SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Supply Chain Management - ZARA




                    PG LEAN MANAGEMENT
                    2009/2010
                    Cristina Marques – Joana Silva
Porque é que a rentabilidade é tão baixa no
   sector textil, quando as margens são tão altas?
                       Previsão perfeita:
                      Não existe na realidade!
Excesso de stock:                         Excesso encomendas:
Encomendas reais
                                          Encomendas reais acima
abaixo da previsão:
                                          do esperado: perda de
perda de valor na
                                          valor pela não realização
época de saldos
                                          das vendas




  Desperdício!               Encomeda              Encomeda
                             Esperada              Real
ZARA: Alguns Dados
Rede de lojas de roupa, controlada pelo Grupo Inditex, 3º
distribuidor mundial de moda.

1ª loja inaugurada em 1975

Lider do segmento europeu de vestuário

Público alvo: mulheres jovens exigentes e impulsivas

Concorrentes directos: Gap, H&M e Benetton
INDITEX                               GAP
                             Zara;Pull and Bear, Massimo     Gap, Banana Republic e Old Navy
 Marcas                         Dutty;Bershka e Oysho




                        2004                         2008         2004                      2008
 Lojas                  2 244                        4 223        2 994                     3 190

 Países                    57                         71              6                        6
 Modelos                                         40 000                                    12 000

 Visitas Clientes                                17/ano                                     5/ano

 Novas coleccções                                15 dias                                  5 meses

 Facturação              6,8*                        2,7**        16,3*                     2,6**

                    *-Anual, em biliões de dólares             **-Último trimestre, em biliões de dólares

Sector vestuário sofreu quebra de 6% desde Setembro 2008
                Zara cresceu 4%
O PODER NA CADEIA DE FORNECIMENTO
             300 estilistas                                                                  ZARA
             desconhecidos

                                                    3 a 5 sem
              Design                                                                     Baixo Custo
                                                                                         Diferenciação


 Eficiente                                 Rápida

  100 dias                    2 a 3 dias                        1 a 3 dias     30 dias
Fornecedor    Tingir Corte      Costura     Embalagem           Distribuição
                                                                Distribuiç     Vendas
 Tecidos




  Pontos Diferenciadores                      Marketing                                    TI
CADEIA HIBRIDA: EFICIENTE/RÁPIDA

• EFICIENTE
 – Estável e previsível (ex. fornecimento de
   tecidos em cru)
• RÁPIDA
 – Produtos inovadores, reduzidos ciclos de
   vida (foco no cliente)
 – Postponemente (sistema Pull): só produz
   mediante encomenda (ex. tingimento e
   corte)
 – Estrutura produtiva descentralizada:
   subcontratação de MOD mais intensiva (ex.
   costura)
PONTOS DIFERENCIADORES
•   Dinamismo da produção – “fast fashion”
    – transporta as tendências dos principais desfiles de
      moda para as prateleiras das lojas em menos de 1
      mês
•   Distribuição
    – os stocks são repostos 2 vezes por semana
    – peças penduradas nos cabides e devidamente
      etiquetadas
    – Transporte por avião - previsão de encomendas
      mais próximo da realidade dada a rapidez
    – logística centralizada
•   Corte de desperdícios - controlo em tempo real da
    procura reduziu para metade as peças em stock
    (concorrentes chegam aos saldos com 35% da
    colecção por vender na Zara não chega aos 15%)
MARKETING

• Não utiliza publicidade, todo o seu marketing está
  nas próprias lojas
  – Locais privilegiados, edifícios marcantes,
    mudança constante das vitrinas, decoração das
    lojas
• Não dita tendências, prefere segui-las
  – estilistas produzem cerca de 40 mil criações por
    ano das quais 10 mil são escolhidas para
    produção
TECNOLOGIAS INFORMAÇÃO
• Sistema electrónico de dados que revela os
  fluxos de produtos vendidos directamente nas
  lojas de todo o mundo (EPOS – electronic point
  of sale)

• Utilização do código de barras que permite
  monitorizar o produto ao longo das diversas
  etapas do processo de produção, distribuição e
  entrega às lojas, onde começa o ciclo de
  comunicação
CONSIDERAÇÕES FINAIS

