Programa Especial de Manejo Integrado de Árvores e Redes Cemig Distribuição S.A.  Setembro de 2011 Carlos Alberto de Sousa...
CEMIG <ul><li>Consumidores: 7 milhões de clientes  </li></ul><ul><li>Rede: mais de 460 mil quilômetros de extensão </li></...
Há 11 anos consecutivos, faz parte do Dow Jones Sustainability World Index (DJSI World), supersetor de utilities. Selecion...
Criação:  2009 Justificativa:  Uma das maiores causas de interrupções de energia é atribuída à queda de árvores e galhos n...
 
PREMIAR - Objetivos <ul><li>Melhorar: </li></ul><ul><ul><ul><li>Qualidade do fornecimento; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul...
Premiar - Objetivos Estratégicos Eficiência Operacional e Estratégica
PREMIAR - Projetos <ul><li>Artigo T&D World; </li></ul><ul><li>Avaliação de Interrupções Causadas por Queda de Árvores; </...
PREMIAR – Algumas Premissas <ul><li>Respeito pelo meio ambiente; </li></ul><ul><li>Planejamento é fundamental; </li></ul><...
<ul><ul><li>Boas Práticas  x  Metodologias  x  Ferramentas </li></ul></ul>Scrum IPMA Competence Baseline (ICB) Extreme Pro...
AS MELHORES METODOLOGIAS BASTAM PARA O RESULTADO?
PREMIAR – Contexto de Parcerias e Mudanças
<ul><li>198 alimentadores avaliados; </li></ul><ul><li>4.245,8 Km percorridos; </li></ul><ul><li>175.388 árvores em contat...
<ul><li>Adequação de Redes </li></ul><ul><li>20 obras de adequação de rede concluídas com investimento de R$ 2.713.553,83;...
Acompanhamento Ocorrências
Acompanhamento Ocorrências
Atualizado: 29/07/2011 Fonte: I:SAMDMAMeioambiente-PremiarPREMIAR_CICLO_2010_2011PROJETOS_2010_2011AVALIACAO_INTERRUPCOESP...
Resultados – Linha de Tendência O CEMIG X PREMIAR
Levantamento de Poda ALIM TXT_BREVE nº ARVORES 2º CICLO N ÁRVORES AVALIADAS - PODA LAUDOS BHAD-011 Inspeção Poda - Aliment...
Projeto Corredores de Ventos Escala de Belfort A cultura da poda deve ser substituída pelo Manejo Integrado.
Três fatores associados podem determinar a impacto dos ventos na arborização urbana. De acordo com a combinação entre este...
No dia 30/08 a duração de ventos acima de 36 km/h foi maior. Projeto Corredores de Ventos
Rajadas máximas são obervadas no período quente e chuvoso Projeto Corredores de Ventos
Dia onde a Intensidade foi alta, duração moderada porém a área de abrangencia foi elevada. Ventos atingiram a Cidade de Be...
09 de junho 10 de junho 11 de junho 12 de junho Evento dia 09/06/2011 Projeto Corredores de Ventos
Belo Horizonte Antes da década de 80 só ocorreram duas chuvas com volume acima de 100 mm. Depois de 80 é comum a ocorrênci...
Comparativo eventos 2008 e 2011 Árvores Redes
Comparativo eventos 2008 e 2011
Pedidos de Apoio - PBH Referência: Relatório  SDP PRB  24/08/2011 Fonte: I:SAMDMAMeioambiente-PremiarPREMIAR_CICLO_2010_20...
Projeto Custos da Interrupção de Energia Elétrica <ul><li>A Matriz de Causa e Efeito foi separada em Matriz de Critérios d...
<ul><li>Os critérios de Desempenho definidos foram: </li></ul><ul><ul><li>DEC: Duração Equivalente de Interrupção por Unid...
Projeto Custos da Interrupção de Energia Elétrica -  Matriz de Importância <ul><li>Os critérios de importância definidos f...
