Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015

3.028 visualizações

Publicada em

Alguns exemplos e casos sobre os serviços clínicos farmacêuticos, apresentados no Congresso Riopharma 2015. out/2015.

Publicada em: Saúde e medicina
1 comentário
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.028
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.447
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015

  1. 1. Cassyano J Correr Farmacêutico, MSc, PhD Doutor em Medicina Interna A atuação clínica dos farmacêuticos
  2. 2. A equação é simples Melhorar os resultados de saúde Melhorar a adesão aos tratamentos Ampliar cuidados preventivos Redução dos custos com a saúde MAS NÃO É FÁCIL
  3. 3. Onde os pacientes encontram os farmacêuticos? SETOR PÚBLICO Unidades de Saúde (APS) SETOR PRIVADO Rede Farmácia Popular Farmácias Comunitárias Públicas Programa “Aqui tem Farmácia Popular” Farmácias Privadas ~70.000 Farmácias Magistrais ~10.000 Farmácias Especiais / Ambulatoriais
  4. 4. Farmacêutico dispensador  Entrega medicamentos  Analisa receitas e orienta pacientes  Cuida da circulação de receitas e estoques  Supervisiona auxiliares  Foca no controle dos medicamentos e na burocracia Farmacêutico clínico  Faz consultas, aplica conhecimentos de semiologia e terapêutica  Discute casos com a equipe  Emite pareceres sobre o paciente e o tratamento  Foca na adesão ao tratamento e nos desfechos de saúde
  5. 5. Os serviços clínicos farmacêuticos estão se espalhando rápido... ...e vieram para ficar.
  6. 6. 21% dos brasileiros são hipertensos 1 em cada 3 não recebeu nenhuma assistência médica nos últimos 12 meses 32% 68% controlada não controladaPacientes crônicos
  7. 7. 9,1 milhões de pessoas com diagnóstico diabetes 11,5% dos brasileiros nunca fizeram exame de sangue para medir a glicemia 25% 75% controlado não controlado Pacientes crônicos
  8. 8. 1 em cada 3 idosos usa 5 medicamentos ou mais de uso crônico das pessoas com mais de 40 anos usando medicamentos contínuos não tem adesão completa ao tratamento das pessoas que usam +5 medicamentos tem dificuldades de organizar e cumprir o tratamento 63% 82% Revisão da Medicação
  9. 9. Quando as pessoas adquirem MIPs: 69% procuram diretamente pelo farmacêutico 62% pedem que seja recomendado medicamento Fonte: IBOPE - Interfarma. Percepções sobre Medicamentos, 2014 16 Milhões de atendimentos por mês desta natureza nas redes da ABRAFARMASintomas Menores
  10. 10. 15% dos Brasileiros fumam Mais da metade tentou parar de fumar nos últimos 12 meses Apenas 8,8% procuraram tratamento ou profissional da saúde para parar de fumarCessação tabágica
  11. 11. 51% dos brasileiros estão com sobrepeso ou obesidade 38% das mulheres 54% dos homens emagrecimento
  12. 12. A cobertura vacinal cai drasticamente no Brasil a partir dos 10 anos de idade 10 de 15 doenças imunizáveis para adultos não estão disponíveis na rede pública Adultos de 20 a 29 50% sem imunização contra hepatite B Mulheres de 15 a 49 anos 68% sem imunização contra difteria e tétano Fonte: SBIM / Ministério da Saúde VACINAS
  13. 13. TESTES LABORATORIAIS REMOTOS (TLR) Exames laboratoriais de rastreamento e monitoramento realizados em 20 min. Parcerias entre farmácias privadas e laboratórios de análises clínicas Farmacêutico realiza os testes e laboratório emite laudo
  14. 14. Ambulatório de Anticoagulação Ambulatório atende pacientes desde 2011 Atribuições do farmacêutico:  Consultas com o paciente  Aconselhamento sobre os medicamentos  Solicitar exames de RNI  Ajusta dose dos medicamentos  Pode prescrever alguns medicamentos Ambulatório HC-UFMG
  15. 15. Ambulatório de Atenção Farmacêutica: Polimedicados  Consultas com farmacêutico + retornos  Revisão da farmacoterapia, adesão ao tratamento, aconselhamento ao paciente, encaminhamentos e elaboração de parecer aos médicos  Solicitação de exames laboratoriais  Prescrição de medicamentos que não exigem receita médica  Consultas oferecidas desde 2011, pagamento pelo SUS Ambulatório HC-UFPR
  16. 16. +50 consultórios farmacêuticos em unidades de saúde do município + 2.500 consultas realizadas em 2015, principalmente para pacientes polimedicados Foco principalmente na revisão da farmacoterapia, adesão ao tratamento e controle das doenças crônicas Atenção Primária à Saúde Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba - Paraná
  17. 17. AGRADECIMENTOS
  18. 18. Referências  Um Panorama da saúde no Brasil : acesso e utilização dos serviços, condições de saúde e fatores de risco e proteção à saúde : 2008 / IBGE, Coordenação de Trabalho e Rendimento. – Rio de Janeiro : IBGE, 2010.  Pesquisa Nacional de saúde 2013. Percepção do estado de saúde, estilos de vida e doenças crônicas. IBGE, 2014.  Hypertension control in Brazilian publications. Arq Bras Cardiol [Internet]. 2013; 101(3):e65–73  Diabetes: controle ainda é baixo no Brasil. Radis Comunicação em Saúde, [S.l.], v. 59, p. 11 jul., 2007.  Ministério da Saúde. Pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) de 2012. Ministério da Saúde; 2013.  Não adesão ao tratamento medicamentoso contínuo: prevalência e determinantes em adultos de 40 anos e mais. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro , v. 30, n. 1, p. 126-136, Jan. 2014.  Ministério da Saúde. Caderno 4. Resultados do projeto de implantação do cuidado farmacêutico no Município de Curitiba. Brasília: Ministério da Saúde, 2015. 100 p.
  19. 19. farmaceuticoclinico.com.br

×