SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 31
Baixar para ler offline
Ágil & Arquitetura:
Os opostos se atraem!
Ágil & Arquitetura:
Os opostos se atraem!
Sobre a Centus Consultoria
2
Gerenciando Mudanças
Evoluindo Organizações
Arquitetura Corporativa
Gerenciamento de Decisões
Análise de Negócios
 Consultor nas áreas de análise de negócios, arquitetura corporativa, gerenciamento de decisões,
gerenciamento de processos e gestão de mudanças
 Experiência como CIO (Chief Information Officer) em diversas empresas nacionais e internacionais, com
mais de 40 anos de experiência na formulação de estratégias de negócio, projetos de gestão de
conhecimento, tecnologia de informação, arquitetura corporativa, desenvolvimento de produtos, análise
de organizações, sistemas e processos
 Atuou como professor de Marketing pela FGV, Gestão de Processos pela PUC-MG, Análise de Negócios
pelo IETEC
 Participante do Grupo de Trabalho que desenvolveu o FACIN-Framework de Arquitetura Corporativa para
Interoperabilidade, do Governo Federal
 Membro do ArchiMate Forum do The Open Group, participante no desenvolvimento da linguagem
ArchiMate e responsável pela tradução do padrão e seu material complementar para o Português
Brasileiro
 Certificado TOGAF 9 e ArchiMate 3
Antonio Plais
Nossa Visão sobre a Mudança
A mudança nunca mais será tão lenta como ela é hoje
Longevidade das Empresas no Índice S&P 500
5
A mudança está
acontecendo mais
rápido do que
nunca…
…então, é melhor
você ficar bom
nisso
Data: INNOSIGHT/Richard N. Foster/Standard & Poor’s
6
“Não é a espécie mais forte
que sobrevive, nem a mais
inteligente, mas a mais
adaptável à mudança”
Charles Darwin
Nossa visão sobre a Mudança
7
Mudança
As Organizações precisam se tornar mais adaptáveis!
 O ritmo da mudança só aumenta, puxado pela tecnologia
 Os clientes/cidadãos esperam inovação rápida e contínua
 Se você não é o primeiro ou o mais rápido, seu concorrente pode
vencer
 Cada vez mais, o “vencedor leva tudo”, devido aos efeitos de rede da Internet
 Pressão regulatória crescente
 Implementar novas regulações pode absorver todo o seu orçamento para
mudanças
 Use sua agilidade para sobrepujar os concorrentes!
 Use feedback contínuo dos clientes, se adapte rapidamente ao ambiente em
mutação, mude os mercados através de estratégias de “mar azul” etc.
Importância da Agilidade
8
 Agilidade de Processo: Agilidade nos seus processos de mudança e
desenvolvimento
 Agilidade de Sistema: Agilidade nos seus processos e sistemas
operacionais
 Agilidade de Negócio: Agilidade como foco estratégico, habilitado
pela agilidade de processo e de sistema
“Ágil” ≠ “fazer Scrum”
Principais Aspectos da Agilidade
9
Agilidade do Processo
Formas flexíveis de trabalhar
10
Cascata vs. Ágil: Colaboração é Chave
Cascata Ágil
11
Processo Ágil Típico
Trabalho
diário
Iteração
(2-4 semanas)
...
9
8
7
6
5
4
3
2
1
Backlog do produto,
priorizado pelo valor
de negócio pelo
Product Owner
Backlog da
iteração
Incremento de
produto funcional
Reunião
stand-up
diária
4
3
2
1
Reunião de
planejamento
da iteração
Reunião de
revisão da
iteração
RetrospectivaHistórias de usuário
12
 Um fator chave de sucesso para
