Desenvolvimento Industrial Energizante:
Papel do Estado nas estratégias de ‘ecologização’ do
século 21
John A. Mathews
Pro...
Perspectiva de Dinâmica Industrial: Por que as energias renováveis
oferecem a melhor forma de 'segurança energética’
A tra...
Economia: Produção de energia renovável para construir a
segurança energética
Nature 11 Sep 2014
Tendências em energia renovável água, eólica, solar (AES) /
capacidade de geração elétrica (%): a China
20%
22%
24%
26%
28...
A escala da transição chinesa
China agora esta adicionando 50 GW de energia renovável (água,
energia eólica, solar: (A,E,S...
Tendências históricas na relação EAS/geração de energia:
EUA, China, Alemanha
A. Energia Elétrica Gerada B. Capacidade Ene...
Sistema de energia renovável Chinêsem relação à outros
países
China: 378 GW
Bio-power (GW)
Hydropower (GW)
Solar PV (GW)
C...
China: Energia Eólica vs Energia Nuclear
0
10
20
30
40
50
60
70
80
0
20
40
60
80
100
120
140
160
2004 2005 2006 2007 2008 ...
Bagasse &
slag
120 kt of
sugar
10 kt of
alcohol
330 kt of
cement
Sugarcane
Electricity
Sugar refinery
Cement mill
Ethanol ...
Por que a China quer se industrializar: crescimento da renda per
Inglaterra 1260 – 2000s
A visão de que a revolução indust...
Mudando a Riqueza: Produção está mudando o Leste
Uma face da transformação da China:? Geração
de energia Chinesa e aumento do consumo de
carvão
Source: Mathews & Tan; prim...
Uma face diferente (verde) da China: Crescimento da
geração de energia eólica da China
Mathews & Tan: Source of primary da...
Os Problemas
A china poderá (e depois a India) criar uma escala em sua produção industrial e no seu
sistema de produção qu...
O Problema energético e o desenvolvimento: The energy issue and
development: A iminente falta de energia/ólea da China (e ...
Financial Times: China agora se torna a maior importadora
de Petróleo
9 de Outubro, 2013
A nova beberrona de gás
Por Ed Cr...
A extração de Petróleo está se tornando cada vez mais cara e mais
difícil.
Grand Isle
Gulf of
Mexico
15m, 1947
West Delta
...
Como o mundo se tornou dependente do automóvel e
do Petróleo?
Source: NASA. Picture taken by Apollo crew,
December 7, 1972
Changes needed: greening of capitalism
Desafios estão posicionados além de um mero ‘ajuste tecnológico’
Além da operção de...
Renewable energies as technoeconomic transition
Seis transições tecnológicas desde a revolução industrial
1.Fábricas, Fact...
Reduzindo custos – Energia Solar tornando-se universal:
Curva de aprendizado (BNEF)
Curva de aprendizado da Energia Eólica
Source: BNEF
Custos das energias renováveis agora estão abaixo de suas
utilizações correlativas de energia à base de Petróleo
Últimas r...
CSP Energia Solar Concentrada
• Novo impulso da China– uma terceira frente nas
Energias Renováveis
• 1 GW é o objetivo par...
Super-rede asiática: Proposta de JREF
Rede Nacional Chinesa projetada com principais linhas HVDC
Source: State Grid Corporation of China
Rede de trns rápidos chineses para 2020:
Corredores Norte-Sul e Leste-Oeste
Source: Ministry of Railways, China
O foco agora está se voltando para países BICS – Brasil,
India, China, Africa do Sul
Brasil Agora tem um plano de 10 anos ...
India
Ministério de Energia Nova e Renovável – um objetivo mundial
de missão Nacional de energia solar – 100 GW até 2019
Q...
África do Sul
Vigoroso desenvolvimento de energias renováveis – no legado da economia
paralela
Agora está anunciando objet...
Impacto Global doa Programas de Energia Renovável dos BICS
A expansão da escala chinesa derrubou custos
Preços menores par...
Maior Oportunidade de negócios do mundo – investir em
indústrias verdes
Quem irá se juntar a esses empreendedores?
