As Sete Maravilhas Do Mundo Antigo

12.228 visualizações

Publicada em

Resumo e ilustrações das sete maravilhas do mundo antigo.

Publicada em: Economia e finanças
1 comentário
6 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.228
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
81
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As Sete Maravilhas Do Mundo Antigo

  1. 1. As sete maravilhas do mundo antigo C. E. POETA MÁRIO QUINTANA PROFESSOR: Carlos Teles
  2. 2. <ul><li>Desde o séc. II a.C. que os gregos e os romanos seleccionaram os monumentos mais memoráveis que qualquer viajante deveria visitar. Foi assim que há mais de dois mil anos, Antípatros, um grego de Sídon, elaborou a lista daquelas que considerava as sete maravilhas do Mundo Antigo. </li></ul><ul><li>Recorrendo a um número mítico, o sete, as obras revelam o conhecimento que emergia de diversas civilizações do Mundo Antigo. </li></ul><ul><li>Para ver as sete maravilhas do Mundo &quot;seria preciso viajar até à Pérsia, cruzar o rio Eufrates, chegar ao Egito, passar algum tempo na Elida, ir a Halicarnasso, na Cária, navegar até Rodes e ver Éfaso na Jónia&quot; (Filo de Bizâncio 225 a.C). </li></ul>
  3. 3. O Colosso de Rodes <ul><li>Estátua de bronze de Apolo erigida na entrada do porto em Rodes em 292-280 a.C. Diz-se ter tido cerca de 36 metros de altura. O escultor Cares trabalhou durante 12 anos na estátua até a sua conclusão em 280 a.C. </li></ul><ul><li>Foi destruído em 224 a.C. devido a um terremoto.         </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Existem duas versões de como teria sido a estátua do porto de Rodes: </li></ul>
  5. 5. Jardins Suspensos da Babilônia <ul><li>Segundo a lenda, o rei Nabucodonosor construiu os jardins no séc. VI a.C. para uma das suas esposas, saudosa da sua terra natal, nas montanhas da Pérsia. Segundo Diodorus Siculus (séc I a.C.), &quot; a entrada para os jardins estava inclinada como uma ladeira, e as várias partes da estrutura cresciam de camada em camada...sobre tudo isto, a terra foi empilhada...foram expressamente plantadas árvores de todas as espécies que, por seus grandes tamanhos e outros fascínios, davam prazer ao proprietário...As máquinas de água elevavam-na em grandes quantidades do rio, apesar de ninguém fora dos terraços poder vê-las.&quot; </li></ul><ul><li>As recentes escavações efetuadas a 88 Km a sul de Bagdah (Iraque) revelaram uma estrutura gigantesca, que pode ter sido usada para a irrigação dos jardins. </li></ul>
  6. 7. Estátua de Zeus <ul><li>A estátua de Zeus em Olímpia foi construída no século V a.C. por Fídias, em homenagem ao rei dos deuses gregos — Zeus. Esta estátua encontrava-se no Parthenon de Atenas, media de 12 a 15 metros de altura - o equivalente a um prédio de cinco andares - e era toda de marfim e ébano. Seus olhos eram pedras preciosas. Fídias esculpiu Zeus sentado num trono. Na mão direita levava a estatueta de Nike, deusa da Vitória; na esquerda, uma esfera sob a qual se debruçava uma águia. Após 800 anos foi levada para Constantinopla (hoje Istambul), onde acredita-se ter sido destruída em 462 d.C. por um incêndio. </li></ul>