processos ágeis é refletir sobre
sua maneira de trabalhar
 A reunião de Retrospectiva
serve para isso
 O processo de desenvolvimento
em si também deveria ser flexível
e adaptativo
 Isso também se aplica para a
arquitetura!
Aprendizado de Duplo Loop
Passo 1:
Identique
fatores
situacionais
Passo 2:
Escolha
práticas
ágeis
relevantes
Passo 3:
Execute a
forma de
trabalhar
Passo 4:
Reflita
sobre a
forma de
trabalhar
13
Scaled Agile Framework™
14
www.scaledagileframework.com
Agilidade Sistêmica
Criar resultados flexíveis
15
 Complexidade: muitos relacionamentos entre os elementos de um
sistema, “tudo” está relacionado com “tudo”
 Sistemas complexos não são ágeis, porque:
 você precisa compreender a complexidade antes de fazer uma mudança
 as mudanças em si são trabalhosas
 mudanças locais podem causar muitos efeitos colaterais em lugares não
previstos e, muitas vezes, não esperados
 é necessário muito teste
 25% mais funcionalidade dobra a complexidade de um sistema
(análise de Cynthia Rettig, MIT Sloan Management Review)
Complexidade: Inimiga da Agilidade Sistêmica
16
 Product owners são geralmente focados nos requisitos funcionais de
uma única solução, mas quem se preocupa com requisitos não-
funcionais, uso de padrões, conformidade regulatória, direção
estratégica etc.?
 A arquitetura corporativa traduz a estratégia do negócio para
decisões amplas além do escopo das equipes individuais
 Ela assegura a coerência e previne que cada projeto crie seu próprio
“silo ágil”
 Arquitetura é essencial para manter a complexidade sob controle por
meio da redução das dependências
Necessidade de Arquitetura em Ambientes Ágeis
17
Capacidades Autônomas: Arquitetura ‘homem de neve’
Roger Sessions, “Simple Architectures for Complex Enterprises”
Arquitetura de
Negócio
Arquitetura de
Dados
Arquitetura de
Aplicativo
Arquitetura de
Negócio
Arquitetura de
Dados
Arquitetura de
Aplicativo
18
Sustentabilidade com uma Pista Arquitetural
Investimento Balanceado
19
Valor da Arquitetura
Funcionalidade Arquitetura
Bug Débito técnico
Visível Invisível
Valor
positivo
Valor
negativo
(Philippe Kruchten, What colours is your backlog, 2011)
20
 Coisas que mudam pouco podem ser fixadas e servir como
infraestrutura para as coisas que mudam muito
 Provavelmente você não precisa ter uma fiação elétrica muito flexível na sua
casa
 Mas você quer ser capaz de ligar todo tipo de aparelho nela
 Exemplos:
 Sistemas de gerenciamento de processos de negócio e fluxo de trabalho
 Motores de regras de negócio
 Plataformas de desenvolvimento de baixa codificação
 Formulários web inteligentes e configuráveis
 Configuração gráfica dos modelos de dados para os bancos de dados
Use Infraestrutura de Negócio Inteligente
21
Combinando Arquitetura Ágil
& Práticas Ágeis
22
 Use arquitetura contínua, no tempo certo, apenas suficiente
 Arquitetura corporativa e de domínio orientam a criação e evolução
da arquitetura no nível do projeto
 Para promover o reuso e a melhoria dos blocos de construção existentes
 Para aderir a padrões e garantir a conformidade
 O papel do ‘Architecture Owner’ nas equipes ágeis
 Transmitir a visão da arquitetura para o restante da equipe