Elon Mu...
Solar PV: Expansão do Mercado diminui os custos
(aliado ao efeito das melhorias na eficiencia das células)
A expansão do m...
Finanças: Investimentos necessários para
recrudescimento das energias de fontes
renováveis 2015-2040
• Uma expansão de 10 ...
‘Títulos Climaticos’ – como instrumentos de
financiamento
Títulos verdes arrecadam $40 bilhões em seu lançamento em 2014)
...
Fundos disponíveis para financiamento
(Institutional investors)
Source: Andersen (2002) Fig. 1, based on Mitchell, B.R. (1...
Questão Título Kexim Green, Corea
• Março 2013 Banco de Expostação Importação Coreano
• Flutuam $500 milhões de títulos de...
O que está conduzindo a revolução energética da China e
porque podemos esperar estratégias similares de Índia e
Brasil?
Mu...
Função das agências de Estado na transformação verde
China – #1 em transformação industrial conduzida pelo Estado
-- agora...
Revolução Chinesa de Energias Renovávias
Palgrave Pivot Sep 2015
Ecoologização do Capitalismo: Como a Asia está conduzindo a
próxima grande transformação.
Revista da Universidade de Stanf...
Energias renováveis: Manufaturação,
increasing returns, segurança energética
Perspectiva dominante nos quadros futuros de ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

John Mathews - Português

367 visualizações

Publicada em

Apresentação do Seminário Internacional

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
367
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

John Mathews - Português

  1. 1. Desenvolvimento Industrial Energizante: Papel do Estado nas estratégias de ‘ecologização’ do século 21 John A. Mathews Professor de Estratégia, MGSM, Macquarie University, Sydney Seminário internacional O papel do Estado no século 21: Desafios para a gestão pública ENAP, Brasilia 3-4 Setembro 2015 0 1000 2000 3000 4000 5000 6000 7000 2000 2010 2020 2030 2040 2050 2060 2070 2080 2090 2100 Milliontce Renewable Energies Fossil Fuels Uptake Time NewEconomy Old Economy
  2. 2. Perspectiva de Dinâmica Industrial: Por que as energias renováveis oferecem a melhor forma de 'segurança energética’ A transição verde - de muitas formas, a maior transição de negócio já realizada na história, a maior oportunidade de negócios do século 21 Mas o que domina o debate é uma perspectiva econômica do mainstream - impostos sobre o carbono; cobertura e troca; uma perspectiva baseada em custo. Visualizar ‘Programas Verdes’ unicamente como veículos de redução na emissão de carbono é auto-destrutivo. Em vez disso, podemos ver greening como uma estratégia industrial? – Mercados Locais no ajuste do crescimento do mercado, finanças / investimento e redução de custos, com importante papel para as políticas. Como, por exemplo, a política de requisitos de conteúdo local (LCR). Podemos ver o crescimento verde como parte de uma transição maior *As energias renováveis são dispositivos manufaturados, e podem ser utilizados em qualquer lugar - A energia passa a ser colhida, e pode captar retornos crescentes * Energia renovável não será mais vista como uma tecnologia de redução de carbono, mas com sua base na industria? -Aumentando assim a segurança energética * A transição passa a ser vista como uma mudança tecnoecômica
  3. 3. Economia: Produção de energia renovável para construir a segurança energética Nature 11 Sep 2014
  4. 4. Tendências em energia renovável água, eólica, solar (AES) / capacidade de geração elétrica (%): a China 20% 22% 24% 26% 28% 30% 32% 34% 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 Proportion of the installed power capacity from WWS sources Proportion based on the the 12FYP
  5. 5. A escala da transição chinesa China agora esta adicionando 50 GW de energia renovável (água, energia eólica, solar: (A,E,S) todo ano – mais outros 30-34 GW de energia termonuclear O contrário da situação até recentemente, quando termonuclear > AES Agora, AES > termonuclear (capacidade) Energia elétrica gerada em 2013: 5,322 bilhões kW hora (TWh) Das quais, 20% vem de fontes EAS (2 anos de avanço no objetivo de 2015) Então, a geração de energia renovável chinesa excede a quantidade de energia elétrica gerada pela Alemanha e França de forma combinada. A busca de energias renováveis da China (para complementar aquela à base de carvão) não é tanto um imperativo moral, como um imperativo económico. A maior transição energética do mundo já esta em curso Como? Porque? Qual a estratégia?
