SlideShare uma empresa Scribd logo

Aula 08 pneumatica-unifei

Pneumática aula 8

1 de 17
Baixar para ler offline
1
Sistemas
Hidropneumáticos I
Pneumática 03
EME-26/EME610 Aula 09 09-11-2009
Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior
UNIFEI
Circuitos
Pneumáticos
Básicos
Circuito 1: comando direto de cilindro de
simples ação com retorno por mola
Cilindro de ação simples
com retorno por mola
Válvula 3/2 vias de
acionamento manual e
retorno por mola
Lubrefil
Circuito 2: controle de velocidade de
cilindro de simples ação no avanço
2
Circuito 2: controle de velocidade de
cilindro de simples ação no retorno
Circuito 2: controle de velocidade de
cilindro de simples ação no avanço e no
retorno
Ajuste único
Ajuste
individual
Circuito 3: comando indireto de cilindro
de simples ação com retorno por mola
Circuito 4: comando de cilindro de
simples ação com retorno por mola com
válvula duplo piloto
3
Circuito 5: válvulas
alternativas (lógica
OU)
Circuito 6: válvula
alternativa (lógica
OU)
Circuito 7: válvulas
em série (lógica E)
Circuito 8: válvula
de simultaneidade
(lógica E)
4
Circuito 9: comando direto de cilindro de
ação dupla com válvula 4/2 vias (sem
parada intermediária)
Circuito 9: comando direto de cilindro de
ação dupla com válvula 5/2 vias (sem
parada intermediária)
Circuito 10: comando direto de cilindro
de ação dupla com válvula 5/3 vias (com
parada intermediária)
Circuito 11: comando indireto de cilindro
de ação dupla com válvula 5/2 vias
5
Circuito 12: Avanço
bimanual e retorno
simples
Circuito 13:
comando indireto
com válvula
duplamente
pilotada e controle
de velocidade
Circuito 14:
comando de cilindro
de dupla ação com
avanço lento e
retorno rápido
Circuito 15:
avanço manual,
retorno
automático e
controle de
velocidade
6
Emer.
Circuito 16:
avanço manual,
retorno
automático e
emergência
Circuito 17:
ciclo contínuo
Cont. Único
Circuito 18:
ciclo único ou
ciclo contínuo
Cont. Único Emer.
Circuito 19: ciclo
único ou contínuo
e emergência

Recomendados

Exercícios pneumática solução
Exercícios pneumática    soluçãoExercícios pneumática    solução
Exercícios pneumática soluçãoCynthia Janei
 
Pneumática - Principios
Pneumática - PrincipiosPneumática - Principios
Pneumática - PrincipiosAnderson Pontes
 
Apostila fluid sim pneumática 2011
Apostila fluid sim pneumática 2011Apostila fluid sim pneumática 2011
Apostila fluid sim pneumática 2011Diego Silva
 
Eletropneumatica
EletropneumaticaEletropneumatica
EletropneumaticaElvis Bruno
 
Hidráulica e pneumática
Hidráulica e pneumáticaHidráulica e pneumática
Hidráulica e pneumáticaJúnior Pessoa
 
Simbologia pneumatica
Simbologia pneumaticaSimbologia pneumatica
Simbologia pneumaticaGleiton Kunde
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila de Compressores
Apostila de CompressoresApostila de Compressores
Apostila de CompressoresDaniel Garcia
 
1 metrologia
1 metrologia1 metrologia
1 metrologiaqel9
 
Metrologia - Aula 1
Metrologia - Aula 1Metrologia - Aula 1
Metrologia - Aula 1IBEST ESCOLA
 
APOSTILA SENAI 2 AJUSTAGEM USINAGEM
APOSTILA SENAI 2 AJUSTAGEM USINAGEM APOSTILA SENAI 2 AJUSTAGEM USINAGEM
APOSTILA SENAI 2 AJUSTAGEM USINAGEM ordenaelbass
 
Cálculo técnico aplicado a mecanica
Cálculo técnico aplicado a mecanicaCálculo técnico aplicado a mecanica
Cálculo técnico aplicado a mecanicaGleiton Kunde
 