O que comprova o sucesso logístico
da empresa é que seu investimento
em marketing é de apenas 0,3% da
facturação. O valor está na
renovação das possibilidades de
compra e na percepção que o
consumidor tem da exclusividade dos
produtos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 02 logística de atacado e varejo
Aula 02 logística de atacado e varejoAula 02 logística de atacado e varejo
Aula 02 logística de atacado e varejoCláudio Luís Faria
 
Gestão e Organização de Empresas parte 2
Gestão e Organização de Empresas parte 2Gestão e Organização de Empresas parte 2
Gestão e Organização de Empresas parte 2André Silva
 
AdministraçãO De Recursos Materiais E Patrimoniais Slidesaulas
AdministraçãO De Recursos Materiais E Patrimoniais SlidesaulasAdministraçãO De Recursos Materiais E Patrimoniais Slidesaulas
AdministraçãO De Recursos Materiais E Patrimoniais Slidesaulasguestb54373
 
Administração da Produção - Planejamento e Controle de Capacidade
Administração da Produção - Planejamento e Controle de CapacidadeAdministração da Produção - Planejamento e Controle de Capacidade
Administração da Produção - Planejamento e Controle de Capacidadedouglas
 
Gestão dos Canais de Distribuição
Gestão dos Canais de DistribuiçãoGestão dos Canais de Distribuição
Gestão dos Canais de DistribuiçãoAdeildo Caboclo
 
AULA 06 Análise do Ambiente de Marketing - prof. Rodrigo Sávio
AULA 06  Análise do Ambiente de Marketing - prof. Rodrigo SávioAULA 06  Análise do Ambiente de Marketing - prof. Rodrigo Sávio
AULA 06 Análise do Ambiente de Marketing - prof. Rodrigo SávioRodrigo Sávio
 
Aula Segmentação de Mercado
Aula   Segmentação de MercadoAula   Segmentação de Mercado
Aula Segmentação de MercadoRafael Gonçalves
 
Aula de Layout e Gerenciamento de Categorias
Aula de Layout e Gerenciamento de CategoriasAula de Layout e Gerenciamento de Categorias
Aula de Layout e Gerenciamento de CategoriasAlexandre Conte
 
SCM - Supply Chain Management (Gestão da cadeia de suprimentos)
SCM - Supply Chain Management (Gestão da cadeia de suprimentos)SCM - Supply Chain Management (Gestão da cadeia de suprimentos)
SCM - Supply Chain Management (Gestão da cadeia de suprimentos)Mauricio Mota da Silva
 
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...Daniel Camargos Frade
 
Gestão de compras - fornecedores, concorrência e contratação
Gestão de compras - fornecedores, concorrência e contrataçãoGestão de compras - fornecedores, concorrência e contratação
Gestão de compras - fornecedores, concorrência e contrataçãoAntonio Marcos Montai Messias
 
Produção e custos - Macroeconomia e Microeconomia
Produção e custos -   Macroeconomia e Microeconomia Produção e custos -   Macroeconomia e Microeconomia
Produção e custos - Macroeconomia e Microeconomia Na Silva
 

Mais procurados (20)

Aula 02 logística de atacado e varejo
Aula 02 logística de atacado e varejoAula 02 logística de atacado e varejo
Aula 02 logística de atacado e varejo
 
Gestão e Organização de Empresas parte 2
Gestão e Organização de Empresas parte 2Gestão e Organização de Empresas parte 2
Gestão e Organização de Empresas parte 2
 
Caso Inditex
Caso InditexCaso Inditex
Caso Inditex
 
AdministraçãO De Recursos Materiais E Patrimoniais Slidesaulas
AdministraçãO De Recursos Materiais E Patrimoniais SlidesaulasAdministraçãO De Recursos Materiais E Patrimoniais Slidesaulas
AdministraçãO De Recursos Materiais E Patrimoniais Slidesaulas
 
Administração da Produção - Planejamento e Controle de Capacidade
Administração da Produção - Planejamento e Controle de CapacidadeAdministração da Produção - Planejamento e Controle de Capacidade
Administração da Produção - Planejamento e Controle de Capacidade
 
Gestão dos Canais de Distribuição
Gestão dos Canais de DistribuiçãoGestão dos Canais de Distribuição
Gestão dos Canais de Distribuição
 