  6. 6. Tendências históricas na relação EAS/geração de energia: EUA, China, Alemanha A. Energia Elétrica Gerada B. Capacidade Energética 0% 5% 10% 15% 20% 25% 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 Electricgeneration:WWS/Total China US Germany 0% 5% 10% 15% 20% 25% 30% 35% 40% 45% 20002001200220032004200520062007200820092010201120122013 Generatingcapacity:WWS/Total China US Germany
  7. 7. Sistema de energia renovável Chinêsem relação à outros países China: 378 GW Bio-power (GW) Hydropower (GW) Solar PV (GW) Concentrating solar power (CSP) (GW) Wind power (GW) US: 172 GW Bio-power (GW) Hydropower (GW) Solar PV (GW) Concentrating solar power (CSP) (GW) Wind power (GW) Germany: 84 GW Bio-power (GW) Hydropower (GW) Solar PV (GW) Concentrating solar power (CSP) (GW) Wind power (GW) India: 71 GW Bio-power (GW) Hydropower (GW) Solar PV (GW) Concentrating solar power (CSP) (GW) Wind power (GW)
  8. 8. China: Energia Eólica vs Energia Nuclear 0 10 20 30 40 50 60 70 80 0 20 40 60 80 100 120 140 160 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 Capacity:MillionKW Generation:BillionkWh Wind Power: Generation Nuclear Power: Generation Wind Power: Capacity Nuclear Power: Capacity
  9. 9. Bagasse & slag 120 kt of sugar 10 kt of alcohol 330 kt of cement Sugarcane Electricity Sugar refinery Cement mill Ethanol plant Fertilizer plant Pulp mill Thermo- electricity system Agricultural Eco-Farm External eco- economic system 85 kt of paper 30 kt of fertilizer Alcohol residual Used molasses White sludge Alkali recovery Bagasse Paper plant Fibre- board Filter sludge limestone Source: Based on Fang et al. (2007), Lowe (2001) and Zhu & Côté (2004) Simbioses Industriais selecionadas no Guitang Group, Guigang City
  10. 10. Por que a China quer se industrializar: crescimento da renda per Inglaterra 1260 – 2000s A visão de que a revolução industrial é um meio para escapar da armadilha ‘Malthusiana’ Economia Agrária: aumento da renda leva ao aumento da população Economia Industrial: pode sustentar um crescimento infinito da renda em termos per capita Desde de que as barreiras de recursos não sejam infringidas Papel fortuito dos combustíveis fosséis: Criaram uma ‘floresta subterrânea’ (Sieferle)
  11. 11. Mudando a Riqueza: Produção está mudando o Leste
  12. 12. Uma face da transformação da China:? Geração de energia Chinesa e aumento do consumo de carvão Source: Mathews & Tan; primary data: US EIA, China Electricity Council 0 500 1000 1500 2000 2500 3000 3500 4000 4500 5000 0 500 1000 1500 2000 2500 3000 3500 4000 1980 1982 1984 1986 1988 1990 1992 1994 1996 1998 2000 2002 2004 2006 2008 2010 2012 2014 TWh MillionTons Conventional Thermal Electricity Generation (Right Axis) Total Coal Consumption (Left Axis) Coal for Thermal Power (Left Axis)
  13. 13. Uma face diferente (verde) da China: Crescimento da geração de energia eólica da China Mathews & Tan: Source of primary data: US EIA; World Wind Energy Report 0 20 40 60 80 100 120 140 160 180 0 20 40 60 80 100 120 TWh GW Wind Electricity Capacity (Left Axis) Wind Electricity Generation (Right Axis)
  14. 14. Os Problemas A china poderá (e depois a India) criar uma escala em sua produção industrial e no seu sistema de produção que possa tirar não apenas 1 bilhão de pessoas da pobreza, mas 5 ou 6 bilhões? Quais seriam as consequencias de que a China siga um caminho ‘Business as Usual’ BAU – utilizando carvão, óleo e gás da mesma forma que os países ocidentais utilizaram? O modelo industrial ocidental pode funcionar nesta escala? Resposta: NÃO Mas, uma alternativa pode ser construída, e à tempo? A China pode ir além da construção do maior sistema de energia renovável do planeta? Ou a ‘armadilha’ do cabono nos condenará a todos? As taxas de carbono e os mercados de carbono fazem uma diferença suficiente? A responsabilidade corporativa e social podem salvar o sistema? Como a intervenção estatal poderá conduzir a transição? Grandes questões, grandes problemas Precisamos de uma grande agenda de pesquisa social para iluminar a próxima ‘Grande Transformação’ Primeira Questão: A era do combustível fossíl está chegando ao seu fim? Como a China (e a India) poderão ganhar segurança energética?
