Planodiretor

187 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
187
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Planodiretor

  1. 1. Florianópolis, 13 de dezembro de 2012Plano Diretor Celesc 2030- teleconferência com investidores
  2. 2. 2Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptxAviso ImportanteAs informações contidas nesta apresentação poderão incluir declarações que representem expectativas sobrenegócios da companhia, projeções e metas operacionais e financeiras. Eventuais declarações dessa natureza,constituem-se em meras previsões baseadas nas expectativas da administração em relação ao futuro da companhia.Estas expectativas são altamente dependentes das condições do mercado, do desempenho econômico geral do país,do setor e dos mercados internacionais, estando sujeitas a mudanças. Portanto, as mesmas não devem ser entendidascomo recomendação a potenciais investidores.Cabe ressaltar ainda que as estimativas e projeções referem-se à data em que foram expressas , sendo que acompanhia não assume a obrigação de atualizar publicamente ou revisar quaisquer destas estimativas em razão daocorrência de nova informação, eventos futuros ou de quaisquer outros fatores, ressalvada a regulamentação vigente aque nos submetemos, em especial às Instruções CVM 202 e 358.Dessa forma, nenhum dos representantes da companhia, assessores ou partes relacionadas poderá serresponsabilizado por qualquer decisão decorrente da utilização do conteúdo dessa apresentação.Fonte: Celesc
  3. 3. 3Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptxO Estatuto Social da Celesc Holding aprovou a elaboração de umPlano Diretor de longo prazo para a CompanhiaCronograma de construção do Plano Diretor Celesc 2030Fonte: Celesc> Estatuto Social da CelescHolding, aprovado pelaAssembléia Geral deAcionistas, exige aelaboração de um PlanoDiretor da Companhia18/01/2012> Diretoria Executiva dáinício aos trabalhospara a elaboração eimplementação doPlano Diretor31/01/2012 08/08/2012> Celesc Holding comunica aosacionistas e ao mercado acontratação da consultoriaespecializada, Roland BergerStrategy Consultants, paraelaboração de seu Plano Diretor delongo prazo, com horizonte 2030> Ao longo de mais de 12semanas a equipe deconsultores trabalhou de pertoe com forte envolvimento daorganização no apoio àDiretoria Executiva naconstrução da proposta doPlano Diretor Celesc 203020/11/2012> Diretoria Executivareúne-se para firmar aproposta do PlanoDiretor a ser submetidaao Conselho deAdministração22/11/2012> Conselho deAdministração daCompanhia aprova oPlano Diretor Celesc 2030
  4. 4. 4Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptxFonte: CelescO Plano Diretor Celesc 2030 foi construído envolvendo toda aorganização – resultado de um esforço coletivo> Realização de 5 palestras comespecialistas externos> Audiência média superior a 100empregados> Comunicação geral dodesenvolvimento dos trabalhos> Matéria publicada nas páginascentrais> Depoimentos de empregadosenvolvidos> Participação da seleção dos valores daempresa> Um dos questionários mais concorridosdos últimos anos – cerca de 700respostas> Realização de cerca de 100entrevistas de levantamento dehipóteses iniciais e competências> Departamentos, chefias, gerênciase Agências Regionais> Realização de entrevistas comclientes, fornecedores eanalistas de mercado> Obtenção dapercepção externa> Realização de sessões de trabalhoenvolvendo todas as ARs1)> Validação das iniciativas por meiode visitas de campoQuestionáriode valoresJornalCelesc eCelnetPalestrasexternasEntrevistasde contextoVisitas decampoEntrevistasexternas1) Agências Regionais
  5. 5. 5Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptxFonte: CVM; Relatórios anuais; CelescSíntese do diagnósticoO Plano Diretor visa projetar a Celesc para novos patamares decriação de valor, buscar eficiência e rentabilidadeReceita [CAGR 07-11] PMSO por cliente [R$] Margem EBITDA [%] ROCE [%]10,0%+2,6 p.p.Bench-markingCelesc7,4%27%+ 14 p.p.Bench-markingCelesc201113%10%+ 4 p.p.Bench-markingCelesc20116%9471106185-43%Bench-marking79ReferênciaRegulatória230159Celesc2011327234Referência de melhoriaMSOP
  6. 6. 6Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptxA síntese das aspirações dos acionistas Celesc definiu aconstrução do Plano Diretor em torno de 4 pilaresPOTENCIAR AGERAÇÃO DEVALORCRIAÇÃO DEVALOR COMCRESCIMENTOTRANSFORMARO GRUPOATRAVÉS DOSEMPREGADOSFonte: CelescGARANTIR A SUSTENTABILIDADEECONÔMICO-FINANCEIRASíntese das aspirações dos acionistas Celesc
  7. 7. 7Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptxA missão, visão e valores do Plano Diretor reforçam o posicionamentoda Celesc como empresa referência no setor de energiaMissão, Visão e Valores 2030 para a Celesc> Atuar de forma diversificada nomercado de energia, comrentabilidade, eficiência,qualidade e responsabilidadesocioambientalMISSÃO> Cumprir a sua função públicacom rentabilidade, eficiência ereconhecimento da sociedade,com abrangência de atuaçãonacional e internacionalVISÃOVALORESFonte: CelescSEGURANÇAÉTICAVALORIZAÇÃO DASPESSOASRESPONSABILIDADESOCIOAMBIENTALCOMPROMETIMENTO INOVAÇÃORESULTADOS
