Revisão de Dilatação Térmica
dos Sólidos e Líquidos
Professor Cleiton
Questão 1
O comprimento de uma barra é de 30cm à 0°C. O
coeficiente de dilatação do material é 25 x 10-6°C-1.
a) Qual será...
O comprimento de uma barra é de 30 cm à 0°C. O coeficiente de dilatação do
material é 25 x 10-6°C-1.
a) Qual será o aument...
O comprimento de uma barra é de 30 cm à 0°C. O coeficiente de dilatação do
material é 25 x 10-6°C-1.
a) Qual será o aument...
Questão 2
A área de uma chapa quadrada varia de 0,14 cm2
quando submetida a uma variação de 100°C na sua
temperatura. Send...
A área de uma chapa quadrada varia de 0,14 cm2 quando submetida a
uma variação de 100°C na sua temperatura. Sendo a aresta...
Questão 3
Um paralelepípedo de uma liga de alumínio
(αAl = 2 × 10–5 ºC–1) tem arestas que, à 0°C, medem
5cm, 40cm e 30cm. ...
Um paralelepípedo de uma liga de alumínio (αAl = 2 × 10–5 ºC–1) tem
arestas que, à 0°C, medem 5cm, 40cm e 30cm. De quanto ...
Questão 4
Um recipiente está completamente cheio com 125 cm3
de mercúrio à temperatura de 20°C. O coeficiente de
dilatação...
Um recipiente está completamente cheio com 125 cm3 de mercúrio à temperatura
de 20°C. O coeficiente de dilatação médio do ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revisão de dilatação térmica dos sólidos e líquidos

1.211 visualizações

Publicada em

Questões Resolvidas sobre Dilatação Térmica de Sólidos e Líquidos

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Revisão de dilatação térmica dos sólidos e líquidos

