SlideShare uma empresa Scribd logo

Atendimento Publicitário - Funções dos departamentos de uma agênia de publicidade - atendimento e planejamento

Atendimento Publicitário - Funções dos departamentos de uma agênia de publicidade - atendimento e planejamento

1 de 4
Baixar para ler offline
Atendimento em Propaganda - Prof. Marcelo Simioni
1
AULA 2
FUNÇÕES DOS DEPARTAMENTOS/SETORES DE UMA AGÊNCIA DE PUBLICIDADE
- FUNÇÕES DO ATENDIMENTO
O atendimento de uma agência é o elo de ligação entre a agência e o cliente anunciante. Sua
função básica é desenvolver um trabalho pautado no processo de liderança e na tomada de
decisão com uma visão profissional e técnica do mercado e do meio publicitário.
Está é a área da agência quem mantém o contato direto com o cliente. É ela que trabalha a
prospecção, contato publicitário, representante da agência no cliente e do cliente na agência.
Para ser um bom atendimento, é preciso ser profundo conhecedor do mercado, das técnicas
de comunicação e saber como, quando e onde aplicá-las.
É necessário conhecer muito bem o mercado em que seus cliente atuam, assim como as
empresas de seus clientes. O que uma empresa anunciante espera de uma agência e assim,
prestar um serviço de forma excelente.
Portanto, compreendem-se as tarefas de assistência ao cliente da agência, estudo de suas
características, compreensão de seus problemas, oportunidades.
Pode-se definir o profissional de atendimento de uma agência de propaganda como aquele
elemento capaz de agir como agência e pensar como cliente.
Resumidamente as atividades exercidas pelo atendimento publicitário são:
 captação de novos clientes;
 manutenção da carteira de clientes;
 negociar os interesses de clientes e agência,
 ser a ligação entre as duas empresas;
 repassar aos demais profissionais da agência as informações do cliente;
 participar das reuniões de planejamento;
 elaborar o briefing.
- FUNÇÕES DO PLANEJAMENTO
O departamento de planejamento é responsável por elaborar a estratégia de comunicação do
cliente. Ele busca dados e informações capazes de fornecer um quadro real do consumidor e
do mercado para o qual se destina o produto ou serviço anunciado.
Planejamento é, portanto, um conjunto de decisões direcionado para o alcance de metas e
objetivos, levando em consideração o contexto e os meios disponíveis para a implementação.
Atendimento em Propaganda - Prof. Marcelo Simioni
2
Podemos entender o planejamento como o conjunto de atividades bem calculadas, para que a
comunicação do cliente siga na direção esperada e produza os resultados esperados.
O atendimento através do briefing repassa para o planejamento quais são os problemas do
cliente e o que ele deseja alcançar. O planejamento então, começa a análise do problema,
traça estratégias para resolvê-lo e busca oportunidades para se alcançar o objetivo desejado
pelo cliente.
De forma geral um bom planejamento oferece vantagens competitivas para empresa
como:
 Possibilitar um maior controle sobre as ações e o ambiente em que se atua;
 Permitir uma visão antecipada de problemas e conflitos, e com isso auxiliar em uma rápida
resolução;
 Propiciar uma margem maior de acerto nas tomadas de decisões.
- FUNÇÕES DA CRIAÇÃO
O setor de criação é a fase da geração das ideias, dos temas, dos slogans, das expressões,
dos textos, das ilustrações, dos anúncios, dos filmes, dos sons e de todas as muitas formas de
comunicação.
Nenhuma marca será percebida como líder se ela imitar as ações e as abordagens das suas
concorrentes. Também não será líder se não fizer uma conexão com os consumidores. Por
isso, existe tanta valorização da criatividade com objetivo: ter resultados.
A criação é a essência da agência. Sua função é criar ideias para serem transformadas em
slogans, temas publicitários, anúncios para jornais e revistas, comerciais de rádio, televisão e
cinema, cartazes e outras mensagens publicitárias.
A criação trabalha a partir do planejamento e do briefing criativo, que é o pedido de criação, um
documento contando a essência do problema e fazendo as necessárias solicitações.
 Briefing de Criação
 Análise do Briefing da Empresa;
 Posicionamento;
 USP, Reason Why, Proposta Secundária;
 Objetivos e metas de Marketing;
 Objetivos e metas de Comunicação;
 Período da Campanha;
 Público-alvo;
 Estratégias de Comunicação;
 Tipo de Campanha.
Atendimento em Propaganda - Prof. Marcelo Simioni
3
Normalmente existe um diretor (ou vice-presidente) de criação, que dirige as duplas de criação.
As duplas de criação são formadas por um redator e um diretor de arte, ou seja, um
especialista em texto e outro em imagens que trabalham integradamente no mesmo projeto.
Não é raro mais de uma dupla ser envolvida em um único trabalho, dependendo de suas
dimensões e complexidade.
Em muitas agências nos dias de hoje, por causa do avanço tecnológico e da Internet, a criação
é dividida em duas ramificações: Off-line e On-line.
 Off-line
Responsável por criar as peças e anúncios mais tradicionais, como para mídia impressa,
televisão e rádio.
 On-line
Responsável por criar as peças para internet e, hoje em dia, aplicativos/jogos para
smartphones e tablets.
- FUNÇÕES DA PRODUÇÃO
O setor de produção é que organiza a produção do que foi criado.
Sem o departamento de produção, os anúncios criados pelo redator e diretor de arte não
seriam nada mais do que palavras e imagens em papel.
O departamento de produção, em essência, assegura que o comercial de TV ou anúncios
impressos, entre outros, sejam produzidos.
São responsáveis pela contratação de fornecedores externos. A produção trabalha com o
banco de dados dos fornecedores de serviços como: gráficas, produtoras de tv, empresas de
mídia externa, mídia interativa, dentre outras, que podem ser regionais, estaduais, nacionais e
até do exterior, dependendo da necessidade do cliente.
Os produtores estão envolvidos em todos os aspectos do projeto, desde o briefing criativo
inicial até á execução e entrega desse projeto.
A produção manuseia e organiza os orçamentos e os calendários de execução e de entregas;
define prioridades e resolve problemas de arte-finalização com a criação.
- FUNÇÕES DA MÍDIA
Mídia é a tarefa de seleção dos veículos de comunicação mais adequados para atingir o
público-alvo nos momentos mais propícios, evidentemente buscando a maneira mais
econômica e indicada para cada caso em particular.
Também cabe à mídia, após a seleção dos veículos mais acertados, as tarefas de execução,
negociando e comprando espaços baseado principalmente no público-alvo, autorizando as
veiculações e fazendo seu controle.
Os profissionais de mídia atuam como conselheiros de investimentos que administram os
orçamentos de cada cliente.
Atendimento em Propaganda - Prof. Marcelo Simioni
4
O que se busca sempre é construir e sustentar a liderança da marca. A mídia tem como função
essencial cuidar da veiculação mais adequada das mensagens publicitárias dos clientes a
agência.
Cabe ao profissional de mídia, encontra a melhor combinação de veículos, empregando de
forma correta e eficiente a verba do cliente de acordo com as necessidades do anunciante,
negociando e dando todas as instruções de negociações junto aos veículos de comunicação.
Além de tentar atingir o maior número de pessoas, na maior quantidade de vezes e com custo
mais baixo, a mídia se preocupa em como as mensagens as atingirão.
- FUNÇÕES DO TRÁFEGO
Tem a função de coordenar e controlar o FLUXO DE SERVIÇOS.
O atendimento ao solicitar um serviço envia um pedido ou “Blue Sheet” à criação por
intermédio do tráfego.
Este faz o registro e negocia os prazos entre as partes, entre os departamentos.
Também passam pelo trafego serviços para o Estúdio de Arte e de Produção Gráfica.
Quanto menor a agência, maior a área de atuação do tráfego.
O tráfego também pode solicitar orçamentos e negociar com fornecedores.
REFERÊNCIA BIBLIOGRÀFICA
LUPETTI, Marcélia. Administração em Publicidade: a verdadeira alma do negócio. São Paulo:
Pioneira Thomson Learning, 2003.
SANT’ANNA, Armando. Propaganda. Teoria, Técnica e Prática. 7ª ed. São Paulo: Pioneira,
2000.
SAMPAIO, Rafael. Propaganda de A a Z. São Paulo: Campus, 2000.
Anúncio