 Prover orientação para a arquitetura de solução
 Fornecer ‘histórias de arquitetura’ (habilitadores) como complemento para as
histórias de usuário
Papel da Arquitetura no Desenvolvimento Ágil
Reestruturando o TOGAF…
24
… em direção a uma Arquitetura Contínua e Iterativa
25
Definir & Refinar a Visão
Evoluir as Arquiteturas Alvo
Orientar & Governar
a Mudança
Atualizar Arquiteturas
de Linha de Base4
3
2
1
4
3
2
1
4
3
2
1
4
3
2
1
4
3
2
1
4
3
2
1
4
3
2
1
4
3
2
1
4
3
2
1
4
3
2
1
4
3
2
1
Fluxos de valor paralelos e iterativos, ao invés de atividades sequenciais
orientadas para documentação
Veja também https://blog.opengroup.org/2018/06/19/how-the-togaf-standard-enables-agility/
Arquitetura Corporativa & SAFe
26
Grande Solução
Ambiente Econômico
Capacidades &
Habilitadores Solução
Equipe
Desenvolvimento Ágil
Entrega Contínua
Incremento
Histórias &
Habilitadores
Programa
Trem de Entrega ÁgilPista Arquitetural
DevOpsFuncionalidades &
Habilitadores Release
Iteration
4
3
2
1
Iteration
4
3
2
1
Iteração
4
3
2
1
Portfólio
Arquitetura Corporativa
Temas Estratégicos
Épicos & Habilitadores
Resultado
de Negócio
Estratégia
Iteração
4
3
2
1
Resultado
Funcional
 Nível de Portfólio & Grandes Soluções:
 Gerenciamento de portfólio para decisões de investimento baseadas no valor de negócio
 Modelos de Arquitetura Corporativa para temas estratégicos, épicos de negócio e de
arquitetura, programas e portfólios
 Nível de Programa:
 Modelos de Arquitetura Corporativa para roteiros, trens de entrega, pista arquiteturas de alto
nível, funcionalidades e suas dependências
 Mapas de calor para mostrar o progresso na arquitetura, painéis de controle para priorização
de funcionalidades e o acompanhamento do progresso
 Nível de Equipe:
 Ferramentas de Arquitetura Corporativa e de desenvolvimento: mapeamento entre modelos
ArchiMate e, por exemplo, UML, centrados nos componentes de aplicativo e objetos de
dados
 Importar dados sobre o progresso de ferramentas de suporte Agile & DevOps (por exemplo,
Jira, ServiceNow) para ferramentas de arquitetura e portfólio
Ferramentas e Técnicas Ágeis e de Arquitetura
PortfolioTeamProrgam
Mapeando SAFe para Conceitos ArchiMate
28
 O ambiente muda cada vez mais rápido; não se adaptar não é uma opção,
agilidade é tudo
 Agilidade não é apenas sobre processos de desenvolvimento de software,
mas um problema corporativo
 Arquitetura é indispensável para a agilidade sustentada
 Use modelos para suportar, analisar e melhorar a agilidade
 Implementar novos métodos é, em si, um processo de aprendizado ágil
 A principal responsabilidade dos arquitetos: colaboração & coerência,
entre as pessoas e entre os sistemas
Conclusões
29
Para saber mais...
 Sobreviver & Prosperar com Métodos Ágeis: Um Guia para Arquitetos Corporativos
 https://links.centus.com.br/a1
 A Empresa Adaptativa - Prosperando em uma Era de Mudanças
 https://links.centus.com.br/tvw
 Biblioteca da Centus Consultoria
 http://bizzdesign.centus.com.br/biblioteca
 https://www.scaledagileframework.com/
 Grupo de discussão no LinkedIn: ArchiMate Brazil
Para mais informações, visite
bizzdesign.centus.com.br
antonioplais@centus.com.br
(31) 99279-0920
www.centus.com.br
31

