SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 58
A ERA VARGAS I
O QUE VAMOS APRENDER  SOBRE A ERA VARGAS? ,[object Object]
Fim da política café com leite;
Pretexto para a tomada do poder;
A revolução de 1930;
O governo provisório.
A revolta dos paulistanos;
O governo constitucional de Getulio Vargas;
Assembleia constituinte;
A constituição de 1934;
Organização política após a Constituição:integralistas e comunistas;,[object Object]
REVOLUÇÃO DE 1930 E O GOVERNO PROVISÓRIO Fim da política café com leite. 	Na primeirarepúblicaalternavam-se na presidência os representantes dos estados de São Paulo e MinasGerais, num arranjopolítico que ficou conhecido como política do café com leite. 	Essa hegemonia ficou abalada após a crise capitalista de 1929, pois as importações do cafédiminuíram e queda do preçodiminui a força dos grandes cafeicultores também. Além disso, o representante de São Paulo Washington Luis resolveulançar a candidatura de Júlio Preste, um paulista, quando era a vez de Minasindicarem seu representante.
Excluídos com essa atitude, mineirosuniram-se aos gaúchos e fizeram um acordo de se unir contra os paulistas e fundaram assim o partido político conhecido como Aliança Liberal. Acontecia assim uma reorganizaçãopolítica no poder do Brasil.
Pretexto para a tomada  do poder. 	Nas eleições de 1930 a aliançaliberal lançou as candidaturas de Getulio Vargas governador do Rio Grande do Sul, tendo como vice o governador da Paraíba, João pessoa contraJulio Prestes de São Paulo. Como era de se esperar Júlio Prestes vence.  	A aliança liberal tinha como propostas eleitorais um incentivo a produtos agrícolas, não só o café, proteção dos trabalhadores, incentivo a indústria, reforma política com a instituição do voto secreto, pois as fraudes das eleições eram comuns.
	A aliança liberal tinha supostamente aceitado a derrotapolítica de forma pacífica. Mas por motivos ligados a política da Paraíba, o candidato a vice de Vargas na presidência da República, JoãoPessoa, foi assassinado.  Os aliados de Vargas resolveram acusarWashingtonLuis e organizar uma armada contra o então mais novo presidente.
A revolução de 1930 A revolução teve início em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul em outubro de 1930. O movimento ganhou forças nos estados do Nordeste, o que se tornou insustentável a situação de WashingtonLuis. O presidente por forte pressão renunciou e um grupo de militarocupou o governo provisoriamente.
Revolução de 30
Em 3 de novembro de 1930 apoiado por militares e grande parte da população participante do movimento, Getulio Vargas tornou-se presidente do Brasil, inaugurando uma nova e longa fase da história de nossa nação.
Revisando: O que foi a “Revolução de 1930? Foi um golpe de estadorealizado por Vargas e seus aliadospolíticos para assumir a presidência da República, usando-se do assassinato de seu candidato a vice JoãoPessoa.
O governo Provisório 	Foi o governoinstituídoprovisoriamenteapós a revolução de 1930. Foi formada por representantes das oligarquiasestaduais e militares que apoiaram o movimento revolucionário. Vargas procurou nomearinterventores no lugar dos governadores, homens de força militar e representação nas oligarquias locais, fazendo assim uma união entre governofederal, militares e grandes oligarcas, o que agradaria a todos.
Governo Provisório Revolução de 30
A revolta dos Paulistanos A política dos interventoresdespertouresistência nos estados mais ricos, principalmente em SãoPaulo. Os paulistanos ficaram indignados com Vargas, por ter retirado o representante que eles haviam elegido e colocado um interventor que não era paulista.
	Em 9 de julho de 1932 começou em SãoPaulo uma reação armada contra o governofederal. Essa revolução ficou conhecida como “Revolução Constitucionalista de 1932” que durou 3 meses. Os revolucionáriosqueriam uma novaConstituição e um representante seu no governo de São Paulo.
“Revolução Constitucionalista de 1932”  Convocação do povo paulistano para lutar contra o governo Federal.
“Revolução Constitucionalista de 1932” Governo Provisório Revolução de 30
Revendo: Explique por que ocorreu a “Revoluçãoconstitucionalista de 1932”? Pois após assumir o poder com um golpe, Vargascolocouinterventores para governar os estados do Brasil. Os interventores eram homens das elites oligárquicas brasileira, e normalmente militares. Mas o interventorescolhido para SãoPaulonão era um paulista e nem representava os interesse paulistanos, o que gerou a revolta.
O GOVERNO CONSTITUCIONAL DE GETULIO VARGAS Assembleia Constituinte Após a revolução constitucionalista Vargastomou uma série de iniciativas para amenizar a situação de confrontos, muitas cedendo às pressões das elites paulistas. Iniciaram-se em 1932 quando Vargas convocou eleições para a Assembleia Nacional Constituinte, após as longas discussões a nova Constituição foi promulgada em 1934.
“Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Governo Provisório Revolução de 30
