SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 46
O APARELHO
REPRODUTOR FEMININO
E MASCULINO
1
Funções
OProduzir os ovócitos
OReceber os gametas masculinos
OAbrigar o novo ser
OProdução de Hormônios
2
Órgãos do aparelho reprodutor
feminino
O2 ovários, 2 tubas uterinas,
útero, vagina e vulva e clitóris
3
4
Ovários
OOs ovários são duas glândulas
situadas no interior da cavidade
abdominal. Elas produzem os
ovócitos, que são os gametas
femininos.
OFinal do desenvolvimento embrionário
- Os ovócitos primários são
encontrados dentro dos folículos
ovarianos.
OAdolescência - os folículos ovarianos
começam a crescer e a desenvolver-
5
O Mensalmente, apenas um folículo
geralmente completa o
desenvolvimento e a maturação a
partir da divisão do ovócito secundário,
rompendo-se e liberando o um
*ovócito .
O O processo de liberação do Ovócito
chama-se ovulação, ocorre geralmente
a cada 28 dias no meio do ciclo
menstrual.
6
7
Menstruação: descamação do endométrio
8
OOvulação – Cicatriz fibrosa.
9
OOs ovários também produzem os
hormônios sexuais: estrógeno e
progesterona (glândulas).
OEstrógeno: Responsável pelas
características femininas das
mulheres.
OProgesterona: Ciclo menstrual e
gravidez.
10
Tubas Uterinas
(Trompas De Falópio)
ODois tubos finos e longos, medem
cerca de 7 a 14 cm
OComunicam os ovários ao útero
(fimbria).
ONas tubas pode ocorrer a
fecundação.
OOs ovócito não possui movimento.
Para deslocar-se, os ovócitos contam
com a ajuda das tubas 11
12
O Ovócito cercado pelas células
foliculares.
Útero
13
OSituado na cavidade pélvica
anteriormente à bexiga e
posteriormente ao reto.
ORevestido interiormente pelo
endométrio. (menstruação)
OFormato de uma pera invertida.
OMede aproximadamente 7,5cm de
comprimento e 5 cm de largura.
ONo Útero ocorre um fenômeno
chamado Nidação.
14
Vagina
15
O Canal de 8 a 10 cm de comprimento, de
paredes elásticas, que liga o colo do útero
aos genitais externos.
O . Contém porém internamente duas
glândulas.
O A entrada da vagina é protegida por uma
membrana circular - o hímen (podendo ter
formas diversas).
16
OLocal onde o pênis deposita os
espermatozoides na relação
sexual. Além de possibilitar a
penetração do pênis, possibilita
a expulsão da menstruação e,
na hora do parto, a saída do
bebê.
17
18
Vulva e Clitóris
OParte externa das genitálias femininas,
formada pelo clitóris, pequenos e grandes
lábios.
OA genitália externa é delimitada e
protegida por duas pregas intensamente
irrigadas e inervadas - os grandes lábios.
OMais internamente, encontra-se outra
prega - os pequenos lábios - que
protegem a abertura da uretra e da
vagina.
19
20
OClitóris: Órgão externo e
pequeno.
OÉ formado de tecidos eréteis que
se enchem de sangue quando a
mulher está sexualmente
excitada.
21
22
O Aparelho reprodutor
Masculino
O aparelho reprodutor masculino é
formado por:
∂ Testículos;
∂ Epidídimos;
∂ Canais deferentes(ductos);
∂ Vesículas seminais;
∂ Próstata;
∂ Pênis. 23
OOs órgãos do sistema
reprodutor masculino
produzem os gametas por meio
da gametogênese e são
anatomicamente moldados
para inserir estes gametas no
sistema reprodutor feminino
para que haja fecundação e
continuidade da espécie.
24
25
TESTÍCULOS : produtores de
espermatozoides
O Duas glândulas de forma oval , situadas no escroto ou
saco escrotal;
O Canais seminíferos – ocorre a produção de
espermatozoides;
O A produção de espermatozoides é contínua;
O O homem produz cerca de 15 trilhões de
espermatozoides;
O Cerca de 300 a 400 milhões de espermatozoides são
liberados a cada ejaculação.
O Produção do hormônio sexual masculino –
testosterona. 26
PARTES DO
ESPERMATOZOIDE
OFormado de três partes:
O Cabeça;
O Colo;
O Cauda ou flagelo.
Os espermatozoides movimentam-
se no líquido do esperma ou sêmen
