SlideShare uma empresa Scribd logo

Ap como se_faz_um_relatorio_falling_star

ISCET
ISCET
1 de 5
Baixar para ler offline
COMO SE FAZ UM RELATÓRIO

A consulta de um dicionário de Língua Portuguesa dá-nos a seguinte definição de relatório:
"exposição circunstanciada e objectiva, oral ou por escrito, daquilo que se viu, estudou,
observou, analisou... ".

Ao longo da tua vida académica e profissional, vais ter de produzir relatórios cujos objectivos
são descrever situações, factos, actividades, comunicar um trabalho, uma pesquisa, um
projecto desenvolvido. Para além do papel de comunicação que o relatório efectivamente tem,
a sua elaboração permite uma análise crítica sobre o trabalho e a perspectivação da
actividade futura. Daí que num relatório, não te possas limitar a descrever o que foi feito, mas
como foi feito: deves registar os processos que te levaram a determinadas conclusões, as
dificuldades sentidas, as hipóteses de trabalho levantadas, etc.

O professor avisa com antecedência o dia em que terás de apresentar o(s) relatório(s). Tens
de reter dois aspectos muito importantes:

1 – Cumprimento do prazo – se entregas um relatório fora do prazo podes ser penalizado na
avaliação. Na tua vida futura, pode até acontecer que o teu trabalho não seja aceite.

2 – Um relatório prepara-se com tempo. O conhecimento antecipado da data de entrega
permite-te gerir o tempo da sua produção para que o documento final reflicta cuidado na
apresentação e um conteúdo substancial, quer dizer, que reflicta de facto o teu trabalho.

Tipos de relatório
No âmbito da AP vais ter de produzir diferentes tipos de relatórios:

1 - Relatório de actividade
2 - Relatório de desenvolvimento/processo
3 - Relatório do produto final

Vamos analisar os objectivos de cada um destes tipos de relatório e de seguida a estrutura
que deves seguir para a sua elaboração.

       1 - Relatório de actividade – o professor pode solicitar um relatório individual ou de
       grupo de uma iniciativa, de uma saída ou actividade de campo, de uma visita de estudo,
       de um conjunto de actividades produzidas num determinado período de tempo.

       2 - Relatório de desenvolvimento/processo – está prevista a apresentação de um
       relatório do desenvolvimento do projecto em AP em dois momentos:
              * no fim do 1° período;
              * no Carnaval.

Contudo, o professor pode solicitar um relatório de desenvolvimento sempre que considere
oportuno.




                                                                                              1
Os objectivos destes relatórios, também designados por relatórios de processo, são, entre
outros, os seguintes:

       permitem que o grupo e cada um dos seus elementos tome consciência do processo
      de execução do projecto e da participação de cada um;
       ajudam a reflectir sobre as dificuldades e até bloqueios do projecto favorecendo a
      sua superação;
       podem orientar a reformulação do projecto;
       promovem a auto-avaliação;
       constituem elementos de avaliação para o professor.

      3 - Relatório do produto final – acompanha a apresentação do produto no fim do ano
      lectivo. O produto final é a concretização do projecto desenvolvido: integra a
      experiência do projecto.

Pode acontecer que ao longo do ano o professor solicite produtos do trabalho, e nesse caso,
estás a apresentar um relatório de produto.

Em diferentes momentos terás de apresentar quer relatórios individuais, quer relatórios de
grupo. A sua solicitação é geralmente acompanhada por um conjunto de instruções que te
orientam na sua produção.

A estrutura de um relatório
Vamos apresentar-te um conjunto de elementos que poderás encarar como um guião para a
elaboração de relatórios.
Geralmente o relatório apresenta as seguintes partes: capa, índice, texto, anexos.

Capa
Na capa devem constar os seguintes elementos:
       O nome da escola
       O título (por exemplo. "Relatório do Trabalho de Projecto")
       A tua identificação
       A identificação do professor
       A data

Apesar de a capa não ter registado o número de página, conta como página 1.

