SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Carlos Airton da Silva Martins Curso : Introdução à Educação Digital Grandezas proporcionais: Regras de três simples
Grandezas diretamente proporcionais e Grandezas inversamente proporcionais.
Grandeza É todo valor que está relacionado a outro valor, quando há variação de um, como consequência do outro varia também. Em nosso dia-a-dia quase tudo se acossia a duas ou mais grandezas. Por exemplo: quando falamos em velocidade, tempo, peso, espaço, etc., estamos lidando diretamente com grandezas que estão relacionadas entre si.
Grandezas Diretamente Proporcionais É definido como Grandeza Diretamente Proporcionais as grandezas que são diretamente proporcionais, ou seja, quando a variação de um implica na variação ou mudança da outra variável, ma mesma proporção, mesma direção e mesmo sentido.
Exemplos:   A produção de uma indústria está registrada no quandro, o qual apresenta uma relação entre os números da coluna à esquerda e o seu correspondente na coluna à direita.
Entre os números das duas colunas podem ser estabelecidas as seguintes relações: 1/10 = 2/20 = 3/30 todas as razões são iguais a 1/10, podemos completar a tabela usando essa razão. Podemos assim dizer que os números da 1ª coluna (1, 2, 3, 4 e 5) são diretamente proporcionais aos números correspondes na 2ª coluna (10, 20, 30, 40 e 50).
Grandeza Inversamente Proporcional Duas grandezas são inversamente proporcionais quando a variação de uma implica necessariamente na variação da outra, na mesma proporção, porém, em sentidos e direção contrários.
Exemplos:  Três veículos, com velocidades diferentes, devem percorrer a mesma distância, conforme indicada na tabela. A tabela indica suas velocidades e o tempo que cada um gastou.
Observe o que a medida que a velocidade aumenta o tempo diminui, nesse caso podemos dizer que os números escritos na coluna  Velocidade (30, 60 e 90) são inversamente proporcionais aos números correspondes na coluna Tempo (6, 3 e 2).
Atividades para praticar 1. Para a construção de uma residência, foram contratados 30 operários, prevendo-se o termino da construção em 130 dias. Para que essa obra seja construída em 100 dias, quantos operários, considerando o mesmo desempenho para todos, devem ser contratados? 2. João é pedreiro e recebe por dia (8 horas) de trabalho. Ao final do vigésimo dia de trabalho, ele recebeu R$ 400,00. Quanto ele receberia por 30 dias de trabalhado? 3. Se 2kg de carne custam R$ 17,00, quantos quilogramas dessa carne poderei comprar com R$ 68,00? 4. Uma roda-d'água foi construída na fazenda do senhor Carlos. Sabe-se que, em 9 minutos, ela dá 27 voltas completas. Quantas voltas completas a roda-d'água dará em uma hora e meia?
Recursos complementares: DINIZ, Maria Ignez de Souza – Resolução de problemas de Matemática elementar – IME/USP DANTE, Luiz Roberto – Didática da resolução de problemas de Matemática – 1989 – Ed. Ática SAAB, Maria Aparecida Cirino, Matemática: 7º ano; ilustrações André Lemes -  Curitiba: Positivo, 2008. v.4

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Razao e-proporcao
Razao e-proporcaoRazao e-proporcao
Razao e-proporcao
 
Semelhança de triângulos
Semelhança de triângulosSemelhança de triângulos
Semelhança de triângulos
 
Porcentagem Slides
Porcentagem SlidesPorcentagem Slides
Porcentagem Slides
 
Radiciaçâo
RadiciaçâoRadiciaçâo
Radiciaçâo
 
Potenciação
PotenciaçãoPotenciação
Potenciação
 
Aula 9º ano - Razão e Proporção
Aula 9º ano - Razão e ProporçãoAula 9º ano - Razão e Proporção
Aula 9º ano - Razão e Proporção
 
Equacoes do 1 grau
Equacoes do 1 grauEquacoes do 1 grau
Equacoes do 1 grau
 
Teorema de Tales
Teorema de TalesTeorema de Tales
Teorema de Tales
 
Numeros racionais
Numeros racionaisNumeros racionais
Numeros racionais
 
Matrizes
MatrizesMatrizes
Matrizes
 
Função de 1º Grau.
Função de 1º Grau.Função de 1º Grau.
Função de 1º Grau.
 
