SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR
Professor MSc Cloves Rocha
Jaboatão dos Guararapes, Agosto 2018.2
(PIE) SINAIS E SISTEMAS - ENG - 6 NA - SEG
AGENDA
❏ QUEM SOU e QUEM É VOCÊ?
❏ CALENDÁRIO ACADÊMICO 2018.2;
❏ EMENTA;
❏ COMPETÊNCIAS;
❏ OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM;
❏ MÉTODOS E PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO;
❏ REGRAS PARA UMA BOA CONVIVÊNCIA;
❏ CONTATOS.
Quem Sou
Cloves Rocha
Professor | Cientista | Engenheiro de Software (Back-End) e Gerente de Projetos.
Mestre em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
(2017), com foco em Engenharia de Software e Aplicações WEB.
Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação (GTI) pelo Centro Universitário
Guararapes (FG).
Fui Provedor de Serviços na comunidade de software livre OPENREDU.ORG, localizado no
Centro de Informações - Cin / UFPE, premiado (2017) e também contribui como
coordenador dos voluntários.Mais informações
acesse
CALENDÁRIO ACADÊMICO 2018.2
EMENTA
● A DISCIPLINA INTRODUZ CONCEITOS DE FREQUÊNCIA
COMPLEXA, FUNÇÃO DE TRANSFERÊNCIA E ANÁLISE DE
REDE NO DOMÍNIO DA FREQUÊNCIA.
● APRESENTA AS TRANSFORMAÇÕES DE LAPLACE COMO
FERRAMENTA PARA A RESOLUÇÃO DAS EQUAÇÕES
DIFERENCIAIS CARACTERÍSTICAS DE CIRCUITOS
ELÉTRICOS.
● ESTUDA OS QUADRIPOLOS E RESSONÂNCIA COM
APLICAÇÃO EM CIRCUITOS DE FILTRO E COM
ACOPLAMENTO MAGNÉTICO.
COMPETÊNCIAS
● ATINGIR OBJETIVOS
○ PENSAMENTO ANALÍTICO - Analisar e interpretar sistematicamente os dados a fim
de solucionar problemas.
○ TRABALHO EM EQUIPE - Realizar trabalhos em conjunto, possuindo flexibilidade
para lidar com diferentes perfis de pessoas, reconhecendo
○ a interdependência para o alcance dos objetivos comuns.
○ DOMÍNIO TECNOLÓGICO - Usar a tecnologia para resolver problemas e produzir
conhecimento.
○ PENSAMENTO MATEMÁTICO, FÍSICO e QUÍMICO - Aplicar conhecimentos
matemáticos, físicos, químicos nas atividades da engenharia.
○ ESPÍRITO DE PESQUISA - Pesquisar e realizar experimentos com rigor científico
para solucionar problemas, buscando a inovação.
○ DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS E SOLUÇÕES DE EFICIÊNCIA
ENERGÉTICA – Elaborar projetos e criar soluções de eficiência energética e
○ energias renováveis.
OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM
● AO FINAL DA DISCIPLINA O ESTUDANTE SERÁ CAPAZ DE:
○ DESCREVER E COMPREENDER O COMPORTAMENTO DE SINAIS E
SISTEMAS NO DOMÍNIO DO TEMPO;
○ APLICAR A INTEGRAL DE CONVOLUÇÃO PARA RESPOSTAS DE
SISTEMAS A ENTRADAS NO DOMÍNIO DO TEMPO;
○ DETERMINAR AS RESPOSTAS DE SISTEMAS AOS SINAIS DE IMPULSO E
DEGRAU;
○ COMPREENDER E APLICAR A TRANSFORMADA DE LAPLACE EM
SISTEMAS LINEARES;
○ DETERMINAR A FUNÇÃO DE TRANSFERÊNCIA DE UM SISTEMA LINEAR;
○ APLICAR A TRANSFORMADA DE LAPLACE PARA A RESOLUÇÃO DE
CIRCUITOS ELÉTRICOS;
○ COMPREENDER E TRAÇAR A RESPOSTA EM FREQUÊNCIA DE
SISTEMAS;
○ PROJETAR E CALCULAR FILTROS PASSIVOS E ATIVOS;
○ UTILIZAR APLICAR O MODELO DE QUADRIPOLOS;
○ UTILIZAR SOFTWARES DE SIMULAÇÃO DE CIRCUITOS.
MÉTODOS E PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO
A NOTA FINAL (NF) CONSIDERA A COMPOSIÇÃO ENTRE:
● N1: OBTIDA A PARTIR DE QUATRO AVALIAÇÕES CONTINUADAS AO LONGO DO
SEMESTRE, DETALHADAS ABAIXO.
● N2: PROVA.
○ DISCIPLINAS MAJORITARIAMENTE PRÁTICAS CONTAM COM
AVALIAÇÃO PRÁTICA COMPONDO A NOTA N2, COM PESO DE 50%.
● O ESTUDANTE QUE NÃO ATINGIR A MÉDIA FINAL 7,0 (SETE), QUE É FORMADA
PELA MÉDIA PONDERADA DAS ATIVIDADES REALIZADAS NA N1, PODERÁ
REALIZAR A PROVA RECUPERAÇÃO/FINAL.
● A NOTA FINAL É FORMADA PELA MÉDIA PONDERADA DAS ATIVIDADES DA
NOTA N1, E SOMADA A N2, COM PESO, RESPECTIVAMENTE DE 40% E 60%.
○ RESULTANTE DA SEGUINTE EQUAÇÃO: (N1 X 0,4) + (N2 X 0,6)
● PARA APROVAÇÃO, A MÉDIA DA NOTA FINAL DEVERÁ SER IGUAL OU SUPERIOR
A 5,0 (CINCO), ALÉM DA NECESSÁRIA FREQUÊNCIA MÍNIMA A 75% DAS AULAS.
MÉTODOS E PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO
REGRAS PARA UMA BOA CONVIVÊNCIA
Obrigado! Thank you!
PROF. CLOVES ROCHA | CONTATOS
E-mail: <clovesoficial@gmail.com>
<cloves.rocha@faculdadeguararapes.edu.br>
Fone: +55 81 9.8442-3003
<?php
print("ACESSO AO MATERIAL");
<?php
print("https://www.slideshare.net/ClovesRocha");

