Prêmio EmbalagemMarca<br />GRANDES CASES DE EMBALAGEM 2010<br />4ª Edição<br />Iniciativa: Revista EmbalagemMarca<br />Rea...
CERIMÔNIA<br />A cerimônia de entrega dos troféus do Prêmio EmbalagemMarca – Grandes Cases de Embalagem 2010, foi realizad...
TROFÉU<br />Design: KarimRashidPolipropileno: Braskem QuattorClarificante: MillikenMasterbatches: ClariantMolde: FormoldSo...
Objetivo<br />Incentivar e valorizar a busca da excelência nas embalagens brasileiras, premiando aquelas que se destacarem...
 Critérios <br /><ul><li>INOVAÇÃO: A embalagem avaliada apresenta soluções inovadoras, em termos de fabricação e uso, que ...
TECNOLOGIA: A embalagem incorpora tecnologias ou utiliza matérias-primas diferenciadas que contribuíram decisivamente para...
IMPACTO ECONÔMICO: A embalagem proporcionou, para o usuário, benefícios econômicos, como incremento das vendas, redução do...
IMPACTO MERCADOLÓGICO: A embalagem proporcionou vantagens mercadológicas, como incremento da participação de mercado, fort...
IMPACTO AMBIENTAL: A embalagem pode ser considerada benéfica ao meio ambiente, por utilizar matérias-primas renováveis e o...
VENCEDORES<br />
Cápsula Ecotrack<br />A cadeia de lojas de roupas e materiais esportivos Track & Field procurava uma forma inovadora para ...
Uma queixa freqüente de consumidores de tintas imobiliárias e de massa corrida refere-se a perdas de produto devido à rete...
Linha Hot Wheels<br />Usuário: Biotropic Cosméticos<br />Fornecedores citados:<br />Baumgarten (rótulos)<br />VY2 (design)...
Deo-ColôniaEvolution<br />Para consolidar sua marca no segmento de perfumaria premium, L’Acqua di Fiori decidiu lançar uma...
 graças à adição de carga, a tampa é pesada, reforçando a idéia de valor agregado .
a válvula push over tem pescante invisível.
a decoração platina, feita com uso de tela especial, contribui para a percepção de valor pelo consumidor final.</li></ul>H...
A L’Oréaldecidiu ampliar o portifólio da linha Garnier, com o lançamento do Xampu Fructis Óleo Reparação 300 ml.Brilho e t...
Forno SonettoUsuário: Mueller Fogões<br />Preocupada com a imagem de material agressivo ao ambiente que recai sobre o EPS ...
Na reformulação do frasco com dosador do seu produto Colosso, a Ourofino Saúde Animal tinha dois objetivos básicos: melhor...
Para incrementar a penetração de sua marca no segmento de espumantes naturais, sobretudo na variedade rosé em boates e cas...
Quando decidiu reformular sua tradicionalíssima linha de Óleo de Peroba, a King enfrentou desafios que iam da manutenção d...
A Bombril queria, sem fugir à identidade original, viabilizar tecnicamente um novo projeto para as tampas pushpullda linha...
Ante o crescimento de restrições a embalagens de transporte de peças automotivas no exterior por razões ambientais, a Ferp...
Para incentivar a venda de seu espumante, a Chandon decidiu adotar uma embalagem promocional no formato de estojo com capa...
Linha Fun Milk<br />Usuário: O Boticario<br /> <br />Fornecedores citados:<br />Lumen Design – Plasticase – Antilhas - AB ...
Powerade<br />A Coca-Cola trouxe o isotônico Powerade, que comercializa em diversos países, para o Brasil. Projetada para ...
 válvula de fluxo e duplo sistema antiviolação.</li></ul>A tampa pode ser aberta e fechada com apenas uma das mãos. Uma vá...
banda inferior que evidencia a abertura da embalagem.</li></ul>A tampa tem também dispositivo de segurança do tipo ChildSa...
BeautyCandy e <br />BeautyDrink<br />A Beauty'in traz para o Brasil um conceito que faz sucesso lá fora: os aliméticos, pr...
A linha Aspa Glitterpara cabelos, da Aerojet, era comercializada em latas de aerossol litografadas, que traziam na tampa e...
A BASF encontrou no Stand-upPouchuma maneira de aumentar a participação de sua marca Glasuritno nicho de mercado de pequen...
Com limitações orçamentárias, a Bazzar, do Rio de Janeiro, queria substituir os potes standard de vidro de 450 mililitros ...
Rotineiramente orientada para rever seus processos e projetos a fim de reduzir custos e o impacto ambiental de sua produçã...
Foram necessários 3.228 paletes a menos no transporte de Band-Aid para os Estados Unidos e para o Canadá, o equivalente a ...
No total, a redução anual de custos com materiais de embalagem, frete, estocagem e esterilização chega a US$ 600 mil dólar...
Minalba Premium<br />O lançamento da linha de águas Minalba Premium com e sem gás foi a forma encontrada pela Minalbapara ...
O produto – corante para panificação – usava frascos de vidro voltados para o setor farmacêutico e utilizados por todos os...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Premio embalagem marca2010

4.870 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Esportes
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.870
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Premio embalagem marca2010

  1. 1. Prêmio EmbalagemMarca<br />GRANDES CASES DE EMBALAGEM 2010<br />4ª Edição<br />Iniciativa: Revista EmbalagemMarca<br />Realização: Bloco de Comunicação e SPR International<br />Apoio operacional: Centro Universitário Belas Artes de São Paulo<br />
  2. 2. CERIMÔNIA<br />A cerimônia de entrega dos troféus do Prêmio EmbalagemMarca – Grandes Cases de Embalagem 2010, foi realizada no dia 5 de outubro de 2010, no Centro Fecomercio de Eventos, em São Paulo,  e reuniu mais de 400 profissionais.<br />
  3. 3. TROFÉU<br />Design: KarimRashidPolipropileno: Braskem QuattorClarificante: MillikenMasterbatches: ClariantMolde: FormoldSopro: BMP PlásticosBase: FormoldEstojo: Antilhas<br />Ficha técnica Com design inovador e formas orgânicas, o novo troféu do Prêmio EmbalagemMarcaé uma peça de execução complexa.Produzido em sopro convencional, explora, de maneira exemplar, a versatilidade, o brilho e a transparência do material, um polipropileno ultraclarificado.O estojo foi concebido para protejer o objeto sem esconder a sua beleza.<br />
  4. 4. Objetivo<br />Incentivar e valorizar a busca da excelência nas embalagens brasileiras, premiando aquelas que se destacarem pela otimização do conjunto de seus elementos ou, isoladamente, de um ou mais deles que tenham peso decisivo para a obtenção de resultados positivos para a empresa usuária.<br />
  5. 5.  Critérios <br /><ul><li>INOVAÇÃO: A embalagem avaliada apresenta soluções inovadoras, em termos de fabricação e uso, que contribuíram de forma decisiva para o sucesso do produto.