Geometria analítica distancia entre dois pontos
Geometria analítica distancia entre dois pontosGeometria analítica distancia entre dois pontos
Geometria analítica distancia entre dois pontos
 
Lista de Exercícios – Razão e Proporção
Lista de Exercícios – Razão e ProporçãoLista de Exercícios – Razão e Proporção
Lista de Exercícios – Razão e Proporção
 
Geometria plana
Geometria planaGeometria plana
Geometria plana
 
Áreas de Figuras Planas
Áreas de Figuras PlanasÁreas de Figuras Planas
Áreas de Figuras Planas
 
Slide aula angulos
Slide aula angulosSlide aula angulos
Slide aula angulos
 
Aula de fração
Aula de fraçãoAula de fração
Aula de fração
 
Grandezas medidas
Grandezas medidasGrandezas medidas
Grandezas medidas
 
Âgulos formados por duas retas paralelas e uma transversal
Âgulos formados por duas retas paralelas e uma transversalÂgulos formados por duas retas paralelas e uma transversal
Âgulos formados por duas retas paralelas e uma transversal
 
Algarismos significativos
Algarismos significativosAlgarismos significativos
Algarismos significativos
 

Destaque

Grandezas inversamente e diretamente proporcionais
Grandezas inversamente e diretamente proporcionaisGrandezas inversamente e diretamente proporcionais
Grandezas inversamente e diretamente proporcionaisLeandro Marin
 
Ponto, reta, plano e ângulos 6º ano
Ponto, reta, plano e ângulos   6º anoPonto, reta, plano e ângulos   6º ano
Ponto, reta, plano e ângulos 6º anoRafael Marques
 
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio CarlosRegra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlosguest3651befa
 
Regra de três simples - Revisão
Regra de três simples - RevisãoRegra de três simples - Revisão
Regra de três simples - RevisãoSandro Barcelos
 
Regra de 3 simples e composta
Regra de 3 simples e compostaRegra de 3 simples e composta
Regra de 3 simples e compostaSávio Costa
 
Elementos de Matemática Básica - Razão, Proporção, Porcentagem e Regra de 3
Elementos de Matemática Básica - Razão, Proporção, Porcentagem e Regra de 3Elementos de Matemática Básica - Razão, Proporção, Porcentagem e Regra de 3
Elementos de Matemática Básica - Razão, Proporção, Porcentagem e Regra de 3Milton Henrique do Couto Neto
 
Proporcionalidade
ProporcionalidadeProporcionalidade
Proporcionalidadeguest827f9
 
Proporcionalidade direta
Proporcionalidade diretaProporcionalidade direta
Proporcionalidade diretaHelena Borralho
 

Destaque (9)

Grandezas inversamente e diretamente proporcionais
Grandezas inversamente e diretamente proporcionaisGrandezas inversamente e diretamente proporcionais
Grandezas inversamente e diretamente proporcionais
 
Ponto, reta, plano e ângulos 6º ano
Ponto, reta, plano e ângulos   6º anoPonto, reta, plano e ângulos   6º ano
Ponto, reta, plano e ângulos 6º ano
 
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio CarlosRegra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
 
Regra de três simples - Revisão
Regra de três simples - RevisãoRegra de três simples - Revisão
Regra de três simples - Revisão
 
Regra de 3 simples e composta
Regra de 3 simples e compostaRegra de 3 simples e composta
Regra de 3 simples e composta
 
Perfil profesional
Perfil profesionalPerfil profesional
Perfil profesional
 
Elementos de Matemática Básica - Razão, Proporção, Porcentagem e Regra de 3
Elementos de Matemática Básica - Razão, Proporção, Porcentagem e Regra de 3Elementos de Matemática Básica - Razão, Proporção, Porcentagem e Regra de 3
Elementos de Matemática Básica - Razão, Proporção, Porcentagem e Regra de 3
 
Proporcionalidade
ProporcionalidadeProporcionalidade
Proporcionalidade
 
Proporcionalidade direta
Proporcionalidade diretaProporcionalidade direta
Proporcionalidade direta
 

Semelhante a Grandezas proporcionais: Regras de três simples

Grandezas Proporcionais Diretamente e inversamente Proporcionais
Grandezas Proporcionais Diretamente e inversamente ProporcionaisGrandezas Proporcionais Diretamente e inversamente Proporcionais
Grandezas Proporcionais Diretamente e inversamente ProporcionaisFrancisco Márcio Bezerra Oliveira
 
Mat grandezas i proporcionais regra de tres simples
Mat grandezas i proporcionais regra de tres simplesMat grandezas i proporcionais regra de tres simples
Mat grandezas i proporcionais regra de tres simplestrigono_metria
 