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Apresentação do Prof. MSc. Cloves Rocha - ENG - Elétrica - 6 NA - PIE - SEG

Apresentação Professor MSc Cloves Rocha PIE - ANÁLISE DE ALGORITMOS - CCO 8 N...
Apresentação Professor MSc Cloves Rocha PIE - ANÁLISE DE ALGORITMOS - CCO 8 N...Apresentação Professor MSc Cloves Rocha PIE - ANÁLISE DE ALGORITMOS - CCO 8 N...
Apresentação Professor MSc Cloves Rocha PIE - ANÁLISE DE ALGORITMOS - CCO 8 N...Cloves da Rocha
 
Ufpe reuso de requesitos em cloud computing__artigo rnf cloud
Ufpe  reuso de requesitos em cloud computing__artigo rnf cloudUfpe  reuso de requesitos em cloud computing__artigo rnf cloud
Ufpe reuso de requesitos em cloud computing__artigo rnf cloudsergiofbrandao
 
Gerenciamento de Projetos de Software
Gerenciamento de Projetos de SoftwareGerenciamento de Projetos de Software
Gerenciamento de Projetos de SoftwareIsabel Reis, PMP
 
Escopo custo e tempo gerando a qualidade do projeto
Escopo custo e tempo gerando a qualidade do projetoEscopo custo e tempo gerando a qualidade do projeto
Escopo custo e tempo gerando a qualidade do projetoSilas Serpa
 
Apresentação TCC: AVALIAÇÃO DE DEPENDABILIDADE E ANÁLISE DE SENSIBILIDADE EM ...
Apresentação TCC: AVALIAÇÃO DE DEPENDABILIDADE E ANÁLISE DE SENSIBILIDADE EM ...Apresentação TCC: AVALIAÇÃO DE DEPENDABILIDADE E ANÁLISE DE SENSIBILIDADE EM ...
Apresentação TCC: AVALIAÇÃO DE DEPENDABILIDADE E ANÁLISE DE SENSIBILIDADE EM ...Ramon Santos
 

Semelhante a Apresentação do Prof. MSc. Cloves Rocha - ENG - Elétrica - 6 NA - PIE - SEG (9)

Apresentação Professor MSc Cloves Rocha PIE - ANÁLISE DE ALGORITMOS - CCO 8 N...
Apresentação Professor MSc Cloves Rocha PIE - ANÁLISE DE ALGORITMOS - CCO 8 N...Apresentação Professor MSc Cloves Rocha PIE - ANÁLISE DE ALGORITMOS - CCO 8 N...
Apresentação Professor MSc Cloves Rocha PIE - ANÁLISE DE ALGORITMOS - CCO 8 N...
 