  6. 6. TECNOLOGIA: A embalagem incorpora tecnologias ou utiliza matérias-primas diferenciadas que contribuíram decisivamente para o sucesso do produto.
  7. 7. IMPACTO ECONÔMICO: A embalagem proporcionou, para o usuário, benefícios econômicos, como incremento das vendas, redução dos custos de fabricação, transporte ou estocagem, penetração num mercado com valor agregado mais elevado, etc.
  8. 8. IMPACTO MERCADOLÓGICO: A embalagem proporcionou vantagens mercadológicas, como incremento da participação de mercado, fortalecimento da marca, melhora da imagem do usuário, maior participação e/ou melhor visibilidade na prateleira do ponto-de-venda, etc.
  9. 9. IMPACTO AMBIENTAL: A embalagem pode ser considerada benéfica ao meio ambiente, por utilizar matérias-primas renováveis e obtidas de maneira sustentável e/ou por ser reutilizável, reciclável, etc., contribuindo ao posicionamento ecologicamente correto do produto.</li></ul>- OUTROS ATRIBUTOS QUE GEREM RESULTADOS POSITIVOS<br />
  10. 10. VENCEDORES<br />
  11. 11. Cápsula Ecotrack<br />A cadeia de lojas de roupas e materiais esportivos Track & Field procurava uma forma inovadora para armazenar e disponibilizar os produtos nos pontos de venda. Nasceram, assim, as Cápsulas Ecotrack, tubos plásticos em que as roupas passaram a ser acondicionadas.<br />O uso de tampas redutoras permite que tubos do mesmo tamanho sejam usados com peças de diferentes dimensões. Ícones gravados no painel da tampa facilitam a identificação das características dos produtos.<br />Quando organizadas nas lojas, além de facilitar a identificação e o manuseio dos produtos, as embalagens criam um elemento decorativo e reduzem a necessidade de áreas de estoque.<br />Feitas de PLA (ácido polilático), um polímero biodegradável, as embalagens têm ainda apelo de reutilização, sendo apropriadas para o transporte das roupas molhadas após a prática de esportes.<br />Usuário: Track & Field<br /> <br />Fornecedores citados:<br />Védat<br />Cargill<br />Cromex<br />
  12. 12. Uma queixa freqüente de consumidores de tintas imobiliárias e de massa corrida refere-se a perdas de produto devido à retenção nas bordas das embalagens. A resposta veio com uma lata de aço expandida, de um quarto de galão (900 mililitros), com a mesma resistência oferecida pelas tradicionais.<br />A nova lata oferece conveniência de abertura e de uso. Com a eliminação das bordas, a embalagem reduz desperdícios, pois permite o consumo total do conteúdo. Seu formato cônico propicia diferenciação nos pontos de venda.<br />O fechamento passou a ser feito com lacres plásticos removíveis, em formato de anel.<br />A nova lata é 13% mais leve que a embalagem tradicional de um quarto de galão, devido à expansão e à ausência do anel. O envase também é facilitado, e o maior espaço para as enchedoras evita desperdícios nessa etapa do processo.<br />Tintas Suvinil<br />Usuário: Basf (Tintas Suvinil)<br /> <br />Fornecedores citados:<br />Brasilata(latas)<br />CSN (chapas de folha de flandres)<br />
  13. 13. Linha Hot Wheels<br />Usuário: Biotropic Cosméticos<br />Fornecedores citados:<br />Baumgarten (rótulos)<br />VY2 (design)<br />Ycar Artes Gráficas (cartuchos)<br />Zeviplast (frascos)<br />A Biotropic precisava repaginar a linha de xampus Hot Wheels, pois as embalagens anteriores – frascos standard com rótulos com imagens de carrinhos – já não eram atrativas para seu público-alvo: as crianças.<br />Foi criada uma embalagem que também é um brinquedo. Os frascos de polietileno de alta densidade têm formato de carrinhos, e são decorados com rótulos termoencolhíveis. <br />O cartucho em forma de caminhão “cegonha” também se torna um brinquedo.<br />As cores diferentes dos rótulos para cada variante do produto tornam a linha um brinquedo colecionável. O cartucho-caminhão, produzido em papel cartão laminado prata, diferencia o produto no ponto-de-venda e estimula a compra do kit com dois produtos – xampu e condicionador.<br />
  14. 14. Deo-ColôniaEvolution<br />Para consolidar sua marca no segmento de perfumaria premium, L’Acqua di Fiori decidiu lançar uma deo-colônia sofisticada, com uma embalagem que fosse diferenciada no formato e no acabamento. A embalagem, desenvolvida pelo designer francês JéromeDinand, era desafiadora, por se tratar de um frasco de vidro de extrema complexidade.<br />A embalagem incorpora todos os tópicos da perfumaria fina da atualidade:<br /><ul><li>tem formato totalmente original, com paredes e fundo de espessura elevada.
  15. 15. graças à adição de carga, a tampa é pesada, reforçando a idéia de valor agregado .
  16. 16. a válvula push over tem pescante invisível.
