USO DE PERIÓDICOS ELETRÔNICOS NAS
INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR E DE
PESQUISA EM MOÇAMBIQUE
Ranito Zambo Waete
Maria Apa...
SUMÁRIO
QUESTÕES DE PESQUISA

OBJETIVO DA PESQUISA
METODOLOGIA DE PESQUISA
RESULTADOS

CONCLUSÕES
RECOMENDAÇÕES
QUESTÕES DE PESQUISA
Qual é a percepção sobre o acesso e uso dos
periódicos eletrônicos por professores e
pesquisadores de...
OBJETIVO

Analisar o grau de aceitação e
utilização dos Portais de Periódicos
do INASP, HINARI, AGORA e CAPES
por professo...
METODOLOGIA DE PESQUISA
PESQUISA QUALITATIVA
Vinculou-se a necessidade de se apresentar estratégias que possibilitassem o
...
INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS

QUESTIONÁRIO
Com questões abertas e fechadas, foi utilizado para obtenção de
dados qualita...
POPULAÇÃO E AMOSTRA
• O estudo foi realizado em Moçambique e envolveu a
aplicação de questionário a professores e
pesquisa...
Tabela 1 - Questionários Distribuídos

Instituição
CFJJ
ICOR
IIP
ISRI
IIAM
UEM
UNILÚRIO
UP
UPM
USTM
Total

Questionários
D...
ANÁLISE DE DADOS

• Os dados foram agrupados por semelhança
de conteúdo em quatro categorias:

o Perfil do usuário (Bloco ...
RESULTADOS
BLOCO A
Perfil sócio-demográfico dos respondentes
(Questões 1 a 6)
• Variáveis:
o Sexo;
o Faixa Etária;
o Categ...
RESULTADOS
• SEXO: A amostra constitui-se de 53.3% de respondentes do
sexo masculino e 46.7% do sexo feminino;

• INSTITUI...
RESULTADOS
BLOCO B
Interação com meio eletrônico (Questões 7 a 10)
• Variáveis:
o Políticas públicas de acesso e uso de TI...
RESULTADOS
• Barreiras de acesso as TICs:
o Barreiras socioculturais: resistências às mudanças;
o Barreiras econômicas: eq...
RESULTADOS
BLOCO C
Uso de Periódicos Eletrônicos
(Questões 11 a 19)
• Variáveis:
o Utilização ou não de PEs em IESP;
o Uso...
RESULTADOS
• Cerca de 72% dos respondentes utilizam os PEs nas suas atividades
de ensino e pesquisa. Relativamente às razõ...
RESULTADOS
BLOCO D
Uso dos Portais de INASP, HINARI, AGORA e CAPES
(Questões 20 a 27)

• Variáveis:
o Conhecimento dos Por...
RESULTADOS
• 72.9% dos usuários acessavam os Portais, contra
27.1% que nunca usou os Portais;
• O alto índice de usuários-...
RESULTADOS
• Barreiras tecnológicas:
o Problemas na utilização e configuração da rede;
o Tempo de expiração de determinado...
CONCLUSÕES
• Tanto os professores, quanto os pesquisadores de IESP
em Moçambique utilizam de forma rotineira os PEs em
sua...
CONCLUSÕES
• Ainda há muitos professores e pesquisadores sobretudo, nas categorias de “Professor Catedrático”,
“Professor ...
CONCLUSÕES
• Quanto ao grau de satisfação em relação ao uso dos Portais, os
usuários-alvos estão satisfeitos, apesar de ap...
RECOMENDAÇÕES
•

Recomenda-se a realização de:
o Estudos verticais para cada instituição de ensino superior ou de
pesquisa...
TATENDA!!!
OBRIGADO!!!

