Sistemas de Informações Geográficas

458 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
458
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistemas de Informações Geográficas

  1. 1. Dr. Carlos Germano F. Costa Doutor em Desenvolvimento e Meio Ambiente – Especialista em Gestão de Riscos de Desastres The Inter-American Institute for Cooperation on Agriculture (IICA) – Brazil UEMS Dourados,MS, Brasil UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL ÁREA DE CONHECIMENTO: GESTÃO AMBIENTAL / ENGENHARIA AMBIENTAL / ENGENHARIA SANITÁRIA / ENGENHARIA AGRONÔMICA / QUÍMICA / ENGENHARIA QUÍMIC SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA USADOS NA GESTÃO AMBIENTAL
  2. 2. Introdução Objetivos de aprendizagem: Ao final deste módulo, você terá: • Conhecimento sobre conceitos relativos a Sistemas de Informação Geográfica usados na gestão ambiental; •Compreensão dos conceitos básicos de Imagens de Satélites. •Compreensão dos conceitos básicos de Georeferrenciamento. •Compreensão das Aplicações e Usos do Sistema de Informações geográficas na Gestão Ambiental. •Noções de Geotecnologias. •Cadastro Ambiental Rural (SICAR). Roteiro da apresentação
  3. 3. I - Introdução • Sistemas de Informação Geográfica (SIG) é sistema baseado na interação software, hardware, pessoas e informações espaciais. • O SIG propicia: – criar, editar, pesquisar, analisar e apresentar as informações em um mapa ou no computador. • Sistema – uma operação que ilimitada que vincula a informação à sua localização geográfica, por meio de hardware,redes software, dados e procedimentos operacionais. • Informação – atributos ou características (dados) podem ser usados para melhor descrever uma localização espacial. • Geográfica – Localização Espacial - 80% dos dados do governo EUA estão associados a algum localização espacial. • ... Não é simplesmente um software! ... Não é usado somente para fazer mapas! • Mais de 7.000 universidades ensinam SIG no mundo (Angela Lee ESRI Education Program)
  4. 4. I - Introdução • As possibilidades são ilimitadas… – Estudo de Impacto Ambiental. – Gestão de Recursos. – Planejamento do uso do solo. – Saneamento Básico e rede de distribuição de águas. – Rotas de Transporte. – mais ... • Os dados no SIG possuem referência espacial (geográfica) – Descreve uma feição sobre a superfície terrestre usando por exemplo: • sistema de referência . • seu endereço. • seu município. • nome da rua. • bacia hidrográfica. • O SIG armazena informações sobre a superfície terrestre em uma coleção de camadas (layers). Essas se ligam a um banco de dados descritivos e se relacionam umas com as outras por meio de sua localização espacial – Estradas . – Uso da Terra. – População. – Serviços. – Escolas e Hospitais. – Nascentes. – Saneamento.
  5. 5. Aquisição de imagens IMAGENS DE SATÉLITES
  6. 6. IMAGENS DE SATÉLITE UTILIZADAS NA GESTÃO AMBIENTAL CADASTRO DO SICAR
  7. 7. Exemplo do comportamento espectral de duas feições de uma imagem Rapideye: Floresta nativa e Floresta plantada.
  8. 8. MOSAICOS DE IMAGENS DE SATÉLITES IDENTIFICAÇÃO DAS FEIÇÕES PERTINENTES EM IMAGENS DE SATÉLITE Antropização: Áreas Rurais
  9. 9. Remanescente de vegetação nativa Corpos d’água
  10. 10. NOÇÕES BÁSICAS DE GEORREFERENCIAENTO O que é projeção geográfica?
  11. 11. Sistema de Coordenadas Geodésicas Sistema de Coordenadas Planas (UTM)
  12. 12. Datum Principais instrumentos utilizados no georreferenciamento GPS (ou GNSS) Estação Total
  13. 13. Escala cartográfica APLICAÇÕES DO SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS AO MÓDULO DO CAR O que é SIG? Representação de dados espaciais
  14. 14. Raster Vetor
  15. 15. Exemplo dos vetores que podem ser utilizados no cadastro para identificar cada feição no imóvel rural.
  16. 16. Entrada de dados vetoriais no SIG do modulo de cadastro do SICAR Importação de arquivo vetorial Inserção de vértice de polígono manualmente (Memorial descritivo)
  17. 17. Delimitações das feições com base nas imagens de satélite georreferenciadas
  18. 18. BIBLIOGRAFIA: • FISCHMANN, A. A.; ALMEIDA, M. I. R. de. Planejamento estratégico na prática. 2.ed. 20ª reimpressão. São Paulo: Atlas, 2011. • JENSEN, J. R. Sensoriamento remoto do ambiente. Parêntese, 2009.MANO, E. B. Meio ambiente, poluição e reciclagem. 2.ed. São Paulo: Blucher, 2010. • MAY, P. H. (org.) Economia do meio ambiente: teoria e prática. 2. ed. 4ª reimpressão. Rio de Janeiro:Elsevier, 2010. • MOURA, L. A. A. Economia ambiental: gestão de custos e investimentos. 2. ed. São Paulo: Juarez de Oliveira,2003. • PRIMAVESI. A. Manejo ecológico do solo. São Paulo: Nobel, 2004. • PRIMAVESI. A. Manejo ecológico do solo: a agricultura em regiões tropicais. São Paulo: Nobel, 2004. • ROBLES JR., A.; BONELLI, V. V. Gestão da qualidade e do meio ambiente: enfoque financeiro e patrimonial.6ª reimpressão. São Paulo: Atlas, 2011. • SANTOS, R. F. dos. Planejamento ambiental. Oficina de Textos, 2004. • SILVA, J. E. X. da , ZAIDAN, R. T. Geoprocessamento e análise ambiental: Aplicações. Bertrand Brasil, • 2007.

×