; vibram o flagelo com grande
rapidez.
27
28
EPIDÍDIMOS : onde os
espermatozoides completam o seu
amadurecimento
OOs canais seminíferos
convergem os
espermatozoides até os
epidídimos;
ODepósito temporário dos
espermatozoides – uma a três
semanas. 29
CANAIS DEFERENTES :
condução dos espermatozoides
OCada epidídimo está ligado a um
canal fino e longo denominado
canal deferente;
OCaminho por onde os
espermatozóides passam pelas
glândulas anexas,misturando-se
com as suas secreções.
30
VESÍCULAS SEMINAIS : facilitando a
viagem dos espermatozoides
OSão posteriormente
encaminhados às vesículas
seminais;
OLíquido nutritivo;
OMobilidade. 31
PRÓSTATA : produção do
líquido prostático
OLocalizada próxima ao reto;
OLíquido prostático;
OAspecto leitoso ao líquido;
ONeutraliza a acidez de resto de
urina na uretra e da vagina.
32
PÊNIS : canal para a ejaculação
O Formado pelas seguintes partes: glande,
prepúcio, corpo cavernoso, corpo esponjoso
e bulbo.
O Glande – extremidade do pênis;
O Prepúcio – pele que reveste o pênis;
O Corpo cavernoso – possui espaço
esponjoso que se enche de sangue
causando a ereção;
O Corpo esponjoso;
O bulbo – região alargada do corpo
esponjoso na base do pênis. 33
34
OAtravés do pênis(uretra – tubo
procedente da bexiga que passa
pelo interior do pênis) que o sêmen
é expelido;
OA urina também é expelida.
35
OO conjunto formado pelos
espermatozoides mais os líquidos
produzidos pelo epidídimo , pelas
vesículas seminais , pelas glândulas
bulbouretrais e pela próstata recebe o
nome de esperma ou sêmen;
OCada centímetro cúbico de esperma
contém cerca de 100 milhões de
espermatozoides.
36
Higiene dos Órgãos Genitais
OÉ muito importante manter a
higiene dos órgãos, exatamente
por serem sensíveis e pela
grande facilidade de infecções.
OO órgão feminino corre mais
riscos, pelo fato da uretra ser
mais curta que a do homem e
também pela genitália ser interna.
37
HIGIENE FEMININA
OO órgão feminino tem a defesa
natural que chamamos de flora
vaginal.
OLactobacilos.
ODesequilíbrio do PH vaginal.
OInfecções, corrimento e
coceiras. 38
OSabonetes neutros.
OLavar muito bem a vulva durante
o banho, fazendo uma limpeza
com os dedos entre os grandes e
pequenos lábios.
ONa hora de urinar e evacuar deve
se ter cuidado na hora da
limpeza.
OEvitar o uso de cremes,
fragrâncias e talcos.
39
OÉ importante o uso de
preservativos e higienização após
o ato sexual.
OÉ bom urinar após ato sexual.
ODormir sem calcinha ajuda na
higiene também.
OMesmo depois de tudo isso, se
não resolver, procure o
ginecologista. 40
HIGIENE MASCULINA
OA higienização dos órgãos genitais
externos masculinos é simples.
OAcúmulo de resíduos e secreções.
OSabonete Neutro.
ONo banho, sempre associado a
retração do prepúcio (pele que cobre
o pênis).
ONão é necessário o uso de sabonetes
líquidos íntimos.
41
ONão é recomendado a retirada
total dos pelos pubianos.
OApós a higiene, os órgãos
genitais devem ser secados
com rigor.
OUso de preservativos e
higienização após o ato sexual.
42
Dificuldades que impedem o
casal de engravidar
O Homens: O calor local, a
varicocele e o tratamento de
câncer prejudicam na
fertilização.
OMulheres: Idade e a ovulação
irregular são os maiores vilões.
43
HOMENS
ONo homem, o calor pode
prejudicar a qualidade dos
espermatozoides.
OA varicocele, uma doença
exclusivamente masculina, é um
dos fatores mais comuns que
causam a infertilidade.
OO Câncer não causa infertilidade,
mas seu tratamento sim. 44
MULHERES
OMulheres com ciclos irregulares
têm ovulação irregular o que
interfere no período fértil.
OA idade é um fator
determinante para muitas
mulheres na hora de ter filhos.
45
PROFESSORAS: Bianca Nascimento
Cibele Almeida
Claudiane Aparecida
Conceição Áquila
46