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão de Projetos de TI em Empresas
Gestão de Projetos de TI em EmpresasGestão de Projetos de TI em Empresas
Gestão de Projetos de TI em Empresas
Camilo Almendra
 
Como uma plataforma bpms pode transformar uma organização
Como uma plataforma bpms pode transformar uma organizaçãoComo uma plataforma bpms pode transformar uma organização
Como uma plataforma bpms pode transformar uma organização
EloGroup
 

Mais procurados (20)

Gestão de Projetos de TI em Empresas
Gestão de Projetos de TI em EmpresasGestão de Projetos de TI em Empresas
Gestão de Projetos de TI em Empresas
 
EA - Conceitos
EA - ConceitosEA - Conceitos
EA - Conceitos
 
05 - Waldemir Cambiucci - Matriz de habilidades de um arquiteto TI
05 - Waldemir Cambiucci - Matriz de habilidades de um arquiteto TI05 - Waldemir Cambiucci - Matriz de habilidades de um arquiteto TI
05 - Waldemir Cambiucci - Matriz de habilidades de um arquiteto TI
 
Webaula 52 - Agile PMO e a transformação organizacional pela agilidade
Webaula 52 - Agile PMO e a transformação organizacional pela agilidadeWebaula 52 - Agile PMO e a transformação organizacional pela agilidade
Webaula 52 - Agile PMO e a transformação organizacional pela agilidade
 
Como uma plataforma bpms pode transformar uma organização
Como uma plataforma bpms pode transformar uma organizaçãoComo uma plataforma bpms pode transformar uma organização
Como uma plataforma bpms pode transformar uma organização
 
Gestão de Processos de Negócio (BPM)
Gestão de Processos de Negócio (BPM)Gestão de Processos de Negócio (BPM)
Gestão de Processos de Negócio (BPM)
 
Artigo - Implantação do escritório de projetos - Aragon salvador
Artigo - Implantação do escritório de projetos - Aragon salvadorArtigo - Implantação do escritório de projetos - Aragon salvador
Artigo - Implantação do escritório de projetos - Aragon salvador
 
Web aula 49 - Utilizando Análise de Pontos de Função em Projetos Ágeis
Web aula 49 - Utilizando Análise de Pontos de Função em Projetos ÁgeisWeb aula 49 - Utilizando Análise de Pontos de Função em Projetos Ágeis
Web aula 49 - Utilizando Análise de Pontos de Função em Projetos Ágeis
 
Métodos Ágeis - Guia para Projetos Eficientes
Métodos Ágeis - Guia para Projetos EficientesMétodos Ágeis - Guia para Projetos Eficientes
Métodos Ágeis - Guia para Projetos Eficientes
 
ARPO - Business Modeler: Apresentação da Solução
ARPO - Business Modeler: Apresentação da SoluçãoARPO - Business Modeler: Apresentação da Solução
ARPO - Business Modeler: Apresentação da Solução
 
ALM focado em resultados
ALM focado em resultadosALM focado em resultados
ALM focado em resultados
 
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processosBPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
 
Cap 10 – Tecnologia BPM – Bruno Lima,CBPP
Cap 10 – Tecnologia BPM – Bruno Lima,CBPPCap 10 – Tecnologia BPM – Bruno Lima,CBPP
Cap 10 – Tecnologia BPM – Bruno Lima,CBPP
 
Uma visão da Manufatura Digital como parte do PLM - Evandro Gama - SAE 250614
Uma visão da Manufatura Digital como parte do PLM - Evandro Gama - SAE 250614Uma visão da Manufatura Digital como parte do PLM - Evandro Gama - SAE 250614
Uma visão da Manufatura Digital como parte do PLM - Evandro Gama - SAE 250614
 
Certificações em Arquitetura de TI
Certificações em Arquitetura de TICertificações em Arquitetura de TI
Certificações em Arquitetura de TI
 
Métodos Agéis e como podem ser usados em projetos de BPM. Agile BPM
Métodos Agéis e como podem ser usados em projetos de BPM.  Agile BPMMétodos Agéis e como podem ser usados em projetos de BPM.  Agile BPM
Métodos Agéis e como podem ser usados em projetos de BPM. Agile BPM
 
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...
 
