DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA

12.110 visualizações

Publicada em

1 comentário
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • adorei. muito obrigada. ajudou muito
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.110
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
524
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
308
Comentários
1
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA

  1. 1. Língua Portuguesa Professora: Christiane QueirozDISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA
  2. 2. TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO A dissertação é o estilo de redação em que predomina a defesa de umaideia, de um ponto de vista (tese), ou então um questionamento acerca dedeterminado assunto. Dessa forma, uma dissertação depende de análise, decapacidade de argumentação, de raciocínio lógico. O autor do textodissertativo trabalha com argumentos, com fatos, com dados, os quais utilizapara desenvolver sua tese ou posição final.Critérios relevantes no desenvolvimento e avaliação de uma dissertação:1) ARGUMENTAÇÃO:•Utilize argumentos bem definidos e com fundamentação lógica;•Sempre siga uma posição, contrária ou favorável ao tema proposto;•Cuidado com a repetição de argumentos (redundância).2) COESÃO E COERÊNCIA:•Observe a coerência;•Variar no uso de pronomes e conjunções a fim de tornar o texto mais coeso.
  3. 3. 3) ESTRUTURA DA REDAÇÃO:•O título, a introdução, o desenvolvimento e a conclusão são partes indispensáveis dotexto;•Respeite o número de linhas indicado;•Divida adequadamente os parágrafos do texto.4) MODALIDADE CULTA:•Vocabulário;•Ortografia;•Acentuação;•Pontuação.
  4. 4. DICAS PARA ESCREVER UMA DISSERTAÇÃO:• Jamais use gírias;• Não utilize provérbios ou ditados populares;• Nunca se inclua em sua dissertação (Não se deve usar a 1ª pessoa do singular), nem se dirija ao interlocutor – esses recursos são permitidas APENAS na carta argumentativa;• Não utilize sua redação para propagar doutrinas religiosas;• Jamais analise o tema proposto movido por emoções exageradas;• Não utilize exemplos contando fatos ocorridos com terceiros que não sejam de domínio público;• Não utilize abreviações;• Procure evitar a repetição da mesma palavra;• Capriche na letra;• Não fuja ao tema proposto.
  5. 5. O texto dissertativo argumentativo tem uma estrutura convencional, formada portrês partes essenciais. IntroduçãoApresenta o assunto, o posicionamento do autor e os argumentos. Ao seposicionar, o autor formula uma tese. DesenvolvimentoFormado pelos parágrafos que fundamentam a tese. Normalmente, em cadaparágrafo, é apresentado e desenvolvido um argumento. Cada um deles podeestabelecer relações de causa e efeito ou comparações entre situações, épocas elugares diferentes, pode também se apoiar em depoimentos ou citações depessoas especializadas no assunto abordado, em dadosestatísticos, pesquisas, alusões históricas.Atenção: a linguagem do texto dissertativo-argumentativo costuma serimpessoal, objetiva e denotativa. Predominam formas verbais no presente doindicativo e emprega-se o padrão culto e formal da língua. ConclusãoQue geralmente retoma a tese, sintetizando as ideias gerais do texto ou propondosoluções para o problema discutido.
  6. 6. • Expressão inicial típica de parágrafo de introdução É irrefutável que... É inegável que... É indubitável... Não há dúvida de que... É inquestionável que...• Expressão inicial típica de parágrafo de desenvolvimento Com relação a... Relativamente a... Quanto a... Acerca de...• Expressão inicial típica de parágrafo de conclusão Diante do exposto acima... Em vista do que foi mencionado... Sendo assim... Para concluir...
  7. 7. •TEMA: Chegando ao terceiro milênio, o homem aindanão conseguiu resolver graves problemas quepreocupam a todos.•POR QUÊ?*arg. 1: Existem populações imersas em completamiséria.*arg. 2: A paz é interrompida frequentemente porconflitos internacionais.*arg. 3: O meio ambiente encontra-se ameaçado porsério desequilíbrio ecológico.
  8. 8. Chegando ao terceiro milênio, o homem ainda não conseguiu resolver osgraves problemas que preocupam a todos, pois existem populações imersas emcompleta miséria, a paz é interrompida frequentemente por conflitosinternacionais e, além do mais, o meio ambiente encontra-se ameaçado por sériodesequilíbrio ecológico. Embora o planeta disponha de riquezas incalculáveis - estas, maldistribuídas, quer entre Estados, quer entre indivíduos – encontramos legiões defamintos em pontos específicos da Terra. Nos países do Terceiro Mundo, sobretudoem certas regiões da África, vemos com tristeza, a falência da solidariedade humana eda colaboração entre as nações. Além disso, nesta últimas décadas, temos assistido, com certapreocupação, aos conflitos internacionais que se sucedem. Muitos trazem namemória a triste lembrança das guerras do Vietnã e da Coréia, as quais provocaramgrande extermínio. Em nossos dias, testemunhamos conflitos na antiga Iugoslávia, emalguns membros da Comunidade dos Estados Independentes, sem falar da Guerra doGolfo, que tanta apreensão nos causou. Outra preocupação constante é o desequilíbrio ecológico,provocado pelaambição desmedida de alguns, que promovem desmatamentos desordenados epoluem as águas dos rios. Tais atitudes contribuem para que o meio ambiente, emvirtude de tantas agressões, acabe por se transformar em local inabitável. Em virtude dos fatos mencionados, somos levados a acreditar que o homemestá muito longe de solucionar os graves problemas que afligem diretamente umagrande parcela da humanidade e indiretamente a qualquer pessoa consciente esolidária. É desejo de todos nós que algo seja feito no sentido de conter essas forçasameaçadoras, para podermos suportar as adversidades e construir um mundoque, por ser justo e pacífico, será mais facilmente habitado pelas gerações vindouras.

×