SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 42
Histologia
AULA 7
Prof. Carlos Priante
TecidosTecidos
TecidosTecidos
São formados por diversas células que
apresentam estrutura e função semelhantes,
Os quatro principais tecidos do corpo
humano são:
• Tecido epitelial,
• Tecido muscular,
• Tecido conjuntivo e
• Tecido nervoso.
Tecido EpitelialTecido Epitelial
• Tecido flexível, formado por células justapostas,
com pouca substância entre si;
• Reveste e protege o organismo: cobre toda a
superfície e forra a cavidade dos órgãos
(estômago, coração,...)
• Funciona como uma barreira contra agentes
estranhos (vírus, bactérias, fungos,...)
• Existem duas formas principais: os
epitélios de revestimento e de secreção
(glândulas).
• Os epitélios de revestimento recobrem as
superfícies do corpo interna e
externamente.
• As glândulas produzem secreções que são
utilizadas em vários processos do corpo.
Entre o tecido epitelial e o tecido
conjuntivo há a lamina basal, formada de
proteína colágeno,
Juntamente com a membrana basal
formada pelo tecido conjuntivo,
Dão a sustentação para as células
epiteliais, alem de fazerem a troca de
oxigênio e nutrientes, já que não há vasos
sanguíneos
Junção entre as camadas
mais externas da
membrana, as
macromoléculas passam
pelo interior da célula
Unidas por uma
substancia
intercelular
adesiva
Discos de
proteínas
que ligam
as
células
• De acordo com a localização, o tecido epitelial pode ser de 3
tipos:
• Epiderme: camada mais externa da pele, ela impede a perda
excessiva de água.
•Algumas células da epiderme produzem queratina (cabelo,
pelo e unhas), melanina (proteção contra raios UV) e secreções
(lagrimas, saliva, etc)
•Mucosas: membranas que revestem o interior de órgãos ocos.
Ex: mucosa gástrica (estômago), mucosa intestinal, mucosa
bucal e mucosa nasal;
• Serosas: membranas que revestem externamente alguns
órgãos. Elas são poucas e revestem alguns órgãos como o
coração.
Glandular:
Especializado em produzir secreções.
Forma as glândulas, as quais podem ser:
Endócrinas: lançam seus produtos direto no sangue, ex.
glândula tireoide.
Exócrinas: lançam seus produtos para fora do corpo ou
para um órgão oco, ex. glândula salivar.
Mistas: atuam como endócrinas e exócrinas, ex. pâncreas
(região exócrina- suco pancreático, endócrina- insulina e
glucagon).
GLÂNDULAS ENDÓCRINAS: hormôniosGLÂNDULAS ENDÓCRINAS: hormônios
HIPÓFISE
TIREÓIDE
PÂNCREAS
SUPRA-RENAIS
TESTÍCULOS
OVÁRIOS
Tecido ConjuntivoTecido Conjuntivo
Tem como função o preenchimento e
sustentação.
 Nos espaços entre as células desse tecido
existe uma quantidade maior de substância
intercelular (água+fibras de proteínas).
Existem vários tipos de tecido conjuntivo,
sendo ele o mais abundante no corpo.
Alguns deles são:
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo Propriamente
dito
• Tecido conjuntivo frouxo: preenchimento, distribuído
por todo o corpo, preenchendo espaços, revestindo
estruturas e ligando os diversos órgãos entre si.
•Tecido conjuntivo denso não-modelado ou modelado:
derme, com substancia intercelular viscosa, proteção contra
infecções.
• Substância intercelular é rica em fibras
Tipos de Fibras:
Elásticas: proteína elastina, são elásticas e
cedem a pressão.
Colágenas: proteína colágeno, resistente a
tração, presentes nos tendões.
Reticulares: proteína colágeno que se
entrelaçam, ocorre em baço, timo e medula óssea
vermelha.
Tipos de células:
Fibroblasto Macrófago Mastócito
Plasmócito Adipócito Leucócito
Mesenquimais ( tronco )
1- fibra colágena; 2- fibra elástica; 3-linfócito; 4-monócito; 5-
macrófago; 6-fibroblasto; 7-mastócito; 8-célula mesenquimal;
9-plasmócito; 10-capilar; 11-adipócito
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo Cartilaginos
o
• É um tecido de sustentação, mas menos rígido e mais
flexível que o ósseo;
• É rico em substância intercelular
É a cartilagem e está presente em várias partes do corpo:
nariz, orelha, traquéia, entre as vértebras e costelas, entre os
ossos contribuindo para o deslizamento, etc...
Células do
tecido
cartilaginoso
Condroblasto
(condrócito)
Produzem fibras
colágenas,
reticulares e
substancia
fundamental
Hialina-
F.colagena
Elástica-
F.elástica
Fibrocartilagem- +
F. colágena
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo Adiposo
• Outra função é sustentar e proteger alguns órgãos, como os