Case study grupo inditex
Case study grupo inditexCase study grupo inditex
Case study grupo inditex
 
AULA 06 Análise do Ambiente de Marketing - prof. Rodrigo Sávio
AULA 06  Análise do Ambiente de Marketing - prof. Rodrigo SávioAULA 06  Análise do Ambiente de Marketing - prof. Rodrigo Sávio
AULA 06 Análise do Ambiente de Marketing - prof. Rodrigo Sávio
 
Startup
StartupStartup
Startup
 
Gestão de Materiais e de Stocks
Gestão de Materiais e de StocksGestão de Materiais e de Stocks
Gestão de Materiais e de Stocks
 
Aula Segmentação de Mercado
Aula   Segmentação de MercadoAula   Segmentação de Mercado
Aula Segmentação de Mercado
 
Aula de Layout e Gerenciamento de Categorias
Aula de Layout e Gerenciamento de CategoriasAula de Layout e Gerenciamento de Categorias
Aula de Layout e Gerenciamento de Categorias
 
P de Produto
P de ProdutoP de Produto
P de Produto
 
SCM - Supply Chain Management (Gestão da cadeia de suprimentos)
SCM - Supply Chain Management (Gestão da cadeia de suprimentos)SCM - Supply Chain Management (Gestão da cadeia de suprimentos)
SCM - Supply Chain Management (Gestão da cadeia de suprimentos)
 
2 slides - gestão de estoques
2   slides - gestão de estoques2   slides - gestão de estoques
2 slides - gestão de estoques
 
Case study grupo inditex
Case study grupo inditexCase study grupo inditex
Case study grupo inditex
 
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
 
Gestão de compras - fornecedores, concorrência e contratação
Gestão de compras - fornecedores, concorrência e contrataçãoGestão de compras - fornecedores, concorrência e contratação
Gestão de compras - fornecedores, concorrência e contratação
 
Gestão de stocks
Gestão de stocksGestão de stocks
Gestão de stocks
 
Produção e custos - Macroeconomia e Microeconomia
Produção e custos -   Macroeconomia e Microeconomia Produção e custos -   Macroeconomia e Microeconomia
Produção e custos - Macroeconomia e Microeconomia
 

Mais de CLT Valuebased Services (20)

Estudo de um Caso
Estudo de um CasoEstudo de um Caso
Estudo de um Caso
 
Caso testo lean
Caso testo leanCaso testo lean
Caso testo lean
 
Indicadores para a manutencao lean
Indicadores para a manutencao leanIndicadores para a manutencao lean
Indicadores para a manutencao lean
 
CPFR lean SCM
CPFR lean SCMCPFR lean SCM
CPFR lean SCM
 
Case study Parfois
Case study  ParfoisCase study  Parfois
Case study Parfois
 
Ikea case study
Ikea  case studyIkea  case study
Ikea case study
 
Case study Walmart
Case study WalmartCase study Walmart
Case study Walmart
 
Logistica Milk Run e Mizu
Logistica Milk Run e MizuLogistica Milk Run e Mizu
Logistica Milk Run e Mizu
 
Last Mile Logistics
Last Mile LogisticsLast Mile Logistics
Last Mile Logistics
 
Industry 4.0
Industry 4.0Industry 4.0
Industry 4.0
 
Lean 6Sigma Agile 2019
Lean 6Sigma Agile 2019Lean 6Sigma Agile 2019
Lean 6Sigma Agile 2019
 
Tabelas MTM ln IPC
Tabelas MTM ln IPCTabelas MTM ln IPC
Tabelas MTM ln IPC
 
Bordo de linha
Bordo de linhaBordo de linha
Bordo de linha
 
Scrum Book
Scrum BookScrum Book
Scrum Book
 
Booklet Estudo do Trabalho final
Booklet Estudo do Trabalho finalBooklet Estudo do Trabalho final
Booklet Estudo do Trabalho final
 
Domotica
DomoticaDomotica
Domotica
 
Projeto Implementação Lean
Projeto Implementação Lean Projeto Implementação Lean
Projeto Implementação Lean
 
Retrato de Poortugal 2019
Retrato de Poortugal 2019Retrato de Poortugal 2019
Retrato de Poortugal 2019
 