Projeto Custos da Interrupção de Energia Elétrica -  Matriz de Importância
Projeto Custos da Interrupção de Energia Elétrica -  Matriz de Importância
GEO-ÁRVORES
CONCENTRAÇÃO DE PODAS POR BAIRRO
CONCENTRAÇÃO DE PODAS POR BAIRRO Podas pendentes: Vermelho Podas Executadas: Verde
CONCENTRAÇÃO DE PODAS ALIMENTADOR Podas pendentes: Vermelho Podas Executadas: Verde
CONCENTRAÇÃO DE PODAS MT NUA
CONCENTRAÇÃO DE PODAS MT PROTEGIDA
CONCENTRAÇÃO DE PODAS BT NUA
CONCENTRAÇÃO DE PODAS BT ISOLADA
CONCENTRAÇÃO DE PODAS POR BAIRRO
Percepção dos moradores quanto às ações do Premiar – ref: jun/2011 COMUNICAÇÃO – AVALIAÇÃO MANEJO
GESTÃO DO CONHECIMENTO DESAFIOS
DESAFIOS
DESAFIOS
DESAFIOS
<ul><li>Envio planejado de Informações; </li></ul><ul><li>Envio periódico de informações pelo mailing list; </li></ul><ul>...
GRUPOS DE DISCUSSÃO SOBRE ARBORIZAÇÃO URBANA <ul><li>www.linkedin.com </li></ul><ul><li>Urban Forestry </li></ul><ul><li>G...
Para arborizar é preciso planejar!
DEPOIMENTOS <ul><li>“ Onde a Prefeitura e a Cemig atuaram juntas na supressão e substituição de árvores de risco não foram...
GRUPOS DE DISCUSSÃO SOBRE ARBORIZAÇÃO URBANA <ul><li>www.linkedin.com </li></ul><ul><li>Urban Forestry </li></ul><ul><li>G...
[email_address] [email_address] programapremiarcemig.blogspot.com  @cemig_energia  www.cemig.com.br/premiar   Programa Pre...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ApresentaçãO Premiar Encontro Aes Eletropaulo

709 visualizações

Publicada em

Apresentação do Premiar realizada no Grande Encontro de Arborização Urbana da Eletropaulo

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
709
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • O Premiar é um programa voltado para a convivência entre a arborização urbana e as redes de distribuição de energia elétrica.  Focos em:    Melhoria: ü  Qualidade do fornecimento; ü  Convívio entre árvores e redes; ü  Procedimentos de manejo de arborização; ü  Programa de manejo. Envolvimento: ü  Sociedade; ü  Órgãos e instituições; ü  Público interno; ü  Prestadores de serviços. Imagem e reputação: ü  Ambiental ü  Sustentabilidade ü  Qualidade dos serviços prestados
  • Grafico barra com ocorrências mês a mês
  • Grafico barra com ocorrências mês a mês
  • ApresentaçãO Premiar Encontro Aes Eletropaulo

    1. 1. Programa Especial de Manejo Integrado de Árvores e Redes Cemig Distribuição S.A. Setembro de 2011 Carlos Alberto de Sousa Coordenador do Programa
    2. 2. CEMIG <ul><li>Consumidores: 7 milhões de clientes </li></ul><ul><li>Rede: mais de 460 mil quilômetros de extensão </li></ul><ul><li>Abrangência: 19 estados brasileiros, além do Distrito Federal, e Chile </li></ul>Gestão da maior rede de distribuição de energia elétrica da América do Sul
    3. 3. Há 11 anos consecutivos, faz parte do Dow Jones Sustainability World Index (DJSI World), supersetor de utilities. Selecionada em 2010 pela sexta vez consecutiva para compor a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) C SUSTENTABILIDADE EMIG
    4. 4. Criação: 2009 Justificativa: Uma das maiores causas de interrupções de energia é atribuída à queda de árvores e galhos na rede elétrica. Parcerias: Com o Município de BH – Fundamental; Com a Sociedade – Indispensável. Negociação: Constante Programa Especial de Manejo Integrado de Árvores e Redes MIAR
    5. 6. PREMIAR - Objetivos <ul><li>Melhorar: </li></ul><ul><ul><ul><li>Qualidade do fornecimento; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Convívio entre árvores e redes; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Procedimentos de manejo de arborização; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Programa de manejo. </li></ul></ul></ul><ul><li>Envolver: </li></ul><ul><ul><ul><li>Sociedade; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Órgãos e instituições; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Público interno; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Prestadores de serviços. </li></ul></ul></ul><ul><li>Reforçar imagem e reputação: </li></ul><ul><ul><ul><li>Ambiental; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sustentabilidade; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Qualidade dos serviços prestados. </li></ul></ul></ul>