A Constituição de 1934    Além de instituir o voto secreto e extensivo à mulher, vamos ver alguns pontos: 1 – Legislação trabalhistas: Proibia a diferença de salário para um mesmo trabalho, regulamentação do trabalho das mulheres e dos menores, do descanso semanal e das férias remuneradas; 2 – Organização sindical: instituição da pluralidade (permissão de mais de um sindicato por setor ou ramo de atividade) e da autonomia sindical; 3 – Educação: ensino primário gratuito e obrigatório, regulamentação do ensino religioso como facultativo nas escolas públicas.  	Por voto indireto a Assembleia Nacional Constituinte elegeuGetulio Vargas presidente da República com mandato até1938, e a partir dessa data as eleições para presidente seriam por votosdiretos.
“Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação  Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical
                                          RESPONDA VOCÊ:    Quais foram às mudançasocorridas com a Constituição de 1934? 	Além de instituir o voto secreto e extensivo à mulher, vamos ver alguns pontos: 1 – Legislação trabalhistas: Proibia a diferença de salário para um mesmo trabalho, regulamentação do trabalho das mulheres e dos menores, do descanso semanal e das férias remuneradas; 2 – Organização sindical: instituição da pluralidade (permissão de mais de um sindicato por setor ou ramo de atividade) e da autonomia sindical; 3 – Educação: ensino primário gratuito e obrigatório, regulamentação do ensino religioso como facultativo nas escolas públicas.  	Por voto indireto a Assembleia Nacional Constituinte elegeuGetulio Vargas presidente da República com mandato até1938, e a partir dessa data as eleições para presidente seriam por votosdiretos.
Organização política após a Constituição: integralistas e comunistas Após a crise de 1929 a população brasileira se articulou em inúmeras greves no Rio, São Paulo e Rio Grande do Sul. Duas organizações políticas se formaram nesse período: AIB – Ação Integralista Brasileira e ANL – Aliança Nacionalista Libertadora. Vargas não era adepto aberto de nenhuma corrente, mas tendia a reprimir as ações da ANL.
AIB – Nacionalistas, os integralistasachavam que a democracia era um regimeincapaz de tirar o Brasil da crise. Inspirados em ideias e regimestotalitários, como o fascismo na Itália e o nazismo na Alemanha. Os integralistas eram acima de tudo contra o comunismo.
ANL – Esse grupoformou-se com diversos setoresdescontentes da sociedade brasileira. Opunha-seaointegralismo e ao avanço do nazismo e fascismo na Europa. Com tendência nacionalista, propunha a nacionalização de empresas estrangeiras, a reforma agrária e um governo popular para o Brasil. Nela predominavam os comunistas dirigidos por Luis Carlos Prestes.
“Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação  Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical Liberdade política AIB / ALN
 Prepara-se para um regime autoritário 	Em meados de 1935 o governofechou a ANL e a transformou em uma organização ilegal. Mesmo ilegalmente a ANL organizou uma revolta armada que pretendia retirarVargas do poder e colocar Luis Carlos Prestes em seu lugar.
Essa revolta ficou conhecida como “Intentona Comunista” e se restringiu às cidades de Natal, Recife e Rio de Janeiro. A revolta foi facilmente reprimida pelo governo federal que decretou o estado de sítio. Vargascondenou Luis Carlos Prestes a 30 anos de prisão e sua esposaOlga Benáriofoi deportada para a Alemanha, onde morreu em um campo de concentração.
“Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação  Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical Liberdade política AIB / ALN Intentona Comunista
O ESTADO NOVO As vésperas das eleições. Como tinha sido estipulado na constituição de 1934 as eleições aconteceriam em 1937 e o novo presidente seria eleito de forma direta assumindo em 1938. As campanhas já tinham começado e o paulista Armando de Sales Oliveira se lançou candidato à presidência, e apoiado pelo governo disputava o escritor paraibano José Américo Almeida.
Vargas mantinha uma posturadúbia, publicamenteapoiava e defendia as eleições. Mas nos bastidorespreparava um golpe para permanecer no poder. Apoiado pelos militares, só faltava o pretexto para suspender as eleições e anunciar sua continuidade no governo.  O que faltava para o golpe se concretizar???
O golpe que instituiu o Estado Novo  	O motivo alegado por Vargas para manter-se no governofoi o Plano Cohen, um suposto plano comunista para a tomada do poder. Mas tudo nãopassou de uma farsa, o plano foi elaborado pelos integralistas e aproveitado por chefes de militares do próprio governo de Vargas.
	Em 10 de novembro de 1937 as tropasfederaisfecharam o Congresso Nacional e no mesmo dia Getulio Vargas em transmissão pelo rádioinformou a instituição do Estado Novo. Os partidospolíticos foram dissolvidos, os governadores dos estados foram novamente substituídos por interventores. Vargassuspendeu os direitosdemocráticos instituídos pela Constituição e permaneceu no poder, suspendendo as eleições. Nos anos seguintes, até 1945, o Brasil viveu sob uma ditaduracomandada por Getulio Vargas.
“Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação  Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical Liberdade política AIB / ALN Intentona Comunista Plano Cohen Estado Novo
Respondendo Juntos: ComoVargasorganizou o golpe que instituiu o “EstadoNovo”? Após a Intentona Comunista, Vargasforjou um suposto golpe de Estado que queria tirá-lo do poder, esse golpe ficou conhecido como PlanoCohen. Assim pôde se aproveitar do estado de sítio que estava decretado desde a Intentona e assume o poder de forma ditatorial.
O crescimento da economia    brasileira 	Antes mesmo da 2ª Guerra Mundial ter se expandido, o governo dos EUApercebeu que a guerrapoderia se expandir pelo mundo. Por isso começou uma política de aproximação com o Brasil, pois teria assim um forte aliado na América do Sul. O governo brasileiro assinoucontratoscomerciais que favoreciam ao Brasil. 	Nos primeiros anos de conflito o preço da matéria-prima e dos produtos agrícolas, que eram a base da exportação do Brasil, subiu no mercadointernacionalmelhorando a economia do país.
	Os EUAreduziram a produção de artigos industrializados, o que estimulou o Brasil a produzir bens e mercadorias que atéentão eram importados, começou assim a implantação de um parque industrial nacional.
“Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação  Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical Liberdade política AIB / ALN Intentona Comunista Plano Cohen Estado Novo Crescimento Econômico
A estatização da economia. 	Durante o EstadoNovo a economiabrasileira foi marcada pela forte intervenção do estado e criação de conselhos regulatórios como: Conselho Nacional do Petróleo (CNP), Superintendência da Moeda e do Crédito, Companhia Vale do Rio Doce, Companhia Hidrelétrica do São Francisco, Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Esses setores de base foram fundamentais para o crescimento que o Brasil viveu no Estado Novo.
A nacionalização do Petróleo 	O Conselho Nacional do Petróleo, criado em 1938, tinha como função regular a exploração do petróleo do país. De um lado estavam os nacionalistas, que desejavam que a exploração do petróleo fosse feita somente por companhiasbrasileiras. De outro lado existiam os que defendiam a abertura da exploração para empresas estrangeiras.
“O petróleo é nosso” Começou a campanha“O petróleo é nosso” onde e 1947 militares, nacionalistas, jornalistas e estudantes formaram um grupo que tinha como uma das principais liderançasMonteiro Lobato.
Monteiro foi um grande líder desse movimento, ele acreditava que o petróleo tinha uma importanteestratégia e fundamental para o desenvolvimentonacional. Criou um personagem chamado “Jeca Tatu”, um caipira que se tornou um ícone nacional na luta pelo petróleo. Por suas posições, Lobato foi preso duas vezes durante a ditadura de Vargas.
A linha nacionalistavenceu e em 1953 foi criada a Petrobrás, que tinha o monopólio sobe as atividadespetrolíferas das jazidas do Brasil.  Petrobrás!!!
“Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação  Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical Liberdade política AIB / ALN Intentona Comunista Plano Cohen Estado Novo Crescimento Econômico  Estatização da Economia
Organização sindical e as leis trabalhistas.  Com a aceleração do processo industrial, os trabalhadoresurbanos se tornaram  uma preocupação central do EstadoNovo, novas leis para disciplinas para os sindicatos e regulamentadoras do trabalho começaram a surgir.
1 – Os sindicatos foram organizados por categorias profissional e passaram a ser totalmente controlados pelo Estado.  2 – Instituiu-se a Justiça do Trabalho para conciliar os conflitos entre patrões e empregados. Foi também criado o imposto sindical, que vigora até hoje, e equivale ao valor de um dia de trabalho descontado do salário,para ser repassado aos sindicatos e ao Ministério do Trabalho.
3 – Criou-se o saláriomínimo e foi elaborada a Consolidação das leis do Trabalho (CLT), um conjunto de normas que reuniu conquistas dos trabalhadores, como a proibição do trabalho para menores de 14 anos, a garantia de igualdadesalarial entre homens e mulheres e a jornada diária de 8horas de trabalho. 	O controle exercido sobre os sindicatos e a aplicação da legislação trabalhistas serviam como instrumento de propaganda perante as classes trabalhadoras.
O Brasil na Segunda Guerra Mundial 	A guerra teve início em 1939, mas o Brasil só aderiu em 1942.  	Em troca de financiamento para construir a CompanhiaSiderúrgicaNacional e para modernizar as ForçasArmadas, o Brasil permitiu que as tropas dos EUA se instalassem no Nordeste e passassem a fornecerborracha e minérios para a indústria dos paísesaliados.
A Alemanha afundou com seus submarinos os navios mercantes brasileiros, matando 600 pessoas. Diante disso o Brasil entrou na guerra em 1942 declarandoguerra ao Eixo. Depois de dois anos foram enviadas tropas para combater os nazistas na Itália, essas tropas ficaram conhecidas como FORÇA EXPEDICIONÁRIA BRASILEIRA (FEB).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (19)

