O outro lado da mesa dos
projetos e editais: como as
empresas pensam, avaliam e
aprovam um projeto.
Maria José Quinteira
ESPÍRITO SANTO
ANGOLA
ANGOLA
1º setor
Ambiente: Estado
Agente: Estado
Meta: Controle social
Iniciativa: Pública
Fim: Público
2º setor
Ambiente: Mercado...
 A África tem cerca de 40.000 ONGs;
 O Brasil tem cerca de 300.000 ONGs;
 O ES tem cerca de 7.000 ONGs.
 Tem aproximadamente 21 milhões de habitantes.
 É o 2º país do mundo onde morrem mais crianças.
 A cada 1.000 nasciment...
 A cada ano morrem cerca de 11 milhões de
crianças em todo o mundo, o que representa
30.000 mortes a cada dia;
 Por ano ...
 Estima-se que morram por ano 123 mil crianças com até um ano
de idade.
 Por dia morrem 100 crianças,vítimas de maus-tra...
≠
EMPRESAS PENSAM
 Lucro
 Responsabilidade Social
 Investimento Social Privado
 Abrangência Social e Geográfica
 Susten...
EMPRESAS AVALIAM / APROVAR PROJETO
INDICADORES DE GESTÃO PARA SUSTENTABILIDADE:
 Sustentabilidade Política – capacidade d...
EMPRESAS AVALIAM / APROVAR PROJETO
INDICADORES DE GESTÃO PARA SUSTENTABILIDADE:
 Sustentabilidade Técnica – afere a compe...
EMPRESAS AVALIAM / APROVAR O PROJETO
INDICADORES DE GESTÃO PARA SUSTENTABILIDADE:
 Sustentabilidade Financeira – afere a
...
EMPRESAS AVALIAM / APROVAR O PROJETO
INDICADORES DE OPORTUNIDADES DESENVOLVIMENTO:
 Capacidade para a convivência e parti...
EMPRESAS AVALIAM / APROVAR O PROJETO
INDICADORES DE OPORTUNIDADES DESENVOLVIMENTO:
 Garantia dos direitos sociais – capac...
EMPRESAS AVALIAM / APROVAR O PROJETO
INDICADORES DE OPORTUNIDADES DESENVOLVIMENTO:
 Fluência comunicativa – capacidade da...
EMPRESAS AVALIAM / APROVAR O PROJETO
INDICADORES DE OPORTUNIDADES DESENVOLVIMENTO:
 Coerência nas ações propostas.
EMPRESAS AVALIAM/ APROVAR O PROJETO
ASPECTOS GERAIS DA AVALIAÇÃO
 Sintonia com a legislação vigente:
 Constituição Feder...
EMPRESAS AVALIAM/ APROVAR O PROJETO
ASPECTOS GERAIS DA AVALIAÇÃO
 Resultados alcançados;
 Relevância contexto local e tr...
EMPRESAS AVALIAM/ DEPOIS APROVADO
MONITORAMENTO
 Matriz de avaliação;
 Transparência;
 Coerência nas ações propostas;
...
EMPRESAS APROVAM
 Projetos alinhados à Responsabilidade Social da Empresa;
 Investimento Social Privado/Área de Atuação ...
3S
 Ser Eficiente – Apresentar boas medidas de
desempenho relativas ao uso dos recursos.
 EFICIÊNCIA – Desempenhar corre...
3S
 Ser Eficaz – Apresentar boas medidas para atingir
os objetivos.
 EFICÁCIA – Desempenhar tarefas que devam ser
execut...
3S
 Ser Efetivo – Apresentar boas medidas quanto
ao atendimento das demandas sociais.
 EFETIVIDADE – Desempenhar tarefas...
AVALIAÇÃO
 Voltada para os objetivos;
 Orientada para a tomada de decisões;
 Voltada para o público alvo;
 Baseada em ...
A Responsabilidade anda de mãos dadas com a
capacidade e o poder.
OBRIGADA!!!
Maria José Quinteira
(27) 998745333
realizec...
Festival ABCR - O outro lado da mesa dos projetos e editais: como as empresas pensam, avaliam e aprovam um projeto
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Festival ABCR - O outro lado da mesa dos projetos e editais: como as empresas pensam, avaliam e aprovam um projeto

543 visualizações

Publicada em

Palestra apresentada por Maria José Quinteira no Festival ABCR 2014, em Guarapari, Espírito Santo.