Índice
Na página 2 deves registar o índice, que tem como função apresentar a estrutura do relatório
e a sua localização através do registo da página. Exemplo:

      1 - Introdução ....................................................... 3
      2 - O carácter da Área de Projecto ................ 5
      3-
      4-
      5 - Bibliografia ................................................... 15
      6 - Anexos .......................................................... 17


                                                                                          2
Texto
Deves iniciar o teu texto com uma introdução em que justificas a razão de ser do relatório e
os seus objectivos. Podes apresentar, brevemente, o plano do texto que produziste. No
relatório, isto é no texto propriamente dito, identificas o objectivo do relatório, descreves o
trabalho que realizaste, as metodologias utilizadas, os resultados e as dificuldades que
encontraste, as questões que o trabalho suscitou.

Um relatório que se limite a descrever as actividades desenvolvidas é pobre: é a reflexão
sobre as dificuldades que sentiste, a forma como as ultrapassaste, o modo como interagiste
com os teus colegas e com outras pessoas com quem colaboraste que torna o teu relatório um
documento único, porque reflecte a tua experiência pessoal. Mostra como organizaste e
desenvolveste o trabalho e a tua contribuição para o grupo: integra, portanto, uma apreciação
autocrítica do teu trabalho.

Deves incluir uma conclusão onde registes comentários finais, observações críticas e um
balanço genérico da actividade ou do trabalho objecto do relatório.

No teu texto, há alguns aspectos éticos que deves respeitar:
       só citar documentos selectivamente consultados;
       citar as fontes a que recorreste, registando todos os dados que permitam a sua
      identificação;
       ser rigoroso no registo dos dados e nos contactos que mantiveste;
       ser autêntico na descrição das tuas experiências e na análise crítica que produzas.

Anexos
Nos anexos, deves integrar os documentos, gráficos, legislação, imagens, conforme o caso.
Estes materiais devem ser numerados e a paginação deve continuar a do texto principal. Deves
incluir também a bibliografia

Redacção e apresentação gráfica
No teu relatório, a forma como rediges tem muita importância.

Assim:
          procura apresentar as tuas ideias de forma estruturada, com clareza e rigor;
          as frases e os parágrafos não devem ser extensos;
          a expressão deve ser correcta e clara. Procura fazer várias revisões para evitares
         erros ou frases mal construídas;
          podes utilizar a primeira pessoa do singular ou a primeira do plural.

A apresentação gráfica do relatório é também relevante, devendo-se pautar pela descrição e
pela regularidade. Apresentamos-te algumas sugestões:
        tipo de letra: Deves escolher uma fonte que seja discreta e bem legível;
        tamanho: os textos devem ter tamanho 12; as notas de rodapé devem ser escritas
       em tamanho 8;
        os títulos devem ser escritos a bold (negrito), hierarquizados, isto é, usando
       diferentes tamanhos para os títulos e os subtítulos;
        espaçamento – 1,5;
        tipo de papel: A4 branco.

                                                                                             3
Avaliação do relatório
O teu professor de AP esclarecerá os critérios que terá em conta na avaliação. Contudo, há
alguns aspectos que são comuns à avaliação dos relatórios:
        a organização do trabalho:
       a descrição ordenada dos procedimentos:
       a justificação das opções tomadas:
       a organização das ideias e dos raciocínios:
       a clareza e correcção da linguagem utilizada:
       a criatividade.

A título de exemplo, apresentamos dois modelos de relatórios.

RELATÓRIO DO 1° PERÍODO
O relatório que tens de apresentar para Área de Projecto é o primeiro. do ponto de vista
formal. Informalmente, em diálogo com o professor ou com os teus colegas de grupo ou de
turma, já produziste muitos relatórios informais. Reconheces afirmações como:
    “Já percebo melhor o que se pretende com área de Projecto”;
    “Não sabia que as consequências das faltas em AP eram tão graves”;
    “Tenho tido problemas em aceder ao site x”;
    “O tema que o meu grupo está a desenvolver dá mais trabalho do que imaginávamos”;
    “Já sou capaz de organizar melhor as informações que recolho”;
    “Já sou capaz de trabalhar melhor em equipa”.

