SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 58
Baixar para ler offline
GENÉTICA
A GENÉTICA ESTUDA AS
       LEIS DA
   HEREDITARIEDADE.
HEREDITARIEDADE
   É a transferência de informações
sobre as características próprias de um
ser vivo para outro, de geração em
geração.

   Isso é feito por meio dos gametas
ou mesmo por transferência direta de
ácidos nucléicos entre as célula.
UM POUCO DE



HISTÓRIA
Aristóteles – Filósofo grego – 384-322 a.C.


                A responsabilidade da
              formação de um novo ser
                      é do homem
                  = sêmen
                  = incubadeira
               Testículo direito → 
               Testículo esquerdo → 
1675 – Von Leeuwenhoeck
Faz análise          ANIMÁLCULOS
microscópica do
sêmen e encontra:    HOMÚNCULOS
1679 – Graff –
       A  participa efetivamente
da formação de um novo ser, produzindo
        “partículas geradoras.
Teoria da Preformação

     Os indivíduos já se encontram
              preformados
no interior dos gametas. No interior dos
gametas existem homúnculos (miniatura
          de indivíduos adultos
Teoria da Epigênese

Wolff (1733-1794) e Baer (1792-1876)

      Os órgãos e componentes do
    corpo são formados ao longo do
     desenvolvimento embrionário,
         não sendo encontrado
      preformados no interior dos
                gametas
X   óvulo             zigoto



            Diferenciação celular
JOHANN GREGOR MENDEL

    Ao fazer experiências com ervilhas,
concluiu em 1865 que cada característica
do ser vivo é determinada por um par de
fatores hereditários.

         Na formação dos gametas, esses
fatores separam-se, fazendo com que
cada gameta contenha um fator
relacionado a cada característica.
TERMINOLOGIA
GENE
• É UMA SEQUÊNCIA DE
  NUCLEOTÍDEO EM UM
  DNA.

• CADA GENE É
  RESPONSÁVEL PELA
  SÍNTESE DE UMA
  PROTEÍNA,E
  CONSEQUENTEMENTE,
  POR UMA OU MAIS
  CARACTERÍSTICA DO
  INDIVÍDUO.
OS GENES ESTÃO ALOJADOS NOS
     CROMOSSOMOS E SÃO
DIDATICAMENTE REPRESENTADOS
    POR LETRAS , NÚMEROS E
          SÍMBOLOS.
          SÍMBOLOS
OS GENES
 DETERMINAM OS
 CARACTERES
HEREDITÁRIOS POR
HEREDIT
    MEIO DAS
   PROTEÍNAS
Genótipo
• Constituição gênica do indivíduo, isto
  é, são os genes que ele possui em
  suas células e que foram herdados dos
  seus pais.
• Responsáveis pela determinação de
  uma ou mais características.
• Representado por letras.
• Ex.: A, z, T, b ...
CARÍOTIPO
• É O CONJUNTO DIPLÓIDE (2n) DA
  CÉLULA, RECEBIDO DOS PAIS NA
  FECUNDAÇÃO.
• REFERE-SE ÀS CARACTERÍSTICAS
  MORFOLÓGICAS DOS
  CROMOSSOMOS, COMO O NÚMERO,
  A FORMA E OS TIPOS.
CARIÓTIPO SER HUMANO

      46 CROMOSSOMOS

CARIÓTIPO DA MULHER= 44 A + XX
CARIÓTIPO DO HOMEM = 44 A + XY
CARIÓTIPO DOWN
GENOMA
• É O CONJUNTO HAPLÓIDE (n) DE
  GENES, TÍPICO DA ESPÉCIE, EM UMA
  CÉLULA.
• SER HUMANO = 23 CROMOSSOMOS
 GENOMA DA MULHER = 22 A + X
  GENOMA DO HOMEM = 22 A + X ou
                      22 A + Y
FENÓTIPO
      É A EXPRESSÃO VISÍVEL OU
  DETECTÁVEL DA AÇÃO DO GENE, E
     AS MODIFICAÇÕES QUE POSSA
     SOFRER POR AÇÃO AMBIENTAL.
EX.: O ASPECTO LISO OU RUGOSO DE
 UMA ERVILHA.
     O TAMANHO GRANDE OU
 PEQUENO DA VAGEM.
              VAGEM
FENÓTIPO