Recomendados

Estrutura básica da agência de propaganda - Parte 1
Estrutura básica da agência de propaganda - Parte 1Estrutura básica da agência de propaganda - Parte 1
Estrutura básica da agência de propaganda - Parte 1Paulo Marquêz
 
Estrutura De Uma Agência
Estrutura De Uma AgênciaEstrutura De Uma Agência
Estrutura De Uma AgênciaRodrigo Jorge
 
Apostila atendimento espm
Apostila atendimento espmApostila atendimento espm
Apostila atendimento espmAndré Felix
 
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 04 - Planejamento Publicitário
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 04   - Planejamento PublicitárioIntrodução à Publicidade e Propaganda - Aula 04   - Planejamento Publicitário
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 04 - Planejamento PublicitárioThiago Ianatoni
 
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 02 - Agência de Popaganda
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 02 - Agência de PopagandaIntrodução à Publicidade e Propaganda - Aula 02 - Agência de Popaganda
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 02 - Agência de PopagandaThiago Ianatoni
 
Atendimento Publicitário - Estrutura de uma Agência de Publicidade e Propaganda
Atendimento Publicitário - Estrutura de uma Agência de Publicidade e PropagandaAtendimento Publicitário - Estrutura de uma Agência de Publicidade e Propaganda
Atendimento Publicitário - Estrutura de uma Agência de Publicidade e PropagandaCíntia Dal Bello
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Planejamento de Comunicação / Planejamento Publicitário - Davi Rocha
Planejamento de Comunicação / Planejamento Publicitário - Davi RochaPlanejamento de Comunicação / Planejamento Publicitário - Davi Rocha
Planejamento de Comunicação / Planejamento Publicitário - Davi RochaDavi Rocha
 
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 03 - atendimento
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 03   - atendimentoIntrodução à Publicidade e Propaganda - Aula 03   - atendimento
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 03 - atendimentoThiago Ianatoni
 
Apresentação - Gerenciamento de Mídias Sociais
Apresentação - Gerenciamento de Mídias SociaisApresentação - Gerenciamento de Mídias Sociais
Apresentação - Gerenciamento de Mídias SociaisResulta Mkt & Vendas
 
Apresentação Agência de Mídias Sociais | B-Young
Apresentação Agência de Mídias Sociais | B-YoungApresentação Agência de Mídias Sociais | B-Young
Apresentação Agência de Mídias Sociais | B-YoungB-YOUNG SOCIAL MEDIA CO.
 
