GESTÃO DE STAKEHOLDERS NO PROGRAMA PREMIAR<br />Carlos Alberto de Sousa - Cemig<br />DATA: 19/09/2011<br />
AGENDA<br />Cemig<br />Premiar<br />Comunicação<br />Mudança<br />Stakeholders<br />
CEMIG<br />CEMIG<br /><ul><li>Consumidores: 7 milhões de clientes
 Rede: mais de 460 mil quilômetros de extensão
 Abrangência: 19 estados brasileiros, além do Distrito Federal, e  Chile</li></ul>Gestão da maior rede de distribuição de ...
CEMIG<br />SUSTENTABILIDADE<br />Há 11 anos consecutivos, faz parte do Dow Jones<br />Sustainability World Index (DJSI Wor...
CONTEXTO PREMIAR<br />	Programa Especial de Manejo Integrado de Árvores e Redes<br />Criação: 2009<br />Justificativa: Uma...
CONTEXTO PREMIAR<br />OBJETIVOS<br />Melhorar:<br /><ul><li>Qualidade do fornecimento;
Convívio entre árvores e redes;
Procedimentos de manejo de arborização;
Programa de manejo.</li></ul> Envolver: <br /><ul><li>Sociedade;
Órgãos e instituições;
Público interno;
Prestadores de serviços.</li></ul>Reforçar imagem e reputação:<br /><ul><li>Ambiental
Sustentabilidade
Qualidade dos serviços prestados</li></li></ul><li>Alinhamento Estratégico <br />Eficiência Operacional e Estratégica<br />
As melhores metodologias bastam para o resultado?<br />
ALINHAMENTO<br />Boas Práticas     x     Metodologias     x     Ferramentas<br />Scrum<br />Spider Project Professional™ <...
ALINHAMENTO<br />
CONTEXTO PREMIAR<br />Resultados<br />Benefícios<br />Sucesso<br />Metodologias aderentes às boas práticas<br />
CONTEXTO PREMIAR<br />RESULTADOS<br />Vistoria da arborização em conflito com a rede (nov/2010 a ago/2011)<br /><ul><li>19...
4.245,8 Km percorridos;
175.388 árvores em contato com a rede;
259.636 vistorias realizadas;
13.837 laudos de situações de conflitos registrados.</li></li></ul><li>CONTEXTO PREMIAR<br />RESULTADOS<br />Execução do m...
Plantio de 2843 mudas em harmonia com o ambiente urbano;
Supressão de 2816 árvores em conflito com a rede elétrica.</li></li></ul><li>CONTEXTO PREMIAR<br />
CONTEXTO PREMIAR<br />
CONTEXTO PREMIAR<br />
CONTEXTO PREMIAR<br />
CONTEXTO PREMIAR<br /><ul><li> Ações de face a face com moradores ao redor das árvores que sofrerão manejo pela Cemig;</li...
Em 2010 Belo Horizonte foi a segunda Capital com menornúmero de interrupcões no Brasil;</li></li></ul><li>CONTEXTO PREMIAR...
GeoÁrvores;
Avaliação e monitoramento da arborização urbana;
Inventário;
Manejo Integrado;
ParticipaçãoSocial;
Corredores de Ventos;
Six Sigma Horto Seis.</li></li></ul><li>CONTEXTO PARCERIAS PREMIAR<br />
COMUNICAÇÃO<br />CONCEITO<br /><ul><li> Comunicação = Comum Ação
 Estabelecer relação com alguém ou entre coisas.
 Processo de troca de pensamentos, sentimentos, idéias ou informações através de fala, gestos, imagens.
 Sistema normativo que sustenta a prática da organização (missão, valores, princípios, políticas).
 Como divulgação, no sentido de tornar público.