 GENÓTIPO +
AÇÃO DO MEIO.
FENOCÓPIA
        ACONTECE QUANDO O MEIO
 ATUA SOBRE O FENÓTIPO,
 PROVOCANDO ALTERAÇÕES, SEM
 RESPONSABILIDADE DOS GENES.
EX.: FOLHAS GENETICAMENTE VERDES
  PODEM FICAR AMARELADAS PELA
 FALTA DE NITROGÊNIO DO SOLO.
    O BRONZEAMENTO.
LOCUS GÊNICO
• É O LUGAR
  OCUPADO PELO
  GENE NO
  CROMOSSOMO.
• O PLURAL É
  LOCI.
CROMOSSOMOS
       HOMÓLOGOS
• São cromossomos que apresentam genes
  para as mesmas características para as
  mesmas posições.

• Um homólogo veio do pai e outro da mãe.
Espermatozóide  n


Óvulo  n




                      Zigoto 
                      2n
GENES ALELOS
• SÃO AQUELES QUE OCUPAM O
MESMO LOCUS EM CROMOSSOMOS
        HOMÓLOGOS.
Tamanho        Tamanho
do Pé          do Pé
Cor de         Cor de
Cabelo         Cabelo


Tipo           Tipo
Sanguíneo      Sanguíneo

Temperamento   Temperamento
P                   P

c                   C
     Genes alelos


IA                  IB


a                   a
GENES NÃO -ALELOS
• SÃO AQUELES QUE SE LOCALIZAM EM
  LOCI DIFERENTES.
ALELO DOMINANTE
• É UM GENE, DE UM PAR DE ALELOS,
  QUE CONSEGUE SE EXPRESSAR
  SOZINHO, INIBINDO A MANIFESTAÇÃO
  DO SEU PAR.
• É REPRESENTADO POR LETRAS
  MAIÚSCULAS.
GENE RECESSIVO
• É AQUELE, DO PAR DE ALELOS, QUE
  SÓ SE MANIFESTA NA AUSÊNCIA DO
  DOMINANTE.
• GERALMENTE É REPRESENTADO POR
  LETRAS MINÚSCULAS.
HOMOZIGOSE
• Seres diplóides apresentam duas cópias
  de cada gene  cada um em um
  cromossomo homólogo.

• O indivíduo homozigoto apresenta dois
  alelos de um gene iguais, sejam eles
  genes dominantes ou recessivos.

• Ex: AA, bb, ZZ, pp....
HETEROZIGOSE
• Indivíduos que apresentam dois alelos
  DIFERENTES de um gene são chamados
  heterozigotos.

• Ex.: Aa, Bb, Pp, IA IB, Zz......
HEREDOGRAMAS
O que é um heredograma?
• Também chamado do pedigree ou
  genealogia.
• Representa as relações de parentesco
  entre indivíduos.
• Representa o padrão de certa herança em
  uma família.
Símbolos
                                             Sexo
Homem normal         Homem afetado
                                             indeterminado
Mulher normal        Mulher afetada



            Casamento



                Filhos        Gêmeos        Gêmeos falsos
                              verdadeiros   ou dizigóticos
Casamento
      consangüíneo

       Irmandade


     Casamento sem
      descendentes

            Gêmeos
ou
          univitelínicos
Como montar um
       heredograma?
Como fica esse heredograma?

• Um homem normal, cujo pai era afetado e a
  mãe era normal, casa-se com uma mulher
  normal cujos pais também eram normais. Esse
  casal tem seis filhos: duas mulheres e um
  homem afetados, uma mulher normal, um
  homem e uma mulher afetados nessa ordem.
Afetados

Normais
CRUZAMENTOS
• A partir dos cruzamentos os geneticistas
  podem prever a transmissão dos genes
  em uma família.