Ufpe reuso de requesitos em cloud computing__artigo rnf cloud
Ufpe  reuso de requesitos em cloud computing__artigo rnf cloudUfpe  reuso de requesitos em cloud computing__artigo rnf cloud
Ufpe reuso de requesitos em cloud computing__artigo rnf cloud
 
Tutorial Ansys Workbench
Tutorial Ansys WorkbenchTutorial Ansys Workbench
Tutorial Ansys Workbench
 
Gerenciamento de Projetos de Software
Gerenciamento de Projetos de SoftwareGerenciamento de Projetos de Software
Gerenciamento de Projetos de Software
 
Swmm 2012
Swmm 2012Swmm 2012
Swmm 2012
 
Intui17
Intui17Intui17
Intui17
 
Escopo custo e tempo gerando a qualidade do projeto
Escopo custo e tempo gerando a qualidade do projetoEscopo custo e tempo gerando a qualidade do projeto
Escopo custo e tempo gerando a qualidade do projeto
 
Raimundo sm
Raimundo smRaimundo sm
Raimundo sm
 
Apresentação TCC: AVALIAÇÃO DE DEPENDABILIDADE E ANÁLISE DE SENSIBILIDADE EM ...
Apresentação TCC: AVALIAÇÃO DE DEPENDABILIDADE E ANÁLISE DE SENSIBILIDADE EM ...Apresentação TCC: AVALIAÇÃO DE DEPENDABILIDADE E ANÁLISE DE SENSIBILIDADE EM ...
Apresentação TCC: AVALIAÇÃO DE DEPENDABILIDADE E ANÁLISE DE SENSIBILIDADE EM ...
 

Mais de Cloves da Rocha

Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdfMineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdfCloves da Rocha
 
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresasLive: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresasCloves da Rocha
 
Introdução a Machine Learning na Prática
Introdução a Machine Learning na PráticaIntrodução a Machine Learning na Prática
Introdução a Machine Learning na PráticaCloves da Rocha
 
II JEDI 2019 - OUP e OPS
II JEDI 2019 - OUP e OPS II JEDI 2019 - OUP e OPS
II JEDI 2019 - OUP e OPS Cloves da Rocha
 
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS) com ênfase em da...
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS)  com ênfase em da...Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS)  com ênfase em da...
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS) com ênfase em da...Cloves da Rocha
 
Introdução à Engenharia de Testes de Software
Introdução à Engenharia de Testes de SoftwareIntrodução à Engenharia de Testes de Software
Introdução à Engenharia de Testes de SoftwareCloves da Rocha
 
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertosObservatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertosCloves da Rocha
 
Gestão de Riscos em Processos de Negócios
Gestão de Riscos em Processos de NegóciosGestão de Riscos em Processos de Negócios
Gestão de Riscos em Processos de NegóciosCloves da Rocha
 
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...Cloves da Rocha
 
Aula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Aula 04 - Estudo de Caso AtacadãoAula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Aula 04 - Estudo de Caso AtacadãoCloves da Rocha
 
Café com André Menelau
Café com André MenelauCafé com André Menelau
Café com André MenelauCloves da Rocha
 
Engenharia de Requisitos
Engenharia de RequisitosEngenharia de Requisitos
Engenharia de RequisitosCloves da Rocha
 
Principais Certificações em TIC - ITIL
Principais Certificações em TIC - ITILPrincipais Certificações em TIC - ITIL
Principais Certificações em TIC - ITILCloves da Rocha
 
Principais Certificações em TIC
Principais Certificações em TIC Principais Certificações em TIC
Principais Certificações em TIC Cloves da Rocha
 
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21Cloves da Rocha
 
XII Café e CODE - Provocações do Mestre
XII Café e CODE - Provocações do MestreXII Café e CODE - Provocações do Mestre
XII Café e CODE - Provocações do MestreCloves da Rocha
 
Padrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Padrões de Projeto de Software Orientado a ObjetosPadrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Padrões de Projeto de Software Orientado a ObjetosCloves da Rocha
 
XI Café e CODE - Provocações do Mestre
XI Café e CODE - Provocações do MestreXI Café e CODE - Provocações do Mestre
XI Café e CODE - Provocações do MestreCloves da Rocha
 
Introdução à Qualidade de Software
Introdução à Qualidade de SoftwareIntrodução à Qualidade de Software
Introdução à Qualidade de SoftwareCloves da Rocha
 

Mais de Cloves da Rocha (20)

Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdfMineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
 
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresasLive: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
 
Introdução a Machine Learning na Prática
Introdução a Machine Learning na PráticaIntrodução a Machine Learning na Prática
Introdução a Machine Learning na Prática
 
II JEDI 2019 - OUP e OPS
II JEDI 2019 - OUP e OPS II JEDI 2019 - OUP e OPS
II JEDI 2019 - OUP e OPS
 
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS) com ênfase em da...
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS)  com ênfase em da...Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS)  com ênfase em da...
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS) com ênfase em da...
 
