Recursos Educacionais Abertos em 
bibliotecas universitárias brasileiras: 
explorando ações e tendências 
Profa. Dra. Soni...
Pesquisa 
• Trata da relevância da preservação digital no âmbito 
das bibliotecas em Universidades Federais Brasileiras, 
...
Foco 
• Conhecer o estado atual de 
atividades realizadas e as 
tendências das bibliotecas 
universitárias no âmbito da 
“...
Metodologia 
• Pesquisa exploratória e de cunho investigativo. 
• Levantamento de dados sobre RD nos websites da 
amostra ...
Resultados e discussão 
• Maioria dos RD indicou atividades iniciadas nos 
últimos 3 anos, bem como a experiência dos 
bib...
Diretrizes que fundamentam a política 
de acesso aberto 
• 35% comunicação cientifica; 
• 17% conteúdos temáticos e 
custó...
Aspectos incluídos na Política de 
Acesso Aberto 
A maioria indicou ainda não possui políticas 
definidas. 
Aquelas contem...
Tipos de repositórios 
• Encontram-se em fase de “planejamento e/ou 
elaboração” os repositórios: 
▫ temático, educacional...
Software 
• Indicado como software para alimentação do 
repositório: o Dspace, que também foi apontado pela 
maioria das I...
Alimentação do repositório 
• 20% - “o próprio autor” procede nas etapas de criação e tratamento de objetos 
digitais; 
• ...
Remixagem dos conteúdos 
• Em REA, destacam-se: 
▫ interação entre discentes e docentes, 
▫ conteúdo e seus pares, 
▫ dado...
Avaliação dos REA 
• São utilizadas as formas: 
▫ peer review; 
▫ avaliação individual e 
▫ avaliação externa. 
• Aspectos...
Desenvolvimento dos REA 
• Fatores indicados para desenvolvimento dos REA, 
destacam-se: 
▫ ampla difusão do tema, 
▫ divu...
Considerações finais 
• Observou-se que os dados apontaram um “alto nível de não 
compreensão” tanto das iniciativas de RE...
Referências 
ARIMOTO, Mauricio M.; BARBOSA, Ellen F. (2012) - Um 
conjunto preliminar de práticas para o desenvolvimento á...
Agradecemos pela atenção ! 
Contatos: 
sonia.cruzriascos@gmail.com 
lauravil@gmail.com 
weronicabiblio@gmail.com 
Pesquisa...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Recursos educacionais abertos em bibliotecas universitárias brasileiras: explorando ações e tendências

390 visualizações

Publicada em

Recursos educacionais abertos em bibliotecas universitárias brasileiras: explorando ações e tendências - Sonia Cruz-Riascos, Laura Rezende, Werônica Cordeiro

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
390
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Recursos educacionais abertos em bibliotecas universitárias brasileiras: explorando ações e tendências