• É utilizado o “quadro de Punnett”.
Gametas
             produzidos
             pela mãe




Gametas      Cruzamento
produzidos
pelo pai
Como fazer um cruzamento?
1. Leia com cuidado o enunciado e faça uma
   legenda respondendo a pergunta: qual é a
   característica em questão?
2. Destaque qual característica é
   condicionada pelo gene dominante e qual é
   pelo gene recessivo.
3. Descubra qual é o genótipo dos pais (caso
   não tenha sido dito no problema).
4. Descubra quais tipos de gametas os pais
   podem produzir.
Como fazer um cruzamento?
5. Coloque os gametas produzidos pelos
   pais no quadro de Punnett.
6. Faça o cruzamento.
7. Monte o genótipo.
8. Monte o fenótipo (a legenda te ajuda
   nesse passo)
9. Responda a questão.
O gene A determina cor de olho
castanho e o gene a determina cor
de olho azul. Um homem de olho
azul se casa com uma mulher
heterozigota de olhos castanhos.
Qual é a probabilidade deste casal
ter filhos de olhos azuis?
CRUZAMENTO TESTE OU TEST CROSS


                  AA ou Aa?
               Para se descobrir o
               genótipo da geração
              parental é homozigoto
             ou heterozigoto realiza-
                 se um test cross

                         A?
X
    ♂
   Homem de olhos
                             ♀
                           Mulher de olhos
     castanhos                 azuis

      A?             X         aa
        Para se realizar um test cross
Cruza-se o indivíduo que se quer descobrir o
  genótipo com um homozigoto recessivo
AA X aa

      100% Aa olhos castanhos
A?
          50% Aa e 50% aa
     1/2 olhos cast. e 1/2 olhos azuis



               Aa X aa
Conclusão
Se do cruzamento teste (test cross)
nascer uma F1 que apresente 100%
fenótipo dominante, o indivíduo em
questão     é,   necessariamente,
homozigoto dominante (AA).
Se do mesmo cruzamento
aparecer uma F1 manifestando
50% de fenótipo dominante e 50%
de fenótipo recessivo, o
indivíduo em questão será
heterozigoto (Aa).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICASarah Lemes
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológicaCésar Milani
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre GenéticaSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre GenéticaTurma Olímpica
 
Heredogramas genetica
Heredogramas genetica Heredogramas genetica
Heredogramas genetica Raissa Araujo
 
Herancas quantitativa
Herancas quantitativaHerancas quantitativa
Herancas quantitativaURCA
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a geneticaUERGS
 
Reprodução assexuada nos seres vivos
Reprodução assexuada nos seres vivos   Reprodução assexuada nos seres vivos
Reprodução assexuada nos seres vivos Isabel Lopes
 
Reprodução dos deres vivos
Reprodução dos deres vivosReprodução dos deres vivos
Reprodução dos deres vivosAndreza Campos
 
Aula relações ecológicas
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicasGabriela de Lima
 
19 bases da hereditariedade
19   bases da hereditariedade19   bases da hereditariedade
19 bases da hereditariedadeRebeca Vale
 
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de MendelGenética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de MendelFelipe Haeberlin
 

Mais procurados (20)

8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA
 
Reprodução Animal
Reprodução AnimalReprodução Animal
Reprodução Animal
 
Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexoHerança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
 
Genética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de HereditariedadeGenética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de Hereditariedade
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre GenéticaSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
 
Heredogramas genetica
Heredogramas genetica Heredogramas genetica
Heredogramas genetica
 
2ª lei de mendel
2ª lei de mendel2ª lei de mendel
2ª lei de mendel
 
Herancas quantitativa
Herancas quantitativaHerancas quantitativa
Herancas quantitativa
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
 
Reprodução assexuada nos seres vivos
Reprodução assexuada nos seres vivos   Reprodução assexuada nos seres vivos
Reprodução assexuada nos seres vivos
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
 
Reprodução dos deres vivos
Reprodução dos deres vivosReprodução dos deres vivos
Reprodução dos deres vivos
 