Estas e muitas outras reflexões estão registadas, com certeza, no teu diário de bordo.

Tendo em conta o que acabámos de dizer e a orientação que tem sido desenvolvida na turma,
propõe-se que elabores o teu relatório tendo em conta os seguintes itens:
      1 - Analisar as expectativas em relação à AP.
      2 - Reflectir sobre as mudanças que esta área exige e os desafios que coloca.
      3 - Analisar as actividades que desenvolveste no âmbito das técnicas de investigação e
      das suas aplicações. Reflectir sobre as aprendizagens que fizeste.
      4 - Descrever a forma como o tema foi escolhido e a sua relação com os teus
      interesses as tuas opções vocacionais e profissionais.
      5 - A experiência do trabalho de grupo.
      6 - Planificação do projecto.
      7 - Perspectivas de trabalho.

O registo das dificuldades sentidas e a forma de as superar
Para elaborares o relatório irás recorrer aos diário de bordo, ao teu portefólio/dossier
individual de projecto, onde tens os materiais organizados, aos registos pessoais que foste
fazendo, à planificação das tarefas, etc.




                                                                                          4
RELATÓRIO INDIVIDUAL FINAL
Na fase final do desenvolvimento do projecto tens de apresentar um balanço do teu trabalho
individual no grupo de trabalho. Pretende-se que faças uma reflexão crítica do
desenvolvimento do processo que conduziu à apresentação do produto final. Apresentam-se
alguns itens que te podem orientar na elaboração deste documento:

1 - Introdução
Começa o relatório por contextualizar o teu trabalho individual no trabalho do grupo.

2 - Desenvolvimento
    Descreve as actividades que realizaste no âmbito da investigação que foi feita ao longo
      do ano. Sem entrares em pormenores pouco relevantes para se compreender a tua
      actividade, deves, contudo, referenciar os objectivos das pesquisas, quando e onde as
      concretizaste e as razões das opções feitas.
    Identifica e descreve os obstáculos e dificuldades com que te deparaste e as formas
      de as superar. Podes referir o efeito das várias reformulações ao projecto.
    Identifica as aprendizagens feitas.
    Regista de que modo o desenvolvimento do projecto em particular e da frequência ela
      AP te permitiram o desenvolvimento ele competências que pensas venham a ser úteis na
      tua viela académica, profissional e pessoal.

É importante que reflictas nos teus registos a tua perspectiva pessoal. Uma mais-valia ele um
relatório é, para além ele ser fiável, reflectir a impressão personalizada elo seu autor.

3 - Avaliação
    Faz uma auto-avaliação do teu trabalho individual, justificando.
    Faz uma avaliação do projecto, referindo o que consideras os aspectos positivos e os
      aspectos negativos.




                                                                                           5

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatorio de estagio
Relatorio de estagioRelatorio de estagio
Relatorio de estagioÉrica Melo
 
Como fazer? Apresentação do trabalho Escrito (organização formal)
Como fazer? Apresentação do trabalho Escrito (organização formal)Como fazer? Apresentação do trabalho Escrito (organização formal)
Como fazer? Apresentação do trabalho Escrito (organização formal)INAbiblioteca
 
Normalização de trabalhos acadêmicos treinamento aesa2
Normalização de trabalhos acadêmicos   treinamento aesa2Normalização de trabalhos acadêmicos   treinamento aesa2
Normalização de trabalhos acadêmicos treinamento aesa2Gildo Crispim
 
2014 adm orientaã‡ã•es para elaboraã‡ãƒo do relatã“rio de estã-gio supervisio...
2014 adm orientaã‡ã•es para elaboraã‡ãƒo do relatã“rio de estã-gio supervisio...2014 adm orientaã‡ã•es para elaboraã‡ãƒo do relatã“rio de estã-gio supervisio...
2014 adm orientaã‡ã•es para elaboraã‡ãƒo do relatã“rio de estã-gio supervisio...Dinoel Costa
 
Curriculo lattes-tutorial
Curriculo lattes-tutorialCurriculo lattes-tutorial
Curriculo lattes-tutorialPROIDDBahiana
 