Perguntas e respostas de manutenção
Perguntas e respostas de manutençãoPerguntas e respostas de manutenção
Perguntas e respostas de manutençãooantu
 
Tipos de Manutenção
Tipos de ManutençãoTipos de Manutenção
Tipos de ManutençãoLucas Costa
 
Apostila festo pneumatica
Apostila festo pneumaticaApostila festo pneumatica
Apostila festo pneumaticaoantu
 
Eletropneumática e eletro hidráulica i
Eletropneumática e eletro hidráulica iEletropneumática e eletro hidráulica i
Eletropneumática e eletro hidráulica iCesar Loureiro
 
Apostila de eletropneumáticaesse
Apostila de eletropneumáticaesseApostila de eletropneumáticaesse
Apostila de eletropneumáticaesseJhurengo Margon
 
Elementos de m+íquina curso completo
Elementos de m+íquina   curso completoElementos de m+íquina   curso completo
Elementos de m+íquina curso completoJacs Engenharia
 
Introdução à pneumática - aula 01
Introdução à pneumática - aula 01Introdução à pneumática - aula 01
Introdução à pneumática - aula 01Rodrigo Lobo
 
Calculo de conicidade (1)
Calculo de conicidade (1)Calculo de conicidade (1)
Calculo de conicidade (1)Solange Ferrari
 

Mais procurados (20)

Apostila de Compressores
Apostila de CompressoresApostila de Compressores
Apostila de Compressores
 
1 metrologia
1 metrologia1 metrologia
1 metrologia
 
Lubrificação industrial
Lubrificação industrialLubrificação industrial
Lubrificação industrial
 
Metrologia - Aula 1
Metrologia - Aula 1Metrologia - Aula 1
Metrologia - Aula 1
 
APOSTILA SENAI 2 AJUSTAGEM USINAGEM
APOSTILA SENAI 2 AJUSTAGEM USINAGEM APOSTILA SENAI 2 AJUSTAGEM USINAGEM
APOSTILA SENAI 2 AJUSTAGEM USINAGEM
 
Cálculo técnico aplicado a mecanica
Cálculo técnico aplicado a mecanicaCálculo técnico aplicado a mecanica
Cálculo técnico aplicado a mecanica
 
Perguntas e respostas de manutenção
Perguntas e respostas de manutençãoPerguntas e respostas de manutenção
Perguntas e respostas de manutenção
 
Festo
FestoFesto
Festo
 
Tipos de Manutenção
Tipos de ManutençãoTipos de Manutenção
Tipos de Manutenção
 
Automacao
AutomacaoAutomacao
Automacao
 
Compressores
CompressoresCompressores
Compressores
 
Apostila festo pneumatica
Apostila festo pneumaticaApostila festo pneumatica
Apostila festo pneumatica
 
Eletropneumática e eletro hidráulica i
Eletropneumática e eletro hidráulica iEletropneumática e eletro hidráulica i
Eletropneumática e eletro hidráulica i
 
Roscas,parafusos porcas e arruelas
Roscas,parafusos porcas e arruelasRoscas,parafusos porcas e arruelas
Roscas,parafusos porcas e arruelas
 
Aula 02 controle malha aberta e fechada
Aula 02   controle malha aberta e fechadaAula 02   controle malha aberta e fechada
Aula 02 controle malha aberta e fechada
 
Apostila de eletropneumáticaesse
Apostila de eletropneumáticaesseApostila de eletropneumáticaesse
Apostila de eletropneumáticaesse
 
Elementos de m+íquina curso completo
Elementos de m+íquina   curso completoElementos de m+íquina   curso completo
Elementos de m+íquina curso completo
 
Mecânica básica elementos de maquinas
Mecânica básica elementos de maquinasMecânica básica elementos de maquinas
Mecânica básica elementos de maquinas
 
Introdução à pneumática - aula 01
Introdução à pneumática - aula 01Introdução à pneumática - aula 01
Introdução à pneumática - aula 01
 
Calculo de conicidade (1)
Calculo de conicidade (1)Calculo de conicidade (1)
Calculo de conicidade (1)
 