  15. 15. O Problema energético e o desenvolvimento: The energy issue and development: A iminente falta de energia/ólea da China (e da India) 0 50 100 150 200 250 300 350 400 450 500 Production of CrudeOil (mn tonnes of oil equivalent) Consumption of CrudeOil (mn tonnes) Net Imports Net Imp orts 0 20 40 60 80 100 120 140 160 180 Production ofCrude Oil (mn tonnes of oil equivalent) Consumption of Crude Oil (mn tonnes) Net Impo rts
  16. 16. Financial Times: China agora se torna a maior importadora de Petróleo 9 de Outubro, 2013 A nova beberrona de gás Por Ed Crooks e Lucy Hornby China ultrapassou os EUA como a maior importadora de Petróleo. Desta forma – A China está mais vulnerável à variação de preços de Petróleo... Segurança energética se torna a questão mais importante para a China.
  17. 17. A extração de Petróleo está se tornando cada vez mais cara e mais difícil. Grand Isle Gulf of Mexico 15m, 1947 West Delta Gulf of Mexico 28m, 1963 Hondo California 259m, 1983 Lena Gulf of Mexico 304m, 1983 Harmony California 365m, 1989 Zinc California 451m, 1993 Hoover/Diana Gulf of Mexico 1463m, 2000 Kizomba A- Angola 1219m, 2004 Mica Gulf of Mexico 1325m, 2001
  18. 18. Como o mundo se tornou dependente do automóvel e do Petróleo? Source: NASA. Picture taken by Apollo crew, December 7, 1972
  19. 19. Changes needed: greening of capitalism Desafios estão posicionados além de um mero ‘ajuste tecnológico’ Além da operção de ‘Business as Usual’ Além da ‘responsabilidade corporativa e social’ Além do alcance de instrumentos simples como a taxa de carbono A mudanças estão posicionadas dentro das três grandes instituições de mercado do capitalismo industrial: •Mercados de Energia – do combustível fossíl/nuclear para os renováveis •Mercados de recursos – do abastecimento linear para recisculação de recursos (Economia Circular) •Finanças – da genérica para a eco-finanças Business as Usual (BAU) dos EUAS e China irão conduzir para inevitáveis guerras por recursos e Petróleo Um modelo industrial alternativo é urgente – mesmo sem as mudanças climáticas... Por que factível? Considerando o carater da transição
  20. 20. Renewable energies as technoeconomic transition Seis transições tecnológicas desde a revolução industrial 1.Fábricas, Factories; energia a vapor (carvão) 2.Ferrovias, carvão, ferro 3.Energia elétrica, aço, químicos 4.Petróleo; automóveis 5.Tecnologias da Informação (TI) e aplicações da TI 6.Energia renovável; ‘smart grid’ Freeman & Perez: três critérios para a mudança do paradigma tecnológico. O novo deve satisfazer: a)Aplicações vastas (invasivas) b)Custos decrescentes c)Custos abaixo daqueles necessários à adoção das tecnologias Todas as cinco transições tecnológicas anteriores satisfaziam estes critérios Quanto à 6ª – energia renovável e aplicações de TI para instrumentos elétricos?