rins, e amortecer choques mecânicos (suavizar o impacto dos
pés com o solo durante uma corrida)
Apresenta grande número de células de gordura;
• Além de preencher espaços, sua função é armazenar material
nutritivo, principalmente gordura (fonte de energia), que serve
também como isolante térmico (evita perda de calor para o
ambiente externo);
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo Ósseo
• Contém muitas fibras colágenas e sais de cálcio e fósforo,
que proporcionam rigidez e resistência aos ossos.
•É um dos tecidos que formam o esqueleto de nosso corpo,
tendo como função a sustentação.
• Substância intercelular sólida, dura e resistente.
Osteoblastos (osteócitos): produz a matriz
Osteoclastos: regeneração e remodelação
óssea
O endósteo é formado por fibras reticulares e
osteoblastos.
O periósteo é composto pela camada fibrosa, mais
interna, e pela camada osteogênica, mais externa.
Ele se encontra aderido à superfície externa da
diáfise do osso.
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo Sanguíneo
•Substância intercelular é líquida e constitui o plasma sanguíneo,
formado principalmente de água (+ 90%)
• O sangue possui diferentes tipos de células:
•Glóbulos vermelhos: possuem hemoglobina, uma
substância vermelha que se combina com o oxigênio e o
transporta às células do corpo.
•Plaquetas: fragmentos de células que participam da
coagulação do sangue
•Glóbulos brancos:: estão associados com a defesa do
organismo. Produzem anticorpos, substâncias que defendem
o organismo contra a ação de antígenos (substâncias
estranhas ao organismo)
NEUTRÓFILO Eosinófilo
Basófilo Linfócito
Monócitos
Tecido NervosoTecido Nervoso
 O tecido nervoso é responsável pelo processamento de
informações no corpo humano.
 Apresenta células especializadas chamadas neurônios, que
transmitem impulsos nervosos pelo organismo.
 Os neurônios apresentam, em suas terminações, estruturas
que agem como receptores para vários tipos de estímulos,
como mecânicos, químicos e térmicos.
 Esses estímulos são transformados em impulsos nervosos e
são transmitidos para o cérebro, órgão formado por vários
neurônios.
alto metabolismo
Recebem
estímulos
Transmite
impulsos
nervosos
Tipos de neurônios:
Sensorial: recebem estímulos sensoriais
do meio e do organismo.
Motor: atuam em órgãos, como células
musculares, glândulas.
Associativo: estabelece conexão com
outros neurônios
Células da Neuróglia – Sistema Nervoso
Central
ASTRÓCIOTO
Capilar
OLIGODENDRÓCITO
Bainha de mielina
Microgliócitos
Céls. ependimárias
cérebro
Medula
espinhal
Exemplo de comunicação por tecidos nervosos
Quando uma pessoa decide segurar um objeto, o cérebro envia “mensagens” para
os músculos que irão se mover. Essas mensagens são os impulsos nervosos,
transmitidos pelos nervos.
Exemplo:
Quando um jogador de futebol vai chutar a
gol, seus olhos enviam ao cérebro
informações sobre a posição do gol e do
goleiro. Essas informações são transmitidas
por meio de impulsos nervosos, que se
propagam pelos nervos até chegar ao cérebro,
onde são interpretadas.
Em resposta, o cérebro envia, também por
meio dos impulsos nervosos, informações para
determinados músculos se mexerem e chutar a
bola de modo desejado
Tecido MuscularTecido Muscular
 O tecido muscular caracteriza-se por ser formado por
células alongadas, que podem se contrair, provocando os
movimentos.
 É o tecido mais abundante no corpo e que precisa da
maior parte da energia corporal para realizar suas
funções de movimento.
 Existem três tipos de tecido muscular:
• Estriado esquelético: tem contração vigorosa e voluntária.
Fibras possuem vários núcleos e estrias longitudinais e
transversais. Constitui os músculos que se prendem ao esqueleto,
permitindo os movimentos.Ex: músculos peitoral, bíceps e tríceps.
•Não-estriado ou liso: tem contração lenta e involuntária. Fibras
apenas com um núcleo. Não possui estrias transversais.
Encontrado nas paredes do estômago, intestinos, esôfago, etc.
• Estriado cardíaco: tem contração vigorosa e involuntária. Fibras
possuem apenas um núcleo e possuem estrias longitudinais e
transversais. Esse tecido constitui o miocárdio, o músculo do
coração
?
Dúvidas ? Perguntas ?
Sugestões ? Comentários ?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula Introdução à Citologia
Aula Introdução à CitologiaAula Introdução à Citologia
Aula Introdução à CitologiaThiago Manchester
 