1de136511508a3117c82512376efde4474485.ppt
1de136511508a3117c82512376efde4474485.ppt1de136511508a3117c82512376efde4474485.ppt
1de136511508a3117c82512376efde4474485.pptAssisTeixeira2
 
Mat grandezas proporcionais regra de tres simples
Mat grandezas proporcionais regra de tres simplesMat grandezas proporcionais regra de tres simples
Mat grandezas proporcionais regra de tres simplestrigono_metria
 
RazãO E ProporçãO
RazãO  E ProporçãORazãO  E ProporçãO
RazãO E ProporçãOAri_Avilez
 
Ficha 1 fisica_1em
Ficha 1 fisica_1emFicha 1 fisica_1em
Ficha 1 fisica_1emVivian Paula
 
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio CarlosRegra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio CarlosAntonio Carneiro
 
Regra de três simples turma 04 aux. administrativo
Regra de três simples   turma 04 aux. administrativoRegra de três simples   turma 04 aux. administrativo
Regra de três simples turma 04 aux. administrativoMaximus Maylson
 
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio CarlosRegra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio CarlosAntonio Carneiro
 
Regra de três simples e exercícios
Regra de três simples e exercíciosRegra de três simples e exercícios
Regra de três simples e exercíciosLeandro Marin
 
Razão e Proporção.ppttransformaçõestransformações
Razão e Proporção.ppttransformaçõestransformaçõesRazão e Proporção.ppttransformaçõestransformações
Razão e Proporção.ppttransformaçõestransformaçõesalessandraoliveira324
 
CRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São Pedro
CRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São PedroCRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São Pedro
CRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São Pedrocrepiraja
 
Mat funcao polinomial 1 grau
Mat funcao polinomial 1 grauMat funcao polinomial 1 grau
Mat funcao polinomial 1 grautrigono_metria
 

Semelhante a Grandezas proporcionais: Regras de três simples (20)

Grandezas Proporcionais Diretamente e inversamente Proporcionais
Grandezas Proporcionais Diretamente e inversamente ProporcionaisGrandezas Proporcionais Diretamente e inversamente Proporcionais
Grandezas Proporcionais Diretamente e inversamente Proporcionais
 
Mat grandezas i proporcionais regra de tres simples
Mat grandezas i proporcionais regra de tres simplesMat grandezas i proporcionais regra de tres simples
Mat grandezas i proporcionais regra de tres simples
 
1de136511508a3117c82512376efde4474485.ppt
1de136511508a3117c82512376efde4474485.ppt1de136511508a3117c82512376efde4474485.ppt
1de136511508a3117c82512376efde4474485.ppt
 
Mat grandezas proporcionais regra de tres simples
Mat grandezas proporcionais regra de tres simplesMat grandezas proporcionais regra de tres simples
Mat grandezas proporcionais regra de tres simples
 
"Somos Físicos" Grandezas Físicas
"Somos Físicos" Grandezas Físicas"Somos Físicos" Grandezas Físicas
"Somos Físicos" Grandezas Físicas
 
RazãO E ProporçãO
RazãO  E ProporçãORazãO  E ProporçãO
RazãO E ProporçãO
 
Matemática
MatemáticaMatemática
Matemática
 
Ficha 1 fisica_1em
Ficha 1 fisica_1emFicha 1 fisica_1em
Ficha 1 fisica_1em
 
M4 51 vb
M4 51 vbM4 51 vb
M4 51 vb
 
Proporcionalidade - AP 06
Proporcionalidade - AP 06Proporcionalidade - AP 06
Proporcionalidade - AP 06
 
Física 1ª ano
Física 1ª anoFísica 1ª ano
Física 1ª ano
 
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio CarlosRegra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
 
Regra de três simples turma 04 aux. administrativo
Regra de três simples   turma 04 aux. administrativoRegra de três simples   turma 04 aux. administrativo
Regra de três simples turma 04 aux. administrativo
 
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio CarlosRegra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
Regra De TrêS Simples E Composta Autor Antonio Carlos
 
Regra de três simples e exercícios
Regra de três simples e exercíciosRegra de três simples e exercícios
Regra de três simples e exercícios
 
Razão e Proporção.ppttransformaçõestransformações
Razão e Proporção.ppttransformaçõestransformaçõesRazão e Proporção.ppttransformaçõestransformações
Razão e Proporção.ppttransformaçõestransformações
 