  17. 17. a decoração platina, feita com uso de tela especial, contribui para a percepção de valor pelo consumidor final.</li></ul>Houve economia no uso do molde da tampa, pois a empresa aproveitou um porta-molde existente e refez apenas as cavidades. A economia foi de 75% em comparação com o custo de um molde novo.<br />Usuário: L`Acqua di Fiori<br /> <br />Fornecedores citados:<br />Pochet, França (frasco de vidro)<br />Gráfica Joffer (cartucho)<br />Aptar (válvula push over)<br />MBF (tampa)<br />Akeo(metalização)<br />
  18. 18. A L’Oréaldecidiu ampliar o portifólio da linha Garnier, com o lançamento do Xampu Fructis Óleo Reparação 300 ml.Brilho e transparência eram características requeridas para o frasco. Por isso, o projeto inicial previa que as embalagens fossem produzidas em PET, pelo processo ISBM (Injeção, Estiramento e Sopro), a exemplo do que ocorre em outros países. Com prazos curtos e orçamento enxuto, porém, foi necessária uma mudança de caminho.<br />Lançar um item em PET exigiria um novo molde, já que os demais itens da linha de xampus Fructissão acondicionados em embalagens de polipropileno, formadas por extrusão e sopro.<br />Pelo pouco tempo disponível para colocar o novo item no mercado, a L’Oréal optou por utilizar os moldes da linha regular, o que se viabilizou com o uso de uma resina de PP ultra-clarificado.<br />Os moldes passaram por um processo especial de polimento nas cavidades, para aumentar o brilho da embalagem. Com isso, ela se aproximou em transparência e em brilho ao resultado que se obteria com o PET.<br />O “time to marketing” foi respeitado, e evitou-se investimento em ferramental.<br />Xampu GarnierFructis<br />Óleo Reparação 300ml<br />Usuário: L’Oréal Brasil<br /> Fornecedores citados:<br />Alpla - Milliken-Quattor-Clariant<br />
  19. 19. Forno SonettoUsuário: Mueller Fogões<br />Preocupada com a imagem de material agressivo ao ambiente que recai sobre o EPS (poliestireno expandido) usado normalmente nas embalagens de eletrodomésticos, a Mueller Fogões decidiu buscar uma forma economicamente viável para substituir o material, que utilizava nos calços da embalagem de seu forno elétrico.<br />Foi desenvolvida uma caixa de papelão ondulado com sistema de corte e vinco no corpo da embalagem. As abas da própria caixa passaram a ser usadas como calço.<br />As antigas embalagens precisavam ser maiores que o necessário, para receber os calços protetores feitos de EPS. Na nova caixa a cubagem foi reduzida em 10%, o que facilitou o armazenamento e o transporte, e proporcionou redução de 40% no custo em relação à embalagem anterior. Houve também ganho de espaço físico para estocagem de produtos. <br />A nova embalagem ficou mais compacta e resistente, permitindo melhor aproveitamento dos espaços no transporte e no armazenamento. Houve ganho de 30% na resistência estrutural, pois com a redução de tamanho foi possível aumentar a espessura do material.<br />
  20. 20. Na reformulação do frasco com dosador do seu produto Colosso, a Ourofino Saúde Animal tinha dois objetivos básicos: melhorar a funcionalidade da embalagem e facilitar a sua utilização pelo consumidor.<br />Destinado a aplicações em rebanhos, muitas vezes por alguém montando a cavalo, era fundamental que a embalagem permitisse a fácil e perfeita dosagem, e que tivesse boa pega.<br />Os frascos com dosador utilizados por diferentes marcas de produtos veterinários possuem uma característica comum: necessitam de uma boca para o envase, que não deve ser aberta pelo consumidor, e outra para a aplicação do produto.<br />Para evitar aberturas acidentais, a Ourofinoadotou um batoque sem rosca e um selo de indução na boca de enchimento.<br />Foi criado um desnível entre os gargalos para que o produto não escorresse quando a embalagem fosse inclinada. O canal de dosagem foi colocado na parte lateral externa para impedir o fluxo contínuo de produto no momento da aplicação, já que a bolha de ar que se forma no interior do frasco bloqueia o acesso do produto ao canal de dosagem.<br />Para que a embalagem não escape das mãos mesmo quando se utiliza o produto em movimento, a cavalo, agregou-se a ela uma alça com ranhuras.<br />O frasco redesenhado utiliza 10% menos material do que o anterior, diminuindo o consumo de resina em 16 toneladas por ano. Com painel menor, foi possível reduzir o tamanho do rótulo, gerando uma economia de 20% neste item. O cartucho em que o frasco era acondicionado foi eliminado, baixando os custos em mais 7%. Com as mudanças, a produtividade em linha aumentou em 50%.<br />Colosso PourOn<br />Usuário: Ourofino Saúde Animal<br /> Fornecedores citados:<br />Gensys-Packmold-Interpack<br />
  21. 21. Para incrementar a penetração de sua marca no segmento de espumantes naturais, sobretudo na variedade rosé em boates e casas noturnas, a Chandondecidiu apostar num packagingdiferenciado, com comunicação totalmente voltada para o público jovem, em geral mais adepto de cerveja.<br />O instrumento dessa estratégia é uma garrafa de vidro “baby”, com 187 ml, pintada de prata metálico, fechada com tampa de rosca e sobretampa plástica.<br />O rótulo autoadesivo frontal da garrafa prateada estampa quadradinhos alusivos aos globos de espelhos de boates e discotecas, onde o produto é vendido com exclusividade.<br />O efeito é conseguido com aplicação de hot stamping holográfico, que resulta em reflexos coloridos, como ocorre com os globos quando recebem feixes de luz. Desse modo, a visibilidade da marca nos balcões das casas noturnas alcançou índice muito alto.<br />Chandon Baby Disco Rosé<br />Usuário: Chandon<br /> Fornecedores citados:<br />B+G Designer- Indexflex<br />
