AVALIAÇÃO DE INCOMODIDADE DEVIDO A VIBRAÇÕES
COMPARAÇÃO DE CRITÉRIOS
www.dbwave.pt
CRITÉRIOS REVISTOS
•O designado “Critério do LNEC”
•A norma ISO 2631 Parte 1 e 2
•A norma BS 6472 (2008)
RESPOSTA HUMANA A VIBRAÇÕES EM EDIFICIOS
FATORES
•Frequências das vibrações
•Nível
•Distribuição temporal
•Efeitos paralel...
FREQUÊNCIAS DAS VIBRAÇÕES
Comparação de curvas de ponderação em frequência ( ISO 8041)
Parâmetro de medida – Aceleração
Hz...
FREQUÊNCIAS DAS VIBRAÇÕES
COMPARAÇÃO ENTRE A ACELERAÇÃO E VELOCIDADE
0
0,2
0,4
0,6
0,8
1
1,2
1 1,6 2,5 4 6,3 10 16 25 40 6...
NÍVEL
NP ISO 2631-1_2007 Anexo 3 - C.3 Reações em termos de conforto a ambientes
com vibrações
“A experiência mostra que, ...
NÍVEL
LIMIAR DE PERCEÇÃO
NP ISO 2631-1:2007
“Cinquenta por cento das pessoas conseguem detetar uma vibração ponderada
com ...
DISTRIBUIÇÃO TEMPORAL
Altura do dia
Vibrações não geradas por explosões
Vibrações devidas a explosões
DISTRIBUIÇÃO TEMPORAL
Vibrações não geradas por explosões
Altura do dia
Dia, noite
Tipo de vibração
Continua, intermitente...
DISTRIBUIÇÃO TEMPORAL
Vibrações não geradas por explosões
Altura do dia
NP ISO 2631-1:2007
8.2.1 Não existe evidência conc...
EFEITOS PARALELOS
visuais e auditivos
• Ruido (estrutural e aéreo);
• Vidros a bater;
• Efeitos visuais.
CRITERIO DO LNEC
vef (mm/s) sensação
vef < 0,11 nula
0,11 < vef < 0,28 percetível , suportável para pequena duração
0,28 <...
A NORMA ISO 2631 PARTE 1 E 2
“A experiência mostra que, em muitos países, é frequente os ocupantes de edifícios residencia...
A NORMA BS 6472 (2008)
Valor da Dose da Vibração
O parâmetro utilizado para avaliação é o VDV (Vibration Dose Value).que é...
A NORMA BS 6472 (2008)
Valor da Dose da Vibração
Gamas de Valor de Dose de Vibração (VDV) que podem resultar em várias pro...
CASO 1 - APARTAMENTO
Aceleração Pico (Wm), e Velocidade eficaz (1 Hz-20 KHz), medidas durante diversos dias, uma vez por
s...
CASO 2 ESCRITÓRIO
Aceleração Pico (Wm), e Velocidade eficaz (1 Hz-20 KHz) medidas durante diversas horas, uma vez por
segu...
CASO 3 APARTAMENTO
Soalho de madeira
Fonte de vibrações – trafego rodoviário, ocupação de edifício
Medição de aceleração p...
CASO 3 APARTAMENTO
Medição de VDV
VDV medido durante diversas dias, uma vez por segundo.
Eixo x Eixo y Eixo z reduzida pro...
COMPARAÇÃO DE CRITÉRIOS
LNEC ISO 2631 BS 6472
Procedimento de medida ± S S
Ponderação em frequência N S S
Frequência das v...
CONCLUSÃO
• Entre os critérios comparados o contido na BS6472 é o
mais completo;
• A incomodidade é subjetiva e uma avalia...