  1. 1. Recursos Educacionais Abertos em bibliotecas universitárias brasileiras: explorando ações e tendências Profa. Dra. Sonia Cruz-Riascos UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO – PDJ/CNPq Profa. Dra. Laura Vilela Rodrigues Rezende UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS - FAPEG Bibliotecária Especialista Werônica Yamacyra Cordeiro UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS
  2. 2. Pesquisa • Trata da relevância da preservação digital no âmbito das bibliotecas em Universidades Federais Brasileiras, particularmente sobre a implantação de repositórios direcionados para os objetos digitais. 2
  3. 3. Foco • Conhecer o estado atual de atividades realizadas e as tendências das bibliotecas universitárias no âmbito da “preservação digital” e da “disponibilização de REA” (recursos educacionais abertos). 3
  4. 4. Metodologia • Pesquisa exploratória e de cunho investigativo. • Levantamento de dados sobre RD nos websites da amostra que contemplou bibliotecas de universidades públicas federais brasileiras – foco: REA. • De 63 universidades, 49 indicam possuir algum tipo de repositório institucional. Em segundo momento, encaminhou-se questionário eletrônico para as bibliotecas, e foi obtido o retorno de trinta e oito por cento (38%). 4
  5. 5. Resultados e discussão • Maioria dos RD indicou atividades iniciadas nos últimos 3 anos, bem como a experiência dos bibliotecários com esse trabalho. Mas, a atuação com REA ocorre há menos de 1 ano. 5
  6. 6. Diretrizes que fundamentam a política de acesso aberto • 35% comunicação cientifica; • 17% conteúdos temáticos e custódia; • 11% curadoria digital; • 17% com relação aos recursos de aprendizagem, o item “não tem importância” para suas políticas; • 20% informaram que essa questão não se aplica a realidade. 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Política de Acesso Aberto Muito Importante Importante Sem importancia Não se aplica 6
  7. 7. Aspectos incluídos na Política de Acesso Aberto A maioria indicou ainda não possui políticas definidas. Aquelas contempladas apresentam: • 35% políticas específicas para conteúdo, submissão/depósito e acesso a informação; • 29% preservação digital, comunidades, coleções e gerenciamento; • 17% marketing; • 11% avaliação; • Justificou-se não haver uma política de acesso aberto pelo fato da existência de uma política institucional de informação sem indicação ainda para o tema do repositório. Aspectos incluidos na Política de Acesso Aberto 18 16 14 12 10 8 6 4 2 0 7 Sim Não
  8. 8. Tipos de repositórios • Encontram-se em fase de “planejamento e/ou elaboração” os repositórios: ▫ temático, educacional, de objetos de aprendizagem e web de objetos de aprendizagem. • Na fase de “teste”: ▫ RD, temático e educacional aberto; • Para “lançamento”: ▫ RD e repositório de REA. 8
  9. 9. Software • Indicado como software para alimentação do repositório: o Dspace, que também foi apontado pela maioria das Instituições como aquele utilizado para a alimentação do diretório; • Seguido do OpenDoar. 9
  10. 10. Alimentação do repositório • 20% - “o próprio autor” procede nas etapas de criação e tratamento de objetos digitais; • 22% - os “bibliotecários” respondem pela criação, tratamento e arquivamento; • 7% - os “tecnólogos de informática” operam na criação e arquivamento; • 7% - os “técnicos administrativos”, bem como “estagiários de biblioteconomia” atuam com criação, tratmento e arquivamento; • 42% - os demais preferiram não opinar sobre essa questão. 10
  11. 11. Remixagem dos conteúdos • Em REA, destacam-se: ▫ interação entre discentes e docentes, ▫ conteúdo e seus pares, ▫ dados estatísticos, ▫ informações e publicações externas. • Tópicos não contemplados: ▫ objetos de aprendizagem, ▫ conteúdos educacionais, ▫ videoconferências, ▫ Fóruns; ▫ discussões eletrônicas, ▫ conhecimentos sobre o aprendizado e sobre as atividades, ▫ recursos e atividades educacionais, ▫ planejamento e processo educacional. 11
  12. 12. Avaliação dos REA • São utilizadas as formas: ▫ peer review; ▫ avaliação individual e ▫ avaliação externa. • Aspectos considerados para as avaliações: ▫ didático-pedagógicos que incluem “a precisão” e “a relevância do conteúdo”, além dos: ▫ aspectos técnicos, e ▫ aspectos legais. 12
  13. 13. Desenvolvimento dos REA • Fatores indicados para desenvolvimento dos REA, destacam-se: ▫ ampla difusão do tema, ▫ divulgação de conceitos e benefícios, ▫ instituição de uma rede de colaboração nacional entre as universidades, ▫ consolidação de políticas de divulgação das produções científicas institucionais e de políticas que favoreçam o acesso aberto no país, ▫ projetos com fomento governamental que incentivem planejamento, criação, desenvolvimento e avaliação de REA, ▫ mudança conceitual e prática de EaD e de REA no país. 13
  14. 14. Considerações finais • Observou-se que os dados apontaram um “alto nível de não compreensão” tanto das iniciativas de REA quanto no que se refere às atividades de uma biblioteca no que versa sobre os recursos ofertados por este tipo de iniciativa, portanto há necessidade de empreender esforços para “o planejamento” e “a implantação de repositórios” no âmbito dos objetos digitais relacionados à produção acadêmica das instituições públicas de ensino superior no país. 14
  15. 15. Referências ARIMOTO, Mauricio M.; BARBOSA, Ellen F. (2012) - Um conjunto preliminar de práticas para o desenvolvimento ágil de Recursos Educacionais Abertos : Anais dos Workshops do Congresso Brasileiro de Informática na Educação. Rio de Janeiro : Rio de Janeiro, 2012. [Consult. 17 jan. 2014]. Disponível na internet: <URL: http://www.br-ie. org/pub/index.php/wcbie/article/view/1888/1782>. THE WILLIAM AND FLORA HEWLETT FOUNDADION. (2002) - Strategic plan: education program. Nov. 2002. [Consult. 21 abr. 2014]. Disponível na internet: <URL: http://www.hewlett.org/programs/education/open-educational- resources>. 15
  16. 16. Agradecemos pela atenção ! Contatos: sonia.cruzriascos@gmail.com lauravil@gmail.com weronicabiblio@gmail.com Pesquisa apoiada pelas Instituições/Órgãos Brasileiros: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (FAPEG); Universidade Federal de Pernambuco; Universidade Federal de Goiás.

×