VI CONFERÊNCIA LUSO-AFROBRASILEIRA SOBRE ACESSO ABERTO
MAPUTO, 2015???
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Uso de periódicos eletrônicos nas instituições do ensino superior e de pesquisa em Moçambique

452 visualizações

Publicada em

Comunicação apresentada à CONFOA 2013 (Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil, de 06 a 08 de outubro de 2013) em Comunicações IV - Revistas e Editoras de Acesso Aberto - Ranito Zambo Waete, Maria Aparecida Moura, Manoel Valente Mangue

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
452
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Uso de periódicos eletrônicos nas instituições do ensino superior e de pesquisa em Moçambique

  1. 1. USO DE PERIÓDICOS ELETRÔNICOS NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR E DE PESQUISA EM MOÇAMBIQUE Ranito Zambo Waete Maria Aparecida Moura Manuel Valente Mangue USP - São Paulo, 6-9 de Outubro de 2013
  2. 2. SUMÁRIO QUESTÕES DE PESQUISA OBJETIVO DA PESQUISA METODOLOGIA DE PESQUISA RESULTADOS CONCLUSÕES RECOMENDAÇÕES
  3. 3. QUESTÕES DE PESQUISA Qual é a percepção sobre o acesso e uso dos periódicos eletrônicos por professores e pesquisadores de IESP em Moçambique? e; Quais fatores que intervêm no grau de adesão dos periódicos eletrônicos por professores e pesquisadores de IESP em Moçambique? Isso implica a análise da infraestrutura físicotecnológica, bem como identificar as perceções e necessidades dos usuários.
  4. 4. OBJETIVO Analisar o grau de aceitação e utilização dos Portais de Periódicos do INASP, HINARI, AGORA e CAPES por professores e pesquisadores de IESP em Moçambique
  5. 5. METODOLOGIA DE PESQUISA PESQUISA QUALITATIVA Vinculou-se a necessidade de se apresentar estratégias que possibilitassem o incremento do nível de conhecimento e de satisfação das necessidades dos usuários-alvo em relação aos serviços disponibilizados pelos Portais de Periódicos INASP, HINARI, AGORA e CAPES PESQUISA EXPLORATÓRIA-DESCRITIVA Procurou-se explorar e descrever o perfil do grupo-alvo em relação a sexo, faixa etária, categoria profissional, área de conhecimento e instituição de vinculação PESQUISA DOCUMENTAL Apreciação de documentos oficiais (decretos, leis, etc.) e técnicos (relatórios, documentos normativos, programas institucionais e governamentais, etc.) coletados junto aos órgãos do Governo de Moçambique, voltados para políticas públicas de acesso à informação
  6. 6. INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS QUESTIONÁRIO Com questões abertas e fechadas, foi utilizado para obtenção de dados qualitativos ENTREVISTAS SEMI-ESTRUTURADAS Aos bibliotecários de referência de três IESP, que lidam diretamente com a gestão dos Portais de Periódicos e responsáveis pela divulgação dos Portais e treinamento dos usuários-alvo Um estudo piloto, com cerca de sete respondentes, gerou os dados necessários para o refinamento do instrumento de levantamento de dados.
  7. 7. POPULAÇÃO E AMOSTRA • O estudo foi realizado em Moçambique e envolveu a aplicação de questionário a professores e pesquisadores (Tabela 1) oriundos de 20 IESP registradas para o acesso aos Portais de Periódicos INASP, HINARI, AGORA e CAPES; • Os professores e pesquisadores que não fazem uso dos Portais de Periódicos, foram excluídos da amostra, apesar de estarem inclusos nas 20 IESP inscritas nos Portais.
  8. 8. Tabela 1 - Questionários Distribuídos Instituição CFJJ ICOR IIP ISRI IIAM UEM UNILÚRIO UP UPM USTM Total Questionários Distribuídos Questionários Respondidos Questionários não Respondidos 15 10 5 3 7 7 3 11 4 9 6 32 3 6 4 17 3 7 8 5 5 107 (69%) 48 (31%) 10 10 15 15 35 10 20 15 10 155