Enterprise Architecture
Enterprise ArchitectureEnterprise Architecture
Enterprise Architecture
 
BPM Ágil - Concepção e implementação de solucões tecnológicas e ERP´S por mei...
BPM Ágil - Concepção e implementação de solucões tecnológicas e ERP´S por mei...BPM Ágil - Concepção e implementação de solucões tecnológicas e ERP´S por mei...
BPM Ágil - Concepção e implementação de solucões tecnológicas e ERP´S por mei...
 
Guia Prático em Análise de Ponto de Função
Guia Prático em Análise de Ponto de FunçãoGuia Prático em Análise de Ponto de Função
Guia Prático em Análise de Ponto de Função
 

Semelhante a Ágil e Arquitetura-Os Opostos se Atraem

SOA - Arquitetura Orientada a Serviços
SOA - Arquitetura Orientada a ServiçosSOA - Arquitetura Orientada a Serviços
SOA - Arquitetura Orientada a Serviços
alinebicudo
 

Semelhante a Ágil e Arquitetura-Os Opostos se Atraem (20)

Workshop - The DevOps Cookbook
Workshop - The DevOps Cookbook   Workshop - The DevOps Cookbook
Workshop - The DevOps Cookbook
 
Palestra UNIBERO (SP) - SOA: Conceito e prática na implementação
Palestra UNIBERO (SP) - SOA: Conceito e prática na implementaçãoPalestra UNIBERO (SP) - SOA: Conceito e prática na implementação
Palestra UNIBERO (SP) - SOA: Conceito e prática na implementação
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumGestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
 
Perspectiva da Arquitetura de negócios do BABOK
Perspectiva da Arquitetura de negócios do BABOKPerspectiva da Arquitetura de negócios do BABOK
Perspectiva da Arquitetura de negócios do BABOK
 
SOA - Arquitetura Orientada a Serviços
SOA - Arquitetura Orientada a ServiçosSOA - Arquitetura Orientada a Serviços
SOA - Arquitetura Orientada a Serviços
 
Arquitetura de Software - Uma visão gerencial
Arquitetura de Software - Uma visão gerencialArquitetura de Software - Uma visão gerencial
Arquitetura de Software - Uma visão gerencial
 
Aula01 introducao
Aula01 introducaoAula01 introducao
Aula01 introducao
 
TOGAF em Ação
TOGAF em AçãoTOGAF em Ação
TOGAF em Ação
 
Apresentacao pmbok e pmi
Apresentacao pmbok e pmiApresentacao pmbok e pmi
Apresentacao pmbok e pmi
 
Extreme Programming
Extreme ProgrammingExtreme Programming
Extreme Programming
 
PLM-Summit 2014 | 8-9 abril | Apresentação 07/14 | Evandro Gama | Cadware-Tec...
PLM-Summit 2014 | 8-9 abril | Apresentação 07/14 | Evandro Gama | Cadware-Tec...PLM-Summit 2014 | 8-9 abril | Apresentação 07/14 | Evandro Gama | Cadware-Tec...
PLM-Summit 2014 | 8-9 abril | Apresentação 07/14 | Evandro Gama | Cadware-Tec...
 
Desmitificando o ágil e o scrum
Desmitificando o ágil e o scrumDesmitificando o ágil e o scrum
Desmitificando o ágil e o scrum
 
Arquitetura de Software em Equipes Ágeis
Arquitetura de Software em Equipes ÁgeisArquitetura de Software em Equipes Ágeis
Arquitetura de Software em Equipes Ágeis
 
Aula 1- ENGENHARIA DE SOFTWARE
Aula 1- ENGENHARIA DE SOFTWAREAula 1- ENGENHARIA DE SOFTWARE
Aula 1- ENGENHARIA DE SOFTWARE
 
[BPM DAY Brasília DF] Case Aeronáutica - Desafios para implementação de proce...
[BPM DAY Brasília DF] Case Aeronáutica - Desafios para implementação de proce...[BPM DAY Brasília DF] Case Aeronáutica - Desafios para implementação de proce...
[BPM DAY Brasília DF] Case Aeronáutica - Desafios para implementação de proce...
 