Histologia humana epitelial e conjuntivo
Histologia humana   epitelial e conjuntivoHistologia humana   epitelial e conjuntivo
Histologia humana epitelial e conjuntivoCésar Milani
 
Sistemas Reprodutores Feminino e Masculino
Sistemas Reprodutores Feminino e MasculinoSistemas Reprodutores Feminino e Masculino
Sistemas Reprodutores Feminino e MasculinoPibid Biologia Cejad
 
Introducao histologia
Introducao histologia Introducao histologia
Introducao histologia Thais Benicio
 
Aula 07 núcleo e cromossomos
Aula 07   núcleo e cromossomosAula 07   núcleo e cromossomos
Aula 07 núcleo e cromossomosHamilton Nobrega
 
Histologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIO
Histologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIOHistologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIO
Histologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIOJosy Grossklaus
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosFatima Comiotto
 
Aula biologia celular
Aula   biologia celularAula   biologia celular
Aula biologia celularsanthdalcin
 
14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervosoRebeca Vale
 
II - SISTEMA CIRCULATÓRIO
II - SISTEMA CIRCULATÓRIOII - SISTEMA CIRCULATÓRIO
II - SISTEMA CIRCULATÓRIOsandranascimento
 
II. 1 As células
II. 1 As célulasII. 1 As células
II. 1 As célulasRebeca Vale
 

Mais procurados (20)

Aula Introdução à Citologia
Aula Introdução à CitologiaAula Introdução à Citologia
Aula Introdução à Citologia
 
Histologia humana epitelial e conjuntivo
Histologia humana   epitelial e conjuntivoHistologia humana   epitelial e conjuntivo
Histologia humana epitelial e conjuntivo
 
Sistemas Reprodutores Feminino e Masculino
Sistemas Reprodutores Feminino e MasculinoSistemas Reprodutores Feminino e Masculino
Sistemas Reprodutores Feminino e Masculino
 
Introducao histologia
Introducao histologia Introducao histologia
Introducao histologia
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
 
Aula sobre histologia
Aula sobre   histologiaAula sobre   histologia
Aula sobre histologia
 
Células ppt
Células   pptCélulas   ppt
Células ppt
 
Aula 07 núcleo e cromossomos
Aula 07   núcleo e cromossomosAula 07   núcleo e cromossomos
Aula 07 núcleo e cromossomos
 
Histologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIO
Histologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIOHistologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIO
Histologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIO
 
Embriologia básica
Embriologia básicaEmbriologia básica
Embriologia básica
 
2 os tecidos
2   os tecidos2   os tecidos
2 os tecidos
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
 
Pele e anexos
Pele e anexosPele e anexos
Pele e anexos
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
 
Aula biologia celular
Aula   biologia celularAula   biologia celular
Aula biologia celular
 
14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervoso
 
Histologia - Tecidos
Histologia - Tecidos Histologia - Tecidos
Histologia - Tecidos
 
II - SISTEMA CIRCULATÓRIO
II - SISTEMA CIRCULATÓRIOII - SISTEMA CIRCULATÓRIO
II - SISTEMA CIRCULATÓRIO
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
 
II. 1 As células
II. 1 As célulasII. 1 As células
II. 1 As células
 

Destaque

Histologia Geral
Histologia GeralHistologia Geral
Histologia Geralbiosantana
 
Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celularkharins
 
Aula de histologia
Aula de histologiaAula de histologia
Aula de histologiaaulasdotubao
 
célula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemascélula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemasRegina E Franck
 

Destaque (6)

Tecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humanoTecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humano
 
Histologia Geral
Histologia GeralHistologia Geral
Histologia Geral
 
Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
 
Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
 
Aula de histologia
Aula de histologiaAula de histologia
Aula de histologia
 
célula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemascélula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemas
 

Semelhante a Histologia Aula 7 Tecidos

Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasOrganização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasCarlos Priante
 
7ª série- Histologia
7ª série- Histologia7ª série- Histologia
7ª série- HistologiaAline Tonin
 
A2 tecidos e niveis postar
A2 tecidos e niveis postarA2 tecidos e niveis postar
A2 tecidos e niveis postarSimone Costa
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos3a2011
 
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Marcia Moreira
 
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Marcia Moreira
 
Aula tecidos simplificado
Aula tecidos   simplificadoAula tecidos   simplificado
Aula tecidos simplificadoMyrian Reis
 
Aula tecidos -_simplificado
Aula tecidos -_simplificadoAula tecidos -_simplificado
Aula tecidos -_simplificadogiovannimusetti
 
Aula tecidos -_simplificado (2)
Aula tecidos -_simplificado (2)Aula tecidos -_simplificado (2)
Aula tecidos -_simplificado (2)giovannimusetti
 
Aula tecidos -_simplificado (3)
Aula tecidos -_simplificado (3)Aula tecidos -_simplificado (3)
Aula tecidos -_simplificado (3)giovannimusetti
 
Aula tecidos -_simplificado (1)
Aula tecidos -_simplificado (1)Aula tecidos -_simplificado (1)
Aula tecidos -_simplificado (1)giovannimusetti
 
Biologia - Histologia Animal
Biologia - Histologia AnimalBiologia - Histologia Animal
Biologia - Histologia AnimalCarson Souza
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidoscrisbassanimedeiros
 
Tecidos do corpo humano - 8 ano
Tecidos do corpo humano  - 8 anoTecidos do corpo humano  - 8 ano
Tecidos do corpo humano - 8 anoWanderley Almeida
 

Semelhante a Histologia Aula 7 Tecidos (20)

Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasOrganização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
 
7ª série- Histologia
7ª série- Histologia7ª série- Histologia
7ª série- Histologia
 
A2 tecidos e niveis postar
A2 tecidos e niveis postarA2 tecidos e niveis postar
A2 tecidos e niveis postar
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
 
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
 
Aula tecidos simplificado
Aula tecidos   simplificadoAula tecidos   simplificado
Aula tecidos simplificado
 
Aula tecidos -_simplificado
Aula tecidos -_simplificadoAula tecidos -_simplificado
Aula tecidos -_simplificado
 