  9. 9. ANÁLISE DE DADOS • Os dados foram agrupados por semelhança de conteúdo em quatro categorias: o Perfil do usuário (Bloco A): o Interação com meio eletrônico (Bloco B): o Uso de periódicos eletrônicos (Bloco C): o Uso dos Portais de Periódicos de INASP, HINARI, AGORA e CAPES (Bloco D).
  10. 10. RESULTADOS BLOCO A Perfil sócio-demográfico dos respondentes (Questões 1 a 6) • Variáveis: o Sexo; o Faixa Etária; o Categoria profissional; o Área de conhecimento e; o Instituição (IESP).
  11. 11. RESULTADOS • SEXO: A amostra constitui-se de 53.3% de respondentes do sexo masculino e 46.7% do sexo feminino; • INSTITUIÇÃO: A UEM apresenta o maior nº de respondentes (29.9%) – maior e mais antiga Universidade em Moçambique, possui o maior nº professores (1.557) em todas IESP...; • ÁREA DO CONHECIMENTO: Não houve nenhum respondente da área de Artes, por ser uma área de pesquisa relativamente nova no país. Maior nº de respondentes foi das CHS (22.4%); • CATEGORIA PROFISSIONAL: Os maiores valores percentuais se encontram ao nível do Assistente Estagiário (31.8%) e Assistente de Pesquisa (10.3%); • FAIXA ETÁRIA: uma grande incidência de respondentes é de 31 a 40 anos.
  12. 12. RESULTADOS BLOCO B Interação com meio eletrônico (Questões 7 a 10) • Variáveis: o Políticas públicas de acesso e uso de TICs; o Acesso e uso das TICs por professores e pesquisadores de IESP; o Frequência de utilização das TICs para ensino e pesquisa; o Recursos eletrônicos mais acessados para fins de ensino e pesquisa.
  13. 13. RESULTADOS • Barreiras de acesso as TICs: o Barreiras socioculturais: resistências às mudanças; o Barreiras econômicas: equipamentos para acesso e armazenamento dos dados; o Barreiras tecnológicas: velocidade de redes, dificuldade de comunicação de dados, etc. • Fatores que afetam o uso das TICs, não só em IESP, como também em toda a sociedade moçambicana: o Elevados custos de serviços das TICs; o Conectividade e a comunicação de dados extremamente lenta; o Oscilação e quedas constantes de energia elétrica; o Fraca penetração da rede telefônica; o Acentuado nível de analfabetismo, entre outros.
  14. 14. RESULTADOS BLOCO C Uso de Periódicos Eletrônicos (Questões 11 a 19) • Variáveis: o Utilização ou não de PEs em IESP; o Uso de outras fontes digitais; o Preferência de formato; o Vantagens e desvantagens.
  15. 15. RESULTADOS • Cerca de 72% dos respondentes utilizam os PEs nas suas atividades de ensino e pesquisa. Relativamente às razões que levam 28% a não utilizar estes periódicos, concluímos que a grande maioria ainda desconhece estes recursos; • São os PROFESSORES que mais usam os PEs (72.1%), em oposição àqueles que menos usam, PESQUISADORES (27.9%); • IDADE: professores e pesquisadores mais velhos apresentam menor preferência pelo formato eletrônico. Razões: questões de natureza tecnológica e de desconfiança por parte das gerações mais velhas; • PREFERÊNCIA DO FORMATO: 48.6% dos respondentes indicou preferir utilizar ambos formatos (eletrônico e impresso); • FAIXA ETÁRIA: 31-40 anos (15.9%) preferem o formato eletrônico. 51-56 anos e +60 anos, esse percentual cai para 1.9%, com preferência a indicar para o formato impresso (respectivamente para 5.6% e 3.7%).
  16. 16. RESULTADOS BLOCO D Uso dos Portais de INASP, HINARI, AGORA e CAPES (Questões 20 a 27) • Variáveis: o Conhecimento dos Portais; o Utilização dos Portais; o Dificuldade de utilização dos Portais: barreiras; o Frequência de utilização dos Portais; o Grau de satisfação no uso dos Portais.
  17. 17. RESULTADOS • 72.9% dos usuários acessavam os Portais, contra 27.1% que nunca usou os Portais; • O alto índice de usuários-alvos que desconhecem os Portais, apesar de menor, preocupa tendo em conta os investimentos gastos nas assinaturas junto as editoras de periódicos, pois demonstra a necessidade de maior divulgação dos Portais nas IESP no país; • DESVANTAGENS AO USO DOS PORTAIS: Dificuldades de acesso ao texto integral relacionado quer com problemas de ordem técnica quer com pedidos de senhas e IP de acesso, acesso aos números antigos, entre outros.