Era Vargas - Prof. Altair Aguilar
Era Vargas - Prof. Altair AguilarEra Vargas - Prof. Altair Aguilar
Era Vargas - Prof. Altair Aguilar
 
Getulio vargas
Getulio vargasGetulio vargas
Getulio vargas
 
A era vargas 1930
A era vargas 1930A era vargas 1930
A era vargas 1930
 
ERA VARGAS
ERA VARGASERA VARGAS
ERA VARGAS
 
Estado novo vargas
Estado novo vargasEstado novo vargas
Estado novo vargas
 
Era vargas – governo provisório
Era vargas – governo provisórioEra vargas – governo provisório
Era vargas – governo provisório
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
 
Getúlio Vargas - ensino fundamental
Getúlio Vargas - ensino fundamentalGetúlio Vargas - ensino fundamental
Getúlio Vargas - ensino fundamental
 
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo DilmaRoteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
 
Eja era vargas - 2011
Eja   era vargas - 2011Eja   era vargas - 2011
Eja era vargas - 2011
 
2015 Era Vargas
2015  Era Vargas2015  Era Vargas
2015 Era Vargas
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
resumo: Era vargas
resumo: Era vargasresumo: Era vargas
resumo: Era vargas
 
Constituição de 1937 1945 pronto
 Constituição de 1937 1945 pronto Constituição de 1937 1945 pronto
Constituição de 1937 1945 pronto
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
Era Vargas (1930-1945)
Era Vargas (1930-1945)Era Vargas (1930-1945)
Era Vargas (1930-1945)
 
A era vargas (1930 1945)
A era vargas (1930 1945)A era vargas (1930 1945)
A era vargas (1930 1945)
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 

Semelhante a www.CentroApoio.com -História - A Era Vargas - Parte 1 - Vídeo Aulas

Semelhante a www.CentroApoio.com -História - A Era Vargas - Parte 1 - Vídeo Aulas (20)

www.AulasParticularesApoio.Com - História – Era Vargas
www.AulasParticularesApoio.Com - História – Era Vargaswww.AulasParticularesApoio.Com - História – Era Vargas
www.AulasParticularesApoio.Com - História – Era Vargas
 
www.aulaparticularonline.net.br - História – Era Vargas
www.aulaparticularonline.net.br - História – Era Vargaswww.aulaparticularonline.net.br - História – Era Vargas
www.aulaparticularonline.net.br - História – Era Vargas
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargaswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
 
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História – Era Vargas
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História – Era Vargaswww.AulasDeHistoriaApoio.com  - História – Era Vargas
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História – Era Vargas
 
Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
9° Ano - A era Vargas.ppt
9° Ano - A era Vargas.ppt9° Ano - A era Vargas.ppt
9° Ano - A era Vargas.ppt
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Era-Vargas-periodo de 15 anos de mandato, causas e consequências.
Era-Vargas-periodo de 15 anos de mandato, causas e consequências.Era-Vargas-periodo de 15 anos de mandato, causas e consequências.
Era-Vargas-periodo de 15 anos de mandato, causas e consequências.
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Aula 20 era vargas
Aula 20   era vargasAula 20   era vargas
Aula 20 era vargas
 
Governo de getulio
Governo de getulioGoverno de getulio
Governo de getulio
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
Vargas
VargasVargas
Vargas
 
Slide explicativo
Slide explicativoSlide explicativo
Slide explicativo
 
Revolução de 1930
Revolução de 1930Revolução de 1930
Revolução de 1930
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
 

Mais de Vídeo Aulas Apoio

Física - Gravitação universal -
Física - Gravitação universal -Física - Gravitação universal -
Física - Gravitação universal -Vídeo Aulas Apoio
 
Física - Instrumentos de Medidas Elétricas
Física - Instrumentos de Medidas ElétricasFísica - Instrumentos de Medidas Elétricas
Física - Instrumentos de Medidas ElétricasVídeo Aulas Apoio
 
Português - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo Aulas
Português - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo Aulas
Português - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo AulasVídeo Aulas Apoio
 
Matemática - Equações Polinomiais - www.CentroApoio.com
Matemática - Equações Polinomiais - www.CentroApoio.comMatemática - Equações Polinomiais - www.CentroApoio.com
Matemática - Equações Polinomiais - www.CentroApoio.comVídeo Aulas Apoio
 
Matemática - Geometria Espacial - Prisma e Cilindros - www.CentroApoio.com
Matemática - Geometria Espacial - Prisma e Cilindros - www.CentroApoio.comMatemática - Geometria Espacial - Prisma e Cilindros - www.CentroApoio.com
Matemática - Geometria Espacial - Prisma e Cilindros - www.CentroApoio.comVídeo Aulas Apoio
 
Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...
Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...
Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...Vídeo Aulas Apoio
 
História - Unificação Da Itália e Alemanha - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
História - Unificação Da Itália e Alemanha - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasHistória - Unificação Da Itália e Alemanha - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
História - Unificação Da Itália e Alemanha - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasVídeo Aulas Apoio
 
Português - Regência Verbal - Exercícios Resolvidos - www.CentroApoio.com - ...
Português - Regência Verbal - Exercícios Resolvidos -  www.CentroApoio.com - ...Português - Regência Verbal - Exercícios Resolvidos -  www.CentroApoio.com - ...
Português - Regência Verbal - Exercícios Resolvidos - www.CentroApoio.com - ...Vídeo Aulas Apoio
 
História - Neoloberalismo Afroasiatico - www.CentroApoio.com
História - Neoloberalismo Afroasiatico - www.CentroApoio.comHistória - Neoloberalismo Afroasiatico - www.CentroApoio.com
História - Neoloberalismo Afroasiatico - www.CentroApoio.comVídeo Aulas Apoio
 
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasVídeo Aulas Apoio
 
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.comHistória - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.comVídeo Aulas Apoio
 
Química Orgância - Funções Orgânicas - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Química Orgância - Funções Orgânicas -  www.CentroApoio.com - Vídeo AulasQuímica Orgância - Funções Orgânicas -  www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Química Orgância - Funções Orgânicas - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasVídeo Aulas Apoio
 
Português - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasVídeo Aulas Apoio
 
Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...
Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...
Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...Vídeo Aulas Apoio
 
Exercícios complemetar de dinãmica
Exercícios complemetar de dinãmicaExercícios complemetar de dinãmica
Exercícios complemetar de dinãmicaVídeo Aulas Apoio
 

Mais de Vídeo Aulas Apoio (20)