Aula tecidos -_simplificado (2)
Aula tecidos -_simplificado (2)Aula tecidos -_simplificado (2)
Aula tecidos -_simplificado (2)
 
Aula tecidos -_simplificado (3)
Aula tecidos -_simplificado (3)Aula tecidos -_simplificado (3)
Aula tecidos -_simplificado (3)
 
Aula tecidos -_simplificado (1)
Aula tecidos -_simplificado (1)Aula tecidos -_simplificado (1)
Aula tecidos -_simplificado (1)
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Aula tecidos simplificado
Aula tecidos   simplificadoAula tecidos   simplificado
Aula tecidos simplificado
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Biologia - Histologia Animal
Biologia - Histologia AnimalBiologia - Histologia Animal
Biologia - Histologia Animal
 
Histologia Animal
Histologia AnimalHistologia Animal
Histologia Animal
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Tecidos do corpo humano - 8 ano
Tecidos do corpo humano  - 8 anoTecidos do corpo humano  - 8 ano
Tecidos do corpo humano - 8 ano
 

Mais de Carlos Priante

Zoologia dos vertebrados-resumo
Zoologia dos vertebrados-resumoZoologia dos vertebrados-resumo
Zoologia dos vertebrados-resumoCarlos Priante
 
Zoologia dos invertebrados-resumo
Zoologia dos invertebrados-resumoZoologia dos invertebrados-resumo
Zoologia dos invertebrados-resumoCarlos Priante
 
Noções de Astronomia
Noções de AstronomiaNoções de Astronomia
Noções de AstronomiaCarlos Priante
 
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos AtômicosLista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos AtômicosCarlos Priante
 
Correção Química ENEM 2014
Correção Química ENEM 2014Correção Química ENEM 2014
Correção Química ENEM 2014Carlos Priante
 
Correção Biologia ENEM 2014
Correção Biologia ENEM 2014Correção Biologia ENEM 2014
Correção Biologia ENEM 2014Carlos Priante
 
Correção Unesp 2 fase inverno 2015
Correção Unesp 2 fase inverno 2015Correção Unesp 2 fase inverno 2015
Correção Unesp 2 fase inverno 2015Carlos Priante
 
Correção Unesp 1 fase inverno 2015
Correção Unesp 1 fase inverno 2015Correção Unesp 1 fase inverno 2015
Correção Unesp 1 fase inverno 2015Carlos Priante
 
Energia: transformação e conservação
Energia: transformação e conservaçãoEnergia: transformação e conservação
Energia: transformação e conservaçãoCarlos Priante
 
Revisão puc inverno2015
Revisão puc inverno2015Revisão puc inverno2015
Revisão puc inverno2015Carlos Priante
 
Teorias da Origem da vida e Evolução das espécies
Teorias da Origem da vida e Evolução das espéciesTeorias da Origem da vida e Evolução das espécies
Teorias da Origem da vida e Evolução das espéciesCarlos Priante
 
Lista de exercícios isomeria
Lista de exercícios isomeria Lista de exercícios isomeria
Lista de exercícios isomeria Carlos Priante
 
Isomeria- Química Orgânica
Isomeria- Química OrgânicaIsomeria- Química Orgânica
Isomeria- Química OrgânicaCarlos Priante
 
Mapas conceituais de Ciências
Mapas conceituais de CiênciasMapas conceituais de Ciências
Mapas conceituais de CiênciasCarlos Priante
 
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos Carlos Priante
 
Lista de exercícios X Hidrocarbonetos
Lista de exercícios X HidrocarbonetosLista de exercícios X Hidrocarbonetos
Lista de exercícios X HidrocarbonetosCarlos Priante
 

Mais de Carlos Priante (20)

Botânica- resumo
Botânica- resumoBotânica- resumo
Botânica- resumo
 
Zoologia dos vertebrados-resumo
Zoologia dos vertebrados-resumoZoologia dos vertebrados-resumo
Zoologia dos vertebrados-resumo
 