Texto seminário
Texto seminárioTexto seminário
Texto seminárioUNIPÊ
 
Atps adm analise_de_investimentos(2)
Atps adm analise_de_investimentos(2)Atps adm analise_de_investimentos(2)
Atps adm analise_de_investimentos(2)priscilasetorg
 
Modelo artigo atps
Modelo artigo atpsModelo artigo atps
Modelo artigo atpsrickemii
 
Estrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academicoEstrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academicomarceloedf
 
Como fazer um trabalho escrito
Como fazer um trabalho escritoComo fazer um trabalho escrito
Como fazer um trabalho escritopoesiarte
 

Mais procurados (14)

Relatorio de estagio
Relatorio de estagioRelatorio de estagio
Relatorio de estagio
 
Como fazer? Apresentação do trabalho Escrito (organização formal)
Como fazer? Apresentação do trabalho Escrito (organização formal)Como fazer? Apresentação do trabalho Escrito (organização formal)
Como fazer? Apresentação do trabalho Escrito (organização formal)
 
Normalização de trabalhos acadêmicos treinamento aesa2
Normalização de trabalhos acadêmicos   treinamento aesa2Normalização de trabalhos acadêmicos   treinamento aesa2
Normalização de trabalhos acadêmicos treinamento aesa2
 
2014 adm orientaã‡ã•es para elaboraã‡ãƒo do relatã“rio de estã-gio supervisio...
2014 adm orientaã‡ã•es para elaboraã‡ãƒo do relatã“rio de estã-gio supervisio...2014 adm orientaã‡ã•es para elaboraã‡ãƒo do relatã“rio de estã-gio supervisio...
2014 adm orientaã‡ã•es para elaboraã‡ãƒo do relatã“rio de estã-gio supervisio...
 
Curriculo lattes-tutorial
Curriculo lattes-tutorialCurriculo lattes-tutorial
Curriculo lattes-tutorial
 
Texto seminário
Texto seminárioTexto seminário
Texto seminário
 
Curriculum lattes
Curriculum lattesCurriculum lattes
Curriculum lattes
 
Como.escrever.um.relatório
Como.escrever.um.relatórioComo.escrever.um.relatório
Como.escrever.um.relatório
 
Novo lattes
Novo lattesNovo lattes
Novo lattes
 
Atps adm analise_de_investimentos(2)
Atps adm analise_de_investimentos(2)Atps adm analise_de_investimentos(2)
Atps adm analise_de_investimentos(2)
 
Modelo artigo atps
Modelo artigo atpsModelo artigo atps
Modelo artigo atps
 
Estrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academicoEstrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academico
 
Como fazer um trabalho escrito
Como fazer um trabalho escritoComo fazer um trabalho escrito
Como fazer um trabalho escrito
 
Manual de preenchimento do Currículo Lattes
Manual de preenchimento do Currículo LattesManual de preenchimento do Currículo Lattes
Manual de preenchimento do Currículo Lattes
 

Semelhante a Ap como se_faz_um_relatorio_falling_star

11 - Guia de Apoio a Construcao do Relatorio da PAP.pdf
11 - Guia de Apoio a Construcao do Relatorio da PAP.pdf11 - Guia de Apoio a Construcao do Relatorio da PAP.pdf
11 - Guia de Apoio a Construcao do Relatorio da PAP.pdfsusanachaves13
 
Handbook Usability Testing - Capitulo 12
Handbook Usability Testing - Capitulo 12Handbook Usability Testing - Capitulo 12
Handbook Usability Testing - Capitulo 12Luiz Agner
 
Como elaborar relatorio_de_estagio_engenharias_2021_v3
Como elaborar relatorio_de_estagio_engenharias_2021_v3Como elaborar relatorio_de_estagio_engenharias_2021_v3
Como elaborar relatorio_de_estagio_engenharias_2021_v3DatabookGaleao
 
Produção de relatório técnico
Produção de relatório técnicoProdução de relatório técnico
Produção de relatório técnicoUergs
 
Como elaborar um relatório!
Como elaborar um relatório!Como elaborar um relatório!
Como elaborar um relatório!Rui
 