Aula relações ecológicas
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicas
 
19 bases da hereditariedade
19   bases da hereditariedade19   bases da hereditariedade
19 bases da hereditariedade
 
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de MendelGenética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
 
Slide Genética
Slide GenéticaSlide Genética
Slide Genética
 
Reprodução assexuada e sexuada
Reprodução assexuada  e sexuadaReprodução assexuada  e sexuada
Reprodução assexuada e sexuada
 
4- DETERMINAÇÃO DO SEXO
4- DETERMINAÇÃO DO SEXO4- DETERMINAÇÃO DO SEXO
4- DETERMINAÇÃO DO SEXO
 

Destaque

Determinação do sexo no ser humano- C.Naturais 9ºano
Determinação do sexo no ser humano- C.Naturais 9ºanoDeterminação do sexo no ser humano- C.Naturais 9ºano
Determinação do sexo no ser humano- C.Naturais 9ºanopaulapeniche16
 
Introdução genética 2013
Introdução   genética  2013Introdução   genética  2013
Introdução genética 2013Simone Maia
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introduçãoDalu Barreto
 
Lista 2 exercicios_genetica_ com resposta
Lista  2 exercicios_genetica_ com respostaLista  2 exercicios_genetica_ com resposta
Lista 2 exercicios_genetica_ com respostaIonara Urrutia Moura
 
Aula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecularAula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecularKristian Wessman
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introduçãoDalu Barreto
 

Destaque (11)

2- MENDEL
2- MENDEL2- MENDEL
2- MENDEL
 
Determinação do sexo no ser humano- C.Naturais 9ºano
Determinação do sexo no ser humano- C.Naturais 9ºanoDeterminação do sexo no ser humano- C.Naturais 9ºano
Determinação do sexo no ser humano- C.Naturais 9ºano
 
3- EXERCÍCIOS HERED.
3- EXERCÍCIOS HERED.3- EXERCÍCIOS HERED.
3- EXERCÍCIOS HERED.
 
Introdução genética 2013
Introdução   genética  2013Introdução   genética  2013
Introdução genética 2013
 
1- HEREDITARIEDADE
1- HEREDITARIEDADE1- HEREDITARIEDADE
1- HEREDITARIEDADE
 
V - VULCANISMO
V - VULCANISMOV - VULCANISMO
V - VULCANISMO
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
 
Lista 2 exercicios_genetica_ com resposta
Lista  2 exercicios_genetica_ com respostaLista  2 exercicios_genetica_ com resposta
Lista 2 exercicios_genetica_ com resposta
 
Aula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecularAula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecular
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
 
IV - FATORES BIÓTICOS
IV - FATORES BIÓTICOSIV - FATORES BIÓTICOS
IV - FATORES BIÓTICOS
 

Semelhante a Genética: Herança Genética e seus Conceitos Básicos

Semelhante a Genética: Herança Genética e seus Conceitos Básicos (20)

Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Genetica 01- Introdução
Genetica 01- Introdução Genetica 01- Introdução
Genetica 01- Introdução
 
genetica conceitos basicos (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
genetica conceitos  basicos (2020_03_19 15_11_22 UTC).pptgenetica conceitos  basicos (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
genetica conceitos basicos (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
 
Genetica conceitos basicos
Genetica conceitos  basicosGenetica conceitos  basicos
Genetica conceitos basicos
 
Definições de génetica
Definições de géneticaDefinições de génetica
Definições de génetica
 
Genética 01
Genética 01Genética 01
Genética 01
 
Introdução à genética
Introdução à genéticaIntrodução à genética
Introdução à genética
 
Conceitos básicos em genetica
Conceitos básicos em geneticaConceitos básicos em genetica
Conceitos básicos em genetica
 
3 ano-aula-genetica
3 ano-aula-genetica3 ano-aula-genetica
3 ano-aula-genetica
 
Genética Introdução
Genética   IntroduçãoGenética   Introdução
Genética Introdução
 
genetica.ppt
genetica.pptgenetica.ppt
genetica.ppt
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Fundamentos de Genética
Fundamentos de GenéticaFundamentos de Genética
Fundamentos de Genética
 