Zoologia dos invertebrados-resumo
Zoologia dos invertebrados-resumoZoologia dos invertebrados-resumo
Zoologia dos invertebrados-resumo
 
Noções de Astronomia
Noções de AstronomiaNoções de Astronomia
Noções de Astronomia
 
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos AtômicosLista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
 
Correção Química ENEM 2014
Correção Química ENEM 2014Correção Química ENEM 2014
Correção Química ENEM 2014
 
Correção Biologia ENEM 2014
Correção Biologia ENEM 2014Correção Biologia ENEM 2014
Correção Biologia ENEM 2014
 
Correção Unesp 2 fase inverno 2015
Correção Unesp 2 fase inverno 2015Correção Unesp 2 fase inverno 2015
Correção Unesp 2 fase inverno 2015
 
Correção Unesp 1 fase inverno 2015
Correção Unesp 1 fase inverno 2015Correção Unesp 1 fase inverno 2015
Correção Unesp 1 fase inverno 2015
 
Energia: transformação e conservação
Energia: transformação e conservaçãoEnergia: transformação e conservação
Energia: transformação e conservação
 
Revisão puc inverno2015
Revisão puc inverno2015Revisão puc inverno2015
Revisão puc inverno2015
 
Teorias da Origem da vida e Evolução das espécies
Teorias da Origem da vida e Evolução das espéciesTeorias da Origem da vida e Evolução das espécies
Teorias da Origem da vida e Evolução das espécies
 
Reações Orgânicas
Reações OrgânicasReações Orgânicas
Reações Orgânicas
 
Lista de exercícios isomeria
Lista de exercícios isomeria Lista de exercícios isomeria
Lista de exercícios isomeria
 
Isomeria- Química Orgânica
Isomeria- Química OrgânicaIsomeria- Química Orgânica
Isomeria- Química Orgânica
 
Sucessão Ecológica
Sucessão EcológicaSucessão Ecológica
Sucessão Ecológica
 
Funções Orgânicas
Funções OrgânicasFunções Orgânicas
Funções Orgânicas
 
Mapas conceituais de Ciências
Mapas conceituais de CiênciasMapas conceituais de Ciências
Mapas conceituais de Ciências
 
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
Química Orgânica- Nomenclatura e Hidrocarbonetos
 
Lista de exercícios X Hidrocarbonetos
Lista de exercícios X HidrocarbonetosLista de exercícios X Hidrocarbonetos
Lista de exercícios X Hidrocarbonetos
 

Último

Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 

Último (20)

Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 

Histologia Aula 7 Tecidos

  • 2.
  • 4. TecidosTecidos São formados por diversas células que apresentam estrutura e função semelhantes, Os quatro principais tecidos do corpo humano são: • Tecido epitelial, • Tecido muscular, • Tecido conjuntivo e • Tecido nervoso.
  • 5.
  • 6. Tecido EpitelialTecido Epitelial • Tecido flexível, formado por células justapostas, com pouca substância entre si; • Reveste e protege o organismo: cobre toda a superfície e forra a cavidade dos órgãos (estômago, coração,...) • Funciona como uma barreira contra agentes estranhos (vírus, bactérias, fungos,...)
  • 7. • Existem duas formas principais: os epitélios de revestimento e de secreção (glândulas). • Os epitélios de revestimento recobrem as superfícies do corpo interna e externamente. • As glândulas produzem secreções que são utilizadas em vários processos do corpo.
  • 8. Entre o tecido epitelial e o tecido conjuntivo há a lamina basal, formada de proteína colágeno, Juntamente com a membrana basal formada pelo tecido conjuntivo, Dão a sustentação para as células epiteliais, alem de fazerem a troca de oxigênio e nutrientes, já que não há vasos sanguíneos
  • 9. Junção entre as camadas mais externas da membrana, as macromoléculas passam pelo interior da célula Unidas por uma substancia intercelular adesiva Discos de proteínas que ligam as células
  • 10. • De acordo com a localização, o tecido epitelial pode ser de 3 tipos: • Epiderme: camada mais externa da pele, ela impede a perda excessiva de água. •Algumas células da epiderme produzem queratina (cabelo, pelo e unhas), melanina (proteção contra raios UV) e secreções (lagrimas, saliva, etc) •Mucosas: membranas que revestem o interior de órgãos ocos. Ex: mucosa gástrica (estômago), mucosa intestinal, mucosa bucal e mucosa nasal; • Serosas: membranas que revestem externamente alguns órgãos. Elas são poucas e revestem alguns órgãos como o coração.
  • 11.
  • 12.
  • 13. Glandular: Especializado em produzir secreções. Forma as glândulas, as quais podem ser: Endócrinas: lançam seus produtos direto no sangue, ex. glândula tireoide. Exócrinas: lançam seus produtos para fora do corpo ou para um órgão oco, ex. glândula salivar. Mistas: atuam como endócrinas e exócrinas, ex. pâncreas (região exócrina- suco pancreático, endócrina- insulina e glucagon).
  • 14. GLÂNDULAS ENDÓCRINAS: hormôniosGLÂNDULAS ENDÓCRINAS: hormônios HIPÓFISE TIREÓIDE PÂNCREAS SUPRA-RENAIS TESTÍCULOS OVÁRIOS
  • 15. Tecido ConjuntivoTecido Conjuntivo Tem como função o preenchimento e sustentação.  Nos espaços entre as células desse tecido existe uma quantidade maior de substância intercelular (água+fibras de proteínas). Existem vários tipos de tecido conjuntivo, sendo ele o mais abundante no corpo. Alguns deles são:
  • 16.
  • 17. Tecido conjuntivoTecido conjuntivo Propriamente dito • Tecido conjuntivo frouxo: preenchimento, distribuído por todo o corpo, preenchendo espaços, revestindo estruturas e ligando os diversos órgãos entre si. •Tecido conjuntivo denso não-modelado ou modelado: derme, com substancia intercelular viscosa, proteção contra infecções. • Substância intercelular é rica em fibras
  • 18. Tipos de Fibras: Elásticas: proteína elastina, são elásticas e cedem a pressão. Colágenas: proteína colágeno, resistente a tração, presentes nos tendões. Reticulares: proteína colágeno que se entrelaçam, ocorre em baço, timo e medula óssea vermelha. Tipos de células: Fibroblasto Macrófago Mastócito Plasmócito Adipócito Leucócito Mesenquimais ( tronco )
  • 19. 1- fibra colágena; 2- fibra elástica; 3-linfócito; 4-monócito; 5- macrófago; 6-fibroblasto; 7-mastócito; 8-célula mesenquimal; 9-plasmócito; 10-capilar; 11-adipócito
  • 20. Tecido conjuntivoTecido conjuntivo Cartilaginos o • É um tecido de sustentação, mas menos rígido e mais flexível que o ósseo; • É rico em substância intercelular É a cartilagem e está presente em várias partes do corpo: nariz, orelha, traquéia, entre as vértebras e costelas, entre os ossos contribuindo para o deslizamento, etc...
  • 21. Células do tecido cartilaginoso Condroblasto (condrócito) Produzem fibras colágenas, reticulares e substancia fundamental Hialina- F.colagena Elástica- F.elástica Fibrocartilagem- + F. colágena