  18. 18. RESULTADOS • Barreiras tecnológicas: o Problemas na utilização e configuração da rede; o Tempo de expiração de determinados recursos; o Baixa velocidade de resposta; o Problemas de acesso a Internet e as bases de dados; o Dificuldades em acessar os Portais fora do ambiente da instituição; o Problemas técnicos ou operacionais de conexão a rede e; o Pouca disponibilidade de salas ou laboratórios com Internet; • Barreiras idiomáticas: Grande parte dos PEs está disponível em inglês; • O acesso e uso dos Portais de Periódicos, até então verificado, deve-se ao esforço da Direção dos Serviços de Documentação, da UEM em divulgar estes recursos entre as IESP em Moçambique.
  19. 19. CONCLUSÕES • Tanto os professores, quanto os pesquisadores de IESP em Moçambique utilizam de forma rotineira os PEs em suas atividades de ensino e pesquisa; • Quando comparamos a preferência apenas entre o formato impresso e o eletrônico verificamos que, há uma evidente preferência pelo formato eletrônico, mas a minoria dos respondentes referiu preferir ambos os formatos; • A cultura impressa ainda está fortemente enraizada nas práticas de pesquisa e de acesso ao conhecimento. A tendência é para o aumento da circulação e utilização do formato eletrônico em detrimento do impresso;
  20. 20. CONCLUSÕES • Ainda há muitos professores e pesquisadores sobretudo, nas categorias de “Professor Catedrático”, “Professor Associado” e “Pesquisador Principal” - , que apesar da experiência acadêmica e tempo de exercício da profissão, desconhecem a existência dos PEs e dos Portais de Periódicos; • A maior dificuldade de utilização dos Portais de Periódicos não é a tecnologia em si, mas o conhecimento desses recursos e de como utilizá-los. o Motivos: divulgação e treinamento e Internet (conectividade e a comunicação de dados é extremamente lenta, oscilação e quedas constantes).
  21. 21. CONCLUSÕES • Quanto ao grau de satisfação em relação ao uso dos Portais, os usuários-alvos estão satisfeitos, apesar de apontar as barreiras idiomáticas como um grande entrave; • Bibliotecários de referência de IESP: questões como idioma, bloqueio de acesso a alguns artigos, cancelamento de periódicos, pagamento tardio das assinaturas, acesso permanente e a transferência de títulos entre editores constituem uma das grandes preocupações destes profissionais; • PORTANTO, em Moçambique, os PEs e Portais de Periódicos, ainda têm muito a serem explorados; • Acredita-se que a pesquisa cumpriu seu objetivo no que se refere ao mapeamento proporcionado, possibilitando a identificação de novas demandas de estudo com base nos dados sistematizados.
  22. 22. RECOMENDAÇÕES • Recomenda-se a realização de: o Estudos verticais para cada instituição de ensino superior ou de pesquisa e para cada grupo de usuários (alunos, professores ou pesquisadores); o Estudos específicos dedicados a cada Portal, particularmente para os Portais de INASP e CAPES. Para tanto, recomenda-se estudos qualitativos com os usuários; o Estudos por área de conhecimento ou agrupando-as por semelhança e aproximação para identificar as áreas e subáreas que ainda não estão sendo atendidas pelos atuais Portais; o Estudos sobre a capacitação de recursos humanos. Pode se utilizar o SNE através da formação de professores, equipando as escolas e adaptando os curriculas. Formar um novo perfil do profissional técnico polivalente com foco nas TICs. Investir na capacitação massiva para a utilização das tecnologias digitais, incluindo no uso de software livre.
  23. 23. TATENDA!!! OBRIGADO!!! VI CONFERÊNCIA LUSO-AFROBRASILEIRA SOBRE ACESSO ABERTO MAPUTO, 2015???

×