Modelo de campanha 2013 02_inst
Modelo de campanha 2013 02_instModelo de campanha 2013 02_inst
Modelo de campanha 2013 02_instDiego Moreau
 
Departamentos de uma Agência
Departamentos de uma AgênciaDepartamentos de uma Agência
Departamentos de uma AgênciaJoão Almeida
 
Planner e planejamento de campanha
Planner e planejamento de campanhaPlanner e planejamento de campanha
Planner e planejamento de campanhaCiro Gusatti
 
MODELOS de Briefing - by André Félix
MODELOS de Briefing - by André FélixMODELOS de Briefing - by André Félix
MODELOS de Briefing - by André FélixNeca Boullosa
 
Comunicação Integrada - Aula 4
Comunicação Integrada - Aula 4Comunicação Integrada - Aula 4
Comunicação Integrada - Aula 4Carlos Alves
 
Plano de comunicação
Plano de comunicaçãoPlano de comunicação
Plano de comunicaçãoCarlos Alves
 
Apresentação Briefing de Planejamento de Mídia
Apresentação Briefing de Planejamento de MídiaApresentação Briefing de Planejamento de Mídia
Apresentação Briefing de Planejamento de MídiaKauê Krischnegg
 
22 Boas Práticas de Comunicação Interna
22 Boas Práticas de Comunicação Interna22 Boas Práticas de Comunicação Interna
22 Boas Práticas de Comunicação InternaProgic
 
Agência de publicidade
Agência de publicidadeAgência de publicidade
Agência de publicidadeManinho Walker
 

Mais procurados (20)

Planejamento de Comunicação / Planejamento Publicitário - Davi Rocha
Planejamento de Comunicação / Planejamento Publicitário - Davi RochaPlanejamento de Comunicação / Planejamento Publicitário - Davi Rocha
Planejamento de Comunicação / Planejamento Publicitário - Davi Rocha
 
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 03 - atendimento
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 03   - atendimentoIntrodução à Publicidade e Propaganda - Aula 03   - atendimento
Introdução à Publicidade e Propaganda - Aula 03 - atendimento
 
Apresentação - Gerenciamento de Mídias Sociais
Apresentação - Gerenciamento de Mídias SociaisApresentação - Gerenciamento de Mídias Sociais
Apresentação - Gerenciamento de Mídias Sociais
 
Apresentação Agência de Mídias Sociais | B-Young
Apresentação Agência de Mídias Sociais | B-YoungApresentação Agência de Mídias Sociais | B-Young
Apresentação Agência de Mídias Sociais | B-Young
 
Guia completo - Planejamento de Comunicação Integrada
Guia completo - Planejamento de Comunicação IntegradaGuia completo - Planejamento de Comunicação Integrada
Guia completo - Planejamento de Comunicação Integrada
 
Modelo de campanha 2013 02_inst
Modelo de campanha 2013 02_instModelo de campanha 2013 02_inst
Modelo de campanha 2013 02_inst
 
Departamentos de uma Agência
Departamentos de uma AgênciaDepartamentos de uma Agência
Departamentos de uma Agência
 
Briefing Exemplo Janaira França
Briefing Exemplo Janaira FrançaBriefing Exemplo Janaira França
Briefing Exemplo Janaira França
 
Planner e planejamento de campanha
Planner e planejamento de campanhaPlanner e planejamento de campanha
Planner e planejamento de campanha
 
MODELOS de Briefing - by André Félix
MODELOS de Briefing - by André FélixMODELOS de Briefing - by André Félix
MODELOS de Briefing - by André Félix
 
Comunicação Integrada - Aula 4
Comunicação Integrada - Aula 4Comunicação Integrada - Aula 4
Comunicação Integrada - Aula 4
 
Modelo de briefing
Modelo de briefingModelo de briefing
Modelo de briefing
 
Agência de Publicidade: áreas e setores
Agência de Publicidade:  áreas e setoresAgência de Publicidade:  áreas e setores
Agência de Publicidade: áreas e setores
 
Plano de comunicação
Plano de comunicaçãoPlano de comunicação
Plano de comunicação
 
Apresentação Briefing de Planejamento de Mídia
Apresentação Briefing de Planejamento de MídiaApresentação Briefing de Planejamento de Mídia
Apresentação Briefing de Planejamento de Mídia
 
PR
PRPR
PR
 
Estratégia de comunicação digital
Estratégia de comunicação digitalEstratégia de comunicação digital
Estratégia de comunicação digital
 
22 Boas Práticas de Comunicação Interna
22 Boas Práticas de Comunicação Interna22 Boas Práticas de Comunicação Interna
22 Boas Práticas de Comunicação Interna
 
Agência de publicidade
Agência de publicidadeAgência de publicidade
Agência de publicidade
 
Release
ReleaseRelease
Release
 

Destaque

Você Quer Ser Atendimento Publicitário?
Você Quer Ser Atendimento Publicitário?Você Quer Ser Atendimento Publicitário?
Você Quer Ser Atendimento Publicitário?Katia Viola
 
Atendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de PublicidadeAtendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de Publicidadethaii
 
Atendimento Publicitário
Atendimento PublicitárioAtendimento Publicitário
Atendimento PublicitárioKatia Viola
 
Atendimento funções e estrutura
Atendimento funções e estruturaAtendimento funções e estrutura
Atendimento funções e estruturaJosué Brazil
 
Atendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de PublicidadeAtendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de PublicidadeIsis Noguti
 
