao teste de avaliação individual - 3ª semanaRespostas ao teste de avaliação individual - 3ª semana
Respostas ao teste de avaliação individual - 3ª semana
 
Apresentação Onda Rosa 2015
Apresentação Onda Rosa 2015Apresentação Onda Rosa 2015
Apresentação Onda Rosa 2015
 
Guião da visita executiva versão 1.0
Guião da visita executiva versão 1.0Guião da visita executiva versão 1.0
Guião da visita executiva versão 1.0
 
Votação Aveiro
Votação AveiroVotação Aveiro
Votação Aveiro
 
Optimização de web site equipa 46
Optimização de web site equipa 46Optimização de web site equipa 46
Optimização de web site equipa 46
 
Google analytics equipa 15
Google analytics equipa 15Google analytics equipa 15
Google analytics equipa 15
 
Email marketing equipa 38
Email marketing equipa 38Email marketing equipa 38
Email marketing equipa 38
 
E mail marketing equipa 36
E mail marketing equipa 36E mail marketing equipa 36
E mail marketing equipa 36
 
E mail marketing equipa 30
E mail marketing equipa 30E mail marketing equipa 30
E mail marketing equipa 30
 
E mail marketing equipa 26
E mail marketing equipa 26E mail marketing equipa 26
E mail marketing equipa 26
 
Criação página facebook equipa 16
Criação página facebook equipa 16Criação página facebook equipa 16
Criação página facebook equipa 16
 
Criaçao landing page equipa 02
Criaçao landing page equipa 02Criaçao landing page equipa 02
Criaçao landing page equipa 02
 
Criação de website equipa 09
Criação de website equipa 09Criação de website equipa 09
Criação de website equipa 09
 
Criação de página no facebook equipa 14
Criação de página no facebook equipa 14Criação de página no facebook equipa 14
Criação de página no facebook equipa 14
 
Criação de newsletter equipa 99
Criação de newsletter equipa 99Criação de newsletter equipa 99
Criação de newsletter equipa 99
 
Criação de newsletter equipa 81
Criação de newsletter equipa 81Criação de newsletter equipa 81
Criação de newsletter equipa 81
 
Blog corporativo equipa 88
Blog corporativo equipa 88Blog corporativo equipa 88
Blog corporativo equipa 88
 
Atualização conteudos equipa 43
Atualização conteudos equipa 43Atualização conteudos equipa 43
Atualização conteudos equipa 43
 
Consultores Digitais semana 3 dia 2 versao 3.5 (participantes)
Consultores Digitais semana 3 dia 2 versao 3.5 (participantes)Consultores Digitais semana 3 dia 2 versao 3.5 (participantes)
Consultores Digitais semana 3 dia 2 versao 3.5 (participantes)
 

Último

DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 

Último (20)

DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 

Bootcamp Consultor Digital: Características Empreendedor

  • 1. Projeto Bootcamp dos Consultores Digitais 5ª Semana: 3ª feira Lisboa, 27de Outubro de 2015
  • 2. / Agenda Temas Início Introdução 09:30 Características e Competências-Chave do Perfil Empreendedor 09:45 Coffee-Break 11:00 Características Pessoais 11:15 Almoço 12:30 Características Técnicas 14:00 Planeamento, Organização e Domínio das TIC 14:30 Principais Razões de Fracasso das Startups 15:00 Coffee-Break 16:00 Modelo de Negócio do Consultor Digital 16:15 Validação do Modelo de Negócio 16:45 Próximos Passos 17:30 2
  • 3. / Temas para 5ª semana Copyright Fábrica de Startups, 2015 Semana 1º dia 2º dia 3º dia 4º dia 5ª semana Empreendedorismo Conceito de Empreendedorismo Autodiagnostico de Competências Empreendedoras Lições do Trabalho de Campo Características e Competências Chave do Perfil Empreendedor Validação do Modelo de Negócios Fatores que Inibem o Empreendedoris- mo Diagnóstico de Necessidades do Empreendedor Estratégia Go-To- Market Melhores Práticas de Vendas Empreendedor – Autoavaliação Elaboração do Plano de Acção após Bootcamp
  • 4. Características e Competências-Chave do Perfil Empreendedor (9:45-10:30) Copyright Fábrica de Startups, 2015 4
  • 5. Desempenho do Empreendedor • Em grande medida a performance do empreendedor está associada a características pessoais. 5
  • 6. / Caso de Estudo (Video do Steve Jobs) 6
  • 7. / Exercício • Cada equipa irá fazer uma análise das Forças e Fraquezas da personagem descrita no Caso de Estudo. 7
  • 8. / Tempo Disponível 15 Minutos Copyright Fábrica de Startups, 2015 8
  • 9. / Interrupção da Ligação (Colocar de Countdown de 15 Minutos) 9Copyright Fábrica de Startups, 2015
  • 10. / Apresentações Interrupção de 10 minutos para chamar aleatoriamente ao palco alguns participantes que irão partilhar com os outros o trabalho que realizaram. Copyright Fábrica de Startups 2015 10
  • 11. / Interrupção da Ligação (Colocar de Countdown de 10 Minutos) 11Copyright Fábrica de Startups 2015
  • 13. / Características Pessoais 1. Autoconfiança e Automotivação; 2. Capacidade de Decisão e de Aceitar Riscos; 3. Persistência e Resiliência. 13
  • 14. / 1. Autoconfiaça e Automotivação 14
  • 15. / Conhecimento Próprio • Uma das características do empreendedor de sucesso é o conhecimento que tem de si próprio. Sabe que não é rentável desperdiçar esforços em áreas e/ou atividades nas quais não tem competências. 15
  • 18. /Autoconsciência Emocional • Esta competência é responsável pela percepção adequada do estado de espírito e da forma como este afeta o desempenho social e profissional. 18
  • 19. Autoavaliação Rigorosa • É a capacidade de avaliação das forças e fraquezas do próprio. 19
  • 20. Autoconfiança • É a competência que possibilita a valorização adequada dos pontos fortes do individuo. 20
  • 22. Autocontrole • É a capacidade de manutenção de emoções sob controlo. 22
  • 23. Inspirar Confiança • A confiança tem que ser conquistada e como tal, isto só é possível através de comportamentos e opiniões exemplificativas. Estes/as têm que manifestar integrabilidade, autenticidade, carácter, fiabilidade e honestidade. 23
  • 24. Conscienciosidade • É a capacidade da gestão da própria pessoa de forma sensata (por exemplo, cumprindo com as nossas promessas, definindo objetivos e esforçar-se por os atingir). 24
  • 26. Empatia • Capacidade de compreensão das perspetivas e emoções do outro, demonstrando interesse pelas preocupações deste. 26
  • 27. Consciência Organizacional • Capacidade de interpretar corretamente o meio organizacional em que se encontra, tendo noção das costumes sociais, políticas e cultura organizacionais. 27
  • 28. Orientação para o Cliente • Capacidade de antecipação, reconhecimento da necessidade dos cliente. É em última análise a compreensão dos problemas ou necessidades do cliente e a capacidade para apresentar soluções por ele valorizadas. 28
  • 29. / 2. Capacidade de Decisão e de Aceitar Riscos • O risco, uma característica intrínseca à criação de um novo negócio, é inevitável e inerente a qualquer iniciativa empreendedora. A predisposição pelo empreendedor para assumir riscos pode ser definida como a preferência ou propensão a envolver-se em situações que podem resultar em recompensas vantajosas, em caso de êxito, e em prejuízos, em caso de fracasso. 29