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aparelho reprodutor feminino
Aparelho   reprodutor femininoAparelho   reprodutor feminino
Aparelho reprodutor femininowelkley
 
Aparelho reprodutor feminino e masculino
Aparelho reprodutor feminino e masculinoAparelho reprodutor feminino e masculino
Aparelho reprodutor feminino e masculinoNeuza Carvalho
 
Aula 10 sistema reprodutor feminino
Aula 10  sistema reprodutor femininoAula 10  sistema reprodutor feminino
Aula 10 sistema reprodutor femininoAna Conceição
 
Sistema Reprodutor
Sistema ReprodutorSistema Reprodutor
Sistema Reprodutorguest1eea69
 
Sistema reprodutor masculino
Sistema reprodutor masculinoSistema reprodutor masculino
Sistema reprodutor masculinoElsa RITA
 
02 - Aparelho Reprodutor Feminino Tc 0809
02 - Aparelho Reprodutor Feminino Tc 080902 - Aparelho Reprodutor Feminino Tc 0809
02 - Aparelho Reprodutor Feminino Tc 0809Teresa Monteiro
 
Aula 12 sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologia
Aula 12   sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologiaAula 12   sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologia
Aula 12 sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologiaHamilton Nobrega
 
Sistema reprodutor feminino slides
Sistema reprodutor feminino slidesSistema reprodutor feminino slides
Sistema reprodutor feminino slidesGrazi Grazi
 
Sistema reprodutor - Anatomia humana
Sistema reprodutor - Anatomia humanaSistema reprodutor - Anatomia humana
Sistema reprodutor - Anatomia humanaMarília Gomes
 
Sistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor femininoSistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor femininojssicagabriela
 
Sistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor femininoSistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor femininoDaniela Silveira
 
Sistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor FemininoSistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor FemininoGabriel Resende
 
Bases MorfolóGicas E FisiolóGicas Da ReproduçãO
Bases MorfolóGicas E FisiolóGicas Da ReproduçãOBases MorfolóGicas E FisiolóGicas Da ReproduçãO
Bases MorfolóGicas E FisiolóGicas Da ReproduçãOfernando2112
 
Sistema reprodutor masculino
Sistema reprodutor masculinoSistema reprodutor masculino
Sistema reprodutor masculinoTiciane Garcia
 
Sistema reprodutor masculino e feminino-2ºCiclo
Sistema reprodutor masculino e feminino-2ºCicloSistema reprodutor masculino e feminino-2ºCiclo
Sistema reprodutor masculino e feminino-2ºCicloSandra Soeiro
 
Aula 9 sistema reprodutor masculino
Aula 9  sistema reprodutor masculinoAula 9  sistema reprodutor masculino
Aula 9 sistema reprodutor masculinoAna Conceição
 

Mais procurados (20)

Aparelho reprodutor feminino
Aparelho   reprodutor femininoAparelho   reprodutor feminino
Aparelho reprodutor feminino
 
Aparelho reprodutor feminino e masculino
Aparelho reprodutor feminino e masculinoAparelho reprodutor feminino e masculino
Aparelho reprodutor feminino e masculino
 
Aula 10 sistema reprodutor feminino
Aula 10  sistema reprodutor femininoAula 10  sistema reprodutor feminino
Aula 10 sistema reprodutor feminino
 
Sistema reprodutor humano
Sistema reprodutor humanoSistema reprodutor humano
Sistema reprodutor humano
 
O Sistema Reprodutor
O Sistema ReprodutorO Sistema Reprodutor
O Sistema Reprodutor
 
