REINVENTANDO O ENSINO MÉDIO
ÁREA DE EMPREGABILIDADE
TURISMO
PROPOSTA CURRICULAR
Belo Horizonte
Novembro 2012
2
Governador de Minas Gerais
Antônio Augusto Junho Anastasia
Vice-Governador
Alberto Pinto Coelho
Secretária de Estado de ...
3
AUTORES:
Allaoua Saadi
Márcia Lousada
COLABORADORES:
Adimar Fonseca da Silva
André Vantuildes de Macedo
Cristiane Campos...
4
ESTRUTURA CURRICULAR
CONTEÚDOS
Módulos -
aula
semanais
Módulos -
aula anual
Carga horária
anual
FORMAÇÃOESPÉCÍFICA
1ºANO...
5
DISCIPLINAS E PROGRAMAS
1º ANO
1.A) Turismo: Fundamentos históricos e culturais
Ementa: Definição e breve histórico do t...
6
2- workshop bimensal incluindo todos os alunos, por um período de 4 horas, para debater ao
vivo as idéias, opiniões e co...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Turismo

127 visualizações

Publicada em

reiventando

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
127
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Turismo

  1. 1. REINVENTANDO O ENSINO MÉDIO ÁREA DE EMPREGABILIDADE TURISMO PROPOSTA CURRICULAR Belo Horizonte Novembro 2012
  2. 2. 2 Governador de Minas Gerais Antônio Augusto Junho Anastasia Vice-Governador Alberto Pinto Coelho Secretária de Estado de Educação Ana Lúcia Almeida Gazzola Secretária Adjunta de Estado de Educação Maria Sueli de Oliveira Pires Subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica Raquel Elizabete de Souza Santos Superintendente de Desenvolvimento do Ensino Médio Audrey Regina Carvalho Oliveira
  3. 3. 3 AUTORES: Allaoua Saadi Márcia Lousada COLABORADORES: Adimar Fonseca da Silva André Vantuildes de Macedo Cristiane Campos Lessa Fabiano Reis Silva Geisa dos Santos Espechit Juliana das Graças Amaral Guimarães Kátia Fardini Teixeira Ferreira Lúcia Maria Marques Queiroz Maria Dirce da Silva Maria José Malvar Pereira Hissa Renata Lopes Madrazo
  4. 4. 4 ESTRUTURA CURRICULAR CONTEÚDOS Módulos - aula semanais Módulos - aula anual Carga horária anual FORMAÇÃOESPÉCÍFICA 1ºANO Conteúdos da Área Turismo: Fundamentos Históricos e culturais 1 40 33:20 Meio Ambiente e turismo: Espaço, paisagem e território 1 40 33:20 Atividade turística: Valores culturais e paisagísticos 1 40 33:20 Conteúdos Práticos Impactos do Turismo 2 80 66:40 SUBTOTAL 5 200 166:40 2ºANO Conteúdos da Área Turismo: Cultura, meio Ambiente e Sustentabilidade 1 40 33:20 Turismo: Transporte, Hotelaria e Alimentação 1 40 33:20 Turismo: Agências e Operadoras 1 40 33:20 Conteúdos Práticos Diagnóstico da Infraestrutura Turística 1 40 33:20 Tópicos Especiais 1 40 33:20 SUBTOTAL 5 200 166:40 3ºANO Conteúdos da Área Produtos e Projetos Turísticos 1 40 33:20 Turismo de feiras, eventos e negócios 1 40 33:20 Marketing e Tecnologias da Informação 1 40 33:20 Conteúdos Práticos Montagem de Produto ou Projeto Turístico 1 40 33:20 Tópicos Especiais 1 40 33:20 SUBTOTAL 5 200 166:40 TOTAL 15 600 500:00:00
  5. 5. 5 DISCIPLINAS E PROGRAMAS 1º ANO 1.A) Turismo: Fundamentos históricos e culturais Ementa: Definição e breve histórico do turismo. Sistema turístico. Segmentação. Política Nacional. Grupos prehistóricos caçadores-coletores: primeiros turistas no Brasil a deixarem sítios turísticos (abrigos rupestres, sambaquis). Os ciclos econômicos regionais e os espaços turísticos: Ciclo do Ouro e a Estrada Real, o Café no vale do Paraíba do Sul e o circuito das fazendas, a economia do Café com Leite e o turismo rural do sul de Minas. A culinária de MG como produto geohistórico A época da monarquia e Petrópolis/Teresópolis 1.B) Meio Ambiente e Turismo: Espaço, paisagem e território Ementa: O turismo, o espaço, a paisagem e o território. O turismo é lazer em movimento, o turismo como balística. Meio ambiente e turismo: entre tapas e beijos. Unidades de conservação e turismo. Fluxos turísticos. Geografia do Turismo em MG e no Brasil. Circuitos turísticos de Minas Gerais. Feições do relevo e da hidrografia como atrativos turísticos. Potencial turístico dos biomas brasileiros. 1.C) Atratividade turística Objetivo: Conduzir o aluno a realizar a descoberta própria dos valores culturais e paisagísticos que sustentam o potencial de atratividade turística da cidade/região, com inserção no Circuito Turístico a que pertence: Aprender a melhor ler e interpretar seu território, para melhor apresentá-lo ao visitante. Atividades: Levantar, cartografar, caracterizar e atribuir significado aos conjuntos paisagísticos e elementos do patrimônio cultural material e imaterial que compõem o potencial de atratividade turística do território, considerando os seguintes aspectos: a – interpretar a geografia física e humana e a história da cidade/região, para conferir sentido e importância às paisagens locais/regionais b – levantar, caracterizar e atribuir significados aos elementos do Patrimônio Cultural material e imaterial: monumentos e edificações, lugares, expressões artísticas, saberes- fazeres, etc... c – construir um arcabouço das relações entre geohistória e patrimônio da cidade/região, Temas a inserir na atividade: a – A Paisagem como espelho das relações mantidas entre potencial ecológico e evolução cultural; b – A Imagem do lugar como principal elemento motivador do desejo de visitar o lugar; c – A Cultura como elemento transversal onipresente na valorização turística do lugar. 1.D) Impactos do Turismo: Grupo de discussão sobre os impactos do turismo (Internet e worshop presencial final): Turismo sexual, perversão do local, apoio econômico, valorização do local e de sua cultura. Objetivo: Induzir o aluno a descobrir as reais conseqüências da “turistificação” de um território, ao ter a oportunidade de estabelecer um balanço pessoal entre impactos positivos e negativos do fenômeno turístico. Atividade: Desenvolver, sob tutoria de um professor ou grupo de professores, um debate no âmbito do grupo de alunos da turma, baseado em: 1- uso da Internet (grupo email) durante uma hora por semana, por cada aluno;
  6. 6. 6 2- workshop bimensal incluindo todos os alunos, por um período de 4 horas, para debater ao vivo as idéias, opiniões e conhecimentos adquiridos. 3 – o último workshop deve resultar na produção de um documento expressando o teor das discussões. Temas a inserir no debate: 1- Impactos positivos: geração de empregos, fortalecimento de renda, valorização do lugar e de suas expressões culturais, ampliação dos horizontes culturais da comunidade, ...... 2 – Impactos negativos: empregos de baixa remuneração em média, sazonalidade, pegada ecológica, turismo a motivação sexual, indução da especulação imobiliária, aumento do custo de vida para a comunidade local, .... 3 – Atitudes a tomar para a potencializar os positivos e amenizar ou eliminar os negativos.

×