 Gerador de relações voltadas para a socialização ou reforço cultural. </li></li></ul><li>COMUNICAÇÃO NO PREMIAR<br />
COMUNICAÇÃO<br />COMUNICAÇÃO EM AMBIENTE DE PROJETOS<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Presentation Pmi Cgp Premiar

600 visualizações

Publicada em

Apresentação Gestão de Stakeholders e Comunicação Programa Premiar

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
600
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Presentation Pmi Cgp Premiar

  1. 1. GESTÃO DE STAKEHOLDERS NO PROGRAMA PREMIAR<br />Carlos Alberto de Sousa - Cemig<br />DATA: 19/09/2011<br />
  2. 2. AGENDA<br />Cemig<br />Premiar<br />Comunicação<br />Mudança<br />Stakeholders<br />
  3. 3. CEMIG<br />CEMIG<br /><ul><li>Consumidores: 7 milhões de clientes
  4. 4. Rede: mais de 460 mil quilômetros de extensão
  5. 5. Abrangência: 19 estados brasileiros, além do Distrito Federal, e Chile</li></ul>Gestão da maior rede de distribuição de energia elétrica da América do Sul<br />
  6. 6. CEMIG<br />SUSTENTABILIDADE<br />Há 11 anos consecutivos, faz parte do Dow Jones<br />Sustainability World Index (DJSI World),<br />supersetor de utilities.<br />Selecionada em 2010 pela sexta vez consecutiva<br />para compor a carteira do Índice de<br />Sustentabilidade Empresarial (ISE) da Bolsa de<br />Valores de São Paulo (Bovespa)<br />
  7. 7. CONTEXTO PREMIAR<br /> Programa Especial de Manejo Integrado de Árvores e Redes<br />Criação: 2009<br />Justificativa: Uma das maiores causas de interrupções de energia é atribuída à queda de árvores e galhos na rede elétrica.<br />Parcerias: <br />Com o Município de BH – Fundamental;<br />Com a Sociedade – Indispensável.<br />Negociação: Constante<br />
  8. 8. CONTEXTO PREMIAR<br />OBJETIVOS<br />Melhorar:<br /><ul><li>Qualidade do fornecimento;
  9. 9. Convívio entre árvores e redes;
  10. 10. Procedimentos de manejo de arborização;
  11. 11. Programa de manejo.</li></ul> Envolver: <br /><ul><li>Sociedade;
  12. 12. Órgãos e instituições;
  13. 13. Público interno;
  14. 14. Prestadores de serviços.</li></ul>Reforçar imagem e reputação:<br /><ul><li>Ambiental
  15. 15. Sustentabilidade
  16. 16. Qualidade dos serviços prestados</li></li></ul><li>Alinhamento Estratégico <br />Eficiência Operacional e Estratégica<br />
  17. 17. As melhores metodologias bastam para o resultado?<br />
  18. 18. ALINHAMENTO<br />Boas Práticas x Metodologias x Ferramentas<br />Scrum<br />Spider Project Professional™ <br />IPMA CompetenceBaseline (ICB)<br />Extreme Project Management (XPM)<br />
  19. 19. ALINHAMENTO<br />
  20. 20. CONTEXTO PREMIAR<br />Resultados<br />Benefícios<br />Sucesso<br />Metodologias aderentes às boas práticas<br />
  21. 21. CONTEXTO PREMIAR<br />RESULTADOS<br />Vistoria da arborização em conflito com a rede (nov/2010 a ago/2011)<br /><ul><li>198 alimentadores avaliados;