Semelhante a Aula 08 pneumatica-unifei

pneumc3a1tica-circuitos-bc3a1sicos-prc3a1tica.pdf
pneumc3a1tica-circuitos-bc3a1sicos-prc3a1tica.pdfpneumc3a1tica-circuitos-bc3a1sicos-prc3a1tica.pdf
pneumc3a1tica-circuitos-bc3a1sicos-prc3a1tica.pdfLianaRitter1
 
Fluidsim_Manual_de_exercicios.pdf
Fluidsim_Manual_de_exercicios.pdfFluidsim_Manual_de_exercicios.pdf
Fluidsim_Manual_de_exercicios.pdfWiltonifpe
 
ATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdf
ATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdfATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdf
ATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdfrigogad974
 
ATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdf
ATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdfATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdf
ATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdfgolapey949
 
8527688 comandos-cos-diagramas
8527688 comandos-cos-diagramas8527688 comandos-cos-diagramas
8527688 comandos-cos-diagramaswellingtonprado
 
Comandos elétricos, diagramas
Comandos elétricos, diagramasComandos elétricos, diagramas
Comandos elétricos, diagramasANDRE GOMES
 
Apostila pneumtica 2008 nova
Apostila pneumtica 2008 novaApostila pneumtica 2008 nova
Apostila pneumtica 2008 novaAldaTeixeira5
 
Símbolos e Identificação
Símbolos e IdentificaçãoSímbolos e Identificação
Símbolos e IdentificaçãoRicardo Akerman
 
Conteudo da-aula-sistema-i-motion-fox
Conteudo da-aula-sistema-i-motion-foxConteudo da-aula-sistema-i-motion-fox
Conteudo da-aula-sistema-i-motion-foxSergioSaores
 
Aula Valvulas e Atuadores Pneumáticos .pptx
Aula Valvulas e Atuadores Pneumáticos .pptxAula Valvulas e Atuadores Pneumáticos .pptx
Aula Valvulas e Atuadores Pneumáticos .pptxJooVitorSantosSilva5
 
Apostila comandos elétricos
Apostila   comandos elétricosApostila   comandos elétricos
Apostila comandos elétricosJardel Sousa
 
SMC válvulas eletropneumáticas direcionais
SMC válvulas eletropneumáticas direcionaisSMC válvulas eletropneumáticas direcionais
SMC válvulas eletropneumáticas direcionaisrafael pontes de lima
 

Semelhante a Aula 08 pneumatica-unifei (20)

pneumc3a1tica-circuitos-bc3a1sicos-prc3a1tica.pdf
pneumc3a1tica-circuitos-bc3a1sicos-prc3a1tica.pdfpneumc3a1tica-circuitos-bc3a1sicos-prc3a1tica.pdf
pneumc3a1tica-circuitos-bc3a1sicos-prc3a1tica.pdf
 
Fluidsim_Manual_de_exercicios.pdf
Fluidsim_Manual_de_exercicios.pdfFluidsim_Manual_de_exercicios.pdf
Fluidsim_Manual_de_exercicios.pdf
 
ATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdf
ATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdfATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdf
ATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdf
ATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdfATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdf
ATIVIDADE 2 - SISTEMAS HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS - 542023.pdf
 
Aplicacao eletropneumatica
Aplicacao eletropneumaticaAplicacao eletropneumatica
Aplicacao eletropneumatica
 
Eletro hidraulica
Eletro hidraulicaEletro hidraulica
Eletro hidraulica
 
Comandos elétricos
Comandos elétricosComandos elétricos
Comandos elétricos
 
8527688 comandos-cos-diagramas
8527688 comandos-cos-diagramas8527688 comandos-cos-diagramas
8527688 comandos-cos-diagramas
 
Comandos elétricos, diagramas
Comandos elétricos, diagramasComandos elétricos, diagramas
Comandos elétricos, diagramas
 
Automação PLC
Automação PLCAutomação PLC
Automação PLC
 
Símbologia pneumática smc
Símbologia pneumática smcSímbologia pneumática smc
Símbologia pneumática smc
 