Como elaborar um relatorio
Como elaborar um relatorioComo elaborar um relatorio
Como elaborar um relatorioLuis Rua
 
Como elaborar um relatório
Como elaborar um relatórioComo elaborar um relatório
Como elaborar um relatórioLuis Rua
 
Como fazer um relatorio
Como fazer um relatorioComo fazer um relatorio
Como fazer um relatorioruibras
 
Guião como elaborar um trabalho escrito
Guião como elaborar um trabalho escritoGuião como elaborar um trabalho escrito
Guião como elaborar um trabalho escritoLucília Lopes
 
Modelo de-projeto-de-dissertacao
Modelo de-projeto-de-dissertacaoModelo de-projeto-de-dissertacao
Modelo de-projeto-de-dissertacaowaltermoreira
 
Modelo de-projeto-de-dissertacao
Modelo de-projeto-de-dissertacaoModelo de-projeto-de-dissertacao
Modelo de-projeto-de-dissertacaowaltermoreira
 
Como escrever um artigo cientifico
Como escrever um artigo cientificoComo escrever um artigo cientifico
Como escrever um artigo cientificogisa_legal
 
Escrevendo os resultados da pesquisa
Escrevendo os resultados da pesquisaEscrevendo os resultados da pesquisa
Escrevendo os resultados da pesquisaGisele Da Fonseca
 
Modelo relatório científico_9ºc_nº16
Modelo relatório científico_9ºc_nº16Modelo relatório científico_9ºc_nº16
Modelo relatório científico_9ºc_nº16joaoliveira16
 
Modelo para projeto área
Modelo para projeto áreaModelo para projeto área
Modelo para projeto áreaRodolfo Saenger
 
Prática supervisionada [modo de compatibilidade]
Prática supervisionada [modo de compatibilidade]Prática supervisionada [modo de compatibilidade]
Prática supervisionada [modo de compatibilidade]marcilene1311
 
CAPÍTULO 12 - Handbook of Usability Testing” de Rubin e Chsinell
CAPÍTULO 12 - Handbook of Usability Testing” de Rubin e ChsinellCAPÍTULO 12 - Handbook of Usability Testing” de Rubin e Chsinell
CAPÍTULO 12 - Handbook of Usability Testing” de Rubin e ChsinellFernanda Sarmento
 

Semelhante a Ap como se_faz_um_relatorio_falling_star (20)

11 - Guia de Apoio a Construcao do Relatorio da PAP.pdf
11 - Guia de Apoio a Construcao do Relatorio da PAP.pdf11 - Guia de Apoio a Construcao do Relatorio da PAP.pdf
11 - Guia de Apoio a Construcao do Relatorio da PAP.pdf
 
Handbook Usability Testing - Capitulo 12
Handbook Usability Testing - Capitulo 12Handbook Usability Testing - Capitulo 12
Handbook Usability Testing - Capitulo 12
 
Como elaborar relatorio_de_estagio_engenharias_2021_v3
Como elaborar relatorio_de_estagio_engenharias_2021_v3Como elaborar relatorio_de_estagio_engenharias_2021_v3
Como elaborar relatorio_de_estagio_engenharias_2021_v3
 
Elaboraoderelatriotcnico
Elaboraoderelatriotcnico Elaboraoderelatriotcnico
Elaboraoderelatriotcnico
 
Produção de relatório técnico
Produção de relatório técnicoProdução de relatório técnico
Produção de relatório técnico
 
Como elaborar um relatório!
Como elaborar um relatório!Como elaborar um relatório!
Como elaborar um relatório!
 