Sistema Reprodutor
Sistema ReprodutorSistema Reprodutor
Sistema Reprodutor
 
Sistema reprodutor masculino
Sistema reprodutor masculinoSistema reprodutor masculino
Sistema reprodutor masculino
 
02 - Aparelho Reprodutor Feminino Tc 0809
02 - Aparelho Reprodutor Feminino Tc 080902 - Aparelho Reprodutor Feminino Tc 0809
02 - Aparelho Reprodutor Feminino Tc 0809
 
Aula 12 sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologia
Aula 12   sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologiaAula 12   sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologia
Aula 12 sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologia
 
Sistema reprodutor feminino slides
Sistema reprodutor feminino slidesSistema reprodutor feminino slides
Sistema reprodutor feminino slides
 
Sistema Reprodutor
Sistema ReprodutorSistema Reprodutor
Sistema Reprodutor
 
Sistema reprodutor - Anatomia humana
Sistema reprodutor - Anatomia humanaSistema reprodutor - Anatomia humana
Sistema reprodutor - Anatomia humana
 
Sistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor femininoSistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor feminino
 
Sistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor femininoSistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor feminino
 
Sistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor FemininoSistema Reprodutor Feminino
Sistema Reprodutor Feminino
 
Bases MorfolóGicas E FisiolóGicas Da ReproduçãO
Bases MorfolóGicas E FisiolóGicas Da ReproduçãOBases MorfolóGicas E FisiolóGicas Da ReproduçãO
Bases MorfolóGicas E FisiolóGicas Da ReproduçãO
 
Sistema reprodutor masculino
Sistema reprodutor masculinoSistema reprodutor masculino
Sistema reprodutor masculino
 
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
 
Sistema reprodutor masculino e feminino-2ºCiclo
Sistema reprodutor masculino e feminino-2ºCicloSistema reprodutor masculino e feminino-2ºCiclo
Sistema reprodutor masculino e feminino-2ºCiclo
 
Aula 9 sistema reprodutor masculino
Aula 9  sistema reprodutor masculinoAula 9  sistema reprodutor masculino
Aula 9 sistema reprodutor masculino
 

Destaque

Educação Sexual para Crianças
Educação Sexual para CriançasEducação Sexual para Crianças
Educação Sexual para CriançasMichele Pó
 
8 ano sistema reprodutor masculino e feminino
8 ano sistema reprodutor masculino e feminino8 ano sistema reprodutor masculino e feminino
8 ano sistema reprodutor masculino e femininocrisbassanimedeiros
 
Aparelho Reprodutor Masculino e Feminino
Aparelho Reprodutor Masculino e FemininoAparelho Reprodutor Masculino e Feminino
Aparelho Reprodutor Masculino e FemininoMariana Dziekanski
 
Sistema excretor prof Ivanise Meyer
Sistema excretor prof Ivanise MeyerSistema excretor prof Ivanise Meyer
Sistema excretor prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
4localização material genético
4localização material genético4localização material genético
4localização material genéticoTânia Reis
 
Higiene Mental
Higiene MentalHigiene Mental
Higiene Mentalhypefun
 
Apres Abordagens Sexualidade
Apres Abordagens SexualidadeApres Abordagens Sexualidade
Apres Abordagens SexualidadeAlbano Novaes
 
Doenças renais power point 2015
Doenças renais power point 2015Doenças renais power point 2015
Doenças renais power point 2015belmiro decimo
 
Sistema nervoso e endócrino aprof.
Sistema nervoso e endócrino aprof.Sistema nervoso e endócrino aprof.
Sistema nervoso e endócrino aprof.letyap
 
Sistema endocrino
Sistema endocrinoSistema endocrino
Sistema endocrinoSST0215
 
Meiosis gamet
Meiosis gametMeiosis gamet
Meiosis gametHogar
 
Sintomas do ap.digestivo
Sintomas do ap.digestivoSintomas do ap.digestivo
Sintomas do ap.digestivopauloalambert
 
Semiologia do aparelho urinário
Semiologia do aparelho urinárioSemiologia do aparelho urinário
Semiologia do aparelho urináriopauloalambert
 