Apostila pneumtica 2008 nova
Apostila pneumtica 2008 novaApostila pneumtica 2008 nova
Apostila pneumtica 2008 nova
 
Apostila pneumtica 2008 nova
Apostila pneumtica 2008 novaApostila pneumtica 2008 nova
Apostila pneumtica 2008 nova
 
Controladores - PID
Controladores - PIDControladores - PID
Controladores - PID
 
Sintese
SinteseSintese
Sintese
 
Símbolos e Identificação
Símbolos e IdentificaçãoSímbolos e Identificação
Símbolos e Identificação
 
Conteudo da-aula-sistema-i-motion-fox
Conteudo da-aula-sistema-i-motion-foxConteudo da-aula-sistema-i-motion-fox
Conteudo da-aula-sistema-i-motion-fox
 
Aula Valvulas e Atuadores Pneumáticos .pptx
Aula Valvulas e Atuadores Pneumáticos .pptxAula Valvulas e Atuadores Pneumáticos .pptx
Aula Valvulas e Atuadores Pneumáticos .pptx
 
Apostila comandos elétricos
Apostila   comandos elétricosApostila   comandos elétricos
Apostila comandos elétricos
 
SMC válvulas eletropneumáticas direcionais
SMC válvulas eletropneumáticas direcionaisSMC válvulas eletropneumáticas direcionais
SMC válvulas eletropneumáticas direcionais
 

Último

(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA  ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...(43)98816 5388 ASSESSORIA  ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...daimonkonicz35
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...daimonkonicz35
 
PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...
PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...
PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...homeyab951
 
Paulo, gestor de uma empresa de desenvolvimento de softwares, deseja aumentar...
Paulo, gestor de uma empresa de desenvolvimento de softwares, deseja aumentar...Paulo, gestor de uma empresa de desenvolvimento de softwares, deseja aumentar...
Paulo, gestor de uma empresa de desenvolvimento de softwares, deseja aumentar...homeyab951
 
1) Descreva sua empresa que deverá ser do ramo de Comércio. A descrição dever...
1) Descreva sua empresa que deverá ser do ramo de Comércio. A descrição dever...1) Descreva sua empresa que deverá ser do ramo de Comércio. A descrição dever...
1) Descreva sua empresa que deverá ser do ramo de Comércio. A descrição dever...homeyab951
 
O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...
O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...
O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...homeyab951
 
2) Considere que a fábrica de chocolates nova receberá 3 tipos diferentes de ...
2) Considere que a fábrica de chocolates nova receberá 3 tipos diferentes de ...2) Considere que a fábrica de chocolates nova receberá 3 tipos diferentes de ...
2) Considere que a fábrica de chocolates nova receberá 3 tipos diferentes de ...homeyab951
 
a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...
a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...
a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...homeyab951
 
1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...
1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...
1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...homeyab951
 
O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...
O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...
O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...homeyab951
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docxdaimonkonicz35
 
Você já agiu sem pensar Muitas vezes, somos precipitados, porque o comportame...
Você já agiu sem pensar Muitas vezes, somos precipitados, porque o comportame...Você já agiu sem pensar Muitas vezes, somos precipitados, porque o comportame...
Você já agiu sem pensar Muitas vezes, somos precipitados, porque o comportame...homeyab951
 
1) Após assistir ao vídeo explicativo da atividade, realize uma pesquisa bibl...
1) Após assistir ao vídeo explicativo da atividade, realize uma pesquisa bibl...1) Após assistir ao vídeo explicativo da atividade, realize uma pesquisa bibl...
1) Após assistir ao vídeo explicativo da atividade, realize uma pesquisa bibl...Prime Assessoria
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...homeyab951
 
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...DL assessoria 29
 
Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...
Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...
Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...homeyab951
 
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVACSpiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVACsandracesteves71
 
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGuilhermeLucio9
 
Com relação às formas de operacionalização da Administração Pública, poderá s...
Com relação às formas de operacionalização da Administração Pública, poderá s...Com relação às formas de operacionalização da Administração Pública, poderá s...
Com relação às formas de operacionalização da Administração Pública, poderá s...Prime Assessoria
 
Contextualização A Alta Direção de uma multinacional de proteína animal, espe...
Contextualização A Alta Direção de uma multinacional de proteína animal, espe...Contextualização A Alta Direção de uma multinacional de proteína animal, espe...
Contextualização A Alta Direção de uma multinacional de proteína animal, espe...dl assessoria 8
 

Último (20)

(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA  ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...(43)98816 5388 ASSESSORIA  ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA ...
 
PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...
PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...
PROJETO DE ENSINO - PLÁGIO NÃO ROLA! SEJA O PROTAGONISTA DA SUA IDEIA - 51202...
 
Paulo, gestor de uma empresa de desenvolvimento de softwares, deseja aumentar...
Paulo, gestor de uma empresa de desenvolvimento de softwares, deseja aumentar...Paulo, gestor de uma empresa de desenvolvimento de softwares, deseja aumentar...
Paulo, gestor de uma empresa de desenvolvimento de softwares, deseja aumentar...
 
1) Descreva sua empresa que deverá ser do ramo de Comércio. A descrição dever...
1) Descreva sua empresa que deverá ser do ramo de Comércio. A descrição dever...1) Descreva sua empresa que deverá ser do ramo de Comércio. A descrição dever...
1) Descreva sua empresa que deverá ser do ramo de Comércio. A descrição dever...
 
O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...
O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...
O presidencialismo é mais comum no Brasil – seja no governo ou nas instituiçõ...
 
2) Considere que a fábrica de chocolates nova receberá 3 tipos diferentes de ...
2) Considere que a fábrica de chocolates nova receberá 3 tipos diferentes de ...2) Considere que a fábrica de chocolates nova receberá 3 tipos diferentes de ...
2) Considere que a fábrica de chocolates nova receberá 3 tipos diferentes de ...
 
a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...
a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...
a) Busca da Instrução ( FETCH ). b) Decodificação da Instrução ( DECODE ). c)...
 
1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...
1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...
1) O valor de aceleração da gravidade terrestre é dependente da altitude, ou ...
 
O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...
O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...
O ciclo de instrução é um conceito crucial na Arquitetura e Organização de Co...
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA ATIVIDADE 1 - ENGENHARIA DO PRODUTO - 51 2024.docx
 
Você já agiu sem pensar Muitas vezes, somos precipitados, porque o comportame...
Você já agiu sem pensar Muitas vezes, somos precipitados, porque o comportame...Você já agiu sem pensar Muitas vezes, somos precipitados, porque o comportame...
Você já agiu sem pensar Muitas vezes, somos precipitados, porque o comportame...
 
1) Após assistir ao vídeo explicativo da atividade, realize uma pesquisa bibl...
1) Após assistir ao vídeo explicativo da atividade, realize uma pesquisa bibl...1) Após assistir ao vídeo explicativo da atividade, realize uma pesquisa bibl...
1) Após assistir ao vídeo explicativo da atividade, realize uma pesquisa bibl...
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
Biossegurança é definida como o conjunto de procedimentos, ações, técnicas, m...
 
Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...
Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...
Na espiral do conhecimento temos uma conversão que é percebida como uma ação ...
 
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVACSpiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
Spiroflex - Industria de Tubos Lda - AVAC
 
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
 
Com relação às formas de operacionalização da Administração Pública, poderá s...
Com relação às formas de operacionalização da Administração Pública, poderá s...Com relação às formas de operacionalização da Administração Pública, poderá s...
Com relação às formas de operacionalização da Administração Pública, poderá s...
 
Contextualização A Alta Direção de uma multinacional de proteína animal, espe...
Contextualização A Alta Direção de uma multinacional de proteína animal, espe...Contextualização A Alta Direção de uma multinacional de proteína animal, espe...
Contextualização A Alta Direção de uma multinacional de proteína animal, espe...
 