[BPM DAY DF 2012] AERONÁUTICA – Desafios para a Implementação de Processos
[BPM DAY DF 2012] AERONÁUTICA – Desafios para a Implementação de Processos[BPM DAY DF 2012] AERONÁUTICA – Desafios para a Implementação de Processos
[BPM DAY DF 2012] AERONÁUTICA – Desafios para a Implementação de Processos
 
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
 
ALM com VSTS (v2)
ALM com VSTS (v2)ALM com VSTS (v2)
ALM com VSTS (v2)
 
People Centric IT
People Centric ITPeople Centric IT
People Centric IT
 
TDC2016SP - Trilha Arquitetura Empresarial
TDC2016SP - Trilha Arquitetura EmpresarialTDC2016SP - Trilha Arquitetura Empresarial
TDC2016SP - Trilha Arquitetura Empresarial
 

Último

Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Dirceu Resende
 

Último (7)

Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORD
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 

Ágil e Arquitetura-Os Opostos se Atraem

  • 1. Ágil & Arquitetura: Os opostos se atraem! Ágil & Arquitetura: Os opostos se atraem!
  • 2. Sobre a Centus Consultoria 2 Gerenciando Mudanças Evoluindo Organizações Arquitetura Corporativa Gerenciamento de Decisões Análise de Negócios
  • 3.  Consultor nas áreas de análise de negócios, arquitetura corporativa, gerenciamento de decisões, gerenciamento de processos e gestão de mudanças  Experiência como CIO (Chief Information Officer) em diversas empresas nacionais e internacionais, com mais de 40 anos de experiência na formulação de estratégias de negócio, projetos de gestão de conhecimento, tecnologia de informação, arquitetura corporativa, desenvolvimento de produtos, análise de organizações, sistemas e processos  Atuou como professor de Marketing pela FGV, Gestão de Processos pela PUC-MG, Análise de Negócios pelo IETEC  Participante do Grupo de Trabalho que desenvolveu o FACIN-Framework de Arquitetura Corporativa para Interoperabilidade, do Governo Federal  Membro do ArchiMate Forum do The Open Group, participante no desenvolvimento da linguagem ArchiMate e responsável pela tradução do padrão e seu material complementar para o Português Brasileiro  Certificado TOGAF 9 e ArchiMate 3 Antonio Plais
  • 4. Nossa Visão sobre a Mudança A mudança nunca mais será tão lenta como ela é hoje
  • 5. Longevidade das Empresas no Índice S&P 500 5 A mudança está acontecendo mais rápido do que nunca… …então, é melhor você ficar bom nisso Data: INNOSIGHT/Richard N. Foster/Standard & Poor’s
  • 6. 6 “Não é a espécie mais forte que sobrevive, nem a mais inteligente, mas a mais adaptável à mudança” Charles Darwin
  • 7. Nossa visão sobre a Mudança 7 Mudança As Organizações precisam se tornar mais adaptáveis!
  • 8.  O ritmo da mudança só aumenta, puxado pela tecnologia  Os clientes/cidadãos esperam inovação rápida e contínua  Se você não é o primeiro ou o mais rápido, seu concorrente pode vencer  Cada vez mais, o “vencedor leva tudo”, devido aos efeitos de rede da Internet  Pressão regulatória crescente  Implementar novas regulações pode absorver todo o seu orçamento para mudanças  Use sua agilidade para sobrepujar os concorrentes!  Use feedback contínuo dos clientes, se adapte rapidamente ao ambiente em mutação, mude os mercados através de estratégias de “mar azul” etc. Importância da Agilidade 8
  • 9.  Agilidade de Processo: Agilidade nos seus processos de mudança e desenvolvimento  Agilidade de Sistema: Agilidade nos seus processos e sistemas operacionais  Agilidade de Negócio: Agilidade como foco estratégico, habilitado pela agilidade de processo e de sistema “Ágil” ≠ “fazer Scrum” Principais Aspectos da Agilidade 9