Física - Analise Dimensional
Física - Analise DimensionalFísica - Analise Dimensional
Física - Analise Dimensional
 
Física - Gravitação universal -
Física - Gravitação universal -Física - Gravitação universal -
Física - Gravitação universal -
 
Física - Instrumentos de Medidas Elétricas
Física - Instrumentos de Medidas ElétricasFísica - Instrumentos de Medidas Elétricas
Física - Instrumentos de Medidas Elétricas
 
Português - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo Aulas
Português - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo Aulas
Português - Sujeito e Vozes Do Verbo - www.centroapoio.com - Vídeo Aulas
 
Matemática - Equações Polinomiais - www.CentroApoio.com
Matemática - Equações Polinomiais - www.CentroApoio.comMatemática - Equações Polinomiais - www.CentroApoio.com
Matemática - Equações Polinomiais - www.CentroApoio.com
 
Matemática - Geometria Espacial - Prisma e Cilindros - www.CentroApoio.com
Matemática - Geometria Espacial - Prisma e Cilindros - www.CentroApoio.comMatemática - Geometria Espacial - Prisma e Cilindros - www.CentroApoio.com
Matemática - Geometria Espacial - Prisma e Cilindros - www.CentroApoio.com
 
Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...
Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...
Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...
 
História - Unificação Da Itália e Alemanha - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
História - Unificação Da Itália e Alemanha - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasHistória - Unificação Da Itália e Alemanha - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
História - Unificação Da Itália e Alemanha - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
 
Português - Regência Verbal - Exercícios Resolvidos - www.CentroApoio.com - ...
Português - Regência Verbal - Exercícios Resolvidos -  www.CentroApoio.com - ...Português - Regência Verbal - Exercícios Resolvidos -  www.CentroApoio.com - ...
Português - Regência Verbal - Exercícios Resolvidos - www.CentroApoio.com - ...
 
História - Neoloberalismo Afroasiatico - www.CentroApoio.com
História - Neoloberalismo Afroasiatico - www.CentroApoio.comHistória - Neoloberalismo Afroasiatico - www.CentroApoio.com
História - Neoloberalismo Afroasiatico - www.CentroApoio.com
 
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
 
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.comHistória - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
 
Química Orgância - Funções Orgânicas - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Química Orgância - Funções Orgânicas -  www.CentroApoio.com - Vídeo AulasQuímica Orgância - Funções Orgânicas -  www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Química Orgância - Funções Orgânicas - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
 
Português - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Concordância Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
 
Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...
Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...
Matemática - Análise Combinatória - Com Exercícios Resolvidos - www.CentroApo...
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Trabalho e energia mec+énica
Trabalho e energia mec+énicaTrabalho e energia mec+énica
Trabalho e energia mec+énica
 
Dinâmica apostila 2
Dinâmica   apostila 2Dinâmica   apostila 2
Dinâmica apostila 2
 
Gravitação universal
Gravitação universalGravitação universal
Gravitação universal
 
Exercícios complemetar de dinãmica
Exercícios complemetar de dinãmicaExercícios complemetar de dinãmica
Exercícios complemetar de dinãmica
 