Módulo 4 – ovulacao, menstruacao, fecundacao.alpha.2015
Módulo 4 – ovulacao, menstruacao, fecundacao.alpha.2015Módulo 4 – ovulacao, menstruacao, fecundacao.alpha.2015
Módulo 4 – ovulacao, menstruacao, fecundacao.alpha.2015Alpha Colégio e Vestibulares
 

Destaque (20)

Educação Sexual para Crianças
Educação Sexual para CriançasEducação Sexual para Crianças
Educação Sexual para Crianças
 
8 ano sistema reprodutor masculino e feminino
8 ano sistema reprodutor masculino e feminino8 ano sistema reprodutor masculino e feminino
8 ano sistema reprodutor masculino e feminino
 
Aparelho Reprodutor Masculino e Feminino
Aparelho Reprodutor Masculino e FemininoAparelho Reprodutor Masculino e Feminino
Aparelho Reprodutor Masculino e Feminino
 
Sistema excretor prof Ivanise Meyer
Sistema excretor prof Ivanise MeyerSistema excretor prof Ivanise Meyer
Sistema excretor prof Ivanise Meyer
 
4localização material genético
4localização material genético4localização material genético
4localização material genético
 
A ação do piolho
A ação do piolhoA ação do piolho
A ação do piolho
 
Higiene Mental
Higiene MentalHigiene Mental
Higiene Mental
 
DST
DSTDST
DST
 
Higiene e água
Higiene e águaHigiene e água
Higiene e água
 
Higiene
HigieneHigiene
Higiene
 
Apres Abordagens Sexualidade
Apres Abordagens SexualidadeApres Abordagens Sexualidade
Apres Abordagens Sexualidade
 
Sistema endocrino
Sistema endocrinoSistema endocrino
Sistema endocrino
 
Doenças renais power point 2015
Doenças renais power point 2015Doenças renais power point 2015
Doenças renais power point 2015
 
Sistema nervoso e endócrino aprof.
Sistema nervoso e endócrino aprof.Sistema nervoso e endócrino aprof.
Sistema nervoso e endócrino aprof.
 
Sistema endocrino
Sistema endocrinoSistema endocrino
Sistema endocrino
 
Meiosis gamet
Meiosis gametMeiosis gamet
Meiosis gamet
 
Sintomas do ap.digestivo
Sintomas do ap.digestivoSintomas do ap.digestivo
Sintomas do ap.digestivo
 
Semiologia do aparelho urinário
Semiologia do aparelho urinárioSemiologia do aparelho urinário
Semiologia do aparelho urinário
 
Módulo 4 – ovulacao, menstruacao, fecundacao.alpha.2015
Módulo 4 – ovulacao, menstruacao, fecundacao.alpha.2015Módulo 4 – ovulacao, menstruacao, fecundacao.alpha.2015
Módulo 4 – ovulacao, menstruacao, fecundacao.alpha.2015
 
Aparelho Reprodutor
Aparelho ReprodutorAparelho Reprodutor
Aparelho Reprodutor
 

Semelhante a O aparelho reprodutor feminino e masculino

Sistema reprodutor masculino
Sistema reprodutor masculinoSistema reprodutor masculino
Sistema reprodutor masculinoDaniela Silveira
 
anatomia do sistema reprodutor humano...
anatomia do sistema reprodutor humano...anatomia do sistema reprodutor humano...
anatomia do sistema reprodutor humano...Rodrigo Lima
 
Reprodução humana aula 06 de luzia
Reprodução humana aula 06 de luziaReprodução humana aula 06 de luzia
Reprodução humana aula 06 de luzialuziabiologa2010
 
Sistema Reprodutor
Sistema ReprodutorSistema Reprodutor
Sistema Reprodutorvictorpre
 
Iurie Sistema Reprodutor Feminino
Iurie Sistema Reprodutor FemininoIurie Sistema Reprodutor Feminino
Iurie Sistema Reprodutor FemininoAna Abegão
 
Aula fisiologia humana
Aula   fisiologia humanaAula   fisiologia humana
Aula fisiologia humanasanthdalcin
 
Sistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor femininoSistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor femininoURCA
 
Transmissão da Vida
Transmissão da VidaTransmissão da Vida
Transmissão da Vidacnaturais9
 