  • 10. Agilidade do Processo Formas flexíveis de trabalhar 10
  • 11. Cascata vs. Ágil: Colaboração é Chave Cascata Ágil 11
  • 12. Processo Ágil Típico Trabalho diário Iteração (2-4 semanas) ... 9 8 7 6 5 4 3 2 1 Backlog do produto, priorizado pelo valor de negócio pelo Product Owner Backlog da iteração Incremento de produto funcional Reunião stand-up diária 4 3 2 1 Reunião de planejamento da iteração Reunião de revisão da iteração RetrospectivaHistórias de usuário 12
  • 13.  Um fator chave de sucesso para processos ágeis é refletir sobre sua maneira de trabalhar  A reunião de Retrospectiva serve para isso  O processo de desenvolvimento em si também deveria ser flexível e adaptativo  Isso também se aplica para a arquitetura! Aprendizado de Duplo Loop Passo 1: Identique fatores situacionais Passo 2: Escolha práticas ágeis relevantes Passo 3: Execute a forma de trabalhar Passo 4: Reflita sobre a forma de trabalhar 13
  • 16.  Complexidade: muitos relacionamentos entre os elementos de um sistema, “tudo” está relacionado com “tudo”  Sistemas complexos não são ágeis, porque:  você precisa compreender a complexidade antes de fazer uma mudança  as mudanças em si são trabalhosas  mudanças locais podem causar muitos efeitos colaterais em lugares não previstos e, muitas vezes, não esperados  é necessário muito teste  25% mais funcionalidade dobra a complexidade de um sistema (análise de Cynthia Rettig, MIT Sloan Management Review) Complexidade: Inimiga da Agilidade Sistêmica 16
  • 17.  Product owners são geralmente focados nos requisitos funcionais de uma única solução, mas quem se preocupa com requisitos não- funcionais, uso de padrões, conformidade regulatória, direção estratégica etc.?  A arquitetura corporativa traduz a estratégia do negócio para decisões amplas além do escopo das equipes individuais  Ela assegura a coerência e previne que cada projeto crie seu próprio “silo ágil”  Arquitetura é essencial para manter a complexidade sob controle por meio da redução das dependências Necessidade de Arquitetura em Ambientes Ágeis 17
  • 18. Capacidades Autônomas: Arquitetura ‘homem de neve’ Roger Sessions, “Simple Architectures for Complex Enterprises” Arquitetura de Negócio Arquitetura de Dados Arquitetura de Aplicativo Arquitetura de Negócio Arquitetura de Dados Arquitetura de Aplicativo 18
  • 19. Sustentabilidade com uma Pista Arquitetural Investimento Balanceado 19
  • 20. Valor da Arquitetura Funcionalidade Arquitetura Bug Débito técnico Visível Invisível Valor positivo Valor negativo (Philippe Kruchten, What colours is your backlog, 2011) 20
  • 21.  Coisas que mudam pouco podem ser fixadas e servir como infraestrutura para as coisas que mudam muito  Provavelmente você não precisa ter uma fiação elétrica muito flexível na sua casa  Mas você quer ser capaz de ligar todo tipo de aparelho nela  Exemplos:  Sistemas de gerenciamento de processos de negócio e fluxo de trabalho  Motores de regras de negócio  Plataformas de desenvolvimento de baixa codificação  Formulários web inteligentes e configuráveis  Configuração gráfica dos modelos de dados para os bancos de dados Use Infraestrutura de Negócio Inteligente 21
  • 22. Combinando Arquitetura Ágil & Práticas Ágeis 22
