COMISSÃO PERMANENTE DE DEFESA DOS DIREITOS DA
PESSOA COM DEFICIÊNCIA
Presidente: Dep. José Nei Alberton Ascari
Vice Presidente: Dep. José Milton Scheffer
Membros:
Dep. Antônio Aguiar
Dep. Dir...
Resolução nº 6.7/2013 cria no âmbito da ALESC o Programa
Alesc Inclusiva, objetivando a inclusão social, a igualdade e amp...
Parágrafo único. O Programa Alesc Inclusiva será
desenvolvido sob a legislação do estágio, e propiciará
formação profissio...
As atividades de estágio serão desenvolvidas em períodos
de quatro horas diárias durante o horário de funcionamento da
Ass...
Objetivo específico:
1. Abrir vagas de estágio remunerado para pessoas com deficiência,
aptas ao trabalho;
2. Disponibiliz...
5. Tornar a ALESC instituição – modelo (referência) na
contratação da pessoa com deficiência;
6. Capacitar os profissionai...
Serão firmados contratos individuais de estágio entre a
Alesc, a instituição de ensino e os estagiários, com vigência
máxi...
A Assembleia Legislativa promoverá a capacitação dos
servidores que atuam nos setores de destino dos estagiários de
que tr...
Para que o Programa ALESC Inclusiva seja desenvolvido com
sucesso , vária ações serão desenvolvidas, entre elas destacamos...
A Diretoria de Tecnologia e Informações promoverá estudos para a
adaptação dos serviços sob sua responsabilidade às necess...
A Diretoria de Comunicação Social e a Coordenadoria de
Informações promoverão as ações necessárias para divulgação, sensib...
A Assembleia Legislativa poderá manter parcerias com instituições e
empresas públicas ou privadas que disponibilizem ações...
O Parlamento catarinense, busca receber e
incluir as pessoas, com ou sem deficiência, que a ela se
dirigem ou nela trabalh...
Obrigada pela atenção!
Janice Ap. Steidel Krasniak
Assessora Parlamentar
Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Def...
Programa ALESC Inclusiva
Programa ALESC Inclusiva
Programa ALESC Inclusiva
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Programa ALESC Inclusiva

311 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
311
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Programa ALESC Inclusiva

  1. 1. COMISSÃO PERMANENTE DE DEFESA DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA
  2. 2. Presidente: Dep. José Nei Alberton Ascari Vice Presidente: Dep. José Milton Scheffer Membros: Dep. Antônio Aguiar Dep. Dirce Heiderscheidt Dep. Luciane Maria Carminatti Dep. Serafim Venzon Dep. Taxista Voltolini
  3. 3. Resolução nº 6.7/2013 cria no âmbito da ALESC o Programa Alesc Inclusiva, objetivando a inclusão social, a igualdade e ampliação de oportunidades para estudantes com deficiência que estejam frequentando o ensino regular em instituições de ensino superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos.
  4. 4. Parágrafo único. O Programa Alesc Inclusiva será desenvolvido sob a legislação do estágio, e propiciará formação profissional aos estudantes com deficiência que nele ingressarem na condição de estagiários, mediante seleção e recrutamento.
  5. 5. As atividades de estágio serão desenvolvidas em períodos de quatro horas diárias durante o horário de funcionamento da Assembleia Legislativa, perfazendo vinte horas semanais.
  6. 6. Objetivo específico: 1. Abrir vagas de estágio remunerado para pessoas com deficiência, aptas ao trabalho; 2. Disponibilizar instalações adaptáveis; 3. Implantar um programa de gestão eficiente para dar suporte ao trabalho desenvolvido por deficientes; 4. Desenvolver parcerias com instituições e empresas sociais que tenham ações educacionais e programas de treinamento para a inclusão no mercado de trabalho;
  7. 7. 5. Tornar a ALESC instituição – modelo (referência) na contratação da pessoa com deficiência; 6. Capacitar os profissionais da ALESC quanto à forma de receber e conviver com a pessoa com deficiência; 7. Identificação dos setores aptos a promover a inclusão e/ou criação de unidade de trabalho exclusiva para pessoas com deficiência.
  8. 8. Serão firmados contratos individuais de estágio entre a Alesc, a instituição de ensino e os estagiários, com vigência máxima de 12 (doze) meses, prorrogáveis por igual período em caso de manifestação de interesse de ambas as partes.
  9. 9. A Assembleia Legislativa promoverá a capacitação dos servidores que atuam nos setores de destino dos estagiários de que trata esta Resolução, no sentido de proporcionar habilitação adequada de recepção e convívio, identificando os compatíveis com as potencialidades dos estagiários ou criando setores de trabalho que contem com aptidão exclusiva para tanto.
  10. 10. Para que o Programa ALESC Inclusiva seja desenvolvido com sucesso , vária ações serão desenvolvidas, entre elas destacamos: • Seminário de sensibilização para os servidores da ALESC • Formação da Equipe da Coordenadoria de Planejamento e Avaliação de Pessoal que será responsável pelo Programa ALESC Inclusiva • Capacitação Inicial dos Setores que receberão os estagiários • Formação permanente dos servidores sobre a inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho • Adequação gradativa dos espaços físicos da ALESC e seus anexos • Distribuição do Manual: Dicas de relacionamento com a pessoa com deficiência • Vídeo Institucional
  11. 11. A Diretoria de Tecnologia e Informações promoverá estudos para a adaptação dos serviços sob sua responsabilidade às necessidades dos estagiários com deficiência, de forma a providenciar as modificações requeridas para utilização nas atividades destes em seus respectivos setores.
  12. 12. A Diretoria de Comunicação Social e a Coordenadoria de Informações promoverão as ações necessárias para divulgação, sensibilização e instrução dos públicos externo e interno sobre a importância da recepção dos estagiários com deficiência e de sua interação no contexto das atividades do Poder Legislativo.
  13. 13. A Assembleia Legislativa poderá manter parcerias com instituições e empresas públicas ou privadas que disponibilizem ações educacionais e programas de treinamento para a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.
  14. 14. O Parlamento catarinense, busca receber e incluir as pessoas, com ou sem deficiência, que a ela se dirigem ou nela trabalham, tornando-a um referencial de instituição pública inclusiva.
  15. 15. Obrigada pela atenção! Janice Ap. Steidel Krasniak Assessora Parlamentar Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência Contato: (48) 3221-2898 comissaodireitosdeficiente@alesc.sc.gov.br

×