    6. 7. Premiar - Objetivos Estratégicos Eficiência Operacional e Estratégica
    7. 8. PREMIAR - Projetos <ul><li>Artigo T&D World; </li></ul><ul><li>Avaliação de Interrupções Causadas por Queda de Árvores; </li></ul><ul><li>Avaliação e Monitoramento do Manejo Integrado; </li></ul><ul><li>Corredores de Ventos; </li></ul><ul><li>GeoÁrvores; </li></ul><ul><li>Inspeção da Arborização; </li></ul><ul><li>Adequação Av. Bandeirantes; </li></ul><ul><li>Manejo 2011; </li></ul><ul><li>Participação Social; </li></ul><ul><li>Formação Arboristas; </li></ul><ul><li>Formação Green Belts; </li></ul><ul><li>P&D; </li></ul><ul><li>Formação Prince2; </li></ul><ul><li>Inventário. </li></ul>
    8. 9. PREMIAR – Algumas Premissas <ul><li>Respeito pelo meio ambiente; </li></ul><ul><li>Planejamento é fundamental; </li></ul><ul><li>A comunidade deve ter participação ativa nas ações do Premiar; </li></ul><ul><li>O Município exerce liderança nas questões relativas à arborização urbana; </li></ul><ul><li>Arboristas capacitados deverão garantir as boas práticas do manejo integrado e indicar ações para reduzir as interrupções causadas por árvores. </li></ul>
    9. 10. <ul><ul><li>Boas Práticas x Metodologias x Ferramentas </li></ul></ul>Scrum IPMA Competence Baseline (ICB) Extreme Project Management (XPM) Spider Project Professional™ ALINHAMENTO
    10. 11. AS MELHORES METODOLOGIAS BASTAM PARA O RESULTADO?
    11. 12. PREMIAR – Contexto de Parcerias e Mudanças
    12. 13. <ul><li>198 alimentadores avaliados; </li></ul><ul><li>4.245,8 Km percorridos; </li></ul><ul><li>175.388 árvores em contato com a rede; </li></ul><ul><li>259.636 vistorias realizadas; </li></ul><ul><li>13.837 laudos de situações de conflitos registrados. </li></ul><ul><li>1.339 rebaixamentos de toco; </li></ul><ul><li>Supressão de 2.816 árvores classificadas como risco; </li></ul><ul><li>Reposição com 2.843 mudas de padrão superior. </li></ul>Projetos – Resultados
    13. 14. <ul><li>Adequação de Redes </li></ul><ul><li>20 obras de adequação de rede concluídas com investimento de R$ 2.713.553,83; </li></ul><ul><li>120 obras de adequação de rede em execução com previsão de investimento de R$4.263.150,92. </li></ul><ul><li>Capacitação </li></ul><ul><li>Capacitação de 25 engenheiros como Arboristas Especialistas em Sistemas Elétricos (Univercemig); </li></ul><ul><li>Formação de 24 Green Belts; </li></ul><ul><li>20 pessoas capacitadas metodologia PRINCE2. </li></ul>Projetos - Resultados
    14. 15. Acompanhamento Ocorrências
    15. 16. Acompanhamento Ocorrências
    16. 17. Atualizado: 29/07/2011 Fonte: I:SAMDMAMeioambiente-PremiarPREMIAR_CICLO_2010_2011PROJETOS_2010_2011AVALIACAO_INTERRUPCOESPROGRESSO OcorrenciasCONDIS-SGM2011_02_24_analise_sgm_causa_arvore.xlsx Tendência – Ocorrências em BH
    17. 18. Resultados – Linha de Tendência O CEMIG X PREMIAR
    18. 19. Levantamento de Poda ALIM TXT_BREVE nº ARVORES 2º CICLO N ÁRVORES AVALIADAS - PODA LAUDOS BHAD-011 Inspeção Poda - Alimentador 676 782 315 BHAD-013 Inspeção Poda - Alimentador 389 262 212 BHAD-025 Inspeção Poda - Alimentador 1436 435 129 BHAD-027 Inspeção Poda - Alimentador 1612 749 329 BHBN-010 Inspeção Poda - Alimentador 1224 667 332 BHBN-018 Inspeção Poda - Alimentador 1702 851 358 BHBP-022 Inspeção Poda - Alimentador 786 709 123 BHCN-047 Inspeção Poda - Alimentador 539 599 132 BHGT-019 Inspeção Poda - Alimentador 1095 992 473 BHGT-020 Inspeção Poda - Alimentador 596 487 166 BHGT-022 Inspeção Poda - Alimentador 583 771 314 BHHR-005 Inspeção Poda - Alimentador 757 421 283 BHHR-024 Inspeção Poda - Alimentador 758 298 100 BHPM-011 Inspeção Poda - Alimentador 1575 898 379 BHPM-019 Inspeção Poda - Alimentador 2821 1606 736 BHSE-006 Inspeção Poda - Alimentador 3116 3657 165 BHSE-016 Inspeção Poda - Alimentador 558 327 182 BHSE-022 Inspeção Poda - Alimentador 712 712 77 RBST326 Inspeção Poda - Alimentador 3377 3545 479 TOTAL   24.312 18.768 5.284
    19. 20. Projeto Corredores de Ventos Escala de Belfort A cultura da poda deve ser substituída pelo Manejo Integrado.
