Sintomas intolerância à lactose os erros mais comuns

183 visualizações

Publicada em

Sintomas intolerância à lactose: A importância dos alimentos em nossa vida é vital. Para termos saúde física e mental necessitamos a entrada de nutrientes com vitaminas, eletrólitos, sais minerais de ótima qualidade, sobretudo frescos, orgânicos e sem contaminação com inseticidas, metais pesados, tóxicos, etc.
http://harmonianatureza.com.br/sintomas-intolerancia-a-lactose-os-erros-mais-comuns/

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
183
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sintomas intolerância à lactose os erros mais comuns

  1. 1. Sintomas intolerância à lactose: Os erros mais comuns Sintomas intolerância à lactose: A importância dos alimentos em nossa vida é vital. Para termos saúde física e mental necessitamos a entrada de nutrientes com vitaminas, eletrólitos, sais minerais de ótima qualidade, sobretudo frescos, orgânicos e sem contaminação com inseticidas, metais pesados, tóxicos, etc. 1- Definição: A lactose é um dissacarídeo composto por glicose e galactose e produzido exclusivamente em glândula mamária. 2- Mecanismo: .. Para digerir os carboidratos há necessidade da plena atividade das enzimas digestivas: amilase salivar, alfa-amilase pancreática e das oligossacaridases (lactase, maltase e sacarase) que são enzimas localizadas na superfície dos enterócidos. .. O produto da digestão, os monossacarídeos, é absorvido quase totalmente pelo intestino delgado. .. A intolerância à lactose pode ser primária, por um defeito intrínseco da enzima, ou secundário a um dano da mucosa intestinal, como por exemplo, quadros de diarreias agudas ou crônicas, com a consequente falta da enzima pelo comprometimento estrutural da mucosa intestinal.
  2. 2. .. Com a diminuição do nível da lactase, a lactose da dieta não é hidrolisada ficando intacta no lúmen intestinal o que provoca fermentação ocasionada pelas bactérias intestinais e o aumento de osmolaridade e consequente movimento de água e eletrólitos do sangue para o lúmen, determinando diarreia crônica. Esse ambiente alterado dificulta a digestão das gorduras e leva ao comprometimento da absorção de nitrogênio (marcador da absorção das proteínas), de vitaminas e de sais minerais. .. A deficiência secundária de lactase pode prolongar-se por 18 a 24 meses após uma enterite infecciosa aguda. Sintomas intolerância à lactose: Os erros mais comuns 3- Clínica: Consequências da Intolerância à Lactose .. Dor abdominal, distenção abdominal e flatulência; .. Diarreia aguda osmótica, explosiva e odor azedo; .. Diarreia intermitente; .. Diarreia crônica; .. Acidose metabólica; .. Desnutrição e parada de crescimento; .. Disbiose intestinal; .. Diarreia protraída; .. Escoriação perianal; .. Enterite necrotizante; .. Constipação intestinal. 4- Diagnóstico: .. Uma história clínica minuciosa, .. Um bom exame clínico e alguns exames laboratoriais, tais como: pesquisa de açúcar nas fezes; pH fecal, cromatografia fecal; teste de tolerância com sobrecarga oral de lactose; teste de hidrogênio expirado; biópsia intestinal com determinação da lactase, diagnóstico por biorressonância. 5- Tratamento:
  3. 3. .. O diagnóstico é importante, pois o tratamento consiste na exclusão do açúcar da dieta utilizando alimentos adequados ou na ingestão da lactase toda vez que o indivíduo for consumir a lactose. .. Crianças maiores toleram derivados isentos ou com traços de lactose, como: iogurte, queijos e leite fermentado. .. A recuperação da função intestinal, recuperação nutricional e imunológica são tratamentos coadjuvantes para recuperação do indivíduo. Importância de uma Alimentação Saudável Tudo de errado que entrar vai acumulando, intoxicando, impregnando nossos sistemas: sanguíneo, órgãos e vísceras e consequentemente adoecendo o organismo. As pessoas iniciam alteração nas emoções, ficam tristes, doloridas, já não dormem bem ou tem sono em excesso, não sabem o que ocorre consigo. Muitas acabam por ganhar ou perder peso sem saber por quê? Sem qualidade os alimentos ruins ou contaminados deixam as pessoas sem viço, pele seca, cabelos e unhas quebradiços, olhos sem brilho. É muito importante evitar os ditos VENENOS brancos, que batem com a alimentação exigida pelo tipo sanguíneo: açúcar branco e farinha de trigo (o trigo brasileiro chega a ter 12 pesticidas que vão para o nosso organismo). São muito perniciosos para nossa saúde, deixando-nos doentes de várias formas, desestruturando-nos energeticamente falando. Não sabe o que realmente tem nos alimentos, e basta um preço "bom", bonito de se ver e já estamos enfiando guela abaixo. Portanto devemos ficar atentos com a nutrição de nossos corpos verificando a procedência e o que contém cada produto. Importante também, ser orientado por um profissional de saúde capacitado a seguir a dietoterapia oriental (de acordo com o excesso ou falta de energia dos órgãos e vísceras), dieta pelo tipo do sangue, ensinando as pessoas cuidados gerais e específicos da alimentação. Dessa forma vamos melhorando a saúde corporal e qualidade de vida, ficamos mais aptos a enfrentar o dia a dia. A lucidez e o discernimento ficam aflorados e nos conectamos melhor com o mundo que habitamos, ou seja, ficamos de bem com a natureza.
  4. 4. Somos o que comemos! http://harmonianatureza.com.br/sintomas-intolerancia-a-lactose-os-erros- mais-comuns/

×