Reprodução humana
Reprodução humanaReprodução humana
Reprodução humanamainamgar
 
207 366sistema reprodutor_humano
207 366sistema reprodutor_humano207 366sistema reprodutor_humano
207 366sistema reprodutor_humanomartins1977
 
Sistema reprodutor feminino e masculino
Sistema reprodutor feminino e masculinoSistema reprodutor feminino e masculino
Sistema reprodutor feminino e masculinojehssicas
 
Sistema genital feminino e masc.2
Sistema genital feminino e masc.2Sistema genital feminino e masc.2
Sistema genital feminino e masc.2Regina Valentim
 
Sistemas reprodutores und 4
Sistemas reprodutores   und 4Sistemas reprodutores   und 4
Sistemas reprodutores und 4César Milani
 
Endocrino reproducao feminina
Endocrino reproducao femininaEndocrino reproducao feminina
Endocrino reproducao femininaUnis
 
Endocrino reproducao feminina
Endocrino reproducao femininaEndocrino reproducao feminina
Endocrino reproducao femininaUnis
 

Semelhante a O aparelho reprodutor feminino e masculino (20)

Sistema reprodutor masculino
Sistema reprodutor masculinoSistema reprodutor masculino
Sistema reprodutor masculino
 
anatomia do sistema reprodutor humano...
anatomia do sistema reprodutor humano...anatomia do sistema reprodutor humano...
anatomia do sistema reprodutor humano...
 
11-5-19.Biologia.pdf
11-5-19.Biologia.pdf11-5-19.Biologia.pdf
11-5-19.Biologia.pdf
 
Reprodução humana aula 06 de luzia
Reprodução humana aula 06 de luziaReprodução humana aula 06 de luzia
Reprodução humana aula 06 de luzia
 
Sistema Reprodutor
Sistema ReprodutorSistema Reprodutor
Sistema Reprodutor
 
Sistema Reprodutor
Sistema ReprodutorSistema Reprodutor
Sistema Reprodutor
 
Iurie Sistema Reprodutor Feminino
Iurie Sistema Reprodutor FemininoIurie Sistema Reprodutor Feminino
Iurie Sistema Reprodutor Feminino
 
Aula fisiologia humana
Aula   fisiologia humanaAula   fisiologia humana
Aula fisiologia humana
 
Sistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor femininoSistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor feminino
 
SISTEMAS REPRODUTIVOS
SISTEMAS REPRODUTIVOSSISTEMAS REPRODUTIVOS
SISTEMAS REPRODUTIVOS
 
Transmissão da Vida
Transmissão da VidaTransmissão da Vida
Transmissão da Vida
 
Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
 
Reprodução humana
Reprodução humanaReprodução humana
Reprodução humana
 
Reprodução humana 1o ano lara gonçalves
Reprodução humana 1o ano lara gonçalvesReprodução humana 1o ano lara gonçalves
Reprodução humana 1o ano lara gonçalves
 
207 366sistema reprodutor_humano
207 366sistema reprodutor_humano207 366sistema reprodutor_humano
207 366sistema reprodutor_humano
 
Sistema reprodutor feminino e masculino
Sistema reprodutor feminino e masculinoSistema reprodutor feminino e masculino
Sistema reprodutor feminino e masculino
 
Sistema genital feminino e masc.2
Sistema genital feminino e masc.2Sistema genital feminino e masc.2
Sistema genital feminino e masc.2
 
Sistemas reprodutores und 4
Sistemas reprodutores   und 4Sistemas reprodutores   und 4
Sistemas reprodutores und 4
 
Endocrino reproducao feminina
Endocrino reproducao femininaEndocrino reproducao feminina
Endocrino reproducao feminina
 
Endocrino reproducao feminina
Endocrino reproducao femininaEndocrino reproducao feminina
Endocrino reproducao feminina
 

Último

Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 

Último (20)

Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 

O aparelho reprodutor feminino e masculino

  • 2. Funções OProduzir os ovócitos OReceber os gametas masculinos OAbrigar o novo ser OProdução de Hormônios 2
  • 3. Órgãos do aparelho reprodutor feminino O2 ovários, 2 tubas uterinas, útero, vagina e vulva e clitóris 3
  • 4. 4
  • 5. Ovários OOs ovários são duas glândulas situadas no interior da cavidade abdominal. Elas produzem os ovócitos, que são os gametas femininos. OFinal do desenvolvimento embrionário - Os ovócitos primários são encontrados dentro dos folículos ovarianos. OAdolescência - os folículos ovarianos começam a crescer e a desenvolver- 5
  • 6. O Mensalmente, apenas um folículo geralmente completa o desenvolvimento e a maturação a partir da divisão do ovócito secundário, rompendo-se e liberando o um *ovócito . O O processo de liberação do Ovócito chama-se ovulação, ocorre geralmente a cada 28 dias no meio do ciclo menstrual. 6
  • 8. 8
  • 10. OOs ovários também produzem os hormônios sexuais: estrógeno e progesterona (glândulas). OEstrógeno: Responsável pelas características femininas das mulheres. OProgesterona: Ciclo menstrual e gravidez. 10
  • 11. Tubas Uterinas (Trompas De Falópio) ODois tubos finos e longos, medem cerca de 7 a 14 cm OComunicam os ovários ao útero (fimbria). ONas tubas pode ocorrer a fecundação. OOs ovócito não possui movimento. Para deslocar-se, os ovócitos contam com a ajuda das tubas 11
  • 12. 12 O Ovócito cercado pelas células foliculares.
  • 14. OSituado na cavidade pélvica anteriormente à bexiga e posteriormente ao reto. ORevestido interiormente pelo endométrio. (menstruação) OFormato de uma pera invertida. OMede aproximadamente 7,5cm de comprimento e 5 cm de largura. ONo Útero ocorre um fenômeno chamado Nidação. 14
  • 15. Vagina 15 O Canal de 8 a 10 cm de comprimento, de paredes elásticas, que liga o colo do útero aos genitais externos. O . Contém porém internamente duas glândulas. O A entrada da vagina é protegida por uma membrana circular - o hímen (podendo ter formas diversas).
  • 16. 16
  • 17. OLocal onde o pênis deposita os espermatozoides na relação sexual. Além de possibilitar a penetração do pênis, possibilita a expulsão da menstruação e, na hora do parto, a saída do bebê. 17
  • 18. 18
  • 19. Vulva e Clitóris OParte externa das genitálias femininas, formada pelo clitóris, pequenos e grandes lábios. OA genitália externa é delimitada e protegida por duas pregas intensamente irrigadas e inervadas - os grandes lábios. OMais internamente, encontra-se outra prega - os pequenos lábios - que protegem a abertura da uretra e da vagina. 19
  • 20. 20
  • 21. OClitóris: Órgão externo e pequeno. OÉ formado de tecidos eréteis que se enchem de sangue quando a mulher está sexualmente excitada. 21
  • 22. 22
  • 23. O Aparelho reprodutor Masculino O aparelho reprodutor masculino é formado por: ∂ Testículos; ∂ Epidídimos; ∂ Canais deferentes(ductos); ∂ Vesículas seminais; ∂ Próstata; ∂ Pênis. 23
  • 24. OOs órgãos do sistema reprodutor masculino produzem os gametas por meio da gametogênese e são anatomicamente moldados para inserir estes gametas no sistema reprodutor feminino para que haja fecundação e continuidade da espécie. 24
  • 25. 25
  • 26. TESTÍCULOS : produtores de espermatozoides O Duas glândulas de forma oval , situadas no escroto ou saco escrotal; O Canais seminíferos – ocorre a produção de espermatozoides; O A produção de espermatozoides é contínua; O O homem produz cerca de 15 trilhões de espermatozoides; O Cerca de 300 a 400 milhões de espermatozoides são liberados a cada ejaculação. O Produção do hormônio sexual masculino – testosterona. 26
  • 27. PARTES DO ESPERMATOZOIDE OFormado de três partes: O Cabeça; O Colo; O Cauda ou flagelo. Os espermatozoides movimentam- se no líquido do esperma ou sêmen ; vibram o flagelo com grande rapidez. 27