  1. 1. Revisão de Dilatação Térmica dos Sólidos e Líquidos Professor Cleiton
  2. 2. Questão 1 O comprimento de uma barra é de 30cm à 0°C. O coeficiente de dilatação do material é 25 x 10-6°C-1. a) Qual será o aumento de comprimento ocorrido quando a temperatura se eleva para 100°C? b) Qual é o comprimento final da barra?
  3. 3. O comprimento de uma barra é de 30 cm à 0°C. O coeficiente de dilatação do material é 25 x 10-6°C-1. a) Qual será o aumento de comprimento ocorrido quando a temperatura se eleva para 100°C? b) Qual é o comprimento final da barra?  Dados:  Li = 30 cm  Ti = 0°C  α = 25 x 10-6°C-1  ∆L = ?  Tf = 100°C  Lf = ?  ∆T = Tf – Ti = 100 – 0  ∆T = 100°C  Solução:  ∆𝐿 = 𝐿𝑖 ∙ 𝛼 ∙ ∆𝑇  ∆𝐿 = 30 ∙ 25 × 10−6 ∙ 100  ∆𝐿 = 75.000 × 10−6  ∆𝐿 = 75.000 106  ∆𝐿 = 75.000 1.000.000  ∆𝐿 = 0,075 𝑐𝑚
  4. 4. O comprimento de uma barra é de 30 cm à 0°C. O coeficiente de dilatação do material é 25 x 10-6°C-1. a) Qual será o aumento de comprimento ocorrido quando a temperatura se eleva para 100°C? b) Qual é o comprimento final da barra?  Dados:  Li = 30 cm  Ti = 0°C  α = 25 x 10-6°C-1  ∆L = 0,075 cm  Tf = 100°C  Lf = ?  ∆T = Tf – Ti = 100 – 0  ∆T = 100°C  Solução:  𝐿 𝑓 = 𝐿𝑖 + ∆𝐿  𝐿 𝑓 = 30 + 0,075  𝐿 𝑓 = 30,075 𝑐𝑚
  5. 5. Questão 2 A área de uma chapa quadrada varia de 0,14 cm2 quando submetida a uma variação de 100°C na sua temperatura. Sendo a aresta do quadrado inicial de 10 cm determine o coeficiente de dilatação linear (α) do material que constitui a chapa.
  6. 6. A área de uma chapa quadrada varia de 0,14 cm2 quando submetida a uma variação de 100°C na sua temperatura. Sendo a aresta do quadrado inicial de 10 cm determine o coeficiente de dilatação linear (α) do material que constitui a chapa.  Dados:  ∆𝐴 = 0,14 𝑐𝑚2  ∆𝑇 = 100 ℃  𝑙 = 10 𝑐𝑚  𝐴𝑖 = 𝑙 × 𝑙  𝐴𝑖 = 10 × 10  𝐴𝑖 = 100 𝑐𝑚2  𝛼 = ?  Solução:  ∆𝐴 = 𝐴𝑖 ∙ 𝛽 ∙ ∆𝑇  0,14 = 100 ∙ 𝛽 ∙ 100  0,14 = 10.000 ∙ 𝛽  0,14 10.000 = 𝛽  𝛽 = 0,000014 ℃−1  𝛽 = 2 ∙ 𝛼  0,000014 = 2 ∙ 𝛼  0,000014 2 = 𝛼  𝛼 = 0,000007 ℃−1
  7. 7. Questão 3 Um paralelepípedo de uma liga de alumínio (αAl = 2 × 10–5 ºC–1) tem arestas que, à 0°C, medem 5cm, 40cm e 30cm. De quanto aumenta seu volume ao ser aquecido à temperatura de 100°C?
  8. 8. Um paralelepípedo de uma liga de alumínio (αAl = 2 × 10–5 ºC–1) tem arestas que, à 0°C, medem 5cm, 40cm e 30cm. De quanto aumenta seu volume ao ser aquecido à temperatura de 100°C?  Dados:  𝛼 𝐴𝑙 = 2 × 10−5 ℃−1  𝑇𝑖 = 0 ℃  𝑐 = 5 𝑐𝑚  𝑙 = 40 𝑐𝑚  𝑎 = 30 𝑐𝑚  𝑉𝑖 = 5 × 40 × 30  𝑉𝑖 = 6.000 𝑐𝑚3  ∆𝑉 = ?  𝑇𝑓 = 100 ℃  ∆𝑇 = 100 − 0 = 100℃  Solução:  ∆𝑉 = 𝑉𝑖 ∙ 𝛾 ∙ ∆𝑇  𝛾 = 3 ∙ 𝛼  ∆𝑉 = 𝑉𝑖 ∙ 3 ∙ 𝛼 ∙ ∆𝑇  ∆𝑉 = 6.000 ∙ 3 ∙ 2 × 10−5 ∙ 100  ∆𝑉 = 3.600.000 105  ∆𝑉 = 3.600.000 100.000  ∆𝑉 = 36 𝑐𝑚3
  9. 9. Questão 4 Um recipiente está completamente cheio com 125 cm3 de mercúrio à temperatura de 20°C. O coeficiente de dilatação médio do mercúrio é de 180 x 10−6 °C−1 e o coeficiente de dilatação linear do vidro é de 9 x 10−6 °C−1. Determinar o volume de mercúrio que extravasa quando a temperatura passa para 28°C.
  10. 10. Um recipiente está completamente cheio com 125 cm3 de mercúrio à temperatura de 20°C. O coeficiente de dilatação médio do mercúrio é de 180 x 10−6 °C−1 e o coeficiente de dilatação linear do vidro é de 9 x 10−6 °C−1. Determinar o volume de mercúrio que extravasa quando a temperatura passa para 28°C.  Dados:  𝑉𝑖 = 125 𝑐𝑚3  𝑇𝑖 = 20 ℃  𝛾 𝐿 = 180 × 10−6 ℃−1  𝛼 𝑅 = 9 × 10−6 ℃−1  𝛾 𝑅 = 3 ∙ 𝛼  𝛾 𝑅 = 27 × 10−6 ℃−1  ∆𝑉𝐴𝑃= ?  𝑇𝑓 = 28 ℃  ∆𝑇 = 28 − 20 = 8 ℃  Solução:  ∆𝑉𝐴𝑃 = 𝑉𝑖 ∙ 𝛾 𝐴𝑃 ∙ ∆𝑇  𝛾 𝐴𝑃 = 𝛾 𝐿 − 𝛾 𝑅  𝛾 𝐴𝑃 = 180 × 10−6 − 27 × 10−6  𝛾 𝐴𝑃 = 153 × 10−6 ℃−1  ∆𝑉𝐴𝑃 = 125 ∙ 153 × 10−6 ∙ 8  ∆𝑉𝐴𝑃 = 153.000 106  ∆𝑉𝐴𝑃 = 153.000 1.000.000  ∆𝑉𝐴𝑃 = 0,153 𝑐𝑚3

×