www.dbwave.pt
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Avaliação de incomodidade devido a vibrações - comparação de critérios

102 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre diversos critérios de avaliação de incomodidade de vibrações

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
102
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avaliação de incomodidade devido a vibrações - comparação de critérios

  1. 1. AVALIAÇÃO DE INCOMODIDADE DEVIDO A VIBRAÇÕES COMPARAÇÃO DE CRITÉRIOS www.dbwave.pt
  2. 2. CRITÉRIOS REVISTOS •O designado “Critério do LNEC” •A norma ISO 2631 Parte 1 e 2 •A norma BS 6472 (2008)
  3. 3. RESPOSTA HUMANA A VIBRAÇÕES EM EDIFICIOS FATORES •Frequências das vibrações •Nível •Distribuição temporal •Efeitos paralelos •Atividade das pessoas •Atitude das pessoas
  4. 4. FREQUÊNCIAS DAS VIBRAÇÕES Comparação de curvas de ponderação em frequência ( ISO 8041) Parâmetro de medida – Aceleração Hz0 0,2 0,4 0,6 0,8 1 1,2 1 1,6 2,5 4 6,3 10 16 25 40 63 Comparação de fatores de ponderação Wk Wm Wb
  5. 5. FREQUÊNCIAS DAS VIBRAÇÕES COMPARAÇÃO ENTRE A ACELERAÇÃO E VELOCIDADE 0 0,2 0,4 0,6 0,8 1 1,2 1 1,6 2,5 4 6,3 10 16 25 40 63 Comparação de fatores de ponderação Wk Wm Wb Velocidade não ponderada V=A/ωf
  6. 6. NÍVEL NP ISO 2631-1_2007 Anexo 3 - C.3 Reações em termos de conforto a ambientes com vibrações “A experiência mostra que, em muitos países, é frequente os ocupantes de edifícios residenciais queixarem-se das amplitudes de vibração desde que estas ultrapassem um pouco o limiar de perceção.”
  7. 7. NÍVEL LIMIAR DE PERCEÇÃO NP ISO 2631-1:2007 “Cinquenta por cento das pessoas conseguem detetar uma vibração ponderada com ponderação Wk com uma amplitude de pico igual a 0.015 m/s2. Enquanto o limiar de perceção médio é aproximadamente igual a uma amplitude pico de 0.015 m/s2, a gama de respostas pode variar de cerca de 0.01 m/s2 até 0.02 m/s2.” Critério do LNEC vef (mm/s) sensação vef < 0,11 nula
  8. 8. DISTRIBUIÇÃO TEMPORAL Altura do dia Vibrações não geradas por explosões Vibrações devidas a explosões
  9. 9. DISTRIBUIÇÃO TEMPORAL Vibrações não geradas por explosões Altura do dia Dia, noite Tipo de vibração Continua, intermitente, ocasional Amplitude constante, variável, impulsiva NP ISO 2631-1:2007 8.2.1 Não existe evidência conclusiva que suporte a dependência universal no tempo dos efeitos da vibração no conforto.
  10. 10. DISTRIBUIÇÃO TEMPORAL Vibrações não geradas por explosões Altura do dia NP ISO 2631-1:2007 8.2.1 Não existe evidência conclusiva que suporte a dependência universal no tempo dos efeitos da vibração no conforto. Vibrações devidas a explosões
  11. 11. EFEITOS PARALELOS visuais e auditivos • Ruido (estrutural e aéreo); • Vidros a bater; • Efeitos visuais.
  12. 12. CRITERIO DO LNEC vef (mm/s) sensação vef < 0,11 nula 0,11 < vef < 0,28 percetível , suportável para pequena duração 0,28 < vef < 1,10 nítida, incómoda, podendo afetar as condições de trabalho 1,10 < vef muito nítida, muito incómoda, reduzindo as condições de trabalho 0 0,2 0,4 0,6 0,8 1 1,2 1 1,6 2,5 4 6,3 10 16 25 40 63 Comparação de fatores de ponderação Wk Wm Wb Velocidade não ponderada