  22. 22. Quando decidiu reformular sua tradicionalíssima linha de Óleo de Peroba, a King enfrentou desafios que iam da manutenção das características de um produto que está no mercado desde 1938 à substituição do sistema de rotulagem de papel com cola por termoencolhíveis, sem perda de eficiência nas linhas.<br />O primeiro passo na reformulação da linha Peroba foi a adoção de uma embalagem de PET cristal para todos os itens. Com isso, houve redução no estoque de frascos vazios. A diferenciação das cores passou a ser feita com rótulos termoencolhíveis, que fazem a função de barreira à luz exigida pelo produto.<br />Para manter a elevada produtividade que se tinha com rótulos de papel com cola, foi necessário desenvolver um equipamento até então inédito no Brasil, capaz de aplicar as mangas encolhíveisem frascos não cilíndricos, em alta velocidade.<br />Com uma sutil modificação no formato dos frascos, foi possível ainda reduzir o tamanho das caixas de embarque, aumentando significativamente a quantidade de produto por metro cúbico nos estoques, no transporte e nos pontos de venda.<br />Linha Peroba<br />Usuário: King<br />Fornecedores citados:<br />CCL Label - EPET<br />
  23. 23. A Bombril queria, sem fugir à identidade original, viabilizar tecnicamente um novo projeto para as tampas pushpullda linha de detergentes Limpol que trouxesse redução de custos e ganho de produtividade.<br />Graças ao desenvolvimento de um novo molde, de alta tecnologia, com 96 cavidades, o ciclo de produção foi reduzido em 30% – de 10 para 7 segundos.<br />Apesar de visualmente ser igual à anterior, a tampa atual é 10% mais leve que a anterior, com redução de material.<br />Detergente Limpol<br />Usuário: Bombril<br />Fornecedores citados:<br />Moltec<br />
  24. 24. Ante o crescimento de restrições a embalagens de transporte de peças automotivas no exterior por razões ambientais, a Ferpack Indústria Metalúrgica, que exporta componentes para a Turquia, o México e a Alemanha, substituiu por caixas de papelão ondulado os recipientes de madeira que utilizava.<br />A caixa, com largura de 50 centímetros, comprimento de 1,40 mtse altura de 460 cm, é acoplada a um palete também de papelão ondulado. Ambos são extremamente reforçados e suportam adversidades climáticas e umidade. A caixa é construída em processo de colagem, eliminando os grampos de aço, que podem enferrujar com a maresia.<br />Foi eliminado o intrincado processo burocrático que envolvia o uso de caixas de madeira para exportação, já que o mercado internacional exige o Atestado de Fumigação para eliminação de pragas. Este consiste em processo para tratamento fitossanitário (com gás brometo de metila), por 24 horas, de caixas, paletes, tábuas, sarrafos e outros componentes utilizados no processo de exportação.<br />Houve redução de 50% no custo com embalagem, aumentando a competitividade no mercado internacional. Com o aliviamento caiu também o custo de fretes.<br />Caixa de exportação<br />Usuário: Ferpak<br />Fornecedor citado: Embalagens Bandeirantes<br />
  25. 25. Para incentivar a venda de seu espumante, a Chandon decidiu adotar uma embalagem promocional no formato de estojo com capacidade de acondicionar duas garrafas. O recipiente é composto de duas partes – “interna” e “sobretampa”, na qual a primeira se encaixa. Além de esmerada qualidade gráfica e acabamento diferenciado, com impressão de elementos em hot stamping e relevo na marca em ambas as peças, o estojo oferece um forte atrativo de utilização: a parte “interna” se transforma num recipiente para colocação das garrafas com pedras de gelo.<br />Sobressai neste case a tecnologia de acabamento, fundamental para o êxito do projeto. A função utilitária só foi possível devido ao acabamento laminado das paredes internas e ao fechamento especial do fundo, que impedem vazamentos.<br />Além do apelo utilitário, a embalagem tem o adicional vendedor de servir “para presente”, reforçando o principal atributo comercial da embalagem, que é estimular a compra de duas garrafas da bebida por consumidores que, em princípio, teriam a intenção de levar apenas uma.<br />Ice Pack 2 Reserve Brut<br />Usuário: Chandon<br /> <br />Forncedores citados:<br />Box Print– Suzano- Klabin<br />
  26. 26. Linha Fun Milk<br />Usuário: O Boticario<br /> <br />Fornecedores citados:<br />Lumen Design – Plasticase – Antilhas - AB Plast-APTAR – Impacta – Tritec -Ipel - Globalpack<br />No final do ano de 2008, o Boticário lançou a coleção Fun Ice Creampara o público adulto pensando nas mulheres que procuram um jeito divertido e gostoso nos cuidados de beleza. Suas embalagens, com apresentação original e bem humorada, foram decisivas para o grande êxito da edição limitada, que vendeu cerca de 342 mil unidades. Este sucesso motivou o lançamento de uma segunda edição. O desafio era repetir o sucesso da anterior e manter sua originalidade, sem poder recorrer a embalagens exclusivas, cujo custo seria inviável, frente à tiragem limitada dos produtos.<br />A solução adotada foi acentuar o recurso ao humor e à irreverência da edição anterior, utilizando como tema um ingrediente usado em alguns dos produtos da coleção, o leite, e explorando ao máximo o impacto visual de elementos como as manchas pretas das vacas e os “splashes” com a marca. Dentro do mesmo tema, foram criados, para vários produtos, cartuchos especiais com forma de caixinha de leite.<br />A linha Fun Milk representa uma inovação significativano plano conceitual, porque a linguagem ousada e irreverente de suas embalagens foge totalmente da sobriedade característica dessa categoria de produtos, quebrando paradigmas arraigados na estética dos cosméticos.<br />As vendas repetiram o sucesso da edição anterior, que já eram muito festejadas pela empresa, alcançando 382 mil unidades.<br />
  27. 27. Powerade<br />A Coca-Cola trouxe o isotônico Powerade, que comercializa em diversos países, para o Brasil. Projetada para facilitar a pegada durante a prática de atividades esportivas, a garrafa de PET, de 500 ml, tem design anatômico para não escorregar e rótulo termoencolhível com medidor. A embalagem necessitava de uma tampa que juntasse conveniência e segurança. Foi então criado o sistema de fechamento batizado pela Coca-Cola de "Powertampa".<br />É a primeira tampa esportiva do mercado brasileiro que apresenta em um só sistema de fechamento:<br /><ul><li> abertura flip-top com mais de 180 graus.