  22. 22. 4.245,8 Km percorridos;
  23. 23. 175.388 árvores em contato com a rede;
  24. 24. 259.636 vistorias realizadas;
  25. 25. 13.837 laudos de situações de conflitos registrados.</li></li></ul><li>CONTEXTO PREMIAR<br />RESULTADOS<br />Execução do manejo integrado<br /><ul><li>1339 destocas/rebaixamento de toco;
  26. 26. Plantio de 2843 mudas em harmonia com o ambiente urbano;
  27. 27. Supressão de 2816 árvores em conflito com a rede elétrica.</li></li></ul><li>CONTEXTO PREMIAR<br />
  28. 28. CONTEXTO PREMIAR<br />
  29. 29. CONTEXTO PREMIAR<br />
  30. 30. CONTEXTO PREMIAR<br />
  31. 31. CONTEXTO PREMIAR<br /><ul><li> Ações de face a face com moradores ao redor das árvores que sofrerão manejo pela Cemig;</li></li></ul><li>CONTEXTO PREMIAR<br />RESULTADOS<br /><ul><li> Redução de 5,74% na Freqüência </li></ul>Equivalente de Interrupção na região <br />Metropolitana;<br /><ul><li> Redução de 25% na Duração Equivalente</li></ul> de Interrupção na região metropolitana;<br /><ul><li>Redução de 20% do número de ocorrências causadas por árvore em Belo Horizonte;
  32. 32. Em 2010 Belo Horizonte foi a segunda Capital com menornúmero de interrupcões no Brasil;</li></li></ul><li>CONTEXTO PREMIAR<br />CONTEXTO CEMIG X PREMIAR<br />PROJETOS CICLO 2011<br /><ul><li>Avaliações de Interrupções Causadas por Queda de Árvores;
  33. 33. GeoÁrvores;
  34. 34. Avaliação e monitoramento da arborização urbana;
  35. 35. Inventário;
  36. 36. Manejo Integrado;
  37. 37. ParticipaçãoSocial;
  38. 38. Corredores de Ventos;
  39. 39. Six Sigma Horto Seis.</li></li></ul><li>CONTEXTO PARCERIAS PREMIAR<br />
  40. 40. COMUNICAÇÃO<br />CONCEITO<br /><ul><li> Comunicação = Comum Ação
  41. 41. Estabelecer relação com alguém ou entre coisas.
  42. 42. Processo de troca de pensamentos, sentimentos, idéias ou informações através de fala, gestos, imagens.
  43. 43. Sistema normativo que sustenta a prática da organização (missão, valores, princípios, políticas).
  44. 44. Como divulgação, no sentido de tornar público.
  45. 45. Gerador de relações voltadas para a socialização ou reforço cultural. </li></li></ul><li>COMUNICAÇÃO NO PREMIAR<br />
  46. 46. COMUNICAÇÃO<br />COMUNICAÇÃO EM AMBIENTE DE PROJETOS<br />
  47. 47. COMUNICAÇÃO<br />COMUNICAÇÃO EM AMBIENTE DE PROJETOS<br /><ul><li> Presente em todas as fases do projeto.
  48. 48. Integração entre todos os membros da equipe.
  49. 49. Reuniões semanais com time do projeto
  50. 50. Reuniões semanais com grupo de validação
  51. 51. Envio de relatórios de progresso mensalmente para Grupo de Validação, Prefeito e Secretário de Meio Ambiente.
  52. 52. Todos os envolvidos no projeto devem estar preparados para enviar e receber informações que possam ser entendidas pelo grupo.