  7. 9. O Templo de Ártemis em Éfeso <ul><li>O templo de Ártemis em Éfeso, construído para a deusa grega da caça e protetora dos animais selvagens, foi o maior templo do mundo antigo. Localizado em Éfeso, atual Turquia, o templo foi construído em 550 a.C. pelo arquiteto cretense Quersifrão e por seu filho, Metagenes. Após a sua conclusão foi um ponto de atração turística com visitantes de diversos lugares entregando oferendas, e foi destruído em 356 a.C. por Eróstrato, que acreditava que destruindo o templo de Ártemis teria o seu nome espalhado por todo o mundo. Sabendo disso, os habitantes da cidade não o revelaram, só conhecido graças ao historiador Strabo. Alexandre ofereceu-se para restaurar o templo sendo ele começado a ser reconstruído só em 323 a.C., ano da sua morte. Mesmo assim, em 262 d.C., ele foi novamente destruído num ataque dos godos. Com a conversão dos cidadãos da região e do mundo ao cristianismo, o templo foi perdendo importância e hoje existe apenas um pilar da construção original nas suas ruínas. </li></ul>
  8. 11. Mausoléu de Halicarnasso <ul><li>O mausoléu de Halicarnasso ou mausoléu de Mausolo foi uma tumba construída entre 353 e 350 a.C. em Halicarnasso (atual Bodrum, Turquia) para Mausolo, um rei provinciano do império persa, e Artemísia II de Cária, sua irmã e esposa. A estrutura foi desenhada pelos arquitetos gregos Sátiro e Pítis. Ela tinha aproximadamente 45 metros de altura, e cada um de seus quatro lados foi adornado com relevos criados por cada um dos quatro escultores gregos — Briáxis, Escopas, Leocarés e Timóteo. A estrutura finalizada foi considerada como sendo um triunfo estético por Antípatro de Sídon, que a identificou como uma de suas sete maravilhas do mundo antigo. O termo mausoléu veio a ser usado genericamente para qualquer grande tumba, embora &quot;Mausoleion&quot; originalmente significasse &quot;associado com Mausolo&quot;. </li></ul>
  9. 13. Farol de Alexandria <ul><li>Considerada uma das maiores produções da técnica da Antiguidade, o Farol de Alexandria foi construído em 280 a.C. pelo arquiteto e engenheiro grego Sóstrato de Cinido a mando de Ptolomeu. Sobre uma base quadrada erguia-se uma esbelta torre octogonal de mármore com cerca de 130 metros de altura, que por mais de cinco séculos guiou todos os navegantes num raio de 50 quilómetros da antiga capital egípcia. Situava-se na ilha de Faros, próxima ao porto de Alexandria, no Egito. No seu interior ardia uma chama que, através de espelhos, iluminava a grande distância (tal foi a origem do termo farol). A luz refletida chegava a 50 quilômetros, daí a grande fama e imponência daquele farol, que fizeram-no entrar para a lista das sete maravilhas do mundo antigo. </li></ul><ul><li>Essa obra, feita toda em granito, começou a ruir no século XIV, em 1303 e 1323 quando terremotos e deslizamentos tragaram boa parte de Alexandria, acabando com o brilho da “Cidade dos Mil Palácios”. É, talvez, com exceção das pirâmides, a única maravilha que possui alguns vestígios arqueológicos encontrados. </li></ul>
  10. 15. Pirâmides de Gizé <ul><li>As três pirâmides de Gizé, Keóps, Quéfren e Miquerinos, foram construídas como tumbas reais para os reis Kufu (Keóps), Quéfren, e Menkaure (pai, filho e neto), que dão nome às pirâmides. A primeira delas, Keóps, foi construída há mais de 4.500 anos, por volta do ano 2550 a.C., chamada de Grande Pirâmide, a majestosa construção de 147 metros de altura foi a maior construção feita pelo homem durante mais de quatro mil anos, sendo superada apenas no final do século XIX (precisamente em 1900), com a construção da Torre Eiffel. Ela t em mais de 5 milhões de pedras com mais de duas toneladas e meia cada uma. O curioso é que as pirâmides de Gizé já eram as mais antigas dentre todas as maravilhas do mundo antigo (afinal, na época já fazia mais de dois mil anos que haviam sido construídas) e são justamente as únicas que se mantém até hoje. </li></ul>

×