Como elaborar um relatorio
Como elaborar um relatorioComo elaborar um relatorio
Como elaborar um relatorio
 
Como elaborar um relatório
Como elaborar um relatórioComo elaborar um relatório
Como elaborar um relatório
 
Como fazer um relatorio
Como fazer um relatorioComo fazer um relatorio
Como fazer um relatorio
 
Guião como elaborar um trabalho escrito
Guião como elaborar um trabalho escritoGuião como elaborar um trabalho escrito
Guião como elaborar um trabalho escrito
 
Guiao projectos
Guiao projectosGuiao projectos
Guiao projectos
 
Modelo de-projeto-de-dissertacao
Modelo de-projeto-de-dissertacaoModelo de-projeto-de-dissertacao
Modelo de-projeto-de-dissertacao
 
Modelo de-projeto-de-dissertacao
Modelo de-projeto-de-dissertacaoModelo de-projeto-de-dissertacao
Modelo de-projeto-de-dissertacao
 
Como escrever um artigo cientifico
Como escrever um artigo cientificoComo escrever um artigo cientifico
Como escrever um artigo cientifico
 
Escrevendo os resultados da pesquisa
Escrevendo os resultados da pesquisaEscrevendo os resultados da pesquisa
Escrevendo os resultados da pesquisa
 
Modelo relatório científico_9ºc_nº16
Modelo relatório científico_9ºc_nº16Modelo relatório científico_9ºc_nº16
Modelo relatório científico_9ºc_nº16
 
Modelo para projeto área
Modelo para projeto áreaModelo para projeto área
Modelo para projeto área
 
relatorio
relatoriorelatorio
relatorio
 
Prática supervisionada [modo de compatibilidade]
Prática supervisionada [modo de compatibilidade]Prática supervisionada [modo de compatibilidade]
Prática supervisionada [modo de compatibilidade]
 
CAPÍTULO 12 - Handbook of Usability Testing” de Rubin e Chsinell
CAPÍTULO 12 - Handbook of Usability Testing” de Rubin e ChsinellCAPÍTULO 12 - Handbook of Usability Testing” de Rubin e Chsinell
CAPÍTULO 12 - Handbook of Usability Testing” de Rubin e Chsinell
 

Último

1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...azulassessoriaacadem3
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...azulassessoriaacadem3
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...apoioacademicoead
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMHisrelBlog
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...apoioacademicoead
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...azulassessoriaacadem3
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...excellenceeducaciona
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...apoioacademicoead
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
 

