SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
ESPECIALISTA EM: NOVAS TECNOLOGIAS, SEGURANÇA,
FORMAÇÃO, DESENVOLVIMENTO FAMILIAR E EDUCACIONAL.
CONSULTOR EDUCACIONAL RICARDO CHAGAS
OBJETIVO:
• Baseado nos acontecimentos trágicos que entristeceram a sociedade brasileira nos
últimos anos, destacamos:
• 1. Marcelo Eduardo Bovo Pesseghini (assassinou a família de PMs na Vila Brasilândia/SP
em agosto de 2013 )
• 2. Wellington Menezes (assassinou 12 alunos na escola Tasso da Silveira/Realengo RJ
em abril de 2011).
• Torna se urgente um trabalho de conscientização nacional, identificando os riscos de
virtualização da sociedade, do uso indevido e até certo ponto criminoso de: games,
filmes, redes sociais, etc.
• É importante ressaltar, que o Brasil tem mais da metade de sua população conectada a
internet; a totalidade dos brasileiros possuem televisores em seus domicílios; temos a
assustadora marca de dois celulares por habitantes e já somos o quarto país do mundo
no ranking dos consumidores de games. Não podemos ser indiferentes aos números e
nem das consequências trágicas de uma inclusão tecnológica dramática e problemática.
JUSTIFICATIVA:
Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996.
• Art. 1o. A educação abrange os processos formativos que se desenvolvem na vida
familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos
movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais.
• Art. 2o. A educação, dever da família e do Estado, inspirada nos princípios de liberdade e
nos ideais de solidariedade humana, tem por finalidade o pleno desenvolvimento do
educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.
• Art. 12o. Os estabelecimentos de ensino, respeitadas as normas comuns e as do seu
sistema de ensino, terão a incumbência de:
• VI - articular-se com as famílias e a comunidade, criando processos de integração da
sociedade com a escola;
JUSTIFICATIVA:
Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN)
Critérios adotados para a eleição dos Temas Transversais
Muitas questões sociais poderiam ser eleitas como temas transversais para o trabalho escolar, uma vez que o que os
norteia, a construção da cidadania e a democracia, são questões que envolvem múltiplos aspectos e diferentes
dimensões da vida social. Foram então estabelecidos os seguintes critérios para defini-los e escolhê-los:
• Urgência social
Esse critério indica a preocupação de eleger como Temas Transversais questões graves, que se apresentam como
obstáculos para a concretização da plenitude da cidadania, afrontando a dignidade das pessoas e deteriorando sua
qualidade de vida.
• Abrangência nacional
Por ser um parâmetro nacional, a eleição dos temas buscou contemplar questões que, em maior ou menor medida
e mesmo de formas diversas, fossem pertinentes a todo o País. Isso não exclui a possibilidade e a necessidade de
que as redes estaduais e municipais, e mesmo as escolas, acrescentem outros temas relevantes à sua realidade.
• Possibilidade de ensino e aprendizagem no ensino fundamental Esse critério norteou a escolha de temas ao
alcance da aprendizagem nessa etapa da escolaridade. A experiência pedagógica brasileira, ainda que de modo
não uniforme, indica essa possibilidade, em especial no que se refere à Educação para a Saúde, Educação
Ambiental e Orientação Sexual, já desenvolvidas em muitas escolas.
• Favorecer a compreensão da realidade e a participação social
A finalidade última dos Temas Transversais se expressa neste critério: que os alunos possam desenvolver a
capacidade de posicionar-se diante das questões que interferem na vida coletiva, superar a indiferença, intervir de
forma responsável. Assim, os temas eleitos, em seu conjunto, devem possibilitar uma visão ampla e consistente da
realidade brasileira e sua inserção no mundo, além de desenvolver um trabalho educativo que possibilite uma
participação social dos alunos.
JUSTIFICATIVA:
Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN)
OS MATERIAIS USADOS NAS SITUAÇÕES DIDÁTICAS
• Os materiais que se usam como recurso didático expressam valores e concepções a respeito
de seu objeto. A análise crítica desse material pode representar uma oportunidade para se
desenvolverem os valores e as atitudes com os quais se pretende trabalhar.
• Discutir sobre o que veiculam jornais, revistas, livros, fotos, propaganda ou programas de TV
trará à tona suas mensagens — implícitas ou explícitas — sobre valores e papéis sociais.
• Portanto, a análise crítica dos diferentes materiais usados em situações didáticas, discutindo-
os em classe, contrapondo-os a outras possibilidades e contextualizando-os histórica, cultural
e socialmente, favorecerá evidenciar os valores que expressam, mostrando as formas como o
fazem.
• Isso é mais interessante do que simplesmente rejeitá-los quando negativos, porque favorece o
desenvolvimento da capacidade de analisá-los criticamente, de tal forma que os alunos, na
medida de suas possibilidades e cada vez mais, os compreendam, percebam sua presença na
sociedade e façam escolhas pessoais e conscientes a respeito dos valores que elegem para si.
PÚBLICO ALVO:
• Este projeto tem por finalidade; atender, orientar, formar e educar: pais,
catequistas, educadores, sacerdotes, pastores, bispos, jovens, adultos,
crianças, paróquias, templos, sinagogas, comunidades, empresas, escolas,
universidades etc. Quanto ao uso das novas ferramentas tecnológicas, na
criação de redes de segurança, disseminação da ESPERANÇA pelos novos
meios tecnológicos. Fornecer aos usuários ou assinantes, um serviço
inovador e capaz de responder aos principais anseios e preocupações da
sociedade contemporânea.
PRODUTOS DE APOIO:
• Programa de TV: caixa de ferramentas
• Guia de Segurança Virtual (Facebook): diversão é coisa séria
• Palestra presencia/ duração: 2 horas
• Evento: Educação 3.0/duração 4 horas
TEMAS TRABALHADOS EM 2015:
• Cidadania Virtual
• Despersonalização do indivíduo on line
• Dependência Tecnológica