Transmisso de-caractersticas-hereditrias-1193889302144183-2
Transmisso de-caractersticas-hereditrias-1193889302144183-2Transmisso de-caractersticas-hereditrias-1193889302144183-2
Transmisso de-caractersticas-hereditrias-1193889302144183-2
 
Genética 1 aula
Genética 1 aulaGenética 1 aula
Genética 1 aula
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Genética até intro expressão genica
Genética até intro expressão genicaGenética até intro expressão genica
Genética até intro expressão genica
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Transmissão de características hereditárias
Transmissão de características hereditáriasTransmissão de características hereditárias
Transmissão de características hereditárias
 

Mais de Iuri Fretta Wiggers (20)

Heranca ligada sexo
Heranca ligada sexoHeranca ligada sexo
Heranca ligada sexo
 
Determinacao sexo
Determinacao sexoDeterminacao sexo
Determinacao sexo
 
Ligacao genica
Ligacao genicaLigacao genica
Ligacao genica
 
Angiosperamas
AngiosperamasAngiosperamas
Angiosperamas
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
 
Briofitas pteridofitas
Briofitas pteridofitasBriofitas pteridofitas
Briofitas pteridofitas
 
Ciclo plantas
Ciclo plantasCiclo plantas
Ciclo plantas
 
Vacúolos
VacúolosVacúolos
Vacúolos
 
Ribossomos
RibossomosRibossomos
Ribossomos
 
Plastos
PlastosPlastos
Plastos
 
Peroxissomos
PeroxissomosPeroxissomos
Peroxissomos
 
Mitocondrias
MitocondriasMitocondrias
Mitocondrias
 
Lisossomos
LisossomosLisossomos
Lisossomos
 
Complexo golgiense
Complexo golgienseComplexo golgiense
Complexo golgiense
 
Complexo golgiense
Complexo golgienseComplexo golgiense
Complexo golgiense
 
Cilios flagelos
Cilios flagelosCilios flagelos
Cilios flagelos
 
Interacao genica
Interacao genicaInteracao genica
Interacao genica
 
Interacao genica
Interacao genicaInteracao genica
Interacao genica
 
Construindo microscopiopdf
Construindo microscopiopdfConstruindo microscopiopdf
Construindo microscopiopdf
 