Ap como se_faz_um_relatorio_falling_star

  • 1. COMO SE FAZ UM RELATÓRIO A consulta de um dicionário de Língua Portuguesa dá-nos a seguinte definição de relatório: "exposição circunstanciada e objectiva, oral ou por escrito, daquilo que se viu, estudou, observou, analisou... ". Ao longo da tua vida académica e profissional, vais ter de produzir relatórios cujos objectivos são descrever situações, factos, actividades, comunicar um trabalho, uma pesquisa, um projecto desenvolvido. Para além do papel de comunicação que o relatório efectivamente tem, a sua elaboração permite uma análise crítica sobre o trabalho e a perspectivação da actividade futura. Daí que num relatório, não te possas limitar a descrever o que foi feito, mas como foi feito: deves registar os processos que te levaram a determinadas conclusões, as dificuldades sentidas, as hipóteses de trabalho levantadas, etc. O professor avisa com antecedência o dia em que terás de apresentar o(s) relatório(s). Tens de reter dois aspectos muito importantes: 1 – Cumprimento do prazo – se entregas um relatório fora do prazo podes ser penalizado na avaliação. Na tua vida futura, pode até acontecer que o teu trabalho não seja aceite. 2 – Um relatório prepara-se com tempo. O conhecimento antecipado da data de entrega permite-te gerir o tempo da sua produção para que o documento final reflicta cuidado na apresentação e um conteúdo substancial, quer dizer, que reflicta de facto o teu trabalho. Tipos de relatório No âmbito da AP vais ter de produzir diferentes tipos de relatórios: 1 - Relatório de actividade 2 - Relatório de desenvolvimento/processo 3 - Relatório do produto final Vamos analisar os objectivos de cada um destes tipos de relatório e de seguida a estrutura que deves seguir para a sua elaboração. 1 - Relatório de actividade – o professor pode solicitar um relatório individual ou de grupo de uma iniciativa, de uma saída ou actividade de campo, de uma visita de estudo, de um conjunto de actividades produzidas num determinado período de tempo. 2 - Relatório de desenvolvimento/processo – está prevista a apresentação de um relatório do desenvolvimento do projecto em AP em dois momentos: * no fim do 1° período; * no Carnaval. Contudo, o professor pode solicitar um relatório de desenvolvimento sempre que considere oportuno. 1
  • 2. Os objectivos destes relatórios, também designados por relatórios de processo, são, entre outros, os seguintes:  permitem que o grupo e cada um dos seus elementos tome consciência do processo de execução do projecto e da participação de cada um;  ajudam a reflectir sobre as dificuldades e até bloqueios do projecto favorecendo a sua superação;  podem orientar a reformulação do projecto;  promovem a auto-avaliação;  constituem elementos de avaliação para o professor. 3 - Relatório do produto final – acompanha a apresentação do produto no fim do ano lectivo. O produto final é a concretização do projecto desenvolvido: integra a experiência do projecto. Pode acontecer que ao longo do ano o professor solicite produtos do trabalho, e nesse caso, estás a apresentar um relatório de produto. Em diferentes momentos terás de apresentar quer relatórios individuais, quer relatórios de grupo. A sua solicitação é geralmente acompanhada por um conjunto de instruções que te orientam na sua produção. A estrutura de um relatório Vamos apresentar-te um conjunto de elementos que poderás encarar como um guião para a elaboração de relatórios. Geralmente o relatório apresenta as seguintes partes: capa, índice, texto, anexos. Capa Na capa devem constar os seguintes elementos:  O nome da escola  O título (por exemplo. "Relatório do Trabalho de Projecto")  A tua identificação  A identificação do professor  A data Apesar de a capa não ter registado o número de página, conta como página 1. Índice Na página 2 deves registar o índice, que tem como função apresentar a estrutura do relatório e a sua localização através do registo da página. Exemplo: 1 - Introdução ....................................................... 3 2 - O carácter da Área de Projecto ................ 5 3- 4- 5 - Bibliografia ................................................... 15 6 - Anexos .......................................................... 17 2
  • 3. Texto Deves iniciar o teu texto com uma introdução em que justificas a razão de ser do relatório e os seus objectivos. Podes apresentar, brevemente, o plano do texto que produziste. No relatório, isto é no texto propriamente dito, identificas o objectivo do relatório, descreves o trabalho que realizaste, as metodologias utilizadas, os resultados e as dificuldades que encontraste, as questões que o trabalho suscitou. Um relatório que se limite a descrever as actividades desenvolvidas é pobre: é a reflexão sobre as dificuldades que sentiste, a forma como as ultrapassaste, o modo como interagiste com os teus colegas e com outras pessoas com quem colaboraste que torna o teu relatório um documento único, porque reflecte a tua experiência pessoal. Mostra como organizaste e desenvolveste o trabalho e a tua contribuição para o grupo: integra, portanto, uma apreciação autocrítica do teu trabalho. Deves incluir uma conclusão onde registes comentários finais, observações críticas e um balanço