02 atendimento publicitário
02   atendimento publicitário02   atendimento publicitário
02 atendimento publicitárioThiago Ianatoni
 
Atendimento e Planejamento
Atendimento e PlanejamentoAtendimento e Planejamento
Atendimento e PlanejamentoVinicius Moreira
 
Aula 5 atendimento e planejamento de campanha
Aula 5   atendimento e planejamento de campanhaAula 5   atendimento e planejamento de campanha
Aula 5 atendimento e planejamento de campanhaCíntia Dal Bello
 
O Profissional de Midia
O Profissional de MidiaO Profissional de Midia
O Profissional de MidiaEarle Martins
 
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimentoA evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimentoCíntia Dal Bello
 
O contato da agência - o atendimento publicitário
O contato da agência - o atendimento publicitárioO contato da agência - o atendimento publicitário
O contato da agência - o atendimento publicitárioCíntia Dal Bello
 
Análise de projeto gráfico de revista e anúncio publicitário
Análise de projeto gráfico de revista e anúncio publicitárioAnálise de projeto gráfico de revista e anúncio publicitário
Análise de projeto gráfico de revista e anúncio publicitárioCíntia Dal Bello
 
Atendimento Publicitário
Atendimento PublicitárioAtendimento Publicitário
Atendimento PublicitárioJoedes Ribeiro
 
Do assistir ao tele-existir: TV aberta e apelo à dromoaptidão
Do assistir ao tele-existir: TV aberta e apelo à dromoaptidãoDo assistir ao tele-existir: TV aberta e apelo à dromoaptidão
Do assistir ao tele-existir: TV aberta e apelo à dromoaptidãoCíntia Dal Bello
 
AV3 - 3 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2
AV3 - 3 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2AV3 - 3 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2
AV3 - 3 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2Cíntia Dal Bello
 
TPP - Roteiro de Estudos AV3 - 2014/2
TPP - Roteiro de Estudos AV3 - 2014/2TPP - Roteiro de Estudos AV3 - 2014/2
TPP - Roteiro de Estudos AV3 - 2014/2Cíntia Dal Bello
 
PREX II - 2014/2 - TERMO DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS
PREX II - 2014/2 - TERMO DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAISPREX II - 2014/2 - TERMO DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS
PREX II - 2014/2 - TERMO DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAISCíntia Dal Bello
 
Como conquistar a atenção?
Como conquistar a atenção? Como conquistar a atenção?
Como conquistar a atenção? Cíntia Dal Bello
 

Destaque (20)

Você Quer Ser Atendimento Publicitário?
Você Quer Ser Atendimento Publicitário?Você Quer Ser Atendimento Publicitário?
Você Quer Ser Atendimento Publicitário?
 
Atendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de PublicidadeAtendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de Publicidade
 
Atendimento Publicitário
Atendimento PublicitárioAtendimento Publicitário
Atendimento Publicitário
 
Atendimento funções e estrutura
Atendimento funções e estruturaAtendimento funções e estrutura
Atendimento funções e estrutura
 
Atendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de PublicidadeAtendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de Publicidade
 
02 atendimento publicitário
02   atendimento publicitário02   atendimento publicitário
02 atendimento publicitário
 
Atendimento publicitário
Atendimento publicitárioAtendimento publicitário
Atendimento publicitário
 
Atendimento e Planejamento
Atendimento e PlanejamentoAtendimento e Planejamento
Atendimento e Planejamento
 
Aula 5 atendimento e planejamento de campanha
Aula 5   atendimento e planejamento de campanhaAula 5   atendimento e planejamento de campanha
Aula 5 atendimento e planejamento de campanha
 
O Profissional de Midia
O Profissional de MidiaO Profissional de Midia
O Profissional de Midia
 
Planejamento Publicitário e Mídia
Planejamento Publicitário e MídiaPlanejamento Publicitário e Mídia
Planejamento Publicitário e Mídia
 
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimentoA evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
 
O contato da agência - o atendimento publicitário
O contato da agência - o atendimento publicitárioO contato da agência - o atendimento publicitário
O contato da agência - o atendimento publicitário
 
Análise de projeto gráfico de revista e anúncio publicitário
Análise de projeto gráfico de revista e anúncio publicitárioAnálise de projeto gráfico de revista e anúncio publicitário
Análise de projeto gráfico de revista e anúncio publicitário
 
Atendimento Publicitário
Atendimento PublicitárioAtendimento Publicitário
Atendimento Publicitário
 
Do assistir ao tele-existir: TV aberta e apelo à dromoaptidão
Do assistir ao tele-existir: TV aberta e apelo à dromoaptidãoDo assistir ao tele-existir: TV aberta e apelo à dromoaptidão
Do assistir ao tele-existir: TV aberta e apelo à dromoaptidão
 
AV3 - 3 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2
AV3 - 3 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2AV3 - 3 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2
AV3 - 3 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2
 
TPP - Roteiro de Estudos AV3 - 2014/2
TPP - Roteiro de Estudos AV3 - 2014/2TPP - Roteiro de Estudos AV3 - 2014/2
TPP - Roteiro de Estudos AV3 - 2014/2
 
PREX II - 2014/2 - TERMO DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS
PREX II - 2014/2 - TERMO DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAISPREX II - 2014/2 - TERMO DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS
PREX II - 2014/2 - TERMO DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS
 
Como conquistar a atenção?
Como conquistar a atenção? Como conquistar a atenção?
Como conquistar a atenção?
 