  • 30. / Definição de Risco • “O termo risco provém do italiano risico ou rischio que, por sua vez, deriva do árabe clássico rizq (“aquilo que se depara com a providência”). O termo faz referência à proximidade ou contingência de um possível dano.” • Fonte: http://conceito.de/risco 30
  • 31. / Definição de Risco • “Combinação entre a probabilidade de ocorrência de um determinado evento (aleatório, futuro e independente da vontade humana) e os impactos (positivos ou negativos) resultantes, caso ele ocorra.” • Fonte: Wikipedia 31
  • 32. / Capacidade de Aceitar Riscos Riscos Projeto Fracassado Oportunidade Perdida 32
  • 33. / Projeto Fracassado • Este risco refere-se ao fracasso do investimento realizado. Este tipo de risco pode dever-se a uma deficiente definição e/ou validação do modelo de negócio, deficiente execução das táticas de marketing e processos de vendas, estabelecimento de preços inapropriados, escolha errada do nicho de mercado em que se insere, entre outras razões. 33
  • 34. / Oportunidade de Perdida • Este é o risco de perder uma oportunidade com elevada rentabilidade, por não a ter aproveitado na altura certa. Neste caso o empreendedor é demasiado cauteloso e/ou demora demasiado na análise da oportunidade de negócio (analysis paralysis). 34
  • 35. / Como Reduzir o Risco de Fracasso? Identificar os riscos Avaliar os riscos Mitigar os riscos 35
  • 36. / Identificar os Riscos 36 • Desenhar o Modelo de Negócios; • Identificar as principais hipóteses; • Avaliar o risco das principais hipóteses; • Validar as hipóteses mais arriscadas e ajustar o modelo de negócio.
  • 37. / Mitigar os Riscos • Reduzir a incerteza através da experimentação; • Determinar o Nível de Preparação para Empreendedorismo. 37
  • 38. / 3. Persistência e Resiliência • A perseverança, persistência ou resiliência, é um traço de personalidade que pode ser definido como a “persistência e tenacidade com que se executam tarefas e atividades e não faltar ao prometido”. 38
  • 39. / Perseverança • A perseverança tem servido de explicação para a capacidade dos/as empreendedores/as de trabalharem 60 horas ou mais por semana, especialmente no começo da atividade, dormir menos que o normal, raramente terem férias, fazerem mais deslocações, estarem mais tempo afastada da família, e enfrentarem todas as vicissitudes associadas e concretizar uma iniciativa empreendedora. 39
  • 41. Modelo de Negócio Pessoal (11:15-12:30) Copyright Fábrica de Startups, 2015 41
  • 42. / Modelo de Negócio Pessoal 42
  • 43. / Modelo de Negócio Pessoal • Representa a maneira como um individuo cria e entrega valor para os Clientes de forma a obter lucro. • “Is the logic by which an individual creates and delivers value to Customers in order to make profit.” 43
  • 44. / Tela do Modelo de Negócios Pessoal (Tela do Modelo de Negócio de Você) 44 Fonte: http://pt.slideshare.net/falbuquerque/workshop-reinvente-sua-carreira
  • 45. 45
  • 46. / 1º Quem você é e que recursos tem? • Recursos referem-se a quem você é : • (1) quais são os seus interesses? • (2) quais são as suas habilidades, competências e talentos? • (3) qual o tipo da sua personalidade? • E também, o que você possui: experiência, rede de contatos, recursos tangíveis e intangíveis, bem como ativos que serão úteis ao Modelo de Negócios Pessoal. 46
  • 47. / 2º O que você faz? (Atividades) • Quais as tarefas que executa? • O que sabe fazer bem? • Quais as mais importantes? • Quais as tarefas que mais gosta? • Quais as que menos gosta? 47
  • 48. / 3º Quem são as pessoa que ajuda? (clientes) • Quem são os seus clientes? • Quais são as pessoas que dependem das tarefas que desempenha na organização onde trabalha? • Com quem valida o que faz? • Quem paga pelos seus serviços? 48
  • 49. / 4º Como você contribui? (Proposta de Valor) Tendo como base os seus recursos e atividades- chave: • Qual (ou quais) o(s) benefício(s) que fornece às pessoas que ajuda, aos seus clientes? • Que trabalho o cliente contrata consigo para executar? 49
  • 50. / 5º Como você entrega o serviço? (Canais) • Como é que os potenciais clientes descobrem que pode ajudá-los? • Como decidem adquirir os seus serviços? • Como efectuam a compra dos seus serviços? • • Como entrega o que os clientes compraram? • Como vai garantir que os clientes fiquem satisfeitos? 50