Aula 08 pneumatica-unifei

  • 1. 1 Sistemas Hidropneumáticos I Pneumática 03 EME-26/EME610 Aula 09 09-11-2009 Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior UNIFEI Circuitos Pneumáticos Básicos Circuito 1: comando direto de cilindro de simples ação com retorno por mola Cilindro de ação simples com retorno por mola Válvula 3/2 vias de acionamento manual e retorno por mola Lubrefil Circuito 2: controle de velocidade de cilindro de simples ação no avanço
  • 2. 2 Circuito 2: controle de velocidade de cilindro de simples ação no retorno Circuito 2: controle de velocidade de cilindro de simples ação no avanço e no retorno Ajuste único Ajuste individual Circuito 3: comando indireto de cilindro de simples ação com retorno por mola Circuito 4: comando de cilindro de simples ação com retorno por mola com válvula duplo piloto
  • 3. 3 Circuito 5: válvulas alternativas (lógica OU) Circuito 6: válvula alternativa (lógica OU) Circuito 7: válvulas em série (lógica E) Circuito 8: válvula de simultaneidade (lógica E)
  • 4. 4 Circuito 9: comando direto de cilindro de ação dupla com válvula 4/2 vias (sem parada intermediária) Circuito 9: comando direto de cilindro de ação dupla com válvula 5/2 vias (sem parada intermediária) Circuito 10: comando direto de cilindro de ação dupla com válvula 5/3 vias (com parada intermediária) Circuito 11: comando indireto de cilindro de ação dupla com válvula 5/2 vias
  • 5. 5 Circuito 12: Avanço bimanual e retorno simples Circuito 13: comando indireto com válvula duplamente pilotada e controle de velocidade Circuito 14: comando de cilindro de dupla ação com avanço lento e retorno rápido Circuito 15: avanço manual, retorno automático e controle de velocidade
  • 6. 6 Emer. Circuito 16: avanço manual, retorno automático e emergência Circuito 17: ciclo contínuo Cont. Único Circuito 18: ciclo único ou ciclo contínuo Cont. Único Emer. Circuito 19: ciclo único ou contínuo e emergência
  • 7. 7 t 10 Circuito 20: ciclo contínuo, avanço rápido e retorno lento após 10 seg. R A R A Circuito 21 Comando de cilindro de dupla ação, botão de partida, botão de parada, contagem de ciclos e desarme de ciclo após 10 ciclos R A R A Partida Parada 0010 Reset P Y ZA
  • 8. 8 Denominação dos elementos pneumáticos Denominação dos elementos Pneumáticos É realizada por meio de números (norma DIN) ou por meio de letras (norma ISO). Todos os elementos pneumáticos devem ser representados no esquema na posição inicial de comando. Se na posição inicial, a válvula já está acionada, isso deve ser indicado no esquema. DIN Elementos de trabalho (números inteiros: 1, 2, 3, ...) Elementos entre os elementos de comando e o elemento de trabalho (.01, .02, .03, ...) Elementos de comando (.1) Elementos de sinal: números pares influem no avanço (.2, .4, ...) e números ímpares influem no retorno (.3, .5, ...) Elementos auxiliares iniciam com zero (0.1, 0.2,...) 1.3 1.0 1.01 1.02 1.1 1.2 1.4 1.6 1.3 0.1 ISO
  • 9. 9 Numeração dos elementos 1.1 Seqüência de Movimento dos Pistões Diagrama trajeto-passo; Letras e sinais (+ e -); Diagrama trajeto-tempo. 1. Cilindro 1.0 avança (alimentação e fixação da peça). 2. Cilindro 2.0 avança (furação). 3. Cilindro 2.0 recua (retira a ferramenta). 4. Cilindro 1.0 recua (libera a peça). 5. Cilindro 3.0 avança (expulsa a peça). 6. Cilindro 3.0 recua (encerra a seqüência). Seqüência de Movimento dos Pistões Forma de representação trabalhosa. Não possibilita uma idéia global dos movimentos. Não é a mais adequada. Representação em forma de tabela Seqüência de Movimento dos Pistões É uma forma mais eficiente que a listagem de eventos, porém em circuitos com muitos elementos, esta tabela se torna extensa e de visualização demorada.
