In(ter)palestra

202 visualizações

Publicada em

PALESTRA CCF - HISTÓRIA

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
202
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

In(ter)palestra

  1. 1. ENTRE A PEDRA E A PRAIAUMA ESTARADA PARA CAMINHARNA PRAIA A LEMBRANÇA DA PEDRAQUE EXISTE NO MEU PENSARO VERBO CONTIDO NA PEDRATANGEU O MEU SER PARA O MARO MAR QUE ASSANHA O POETADOS VERSOS DE ITAPEAÇA
  2. 2. NASCIMENTO: 26 DE AGOSTO DE 1954“MEU SANGUE FLUI FLUMINENSE! SOU VERSO PRAIAGRANDENSE, LÁ DA TERRA DA PROMISSÃO.”
  3. 3. Em 1967, aos 13 anos! Porconsenso familiar fui mandadopara estudar no Colégio dePádua em Santo Antonio dePádua/RJ.O colégio funcionava em regimede internato. Seu lema: ESTOVIR – Seja homem!Já adaptado aos rigoresescolares, participei e fuipremiado num concursoliterário organizado pelo colégioe patrocinado pelo Jornal O Em 1969, deixamos a históricaGLOBO, a Livraria Atheneu-RJ e sede do colégio, para irmosa Embaixada da França. estudar nas novas instalações que ficavam na colina do Farol. Eu sou na primeira linha de alunos, o terceiro da direita para a esquerda.
  4. 4. Meu prêmio! Um diplomaque se perdeu no Tempode muitas andanças, e umconjunto De livros que meapontaram um caminho aSeguir.“A LIVRE ESCOLHA QUE OHOMEM FAZ DE SI MESMO Foram livros como este, aquelesIDENTIFICA-SE TOTALMENTE Que recebi como prêmio. Eles me levaram a fazer a minhaCOM AQUILO QUE SE CHAMA escolha pela Poesia. Eles meDESTINO” apresentaram a Paul Verlaine, Stéphane Mallarmé, Arthur JEAN PAUL SARTRE. Rimbauld e Charles Cross de Fabrezam, o CCF do século XIX.
  5. 5. • “Minha alma tem segredos, e esta vida um mistério” Félix Arvers “Embriaga-te...sem cessar! 23/07/1806 a 07/11/1850 De vinho, de Poesia ou de virtude, a teu gosto.” Charles Baudelaire 09/04/1821 a 31/08/1887 Com esses comecei a caminhar nos segredos e mistérios da Poesia, e a embriagar-me de leitura. O que me permitiu despertar minha inspiração e adquirir uma opinião Ativa, suportada por uma argumentação pró ou contra algo que me fosse colocado. E assim tem sido até hoje! Soltei as amarras definitivamente que me levaram a “mares nunca dantes navegados” de MACABI.
  6. 6. MACHADO DE ASSIS BILAC21/06/1839 a 29/09/1908 CASTRO ALVES 16/12/1865 a 28/12/1918 14/03/1847 a 06/07/1871Para sentir a brisa dos versos eternos dos CCFinspiradores. C. D. DE ANDRADE 31/10/1902 a 17/08/1987 Cecília Meirelles 7/11/1901 a 9/11/1964 Ferreira Gullar - 10/09/1930
  7. 7. As tempestades existenciais foram a mim trazidas Por “unanimidades ululantes”. Com eles e muitos, aprendi que:NELSON RODRIGUES23/08/1912 a 1/12/1980 “Não conhecerás um Poeta que não possa ser lido, admirado...sem deixar de ser você mesmo.(CCF) JORGE TUFIK DALTON TREVISAN 13/08/1931 14 de junho de 1925
  8. 8. Eu comecei a ser eu mesmo de fato, a partir de então, poisaté a descoberta que a Poesia estava em mim, eu eraapenas mais uma boca faminta e rebelde no seio de umaFamília que tinha na sua estrutura:Mestre/Contador, Procuradora, Juiz e Analistas...Meu Pai, Mestre de obras e contador de causos nas biroscasde Itaperuna;Minha Mãe, procuradora de confusão, por se casar ao 17anos com meu pai que tinha 18, isso em 1953.Meu padrinho, Juiz de Jogo de malha. 1º Esporte; na época,na preferência dos itaperunenses depois do futebol.Minhas tias, analistas da vida dos outros;MAS! Para a salvação da minha pobre e condenada alma,existiu si, um PROFESSOR, um verdadeiro mestre.
  9. 9. FRANCISCO CORRÊA NETOObs importante: O FUSCÃO AO LADO DELE, ERA MEU.É ele que convence aos demais familiares que a soluçãopara a minha vida estava em ir estudar em Pádua.Na verdade o seu desejo real era mandar-me para Israel...E ele podia fazer isso, eu lhes garanto!O tempo provou que ele tinha razão. Lá em Pádua euaprendi a maior lição da minha vida:“ Nem tudo que lhe parecemuito ruim, é na verdade ofim! Pode ser o começo doseu melhor.(CCF)”
  10. 10. E foi assim que para a minha Poesia ganhar Liberdade e Amor POESIA: RETRATO DE UM AMOR (...)ESTA MARCA NO MEU PEITO QUE OS SEUS DENTES PROVOCA ESSE ARRANHADO NO SEU DORSO DEIXADO PELAS MINHAS GARRAS ESTE GRANDE ALVOROÇO POESIA: INCONSTANTE QUANDO EXPLODIMOS NO GOZO DAS NOSSAS PRÓPRIAS TARAS(...)MINHA 1ª POESIA PUBLICADA EMLIVRO - 1990
  11. 11. O tempo consente que o Nesta Antologia eu Participo com 20Homem assuma a sua Poesias – 9 PoetasProfissão de Poeta. (...)Eu sou... ALGUÉM QUE AINDA ESPERA VER A MASSA AMBULANTE CUSPIR COM PRAZER MATAMORFOSEANDO AS ESTRUTURAS CORROMPIDAS DO PODER(...)Permitindo que o seu...DESTINO EMTRANSIÇÃO(Livro solo),construa naturalmente detempo em tempo, novasobras literárias.
  12. 12. LIVROS ARTESANAIS PREFÁCIOSANTOLOGIASQUE CONFIGURAM ENTRE EU QUE AS CRIO EVOCÊ QUE AS LEEM, AS MINHAS... IN(TER)AÇÕES
  13. 13. PARA FAZER O DOWNLOADS,ACESSE:www.delnerobookstore.comVisite a Del Nero VirtualBookstore e faça odownload.Depois mande para mim, assuas considerações arespeito desta obra.“Sua opinião se não inflar oMeu ego, vai corrigir o meurumo-CCF”BOA LEITURA!

×