  • 51. / 6º Como vocês interagem? (Relacionamento) • Como interage com os clientes? • O seu serviço é pessoal, face a face? Ou as suas relações são mais baseadas em e-mails ou outra comunicação escrita? • Os seus relacionamentos são caracterizados por transações únicas ou são serviços recorrentes? • Tem-se concentrado mais no crescimento da sua base de clientes (aquisição), ou na satisfação dos Clientes existentes (retenção)? 51
  • 52. / 7º Que recompensa financeira? (Fontes de Receitas e Benefícios) • Salário, taxas de contratantes, ações, royalties, e outros recursos monetários e financeiros. • Outros benefícios: –tangíveis ( carro, seguro de saúde, …), e –intangíveis (satisfação pessoal, tempo para se dedicar à família, e outros com interesse para si, …) 52
  • 53. / 8º Quem te ajuda? (Parcerias Principais) • Quem o apoia como profissional e ajuda a realizar seu trabalho com sucesso? – Oferecendo conselhos, motivação ou oportunidades de crescimento. – Fornecendo outros recursos necessários para realizar as tarefas, ou atividades complementares. • Podem ser colegas, mentores, familiares e amigos, entre outros. 53
  • 54. / 9º O que você contribui para a realização do seu trabalho? (Estrutura de Custos) • O seu tempo? A sua energia? O seu dinheiro? • Despesas de deslocação e alimentação; veículos, equipamentos ou vestuário especial; gastos com Internet, telefone ou despesas que surgem do trabalho em casa ou nas instalações do cliente. 54
  • 56. / Instruções • Cada participantes desenha o seu Modelo de Negócio Pessoal, utilizando uma folha de papel A4. 56
  • 57. / Tempo Disponível 30 Minutos Copyright Fábrica de Startups, 2015 57
  • 58. / Interrupção da Ligação (Colocar de Countdown de 30 Minutos) 58Copyright Fábrica de Startups, 2015
  • 59. / Apresentações Interrupção de 10 minutos para chamar aleatoriamente ao palco alguns participantes que irão partilhar com os outros o trabalho que realizaram. Copyright Fábrica de Startups 2015 59
  • 60. / Interrupção da Ligação (Colocar de Countdown de 10 Minutos) 60Copyright Fábrica de Startups 2015
  • 62. / Interrupção da Ligação (Colocar de Countdown de Minutos) 62Copyright Fábrica de Startups 2015
  • 63. / Agenda Temas Início Introdução 09:30 Características e Competências-Chave do Perfil Empreendedor 09:45 Coffee-Break 11:00 Características Pessoais 11:15 Almoço 12:30 Características Técnicas 14:00 Principais Razões de Fracasso das Startups 15:00 Coffee-Break 16:00 Modelo de Negócio do Consultor Digital 16:15 Validação do Modelo de Negócio 16:45 Próximos Passos 17:30 63
  • 65. / Características Técnicas 1. Área de Negócio e de Orientação para o Cliente; 2. Planeamento, organização e domínio das TIC; 3. Liderança e Trabalho em Equipa. 65
  • 66. / 1.Área de Negócio • Quais os principais componentes de uma área ou ideia de negócio? • Como escolher uma área ou ideia de negócio? • Onde encontrar área ou ideias com elevado potencial? 66
  • 68. / Elevator Pitch “<nome do produto/serviço> ajuda os <cliente- alvo> a resolver <problema/necessidade> através <benefícios principais> e distingue-se de <alternativas existentes> em termos de <características distintivas> ” 68
  • 69. / Critérios para Selecionar Ideias • 1) Problema Importante e Reconhecido • 2) Solução Inovadora (e.g. disruptiva) • 3) Mercado Grande (i.e. mercado global ou pelo menos internacional) • 4) Produção Escalável (i.e. custos marginais decrescentes) • 5) Facilidade de Promoção e Distribuição (e.g. coeficiente viral elevado e/ou aproveitamento da Internet) • 6) Facilidade em Financiar (e.g. Bootstraping e/ou cash-flow positivo) • 7) Altura Certa (i.e. intersecção de procura e capacidade de produção) • 8) Tendências Favoráveis (i.e. Análise PEST) • 9) Atractividade da Industria (i.e. Porter’s Five Forces) • 10) Gosto MUITO da ideia! 70
  • 70. / James Caan 71 The ideas is just 10%
  • 76. / 5.Fácil de Promover 77
  • 77. / Impacto da Internet 78
  • 81. / 9.Atractividade da Indústria 82
  • 82. / 10. Gosto MUITA da Ideia (I Love it!) 83 “Don’t start a company unless it’s an obsession and something you love” Mark Cuban
  • 83. Avaliação Nome da Ideia: ________________________ Pontos 1) Problema Importante e Reconhecido 2) Solução Inovadora (e.g. disruptiva) 3) Mercado Grande (i.e. mercado global ou pelo menos internacional) 4) Produção Escalável (i.e. custos marginais decrescentes) 5) Facilidade de Promoção e Distribuição (e.g. coeficiente viral elevado e/ou aproveitamento da Internet) 6) Facilidade de Financiar (e.g. Bootstraping e/ou cash-flow positivo) 7) Altura Certa (i.e. intersecção de procura e capacidade de produção) 8) Tendências Favoráveis (i.e. Análise PEST) 9) Atractividade da Industria (i.e. Porter’s Five Forces) 10) Gosto MUITO da Ideia (I love it!) TOTAL* Copyright Fábrica de Startups Pontos: Min=1 and Max=5. Abandonar Ideia se Total < 30 Pontos)