Semelhante a Atendimento Publicitário - Funções dos departamentos de uma agênia de publicidade - atendimento e planejamento

Estruturas BáSicas De Uma AgêNcia De
Estruturas BáSicas De Uma AgêNcia DeEstruturas BáSicas De Uma AgêNcia De
Estruturas BáSicas De Uma AgêNcia Dehenrysamara
 
aula4reasesetores-180204013609.pdf
aula4reasesetores-180204013609.pdfaula4reasesetores-180204013609.pdf
aula4reasesetores-180204013609.pdfVanderleiPostigo
 
Principais departamentos de uma agência de publicidade
Principais departamentos de uma agência de publicidadePrincipais departamentos de uma agência de publicidade
Principais departamentos de uma agência de publicidadeRebeca Silva
 
Setores principais da Agência de Propaganda
Setores principais da Agência de PropagandaSetores principais da Agência de Propaganda
Setores principais da Agência de PropagandaJonas Gomes Jr
 
aula4reasesetores-180204013609.pptx
aula4reasesetores-180204013609.pptxaula4reasesetores-180204013609.pptx
aula4reasesetores-180204013609.pptxVanderleiPostigo
 
Publicidade & Propaganda - aula 08
Publicidade & Propaganda - aula 08Publicidade & Propaganda - aula 08
Publicidade & Propaganda - aula 08Ricardo Americo
 
Apresentação InformaMídia
Apresentação InformaMídiaApresentação InformaMídia
Apresentação InformaMídiaInformaMídia
 
Gestão na comunicação site carol
Gestão na comunicação site carolGestão na comunicação site carol
Gestão na comunicação site carolcarolfdes
 
Gestao na-comunicacao-site-carol
Gestao na-comunicacao-site-carolGestao na-comunicacao-site-carol
Gestao na-comunicacao-site-carolcarolfdes
 
Apresentacao Pequena Empresa
Apresentacao Pequena EmpresaApresentacao Pequena Empresa
Apresentacao Pequena EmpresaNancy Assad
 
Apresentação publing 2013
Apresentação publing 2013Apresentação publing 2013
Apresentação publing 2013Publing
 
Guia de servicos_e_boas_praticas_em_contratacao_de_comunicacao_corporativa
Guia de servicos_e_boas_praticas_em_contratacao_de_comunicacao_corporativaGuia de servicos_e_boas_praticas_em_contratacao_de_comunicacao_corporativa
Guia de servicos_e_boas_praticas_em_contratacao_de_comunicacao_corporativaFabiana Pedrosa
 

Semelhante a Atendimento Publicitário - Funções dos departamentos de uma agênia de publicidade - atendimento e planejamento (20)

Estruturas BáSicas De Uma AgêNcia De
Estruturas BáSicas De Uma AgêNcia DeEstruturas BáSicas De Uma AgêNcia De
Estruturas BáSicas De Uma AgêNcia De
 
aula4reasesetores-180204013609.pdf
aula4reasesetores-180204013609.pdfaula4reasesetores-180204013609.pdf
aula4reasesetores-180204013609.pdf
 
Principais departamentos de uma agência de publicidade
Principais departamentos de uma agência de publicidadePrincipais departamentos de uma agência de publicidade
Principais departamentos de uma agência de publicidade
 
Setores principais da Agência de Propaganda
Setores principais da Agência de PropagandaSetores principais da Agência de Propaganda
Setores principais da Agência de Propaganda
 
aula4reasesetores-180204013609.pptx
aula4reasesetores-180204013609.pptxaula4reasesetores-180204013609.pptx
aula4reasesetores-180204013609.pptx
 
Effetiva - Apresentação Curso de Administração Univali
Effetiva - Apresentação Curso de Administração UnivaliEffetiva - Apresentação Curso de Administração Univali
Effetiva - Apresentação Curso de Administração Univali
 
Agências de Propaganda (Parcerias Anunciantes e Estruturas Organizacionais)
Agências de Propaganda (Parcerias Anunciantes e Estruturas Organizacionais)Agências de Propaganda (Parcerias Anunciantes e Estruturas Organizacionais)
Agências de Propaganda (Parcerias Anunciantes e Estruturas Organizacionais)
 
Publicidade & Propaganda - aula 08
Publicidade & Propaganda - aula 08Publicidade & Propaganda - aula 08
Publicidade & Propaganda - aula 08
 
Apresentação InformaMídia
Apresentação InformaMídiaApresentação InformaMídia
Apresentação InformaMídia
 
Agencia Join+Us
Agencia Join+UsAgencia Join+Us
Agencia Join+Us
 
E book rm
E book rmE book rm
E book rm
 
Gestão na comunicação site carol
Gestão na comunicação site carolGestão na comunicação site carol
Gestão na comunicação site carol
 
Gestao na-comunicacao-site-carol
Gestao na-comunicacao-site-carolGestao na-comunicacao-site-carol
Gestao na-comunicacao-site-carol
 
Apresentacao Pequena Empresa
Apresentacao Pequena EmpresaApresentacao Pequena Empresa
Apresentacao Pequena Empresa
 
1 apresentação exito
1 apresentação exito1 apresentação exito
1 apresentação exito
 
Cv m02
Cv   m02Cv   m02
Cv m02
 
Cv m02
Cv   m02Cv   m02
Cv m02
 
Apresentação publing 2013
Apresentação publing 2013Apresentação publing 2013
Apresentação publing 2013
 
