Sc ad-tp-g4-a.ppt

247 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
247
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sc ad-tp-g4-a.ppt

  1. 1. Novas Formas de Interacção Homem-Máquina Catarina Silva, 9120068 Sara Oliveira, 9120083 Docente: André Baltazar UC: Sistemas Computacionais 2013/2014
  2. 2. • • • • • • • • • • • • • Introdução História e evolução da Interacção Homem-Máquina: Importância da Interacção Homem-Máquina: Noções Fundamentais: Diferença entre “Interacção” e “Interface”: Tipos de Interacção Qualidade em Interacção Homem-Computador: Ergonomia Homem-Máquina Objetivos metas da IHM/IHC Blogue Escolha do produto Conclusão Bibliografia 2
  3. 3. História e evolução da Interacção Homem-Máquina:  Na indústria, o computador é a máquina mais usada pelo homem!  Durante os últimos 20 anos, a tecnologia tem avançado tanto que quase toda a gente tem contacto com sistemas computacionais.  Na década de 1950, eram extremamente difíceis de usar e confusos: As máquinas eram muito caras e o custo do tempo humano era irrelevante quando comparado ao do equipamento; Os computadores eram usados apenas por especialistas (cientistas e engenheiros); Não se sabia muito sobre como tornar os computadores e os sistemas fáceis de usar.
  4. 4.  Nos dias de hoje, a situação é completamente diferente:  Os equipamentos electrónicos estão cada vez mais baratos;  Os utilizadores surgem de diferentes áreas do conhecimento;  Sabe-se muito mais acerca de como produzir sistemas fáceis de usar. Enquanto decorria a explosão da tecnologia nos anos 70, a noção de interface-utilizador, identificada à de interface homem-máquina, começou a tornar-se uma preocupação dos projectistas de software.
  5. 5.  Assim, podemos definir a Interacção Homem-Máquina, como: Um canal de comunicação entre o homem e o computador, através do qual interagem, visando atingir um fim comum; É uma área interdisciplinar abrangendo:  Ciência da computação (aplicação, projecto e engenharia de interfaces humanas);  Psicologia (aplicação de teorias dos processos cognitivos e análise empírica) do comportamento do usuário de computadores);  Sociologia e Antropologia (interacções entre tecnologia, trabalho e organização) e projecto industrial (produtos interactivos).
  6. 6. Importância da Interacção Homem-Máquina: Hoje parece estar claro que não é uma tecnologia em si mesma que melhora o trabalho e a vida das pessoas, mas, sim, a forma como ela é usada. O interesse actual pela consideração dos factores humanos decorre, por um lado, do reconhecimento da pobreza da maioria dos sistemas no que toca à facilidade de uso e, por outro lado, da vontade dos desenvolvedores de construir sistemas que atendam às necessidades dos utilizadores de forma eficiente.
  7. 7. Diferença entre “Interacção” e “Interface”:  Interacção é um processo que ocorre durante o uso de um sistema operativo;  Interface é toda a porção do sistema com o qual o utilizador mantém contacto. Contacto Físico e Contacto Conceitual Ocorre através do hardware software utilizados durante a Interacção. Interpretação daquilo que o utilizador percebe.
  8. 8. Figura 1-Diferença entre “Interacção” e “Interface” em contexto de uso.
  9. 9. Tipos de Interacção:       Linguagem Natural (Linguagem usada no nosso dia a dia); Linguagem de comandos (SQL, por exemplo); Menu; Preenchimento de formulários; WIMP (Windows, Icones, Menus e Pointers); Manipulação directa.
  10. 10. Qualidade em Interacção Homem-Máquina: Usabilidade: Facilidade de aprendizagem; Facilidade de recordação ; Eficiência; Segurança no uso; Satisfação do utilizador por decorrência do uso. Comunicabilidade: Permitir ao usuário expressar bem a sua intenção de uso; Responder às expressões do usuário com comunicações úteis e adequadas ao contexto de uso. Experiência do utilizador: Determina o sucesso comercial de um produto; Determina a produtividade dos utilizadores; Determina as oportunidades de mudança de comportamentos, práticas, crenças, disposições, de indivíduos e grupos. Acessibilidade: Ausência de barreiras na interacção; Igual importância a pessoas com e sem limitações.