  53. 53. A falta de informação para tomada de decisão pode levar o projeto ao caos.</li></li></ul><li>COMUNICAÇÃO NO PREMIAR<br />
  54. 54. COMUNICAÇÃO<br />COMUNICAÇÃO EM AMBIENTE DE PROJETOS<br />Dimensões de Comunicação em projetos<br />Ref: PMI-RS journal – 4ª Edição. Fev/03<br />
  55. 55. COMUNICAÇÃO<br />PLANEJAR A EXECUÇÃO DE UMA IDÉIA<br />
  56. 56. Comunicação<br />COMUNICAÇÃO<br />Planejamento<br />Validação<br />CICLO PREMIAR<br />Comunicação<br />Comunicação<br />Execução<br />Atualização<br />Comunicação<br />No processo de Gestão do Programa e seus projetos uma premissa básica tem sido quebrar subjetividades e trabalhar na mudança de cultura.<br />
  57. 57. COMUNICAÇÃO<br />A ENGRENAGEM DAS MUDANÇAS<br /><ul><li>A comunicação atua em todas as engrenagens do projeto;
  58. 58. Em projetos que envolvem mudança cultural a comunicação deve ser constante;
  59. 59. Mudança cultural envolve negociação intensa e muita comunicação.</li></li></ul><li>GESTÃO DO CONHECIMENTO<br />CONTEXTO CEMIG X PREMIAR<br />
  60. 60. CONHECER PARA EXECUTAR<br />CONTEXTO CEMIG X PREMIAR<br />
  61. 61. TRÊS TIPOS DE CONHECIMENTO NA <br />ORGANIZAÇAO<br />CONTEXTO CEMIG X PREMIAR<br />
  62. 62. ORGANIZAÇÃO DO CONHECIMENTO<br />CONTEXTO CEMIG X PREMIAR<br /><ul><li>Para agregar conhecimento é necessário transformar o conhecimento tácito em cultural;
  63. 63. É preciso confiança para gerar abertura para disseminar o conhecimento;
  64. 64. Necessidade de codificação do conhecimento;
  65. 65. Sem conhecimento explícito e cultural as organizações podem ficar reféns da constante evasão de conhecimento.</li></li></ul><li>CONVERSÃO DO CONHECIMENTO<br />CONTEXTO CEMIG X PREMIAR<br />Adaptado de NONAKA, TAKEUCHI<br />
  66. 66. ESPIRAL DO CONHECIMENTO<br />CONTEXTO CEMIG X PREMIAR<br />Adaptado de NONAKA, IKUJIRO<br />
  67. 67. ORGANIZAÇÃO DO CONHECIMENTO<br />CONTEXTO CEMIG X PREMIAR<br /><ul><li>Os stakeholders devem ser sensibilizados quando da importância da retenção de conhecimento na organização;
  68. 68. O conhecimento deve ser difundido de forma a gerar mais conhecimento;</li></ul>- Ciclo de estudos;<br />- Disponibilização de informações para todos da equipe.<br /><ul><li> É papel dos gestores gerenciar o conhecimento de seus projetos e disseminar informações que possam agregar conhecimento à organização.</li></li></ul><li>STAKEHOLDERS<br />IDENTIFICAÇÃO DE STAKEHOLDERS<br /><ul><li>Lista detalhada de pessoas e grupos com um interesse no projeto;
  69. 69. Usado para consulta, avaliação de impacto e de parceria à medida que o projeto evolui;
  70. 70. Fornece um ponto de partida na construção dos relacionamentos necessários;
  71. 71. Processo dinâmico  Não existe uma lista estática que possa ser arquivada uma vez que todos os stakeholders tenham sido identificados com sucesso.</li></ul>Análise de influência e definição de Stakeholders chave.<br />Brainstorm com os<br />stakeholders existentes.<br />Trabalhar em network para expandir a lista.<br />
  72. 72. STAKEHOLDERS<br />ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS<br /><ul><li> Comunicação como ferramenta de gestão do conhecimento:</li></ul>- Para onde vai a inteligência gerada nas corporações?<br />- Como usamos essa inteligência para formar conhecimento e desenvolver boas práticas?<br /><ul><li>Com usamos as nossas lições aprendidas?
  73. 73. Estratégias de comunicação como forma de engajamento de Stakeholders com interesses divergentes:</li></ul>- Matriz de Materialidade e Poder;<br />- Oficinas e reuniões;<br />- Palestras;<br />- Pesquisas;<br />- Informativos e relatórios periódicos .<br />
  74. 74. STAKEHOLDERS<br />Matriz de Poder<br />
  75. 75. STAKEHOLDERS<br />TRATAMENTO DE STAKEHOLDERS NO PREMIAR<br /><ul><li> Monitorar  acompanhar a distância.
  76. 76. Manter informado  formalizar a comunicação no Plano de Comunicação.
  77. 77. Manter satisfeito  além de informado, este nível exige um acompanhamento das expectativas.