Último

EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 

www.CentroApoio.com -História - A Era Vargas - Parte 1 - Vídeo Aulas

  • 2.
  • 3. Fim da política café com leite;
  • 4. Pretexto para a tomada do poder;
  • 7. A revolta dos paulistanos;
  • 8. O governo constitucional de Getulio Vargas;
  • 11.
  • 12. REVOLUÇÃO DE 1930 E O GOVERNO PROVISÓRIO Fim da política café com leite. Na primeirarepúblicaalternavam-se na presidência os representantes dos estados de São Paulo e MinasGerais, num arranjopolítico que ficou conhecido como política do café com leite. Essa hegemonia ficou abalada após a crise capitalista de 1929, pois as importações do cafédiminuíram e queda do preçodiminui a força dos grandes cafeicultores também. Além disso, o representante de São Paulo Washington Luis resolveulançar a candidatura de Júlio Preste, um paulista, quando era a vez de Minasindicarem seu representante.
  • 13. Excluídos com essa atitude, mineirosuniram-se aos gaúchos e fizeram um acordo de se unir contra os paulistas e fundaram assim o partido político conhecido como Aliança Liberal. Acontecia assim uma reorganizaçãopolítica no poder do Brasil.
  • 14. Pretexto para a tomada do poder. Nas eleições de 1930 a aliançaliberal lançou as candidaturas de Getulio Vargas governador do Rio Grande do Sul, tendo como vice o governador da Paraíba, João pessoa contraJulio Prestes de São Paulo. Como era de se esperar Júlio Prestes vence. A aliança liberal tinha como propostas eleitorais um incentivo a produtos agrícolas, não só o café, proteção dos trabalhadores, incentivo a indústria, reforma política com a instituição do voto secreto, pois as fraudes das eleições eram comuns.
  • 15. A aliança liberal tinha supostamente aceitado a derrotapolítica de forma pacífica. Mas por motivos ligados a política da Paraíba, o candidato a vice de Vargas na presidência da República, JoãoPessoa, foi assassinado. Os aliados de Vargas resolveram acusarWashingtonLuis e organizar uma armada contra o então mais novo presidente.
  • 16. A revolução de 1930 A revolução teve início em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul em outubro de 1930. O movimento ganhou forças nos estados do Nordeste, o que se tornou insustentável a situação de WashingtonLuis. O presidente por forte pressão renunciou e um grupo de militarocupou o governo provisoriamente.
  • 18. Em 3 de novembro de 1930 apoiado por militares e grande parte da população participante do movimento, Getulio Vargas tornou-se presidente do Brasil, inaugurando uma nova e longa fase da história de nossa nação.
  • 19. Revisando: O que foi a “Revolução de 1930? Foi um golpe de estadorealizado por Vargas e seus aliadospolíticos para assumir a presidência da República, usando-se do assassinato de seu candidato a vice JoãoPessoa.
  • 20. O governo Provisório Foi o governoinstituídoprovisoriamenteapós a revolução de 1930. Foi formada por representantes das oligarquiasestaduais e militares que apoiaram o movimento revolucionário. Vargas procurou nomearinterventores no lugar dos governadores, homens de força militar e representação nas oligarquias locais, fazendo assim uma união entre governofederal, militares e grandes oligarcas, o que agradaria a todos.
  • 22. A revolta dos Paulistanos A política dos interventoresdespertouresistência nos estados mais ricos, principalmente em SãoPaulo. Os paulistanos ficaram indignados com Vargas, por ter retirado o representante que eles haviam elegido e colocado um interventor que não era paulista.
  • 23. Em 9 de julho de 1932 começou em SãoPaulo uma reação armada contra o governofederal. Essa revolução ficou conhecida como “Revolução Constitucionalista de 1932” que durou 3 meses. Os revolucionáriosqueriam uma novaConstituição e um representante seu no governo de São Paulo.
  • 24. “Revolução Constitucionalista de 1932” Convocação do povo paulistano para lutar contra o governo Federal.
  • 25. “Revolução Constitucionalista de 1932” Governo Provisório Revolução de 30
  • 26. Revendo: Explique por que ocorreu a “Revoluçãoconstitucionalista de 1932”? Pois após assumir o poder com um golpe, Vargascolocouinterventores para governar os estados do Brasil. Os interventores eram homens das elites oligárquicas brasileira, e normalmente militares. Mas o interventorescolhido para SãoPaulonão era um paulista e nem representava os interesse paulistanos, o que gerou a revolta.
  • 27. O GOVERNO CONSTITUCIONAL DE GETULIO VARGAS Assembleia Constituinte Após a revolução constitucionalista Vargastomou uma série de iniciativas para amenizar a situação de confrontos, muitas cedendo às pressões das elites paulistas. Iniciaram-se em 1932 quando Vargas convocou eleições para a Assembleia Nacional Constituinte, após as longas discussões a nova Constituição foi promulgada em 1934.
  • 28. “Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Governo Provisório Revolução de 30
  • 29. A Constituição de 1934 Além de instituir o voto secreto e extensivo à mulher, vamos ver alguns pontos: 1 – Legislação trabalhistas: Proibia a diferença de salário para um mesmo trabalho, regulamentação do trabalho das mulheres e dos menores, do descanso semanal e das férias remuneradas; 2 – Organização sindical: instituição da pluralidade (permissão de mais de um sindicato por setor ou ramo de atividade) e da autonomia sindical; 3 – Educação: ensino primário gratuito e obrigatório, regulamentação do ensino religioso como facultativo nas escolas públicas. Por voto indireto a Assembleia Nacional Constituinte elegeuGetulio Vargas presidente da República com mandato até1938, e a partir dessa data as eleições para presidente seriam por votosdiretos.
  • 30. “Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical
  • 31. RESPONDA VOCÊ: Quais foram às mudançasocorridas com a Constituição de 1934? Além de instituir o voto secreto e extensivo à mulher, vamos ver alguns pontos: 1 – Legislação trabalhistas: Proibia a diferença de salário para um mesmo trabalho, regulamentação do trabalho das mulheres e dos menores, do descanso semanal e das férias remuneradas; 2 – Organização sindical: instituição da pluralidade (permissão de mais de um sindicato por setor ou ramo de atividade) e da autonomia sindical; 3 – Educação: ensino primário gratuito e obrigatório, regulamentação do ensino religioso como facultativo nas escolas públicas. Por voto indireto a Assembleia Nacional Constituinte elegeuGetulio Vargas presidente da República com mandato até1938, e a partir dessa data as eleições para presidente seriam por votosdiretos.
  • 32. Organização política após a Constituição: integralistas e comunistas Após a crise de 1929 a população brasileira se articulou em inúmeras greves no Rio, São Paulo e Rio Grande do Sul. Duas organizações políticas se formaram nesse período: AIB – Ação Integralista Brasileira e ANL – Aliança Nacionalista Libertadora. Vargas não era adepto aberto de nenhuma corrente, mas tendia a reprimir as ações da ANL.
  • 33. AIB – Nacionalistas, os integralistasachavam que a democracia era um regimeincapaz de tirar o Brasil da crise. Inspirados em ideias e regimestotalitários, como o fascismo na Itália e o nazismo na Alemanha. Os integralistas eram acima de tudo contra o comunismo.
  • 34. ANL – Esse grupoformou-se com diversos setoresdescontentes da sociedade brasileira. Opunha-seaointegralismo e ao avanço do nazismo e fascismo na Europa. Com tendência nacionalista, propunha a nacionalização de empresas estrangeiras, a reforma agrária e um governo popular para o Brasil. Nela predominavam os comunistas dirigidos por Luis Carlos Prestes.
  • 35. “Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical Liberdade política AIB / ALN
  • 36. Prepara-se para um regime autoritário Em meados de 1935 o governofechou a ANL e a transformou em uma organização ilegal. Mesmo ilegalmente a ANL organizou uma revolta armada que pretendia retirarVargas do poder e colocar Luis Carlos Prestes em seu lugar.
  • 37. Essa revolta ficou conhecida como “Intentona Comunista” e se restringiu às cidades de Natal, Recife e Rio de Janeiro. A revolta foi facilmente reprimida pelo governo federal que decretou o estado de sítio. Vargascondenou Luis Carlos Prestes a 30 anos de prisão e sua esposaOlga Benáriofoi deportada para a Alemanha, onde morreu em um campo de concentração.
  • 38. “Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical Liberdade política AIB / ALN Intentona Comunista
  • 39. O ESTADO NOVO As vésperas das eleições. Como tinha sido estipulado na constituição de 1934 as eleições aconteceriam em 1937 e o novo presidente seria eleito de forma direta assumindo em 1938. As campanhas já tinham começado e o paulista Armando de Sales Oliveira se lançou candidato à presidência, e apoiado pelo governo disputava o escritor paraibano José Américo Almeida.
  • 40. Vargas mantinha uma posturadúbia, publicamenteapoiava e defendia as eleições. Mas nos bastidorespreparava um golpe para permanecer no poder. Apoiado pelos militares, só faltava o pretexto para suspender as eleições e anunciar sua continuidade no governo. O que faltava para o golpe se concretizar???
  • 41. O golpe que instituiu o Estado Novo O motivo alegado por Vargas para manter-se no governofoi o Plano Cohen, um suposto plano comunista para a tomada do poder. Mas tudo nãopassou de uma farsa, o plano foi elaborado pelos integralistas e aproveitado por chefes de militares do próprio governo de Vargas.
  • 42. Em 10 de novembro de 1937 as tropasfederaisfecharam o Congresso Nacional e no mesmo dia Getulio Vargas em transmissão pelo rádioinformou a instituição do Estado Novo. Os partidospolíticos foram dissolvidos, os governadores dos estados foram novamente substituídos por interventores. Vargassuspendeu os direitosdemocráticos instituídos pela Constituição e permaneceu no poder, suspendendo as eleições. Nos anos seguintes, até 1945, o Brasil viveu sob uma ditaduracomandada por Getulio Vargas.
  • 43. “Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical Liberdade política AIB / ALN Intentona Comunista Plano Cohen Estado Novo
  • 44. Respondendo Juntos: ComoVargasorganizou o golpe que instituiu o “EstadoNovo”? Após a Intentona Comunista, Vargasforjou um suposto golpe de Estado que queria tirá-lo do poder, esse golpe ficou conhecido como PlanoCohen. Assim pôde se aproveitar do estado de sítio que estava decretado desde a Intentona e assume o poder de forma ditatorial.
  • 45. O crescimento da economia brasileira Antes mesmo da 2ª Guerra Mundial ter se expandido, o governo dos EUApercebeu que a guerrapoderia se expandir pelo mundo. Por isso começou uma política de aproximação com o Brasil, pois teria assim um forte aliado na América do Sul. O governo brasileiro assinoucontratoscomerciais que favoreciam ao Brasil. Nos primeiros anos de conflito o preço da matéria-prima e dos produtos agrícolas, que eram a base da exportação do Brasil, subiu no mercadointernacionalmelhorando a economia do país.
  • 46. Os EUAreduziram a produção de artigos industrializados, o que estimulou o Brasil a produzir bens e mercadorias que atéentão eram importados, começou assim a implantação de um parque industrial nacional.
  • 47. “Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical Liberdade política AIB / ALN Intentona Comunista Plano Cohen Estado Novo Crescimento Econômico
  • 48. A estatização da economia. Durante o EstadoNovo a economiabrasileira foi marcada pela forte intervenção do estado e criação de conselhos regulatórios como: Conselho Nacional do Petróleo (CNP), Superintendência da Moeda e do Crédito, Companhia Vale do Rio Doce, Companhia Hidrelétrica do São Francisco, Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Esses setores de base foram fundamentais para o crescimento que o Brasil viveu no Estado Novo.