Somos a web milk
Somos a web milkSomos a web milk
Somos a web milk
 
Guia de servicos_e_boas_praticas_em_contratacao_de_comunicacao_corporativa
Guia de servicos_e_boas_praticas_em_contratacao_de_comunicacao_corporativaGuia de servicos_e_boas_praticas_em_contratacao_de_comunicacao_corporativa
Guia de servicos_e_boas_praticas_em_contratacao_de_comunicacao_corporativa
 

Mais de Cíntia Dal Bello

BA Creative Collectibles - Projeto de Stand
BA Creative Collectibles - Projeto de StandBA Creative Collectibles - Projeto de Stand
BA Creative Collectibles - Projeto de StandCíntia Dal Bello
 
Ba creative collectibles 2018.1
Ba creative collectibles 2018.1Ba creative collectibles 2018.1
Ba creative collectibles 2018.1Cíntia Dal Bello
 
Briefing Converse - relação de peças solicitadas
Briefing Converse - relação de peças solicitadasBriefing Converse - relação de peças solicitadas
Briefing Converse - relação de peças solicitadasCíntia Dal Bello
 
Briefing Converse - Chuck Taylor All Star
Briefing Converse - Chuck Taylor All StarBriefing Converse - Chuck Taylor All Star
Briefing Converse - Chuck Taylor All StarCíntia Dal Bello
 
Briefing de criação x estrutura do anúncio publicitário - versão beta
Briefing de criação x estrutura do anúncio publicitário - versão betaBriefing de criação x estrutura do anúncio publicitário - versão beta
Briefing de criação x estrutura do anúncio publicitário - versão betaCíntia Dal Bello
 
Exercício de criação: Sonho de Valsa
Exercício de criação: Sonho de ValsaExercício de criação: Sonho de Valsa
Exercício de criação: Sonho de ValsaCíntia Dal Bello
 
Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 2
 Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 2 Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 2
Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 2Cíntia Dal Bello
 
Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 1
Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 1Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 1
Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 1Cíntia Dal Bello
 
Da leveza: uma civilização sem peso (Gilles Lipovetsky)
Da leveza: uma civilização sem peso (Gilles Lipovetsky)Da leveza: uma civilização sem peso (Gilles Lipovetsky)
Da leveza: uma civilização sem peso (Gilles Lipovetsky)Cíntia Dal Bello
 
Análise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5B - final
Análise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5B - finalAnálise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5B - final
Análise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5B - finalCíntia Dal Bello
 
Análise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5A - final.pptx
Análise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5A - final.pptxAnálise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5A - final.pptx
Análise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5A - final.pptxCíntia Dal Bello
 
PIM - ROTEIRO DE PROJETO - MÍDIAS SOCIAIS DIGITAIS
PIM - ROTEIRO DE PROJETO - MÍDIAS SOCIAIS DIGITAISPIM - ROTEIRO DE PROJETO - MÍDIAS SOCIAIS DIGITAIS
PIM - ROTEIRO DE PROJETO - MÍDIAS SOCIAIS DIGITAISCíntia Dal Bello
 
Briefing de criação exercicio
Briefing de criação exercicioBriefing de criação exercicio
Briefing de criação exercicioCíntia Dal Bello
 
Criação em Propaganda: a relação texto x imagem
Criação em Propaganda: a relação texto x imagemCriação em Propaganda: a relação texto x imagem
Criação em Propaganda: a relação texto x imagemCíntia Dal Bello
 
A Sociedade de consumo: A liturgia formal do objeto - Jean Baudrillard
A Sociedade de consumo: A liturgia formal do objeto - Jean BaudrillardA Sociedade de consumo: A liturgia formal do objeto - Jean Baudrillard
A Sociedade de consumo: A liturgia formal do objeto - Jean BaudrillardCíntia Dal Bello
 
Guia do Projeto REVISTA - 2017-1
Guia do Projeto REVISTA - 2017-1Guia do Projeto REVISTA - 2017-1
Guia do Projeto REVISTA - 2017-1Cíntia Dal Bello
 
Dinâmicas de identidade e exclusão
Dinâmicas de identidade e exclusãoDinâmicas de identidade e exclusão
Dinâmicas de identidade e exclusãoCíntia Dal Bello
 
Projeto Campanha Responsável
Projeto Campanha ResponsávelProjeto Campanha Responsável
Projeto Campanha ResponsávelCíntia Dal Bello
 

Mais de Cíntia Dal Bello (20)

BA Creative Collectibles - Projeto de Stand
BA Creative Collectibles - Projeto de StandBA Creative Collectibles - Projeto de Stand
BA Creative Collectibles - Projeto de Stand
 
Ba creative collectibles 2018.1
Ba creative collectibles 2018.1Ba creative collectibles 2018.1
Ba creative collectibles 2018.1
 
Briefing Converse - relação de peças solicitadas
Briefing Converse - relação de peças solicitadasBriefing Converse - relação de peças solicitadas
Briefing Converse - relação de peças solicitadas
 
Briefing Converse - Chuck Taylor All Star
Briefing Converse - Chuck Taylor All StarBriefing Converse - Chuck Taylor All Star
Briefing Converse - Chuck Taylor All Star
 
Briefing de criação x estrutura do anúncio publicitário - versão beta
Briefing de criação x estrutura do anúncio publicitário - versão betaBriefing de criação x estrutura do anúncio publicitário - versão beta
Briefing de criação x estrutura do anúncio publicitário - versão beta
 
