O Pesquisador Brasileiro, o Acesso Aberto e a CAPES: uma análise durkheimiana

311 visualizações

Publicada em

O Pesquisador Brasileiro, o Acesso Aberto e a CAPES: uma análise durkheimiana - Viviane Veiga, Andre Neto, Cicera Silva

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
311
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Pesquisador Brasileiro, o Acesso Aberto e a CAPES: uma análise durkheimiana

  1. 1. O PESQUISADOR BRASILEIRO, O ACESSO ABERTO E A CAPES: UMA ANALISE DURKHEIMIANA Viviane Veiga André Pereira Neto Cícera da Silva • Fomento à pesquisa no Brasil • Agencia brasileira CAPES • O pesquisador-professor brasileiro • O acesso aberto • Fato Social de Durkheim
  2. 2. INTRODUÇÃO Pesquisa científica e tecnológica no Brasil Setor público Saúde Pública Educação Meio ambiente (SCHWARTZMAN, 2002)
  3. 3. INTRODUÇÃO recursos humanos salários dos servidores O Setor Público salas bibliotecas computadores Energia elétrica
  4. 4. INTRODUÇÃO recursos humanos salários dos servidores agências de fomento recurso extra O Setor Público salas bibliotecas computadores Energia elétrica
  5. 5. OBJETIVO Durkheim Pesquisador Saúde Acesso CAPES Aberto Durkheim
  6. 6. Émile Durkheim FATO SOCIAL 1858-1917
  7. 7. “a vida está no todo e não nas partes” (DURKHEIM, 1974, p. 62) FATO SOCIAL construto humano, um modo de pensar e agir que se impõe ao homem, exterior a ele e que exerce sobre ele certa coerção
  8. 8. COMPORTAMENTO DE PUBLICAÇÃO Movimento de acesso aberto Periódico de acesso restrito Periódico de acesso aberto Não autoriza versão no RI Autoriza versão no RI Periódico de acesso hibrido Acesso aberto mediante pagamento
  9. 9. COMPORTAMENTO DE PUBLICAÇÃO Movimento de acesso aberto Periódico de acesso restrito Periódico de acesso aberto Não autoriza versão no RI Autoriza versão no RI Periódico de acesso hibrido Acesso aberto mediante pagamento
  10. 10. Credenciamento e avaliação dos Cursos de Pós-graduação Fator de impacto “Acumula maior capital científico quem publicar em títulos de periódicos melhor classificados nos estratos Qualis da CAPES.” (CARVALHO, 2013, p. 192) SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA CAPES O número de artigos disponibilizados em acesso aberto pelos periódicos aumentou de 4% em 2004 para 12% em 2011. SPINAK, 2013
  11. 11. Credenciamento e avaliação dos Cursos de Pós-graduação Fator de impacto “Acumula maior capital científico quem publicar em títulos de periódicos melhor classificados nos estratos Qualis da CAPES.” (CARVALHO, 2013, p. 192) SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA CAPES O número de artigos disponibilizados em acesso aberto pelos periódicos aumentou de 4% em 2004 para 12% em 2011. SPINAK, 2013
  12. 12. SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA CAPES Atender aos critérios impostos pela CAPES aderir ao movimento de Acesso aberto super produtividade preferência na publicação em periódicos de Qualis A1 acesso aberto com um custo alto para o pesquisador ou instituição.
  13. 13. DURKHEIM Imposição do fato social não significa que o indivíduo esteja impotente diante das regras
  14. 14. DURKHEIM comportamento inovador e mudanças nas instituições “vários indivíduos tenham, pelo menos, combinado a sua ação e que desta combinação se tenha desprendido um produto novo”. novo “FATO SOCIAL” DURKHEIM, 1974, p. 62
  15. 15. NOVO FATO SOCIAL “As transformações ocorridas no processo de comunicação da ciência nas últimas décadas revelam meios alternativos e novos modos de produção, evidenciando a ruptura do modelo tradicional e a emergência de um novo paradigma - o Open Access” (AUTRAN 2014, p. 135)
  16. 16. CONCLUSAO Prática social imposta pela CAPES pós-graduação Acesso Aberto
  17. 17. CONCLUSÃO FAPESP passa a exigir que os projetos subvencionados por esta agência publiquem em acesso livre. Pode mudar o cenário nacional?
  18. 18. CONCLUSÃO CAPES Precisa reformular dos critérios de avaliação dos cursos de pós-graduação Precisa se alinhar ao movimento de acesso aberto com política mandatória para projetos financiados, como já fez para teses e dissertações
  19. 19. CONCLUSÃO PESQUISADORES saúde Precisam se unir com a sociedade para promover o novo fato social – o acesso aberto à informação científica em saúde
  20. 20. OBRIGADA Viviane Veiga viviane.veiga@icict.fiocruz.br Coordenadora do Repositório Institucional da Fiocruz Doutoranda em Informação e Comunicação Cientifica e Tecnológica em Saúde Cícera da Silva cicera.silva@globo.com Professora do PPGICS-Fiocruz André Pereira Neto andrepereiraneto@gmail.com Coordenador do Laboratório Internet e Saúde - Fiocrz Professor do PPGICS-Fiocruz

×