  11. 11. Ergonomia: Ou "f(actores humanos) é a disciplina científica relacionada ao entendimento das interações entre seres humanos e outros elementos de um sistema, e também é a profissão que aplica teoria, princípios, dados e métodos para projectar a fim de otimizar o bem-estar humano e o desempenho geral de um sistema.” (WIKIPÉDIA, 2013)
  12. 12. Ao longo dos tempos ... 1º Geração da Ergonomia: Interface Homem-Máquina 2º Geração da Ergonomia: Interface Usuário-Sistema 3º Geração da Ergonomia: Interface Organização-HomemMáquina
  13. 13. Objectivos / Metas IHM: “produzir ou aperfeiçoar a segurança, a utilidade, a efetividade, a eficiência e a usabilidade de sistemas que incluem computadores.” (Interacting with computers, 1989).  Sistema;       Utilidade; Efectividade e Eficiência; Usabilidade; Características Humanas; Arquitectura de Sistemas Computacionais; Processo de Desenvolvimento Assim a IHM não é mais que o desenho da interface !
  14. 14. O nosso Blogue... http://tihomemmaquina.blogspot.pt/  Plataforma utilizada: Blogger. • Objectivo do nosso Blogue… Objectivo do nosso blogue: O nosso Blogue serve para motivar a importância crescente das interfaces pessoa-máquina como factor decisivo para o sucesso de aplicações informáticas e que com ele pretendemos sensibilizar os alunos para a importância da usabilidade de uma interface.
  15. 15. Escolha do produto/serviço: Máquina que lê ondas cerebrais Pessoa sujeita á maquina, terá de imaginar um objecto… Os sensores irão ler as ondas cerebrais e transmiti-las para um programa de computador… A pessoa pode ir vendo no ecrã do computador, a evolução do objecto que está a imaginar e alterar o que está a ver com o pensamento. Assim que a pessoa estiver satisfeita, pode guardar o producto final e imprimilo numa impressora 3D. Isto iria fazer com que o objecto imaginado pela pessoa, lhe estivesse em mãos, num curto espaço de tempo. O objecto seria impresso em plásticos e polímeros diferentes, dependendo do tipo de impressora e material a usar.
  16. 16. Conclusão… 16
  17. 17.  SANTOS, Joana [et al.] -“O que é a Interface Homem-Máquina (IHM)” [Em linha], 2008. [Consult. 2013-12-28]. Disponível em WWW: <URL: http://interaccaohomemaquina.blogspot.pt/2008/11/o-que-interface-homemmaquina-ihm.html>  FERNANDES, Leandro Augusto Frata - “Interface Homem/Máquina” [Em linha]. Conteúdo baseado em Barbosa e Silva. Aula 3: capítulo 2, 2010. [Consult. 2013-12-28]. Disponível em WWW: <URL: http://www2.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2011.1/tcc-00.184/aula_03.pdf>  SILVA, Marlon Vinicius -“Interface Homem Máquina-Introdução” [Em linha]: Slideshare Inc., 2010. [Consult. 2013-12-28]. Disponível em WWW: <URL: http://www.slideshare.net/tsushix/interface-homem-maquinaintroduo#>  OLIVEIRA, Sandro Bernardo Bezerra –“Interacção Homem-Computador: As Interfaces” [Em linha]. Brasil: Instituto de Ciências Exactas e Naturais: Universidade Federal do Pará. [Consult. 2013-12-29]-Especialização em Tecnologias de Software para Ambiente Web. Disponível em WWW: <URL: http://www.ufpa.br/srbo/Disciplinas/Especializacao/Aulas/Aula01.pdf>  UNIP – “Engenharia de software”:interação homem computador [Em Linha].Brasil: Universidade Paulista. [Consult 2013-12-23]. Disponível na Internet em WWW:<URL: http://www.noginfo.com.br/arquivos/CC_ESOF_II_07.pdf>  WIKIPÉDIA – Ergonomia. [S.l: s.n, 2013] .[ Em Linha] ]. [Consult 2013-12-23]. Disponível na Internet em WWW:<URL: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ergonomia  Bezarra - “Ergonomia” [Em linha]. . capítulo 5, dissertação de 1998. [Consult. 2013-12-28]. Disponível em WWW: <URL: http://www.eps.ufsc.br/disserta98/bezerra/cap5.ht>
  18. 18. 18

×