Encefalopatia espongiforme bovina slide 2013.2

1.261 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.261
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Encefalopatia espongiforme bovina slide 2013.2

  1. 1. Universidade Federal da Bahia Instituto de Ciências da Saúde Bioquímica Veterinária II Encefalopatia Espongiforme Bovina Christopher Côrtes e Juliana Mascarenhas Salvador / Ba 2014
  2. 2. Doenças Priônicas: Avaliação Dos Riscos Envolvidos Na Utilização De Produtos De Origem Bovina. Omar Lupi An bras Dermatol, Rio de Janeiro, 78(1):7-18, jan./fev. 2003.
  3. 3. Introdução • Stanley B. Prusiner • “Hipótese príon” (proteinaceous infectious particles). • Agentes desprovidos de ácidos nucléicos.
  4. 4. Histórico http://www.fwi.co.uk/articles/14/04/2008/110158/scra pie-could-pass-via-ewes39-milk.htm http://didyouknowarchive.com/?p=187
  5. 5. Histórico • A Encefalopatia espongiosiforme bovina (BSE) • Doenças neurológicas (1980) • Inglaterra (1985) • 180.000 animais
  6. 6. A Hipótese Príon • Resistência a radiação UV, calor (170ºC), óxido nítrico, peróxido de hidrogênio e nuclease; • Agentes capazes de quebrar ligações peptídicas; • Conformação da estrutura secundária formada por folhas β-pregueadas ao invés de apresentarem um arranjo α-hélice; • Alteração conformacional da PrPc ao entrar em contato com a PrPsc. http://www.bionova.org.es/biocast/te ma20.htm
  7. 7. A Hipótese Príon Robbins & Cotran, Patologia.
  8. 8. Riscos Na Utilização De Produtos De Origem Bovina • É notória a preferência pelo sistema nervoso central e pelos olhos, tecidos considerados de alto risco. • Entre os órgãos de risco médio encontram-se baço, amídalas, linfonodos, intestino, líquor, glândulas supra-renais, placenta e dura-máter. • Na categoria de risco moderado encontram-se medula óssea, fígado, pulmões, pâncreas e timo. • São considerados de baixo risco o tecido cardíaco, leite de origem bovina, ossos e sistema geniturinário.
  9. 9. Riscos Na Utilização De Produtos De Origem Bovina • Risco da contaminação humana pela carne bovina (nvCJD); • Sacrifício em massa do gado bovino europeu; • Implementação de técnicas mais rigorosas e controladas de sua alimentação; • Se desconhece a maneira segura de esterilização efetiva contra os príons.
  10. 10. Riscos Na Utilização De Produtos De Origem Bovina • Riscos representados pelas vacinas de origem bovina; • Os benefícios em muito ultrapassam os riscos; • A vacina injetável contra a tuberculose (BCG), é elaborada a partir de uma bactéria viva de origem bovina; • Esta vacina não impede a infecção nem o desenvolvimento da doença, mas impede as formas graves.
  11. 11. Conclusão • A recente descoberta dos príons como agentes infecciosos tem modificado os conceitos vigentes sobre alimentação e utilização de tecidos de origem animal por seres humanos e vale salientar que, na sua forma normal, a proteína príon celular é muito importante no nosso organismo, pois ela desempenha funções importantes, como o auxílio a processos de amadurecimento e prolongamento de neurônios, modulação de respostas imunitárias e ativação de determinadas proteínas.
  12. 12. Referências Bibliográfica • http://www.scientificcircle.com/pt/130198/doencas-prionicas-avaliacao-riscos-envolvidosutilizacao/ • http://www.mundoeducacao.com/doencas/doencas-por-prions.htm • http://www.agrolink.com.br/saudeanimal/NoticiaDetalhe.aspx?codNoticia=70262 http://www.friki.net/fotos/95968-cumplo100-compilado.html

×