  • 28. 28
  • 29. EPIDÍDIMOS : onde os espermatozoides completam o seu amadurecimento OOs canais seminíferos convergem os espermatozoides até os epidídimos; ODepósito temporário dos espermatozoides – uma a três semanas. 29
  • 30. CANAIS DEFERENTES : condução dos espermatozoides OCada epidídimo está ligado a um canal fino e longo denominado canal deferente; OCaminho por onde os espermatozóides passam pelas glândulas anexas,misturando-se com as suas secreções. 30
  • 31. VESÍCULAS SEMINAIS : facilitando a viagem dos espermatozoides OSão posteriormente encaminhados às vesículas seminais; OLíquido nutritivo; OMobilidade. 31
  • 32. PRÓSTATA : produção do líquido prostático OLocalizada próxima ao reto; OLíquido prostático; OAspecto leitoso ao líquido; ONeutraliza a acidez de resto de urina na uretra e da vagina. 32
  • 33. PÊNIS : canal para a ejaculação O Formado pelas seguintes partes: glande, prepúcio, corpo cavernoso, corpo esponjoso e bulbo. O Glande – extremidade do pênis; O Prepúcio – pele que reveste o pênis; O Corpo cavernoso – possui espaço esponjoso que se enche de sangue causando a ereção; O Corpo esponjoso; O bulbo – região alargada do corpo esponjoso na base do pênis. 33
  • 34. 34
  • 35. OAtravés do pênis(uretra – tubo procedente da bexiga que passa pelo interior do pênis) que o sêmen é expelido; OA urina também é expelida. 35
  • 36. OO conjunto formado pelos espermatozoides mais os líquidos produzidos pelo epidídimo , pelas vesículas seminais , pelas glândulas bulbouretrais e pela próstata recebe o nome de esperma ou sêmen; OCada centímetro cúbico de esperma contém cerca de 100 milhões de espermatozoides. 36
  • 37. Higiene dos Órgãos Genitais OÉ muito importante manter a higiene dos órgãos, exatamente por serem sensíveis e pela grande facilidade de infecções. OO órgão feminino corre mais riscos, pelo fato da uretra ser mais curta que a do homem e também pela genitália ser interna. 37
  • 38. HIGIENE FEMININA OO órgão feminino tem a defesa natural que chamamos de flora vaginal. OLactobacilos. ODesequilíbrio do PH vaginal. OInfecções, corrimento e coceiras. 38
  • 39. OSabonetes neutros. OLavar muito bem a vulva durante o banho, fazendo uma limpeza com os dedos entre os grandes e pequenos lábios. ONa hora de urinar e evacuar deve se ter cuidado na hora da limpeza. OEvitar o uso de cremes, fragrâncias e talcos. 39
  • 40. OÉ importante o uso de preservativos e higienização após o ato sexual. OÉ bom urinar após ato sexual. ODormir sem calcinha ajuda na higiene também. OMesmo depois de tudo isso, se não resolver, procure o ginecologista. 40
  • 41. HIGIENE MASCULINA OA higienização dos órgãos genitais externos masculinos é simples. OAcúmulo de resíduos e secreções. OSabonete Neutro. ONo banho, sempre associado a retração do prepúcio (pele que cobre o pênis). ONão é necessário o uso de sabonetes líquidos íntimos. 41
  • 42. ONão é recomendado a retirada total dos pelos pubianos. OApós a higiene, os órgãos genitais devem ser secados com rigor. OUso de preservativos e higienização após o ato sexual. 42
  • 43. Dificuldades que impedem o casal de engravidar O Homens: O calor local, a varicocele e o tratamento de câncer prejudicam na fertilização. OMulheres: Idade e a ovulação irregular são os maiores vilões. 43
  • 44. HOMENS ONo homem, o calor pode prejudicar a qualidade dos espermatozoides. OA varicocele, uma doença exclusivamente masculina, é um dos fatores mais comuns que causam a infertilidade. OO Câncer não causa infertilidade, mas seu tratamento sim. 44
  • 45. MULHERES OMulheres com ciclos irregulares têm ovulação irregular o que interfere no período fértil. OA idade é um fator determinante para muitas mulheres na hora de ter filhos. 45
  • 46. PROFESSORAS: Bianca Nascimento Cibele Almeida Claudiane Aparecida Conceição Áquila 46