Fluxo de energia e ciclo da matéria

1.994 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.994
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
104
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fluxo de energia e ciclo da matéria

  1. 1. Fluxo de Energia e Ciclo da Matéria Prof. Carlos Priante AULA 6
  2. 2. Tudo começa...
  3. 3. Energia = Luminosa ou química Matéria = Orgânica ou Inorgânica
  4. 4. Energia Luminosa
  5. 5. Fotossíntese
  6. 6. Energia Luminosa Energia Química
  7. 7. Cadeia Alimentar  Conjunto de seres vivos de uma comunidade que se alimentam e servem de alimento uns aos outros.
  8. 8. Níveis Tróficos  Produtores: Organismos autótrofos, ou seja, aqueles que produzem seu próprio alimento. Plantas Algas Bactérias Fotossintética s
  9. 9.  Consumidores: Seres heterótrofo; são aqueles que não produzem seu próprio alimento, se alimentando de outros seres.  Consumidor Primário: herbívoros, roedores etc.  Consumidores Secundário: Carnívoros em geral  Consumidor Terciário: Carnívoros em geral
  10. 10.  Decompositores: Bactérias e fungos, (heterotróficos) que transformam matéria orgânica de que se alimentam (cadáveres,…), em matéria mineral que é devolvida ao solo.
  11. 11. Fim Os decompositores fazem a circulação final da matéria orgânica e mineral processadas através das cadeias alimentares.
  12. 12. Produtores Decompositores Consumidores
  13. 13. Teia Alimentar  Interligação de várias cadeias alimentares
  14. 14. Fluxo Energético dos Ecossistemas Unidireccional •A energia, proveniente do Sol, passa sempre dos níveis tróficos da base para os de topo – dos produtores aos consumidores. •Toda energia assimilada pelos seres vivos acaba por ser libertada sob a forma de calor (deslocação, fezes, respiração, transpiração, urina). •Só a energia do Sol pode renovar o fluxo de energia no ecossistema.
  15. 15. Fluxo de energia e de matéria Produtores 1º nível trófico Consumidores de 1ª ordem 2º nível trófico Consumidores de 2ª ordem 3º nível trófico Consumidores de 3ª ordem 4º nível trófico Consumidores de 4ª ordem 5º nível trófico Diminuiçãodeindivíduos,matériaeenergia
  16. 16. Pirâmides ecológicas  Pirâmides ecológicas representam, graficamente, o fluxo de energia e matéria entre os níveis tróficos no decorrer da cadeia alimentar.  Para tal, cada retângulo representa, de forma proporcional, o parâmetro a ser analisado.
  17. 17. Pirâmide de números  Representa a quantidade de indivíduos em cada nível trófico da cadeia alimentar proporcionalmente à quantidade necessária para a dieta de cada um desses.
  18. 18.  Em alguns casos, quando o produtor é uma planta de grande porte, o gráfico de números passa a ter uma conformação diferente da usual, sendo denominado “pirâmide invertida”.  Outro exemplo de pirâmide invertida é dada quando a pirâmide envolve parasitas, sendo assim os últimos níveis tróficos mais numerosos.
  19. 19. Pirâmide de biomassa  É mostrada a massa corpórea (biomassa) e não o número de cada nível trófico da cadeia alimentar.  O resultado será similar ao encontrado na pirâmide de números: os produtores terão a maior biomassa e constituem a base da pirâmide, decrescendo a biomassa nos níveis superiores.
  20. 20. Circulação da Matéria nos Ecossistemas Ciclos Biogeoquímicos  O trajeto das substâncias do ambiente abiótico para o mundo dos seres vivos e o seu retorno ao mundo abiótico.  Esses elementos são essenciais para a vida dos organismos.
  21. 21. Ciclos da Matéria  Ciclo do Carbono  Ciclo do Nitrogênio  Ciclo da Água  Ciclo do Oxigênio
  22. 22. Ciclo do Carbono
  23. 23. Ciclo do Nitrogênio
  24. 24. Ciclo da Água
  25. 25. Ciclo do Oxigênio
  26. 26. Atividade  5 níveis tróficos  Faça uma cadeia e uma teia alimentar  Construa uma Pirâmide de Número e Biomassa

×