  13. 13. A NORMA ISO 2631 PARTE 1 E 2 “A experiência mostra que, em muitos países, é frequente os ocupantes de edifícios residenciais queixarem-se das amplitudes de vibração desde que estas ultrapassem um pouco o limiar de perceção.” (Anexo 3 - C.3 Reações em termos de conforto a ambientes com vibrações NP ISO 2631-1_2007) “Cinquenta por cento das pessoas (atentas e em boa forma física) conseguem detetar uma vibração ponderada com ponderação wk, com uma amplitude de pico igual a 0.015 m/s2. Há uma variação muito grande de pessoa para pessoa na capacidade de perceção de vibrações. Sendo o limiar de perceção médio aproximadamente igual a 0.015 m/s2, a gama de respostas pode variar de cerca de 0.01 m/s2 até 0.02 m/s2 (amplitude de pico).” (Anexo 3 - C.3 Perceção, NP ISO 2631-1_2007)
  14. 14. A NORMA BS 6472 (2008) Valor da Dose da Vibração O parâmetro utilizado para avaliação é o VDV (Vibration Dose Value).que é definido da seguinte forma: Onde: VDV b/d,day,night é ao valor de dose de vibração (em m.s-1.75) a(t) é a aceleração ponderada em frequência (em m.s-1.75), utilizando as ponderações Wb ou Wd conforme apropriado. T é o período total do dia ou noite (em s) durante o qual a vibração pode ocorrer. 𝑽𝑫𝑽 𝒃/ 𝒅,𝒅𝒂𝒚/𝒏𝒊𝒈𝒉𝒕 = න 𝟎 𝑻 𝒂 𝟒 𝒕 𝒅𝒕 𝟎.𝟐𝟓 O nível é muito mais importante que a duração • uma duplicação do nível é equivalente a uma multiplicação por 16 da duração • ocorre um ligeiro aumento do desconforto com o prolongamento da exposição
  15. 15. A NORMA BS 6472 (2008) Valor da Dose da Vibração Gamas de Valor de Dose de Vibração (VDV) que podem resultar em várias probabilidades de comentários adversos em edifícios de habitação (para escritórios e oficinas devem-se utilizar fatores multiplicadores de 2 e 4, respetivamente, aos valores referidos, para um dia de 16 horas) Local e tempo Reduzida probabilidade de comentários adversos É possível ocorrerem comentários adversos É provável ocorrerem comentários adversos Edifícios de habitação, 16 horas, dia 0,2 a 0,4 m.s-1.75 0,4 a 0,8 m.s-1.75 0,8 a 1,6 m.s-1.75 Edifícios de habitação, 8 horas, noite 0,1 a 0,2 m.s-1.75 0,2 a 0,8 m.s-1.75 0,4 a 0,8 m.s-1.75
  16. 16. CASO 1 - APARTAMENTO Aceleração Pico (Wm), e Velocidade eficaz (1 Hz-20 KHz), medidas durante diversos dias, uma vez por segundo. Logger results, aggregation degree = 314 22:00:00 30/04/2015 09:00:00 01/05/2015 20:00:00 01/05/2015 07:00:00 02/05/2015 18:00:00 02/05/2015 05:00:00 03/05/2015 16:00:00 03/05/2015 03:00:00 04/05/2015 Time 0,0000 0,0000 0,0100 0,0100 0,0200 0,0200 0,0300 0,0300 0,0400 0,0400 0,0500 0,0500 0,0600 m s2 Acceleration Acceleration m s2 Limiar de Sensibilidade Start Stop Duration Peak Peak Peak Info - - - Ch1, P1 (Wm) Ch2, P1 (Wm) Ch3, P1 (Wm) Main cursor 01/05/2015 06:09:40 - - 0,0002 m/s^2 0,0002 m/s^2 0,0002 m/s^2 Whole data 30/04/2015 17:41:18 04/05/2015 09:04:27 87:23:09.000 0,0248 m/s^2 0,0596 m/s^2 0,0575 m/s^2 Logger results, aggregation degree = 3 1 4 22:00:00 30/04/2015 09:00:00 01/05/2015 20:00:00 01/05/2015 07:00:00 02/05/2015 18:00:00 02/05/2015 05:00:00 03/05/2015 16:00:00 03/05/2015 03:00:00 04/05/2015 Time 0,0000 0,0000 0,00005 0,00005 0,0001 0,0001 0,0002 0,0002 m s Velocity Velocity m s Limiar de Sensibilidade de acordo com o critério do LNEC RMS, Ch1, P2 RMS, Ch3, P2 RMS, Ch2, P2