  28. 28. válvula de fluxo e duplo sistema antiviolação.</li></ul>A tampa pode ser aberta e fechada com apenas uma das mãos. Uma válvula de silicone na parte interna impede que o líquido vaze, mesmo que a embalagem seja entornada, pois o produto só passa pela válvula quando a garrafa é pressionada.<br />Duplo sistema antiviolação:<br /><ul><li>lacre na parte frontal, que pode ser rompido por ambos os lados.
  29. 29. banda inferior que evidencia a abertura da embalagem.</li></ul>A tampa tem também dispositivo de segurança do tipo ChildSafety.<br />O sistema de vedação elimina o selo de alumínio, mesmo para enchimento a quente, reduzindo utilização de material.<br />Usuário: Coca-Cola<br />Fornecedor citado:Crown Tampas<br />
  30. 30. BeautyCandy e <br />BeautyDrink<br />A Beauty'in traz para o Brasil um conceito que faz sucesso lá fora: os aliméticos, produtos que transitam entre as categorias de alimentos e cosméticos e oferecem benefícios ao corpo e à pele.<br />No desenvolvimento das embalagens da linha o objetivo foi torná-las impactantes, de forma que contribuíssem para estabelecer no mercado uma nova categoria. Deveriam também ajudar na compreensão das funcionalidades e dos benefícios dos produtos pelo consumidor. A linha é composta por balass, acondicionadas em stand-uppouches de 150 grs, e por bebidas, em garrafas de PET de 240 ml, cujo diferencial está na tampa.<br />A tampa twist cap, desenvolvida com exclusividade para a linha BeautyDrink, possui um mecanismo para liberação dos ativos até então inédito no Brasil. O pó para o preparo da bebida é armazenado na tampa, separadamente da água. Isso conserva por mais tempo os ingredientes, que são bio-ativos e reguladores da fórmula. Traz ainda garantia de preservação dos nutrientes sem uso de conservantes.<br />As embalagens foram inspiradas na categoria de cosméticos, o que facilita o posicionamento e a associação dos produtos com o mundo da beleza. A garrafa em formato slim foge do padrão do mercado de bebidas. Apesar das cores fortes, o rótulo é translúcido, o que permite ao consumidor visualizar o momento em que o pó concentrado na tampa se mistura com a água.<br />Usuário: Beauty'in<br /> Fornecedores citados:<br />Interbrand - Gráfica 43 – IPA –Tradbor-Inapel<br />
  31. 31. A linha Aspa Glitterpara cabelos, da Aerojet, era comercializada em latas de aerossol litografadas, que traziam na tampa etiqueta autoadesiva para identificação das cores. A exposição das embalagens, em pé, dificultava a visualização das cores disponíveis.<br />Foi feita uma reformulação total na decoração das embalagens, que deixaram de ser litografadas para receber rótulos auto-adesivos impressos em offset sobre BOPP transparente.<br />Para que o consumidor fosse remetido imediatamente ao universo do produto, a Aspa decidiu explorar o efeito do glitterna nova arte combinado com o brilho metálico da própria lata.<br />Vencido o desafio de trazer para o rótulo o pigmento metálico usado no produto, recorreu-se à serigrafia para imprimir os detalhes de glitterem camadas espessas.<br />Houve redução no estoque de latas vazias. Como as embalagens passaram a ser decoradas conforme a demanda de cada cor, não foi mais necessário armazenar embalagens para cada variante.<br />Aspa Glitter<br />Usuário: Aerojet<br />Fornecedores citados:• CCL Label • Impacta <br />
  32. 32. A BASF encontrou no Stand-upPouchuma maneira de aumentar a participação de sua marca Glasuritno nicho de mercado de pequenos volumes de tintas residenciais. Precisava de embalagens para 24 cores de tinta, com o desafio de ter apelo visual com custos competitivos. O objetivo era aumentar a presença em pontos de venda alternativos. Assim surgiu a linha Na Medida Certa, acondicionada em embalagens flexíveis com capacidade para 1 litro.<br />A embalagem, inédita na categoria de tintas, é composta por uma estrutura multicamada, resistente aos raios UV, laminada com um filme de PET.<br />Possui uma janela transparente, incorporada ao lay-out da embalagem, que permite a visualização da cor da tinta, e por isso pode ser utilizada para as 24 cores da linha. Quando vazias, as embalagens são armazenadas em bobinas, o que reduz o espaço de estoque necessário.<br />A impressão utiliza tintas especiais e um adesivo de alta força de laminação, grande flexibilidade e resistência mecânica, garantindo a integridade do conteúdo durante todo o processo de enchimento, distribuição e comercialização.<br />Com a nova embalagem e os ganhos logísticos com ela obtidos, a Glasuritchegou ao mercado em patamares mais baixos de preço, um apelo interessante para quem quer pintar pequenas áreas.<br />Na Medida Certa<br />Usuário: Glasurit (BASF)<br /> Fornecedores citados:<br />Embalagens Flexíveis Diadema (impressão)<br />Matriz Escritório de Desenho (agência de design)<br />Tradbor (formação dos pouches)<br />Terphane (filme)<br />Sun Chemical(tintas usadas na impressão)<br />
  33. 33. Com limitações orçamentárias, a Bazzar, do Rio de Janeiro, queria substituir os potes standard de vidro de 450 mililitros de sua linha de molhos por embalagens de 250 mililitros, também de vidro e formato padrão – porém capazes de transmitir a imagem de produto exclusivo e com alto valor agregado. Não foram encontrados recipientes com tais características no mercado. O caminho foi buscar frascos exclusivos. Com criatividade, a solução viabilizou-se sem estourar o orçamento do cliente.<br />O design exclusivo, a logomarca em relevo, os rótulos aplicados somente no gargalo e a transparência do vidro, que permite a visualização do produto, transmitem a idéia de produto premiume causam forte impacto nos pontos-de-venda. O efeito visual aumenta no empilhamento, facilitado por uma reentrância na base do pote.<br />O formato cilíndrico, com base grande e pesada, tem grande estabilidade em linha, proporcionando boa performance industrial, com perda próxima do zero. O rebaixamento facilita o empilhamento, melhorando a logística.<br />Aquilo que o usuário define como “estouro de vendas” abriu caminho para a ampliação da linha de molhos de cinco para oito (foram lançados mais 3 tipos de mostarda). O aumento do faturamento foi revertido na construção de uma nova fábrica.<br />Linha de Molhos Bazzar<br />Usuário: Bazzar<br /> <br />Fornecedores citados:<br />Hi Design<br />Wheaton Brasil<br />MetalgráficaRojek<br />
  34. 34. Rotineiramente orientada para rever seus processos e projetos a fim de reduzir custos e o impacto ambiental de sua produção, e impulsionada pelo Projeto End-to-End liderado pelo Wal-Mart, a Johnson & Johnson tentava viabilizar a redução dimensional do cartucho de Band-Aidproduzido no Brasil, que abastece a América do Norte e a América Latina. Não se podia mexer nos níveis de produtividade da linha de embalagem.<br />A solução foi reduzir a profundidade do cartucho de 36,5 milímetros para 30 milímetros. Os vincos nas bases criam “pezinhos” que dão maior estabilidade na prateleira. Nas embalagens destinadas aos Estados Unidos, passou-se a aplicar cola no topo, para evidenciar violações. Com o novo formato, a eficiência de paletizaçãoaumentou em 20%.<br />No sistema de alimentação, as tiras do produto passaram a ser inclinadas antes da colocação nos cartucho. Para isso, uma segunda estação de fechamento e colagem foi adicionada, num espaço extremamente limitado que havia na linha. O resultado foi o aumento da produtividade<br />Com as mudanças adotadas, ganhos significativos foram obtidos:<br /><ul><li>Em um ano, houve economia de 80 toneladas de materiais de embalagem.