  21. 21. Reduzindo custos – Energia Solar tornando-se universal: Curva de aprendizado (BNEF)
  22. 22. Curva de aprendizado da Energia Eólica Source: BNEF
  23. 23. Custos das energias renováveis agora estão abaixo de suas utilizações correlativas de energia à base de Petróleo Últimas reduções de custos significa que os custos das energias renováveis agora estão abaixo dos custos de energia movida a combustíveis fósseis Leilão encenado pelos Emirados Árabes Unidos março 2015 Lances Vencedores: 6 cents/kWh Custos inferiores aqueles obtidos com energia de carvão Esta tendência tem expectativa de continuar -Poder da curva de aprendizado Energia renovável agora está persuasiva Isto esta sendo complementado por importantes Desenvolvimentos na capacidade de armazenamento energético TeslaEnergy anunciada em maio de 2015: O Powerwall ESU de10 kWh custa US$ 3.500,00 E o PowerPack ESU de100 kWh com100 camadas pode gerar create 10 MWh Assim, 2 bilhões destes equipamentos poderiam gerar 20 trilhões de kWh – o equivalente à produção de todo o sistema elétrico mundial.
  24. 24. CSP Energia Solar Concentrada • Novo impulso da China– uma terceira frente nas Energias Renováveis • 1 GW é o objetivo para 2015 (~ 50% da capacidade Global) • 3 GW é o objetivo para 2020 • Grande impacto em diminuir o custo da energia solar • Uma nova revolução industrial na produção de espelhos, lentes, tubulações fundidas de sal • Maiores temperaturas foram alcançadas no CSP a partir do Sal fundido (>1000 °C) • Possibilidade de laço próximo com sistemas industriais - nenhuma entrada de combustível fóssil
  25. 25. Super-rede asiática: Proposta de JREF
  26. 26. Rede Nacional Chinesa projetada com principais linhas HVDC Source: State Grid Corporation of China
  27. 27. Rede de trns rápidos chineses para 2020: Corredores Norte-Sul e Leste-Oeste Source: Ministry of Railways, China
  28. 28. O foco agora está se voltando para países BICS – Brasil, India, China, Africa do Sul Brasil Agora tem um plano de 10 anos para o desenvolvimento de energias renováveis Brazil 3 estratégias utilizando agências do Estado MME – manutenção de plano evolutivo de 10 anos (reforço do investimento) foco de mercado BNDES – Financiamento orientado, mais LCRs foco no financiamento/investimento MME – leilões (reversos) públicos para reduzir os custos
  29. 29. India Ministério de Energia Nova e Renovável – um objetivo mundial de missão Nacional de energia solar – 100 GW até 2019 Que deve ser seguida pela missão de energia eólica – 100 GW até 2020 India agora está atraindo FDI em energias renováveis - Sujeitos a LCR rigorosas Mas desafiado pelos EUA na OMC– ainda em disputa Ainda falta um Banco Nacional de Desenvolvimento – mas poderá utilizar os serviços do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB) lançado pelos países dos BRICS em julho de 2015
  30. 30. África do Sul Vigoroso desenvolvimento de energias renováveis – no legado da economia paralela Agora está anunciando objetivos audaciosos em energias eólicas, solar PV e CSP, dentro do Programa de Geração Independente de Energia (REIPP) e.g. Kathu Solar Park (CSP) anunciado um armazenamento de energia sal fundido Novamente LCRs desempenham paéis proeminentes Aliado à leilões públicos que tem levado à redução dos custos – Agora alcançando 4.6 c/kWh para energia eólica e 7.9 c/kWh energia solar Custos Menores do que o carvão mais barato! Grande transformação em curso
  31. 31. Impacto Global doa Programas de Energia Renovável dos BICS A expansão da escala chinesa derrubou custos Preços menores para energia solar, eólica e CSP Fazem das energias renováveis fontes viáveis de energia para novas industrias e para o desenvolvimento de países/regiões Energias renováveis já são utilizadas para operações remotas de mineração no Chile, agora sendo testadas na Australia (substituindo o diesel) Energias renováveis estão sendo utilizadas em ampla escala na Asia Central E na àfrica, e.g. Instalações para a operação de Energias Renováveis no Egito Estes novos arranjos de negócio são possíveis apenas porque a China e os BICS diminuíram os custos desta forma de energia Assim – os três critérios para a mudança de paradigma tecnológico estão satisfeitos.
