Palestra Endomarketing Egej 2008

4.403 visualizações

Publicada em

Palestra proferida por mim e pela Luciele Talarico no EGEJ 2008, abordando o tema ENDOMARKETING como Diferencial Competitivo!

Publicada em: Negócios
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.403
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
31
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
374
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra Endomarketing Egej 2008

  1. 1. Alexandre Monteiro Chequim, MBA Diretor Executivo Grupo Orium | Comunicação & Marketing Luciele M. Osório Talarico Psicóloga Organizacional Humanitá Psicologia
  2. 2. Conceituar e contextualizar o ENDOMARKETING, contemplando aspectos comportamentais e de gestão.
  3. 3. Aplicação e adaptação de técnicas e princípios de Marketing, que são voltadas para o interior das organizações. Cliente Interno
  4. 4. Kotler (1998, p.27) “Marketing é um processo social e gerencial pelo qual indivíduos e grupos obtêm o que necessitam e desejam através da criação, oferta e troca de produtos de valor com outros”. Dentro deste conceito, onde as palavras-chave são: a. necessidades, b. desejos, c. demandas Não há uma clara definição da atuação do Marketing unicamente para o exterior da empresa.
  5. 5. Realização do ser humano CULTURA regula Satisfação de necessidades Abrange as esferas: familiar, política, arte, lazer, esporte e religião, entre outras. aquilo que as pessoas são CULTURA expressa aquilo que as pessoas querem ser
  6. 6. Cultura organizacional, por sua vez, é um conjunto de idéias, valores e conceitos que definem a organização e que sustentam a sua prática administrativa interna e a sua ação no mercado.
  7. 7. As pessoas devem ter seus propósitos de vida em harmonia com os propósitos da empresa em que trabalham. Mais que combinar os propósitos, deve ser estimulada a convergência entre os valores culturais dos trabalhadores e os valores da organização.
  8. 8. Não terão resultado satisfatório sem: Preparação das pessoas da empresa Como? • Compreensão da estratégia Como gostariam • Comprometimento com resultado de ser atendidos? • Colocarem-se no lugar dos clientes • Entendimento claro dos objetivo Ex: Cliente e força de venda em informática
  9. 9. fracassam ou perdem força quando a organização não dispõe de um patrimônio humano efetivamente dedicado a seu trabalho ou à organização.
  10. 10. Origem : A palavra clima deriva do grego ‘klima”, inclinação, atmosfera. Clima Meteorológico Clima Organizacional
  11. 11. Saber quais são as expectativas das pessoas que integram o grupo, diferentemente do meteorológico, passa do campo incontrolável para o gerenciável. O clima é por natureza mutável, pois é resultado de diferentes combinações de elementos que Fotografia do Momento interagem e, precisam ser identificados para se tornarem motivadores.
  12. 12. Relação Homem-Trabalho está em Constante Mudança Gestão Maior participação dos empregados Solução de Problemas
  13. 13. Sustentabilidade deste modelo exige: • Auto grau de comprometimento dos empregados • Alinhamento total com os objetivos da empresa RESULTADO: Clima organizacional favorável e produtivo Vantagem Competitiva
  14. 14. CONHECER e ADMINISTRAR Clima Organizacional Nível de Motivação O que pensam Conseqüência do Estilo de Administração
  15. 15. CONHECER e ADMINISTRAR Clima Organizacional Retrata o grau de satisfação das pessoas nos ambientes de trabalho e aponta a sua predisposição para apoiar a implantação e manutenção dessas novas filosofias gerenciais.
  16. 16. A tendência é que as organizações cada vez mais ampliem seu papel, deixando de ser somente unidades de produção de bens e serviços para serem também espaços sociais, onde indivíduos e grupos possam realizar aprendizagens mais significativas para o desenvolvimento dos seus potenciais, onde tenham oportunidade de usar seus talentos em prol do próprio desenvolvimento e do desenvolvimento da organização como um todo. Existem empresas, como a Vale do Rio Doce aqui no Brasil, que já tem universidades internas.