  • 49. A nacionalização do Petróleo O Conselho Nacional do Petróleo, criado em 1938, tinha como função regular a exploração do petróleo do país. De um lado estavam os nacionalistas, que desejavam que a exploração do petróleo fosse feita somente por companhiasbrasileiras. De outro lado existiam os que defendiam a abertura da exploração para empresas estrangeiras.
  • 50. “O petróleo é nosso” Começou a campanha“O petróleo é nosso” onde e 1947 militares, nacionalistas, jornalistas e estudantes formaram um grupo que tinha como uma das principais liderançasMonteiro Lobato.
  • 51. Monteiro foi um grande líder desse movimento, ele acreditava que o petróleo tinha uma importanteestratégia e fundamental para o desenvolvimentonacional. Criou um personagem chamado “Jeca Tatu”, um caipira que se tornou um ícone nacional na luta pelo petróleo. Por suas posições, Lobato foi preso duas vezes durante a ditadura de Vargas.
  • 52. A linha nacionalistavenceu e em 1953 foi criada a Petrobrás, que tinha o monopólio sobe as atividadespetrolíferas das jazidas do Brasil. Petrobrás!!!
  • 53. “Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical Liberdade política AIB / ALN Intentona Comunista Plano Cohen Estado Novo Crescimento Econômico Estatização da Economia
  • 54. Organização sindical e as leis trabalhistas. Com a aceleração do processo industrial, os trabalhadoresurbanos se tornaram uma preocupação central do EstadoNovo, novas leis para disciplinas para os sindicatos e regulamentadoras do trabalho começaram a surgir.
  • 55. 1 – Os sindicatos foram organizados por categorias profissional e passaram a ser totalmente controlados pelo Estado. 2 – Instituiu-se a Justiça do Trabalho para conciliar os conflitos entre patrões e empregados. Foi também criado o imposto sindical, que vigora até hoje, e equivale ao valor de um dia de trabalho descontado do salário,para ser repassado aos sindicatos e ao Ministério do Trabalho.
  • 56. 3 – Criou-se o saláriomínimo e foi elaborada a Consolidação das leis do Trabalho (CLT), um conjunto de normas que reuniu conquistas dos trabalhadores, como a proibição do trabalho para menores de 14 anos, a garantia de igualdadesalarial entre homens e mulheres e a jornada diária de 8horas de trabalho. O controle exercido sobre os sindicatos e a aplicação da legislação trabalhistas serviam como instrumento de propaganda perante as classes trabalhadoras.
  • 57. O Brasil na Segunda Guerra Mundial A guerra teve início em 1939, mas o Brasil só aderiu em 1942. Em troca de financiamento para construir a CompanhiaSiderúrgicaNacional e para modernizar as ForçasArmadas, o Brasil permitiu que as tropas dos EUA se instalassem no Nordeste e passassem a fornecerborracha e minérios para a indústria dos paísesaliados.
  • 58. A Alemanha afundou com seus submarinos os navios mercantes brasileiros, matando 600 pessoas. Diante disso o Brasil entrou na guerra em 1942 declarandoguerra ao Eixo. Depois de dois anos foram enviadas tropas para combater os nazistas na Itália, essas tropas ficaram conhecidas como FORÇA EXPEDICIONÁRIA BRASILEIRA (FEB).
  • 59. “Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical Liberdade política AIB / ALN Intentona Comunista Plano Cohen Estado Novo Crescimento Econômico Estatização da Economia Brasil na 2° Guerra
  • 60. Repercussões de guerra no Brasil Durante a guerra o Brasil passou por problemas de abastecimentos de produtos de primeira necessidade como combustível, remédio, tecido e trigo. As atividadesrelacionadas a emigrantesitalianos,alemães e japoneses passaram a ser monitorada. No sul as colôniasitalianas e alemãs passaram a ser vigiadas, proibiu-se o ensino de línguaestrangeira nas escolas (se ensinava italiano e alemão nas colônias). Os clubes de futebol que tinha em seu nome referências a países do Eixotiveram de mudar seus nomes, o SocietáSportiva Palestra Itália passou a ser chamado Cruzeiro Esporte Clube e o Palestra Itália de São Paulo passou a se chamar Palmeiras.
  • 61. A renúncia de Vargas Ao final da 2ªGuerra, quando todas as ditaduras com regime fascistas e nazistas foram derrotadas, a situação de Vargas se tornou insustentável. Como uma ditadurabrasileira teria lutadocontra as ditaduraseuropéias do lado dos aliados? No interior do Brasil as oposições exigiam mudanças. Liderados pela UNE, União Nacional dos Estudantes, os estudantes se opuseram contra o governo, a elite liberal de Minas Gerais lançou luta contra a ditadura e ficou conhecido como “Manifesto dos Mineiros”.
  • 62. “Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical Liberdade política AIB / ALN Intentona Comunista Plano Cohen Estado Novo Crescimento Econômico Estatização da Economia Brasil na 2° Guerra Renúncia de Vargas
  • 63. Revisando: Por que ficou tão difícil Vargas manter sua ditadura após a 2ª Guerra Mundial? Ao final da 2ª Guerra, quando todas as ditaduras com regime fascistas e nazistas foram derrotadas, a situação de Vargas se tornou insustentável. Como uma ditadurabrasileira teria lutadocontra as ditaduraseuropéias do lado dos aliados?
  • 64. Eu voltarei!!!! Após inúmeras manifestações públicas começou a ficarimpossívelreprimir com violência e intolerância a todas. Assim pressionado pelos militares (mesmo grupo que o conduziu ao poder em 1930),Getulio Vargas foi obrigado a ceder e renunciar o poder em 1945.
  • 65. “Revolução Constitucionalista de 1932” Constituição de 34 Educação Legislação trabalhista Governo constitucionalista Governo Provisório Revolução de 30 Organização sindical Liberdade política AIB / ALN Intentona Comunista Plano Cohen Estado Novo Crescimento Econômico Estatização da Economia Brasil na 2° Guerra Renúncia de Vargas
  • 66. BIBLIOGRAFIA COTRIN, Gilberto. História Global , Brasil e Geral . Editora Saraiva , 2009. FIGUEIRA, Divalte Garcia ; VARGAS, João Tristan Para entender história. Editora Saraiva , 2009. BOULOS, Alfredo Junior. História, Sociedade e Cidadania. Editora FTD , 2009. DREGER ,Ricardo ; TOLEDO, Eliete. Nova História. Conceito e procedimento. Editora Atual , 2009.