Exercício de criação: Sonho de Valsa
Exercício de criação: Sonho de ValsaExercício de criação: Sonho de Valsa
Exercício de criação: Sonho de Valsa
 
Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 2
 Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 2 Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 2
Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 2
 
Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 1
Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 1Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 1
Resolução - Briefing de Criação - Case Vigor Grego - Exercício 1
 
Da leveza: uma civilização sem peso (Gilles Lipovetsky)
Da leveza: uma civilização sem peso (Gilles Lipovetsky)Da leveza: uma civilização sem peso (Gilles Lipovetsky)
Da leveza: uma civilização sem peso (Gilles Lipovetsky)
 
BOOK DE CRIAÇÃO - 2017-1
BOOK DE CRIAÇÃO - 2017-1BOOK DE CRIAÇÃO - 2017-1
BOOK DE CRIAÇÃO - 2017-1
 
A criação do cartaz
A criação do cartaz A criação do cartaz
A criação do cartaz
 
Análise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5B - final
Análise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5B - finalAnálise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5B - final
Análise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5B - final
 
Análise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5A - final.pptx
Análise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5A - final.pptxAnálise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5A - final.pptx
Análise de peça publicitária - Resolução – Case Vigor - 5A - final.pptx
 
PIM - ROTEIRO DE PROJETO - MÍDIAS SOCIAIS DIGITAIS
PIM - ROTEIRO DE PROJETO - MÍDIAS SOCIAIS DIGITAISPIM - ROTEIRO DE PROJETO - MÍDIAS SOCIAIS DIGITAIS
PIM - ROTEIRO DE PROJETO - MÍDIAS SOCIAIS DIGITAIS
 
Briefing de criação exercicio
Briefing de criação exercicioBriefing de criação exercicio
Briefing de criação exercicio
 
Criação em Propaganda: a relação texto x imagem
Criação em Propaganda: a relação texto x imagemCriação em Propaganda: a relação texto x imagem
Criação em Propaganda: a relação texto x imagem
 
A Sociedade de consumo: A liturgia formal do objeto - Jean Baudrillard
A Sociedade de consumo: A liturgia formal do objeto - Jean BaudrillardA Sociedade de consumo: A liturgia formal do objeto - Jean Baudrillard
A Sociedade de consumo: A liturgia formal do objeto - Jean Baudrillard
 
Guia do Projeto REVISTA - 2017-1
Guia do Projeto REVISTA - 2017-1Guia do Projeto REVISTA - 2017-1
Guia do Projeto REVISTA - 2017-1
 
Dinâmicas de identidade e exclusão
Dinâmicas de identidade e exclusãoDinâmicas de identidade e exclusão
Dinâmicas de identidade e exclusão
 
Projeto Campanha Responsável
Projeto Campanha ResponsávelProjeto Campanha Responsável
Projeto Campanha Responsável
 

Último

2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...excellenceeducaciona
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 

Último (20)

2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 

Atendimento Publicitário - Funções dos departamentos de uma agênia de publicidade - atendimento e planejamento