  17. 17. Aqui seria para fazer um comentário sobre os palestrante tipo Bernardinho, Felipão... Como conseguir resultados e produtividade de equipes e pessoas em tempos de competição permanente (não só em um campeonato), com muita competência em controlar custos, qualidade e manter o bom clima organizacional. Além disso: • Flexibilidade e adaptabilidade para trabalhar em ambientes de mudança constante; • Modelos de gestão de equipes com semi-autonomia decisória; • Competências em gestão de talentos, conflitos e desempenho. = Endomarketing
  18. 18. Não há receita específica pra endomarketing A estratégia varia de empresa para empresa e uma estratégia não terá o mesmo efeito em duas empresas, mesmo que do mesmo ramo. • Não pode ser imitado • Empresas têm funcionários diferentes • Mentalidades diferentes • Diretoria diferente. Cada caso é um caso e algo tão específico como o endomarketing não pode ser imitado.
  19. 19. Disposição Endomarketing não exige APENAS grandes investimentos Boa vontade Além de: • Certeza de que o endomarketing é uma ferramenta essencial para qualquer empresa conquistar mais competitividade no mundo dos negócios. • Os próprios colaboradores.
  20. 20. Comunicação, relações humanas, espírito de equipe e motivação são alguns dos aspectos que configuram o comportamento organizacional. O clima organizacional pode ser definido como atmosfera humana do trabalho, que é percebido pelas pessoas. A manutenção de um bom clima organizacional é responsabilidade de todos. Cada pessoa deve estar permanentemente engajada em contribuir para um bom ambiente de trabalho. Da mesma forma, a empresa, com suas políticas e práticas de gestão, tem importância fundamental na qualidade do clima dentro da empresa.
  21. 21. • Exemplo de Administração. • RH super estruturado. Ação: deixam reservado lugares no meio da platéia para os artistas da equipe. Para que eles sintam a reação das pessoas quando assistem o espetáculo. Isto faz com que eles tentem sempre se superarem nos números. E auxilia na motivação para o treinamento. Endomarketing não demanda grandes investimentos, mas é um somatório de ações, simples muitas vezes, mas que fazem a diferença.
  22. 22. “Comunicar é mais que informar, é atrair, é envolver.”
  23. 23. Por que a comunicação interna é tão importante?
  24. 24. Como tornar os funcionários COLABORADORES?
  25. 25. Falemos então de, ENDOMARKETING na visão comportamental da Psicologia...
  26. 26. Quanto mais bem informados estiverem os clientes internos, mais envolvidos com a empresa eles estarão, tornando-os mais:  Comprometidos (Missão;Objetivos;Cultura)  Motivados  Participativos (Novas idéias; Iniciativa; Interação e Integração)
  27. 27. Comprometimento + Motivação + Participação = Quais os resultados?  Cliente Interno torna-se COLABORADOR;  Cliente Interno torna-se APTO para seduzir e estabelecer vínculos duradouros com o Cliente Externo;  Cliente Interno torna-se, também, INSTRUMENTO de Marketing, sendo “porta-voz” e “propagandista” da própria empresa;
  28. 28. A comunicação interna deixa de ser uma área periférica e alia-se aos demais setores, tornando-se assim uma ferramenta imprescindível para a obtenção de resultados. Como utilizá-la?
  29. 29. • Leve ao alcance de todos os colaboradores o Histórico da Empresa, mapeando a sua evolução... • Promova feedbacks, retomando as velhas e antigas informações e, apresentando as ‘boas novas’ sempre que surgirem... • Além de feedbacks, maximize os veículos informativos, desenvolvendo instrumentos como: folhetos, jornais, ‘diários de bordo’, murais, cartazes atingindo a todos os setores e colaboradores... • Oportunize “Práticas Alternativas” de interação e de compartilhar idéias (Exemplo: ‘Reunião 15’)...
  30. 30. O Colaborador deve saber a importância do lugar onde trabalha e da sua própria, pois só assim ele poderá ter um bom ambiente de trabalho e equipe. A confiança do público, tanto o interno como o externo, é uma conseqüência deste instrumento de trabalho, do Endomarketing.
  31. 31. OBRIGADO !!!! Alexandre Monteiro Chequim, MBA Diretor Executivo - Grupo Orium | Comunicação & Marketing chequim@orium.com.br www.orium.com.br 51 2108.0607 | 55 3025.6005 Luciele Osório Talarico Psicóloga Organizacional - Humanitá lucieleosorio@yahoo.com.br

×