O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

o-gigante-adamastor

1.596 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

o-gigante-adamastor

  1. 1.  Passaram-se cinco dias de navegação calma, quando derepente, numa noite, uma nuvem escura nos aparece.
  2. 2.  A nuvem vinha tão carregada que ficámos cheios demedo. Eu, Vasco da Gama , pedi ajuda a Deus.Que perigo é esseque vem aí? Essanuvem será umatempestade?Deus, protege-nos!
  3. 3.  Surgiu então uma figura gigantesca e horrenda. Tinhao rosto carregado, a barba esquálida, os olhosencovados, a cor terrena e pálida; toda a postura eramedonha e má. Tinha os cabelos cheios de terra ecrespos; os dentes eram amarelos e a boca negra.
  4. 4.  Essa figura num tom de voz horrendo e grosso, quepareceu saído do mar profundo, disse-nos:Ó gente ousada, já queousas navegar nosmeus mares nuncaantes descobertos pornenhum serhumano, vem saber oscastigos que vosreservo para o vossoatrevimento!
  5. 5. A todas as nausque fizerem estaviagem e passarempor aqui, eu fareicom que hajanaufrágios eperdições de toda asorte, que o menormal de todos seja amorte!
  6. 6. Quem és tu? Queesse estupendocorpo, certo me temmaravilhado?
  7. 7. E então algo de estranho se passou. Dando um espantoso egrande brado, respondeu a Vasco da Gama , com voz amarga,como se a pergunta o tivesse magoado:Eu sou o Cabo que vóschamais das Tormentas.Aqui termino a costaAfricana. Fui um dosGigantes que defrontaramos Deuses do Olimpo, emguerra sangrenta.
  8. 8. Apaixonei-me por Tétis, princesa das águas. Aconteceu um dia em que avi nua na praia. A partir daí senti-me irremediavelmente preso. Dado quesou muito feio, fui pedir ajuda a Dóris, sua mãe, para convencer Tétis ame amar.
  9. 9. A Deusa respondeu: Qual será o amorbastante de ninfa, quesustente o de umGigante? O amor deninfa é pequeno para umGigante. No entanto hei--de encontrar maneirade evitar a guerra.
  10. 10. Numa noite, prometida por Dóris, aparece-me o rosto dalinda Tétis, despida. Corro como um louco paraela, abraçando-a e beijando-lhe as faces e o cabelo.
  11. 11. Afinal, achei-me abraçado, não àminha amada Tétis, mas a umpenedo e eu próprio transformadonum rochedo, tornando-me nestecabo.
  12. 12. Assim contava o Gigante, e chorando, afastou-se denós. Eu então fiz uma prece a Deus, pedindo-lheque as profecias do Adamastor não seconcretizassem.

×