  35. 35. Foram necessários 3.228 paletes a menos no transporte de Band-Aid para os Estados Unidos e para o Canadá, o equivalente a 72 contêineres de 40 pés.
  36. 36. No total, a redução anual de custos com materiais de embalagem, frete, estocagem e esterilização chega a US$ 600 mil dólares.</li></ul>Band-Aid<br />Usuário: Johnson & Johnson<br />Fornecedores citados:<br />Rigesa<br />Emibra<br />
  37. 37. Minalba Premium<br />O lançamento da linha de águas Minalba Premium com e sem gás foi a forma encontrada pela Minalbapara atingir a classe A. As novas embalagens de vidro da marca fazem parte da estratégia de posicionar o produto como superior. As garrafas deixam clara a intenção de agregar valor a um produto que é commodity – água.<br />As garrafas de 300 ml têm formato exclusivo e trazem desenhos em baixo relevo que simulam água em movimento. A tampa de rosca é metálica e o rótulo e o contrarrótulosão de polipropileno biorientado metalizado.<br />Foi reduzido de 625 para 545 grso peso da embalagem, que acondiciona o mesmo volume de água. O diâmetro da garrafa foi reduzido em 10 ml, o que resultou no melhor aproveitamento das caixas de transporte.<br />Usuário: Minalba<br />Fornecedores citados:<br />Acesso Comunicação - Owens-Illinois<br />- Krones - MarcattoFortinox<br />
  38. 38. O produto – corante para panificação – usava frascos de vidro voltados para o setor farmacêutico e utilizados por todos os concorrentes. A embalagem possuía uma tampa com duas peças: lacre externo e batoque. Uma reclamação recorrente dos consumidores era que, ao abrir o produto, a tampa, ainda com resíduos de corante, manchava a bancada de trabalho e, por ser branca, muitas vezes se perdia em meio à farinha.<br />A tampa antiga foi substituída por uma tampa flip top com conta gotas e selo de indução, que é peça única. Agora é possível abrir a embalagem e utilizar o produto com apenas uma das mãos. Como a tampa fica presa no corpo, não há mais risco de sujar a bancada de trabalho nem de perda.<br />A nova tampa é mais leve, pois utiliza menos matéria prima. Consequentemente, houve redução de custo. Foi eliminado um molde e houve ganho de produtividade, já que no fechamento é aplicada apenas uma peça, e não mais batoque e tampa.<br />Com a utilização do selo em substituição ao batoque conta gotas, o shef-life do produto aumentou. O componente evidencia que o produto não foi adulterado.<br />Corantes Mix<br />Usuário: Mix Alimentos<br />Fornecedores citados:<br />Inpet- Revpack<br />
  39. 39. Baratofim e Formigama<br />Usuário: Rogama Industria e Comércio<br />Fornecedores citados<br />Bom Pack - Gráfica Rosset<br />Inapel - Mais Design -Masipack<br />Tradicional fabricante de domissanitários para uso profissional, a Rogama decidiu modernizar e diferenciar as embalagens de uma linha voltada ao varejo, formada por trinta produtos contra pragas e orientada para o tema “proteção à família”. Foi dada ênfase aos itens Mata Barata e Mata Formiga. Inicialmente foram criados a marca Home Ozzpara a linha e dois nomes para os produtos: respectivamente Baratofim e Formigama.<br />A empresa decidiu fugir dos habituais cartuchos de papel cartão, onde as seringas, usuais para acondicionar domissanitários, ficam soltas. Como embalagem secundária foi adotado um flowpack de BOPP metalizado, dentro do qual um berço moldado em processo de vacuumformingacomoda firmemente as seringas.<br />A solução adotada levou a investimentos em novos equipamentos e processos de produção. A produtividade aumentou de cinco para 25 embalagens por minuto em comparação com o desempenho com uso de cartuchos. O custo da embalagem secundárias caiu 73%.<br />Após a reformulação das embalagens, as vendas dos dois produtos tiveram aumento de vendas de aproximadamente 40% no varejo na comparação com o histórico dos recipientes anteriores.<br />
  40. 40. Jah! Fresh<br />Usuário: Comexim Bebidas<br />O mercado de refrigerantes de baixa caloria vem ganhando força nos últimos anos. Seguindo essa tendência, a Comexim, que já tinha uma linha de bebidas com quatro sabores diferentes de limão em garrafas de 510 ml e de 1,5 ml, adotou uma embalagem que a diferencia dos produtos concorrentes. É “lata” de PET de 350 ml com tampa de alumínio. A Comexim é a primeira empresa nacional a utilizar esse tipo de embalagem.<br />O grande diferencial da embalagem – solução já tentada por outras empresas sem sucesso – é a selagem da base de PET com a tampa de alumínio.<br />Decoradas com rótulos auto-adesivos de polipropileno biorientado (BOPP) transparentes, as “latas” permitem que o conteúdo das embalagens seja visualizado. A pigmentação usada no PET segue as cores de cada sabor da bebida: Limão Ice, Limão Siciliano, Pink Lemonade e Limão Tahiti.<br />Após a introdução da embalagem PET em forma de lata, a empresa contabilizou forte incremento de vendas com a adoção da linha de 350 ml. A nova embalagem destaca-se na gôndola e agrega imagem inovadora aos produtos.<br />