• Rede de Segurança Familiar
• Gamificação Educacional
• Educação para sensibilidade
• Motivação para o convívio social
• Bullying Virtual, como combater?
• Herança Virtual
OPÇÕES DE CONTINUIDADES:
• Audiência Pública
• Sessão Solene
• Campanha de Conscientização da Hora de Folga
• Projeto de Lei
• Curso Extra Curricular
• Seminário
• Reforço Familiar
• Escola de Formação Continuada para Educadores e Pais
• Fórum
CURSO DE SEGURANÇA VIRTUAL:
“Para pais, que amam seus filhos e são apaixonados por tecnologia”
Desenhos, Mangás, Revistas, Animações, Filmes, Séries, Novelas,
Games, Consoles, Celular, Tablet, FPS, MMO, Club Penguin, APP,
Android, Windows Phone, IOS, PSN, XBOX LIVE, 3DS, PS Vita, WII U,
Emuladores, Internet, WI-FI, Sites, Blogs, Vlogs, Facebook, Twitter,
Instagram, YouTube, VeVo, Pedofilia, Bullying, Selfie, Etc.......
“Diversão, Prevenção e Formação, tudo num só pacote, EXPERIMENTE”
PALESTRA: “DIVERSÃO É COISA SÉRIA”
“Entenda o quanto a, Hora de Folga Orientada, pode influenciar as escolhas fundamentais na vida de
nossos filhos e alunos”
Humor, Formação, Interatividade, Atualidade e Responsabilidade, tudo num só lugar,
SURPREENDA-SE!
CRIADOR E APLICADOR DO CURSO
Consultor Educacional Ricardo Chagas;
* Palestrante Nacional sobre: Transmídias, Segurança Virtual, Segurança Familiar, uso da
Tecnologia na Educação e Comportamentos do Cidadão Contemporâneo;
*Pesquisador da Infância e Juventude;
*Escritor e colaborador da Revista Jurídica de circulação nacional CONSULEX;
*Formador de Educadores, Pais e Alunos da Rede Pública de São Paulo no Parque Hopi Hari/SP
(Projeto LED – Laboratório Educacional);
*Criador e Apresentador do Programa Caixa de Ferramentas, veiculado na TV RS21/SP;
*Formador de Jovens na Jornada Mundial da Juventude/RJ;
*Coordenou a Implantação do Departamento de Games da RS21/SP
*Fundador da Empresa Educ@rte “soluções para educação neste novo milênio”/SP;
*Criador do Programa Nacional Caixa de Ferramentas;
*Idealizador e Aplicador da Campanha Nacional de Conscientização da Hora de Folga;
*Criador e Aplicador do Plano Multimeios de Segurança, Formação e Desenvolvimento Familiar;
*Apresentou-se em Audiências Públicas na Câmara dos Deputados de Brasília;
*Acompanha mães e crianças da Associação Anjos de Realengo/RJ (fundada após o massacre na
Escola Tasso da Silveira em 2011);
COLABORAÇÃO DE CONTEÚDO:
Professor Valdemar Setzer
• Foi um dos pioneiros no ensino e pesquisa em Ciência da Computação no Brasil.
Formou-se em Engenharia Eletrônica no ITA e doutorou-se na USP, onde aposentou-se
no cargo de Prof. Titular do Departamento de Ciência da Computação do Instituto de
Matemática e Estatística da USP (IME). Foi professor nas Universidades do Texas em
Austin, USA, e de Stuttgart na Alemanha. Exerceu inúmeros cargos de direção na USP,
tendo sido o fundador do atual Centro de Computação Eletrônica (CCE) da USP e do
Centro de Ensino de Computação do IME. Tem 12 livros publicados no Brasil e no
exterior, destacando-se Meios Eletrônicos e Educação: uma visão alternativa (Ed.
Escrituras) e Bancos de Dados: aprenda o que são, melhore seus conhecimentos,
construa os seus (Ed. Edgard Blücher). Atuou como consultor em inúmeras empresas,
entre elas o SERPRO, a PRODESP e a PROMON. É o webmaster da Sociedade
Antroposófica no Brasil. Tem proferido inúmeras palestras sobre temas técnicos,
educacionais e filosóficos.
COLABORAÇÃO DE CONTEÚDO:
Ivan Roberto Capelatto
*Psicoterapeuta de crianças, adolescentes e famílias;
*Mestre em Psicologia clínica PUCCAMP;
*Supervisor e professor do GEIC Londrina-PR (grupo de estudos e pesquisas
em psicopatologias da família, da infância e da adolescência;
*Professor convidado do curso de terapia Breve Familiar do The Milton H.
Erickson Foundation Inc (Phoenix, Arizona, USA);
* Colaborador da UNESCO; apoio do jornal O Estado de São Paulo.
COLABORAÇÃO DE CONTEÚDO:
Professor Pierluigi Piazzi
O prof. Pier é formado em química industrial e física, foi professor da escola
politécnica da USP, dentre outras universidades e de importantes cursinhos,
possuindo 50 anos de magistério. Escreveu diversos livros sobre física,
computação, física médica, música e neuro-pedagogia. Tem viajado por mais de
10 anos pelo Brasil visitando centenas de escolas para ministrar palestras para
alunos, pais, professores e coordenadores. Desde 1980, o prof. Pier é membro
da Mensa, organização internacional reconhecida na América do Norte e na
Europa
COLABORAÇÃO DE CONTEÚDO:
Dr. Guido Arturo Palomba
Especializou-se em psiquiatria forense com título reconhecido pela Associação Médica
Brasileira, Associação Brasileira de Psiquiatria e Sociedade Brasileira de Medicina Legal. Foi
médico e médico-chefe do Manicômio Judiciário de São Paulo (1975-1985) e é perito
habilitado nos Tribunais Judiciários de São Paulo desde 1975 até o presente.
Dentre os cargos e funções que exerceu salientam-se: diretor cultural da Associação Paulista
de Medicina (APM, 1991-1995 e 1999-2014); cofundador do Museu de História da Medicina
da APM; presidente do Departamento de Psiquiatria Forense da APM (2005-2006); membro
emérito da Academia de Medicina de São Paulo [ingressou em 1992; foi secretário adjunto
(1997-1998); secretário geral (1999-2000); presidente eleito (2001-2002); presidente (2003-
2004); vice-presidente (2005-2006); o presidente (2007-2008); comissão de patrimônio (2009-
2010 e 2011-2012)]; 4 vice- presidente da Federação Brasileira de Academias de Medicina
(2005-2008);
APOIO DIDÁTICO METODOLÓGICO:
CONTATO:
http://www.kawek.com.br/consultorricardochagas
Google/Facebook/Twitter/YouTube:
Consultor Educacional Ricardo Chagas
Fone: (91) 99322-2521
Email: ricardo_pai@yahoo.com.br
*todos os itens apresentados nesta proposta, estão devidamente: patenteados, registrados e legalizados.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Benefícios e malefícios da internet
Benefícios e malefícios da internetBenefícios e malefícios da internet
Benefícios e malefícios da internetVera Oliveira
 
VIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO
VIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃOVIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO
VIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃOjaquemiranda
 
Carta de agradecimento: Obrigada às famílias barraconenses e cerqueirenses pe...
Carta de agradecimento: Obrigada às famílias barraconenses e cerqueirenses pe...Carta de agradecimento: Obrigada às famílias barraconenses e cerqueirenses pe...
Carta de agradecimento: Obrigada às famílias barraconenses e cerqueirenses pe...Portal Tri Noticias
 
Power point apresentação bullying e ciberbullying 03-04-2013-1
Power point apresentação bullying e ciberbullying   03-04-2013-1Power point apresentação bullying e ciberbullying   03-04-2013-1
Power point apresentação bullying e ciberbullying 03-04-2013-1heliane
 
Educacao A Distancia
Educacao A DistanciaEducacao A Distancia
Educacao A DistanciaAna Claudia
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaMichele Pó
 
Metodos contraceptivos barreira
Metodos contraceptivos barreiraMetodos contraceptivos barreira
Metodos contraceptivos barreiragracindabento
 
Gravidez na adolescência aula
Gravidez na adolescência   aulaGravidez na adolescência   aula
Gravidez na adolescência aulachirlei ferreira
 
Cenários virtuais de aprendizagem
Cenários virtuais de aprendizagemCenários virtuais de aprendizagem
Cenários virtuais de aprendizagemDenise Oliveira
 
Atividades permanentes para ed. infantil
Atividades permanentes para ed. infantilAtividades permanentes para ed. infantil
Atividades permanentes para ed. infantilorientacoesdidaticas
 
Metodos contracetivos e_dst
Metodos contracetivos e_dstMetodos contracetivos e_dst
Metodos contracetivos e_dstPelo Siro
 
Portfólio do Projeto Bullying
Portfólio do Projeto Bullying  Portfólio do Projeto Bullying
Portfólio do Projeto Bullying vanuza-leite
 