Fut global-edition
Fut  global-editionFut  global-edition
Fut global-edition
 
Tabelas MTM LM IPC
Tabelas MTM LM IPCTabelas MTM LM IPC
Tabelas MTM LM IPC
 

O Caso Zara

  • 1. Supply Chain Management - ZARA PG LEAN MANAGEMENT 2009/2010 Cristina Marques – Joana Silva
  • 2. Porque é que a rentabilidade é tão baixa no sector textil, quando as margens são tão altas? Previsão perfeita: Não existe na realidade! Excesso de stock: Excesso encomendas: Encomendas reais Encomendas reais acima abaixo da previsão: do esperado: perda de perda de valor na valor pela não realização época de saldos das vendas Desperdício! Encomeda Encomeda Esperada Real
  • 3. ZARA: Alguns Dados Rede de lojas de roupa, controlada pelo Grupo Inditex, 3º distribuidor mundial de moda. 1ª loja inaugurada em 1975 Lider do segmento europeu de vestuário Público alvo: mulheres jovens exigentes e impulsivas Concorrentes directos: Gap, H&M e Benetton
  • 4. INDITEX GAP Zara;Pull and Bear, Massimo Gap, Banana Republic e Old Navy Marcas Dutty;Bershka e Oysho 2004 2008 2004 2008 Lojas 2 244 4 223 2 994 3 190 Países 57 71 6 6 Modelos 40 000 12 000 Visitas Clientes 17/ano 5/ano Novas coleccções 15 dias 5 meses Facturação 6,8* 2,7** 16,3* 2,6** *-Anual, em biliões de dólares **-Último trimestre, em biliões de dólares Sector vestuário sofreu quebra de 6% desde Setembro 2008 Zara cresceu 4%
  • 5. O PODER NA CADEIA DE FORNECIMENTO 300 estilistas ZARA desconhecidos 3 a 5 sem Design Baixo Custo Diferenciação Eficiente Rápida 100 dias 2 a 3 dias 1 a 3 dias 30 dias Fornecedor Tingir Corte Costura Embalagem Distribuição Distribuiç Vendas Tecidos Pontos Diferenciadores Marketing TI
  • 6. CADEIA HIBRIDA: EFICIENTE/RÁPIDA • EFICIENTE – Estável e previsível (ex. fornecimento de tecidos em cru) • RÁPIDA – Produtos inovadores, reduzidos ciclos de vida (foco no cliente) – Postponemente (sistema Pull): só produz mediante encomenda (ex. tingimento e corte) – Estrutura produtiva descentralizada: subcontratação de MOD mais intensiva (ex. costura)
  • 7. PONTOS DIFERENCIADORES • Dinamismo da produção – “fast fashion” – transporta as tendências dos principais desfiles de moda para as prateleiras das lojas em menos de 1 mês • Distribuição – os stocks são repostos 2 vezes por semana – peças penduradas nos cabides e devidamente etiquetadas – Transporte por avião - previsão de encomendas mais próximo da realidade dada a rapidez – logística centralizada • Corte de desperdícios - controlo em tempo real da procura reduziu para metade as peças em stock (concorrentes chegam aos saldos com 35% da colecção por vender na Zara não chega aos 15%)
  • 8. MARKETING • Não utiliza publicidade, todo o seu marketing está nas próprias lojas – Locais privilegiados, edifícios marcantes, mudança constante das vitrinas, decoração das lojas • Não dita tendências, prefere segui-las – estilistas produzem cerca de 40 mil criações por ano das quais 10 mil são escolhidas para produção
  • 9. TECNOLOGIAS INFORMAÇÃO • Sistema electrónico de dados que revela os fluxos de produtos vendidos directamente nas lojas de todo o mundo (EPOS – electronic point of sale) • Utilização do código de barras que permite monitorizar o produto ao longo das diversas etapas do processo de produção, distribuição e entrega às lojas, onde começa o ciclo de comunicação
  • 10. CONSIDERAÇÕES FINAIS O que comprova o sucesso logístico da empresa é que seu investimento em marketing é de apenas 0,3% da facturação. O valor está na renovação das possibilidades de compra e na percepção que o consumidor tem da exclusividade dos produtos.