  • 1. Atendimento em Propaganda - Prof. Marcelo Simioni 1 AULA 2 FUNÇÕES DOS DEPARTAMENTOS/SETORES DE UMA AGÊNCIA DE PUBLICIDADE - FUNÇÕES DO ATENDIMENTO O atendimento de uma agência é o elo de ligação entre a agência e o cliente anunciante. Sua função básica é desenvolver um trabalho pautado no processo de liderança e na tomada de decisão com uma visão profissional e técnica do mercado e do meio publicitário. Está é a área da agência quem mantém o contato direto com o cliente. É ela que trabalha a prospecção, contato publicitário, representante da agência no cliente e do cliente na agência. Para ser um bom atendimento, é preciso ser profundo conhecedor do mercado, das técnicas de comunicação e saber como, quando e onde aplicá-las. É necessário conhecer muito bem o mercado em que seus cliente atuam, assim como as empresas de seus clientes. O que uma empresa anunciante espera de uma agência e assim, prestar um serviço de forma excelente. Portanto, compreendem-se as tarefas de assistência ao cliente da agência, estudo de suas características, compreensão de seus problemas, oportunidades. Pode-se definir o profissional de atendimento de uma agência de propaganda como aquele elemento capaz de agir como agência e pensar como cliente. Resumidamente as atividades exercidas pelo atendimento publicitário são:  captação de novos clientes;  manutenção da carteira de clientes;  negociar os interesses de clientes e agência,  ser a ligação entre as duas empresas;  repassar aos demais profissionais da agência as informações do cliente;  participar das reuniões de planejamento;  elaborar o briefing. - FUNÇÕES DO PLANEJAMENTO O departamento de planejamento é responsável por elaborar a estratégia de comunicação do cliente. Ele busca dados e informações capazes de fornecer um quadro real do consumidor e do mercado para o qual se destina o produto ou serviço anunciado. Planejamento é, portanto, um conjunto de decisões direcionado para o alcance de metas e objetivos, levando em consideração o contexto e os meios disponíveis para a implementação.
  • 2. Atendimento em Propaganda - Prof. Marcelo Simioni 2 Podemos entender o planejamento como o conjunto de atividades bem calculadas, para que a comunicação do cliente siga na direção esperada e produza os resultados esperados. O atendimento através do briefing repassa para o planejamento quais são os problemas do cliente e o que ele deseja alcançar. O planejamento então, começa a análise do problema, traça estratégias para resolvê-lo e busca oportunidades para se alcançar o objetivo desejado pelo cliente. De forma geral um bom planejamento oferece vantagens competitivas para empresa como:  Possibilitar um maior controle sobre as ações e o ambiente em que se atua;  Permitir uma visão antecipada de problemas e conflitos, e com isso auxiliar em uma rápida resolução;  Propiciar uma margem maior de acerto nas tomadas de decisões. - FUNÇÕES DA CRIAÇÃO O setor de criação é a fase da geração das ideias, dos temas, dos slogans, das expressões, dos textos, das ilustrações, dos anúncios, dos filmes, dos sons e de todas as muitas formas de comunicação. Nenhuma marca será percebida como líder se ela imitar as ações e as abordagens das suas concorrentes. Também não será líder se não fizer uma conexão com os consumidores. Por isso, existe tanta valorização da criatividade com objetivo: ter resultados. A criação é a essência da agência. Sua função é criar ideias para serem transformadas em slogans, temas publicitários, anúncios para jornais e revistas, comerciais de rádio, televisão e cinema, cartazes e outras mensagens publicitárias. A criação trabalha a partir do planejamento e do briefing criativo, que é o pedido de criação, um documento contando a essência do problema e fazendo as necessárias solicitações.  Briefing de Criação  Análise do Briefing da Empresa;  Posicionamento;  USP, Reason Why, Proposta Secundária;  Objetivos e metas de Marketing;  Objetivos e metas de Comunicação;  Período da Campanha;  Público-alvo;  Estratégias de Comunicação;  Tipo de Campanha.
  • 3. Atendimento em Propaganda - Prof. Marcelo Simioni 3 Normalmente existe um diretor (ou vice-presidente) de criação, que dirige as duplas de criação. As duplas de criação são formadas por um redator e um diretor de arte, ou seja, um especialista em texto e outro em imagens que trabalham integradamente no mesmo projeto. Não é raro mais de uma dupla ser envolvida em um único trabalho, dependendo de suas dimensões e complexidade. Em muitas agências nos dias de hoje, por causa do avanço tecnológico e da Internet, a criação é dividida em duas ramificações: Off-line e On-line.  Off-line Responsável por criar as peças e anúncios mais tradicionais, como para mídia impressa, televisão e rádio.  On-line Responsável por criar as peças para internet e, hoje em dia, aplicativos/jogos para smartphones e tablets. - FUNÇÕES DA PRODUÇÃO O setor de produção é que organiza a produção do que foi criado. Sem o departamento de produção, os anúncios criados pelo redator e diretor de arte não seriam nada mais do que palavras e imagens em papel. O departamento de produção, em essência, assegura que o comercial de TV ou anúncios impressos, entre outros, sejam produzidos. São responsáveis pela contratação de fornecedores externos. A produção trabalha com o banco de dados dos fornecedores de serviços como: gráficas, produtoras de tv, empresas de mídia externa, mídia interativa, dentre outras, que podem ser regionais, estaduais, nacionais e até do exterior, dependendo da necessidade do cliente. Os produtores estão envolvidos em todos os aspectos do projeto, desde o briefing criativo inicial até á execução e entrega desse projeto. A produção manuseia e organiza os orçamentos e os calendários de execução e de entregas; define prioridades e resolve problemas de arte-finalização com a criação. - FUNÇÕES DA MÍDIA Mídia é a tarefa de seleção dos veículos de comunicação mais adequados para atingir o público-alvo nos momentos mais propícios, evidentemente buscando a maneira mais econômica e indicada para cada caso em particular. Também cabe à mídia, após a seleção dos veículos mais acertados, as tarefas de execução, negociando e comprando espaços baseado principalmente no público-alvo, autorizando as veiculações e fazendo seu controle. Os profissionais de mídia atuam como conselheiros de investimentos que administram os orçamentos de cada cliente.
  • 4. Atendimento em Propaganda - Prof. Marcelo Simioni 4 O que se busca sempre é construir e sustentar a liderança da marca. A mídia tem como função essencial cuidar da veiculação mais adequada das mensagens publicitárias dos clientes a agência. Cabe ao profissional de mídia, encontra a melhor combinação de veículos, empregando de forma correta e eficiente a verba do cliente de acordo com as necessidades do anunciante, negociando e dando todas as instruções de negociações junto aos veículos de comunicação. Além de tentar atingir o maior número de pessoas, na maior quantidade de vezes e com custo mais baixo, a mídia se preocupa em como as mensagens as atingirão. - FUNÇÕES DO TRÁFEGO Tem a função de coordenar e controlar o FLUXO DE SERVIÇOS. O atendimento ao solicitar um serviço envia um pedido ou “Blue Sheet” à criação por intermédio do tráfego. Este faz o registro e negocia os prazos entre as partes, entre os departamentos. Também passam pelo trafego serviços para o Estúdio de Arte e de Produção Gráfica. Quanto menor a agência, maior a área de atuação do tráfego. O tráfego também pode solicitar orçamentos e negociar com fornecedores. REFERÊNCIA BIBLIOGRÀFICA LUPETTI, Marcélia. Administração em Publicidade: a verdadeira alma do negócio. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003. SANT’ANNA, Armando. Propaganda. Teoria, Técnica e Prática. 7ª ed. São Paulo: Pioneira, 2000. SAMPAIO, Rafael. Propaganda de A a Z. São Paulo: Campus, 2000.