Gravidez Na AdolescêNcia
Gravidez Na AdolescêNciaGravidez Na AdolescêNcia
Gravidez Na AdolescêNciaMarlui Oliveira
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivosPaulo Gomes
 
O currículo high
O currículo highO currículo high
O currículo highHeles Souza
 
Michael Moore e a teoria da distância transaccional
Michael Moore e a teoria da distância transaccionalMichael Moore e a teoria da distância transaccional
Michael Moore e a teoria da distância transaccionalJoão Pinto
 

Mais procurados (20)

Gravidez Na Adolescencia
Gravidez Na AdolescenciaGravidez Na Adolescencia
Gravidez Na Adolescencia
 
Benefícios e malefícios da internet
Benefícios e malefícios da internetBenefícios e malefícios da internet
Benefícios e malefícios da internet
 
VIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO
VIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃOVIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO
VIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO
 
Magda soares letrar_alfabetizar
Magda soares letrar_alfabetizarMagda soares letrar_alfabetizar
Magda soares letrar_alfabetizar
 
Carta de agradecimento: Obrigada às famílias barraconenses e cerqueirenses pe...
Carta de agradecimento: Obrigada às famílias barraconenses e cerqueirenses pe...Carta de agradecimento: Obrigada às famílias barraconenses e cerqueirenses pe...
Carta de agradecimento: Obrigada às famílias barraconenses e cerqueirenses pe...
 
Power point apresentação bullying e ciberbullying 03-04-2013-1
Power point apresentação bullying e ciberbullying   03-04-2013-1Power point apresentação bullying e ciberbullying   03-04-2013-1
Power point apresentação bullying e ciberbullying 03-04-2013-1
 
Educacao A Distancia
Educacao A DistanciaEducacao A Distancia
Educacao A Distancia
 
História dos Direitos Humanos
História dos Direitos HumanosHistória dos Direitos Humanos
História dos Direitos Humanos
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
 
Metodos contraceptivos barreira
Metodos contraceptivos barreiraMetodos contraceptivos barreira
Metodos contraceptivos barreira
 
Trabalho Colaborativo
Trabalho ColaborativoTrabalho Colaborativo
Trabalho Colaborativo
 
Gravidez na adolescência aula
Gravidez na adolescência   aulaGravidez na adolescência   aula
Gravidez na adolescência aula
 
Cenários virtuais de aprendizagem
Cenários virtuais de aprendizagemCenários virtuais de aprendizagem
Cenários virtuais de aprendizagem
 
Atividades permanentes para ed. infantil
Atividades permanentes para ed. infantilAtividades permanentes para ed. infantil
Atividades permanentes para ed. infantil
 
Metodos contracetivos e_dst
Metodos contracetivos e_dstMetodos contracetivos e_dst
Metodos contracetivos e_dst
 
Portfólio do Projeto Bullying
Portfólio do Projeto Bullying  Portfólio do Projeto Bullying
Portfólio do Projeto Bullying
 
Gravidez Na AdolescêNcia
Gravidez Na AdolescêNciaGravidez Na AdolescêNcia
Gravidez Na AdolescêNcia
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
O currículo high
O currículo highO currículo high
O currículo high
 
Michael Moore e a teoria da distância transaccional
Michael Moore e a teoria da distância transaccionalMichael Moore e a teoria da distância transaccional
Michael Moore e a teoria da distância transaccional
 

Destaque

Descritores- Explicando Competências e Habilidades
Descritores- Explicando Competências e HabilidadesDescritores- Explicando Competências e Habilidades
Descritores- Explicando Competências e HabilidadesMarina Alessandra
 
10 novas competências para ensinar philippe perrenoud
10 novas competências para ensinar   philippe perrenoud10 novas competências para ensinar   philippe perrenoud
10 novas competências para ensinar philippe perrenoudStarosky Consultoria de RH
 
LINGUA PORTUGUESA- DESCRITORES
LINGUA PORTUGUESA- DESCRITORESLINGUA PORTUGUESA- DESCRITORES
LINGUA PORTUGUESA- DESCRITORESPEDAGOGIADILA
 
Slides matrizes de competências e habilidades 1
Slides matrizes de competências e habilidades 1Slides matrizes de competências e habilidades 1
Slides matrizes de competências e habilidades 1Dianaricardo28
 
Habilidades e Competências
Habilidades e CompetênciasHabilidades e Competências
Habilidades e CompetênciasAlexandre Lopes
 
Matriz de referência – língua portuguesa
Matriz de referência – língua portuguesaMatriz de referência – língua portuguesa
Matriz de referência – língua portuguesaweleslima
 
DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2
DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2
DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2Eunice Mendes de Oliveira
 
Corrigido planejando as visitas às salas de aula -
Corrigido planejando as visitas às salas de aula -Corrigido planejando as visitas às salas de aula -
Corrigido planejando as visitas às salas de aula -Eunice Mendes de Oliveira
 
Atividade 3 5_eunice slides a formiga e a neve c
Atividade 3 5_eunice slides a formiga e  a neve   cAtividade 3 5_eunice slides a formiga e  a neve   c
Atividade 3 5_eunice slides a formiga e a neve cEunice Mendes de Oliveira
 