Celula ensinomedio
Celula ensinomedioCelula ensinomedio
Celula ensinomedio
 

Genética: Herança Genética e seus Conceitos Básicos

  • 2. A GENÉTICA ESTUDA AS LEIS DA HEREDITARIEDADE.
  • 3. HEREDITARIEDADE É a transferência de informações sobre as características próprias de um ser vivo para outro, de geração em geração. Isso é feito por meio dos gametas ou mesmo por transferência direta de ácidos nucléicos entre as célula.
  • 4.
  • 6. Aristóteles – Filósofo grego – 384-322 a.C. A responsabilidade da formação de um novo ser é do homem  = sêmen  = incubadeira Testículo direito →  Testículo esquerdo → 
  • 7. 1675 – Von Leeuwenhoeck Faz análise  ANIMÁLCULOS microscópica do sêmen e encontra:  HOMÚNCULOS
  • 8. 1679 – Graff – A  participa efetivamente da formação de um novo ser, produzindo “partículas geradoras.
  • 9. Teoria da Preformação Os indivíduos já se encontram preformados no interior dos gametas. No interior dos gametas existem homúnculos (miniatura de indivíduos adultos
  • 10. Teoria da Epigênese Wolff (1733-1794) e Baer (1792-1876) Os órgãos e componentes do corpo são formados ao longo do desenvolvimento embrionário, não sendo encontrado preformados no interior dos gametas
  • 11. X óvulo zigoto Diferenciação celular
  • 12. JOHANN GREGOR MENDEL Ao fazer experiências com ervilhas, concluiu em 1865 que cada característica do ser vivo é determinada por um par de fatores hereditários. Na formação dos gametas, esses fatores separam-se, fazendo com que cada gameta contenha um fator relacionado a cada característica.
  • 13.
  • 15. GENE • É UMA SEQUÊNCIA DE NUCLEOTÍDEO EM UM DNA. • CADA GENE É RESPONSÁVEL PELA SÍNTESE DE UMA PROTEÍNA,E CONSEQUENTEMENTE, POR UMA OU MAIS CARACTERÍSTICA DO INDIVÍDUO.
  • 16. OS GENES ESTÃO ALOJADOS NOS CROMOSSOMOS E SÃO DIDATICAMENTE REPRESENTADOS POR LETRAS , NÚMEROS E SÍMBOLOS. SÍMBOLOS
  • 17.
  • 18. OS GENES DETERMINAM OS CARACTERES HEREDITÁRIOS POR HEREDIT MEIO DAS PROTEÍNAS
  • 19. Genótipo • Constituição gênica do indivíduo, isto é, são os genes que ele possui em suas células e que foram herdados dos seus pais. • Responsáveis pela determinação de uma ou mais características. • Representado por letras. • Ex.: A, z, T, b ...
  • 20. CARÍOTIPO • É O CONJUNTO DIPLÓIDE (2n) DA CÉLULA, RECEBIDO DOS PAIS NA FECUNDAÇÃO. • REFERE-SE ÀS CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS DOS CROMOSSOMOS, COMO O NÚMERO, A FORMA E OS TIPOS.
  • 21. CARIÓTIPO SER HUMANO 46 CROMOSSOMOS CARIÓTIPO DA MULHER= 44 A + XX CARIÓTIPO DO HOMEM = 44 A + XY
  • 22.
  • 24. GENOMA • É O CONJUNTO HAPLÓIDE (n) DE GENES, TÍPICO DA ESPÉCIE, EM UMA CÉLULA. • SER HUMANO = 23 CROMOSSOMOS GENOMA DA MULHER = 22 A + X GENOMA DO HOMEM = 22 A + X ou 22 A + Y
  • 25. FENÓTIPO É A EXPRESSÃO VISÍVEL OU DETECTÁVEL DA AÇÃO DO GENE, E AS MODIFICAÇÕES QUE POSSA SOFRER POR AÇÃO AMBIENTAL. EX.: O ASPECTO LISO OU RUGOSO DE UMA ERVILHA. O TAMANHO GRANDE OU PEQUENO DA VAGEM. VAGEM
  • 27.
  • 28. FENOCÓPIA ACONTECE QUANDO O MEIO ATUA SOBRE O FENÓTIPO, PROVOCANDO ALTERAÇÕES, SEM RESPONSABILIDADE DOS GENES. EX.: FOLHAS GENETICAMENTE VERDES PODEM FICAR AMARELADAS PELA FALTA DE NITROGÊNIO DO SOLO. O BRONZEAMENTO.
  • 29. LOCUS GÊNICO • É O LUGAR OCUPADO PELO GENE NO CROMOSSOMO. • O PLURAL É LOCI.
  • 30. CROMOSSOMOS HOMÓLOGOS • São cromossomos que apresentam genes para as mesmas características para as mesmas posições. • Um homólogo veio do pai e outro da mãe.
  • 31. Espermatozóide  n Óvulo  n Zigoto  2n
  • 32. GENES ALELOS • SÃO AQUELES QUE OCUPAM O MESMO LOCUS EM CROMOSSOMOS HOMÓLOGOS.