  8. 8. 8Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptxAinda no contexto do Plano, a não antecipação da renovação dasconcessões de Geração é crucial para o desenvolvimento da CelescRacional para não antecipação das renovações das concessões de Geração, 2012Fonte: MME - Portaria no 578 de 31 de outubro de 2012 ; Celesc1) Média ponderada pela potencia de cada usinaUsinaUHE PalmeiraUHE BracinhoPCH GarciaPCH CedrosPCH SaltoPCH PeryPCH Ivo SilveiraValor médio1)Potencia [MW] [R$/kW.ano] [R$/MWh]24,6015,008,927,286,284,402,60Tarifa MP 579120,88130,45172,66192,38192,48217,59226,24153,8122,4427,9224,7623,6926,2827,3237,1025,25Impacto esperado na receita [R$/MWh]12011825-79%Preço demercadoValor doscontratosTarifa MP 579-79%G. física [MW]15,138,007,106,755,254,001,81
  9. 9. 9Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptxFonte: Analistas de mercado; CelescDevido ao foco do Grupo Celesc em energia, o potencialdesinvestimento de ativos fora do core business será avaliadoRacional de desinvestimento em ativos fora do core business CelescRacional de desinvestimentoAquisições forçadasEnquadramentodo setorBaixas sinergiascom energia> Participações obtidas via reestruturação dedívida de energia> Baixa capacidade estabelecer uma orientaçãoestratégica> Retornos do capital empregado e operacional abaixodos negócios de energia> Inexistência de áreas para alavancar sinergias – baixovalor agregado no modelo multi-utility> Tendência mundial de foco das empresas elétricas nasua área de atuação> Entorno regulatório pouco transparente> Necessidade de forte investimentos sem umavisão de contrapartidasNECESSIDADE DEAVALIAÇÃO DO POTENCIALDESINVESTIMENTO DEATIVOS FORA DO COREBUSINESS CELESC
  10. 10. 10Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptxAs metas financeiras foram definidas com objetivo de guiar aCelesc na busca por melhorias de performanceIndicadorProposta para o ciclo 2014-302020 2025 20302014 201715 17 17 1717> Margem EBITDA [%]10 12 12 1212> ROCE [%]30> Payout ratio [%]Meta a ser revista pós 2014 em função dos resultadosalcançados e do grau de cumprimento do planoMetas financeiras definidas no Plano Diretor Celesc 2030FinanceirasFonte: Celesc> Dívida líquida/EBITDA [x] Limites de alavancagem de acordo com os covenants previstos no Estatuto
  11. 11. 11Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptxUma alavanca de melhoria de ROCE será o ajuste do nível deinvestimentos anual da Celesc DistribuiçãoFonte: Relatórios anuais; Celesc1,93,83,22,93,42007Ø 3,02011201020092008Relação CAPEX/D&A Celesc 2007-2011 [x]1,51,83,0Meta Celesc –média 2012-30Médiabenchmarking2007-11CelescDefinição do CAPEX/D&A 2012-30 [x]> 100% universalizaçãoda Distribuição> Histórico deinvestimentoscaptados na BRR1)acima da média dobenchmarkingAvaliação de necessidade de capital – investimento operacional 2012-30 [R$ MM]190-220Capex operacionalmédio - 2012-17[R$ MM]1) Base de Remuneração Regulatória
  12. 12. 12Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptxEm paralelo, a Celesc tomou decisões de negócio específicasrelacionadas ao tema da eficiência operacionalAções da Celesc no tema da eficiência operacionalFonte: Celesc13 2PDV2012REVISÃOBASEMATERIAISPROJETOEFICIÊNCIAOPERACIONALAÇÕES PARAEFICIÊNCIAOPERACIONAL1 PROGRAMA DE DEMISSÃO VOLUNTÁRIA 2012• Estabelecimento de um programa de demissãovoluntária em 2012 para redução do custo comPessoal na Celesc2 PROJETO EFICIÊNCIA OPERACIONAL• Contratação de consultoria especializada paracondução de um projeto de eficiênciaoperacional no Grupo Celesc3 REVISÃO DA BASE DE MATERIAIS• Redefinição dos preços de fornecedores deMateriais para o negócio de Distribuição
  13. 13. 13Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptxAs metas físicas e de sustentabilidade tem como objetivo posicionara Celesc como uma das empresas de referência no setorMetas físicas Metas de sustentabilidade202030Top 52011Energia distribuída [TWh/ano] Capacidade instalada [MW]> Posicionar-se entre as top 5distribuidoras do país8120301.0002011> Alcançar 1.000 MW decapacidade de Geração> Atuar em torno de 4 pilares de sustentabilidade, com foco naobtenção de prêmios de referência nacional e regional em cadaum dos pilares ao longo do ciclo 2014-2030Metas físicas e de sustentabilidade definidas no Plano Diretor Celesc 2030PESSOAS SUSTENTABILIDADEGOVERNANÇACORPORATIVAGESTÃO PÚBLICAFonte: Celesc
  14. 14. 14Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptxPor fim, o Plano Diretor tem como objetivo adicional definir as basesa serem trabalhadas no Planejamento Estratégico do GrupoIniciativas estratégicas definidas no Plano DiretorFonte: CelescDistribuição Geração Novos negóciosHolding> Consolidação na Distribuição> Eficiência operacional> Construção do portfólio deGeração via parceriasminoritárias> Construção do portfólio deServiços via parceriasminoritárias> Gestão regulatória> Reestruturação organizacional> Foco no negócio de energia> Definição de mecanismos de incentivo emeritocracia
  15. 15. 15Celesc 2030 - Teleconferência investidores_8.pptx

×