  32. 32. Maior Oportunidade de negócios do mundo – investir em indústrias verdes Quem irá se juntar a esses empreendedores? Elon Musk (Tesla Motors); Wang Chuanfu (BYD); Masayoshi Son (Softbank)
  33. 33. Solar PV: Expansão do Mercado diminui os custos (aliado ao efeito das melhorias na eficiencia das células) A expansão do mercado global para células solares PV, largamente supridas pela China, foi responsável por diminuir os custos em 80% desde 2008. Um processo unviversal: enquanto o mercado se expande, os custos diminuem A curva de aprendizagem Nada de novo aqui. O mesmo princípio da expansão industrial aliado à redução de custos estabelecida pela industria automobilistica americana, um século atrás. Entre 1909 e 1916, Henry Ford reduziu o custo de seu modelo T Ford de $950 para $360, uma redução de 62,1% em sete anos. Cada ano as vendas dobraram – desde em tonro de 6.000 em 1908 para mais de 800.000 em 1917. O mesmo processo está em curso com células solares PV – dispositivos fabricados. Expanção do mercado-> eficiências no processo produtivo (divisão do trabalho) -> redução no custo -> maior expansão de mercado -> maior eficiência... Uma cadeia de reação: Causação Circular Cumulativa
  34. 34. Finanças: Investimentos necessários para recrudescimento das energias de fontes renováveis 2015-2040 • Uma expansão de 10 trilhões de watts 2015-2040 • Dobrar ou mais o nível global de energia elétrica • A ser conduzido pela China e Alemanha (+Japão?) • Com o Euro a 2 por Watt ($2.50/W), são necessários investimentos da ordem de $25 trilhões – ou $1 trilhão por ano nos próximos 25 anos • O investimento atual é um anão ($310 bilhões em 2014: BNEF) • Poucos recursos Públicos, e.g. $100 bilhões comprometidos com o fundo de Fundo Global de Mudanças Climaticas (Cancun 2010) • Instrumentos privados de financiamento são necessários em escalas gigantescas: Títulos do Clima; Bancos Verdes; Banco de Desenv. Chinês; Banco de Infraestrutura da Asia (China), Equidade de financiamento não estão ajudando - Bolsas de Valores ainda promovem BAU • MAS: sistemas de fundo de pensão global e investidores institucionais detém $ 71 trilões sob gestão • Como acessar estes fundos?????????????????
  35. 35. ‘Títulos Climaticos’ – como instrumentos de financiamento Títulos verdes arrecadam $40 bilhões em seu lançamento em 2014) European Investment Bank (EIB) Climate Awareness Bonds 2007 Euro 600m título de 5 anos , proposto em 2007 pelo EIB (braço financeiro da UE) através dos serviços do Banco Dresdner Kleinwort Banco Mundial Green Bonds 2009 - 2015 US$350m títulos de 6 anos lançados pelo Banco Mundial em 2009 Segundo lançamento em 2009: O estado da California comprou US$300m Tesouro Americano: Green Bonds 2009 Outubro de 2009 o tesouro americano lançou $2.2 bilhões em títulos Verdes para fortalecer o financiamento de empreendimentos de energias renováveis Banco de Desenvolvimento Africano Títulos de 3 anos para financiar projetos ecológicos Muitos instrumento de financiamento disponíveis! A chave para a ecologização do capitalismo …
  36. 36. Fundos disponíveis para financiamento (Institutional investors) Source: Andersen (2002) Fig. 1, based on Mitchell, B.R. (1988) British Historical Statistics. Cambridge: Cambridge University Press, p. 541. [Data for Ireland are not included. The data for 1868–70 are lacking or are problematic.]