  • 33. Tamanho Tamanho do Pé do Pé Cor de Cor de Cabelo Cabelo Tipo Tipo Sanguíneo Sanguíneo Temperamento Temperamento
  • 34. P P c C Genes alelos IA IB a a
  • 35. GENES NÃO -ALELOS • SÃO AQUELES QUE SE LOCALIZAM EM LOCI DIFERENTES.
  • 36. ALELO DOMINANTE • É UM GENE, DE UM PAR DE ALELOS, QUE CONSEGUE SE EXPRESSAR SOZINHO, INIBINDO A MANIFESTAÇÃO DO SEU PAR. • É REPRESENTADO POR LETRAS MAIÚSCULAS.
  • 37. GENE RECESSIVO • É AQUELE, DO PAR DE ALELOS, QUE SÓ SE MANIFESTA NA AUSÊNCIA DO DOMINANTE. • GERALMENTE É REPRESENTADO POR LETRAS MINÚSCULAS.
  • 38.
  • 39. HOMOZIGOSE • Seres diplóides apresentam duas cópias de cada gene  cada um em um cromossomo homólogo. • O indivíduo homozigoto apresenta dois alelos de um gene iguais, sejam eles genes dominantes ou recessivos. • Ex: AA, bb, ZZ, pp....
  • 40. HETEROZIGOSE • Indivíduos que apresentam dois alelos DIFERENTES de um gene são chamados heterozigotos. • Ex.: Aa, Bb, Pp, IA IB, Zz......
  • 41.
  • 43. O que é um heredograma? • Também chamado do pedigree ou genealogia. • Representa as relações de parentesco entre indivíduos. • Representa o padrão de certa herança em uma família.
  • 44. Símbolos Sexo Homem normal Homem afetado indeterminado Mulher normal Mulher afetada Casamento Filhos Gêmeos Gêmeos falsos verdadeiros ou dizigóticos
  • 45. Casamento consangüíneo Irmandade Casamento sem descendentes Gêmeos ou univitelínicos
  • 46. Como montar um heredograma? Como fica esse heredograma? • Um homem normal, cujo pai era afetado e a mãe era normal, casa-se com uma mulher normal cujos pais também eram normais. Esse casal tem seis filhos: duas mulheres e um homem afetados, uma mulher normal, um homem e uma mulher afetados nessa ordem.
  • 48.
  • 49. CRUZAMENTOS • A partir dos cruzamentos os geneticistas podem prever a transmissão dos genes em uma família. • É utilizado o “quadro de Punnett”.
  • 50. Gametas produzidos pela mãe Gametas Cruzamento produzidos pelo pai
  • 51. Como fazer um cruzamento? 1. Leia com cuidado o enunciado e faça uma legenda respondendo a pergunta: qual é a característica em questão? 2. Destaque qual característica é condicionada pelo gene dominante e qual é pelo gene recessivo. 3. Descubra qual é o genótipo dos pais (caso não tenha sido dito no problema). 4. Descubra quais tipos de gametas os pais podem produzir.
  • 52. Como fazer um cruzamento? 5. Coloque os gametas produzidos pelos pais no quadro de Punnett. 6. Faça o cruzamento. 7. Monte o genótipo. 8. Monte o fenótipo (a legenda te ajuda nesse passo) 9. Responda a questão.
  • 53. O gene A determina cor de olho castanho e o gene a determina cor de olho azul. Um homem de olho azul se casa com uma mulher heterozigota de olhos castanhos. Qual é a probabilidade deste casal ter filhos de olhos azuis?
  • 54. CRUZAMENTO TESTE OU TEST CROSS AA ou Aa? Para se descobrir o genótipo da geração parental é homozigoto ou heterozigoto realiza- se um test cross A?
  • 55. X ♂ Homem de olhos ♀ Mulher de olhos castanhos azuis A? X aa Para se realizar um test cross Cruza-se o indivíduo que se quer descobrir o genótipo com um homozigoto recessivo
  • 56. AA X aa 100% Aa olhos castanhos A? 50% Aa e 50% aa 1/2 olhos cast. e 1/2 olhos azuis Aa X aa
  • 57. Conclusão Se do cruzamento teste (test cross) nascer uma F1 que apresente 100% fenótipo dominante, o indivíduo em questão é, necessariamente, homozigoto dominante (AA).
  • 58. Se do mesmo cruzamento aparecer uma F1 manifestando 50% de fenótipo dominante e 50% de fenótipo recessivo, o indivíduo em questão será heterozigoto (Aa).