    20. 21. Três fatores associados podem determinar a impacto dos ventos na arborização urbana. De acordo com a combinação entre este fatores a severidade poderá ser potencializada. Projeto Corredores de Ventos
    21. 22. No dia 30/08 a duração de ventos acima de 36 km/h foi maior. Projeto Corredores de Ventos
    22. 23. Rajadas máximas são obervadas no período quente e chuvoso Projeto Corredores de Ventos
    23. 24. Dia onde a Intensidade foi alta, duração moderada porém a área de abrangencia foi elevada. Ventos atingiram a Cidade de Belo Horizonte inteira. Projeto Corredores de Ventos
    24. 25. 09 de junho 10 de junho 11 de junho 12 de junho Evento dia 09/06/2011 Projeto Corredores de Ventos
    25. 26. Belo Horizonte Antes da década de 80 só ocorreram duas chuvas com volume acima de 100 mm. Depois de 80 é comum a ocorrência de temporais Projeto Corredores de Ventos
    26. 27. Comparativo eventos 2008 e 2011 Árvores Redes
    27. 28. Comparativo eventos 2008 e 2011
    28. 29. Pedidos de Apoio - PBH Referência: Relatório SDP PRB 24/08/2011 Fonte: I:SAMDMAMeioambiente-PremiarPREMIAR_CICLO_2010_2011PROJETOS_2010_2011INSPECAO_ARBORIZACAO_PRB3_CONTROLE_E_GERENCIAMENTO_DOS_ESTAGIOSRelatórios PRB Inspeção201108_AgostoS 35_14.08 a 20.08
    29. 30. Projeto Custos da Interrupção de Energia Elétrica <ul><li>A Matriz de Causa e Efeito foi separada em Matriz de Critérios de Desempenho e Matriz de Importância e a Matriz Esforço e Impacto virou Matriz de Não Prevalência e Importância; </li></ul><ul><li>Essa reunião final visa validar este último modelo e encerrar o projeto. </li></ul>
    30. 31. <ul><li>Os critérios de Desempenho definidos foram: </li></ul><ul><ul><li>DEC: Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora; </li></ul></ul><ul><ul><li>FEC: Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora; </li></ul></ul><ul><ul><li>FSS: Frequência Simples Sustentada; </li></ul></ul><ul><ul><li>TMA: Tempo Médio de Atendimento. </li></ul></ul><ul><li>Quanto menor o Desempenho do alimentador, maior prioridade ele deve ter para ações de manutenção preventiva. </li></ul>Projeto Custos da Interrupção de Energia Elétrica - Matriz de Desempenho
    31. 32. Projeto Custos da Interrupção de Energia Elétrica - Matriz de Importância <ul><li>Os critérios de importância definidos foram: </li></ul><ul><ul><li>Custo sociopolítico: nº de consumidores, nº de clientes especiais; nº de clientes com garantia de fornecimento e clientes com consumo > 500 kVA; </li></ul></ul><ul><ul><li>Custo de oportunidade de interrupções (faturamento cessante): valor faturado por cliente x nº de clientes afetados; </li></ul></ul><ul><ul><li>Demanda (kVA) por km de rede; </li></ul></ul><ul><ul><li>Custo da manutenção corretiva / preventiva; </li></ul></ul><ul><ul><li>Compensações; </li></ul></ul><ul><ul><li>Custo de Serviço Emergencial; </li></ul></ul><ul><ul><li>Custo da CAC. </li></ul></ul><ul><li>Quanto maior a Importância do alimentador, maior prioridade ele deve ter para ações de manutenção preventiva. </li></ul>
    32. 33. Projeto Custos da Interrupção de Energia Elétrica - Matriz de Importância
    33. 34. Projeto Custos da Interrupção de Energia Elétrica - Matriz de Importância
    34. 35. GEO-ÁRVORES
    35. 36. CONCENTRAÇÃO DE PODAS POR BAIRRO