  41. 41. A Pfizer Saúde Animal buscava uma embalagem secundária para o TreoAce, vacina para controle parasitário bovino, que protegesse o frasco de vidro em que o produto é acondicionado. O desafio era usar a engenharia de embalagens para otimizar o processo produtivo e consumir o mínimo necessário de matéria prima. A solução inicial requeria pote e tampa produzidos por extrusão e sopro, e um inserto injetado para travar o frasco, todos feitos em Polietileno de Alta Densidade.<br />A inventividade desta embalagem está no aproveitamento de uma parte do pote que seria removida no processo produtivo para fazer as vezes do inserto de travamento do frasco de vidro. Com isso, foi possível produzir toda a embalagem em processo de extrusão e sopro, dispensando a etapa de injeção – bem como os custos a ela associados.<br />Foi desenvolvido um equipamento especialmente para fazer a remoção do inserto na saída do molde, processo dificultado pelo formato triangular da embalagem.<br />Ao eliminar-se a necessidade do processo de injeção, reduziu-se o tempo de fabricação de ferramental e o uso de mão de obra. O aproveitamento da parte removida da embalagem como inserto possibilitou, ainda, menor consumo de matéria-prima.<br />TreoAce<br />Usuário: Pfizer Saúde Animal<br />Fornecedores citados:<br />3D Modeling– Engratech- Paulo Vischi<br />
  42. 42. Bebidas Linha Fast<br />Com o intuito de atrair o público jovem-adulto e atender às demandas de consumo on-the-go, a Nestlé apostou na tecnologia de envase asséptico a frio em embalagens sopradas para lançar a Linha Fast, composta por bebidas lácteas ancoradas nas marcas Nescau, Neston e Alpino. A estratégia era fugir da cadeia de distribuição refrigerada, criando produtos shelf-stable, a fim de reduzir os custos com o processo logístico e ganhar espaço em prateleiras secas nos pontos de venda.<br />O primeiro desafio superado foi o de criar formatos diferenciados para as três garrafas partindo de uma mesma preforma. Com isso, a Nestlé reduziu tempos de set-up e passou a trabalhar com estoques menores de matéria prima.<br />Em seu primeiro desenvolvimento, os produtos exigiam barreira a luz e oxigênio, o que direcionava a embalagem para o Polietileno da Alta Densidade multicamada. Contudo, reformulações nos produtos dispensaram a necessidade de proteção contra a ação do oxigênio, o que tornou possível a utilização de garrafas de PET. A barreira à luz foi obtida com o uso dos próprios rótulos termoencolhíveis.<br />Por mirar o consumo nômade, a Nestlé escolheu usar garrafas com boca larga (38 ml de diâmetro) e atributos ergonômicos que facilitam a pega e o manuseio. O selo de indução, que garante o fechamento hermético, foi desenhado de forma a facilitar sua retirada pelo consumidor.<br />Usuário: Nestlé<br /> Fornecedores citados:<br />Futurebrand– BrasALPLA- PP Print-Artivinco<br />ConstantiaPackaging- Áustria<br />American Fuji Seal - Reino Unido<br />
  43. 43. Garrafa de Vidro Ultra Design<br />A Coca-Cola Brasil tinha interesse em reduzir o peso da garrafa KS retornável Contour de 290 ml, principal embalagem de vidro de sua marca. Conseguiu isso garantindo a funcionalidade do recipiente, sem que houvesse perda na qualidade e no desempenho em linha. A solução consistiu no redesign da garrafa, com a redução de suas dimensões, porém sem alterar a capacidade volumétrica e mantendo as linhas básicas do shape tradicional.<br />O formato Ultra Design, como é chamado internamente, utiliza a mais moderna tecnologia de aliviamento das embalagens de vidro desenvolvida pela The Coca Cola Company. A nova garrafa é 3 cm mais baixa que a anterior, o que resulta numa redução de 100 grs, ou 25%, no peso de cada unidade.<br />Com a redução de peso e de altura houve ganhos na estocagem, no frete e no custo das caixas plásticas de transporte, que também ficaram mais baixas e mais leves.<br />A decoração é a mesma ACL utilizada anteriormente, mas um painel cilíndrico na nova garrafa possibilita a utilização de rotulagem com número maior de cores, o que representa uma vantagem competitiva no mercado das garrafas retornáveis para refrigerante.<br />A redução do peso da embalagem proporciona:<br /><ul><li>economia de 100 toneladas de vidro por milhão de garrafas produzidas .
  44. 44. ganho de eficiência no transporte, com redução das emissões de CO2.