  • 23.  Use arquitetura contínua, no tempo certo, apenas suficiente  Arquitetura corporativa e de domínio orientam a criação e evolução da arquitetura no nível do projeto  Para promover o reuso e a melhoria dos blocos de construção existentes  Para aderir a padrões e garantir a conformidade  O papel do ‘Architecture Owner’ nas equipes ágeis  Transmitir a visão da arquitetura para o restante da equipe  Prover orientação para a arquitetura de solução  Fornecer ‘histórias de arquitetura’ (habilitadores) como complemento para as histórias de usuário Papel da Arquitetura no Desenvolvimento Ágil
  • 25. … em direção a uma Arquitetura Contínua e Iterativa 25 Definir & Refinar a Visão Evoluir as Arquiteturas Alvo Orientar & Governar a Mudança Atualizar Arquiteturas de Linha de Base4 3 2 1 4 3 2 1 4 3 2 1 4 3 2 1 4 3 2 1 4 3 2 1 4 3 2 1 4 3 2 1 4 3 2 1 4 3 2 1 4 3 2 1 Fluxos de valor paralelos e iterativos, ao invés de atividades sequenciais orientadas para documentação Veja também https://blog.opengroup.org/2018/06/19/how-the-togaf-standard-enables-agility/
  • 26. Arquitetura Corporativa & SAFe 26 Grande Solução Ambiente Econômico Capacidades & Habilitadores Solução Equipe Desenvolvimento Ágil Entrega Contínua Incremento Histórias & Habilitadores Programa Trem de Entrega ÁgilPista Arquitetural DevOpsFuncionalidades & Habilitadores Release Iteration 4 3 2 1 Iteration 4 3 2 1 Iteração 4 3 2 1 Portfólio Arquitetura Corporativa Temas Estratégicos Épicos & Habilitadores Resultado de Negócio Estratégia Iteração 4 3 2 1 Resultado Funcional
  • 27.  Nível de Portfólio & Grandes Soluções:  Gerenciamento de portfólio para decisões de investimento baseadas no valor de negócio  Modelos de Arquitetura Corporativa para temas estratégicos, épicos de negócio e de arquitetura, programas e portfólios  Nível de Programa:  Modelos de Arquitetura Corporativa para roteiros, trens de entrega, pista arquiteturas de alto nível, funcionalidades e suas dependências  Mapas de calor para mostrar o progresso na arquitetura, painéis de controle para priorização de funcionalidades e o acompanhamento do progresso  Nível de Equipe:  Ferramentas de Arquitetura Corporativa e de desenvolvimento: mapeamento entre modelos ArchiMate e, por exemplo, UML, centrados nos componentes de aplicativo e objetos de dados  Importar dados sobre o progresso de ferramentas de suporte Agile & DevOps (por exemplo, Jira, ServiceNow) para ferramentas de arquitetura e portfólio Ferramentas e Técnicas Ágeis e de Arquitetura
  • 28. PortfolioTeamProrgam Mapeando SAFe para Conceitos ArchiMate 28
  • 29.  O ambiente muda cada vez mais rápido; não se adaptar não é uma opção, agilidade é tudo  Agilidade não é apenas sobre processos de desenvolvimento de software, mas um problema corporativo  Arquitetura é indispensável para a agilidade sustentada  Use modelos para suportar, analisar e melhorar a agilidade  Implementar novos métodos é, em si, um processo de aprendizado ágil  A principal responsabilidade dos arquitetos: colaboração & coerência, entre as pessoas e entre os sistemas Conclusões 29
  • 30. Para saber mais...  Sobreviver & Prosperar com Métodos Ágeis: Um Guia para Arquitetos Corporativos  https://links.centus.com.br/a1  A Empresa Adaptativa - Prosperando em uma Era de Mudanças  https://links.centus.com.br/tvw  Biblioteca da Centus Consultoria  http://bizzdesign.centus.com.br/biblioteca  https://www.scaledagileframework.com/  Grupo de discussão no LinkedIn: ArchiMate Brazil
  • 31. Para mais informações, visite bizzdesign.centus.com.br antonioplais@centus.com.br (31) 99279-0920 www.centus.com.br 31