  37. 37. Questão Título Kexim Green, Corea • Março 2013 Banco de Expostação Importação Coreano • Flutuam $500 milhões de títulos de 5 anos designados para financiamento climático • Direcionados para investidores institucionais (fundos de pensão, etc) • Superestimado • Os fundos a serem canalizados para projetos verdes, foram auditados pela 3ª parte CICERO (Centre for Int Climate and Env Research, Oslo) • Investidores americanos levaram 47%; Europeus 32%; Asiaticos 21% • Kexim tem rankeamento de crédito AA3 – titulos carregam pouco risco • Projetos envolvendo empresas Coreanas ao redor do mundo • Os pagamentos de dividendos serão realizados a partir de receitas consolidadas • Títulos são um negócio sério - se não há padrão, esse seria contado como soberano padrão coreano? • Forte disciplina para a realização de promessas de investimento verdes
  38. 38. O que está conduzindo a revolução energética da China e porque podemos esperar estratégias similares de Índia e Brasil? Mudanças Climáticas provavelmente o último dos problemas Chineses afinal, Eua e Europa criaram cerca de 80% desse problema. More pressing as a driver is to clean the skies of smog: BIG problem And to solve China’s energy security problem Oil, gas etc. – from Russia, Saudi Arabia, Venezuela, Nigeria All geopolitical hotspots – threaten war, revolution and terrorism Alternative: Use manufacturing industries to build devices that tap int renewable energies and resource recirculation Apply China’s latecomer catch-up strategy to energy and resources Building renewable energy industries creates export platforms of tomorrow (12th Five Year Plan) and drives industrial development This relieves energy insecurity And it clears skies What is there to lose? Oil companies can join the fun!
  39. 39. Função das agências de Estado na transformação verde China – #1 em transformação industrial conduzida pelo Estado -- agora aplicado à ecoologização em escala. Índia – Replicando a China, com atraso Missão Solar Nacional 100 GW para 2020 com LCRs Missão Nacional eólica (exp) 100 GW para 2020 with LCRs Public auctions under MN&RE driving down costs Brasil–Já um gigante da Energia Renovável (hidroelétrica,biocombustíve Now 3-fold strategy to build renewables (WWS) Rolling 10-year plan for REs (MME) Targeted finance with LCRs (BNDES) Public (reverse) auctions (MME) drive down costs Africa do Sul – Agora replicando os países BIC REIPP program; public auctions driving down costs Energia eólica, solar PV plus CSP Todos os países do BICS estão buscando acertar em estratégicas industria
  40. 40. Revolução Chinesa de Energias Renovávias Palgrave Pivot Sep 2015
  41. 41. Ecoologização do Capitalismo: Como a Asia está conduzindo a próxima grande transformação. Revista da Universidade de Stanford- Jan/Fev2015
  42. 42. Energias renováveis: Manufaturação, increasing returns, segurança energética Perspectiva dominante nos quadros futuros de energia e no caso das energias renováveis e tecnologia limpa em termos de sua contribuição para a mitigação das alterações climáticas, bem como a limpeza e ausência de emissões de carbono. Por outro lado, a segurança energética é geralmente discutida em termos de segurança de acesso a combustíveis fósseis. Neste trabalho fazemos um caso diferente para as energias renováveis: comparamos a extração de energia (combustíveis), o que - apesar da mudança tecnológica - ocorre sob retornos decrescentes, com a colheita de energia renovável da natureza, que ocorre em um processo que utiliza dispositivos fabricados, onde a fabricação gera retornos crescentes e custos declinar ao longo de curvas de aprendizagem íngremes. Isto dá uma nova perspectiva em ambas as energias renováveis e segurança energética. Energia renovável, manufatura e crescimento verde: Estratégias de energia com base na captura de retornos crescentes John A. Mathews a,*, Erik S. Reinert b a Macquarie Graduate School of Management, Macquarie University, Sydney, NSW 2109, Australia b Professor of Technology Governance and Development Strategies, Tallinn University of Technology

×