  45. 45. redução no consumo de energia na produção.</li></ul>Usuário: Coca Cola<br /> <br />Fornecedor citado: <br />Owens-Illinois<br />
  46. 46. Bandejas para Frango<br />Usuário: Pão de Açúcar<br /> Fornecedores citados:<br />Rosset Artes Gráficas<br />Manter por mais tempo o sabor e a crocância de um frango recém assado requer um balcão aquecido com temperatura acima de 65°C, inapropriada para as embalagens de EPS (poliestireno expandido) usualmente utilizadas. Para evitar deformações ou amarelamento das bandejas, normalmente as lojas mantêm a temperatura abaixo do indicado, comprometendo a qualidade do produto. Era necessário, portanto, desenvolver uma embalagem com barreira à gordura, que resistisse à temperatura dos balcões aquecidos das lojas do Pão de Açúcar, e que pudesse ser formada sem vazamento nos vincos.<br />Com um engenhoso trabalho de corte e vinco, as bandejas para frango do Grupo Pão de Açúcar, depois de montadas e coladas, impedem vazamentos de líquidos. O papel cartão com o qual as bandejas são produzidas é composto de uma única massa de celulose pura branqueada, revestida com PET coextrudado, e pode suportar temperaturas que variam de 25ºC negativos a 200ºC, sem alterações estéticas ou liberação de odores.<br />Especialmente desenvolvidas para entrar em contato com alimentos gordurosos, as bandejas podem ser levadas ao forno elétrico ou de micro-ondas e, daí, para a mesa.<br />
  47. 47. A Hidracorresolveu enfrentar um antigo desafio: utilizar baldes plásticos de 18 litros para tintas imobiliárias, superando algumas barreiras técnicas.<br /><ul><li>O histórico de quebras e vazamentos de baldes plásticos usados nesse segmento;
  48. 48. Apelo visual inferior ao das latas;
  49. 49. design arredondado, o único disponível, com desvantagens logísticas frente às latas, geralmente quadradas.</li></ul> <br />Foi desenvolvido um balde de polipropileno heterofásico, plástico de alta resistência a quedas e ao empilhamento. <br />O recipiente tem formato trapezoidal e fechamento perfeito. <br />A decoração é feita em heattransfer, reproduzindo as imagens com qualidade fotográfica. Foi desenvolvida [junto ao fornecedor] uma máquina aplicadora que permite colocar até quatro rótulos diferentes na embalagem.<br />O formato propicia melhor exposição e ganho de espaço no ponto de venda. O uso pelo consumidor é facilitado, por permitir que o rolo de pintura entre perfeitamente na embalagem. Não há perda de produto no consumo, devido à ausência de bordas no balde. A abertura e o fechamento pelo usuário dispensam o uso de ferramentas.<br />As dimensões do balde permitem o uso total da superfície dos paletes usados na maioria das empresas no Brasil, onde o padrão é de 1 metro por 1 metro e vinte. Houve ganhos na estocagem antes do envase, já que os baldes se encaixam.<br />O impacto da nova embalagem aumentou as vendas da marca em torno de 20%.<br />Tinta Acrílica “Rend Mais”<br />Usuário: Hidracor<br /> Fornecedores citados:<br />Bomix - Quattor-Technopack<br />
  50. 50. Sacola Renew<br />Usuário: Avon<br /> <br />Fornecedores citados:<br />Antilhas (produção da sacola)<br />Vitopel(Polipropileno Bi-orientado transparente – BOPP)<br />Saturno (Tinta EasyRad)<br />MD Papeis (Papel)<br />Como suporte promocional ao lançamento do creme facial anti-idade RenewReversalist, a Avon decidiu criar uma sacola cujo impacto visual conseguisse traduzir o conceito premium e os beneficios que a aplicação do produto propicia. Foi criada então uma sacola impressa em flexografia em que a foto do rosto da modelo, em cinco cores, transmite a imagem de uma pele luminosa, suave e viçosa.<br />Foi utilizado de forma pioneira no Brasil, na produção de embalagens, o sistema de secagem ElectronBeam. A tinta empregada foi criada especialmente para esse fim. A tecnologia EB, como é habitualmente chamada a cura por feixe de elétrons, e a nova tinta, garantem uma impressão limpa, econômica e ambientalmente positiva, além de cores vivas e intensas.<br />No processo industrial há expressiva redução de emissão de solventes na atmosfera e do consumo energético. As perdas de substratos chegam a ser entre 30% e 40% inferiores às da impressão convencional. O consumo de energia cai em até 50%, e as tintas não emitem componentes orgânicos voláteis (VOC’s). Vale dizer que é praticamente nula a emissão de solventes na atmosfera.<br />
  51. 51. Gelatina Frutop<br />Usuário: Ducoco Alimentos<br /> Fornecedores citados:<br />Vitopel<br />No envase da linha de Gelatinas Frutop, a Ducoco estava encontrando dificuldades na formação do sachê que protege o produto, composto por uma estrutura de polietileno laminado com polipropileno. Além disso, a contaminação com o pó da gelatina causava problemas na selagem, deixando microfuros na área de solda. Alguns consumidores reclamavam.<br />A estrutura laminada foi substituída por um único filme de polipropileno, desenvolvido especialmente para ter boa selagem mesmo na presença do pó da gelatina. <br />As propriedades do filme asseguraram melhor desempenho em máquina, elevando a produtividade da linha.<br />Além de eliminar uma etapa produtiva (a laminação), a mudança da estrutura permitiu reduzir a gramatura do sachê em 45%, passando de 55g/m² para 30g/m².<br />A selagem hermética aumentou a barreira da embalagem, reduzindo drasticamente as reclamações por parte de consumidores.<br />
  52. 52. Linha Shrek<br />Usuário: Biotropic Cosmética<br /> <br />Fornecedores citados:<br />Baumgarten –Frascomar-Qualinjet- VY2<br />Na esteira do lançamento do novo filme Shrek, a Biotropiccolocou no mercado uma linha de xampus, condicionadores e cremes infantis para pentear com embalagem marcante, que se transforma em brinquedo durante e após o uso.<br />Produzir o molde da embalagem foi o maior desafio. As orelhas do Shrek na embalagem precisaram ser reavaliadas diversas vezes até ficarem no tamanho ideal. O desenvolvimento do rótulo também precisou de muita engenhosidade, pois no mercado brasileiro nunca havia sido feito um termoencolhível com furo para encaixe na saliência do frasco. A aplicação do rótulo é feita de forma automática, sem perda de produtividade.<br />O frasco é o mesmo para todos os produtos da linha, o que reduz custos de estocagem. O que muda é apenas a decoração dos rótulos, aplicados conforme a demanda de cada produto. Por serem diferentes artes, as embalagens são colecionáveis.<br />
  53. 53. REFERENCIAS<br />http://www.embalagemmarca.com.br<br />http://www.grandescases.com.br<br />http://blog.embalagemmarca.com<br />

×