Física 9° ano
Física 9° anoFísica 9° ano
Física 9° ano
 
Matemática - DUDAN
Matemática - DUDANMatemática - DUDAN
Matemática - DUDAN
 
CRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São Pedro
CRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São PedroCRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São Pedro
CRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São Pedro
 
Mat funcao polinomial 1 grau
Mat funcao polinomial 1 grauMat funcao polinomial 1 grau
Mat funcao polinomial 1 grau
 

Último

Bullying - Atividade com caça- palavras
Bullying   - Atividade com  caça- palavrasBullying   - Atividade com  caça- palavras
Bullying - Atividade com caça- palavrasMary Alvarenga
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptxLírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptxfabiolalopesmartins1
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 BrasilGoverno Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasillucasp132400
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniCassio Meira Jr.
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBAline Santana
 

Último (20)

Bullying - Atividade com caça- palavras
Bullying   - Atividade com  caça- palavrasBullying   - Atividade com  caça- palavras
Bullying - Atividade com caça- palavras
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
 
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptxLírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 BrasilGoverno Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
 

Grandezas proporcionais: Regras de três simples

  • 1. Carlos Airton da Silva Martins Curso : Introdução à Educação Digital Grandezas proporcionais: Regras de três simples
  • 2. Grandezas diretamente proporcionais e Grandezas inversamente proporcionais.
  • 3. Grandeza É todo valor que está relacionado a outro valor, quando há variação de um, como consequência do outro varia também. Em nosso dia-a-dia quase tudo se acossia a duas ou mais grandezas. Por exemplo: quando falamos em velocidade, tempo, peso, espaço, etc., estamos lidando diretamente com grandezas que estão relacionadas entre si.
  • 4. Grandezas Diretamente Proporcionais É definido como Grandeza Diretamente Proporcionais as grandezas que são diretamente proporcionais, ou seja, quando a variação de um implica na variação ou mudança da outra variável, ma mesma proporção, mesma direção e mesmo sentido.
  • 5. Exemplos: A produção de uma indústria está registrada no quandro, o qual apresenta uma relação entre os números da coluna à esquerda e o seu correspondente na coluna à direita.
  • 6. Entre os números das duas colunas podem ser estabelecidas as seguintes relações: 1/10 = 2/20 = 3/30 todas as razões são iguais a 1/10, podemos completar a tabela usando essa razão. Podemos assim dizer que os números da 1ª coluna (1, 2, 3, 4 e 5) são diretamente proporcionais aos números correspondes na 2ª coluna (10, 20, 30, 40 e 50).
  • 7. Grandeza Inversamente Proporcional Duas grandezas são inversamente proporcionais quando a variação de uma implica necessariamente na variação da outra, na mesma proporção, porém, em sentidos e direção contrários.
  • 8. Exemplos: Três veículos, com velocidades diferentes, devem percorrer a mesma distância, conforme indicada na tabela. A tabela indica suas velocidades e o tempo que cada um gastou.
  • 9. Observe o que a medida que a velocidade aumenta o tempo diminui, nesse caso podemos dizer que os números escritos na coluna Velocidade (30, 60 e 90) são inversamente proporcionais aos números correspondes na coluna Tempo (6, 3 e 2).
  • 10. Atividades para praticar 1. Para a construção de uma residência, foram contratados 30 operários, prevendo-se o termino da construção em 130 dias. Para que essa obra seja construída em 100 dias, quantos operários, considerando o mesmo desempenho para todos, devem ser contratados? 2. João é pedreiro e recebe por dia (8 horas) de trabalho. Ao final do vigésimo dia de trabalho, ele recebeu R$ 400,00. Quanto ele receberia por 30 dias de trabalhado? 3. Se 2kg de carne custam R$ 17,00, quantos quilogramas dessa carne poderei comprar com R$ 68,00? 4. Uma roda-d'água foi construída na fazenda do senhor Carlos. Sabe-se que, em 9 minutos, ela dá 27 voltas completas. Quantas voltas completas a roda-d'água dará em uma hora e meia?
  • 11. Recursos complementares: DINIZ, Maria Ignez de Souza – Resolução de problemas de Matemática elementar – IME/USP DANTE, Luiz Roberto – Didática da resolução de problemas de Matemática – 1989 – Ed. Ática SAAB, Maria Aparecida Cirino, Matemática: 7º ano; ilustrações André Lemes - Curitiba: Positivo, 2008. v.4