Boletim 16 outubro

200 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
200
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boletim 16 outubro

  1. 1. Projeto Geração Mulher - Alfabetização, cidadania e opor tunidades solidárias para geração de renda de ex-moradores de rua. Informativo nº 16 De 25.11.2012 Boletim Parceria NESTA EDIÇÃO: Na reta final !Conquistando a au- 2etonomia 3Convite: Palestra 4beneficentePrestando contas — 5Outubro de 2012Faça parte deste 5projeto! Alunas fazendo atividades em sala Neste mês de outubro percebe- A cada aula participam mais, fa- Motivos de mos o quão diferentes nos tornamos desde lando o significado das palavras, dando oração: aquele primeiro dia de aula em 06/08/11, opiniões e discutindo alguns temas. Esta- quando, ainda tímidas, as alunas de alfabeti- mos sempre nos esforçando para propor- zação não conseguiam nem segurar corre- cionarmos aulas que vão além do propos- - Pelas alunas e tamente o lápis e começamos a trabalhar a to pela metodologia, pois acreditamos no suas vidas pessoais coordenação através de traços e círculos e potencial delas. e de seus familia- em seguida escrevendo seus nomes. Em seus olhares podíamos “ler” todas as suas É gratificante ver a alegria quando res, pois sabemos acertam e o interesse pelo novo mundo e expectativas, pois ainda não conseguiam se como isto afeta expressar e colocar suas opiniões e pensa- novos horizontes que estão diante delas, seu desenvolvimen- mentos. onde o conhecimento será o guia. to e comprometi- É difícil expressar o sentimento Se pudéssemos voltar no tempo e mento. observar cada uma, perceberíamos quanta ao constatarmos esta mudança em suas diferença; mas a mais importante é o valor perspectivas de vida e por participarmos que as que continuam frequentando às au- deste momento em suas vidas, compro- - Por todos envol- vando os esforços para mudarem seus vidos direta e indi- las tem dado ao saber. A forma de falar, a confiança, a convivência entre elas e o com- hábitos e assim mudarem suas prioridades. retamente, pela panheirismo são os mais notáveis ganhos Que a cada dia possamos ajudá- união e visão que que podemos contabilizar neste processo las nestes primeiros passos de uma nova todos possuam o de aprendizagem que nunca irá acabar em percepção do mundo que as cerca e que mesmo ideal. suas vidas. elas possam “ler” não só a palavra escrita, No mês de outubro as alunas tive- mas o mundo que as cerca e assim desem- ram aula de reforço, ditados, encontros penharem seus papéis sociais de forma consonantais, multiplicação e durante as mais atuante. aulas explicamos pontuação e pudemos Fernanda Fonseca— Facilitadora. comprovar os avanços de cada uma. Página 1
  2. 2. Conquistando a autonomia As alunas estão sempre sendo motivadas a escreverem composições, pois estimula a criatividade e praticam a escrita. E o mais importante: expressam suas ideias, sentimentos e assim desenvolvem sua autonomia. Neste mês de outubro as alunas fizeram um bilhete com muita satisfação. Depois pedi- mos que escrevessem em poucas palavras o que tem significado para elas este processo de alfa- betização. Demonstraram muita felicidade e escreveram uma frase. Carmem escreveu: “Muito bom e especial . Estou aprendendo muito.” Marinalva escreveu : “A aula foi muito importante. Eu aprendi muito.” Durante as aulas muitos temas são abordados, visando o desenvolvimento em várias á- reas. Versículos também são utilizados para que possam ler e interpretar. Neste mês utilizamos o COMPARTILHANDO Salmo 23, versículo 1, “O Senhor é meu Pastor e nada me faltará” e propositadamente estava faltando uma letra na palavra faltará, mas identificaram a letra que estava faltando e interpreta- ram sem dificuldades. Falaram também sobre a globalização. Numa das aulas a facilitadora mostrou o versículo : “Ou, se vocês derem o livro a alguém que não saiba ler e lhe disserem: “ Leia, por favor”, ele responderá: “Não sei ler.” Is 29:12. Levan- tou-se a questão sobre estarem atentas a todas as informações ao nosso redor e que estas infor- mações muitas vezes não vem de forma escrita, mas através de emoções, sentimentos e através do ambiente que nos cerca e a grande importância de saber ler que neste versículo foi enfatizado aproximadamente de 740 à 680 A.C. quando este tema já era abordado. Logo abaixo, a composi- ção de uma das alunas exteriorizando o sentimento e a importância de saber ler.Página 2