genérico da actividade ou do trabalho objecto do relatório. No teu texto, há alguns aspectos éticos que deves respeitar:  só citar documentos selectivamente consultados;  citar as fontes a que recorreste, registando todos os dados que permitam a sua identificação;  ser rigoroso no registo dos dados e nos contactos que mantiveste;  ser autêntico na descrição das tuas experiências e na análise crítica que produzas. Anexos Nos anexos, deves integrar os documentos, gráficos, legislação, imagens, conforme o caso. Estes materiais devem ser numerados e a paginação deve continuar a do texto principal. Deves incluir também a bibliografia Redacção e apresentação gráfica No teu relatório, a forma como rediges tem muita importância. Assim:  procura apresentar as tuas ideias de forma estruturada, com clareza e rigor;  as frases e os parágrafos não devem ser extensos;  a expressão deve ser correcta e clara. Procura fazer várias revisões para evitares erros ou frases mal construídas;  podes utilizar a primeira pessoa do singular ou a primeira do plural. A apresentação gráfica do relatório é também relevante, devendo-se pautar pela descrição e pela regularidade. Apresentamos-te algumas sugestões:  tipo de letra: Deves escolher uma fonte que seja discreta e bem legível;  tamanho: os textos devem ter tamanho 12; as notas de rodapé devem ser escritas em tamanho 8;  os títulos devem ser escritos a bold (negrito), hierarquizados, isto é, usando diferentes tamanhos para os títulos e os subtítulos;  espaçamento – 1,5;  tipo de papel: A4 branco. 3
  • 4. Avaliação do relatório O teu professor de AP esclarecerá os critérios que terá em conta na avaliação. Contudo, há alguns aspectos que são comuns à avaliação dos relatórios:  a organização do trabalho: a descrição ordenada dos procedimentos: a justificação das opções tomadas: a organização das ideias e dos raciocínios: a clareza e correcção da linguagem utilizada: a criatividade. A título de exemplo, apresentamos dois modelos de relatórios. RELATÓRIO DO 1° PERÍODO O relatório que tens de apresentar para Área de Projecto é o primeiro. do ponto de vista formal. Informalmente, em diálogo com o professor ou com os teus colegas de grupo ou de turma, já produziste muitos relatórios informais. Reconheces afirmações como:  “Já percebo melhor o que se pretende com área de Projecto”;  “Não sabia que as consequências das faltas em AP eram tão graves”;  “Tenho tido problemas em aceder ao site x”;  “O tema que o meu grupo está a desenvolver dá mais trabalho do que imaginávamos”;  “Já sou capaz de organizar melhor as informações que recolho”;  “Já sou capaz de trabalhar melhor em equipa”. Estas e muitas outras reflexões estão registadas, com certeza, no teu diário de bordo. Tendo em conta o que acabámos de dizer e a orientação que tem sido desenvolvida na turma, propõe-se que elabores o teu relatório tendo em conta os seguintes itens: 1 - Analisar as expectativas em relação à AP. 2 - Reflectir sobre as mudanças que esta área exige e os desafios que coloca. 3 - Analisar as actividades que desenvolveste no âmbito das técnicas de investigação e das suas aplicações. Reflectir sobre as aprendizagens que fizeste. 4 - Descrever a forma como o tema foi escolhido e a sua relação com os teus interesses as tuas opções vocacionais e profissionais. 5 - A experiência do trabalho de grupo. 6 - Planificação do projecto. 7 - Perspectivas de trabalho. O registo das dificuldades sentidas e a forma de as superar Para elaborares o relatório irás recorrer aos diário de bordo, ao teu portefólio/dossier individual de projecto, onde tens os materiais organizados, aos registos pessoais que foste fazendo, à planificação das tarefas, etc. 4
  • 5. RELATÓRIO INDIVIDUAL FINAL Na fase final do desenvolvimento do projecto tens de apresentar um balanço do teu trabalho individual no grupo de trabalho. Pretende-se que faças uma reflexão crítica do desenvolvimento do processo que conduziu à apresentação do produto final. Apresentam-se alguns itens que te podem orientar na elaboração deste documento: 1 - Introdução Começa o relatório por contextualizar o teu trabalho individual no trabalho do grupo. 2 - Desenvolvimento  Descreve as actividades que realizaste no âmbito da investigação que foi feita ao longo do ano. Sem entrares em pormenores pouco relevantes para se compreender a tua actividade, deves, contudo, referenciar os objectivos das pesquisas, quando e onde as concretizaste e as razões das opções feitas.  Identifica e descreve os obstáculos e dificuldades com que te deparaste e as formas de as superar. Podes referir o efeito das várias reformulações ao projecto.  Identifica as aprendizagens feitas.  Regista de que modo o desenvolvimento do projecto em particular e da frequência ela AP te permitiram o desenvolvimento ele competências que pensas venham a ser úteis na tua viela académica, profissional e pessoal. É importante que reflictas nos teus registos a tua perspectiva pessoal. Uma mais-valia ele um relatório é, para além ele ser fiável, reflectir a impressão personalizada elo seu autor. 3 - Avaliação  Faz uma auto-avaliação do teu trabalho individual, justificando.  Faz uma avaliação do projecto, referindo o que consideras os aspectos positivos e os aspectos negativos. 5