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2miesbella
 
Pnaic unidade 3 sea - sistema de escrita alfabetica 1º encontro
Pnaic unidade 3   sea - sistema de escrita alfabetica  1º encontroPnaic unidade 3   sea - sistema de escrita alfabetica  1º encontro
Pnaic unidade 3 sea - sistema de escrita alfabetica 1º encontrotlfleite
 

Destaque (20)

Matriz de referência língua inglesa
Matriz de referência   língua inglesaMatriz de referência   língua inglesa
Matriz de referência língua inglesa
 
Descritores- Explicando Competências e Habilidades
Descritores- Explicando Competências e HabilidadesDescritores- Explicando Competências e Habilidades
Descritores- Explicando Competências e Habilidades
 
10 novas competências para ensinar philippe perrenoud
10 novas competências para ensinar   philippe perrenoud10 novas competências para ensinar   philippe perrenoud
10 novas competências para ensinar philippe perrenoud
 
LINGUA PORTUGUESA- DESCRITORES
LINGUA PORTUGUESA- DESCRITORESLINGUA PORTUGUESA- DESCRITORES
LINGUA PORTUGUESA- DESCRITORES
 
Slides matrizes de competências e habilidades 1
Slides matrizes de competências e habilidades 1Slides matrizes de competências e habilidades 1
Slides matrizes de competências e habilidades 1
 
Habilidades e Competências
Habilidades e CompetênciasHabilidades e Competências
Habilidades e Competências
 
Matriz de referência – língua portuguesa
Matriz de referência – língua portuguesaMatriz de referência – língua portuguesa
Matriz de referência – língua portuguesa
 
Apresentação flexibilização curricular
Apresentação flexibilização curricularApresentação flexibilização curricular
Apresentação flexibilização curricular
 
Falarcomdeu sco
Falarcomdeu scoFalarcomdeu sco
Falarcomdeu sco
 
DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2
DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2
DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2
 
Corrigido planejando as visitas às salas de aula -
Corrigido planejando as visitas às salas de aula -Corrigido planejando as visitas às salas de aula -
Corrigido planejando as visitas às salas de aula -
 
Atividade 3 5_eunice slides a formiga e a neve c
Atividade 3 5_eunice slides a formiga e  a neve   cAtividade 3 5_eunice slides a formiga e  a neve   c
Atividade 3 5_eunice slides a formiga e a neve c
 
Eunice
EuniceEunice
Eunice
 
1 power~1
1 power~11 power~1
1 power~1
 
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
 
Pacto nacional unidade 3 ano 1
Pacto nacional unidade 3 ano 1Pacto nacional unidade 3 ano 1
Pacto nacional unidade 3 ano 1
 
Mensagem dia dos pais
Mensagem dia dos paisMensagem dia dos pais
Mensagem dia dos pais
 
A arte de contar histórias
A arte de contar históriasA arte de contar histórias
A arte de contar histórias
 
Pnaic unidade 3 sea - sistema de escrita alfabetica 1º encontro
Pnaic unidade 3   sea - sistema de escrita alfabetica  1º encontroPnaic unidade 3   sea - sistema de escrita alfabetica  1º encontro
Pnaic unidade 3 sea - sistema de escrita alfabetica 1º encontro
 
Letra uber
Letra uberLetra uber
Letra uber
 

Semelhante a Especialista em tecnologia e segurança familiar

Aula jornal na escola
Aula   jornal na escolaAula   jornal na escola
Aula jornal na escolahendryo
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Geny Carvalho
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Rona2525
 
45rj 03 is-apresentacao-grupo-a
45rj 03 is-apresentacao-grupo-a45rj 03 is-apresentacao-grupo-a
45rj 03 is-apresentacao-grupo-aanaluciakiv
 
Mídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTAS
Mídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTASMídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTAS
Mídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTASJoão de Deus Dias Neto
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Socialandreatlc
 
Plano de Ação Intel 10
Plano de Ação Intel 10Plano de Ação Intel 10
Plano de Ação Intel 10Lúcia Peres
 
Educação e Cibercultura
Educação e CiberculturaEducação e Cibercultura
Educação e CiberculturaLisandre Orti
 
Caderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22.pdf
Caderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22.pdfCaderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22.pdf
Caderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22.pdfjuventudetotal
 
Didatica ad1 Ana Paula Pontes
Didatica ad1 Ana Paula PontesDidatica ad1 Ana Paula Pontes
Didatica ad1 Ana Paula PontesAna Pontes
 
Metodologia de projecto individual
Metodologia de projecto individualMetodologia de projecto individual
Metodologia de projecto individualjsoeiro
 
Aula Magna de Design de Experiências de Aprendizagem Acontece na Univali
Aula Magna de Design de Experiências de Aprendizagem Acontece na UnivaliAula Magna de Design de Experiências de Aprendizagem Acontece na Univali
Aula Magna de Design de Experiências de Aprendizagem Acontece na UnivaliUFPE
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Wagner Menegare
 
Caderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22 (2).pdf
Caderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22 (2).pdfCaderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22 (2).pdf
Caderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22 (2).pdfvinicius tadeu almeida
 

Semelhante a Especialista em tecnologia e segurança familiar (20)

Aula jornal na escola
Aula   jornal na escolaAula   jornal na escola
Aula jornal na escola
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08
 
Aprendendo com projetos
Aprendendo com projetosAprendendo com projetos
Aprendendo com projetos
 
45rj 03 is-apresentacao-grupo-a
45rj 03 is-apresentacao-grupo-a45rj 03 is-apresentacao-grupo-a
45rj 03 is-apresentacao-grupo-a
 
EJA- Inclusão Digital
EJA- Inclusão DigitalEJA- Inclusão Digital
EJA- Inclusão Digital
 
Mídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTAS
Mídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTASMídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTAS
Mídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTAS
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
 
Plano de Ação Intel 10
Plano de Ação Intel 10Plano de Ação Intel 10
Plano de Ação Intel 10
 
Cultura digital
Cultura digitalCultura digital
Cultura digital
 
Participantes
Participantes Participantes
Participantes
 
Educação e Cibercultura
Educação e CiberculturaEducação e Cibercultura
Educação e Cibercultura
 
Nepre 2012
Nepre 2012Nepre 2012
Nepre 2012
 
Educação na cibercultura
Educação na ciberculturaEducação na cibercultura
Educação na cibercultura
 
Caderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22.pdf
Caderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22.pdfCaderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22.pdf
Caderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22.pdf
 
Didatica ad1 Ana Paula Pontes
Didatica ad1 Ana Paula PontesDidatica ad1 Ana Paula Pontes
Didatica ad1 Ana Paula Pontes
 
Metodologia de projecto individual
Metodologia de projecto individualMetodologia de projecto individual
Metodologia de projecto individual
 
Aula Magna de Design de Experiências de Aprendizagem Acontece na Univali
Aula Magna de Design de Experiências de Aprendizagem Acontece na UnivaliAula Magna de Design de Experiências de Aprendizagem Acontece na Univali
Aula Magna de Design de Experiências de Aprendizagem Acontece na Univali
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08
 
Caderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22 (2).pdf
Caderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22 (2).pdfCaderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22 (2).pdf
Caderno_Eletiva_Cidadania_Digital_DAP22 (2).pdf
 

Último

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 

Último (20)

Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 

Especialista em tecnologia e segurança familiar

  • 1. ESPECIALISTA EM: NOVAS TECNOLOGIAS, SEGURANÇA, FORMAÇÃO, DESENVOLVIMENTO FAMILIAR E EDUCACIONAL. CONSULTOR EDUCACIONAL RICARDO CHAGAS
  • 2. OBJETIVO: • Baseado nos acontecimentos trágicos que entristeceram a sociedade brasileira nos últimos anos, destacamos: • 1. Marcelo Eduardo Bovo Pesseghini (assassinou a família de PMs na Vila Brasilândia/SP em agosto de 2013 ) • 2. Wellington Menezes (assassinou 12 alunos na escola Tasso da Silveira/Realengo RJ em abril de 2011). • Torna se urgente um trabalho de conscientização nacional, identificando os riscos de virtualização da sociedade, do uso indevido e até certo ponto criminoso de: games, filmes, redes sociais, etc. • É importante ressaltar, que o Brasil tem mais da metade de sua população conectada a internet; a totalidade dos brasileiros possuem televisores em seus domicílios; temos a assustadora marca de dois celulares por habitantes e já somos o quarto país do mundo no ranking dos consumidores de games. Não podemos ser indiferentes aos números e nem das consequências trágicas de uma inclusão tecnológica dramática e problemática.
  • 3. JUSTIFICATIVA: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. • Art. 1o. A educação abrange os processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais. • Art. 2o. A educação, dever da família e do Estado, inspirada nos princípios de liberdade e nos ideais de solidariedade humana, tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. • Art. 12o. Os estabelecimentos de ensino, respeitadas as normas comuns e as do seu sistema de ensino, terão a incumbência de: • VI - articular-se com as famílias e a comunidade, criando processos de integração da sociedade com a escola;
  • 4. JUSTIFICATIVA: Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) Critérios adotados para a eleição dos Temas Transversais Muitas questões sociais poderiam ser eleitas como temas transversais para o trabalho escolar, uma vez que o que os norteia, a construção da cidadania e a democracia, são questões que envolvem múltiplos aspectos e diferentes dimensões da vida social. Foram então estabelecidos os seguintes critérios para defini-los e escolhê-los: • Urgência social Esse critério indica a preocupação de eleger como Temas Transversais questões graves, que se apresentam como obstáculos para a concretização da plenitude da cidadania, afrontando a dignidade das pessoas e deteriorando sua qualidade de vida. • Abrangência nacional Por ser um parâmetro nacional, a eleição dos temas buscou contemplar questões que, em maior ou menor medida e mesmo de formas diversas, fossem pertinentes a todo o País. Isso não exclui a possibilidade e a necessidade de que as redes estaduais e municipais, e mesmo as escolas, acrescentem outros temas relevantes à sua realidade. • Possibilidade de ensino e aprendizagem no ensino fundamental Esse critério norteou a escolha de temas ao alcance da aprendizagem nessa etapa da escolaridade. A experiência pedagógica brasileira, ainda que de modo não uniforme, indica essa possibilidade, em especial no que se refere à Educação para a Saúde, Educação Ambiental e Orientação Sexual, já desenvolvidas em muitas escolas. • Favorecer a compreensão da realidade e a participação social A finalidade última dos Temas Transversais se expressa neste critério: que os alunos possam desenvolver a capacidade de posicionar-se diante das questões que interferem na vida coletiva, superar a indiferença, intervir de forma responsável. Assim, os temas eleitos, em seu conjunto, devem possibilitar uma visão ampla e consistente da realidade brasileira e sua inserção no mundo, além de desenvolver um trabalho educativo que possibilite uma participação social dos alunos.
  • 5. JUSTIFICATIVA: Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) OS MATERIAIS USADOS NAS SITUAÇÕES DIDÁTICAS • Os materiais que se usam como recurso didático expressam valores e concepções a respeito de seu objeto. A análise crítica desse material pode representar uma oportunidade para se desenvolverem os valores e as atitudes com os quais se pretende trabalhar. • Discutir sobre o que veiculam jornais, revistas, livros, fotos, propaganda ou programas de TV trará à tona suas mensagens — implícitas ou explícitas — sobre valores e papéis sociais. • Portanto, a análise crítica dos diferentes materiais usados em situações didáticas, discutindo- os em classe, contrapondo-os a outras possibilidades e contextualizando-os histórica, cultural e socialmente, favorecerá evidenciar os valores que expressam, mostrando as formas como o fazem. • Isso é mais interessante do que simplesmente rejeitá-los quando negativos, porque favorece o desenvolvimento da capacidade de analisá-los criticamente, de tal forma que os alunos, na medida de suas possibilidades e cada vez mais, os compreendam, percebam sua presença na sociedade e façam escolhas pessoais e conscientes a respeito dos valores que elegem para si.
  • 6. PÚBLICO ALVO: • Este projeto tem por finalidade; atender, orientar, formar e educar: pais, catequistas, educadores, sacerdotes, pastores, bispos, jovens, adultos, crianças, paróquias, templos, sinagogas, comunidades, empresas, escolas, universidades etc. Quanto ao uso das novas ferramentas tecnológicas, na criação de redes de segurança, disseminação da ESPERANÇA pelos novos meios tecnológicos. Fornecer aos usuários ou assinantes, um serviço inovador e capaz de responder aos principais anseios e preocupações da sociedade contemporânea.
  • 7. PRODUTOS DE APOIO: • Programa de TV: caixa de ferramentas • Guia de Segurança Virtual (Facebook): diversão é coisa séria • Palestra presencia/ duração: 2 horas • Evento: Educação 3.0/duração 4 horas