  78. 78. Gerenciar nível máximo de acompanhamento, com contato freqüente e muita transparência.</li></ul>Exemplos: ONGs, moradores, imprensa, sindicatos, público interno <br />
  79. 79. STAKEHOLDERS<br />FORMAÇÃO DE ALIANÇAS E NEGOCIAÇÃO<br /><ul><li> Entender o desejo do outro.
  80. 80. Escutar o que cada um tem para dizer.
  81. 81. Respeitar a opinião do outro.
  82. 82. Compatibilizar os desejos e as expectativas com os objetivos do programa.
  83. 83. Gerar lições aprendidas.</li></li></ul><li>INTERFACES DO PREMIAR<br /><ul><li>Prefeitura de Belo Horizonte;
  84. 84. Clientes;
  85. 85. Empregados da Cemig;
  86. 86. ONGs;
  87. 87. Comunidade acadêmica;
  88. 88. Formadores de opinião;
  89. 89. Lideranças comunitárias;
  90. 90. Imprensa.</li></li></ul><li>STAKEHOLDERS<br />STAKEHOLDERS COM INTERESSES DIVERGENTES<br /><ul><li> Entender a dinâmica da relação entre as partes interessadas;
  91. 91. Entender as relações de poder entre os Grupos e os Stakeholders;
  92. 92. Desenvolver sistemas de negociação de soma não zero para os grupos mais influentes;
  93. 93. Monitorar a dinâmica da matrizes relativas aos stakeholders.</li></li></ul><li>STAKEHOLDERS<br />Como Comunicar?<br /><ul><li> Profissional de Comunicação Social;
  94. 94. Elaboração de Plano de Comunicação;</li></ul>- Diagnóstico do cenário interno, externo e público envolvido;<br />- Orientação estratégica;<br />- Objetivos da comunicação;<br />- Meios de comunicação adequados para o público;<br />- Custos adequados ao projeto;<br />- Cronograma de implantação alinhado às ações do projeto.<br />
  95. 95. AÇÕES NO PREMIAR<br /><ul><li>Envolvimento da comunidade;
  96. 96. Gerenciamento das partes interessadas;
  97. 97. Encontros técnicos e oficinas com órgãos relacionados ao meio ambiente;
  98. 98. Assessoria de imprensa;
  99. 99. Prestação de contas com Prefeito – semestral;
  100. 100. Participação em eventos;
  101. 101. Prêmio Gestão Ambiental  Zeladoria do Planeta.</li></li></ul><li>STAKEHOLDERS<br />AVALIAÇÃO E MENSURAÇÃO<br /><ul><li>Análise de mídia anual</li></ul>- Otimização do investimento de mídia; <br />- Identificação dos meios e veículos com melhores resultados; <br />- Valoração da mídia espontânea;<br />- Identificação dos temas mais percebidos pela mídia.<br /><ul><li> Pesquisa de Opinião (Quali e Quantitativa)</li></ul>- Apuração da percepção dos stakeholders acerca do Premiar;<br />- Assertividade das ações de comunicação nos ciclos seguintes do Programa. <br />
  102. 102. STAKEHOLDERS<br />MANUTENÇÃO DAS ALIANÇAS<br /><ul><li> Envio planejado de Informações;
  103. 103. Envio periódico de informações pelo mailing list;
  104. 104. Manter o engajamento por meio de parcerias;
  105. 105. Ser franco sem ser descortês;
  106. 106. Usar mídias sociais como ferramenta de divulgação e interação;
  107. 107. Atualização constante dos meios de comunicação e assessorias de imprensa;
  108. 108. Interação com representantes das comunidades parceiras;
  109. 109. Rapidez em responder às solicitações;
  110. 110. Acesso a mídias sociais.</li></li></ul><li>Para arborizar é preciso planejar!<br />Obrigado!<br />
  111. 111. www.cemig.com.br/premiar<br />premiar@cemig.com.br<br />casal@cemig.com.br<br />programapremiarcemig.blogspot.com <br />@cemig_energia<br />Programa Premiar<br />

×