    36. 37. CONCENTRAÇÃO DE PODAS POR BAIRRO Podas pendentes: Vermelho Podas Executadas: Verde
    37. 38. CONCENTRAÇÃO DE PODAS ALIMENTADOR Podas pendentes: Vermelho Podas Executadas: Verde
    38. 39. CONCENTRAÇÃO DE PODAS MT NUA
    39. 40. CONCENTRAÇÃO DE PODAS MT PROTEGIDA
    40. 41. CONCENTRAÇÃO DE PODAS BT NUA
    41. 42. CONCENTRAÇÃO DE PODAS BT ISOLADA
    42. 43. CONCENTRAÇÃO DE PODAS POR BAIRRO
    43. 44. Percepção dos moradores quanto às ações do Premiar – ref: jun/2011 COMUNICAÇÃO – AVALIAÇÃO MANEJO
    44. 45. GESTÃO DO CONHECIMENTO DESAFIOS
    45. 46. DESAFIOS
    46. 47. DESAFIOS
    47. 48. DESAFIOS
    48. 49. <ul><li>Envio planejado de Informações; </li></ul><ul><li>Envio periódico de informações pelo mailing list; </li></ul><ul><li>Manter o engajamento por meio de parcerias; </li></ul><ul><li>Usar mídias sociais como ferramenta de divulgação e interação; </li></ul><ul><li>Atualização constante dos meios de comunicação e assessorias de imprensa; </li></ul><ul><li>Interação com representantes das comunidades parceiras; </li></ul><ul><li>Rapidez em responder às solicitações; </li></ul><ul><li>Acesso a mídias sociais. </li></ul>MANUTENÇÃO DAS ALIANÇAS EHOLDERS
    49. 50. GRUPOS DE DISCUSSÃO SOBRE ARBORIZAÇÃO URBANA <ul><li>www.linkedin.com </li></ul><ul><li>Urban Forestry </li></ul><ul><li>Gestão e manejo de arborização junto a sistemas elétricos </li></ul><ul><li>Arboristas Especialistas em Manejo Junto ao Sistema Elétrico </li></ul><ul><li>Arborista </li></ul>
    50. 51. Para arborizar é preciso planejar!
    51. 52. DEPOIMENTOS <ul><li>“ Onde a Prefeitura e a Cemig atuaram juntas na supressão e substituição de árvores de risco não foram registrados nenhuma ocorrência de quedas de árvores.” Helio Coelho - Gerente de Jardins e Áreas Verdes da Regional Nordeste </li></ul><ul><li>“ Queda de árvore em via pública foi apenas uma, sem tocar na rede. Caíram muitos galhos. Na Vila Ecológica foram 5 árvores, nada na rede. O trabalho junto com a Cemig foi bom porque os triplares retirados que causavam mais problemas foram retirados em 2009/2010. Mais de 900 supressões da PBH além das do Premiar contribuiu muito para não ter mais consequências.” </li></ul><ul><li>Ronaldo Perez - Gerente de Jardins e Áreas Verdes da Regional Barreiro </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>“ Até agora foram 7 quedas de árvores e 17 galhos. Se não tivesse feito esse trabalho intensivo o resultado seria pior. A redução do impacto foi muito grande. Além do Premiar, foram cortadas mais de 1000 só pela PBH. Mas ainda é preciso rever as pendências que faltam. O trabalho em conjunto é muito importante para diminuir os problemas na regional.” Sirlei Jones de Assis - Gerente de Jardins e Áreas Verdes da Regional Oeste </li></ul>
    52. 53. GRUPOS DE DISCUSSÃO SOBRE ARBORIZAÇÃO URBANA <ul><li>www.linkedin.com </li></ul><ul><li>Urban Forestry </li></ul><ul><li>Gestão e manejo de arborização junto a sistemas elétricos </li></ul><ul><li>Arboristas Especialistas em Manejo Junto ao Sistema Elétrico </li></ul><ul><li>Arborista </li></ul>
    53. 54. [email_address] [email_address] programapremiarcemig.blogspot.com @cemig_energia www.cemig.com.br/premiar Programa Premiar OBRIGADO.

    ×