  • 8. TEMAS TRABALHADOS EM 2015: • Cidadania Virtual • Despersonalização do indivíduo on line • Dependência Tecnológica • Rede de Segurança Familiar • Gamificação Educacional • Educação para sensibilidade • Motivação para o convívio social • Bullying Virtual, como combater? • Herança Virtual
  • 9. OPÇÕES DE CONTINUIDADES: • Audiência Pública • Sessão Solene • Campanha de Conscientização da Hora de Folga • Projeto de Lei • Curso Extra Curricular • Seminário • Reforço Familiar • Escola de Formação Continuada para Educadores e Pais • Fórum
  • 10. CURSO DE SEGURANÇA VIRTUAL: “Para pais, que amam seus filhos e são apaixonados por tecnologia” Desenhos, Mangás, Revistas, Animações, Filmes, Séries, Novelas, Games, Consoles, Celular, Tablet, FPS, MMO, Club Penguin, APP, Android, Windows Phone, IOS, PSN, XBOX LIVE, 3DS, PS Vita, WII U, Emuladores, Internet, WI-FI, Sites, Blogs, Vlogs, Facebook, Twitter, Instagram, YouTube, VeVo, Pedofilia, Bullying, Selfie, Etc....... “Diversão, Prevenção e Formação, tudo num só pacote, EXPERIMENTE”
  • 11. PALESTRA: “DIVERSÃO É COISA SÉRIA” “Entenda o quanto a, Hora de Folga Orientada, pode influenciar as escolhas fundamentais na vida de nossos filhos e alunos” Humor, Formação, Interatividade, Atualidade e Responsabilidade, tudo num só lugar, SURPREENDA-SE!
  • 12. CRIADOR E APLICADOR DO CURSO Consultor Educacional Ricardo Chagas; * Palestrante Nacional sobre: Transmídias, Segurança Virtual, Segurança Familiar, uso da Tecnologia na Educação e Comportamentos do Cidadão Contemporâneo; *Pesquisador da Infância e Juventude; *Escritor e colaborador da Revista Jurídica de circulação nacional CONSULEX; *Formador de Educadores, Pais e Alunos da Rede Pública de São Paulo no Parque Hopi Hari/SP (Projeto LED – Laboratório Educacional); *Criador e Apresentador do Programa Caixa de Ferramentas, veiculado na TV RS21/SP; *Formador de Jovens na Jornada Mundial da Juventude/RJ; *Coordenou a Implantação do Departamento de Games da RS21/SP *Fundador da Empresa Educ@rte “soluções para educação neste novo milênio”/SP; *Criador do Programa Nacional Caixa de Ferramentas; *Idealizador e Aplicador da Campanha Nacional de Conscientização da Hora de Folga; *Criador e Aplicador do Plano Multimeios de Segurança, Formação e Desenvolvimento Familiar; *Apresentou-se em Audiências Públicas na Câmara dos Deputados de Brasília; *Acompanha mães e crianças da Associação Anjos de Realengo/RJ (fundada após o massacre na Escola Tasso da Silveira em 2011);
  • 13. COLABORAÇÃO DE CONTEÚDO: Professor Valdemar Setzer • Foi um dos pioneiros no ensino e pesquisa em Ciência da Computação no Brasil. Formou-se em Engenharia Eletrônica no ITA e doutorou-se na USP, onde aposentou-se no cargo de Prof. Titular do Departamento de Ciência da Computação do Instituto de Matemática e Estatística da USP (IME). Foi professor nas Universidades do Texas em Austin, USA, e de Stuttgart na Alemanha. Exerceu inúmeros cargos de direção na USP, tendo sido o fundador do atual Centro de Computação Eletrônica (CCE) da USP e do Centro de Ensino de Computação do IME. Tem 12 livros publicados no Brasil e no exterior, destacando-se Meios Eletrônicos e Educação: uma visão alternativa (Ed. Escrituras) e Bancos de Dados: aprenda o que são, melhore seus conhecimentos, construa os seus (Ed. Edgard Blücher). Atuou como consultor em inúmeras empresas, entre elas o SERPRO, a PRODESP e a PROMON. É o webmaster da Sociedade Antroposófica no Brasil. Tem proferido inúmeras palestras sobre temas técnicos, educacionais e filosóficos.
  • 14. COLABORAÇÃO DE CONTEÚDO: Ivan Roberto Capelatto *Psicoterapeuta de crianças, adolescentes e famílias; *Mestre em Psicologia clínica PUCCAMP; *Supervisor e professor do GEIC Londrina-PR (grupo de estudos e pesquisas em psicopatologias da família, da infância e da adolescência; *Professor convidado do curso de terapia Breve Familiar do The Milton H. Erickson Foundation Inc (Phoenix, Arizona, USA); * Colaborador da UNESCO; apoio do jornal O Estado de São Paulo.
  • 15. COLABORAÇÃO DE CONTEÚDO: Professor Pierluigi Piazzi O prof. Pier é formado em química industrial e física, foi professor da escola politécnica da USP, dentre outras universidades e de importantes cursinhos, possuindo 50 anos de magistério. Escreveu diversos livros sobre física, computação, física médica, música e neuro-pedagogia. Tem viajado por mais de 10 anos pelo Brasil visitando centenas de escolas para ministrar palestras para alunos, pais, professores e coordenadores. Desde 1980, o prof. Pier é membro da Mensa, organização internacional reconhecida na América do Norte e na Europa
  • 16. COLABORAÇÃO DE CONTEÚDO: Dr. Guido Arturo Palomba Especializou-se em psiquiatria forense com título reconhecido pela Associação Médica Brasileira, Associação Brasileira de Psiquiatria e Sociedade Brasileira de Medicina Legal. Foi médico e médico-chefe do Manicômio Judiciário de São Paulo (1975-1985) e é perito habilitado nos Tribunais Judiciários de São Paulo desde 1975 até o presente. Dentre os cargos e funções que exerceu salientam-se: diretor cultural da Associação Paulista de Medicina (APM, 1991-1995 e 1999-2014); cofundador do Museu de História da Medicina da APM; presidente do Departamento de Psiquiatria Forense da APM (2005-2006); membro emérito da Academia de Medicina de São Paulo [ingressou em 1992; foi secretário adjunto (1997-1998); secretário geral (1999-2000); presidente eleito (2001-2002); presidente (2003- 2004); vice-presidente (2005-2006); o presidente (2007-2008); comissão de patrimônio (2009- 2010 e 2011-2012)]; 4 vice- presidente da Federação Brasileira de Academias de Medicina (2005-2008);
  • 18. CONTATO: http://www.kawek.com.br/consultorricardochagas Google/Facebook/Twitter/YouTube: Consultor Educacional Ricardo Chagas Fone: (91) 99322-2521 Email: ricardo_pai@yahoo.com.br *todos os itens apresentados nesta proposta, estão devidamente: patenteados, registrados e legalizados.