  • 22. Tecido conjuntivoTecido conjuntivo Adiposo • Outra função é sustentar e proteger alguns órgãos, como os rins, e amortecer choques mecânicos (suavizar o impacto dos pés com o solo durante uma corrida) Apresenta grande número de células de gordura; • Além de preencher espaços, sua função é armazenar material nutritivo, principalmente gordura (fonte de energia), que serve também como isolante térmico (evita perda de calor para o ambiente externo);
  • 23.
  • 24. Tecido conjuntivoTecido conjuntivo Ósseo • Contém muitas fibras colágenas e sais de cálcio e fósforo, que proporcionam rigidez e resistência aos ossos. •É um dos tecidos que formam o esqueleto de nosso corpo, tendo como função a sustentação. • Substância intercelular sólida, dura e resistente.
  • 25. Osteoblastos (osteócitos): produz a matriz Osteoclastos: regeneração e remodelação óssea
  • 26. O endósteo é formado por fibras reticulares e osteoblastos. O periósteo é composto pela camada fibrosa, mais interna, e pela camada osteogênica, mais externa. Ele se encontra aderido à superfície externa da diáfise do osso.
  • 27. Tecido conjuntivoTecido conjuntivo Sanguíneo •Substância intercelular é líquida e constitui o plasma sanguíneo, formado principalmente de água (+ 90%) • O sangue possui diferentes tipos de células: •Glóbulos vermelhos: possuem hemoglobina, uma substância vermelha que se combina com o oxigênio e o transporta às células do corpo.
  • 28. •Plaquetas: fragmentos de células que participam da coagulação do sangue •Glóbulos brancos:: estão associados com a defesa do organismo. Produzem anticorpos, substâncias que defendem o organismo contra a ação de antígenos (substâncias estranhas ao organismo)
  • 29.
  • 31.
  • 32. Tecido NervosoTecido Nervoso  O tecido nervoso é responsável pelo processamento de informações no corpo humano.  Apresenta células especializadas chamadas neurônios, que transmitem impulsos nervosos pelo organismo.  Os neurônios apresentam, em suas terminações, estruturas que agem como receptores para vários tipos de estímulos, como mecânicos, químicos e térmicos.  Esses estímulos são transformados em impulsos nervosos e são transmitidos para o cérebro, órgão formado por vários neurônios.
  • 34. Tipos de neurônios: Sensorial: recebem estímulos sensoriais do meio e do organismo. Motor: atuam em órgãos, como células musculares, glândulas. Associativo: estabelece conexão com outros neurônios
  • 35. Células da Neuróglia – Sistema Nervoso Central ASTRÓCIOTO Capilar OLIGODENDRÓCITO Bainha de mielina Microgliócitos Céls. ependimárias
  • 36. cérebro Medula espinhal Exemplo de comunicação por tecidos nervosos Quando uma pessoa decide segurar um objeto, o cérebro envia “mensagens” para os músculos que irão se mover. Essas mensagens são os impulsos nervosos, transmitidos pelos nervos.
  • 37. Exemplo: Quando um jogador de futebol vai chutar a gol, seus olhos enviam ao cérebro informações sobre a posição do gol e do goleiro. Essas informações são transmitidas por meio de impulsos nervosos, que se propagam pelos nervos até chegar ao cérebro, onde são interpretadas. Em resposta, o cérebro envia, também por meio dos impulsos nervosos, informações para determinados músculos se mexerem e chutar a bola de modo desejado
  • 38.
  • 39. Tecido MuscularTecido Muscular  O tecido muscular caracteriza-se por ser formado por células alongadas, que podem se contrair, provocando os movimentos.  É o tecido mais abundante no corpo e que precisa da maior parte da energia corporal para realizar suas funções de movimento.  Existem três tipos de tecido muscular:
  • 40. • Estriado esquelético: tem contração vigorosa e voluntária. Fibras possuem vários núcleos e estrias longitudinais e transversais. Constitui os músculos que se prendem ao esqueleto, permitindo os movimentos.Ex: músculos peitoral, bíceps e tríceps. •Não-estriado ou liso: tem contração lenta e involuntária. Fibras apenas com um núcleo. Não possui estrias transversais. Encontrado nas paredes do estômago, intestinos, esôfago, etc. • Estriado cardíaco: tem contração vigorosa e involuntária. Fibras possuem apenas um núcleo e possuem estrias longitudinais e transversais. Esse tecido constitui o miocárdio, o músculo do coração
  • 41.
  • 42. ? Dúvidas ? Perguntas ? Sugestões ? Comentários ?