  3. 3. Produção de textos Abaixo o bilhete que fizeram. Cada dia que passa ficamos mais satisfeitos, pois observamos o reflexo de nosso traba- lho através de suas vidas . E que em cada uma delas desperte a vontade de serem participantes da sociedade através da comunicação, sendo atuantes socialmente e assim poderem exercer seus papéis transformadores. Este é um longo caminho e como uma delas mesmo mencionou em uma das aulas que precisa aprender muito ainda. É verdade, mas a partida já foi iniciada e agora depende delas pois, precisam ter paciência, perseverança e dedicação. Este é um belo caminho e irá desenvolver, ou seja, já está se desenvolvendo a autoestima e tranquilidade ne- cessárias para continuarem da forma mais saudável possível. Para isto, porém é necessário perceberem e compreenderem o valor do sentimento e das emoções neste processo, superando a insegurança e transformando-a em segurança. Que a sabedoria seja seu companheiro e principalmente na contemplação do que realmente é belo. Em alguns textos estudados durante as aulas deparamo-nos com um texto que fala so- bre a corrida da vida onde, corremos atrás da sobrevivência da alma, sobrevivência da fé, dos sonhos e acima de tudo da sobrevivência do amor e que nesta vida precisamos estar sempre correndo atrás dos nossos objetivos e que ao final, possamos estar convictos de que demos o melhor e que de tudo que possamos guardar que guardemos a fé, pois, esta é indispensável na vida. Perguntei para qual objetivo elas estavam correndo. Disseram rapidamente que estavam correndo atrás do saber, aprender e melhorar a vida. Leram um texto sobre a vida e refleti- ram bastante e sobretudo, sobre várias questões complexas em que elas se deparam em suas rotinas diárias, que observam na comunidade em que vivem e expressaram claramente a preo- cupação com algumas situações. Isto nos mostrou a visão crítica de cada uma. Que a vontade de “crescer” esteja dentro delas sempre durante suas vidas e que não seja apenas durante este processo de alfabetização, pois este é o nosso maior objeti- vo, despertá-las para a importância de querer aprender e que busquem sempre, não só o co- nhecimento teórico, mas a sabedoria. No que depender de nós, daremos sempre o nosso melhor , pois iremos sempre acre- ditar no melhor delas. Fernanda Fonseca (Facilitadora)Página 3
  4. 4. Convite: Palestra beneficente Participe da palestra Beneficente sobre Coaching Quântico: Original ou Rascunho de si mesmo? Doe uma lata de leite e ajude a famílias de ex-moradores de rua assistidos pela CASA DA ROCHA e AMMAR. "Todos nós crescemos com modelos de sucesso. Desde pequenos, ouvimos coisas do tipo: Siga o exemplo de seu pai, que começou a trabalhar ainda jovem; Seja responsável como fulano; Estude bastante para tirar notas boas como as de seu irmão; Faça o concurso que beltrano fez e se deu muito bem. A princípio, adotar modelos é uma atitude positiva que nos permite escolher e seguir metas na vida. Mas se espera que, ao conquistar determinado grau de autoconhecimento e de vivência, possamos construir uma identidade própria, ou seja, possamos nos distin- guir dos modelos que vínhamos seguindo, imprimindo nossa própria marca." Quarta, 28 de novembro de 2012, 18:30. Local: Livraria Jaqueira- Rua Antenor Navarro, 138. Jaqueira, Recife-PE Participe! Com a coaching Elza Nunes, que também é uma das facilitadoras do Geração Mulher. Mais informações: http://www.elzanunes.com.br Últimas notícias Pelo cronograma do curso, a previsão de término das aulas de alfabetização (Português e matemática básica) é no final de dezembro. Contamos com a ajuda de todos nesta reta final, com suas orações, contribuições e dis- ponibilidade para o serviço! Provavelmente em janeiro de 2013 faremos a festa de encerramento da turma de alfabetização de adultos ex- moradores de rua. Aguardem o convite! O GOLD—GRUPO DE OPORTUNIDADES LOCAIS E DESENVOLVIMENTO continua sem data de retorno, segundo Levina Andrade. Os facilitadores estão se planejando para ministrar cursos sobre excelência no atendi- mento e outras práticas para melhoria do processo de aprendizagem.Página 4
  5. 5. Organização Prestando contas - Outubro de 2012 “...mais bem-aventurada coisa é dar do que receber.” At 20:35 Queremos agradecer a todos que estão abençoando este projeto . Como estamos felizes em estarmos participando deste projeto e A SERVIÇO DO REINO DE queremos dividir com vocês nossa alegria. Não existem formas de DEUS expressarmos o quanto temos recebido e aprendido através deste Rua Dr. João Lacerda, 203 , 2 andar, Cordeiro, trabalho. Recife - PE DEUS tem sido muito fiel . Só temos a agradecer.Apoio: Faça parte deste projeto!  Você pode de ajudar o projeto com suas orações pelo projeto e todos os envolvidos.  Através de doações mensais na conta da ASSOCIAÇÃO CASA DA ROCHA (CNPJ 14.560.664/0001-10), no Ban- co do Brasil, AG 1836-8, CC 49042-3. O valor das contribuições mensais sugerida é de R$ 50,00. Gostaría- mos de no mínimo 10 pessoas cadastrados em débito automático para garantirmos o pagamento do aluguel! Ofertas de qualquer outro valor são bem vindas também.  Precisamos de voluntários para apoio à facilitadora das aulas as quintas e sextas-feiras, das 17h às 18h30. Se pu- der ajudar, entre em contato conosco. Mais informações: casadarocha.pe@gmail.com

×