Introdução à Engenharia de Testes de Software
Introdução à Engenharia de Testes de SoftwareIntrodução à Engenharia de Testes de Software
Introdução à Engenharia de Testes de Software
 
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertosObservatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
 
Gestão de Riscos em Processos de Negócios
Gestão de Riscos em Processos de NegóciosGestão de Riscos em Processos de Negócios
Gestão de Riscos em Processos de Negócios
 
Palestra GEOMARKETING
Palestra GEOMARKETINGPalestra GEOMARKETING
Palestra GEOMARKETING
 
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
 
Aula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Aula 04 - Estudo de Caso AtacadãoAula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Aula 04 - Estudo de Caso Atacadão
 
Café com André Menelau
Café com André MenelauCafé com André Menelau
Café com André Menelau
 
Engenharia de Requisitos
Engenharia de RequisitosEngenharia de Requisitos
Engenharia de Requisitos
 
Principais Certificações em TIC - ITIL
Principais Certificações em TIC - ITILPrincipais Certificações em TIC - ITIL
Principais Certificações em TIC - ITIL
 
Principais Certificações em TIC
Principais Certificações em TIC Principais Certificações em TIC
Principais Certificações em TIC
 
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
 
XII Café e CODE - Provocações do Mestre
XII Café e CODE - Provocações do MestreXII Café e CODE - Provocações do Mestre
XII Café e CODE - Provocações do Mestre
 
Padrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Padrões de Projeto de Software Orientado a ObjetosPadrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Padrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
 
XI Café e CODE - Provocações do Mestre
XI Café e CODE - Provocações do MestreXI Café e CODE - Provocações do Mestre
XI Café e CODE - Provocações do Mestre
 
Introdução à Qualidade de Software
Introdução à Qualidade de SoftwareIntrodução à Qualidade de Software
Introdução à Qualidade de Software
 

Último

POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 

Último (20)

POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 

Apresentação do Prof. MSc. Cloves Rocha - ENG - Elétrica - 6 NA - PIE - SEG

  • 1. APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR Professor MSc Cloves Rocha Jaboatão dos Guararapes, Agosto 2018.2 (PIE) SINAIS E SISTEMAS - ENG - 6 NA - SEG
  • 2. AGENDA ❏ QUEM SOU e QUEM É VOCÊ? ❏ CALENDÁRIO ACADÊMICO 2018.2; ❏ EMENTA; ❏ COMPETÊNCIAS; ❏ OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM; ❏ MÉTODOS E PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO; ❏ REGRAS PARA UMA BOA CONVIVÊNCIA; ❏ CONTATOS.
  • 3. Quem Sou Cloves Rocha Professor | Cientista | Engenheiro de Software (Back-End) e Gerente de Projetos. Mestre em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2017), com foco em Engenharia de Software e Aplicações WEB. Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação (GTI) pelo Centro Universitário Guararapes (FG). Fui Provedor de Serviços na comunidade de software livre OPENREDU.ORG, localizado no Centro de Informações - Cin / UFPE, premiado (2017) e também contribui como coordenador dos voluntários.Mais informações acesse
  • 4.
  • 6. EMENTA ● A DISCIPLINA INTRODUZ CONCEITOS DE FREQUÊNCIA COMPLEXA, FUNÇÃO DE TRANSFERÊNCIA E ANÁLISE DE REDE NO DOMÍNIO DA FREQUÊNCIA. ● APRESENTA AS TRANSFORMAÇÕES DE LAPLACE COMO FERRAMENTA PARA A RESOLUÇÃO DAS EQUAÇÕES DIFERENCIAIS CARACTERÍSTICAS DE CIRCUITOS ELÉTRICOS. ● ESTUDA OS QUADRIPOLOS E RESSONÂNCIA COM APLICAÇÃO EM CIRCUITOS DE FILTRO E COM ACOPLAMENTO MAGNÉTICO.
  • 7. COMPETÊNCIAS ● ATINGIR OBJETIVOS ○ PENSAMENTO ANALÍTICO - Analisar e interpretar sistematicamente os dados a fim de solucionar problemas. ○ TRABALHO EM EQUIPE - Realizar trabalhos em conjunto, possuindo flexibilidade para lidar com diferentes perfis de pessoas, reconhecendo ○ a interdependência para o alcance dos objetivos comuns. ○ DOMÍNIO TECNOLÓGICO - Usar a tecnologia para resolver problemas e produzir conhecimento. ○ PENSAMENTO MATEMÁTICO, FÍSICO e QUÍMICO - Aplicar conhecimentos matemáticos, físicos, químicos nas atividades da engenharia. ○ ESPÍRITO DE PESQUISA - Pesquisar e realizar experimentos com rigor científico para solucionar problemas, buscando a inovação. ○ DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS E SOLUÇÕES DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA – Elaborar projetos e criar soluções de eficiência energética e ○ energias renováveis.
  • 8. OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM ● AO FINAL DA DISCIPLINA O ESTUDANTE SERÁ CAPAZ DE: ○ DESCREVER E COMPREENDER O COMPORTAMENTO DE SINAIS E SISTEMAS NO DOMÍNIO DO TEMPO; ○ APLICAR A INTEGRAL DE CONVOLUÇÃO PARA RESPOSTAS DE SISTEMAS A ENTRADAS NO DOMÍNIO DO TEMPO; ○ DETERMINAR AS RESPOSTAS DE SISTEMAS AOS SINAIS DE IMPULSO E DEGRAU; ○ COMPREENDER E APLICAR A TRANSFORMADA DE LAPLACE EM SISTEMAS LINEARES; ○ DETERMINAR A FUNÇÃO DE TRANSFERÊNCIA DE UM SISTEMA LINEAR; ○ APLICAR A TRANSFORMADA DE LAPLACE PARA A RESOLUÇÃO DE CIRCUITOS ELÉTRICOS; ○ COMPREENDER E TRAÇAR A RESPOSTA EM FREQUÊNCIA DE SISTEMAS; ○ PROJETAR E CALCULAR FILTROS PASSIVOS E ATIVOS; ○ UTILIZAR APLICAR O MODELO DE QUADRIPOLOS; ○ UTILIZAR SOFTWARES DE SIMULAÇÃO DE CIRCUITOS.
  • 9. MÉTODOS E PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO A NOTA FINAL (NF) CONSIDERA A COMPOSIÇÃO ENTRE: ● N1: OBTIDA A PARTIR DE QUATRO AVALIAÇÕES CONTINUADAS AO LONGO DO SEMESTRE, DETALHADAS ABAIXO. ● N2: PROVA. ○ DISCIPLINAS MAJORITARIAMENTE PRÁTICAS CONTAM COM AVALIAÇÃO PRÁTICA COMPONDO A NOTA N2, COM PESO DE 50%. ● O ESTUDANTE QUE NÃO ATINGIR A MÉDIA FINAL 7,0 (SETE), QUE É FORMADA PELA MÉDIA PONDERADA DAS ATIVIDADES REALIZADAS NA N1, PODERÁ REALIZAR A PROVA RECUPERAÇÃO/FINAL. ● A NOTA FINAL É FORMADA PELA MÉDIA PONDERADA DAS ATIVIDADES DA NOTA N1, E SOMADA A N2, COM PESO, RESPECTIVAMENTE DE 40% E 60%. ○ RESULTANTE DA SEGUINTE EQUAÇÃO: (N1 X 0,4) + (N2 X 0,6) ● PARA APROVAÇÃO, A MÉDIA DA NOTA FINAL DEVERÁ SER IGUAL OU SUPERIOR A 5,0 (CINCO), ALÉM DA NECESSÁRIA FREQUÊNCIA MÍNIMA A 75% DAS AULAS.
  • 10. MÉTODOS E PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO
  • 11. REGRAS PARA UMA BOA CONVIVÊNCIA
  • 12. Obrigado! Thank you! PROF. CLOVES ROCHA | CONTATOS E-mail: <clovesoficial@gmail.com> <cloves.rocha@faculdadeguararapes.edu.br> Fone: +55 81 9.8442-3003 <?php print("ACESSO AO MATERIAL"); <?php print("https://www.slideshare.net/ClovesRocha");