  • 85. 86
  • 86. Exercício (5 Minutos) • Tendo em atenção os critérios de uma boa ideia como avaliam em equipa esta ideia? Escala: Muito Baixa: 0-10, Baixa: 11-20, Média: 21-30, Boa: 31-40, Muito Boa: 41-50 Pontos 87
  • 87. / Slido.com Poll 88 Indique a pontuação total atribuída pela equipa? Copyright Fábrica de Startups 2015
  • 88. Planeamento, Organização e Domínio das TIC (15:00-15:30) Copyright Fábrica de Startups, 2015 95
  • 89. / Planeamento 96 Estratégia Análise Externa Análise Interna Missão VisãoObjectivos Mapa Estratégico Iniciativas Indicadores
  • 92. / Com Processos 99Copyright Fábrica de Startups
  • 93. “You have to build a system where ordinary people can produce extraordinary results” Micheal Geber, The E-Myth, 1985 Copyright Fábrica de Startups 100
  • 94. / Tecnologias “Software is eating the world” Marc Andreessen Fonte: http://www.wsj.com/articles/SB10001424053111903480904576512250915629460 101
  • 95. / Adoção da Tecnologia 102 Fonte: http://www.guiadastartup.com.br/wp-content/uploads/2013/10/s-curve-real-life.png
  • 96. / 3.Liderança e Trabalho em Equipa 103
  • 97. / Trabalho em Equipa (Video) 104
  • 99. Modelo de Negócio do Consultor Digital (16:15-17:00) Copyright Fábrica de Startups, 2015 106
  • 100. / Desenho do Modelo de Negócio 107
  • 101. / Exercício • Cada uma das equipas irá desenhar o Modelo de Negócios de uma empresa fornecedora de serviços de Marketing Digital, utilizando o Canvanizer. 108
  • 102. / Tempo Disponível 20 Minutos Copyright Fábrica de Startups, 2015 109
  • 103. / Interrupção da Ligação (Colocar de Countdown de 20 Minutos) 110Copyright Fábrica de Startups, 2015
  • 104. / Apresentações Interrupção de 10 minutos para chamar aleatoriamente ao palco alguns participantes que irão partilhar com os outros o trabalho que realizaram. Copyright Fábrica de Startups 2015 111
  • 105. / Interrupção da Ligação (Colocar de Countdown de 10 Minutos) 112Copyright Fábrica de Startups 2015
  • 106. Validação do Modelo de Negócio (17:00-17:45) Copyright Fábrica de Startups, 2015 113
  • 107. / Modelo de Negócio 114
  • 108. / Hipóteses do Modelo de Negócio 115
  • 109. / Definição de Hipótese • Acredito que [segmento de mercado] irá [fazer esta acção ou utilizar este solução] quando [esta experiência] tiver [este resultado]. 116
  • 110. / Formulário de Hipótese 117
  • 111. / Validar Hipóteses 1) Desenhar Modelo 2) Definir Hipóteses 3) Prioritizar Hipóteses 4) Testar Hipóteses 5) Analisar Resultados Copyright Fábrica de Startups 118
  • 112. / Testar Hipóteses 119 • Entrevistas • Sondagens • P-S-M MVP 1 • Landing Pages • Benefícios • Preço MVP 2 • Web Site/Protótipo • Testes Funcionais MVP 3
  • 115. / Exercício • Cada uma das equipas irá identificar e descrever as três hipóteses que considera mais importantes relativas ao Modelo de Negócio elaborado anteriormente. 122
  • 116. / Tempo Disponível 15 Minutos Copyright Fábrica de Startups, 2015 123
  • 117. / Interrupção da Ligação (Colocar de Countdown de 15 Minutos) 124Copyright Fábrica de Startups, 2015
  • 118. / Apresentações Interrupção de 10 minutos para chamar aleatoriamente ao palco alguns participantes que irão partilhar com os outros o trabalho que realizaram. Copyright Fábrica de Startups 2015 125
  • 119. / Interrupção da Ligação (Colocar de Countdown de 10 Minutos) 126Copyright Fábrica de Startups 2015
  • 120. Perguntas e Respostas Copyright Fábrica de Startups, 2015 127
  • 121. Fim da Sessão Copyright Fábrica de Startups, 2015 128
  • 122. Copyright Fábrica de Startups, 2015 Nome da Ideia: ________________________ Pontos 1) Problema Importante e Reconhecido 2) Solução Inovadora (e.g. disruptiva) 3) Mercado Grande (i.e. mercado global ou pelo menos internacional) 4) Produção Escalável (i.e. custos marginais decrescentes) 5) Facilidade de Promoção e Distribuição (e.g. coeficiente viral elevado e/ou aproveitamento da Internet) 6) Facilidade de Financiar (e.g. Bootstraping e/ou cash-flow positivo) 7) Altura Certa (i.e. intersecção de procura e capacidade de produção) 8) Tendências Favoráveis (i.e. Análise PEST) 9) Atractividade da Industria (i.e. Porter’s Five Forces) 10) Gosto MUITO da Ideia (I love it!) TOTAL