  17. 17. CASO 2 ESCRITÓRIO Aceleração Pico (Wm), e Velocidade eficaz (1 Hz-20 KHz) medidas durante diversas horas, uma vez por segundo. Logger results, aggregation degree = 19 09:30:00 10:00:00 10:30:00 11:00:00 11:30:00 12:00:00 12:30:00 13:00:00 13:30:00 14:00:00 Time 09:54:52 0,0000 0,0000 0,0020 0,0020 0,0040 0,0040 0,0060 0,0060 0,0080 0,0080 0,0100 0,0100 0,0120 0,0120 m s2 Acceleration Acceleration m s2 Limiar de Sensibilidade de acordo com a ISO 2631 Start Stop Duration Peak Peak Peak Info - - - Ch1, P1 (Wm) Ch2, P1 (Wm) Ch3, P1 (Wm) Main cursor 05/05/2015 09:54:52 - - 0,0004 m/s^2 0,0005 m/s^2 0,0006 m/s^2 Whole data 05/05/2015 09:25:06 05/05/2015 14:29:47 05:04:41.000 0,0033 m/s^2 0,0050 m/s^2 0,0050 m/s^2 Logger results, aggregation degree = 19 09:30:00 10:00:00 10:30:00 11:00:00 11:30:00 12:00:00 12:30:00 13:00:00 13:30:00 14:00:00 Time 09:54:52 0,0000 0,0000 0,00005 0,00005 0,0001 0,0001 0,0002 0,0002 m s Velocity Velocity m s Limiar de Sensibilidade de acordo com o critério do LNEC Start Stop Duration RMS RMS RMS Info - - - Ch1, P2 (Vel1, Lin) Ch2, P2 (Vel1, Lin) Ch3, P2 (Vel1, Lin) Main cursor 05/05/2015 09:54:52 - - 0,000007 m/s 0,000008 m/s 0,000008 m/s Whole data 05/05/2015 09:25:06 05/05/2015 14:29:47 05:04:41.000 0,000008 m/s 0,000008 m/s 0,000008 m/s
  18. 18. CASO 3 APARTAMENTO Soalho de madeira Fonte de vibrações – trafego rodoviário, ocupação de edifício Medição de aceleração pico – comparação com limiar de sensibilidade da ISO2631 Aceleração Pico (Wd,Wb) medidos durante diversas dias, uma vez por segundo. Logger results, aggregation degree = 2 1 4 21:00:00 11/09/2015 04:00:00 12/09/2015 11:00:00 12/09/2015 18:00:00 12/09/2015 01:00:00 13/09/2015 08:00:00 13/09/2015 15:00:00 13/09/2015 22:00:00 13/09/2015 14/09/2015 Time 0,0000 0,0000 0,0200 0,0200 0,0400 0,0400 0,0600 0,0600 0,0800 0,0800 m s2 Acceleration Acceleration m s2 Limiar de Sensibilidade de acordo com a ISO 2631 Start Stop Duration Peak Peak Peak Info - - - Ch1, P1 (Wd) Ch2, P1 (Wd) Ch3, P1 (Wb) Main cursor 13/09/2015 11:39:48 - - 0,0003 m/s^2 0,0006 m/s^2 0,0037 m/s^2 Whole data 11/09/2015 19:28:44 14/09/2015 06:58:17 59:29:33.000 0,0432 m/s^2 0,0164 m/s^2 0,0923 m/s^2
  19. 19. CASO 3 APARTAMENTO Medição de VDV VDV medido durante diversas dias, uma vez por segundo. Eixo x Eixo y Eixo z reduzida probabilidade de comentário adverso VDV d dia 0,0035 0,0062 VDV b dia 0,0237 0,2 a 0,4 VDV d noite 0,0009 0,0009 VDV b noite 0,0004 0,1 a 0,2 Logger results, aggregation degree = 2 1 4 21:00:00 11/09/2015 04:00:00 12/09/2015 11:00:00 12/09/2015 18:00:00 12/09/2015 01:00:00 13/09/2015 08:00:00 13/09/2015 15:00:00 13/09/2015 22:00:00 13/09/2015 14/09/2015 Time 0,0000 0,0000 0,0050 0,0050 0,0100 0,0100 0,0150 0,0150 0,0200 0,0200 0,0250 0,0250 m s1.75 Dose Dose m s1.75 Start Stop Duration VDV VDV VDV Info - - - Ch1, P1 (Wd, Lin) Ch2, P1 (Wd, Lin) Ch3, P1 (Wb, Lin) Main cursor 11/09/2015 23:20:34 - - 0,0003 m/s^1.75 0,0003 m/s^1.75 0,0010 m/s^1.75 Whole data 11/09/2015 19:28:44 14/09/2015 06:58:17 59:29:33.000 0,0388 m/s^1.75 0,0064 m/s^1.75 0,0295 m/s^1.75
  20. 20. COMPARAÇÃO DE CRITÉRIOS LNEC ISO 2631 BS 6472 Procedimento de medida ± S S Ponderação em frequência N S S Frequência das vibrações N S S Valores limite S ± S Avaliação com base em probabilidade N ± S Distinção entre vibrações de explosões e outras N N S Distribuição temporal N N S Atividade das pessoas N N S Altura do dia N N S Variação do limiar de percepção N S S Atitude das pessoas N N N Efeitos paralelos N N N
  21. 21. CONCLUSÃO • Entre os critérios comparados o contido na BS6472 é o mais completo; • A incomodidade é subjetiva e uma avaliação completa não pode ser só efetuada com ensaios; • No mínimo, tem de ser determinar se a vibração ultrapassa o limiar de sensibilidade.
  22. 22. www.dbwave.pt

×