  • 10. 10 Tem-se: 1.0 – cilindro A 2.0 – cilindro B 3.0 – cilindro C A seqüência é: A+ B+ B- A- C+ C– Onde: + = avanço da haste - = recuo da haste Representação em forma Algébrica Seqüência de Movimento dos Pistões Utilizado principalmente nos métodos cascata e o passo-a-passo. Seqüência de Movimento dos Pistões Representação em diagrama Trajeto-Passo O diagrama trajeto-passo torna possível a visualização global dos movimentos e suas relações de dependência. Similar ao anterior. O eixo horizontal apresenta uma escala de tempo. Tem-se o tempo de movimentação de cada cilindro, bem como o tempo total de um ciclo de trabalho. Seqüência de Movimento dos Pistões Representação em diagrama Trajeto-Tempo Diagrama trajeto-passo Letras e sinais
  • 11. 11 Diagrama trajeto-passo/Letras e sinais Diagrama trajeto-tempo Circuitos Seqüenciais e Combinacionais Circuitos Seqüenciais e Combinacionais Método intuitivo; Método cascata; Método passo-a-passo.
  • 12. 12 Método Intuitivo Seqüência exemplo: A+ B+ A- B- Seqüência exemplo: A+ B+ A- B- Método Intuitivo Método Intuitivo Desenhar os elementos de trabalho (cilindros ou motores) Método Intuitivo Desenhar as válvulas de comando principais
  • 13. 13 Método Intuitivo Desenhar os elementos de sinais Método Intuitivo Desenhar todas as linhas de trabalho, pilotagem, alimentação de ar e exaustão Método Intuitivo Desenhar os acionadores dos elementos de sinal e representar a posição de cada uma das válvulas piloto entre os cilindros. Método Intuitivo Movimento A+: acionando um botão de partida, deverá ocorrer o avanço do cilindro A.
  • 14. 14 Método Intuitivo Movimento B+: quando o cilindro A alcançar o final do curso de avanço, acionará o rolete de outro elemento de sinal cuja função é pilotar o avanço do cilindro B. Método Intuitivo Movimento A-: ao alcançar o final do curso de avanço o cilindro B, será acionado o rolete de outro elemento de sinal cuja função é pilotar o retorno do cilindro A. Método Intuitivo Movimento B-: quando o cilindro A alcançar o final do curso de retorno, acionará o rolete de outro elemento de sinal, cuja função é pilotar o retorno do cilindro B. Método Intuitivo O esquema final deve ser representado em sua posição de partida, indicando as válvulas acionadas pelos atuadores.
  • 15. 15 Método Intuitivo Foi acrescentada a válvula de partida 1.4 e a válvula 1.2 foi mudada para acionamento com rolete, permitindo ciclo contínuo. 1.2 Partida 1.2 1.4 Cilindro 1 Cilindro 2 Cilindro 3 Método Intuitivo Elaborar o diagrama trajeto-passo e o esquema para a seqüência: A+ B+ C+ A- B- C- Método Intuitivo Elaborar o esquema para a seqüência: A+ B+ C+ A- B- C- 1.4 A 1.2 1.3 2.3 2.2 B 2.32.2 3.3 3.2 C 3.33.2 1.2 1.3 2.11.1 3.1 A+ A- B+ B- C+ C- B+ C+ A-B- C- A+ Cilindro 1 Cilindro 2 Método Intuitivo Elaborar o diagrama trajeto-passo e o esquema para a seqüência: A+ B+ B- A-
  • 16. 16 Método Intuitivo Seqüência A+ B+ B- A- possui sobreposição de sinais (bloqueio)! O acionamento da válvula 1.2 não muda o estado da válvula 1.1 devido à 1.3. Método Intuitivo Correção do circuito A+ B+ B- A- com válvulas de roletes escamoteáveis (é necessário indicar o sentido de acionamento). Rolete escamoteável (gatilho) Método intuitivo Só é funcional em seqüências diretas. Seqüência direta: quando a seqüência é dividida ao meio e apresenta as mesmas letras na mesma ordem nos dois lados e não há repetição de letras. Exemplos de seqüências diretas: A+ B+ A- B- A+ C+ B- A- C- B+ Exemplos de seqüências indiretas: A+ B+ B- A- A+ A- B+ B- A+ B+ B- A- B+ B- A+ B+ A- A+ B- A-