Publicada em: Governo e ONGs
  • Seja o primeiro a comentar

Festival ABCR - O outro lado da mesa dos projetos e editais: como as empresas pensam, avaliam e aprovam um projeto

  1. 1. O outro lado da mesa dos projetos e editais: como as empresas pensam, avaliam e aprovam um projeto. Maria José Quinteira
  2. 2. ESPÍRITO SANTO
  3. 3. ANGOLA
  4. 4. ANGOLA
  5. 5. 1º setor Ambiente: Estado Agente: Estado Meta: Controle social Iniciativa: Pública Fim: Público 2º setor Ambiente: Mercado Agente: Firma Meta: Lucro Iniciativa: Privada Fim: Privado 3º setor Ambiente: Sociedade Organizada Agente: Org. Sem Fins Lucrativos Meta: Qualidade de vida Iniciativa: Privada Fim: Público
  6. 6.  A África tem cerca de 40.000 ONGs;  O Brasil tem cerca de 300.000 ONGs;  O ES tem cerca de 7.000 ONGs.
  7. 7.  Tem aproximadamente 21 milhões de habitantes.  É o 2º país do mundo onde morrem mais crianças.  A cada 1.000 nascimentos, morrem 164 crianças. Angola
  8. 8.  A cada ano morrem cerca de 11 milhões de crianças em todo o mundo, o que representa 30.000 mortes a cada dia;  Por ano de FOME morrem 5 milhões de crianças, uma a cada 5 segundos.
  9. 9.  Estima-se que morram por ano 123 mil crianças com até um ano de idade.  Por dia morrem 100 crianças,vítimas de maus-tratos, negligência, violência física, abuso sexual e psicológico.  A cada 72 minutos por falta de esgoto sanitário morre uma criança de zero a quatro anos.  Morrem cerca de 7 mil crianças a cada ano vítimas de acidentes. No Brasil
  10. 10.
  11. 11. EMPRESAS PENSAM  Lucro  Responsabilidade Social  Investimento Social Privado  Abrangência Social e Geográfica  Sustentabilidade  Inovação, transparência e coerência  Competência técnica  Impacto  Resultados  Qualidade de vida dos atendidos  Esp. físico , núm. e localização do público alvo  Recursos financeiros, materiais e humanos  Atender quem precisa  Recursos financeiros para suprir despesas  Idéias de soluções  Profissionais à disposição na ONG  Atender às necessidades da missão da ONG  Pessoas INSTITUIÇÕES PENSAM
  12. 12. EMPRESAS AVALIAM / APROVAR PROJETO INDICADORES DE GESTÃO PARA SUSTENTABILIDADE:  Sustentabilidade Política – capacidade da Instituição estabelecer redes de cooperação (articulação) com a finalidade de dar credibilidade e legitimidade às ações propostas, garantir o acesso aos serviços voltados ao público atendido e constituir-se como operadora de uma ação pública (participação).
  13. 13. EMPRESAS AVALIAM / APROVAR PROJETO INDICADORES DE GESTÃO PARA SUSTENTABILIDADE:  Sustentabilidade Técnica – afere a competência e a capacidade da Instituição criar condições técnicas pra a realização de projetos que favoreçam o desenvolvimento do público atendido.
  14. 14. EMPRESAS AVALIAM / APROVAR O PROJETO INDICADORES DE GESTÃO PARA SUSTENTABILIDADE:  Sustentabilidade Financeira – afere a competência da Instituição criar condições financeiras que viabilizem o desenvolvimento dos projetos, proporcionando a construção de vínculos políticos e financiamento de múltiplos atores.
  15. 15. EMPRESAS AVALIAM / APROVAR O PROJETO INDICADORES DE OPORTUNIDADES DESENVOLVIMENTO:  Capacidade para a convivência e participação na vida pública – capacidade da Instituição em planejar e realizar atividades com valorização da diversidade de espaços de aprendizado, visando a construção de relações igualitárias.
  16. 16. EMPRESAS AVALIAM / APROVAR O PROJETO INDICADORES DE OPORTUNIDADES DESENVOLVIMENTO:  Garantia dos direitos sociais – capacidade da Instituição informar e orientar o público atendido ao acesso e usufruto de serviços e equipamentos da comunidade que ofereçam proteção integral à população (creches, unidades de saúde, postos policiais, etc....)
  17. 17. EMPRESAS AVALIAM / APROVAR O PROJETO INDICADORES DE OPORTUNIDADES DESENVOLVIMENTO:  Fluência comunicativa – capacidade da Instituição propiciar situações diferenciadas de convivência e de desafios que exijam múltiplas formas de expressão, como diálogo, negociação de decisões ou apresentação de diferentes pontos de vista, do saber pensar, compartilhar idéias....
  18. 18. EMPRESAS AVALIAM / APROVAR O PROJETO INDICADORES DE OPORTUNIDADES DESENVOLVIMENTO:  Coerência nas ações propostas.
  19. 19. EMPRESAS AVALIAM/ APROVAR O PROJETO ASPECTOS GERAIS DA AVALIAÇÃO  Sintonia com a legislação vigente:  Constituição Federal de 1988;  Estatuto da Criança e do Adolescente;  Lei das Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB de 1996;  Lei Orgânica da Assistência Social- LOAS de 1993, entre outros.
  20. 20. EMPRESAS AVALIAM/ APROVAR O PROJETO ASPECTOS GERAIS DA AVALIAÇÃO  Resultados alcançados;  Relevância contexto local e transformação social;  Caráter inovador.
  21. 21. EMPRESAS AVALIAM/ DEPOIS APROVADO MONITORAMENTO  Matriz de avaliação;  Transparência;  Coerência nas ações propostas;  Periódica de resultados;  Métodos quantitativos e qualitativos;  Avaliação mista: Externa/Interna;  Prestação de contas.
  22. 22. EMPRESAS APROVAM  Projetos alinhados à Responsabilidade Social da Empresa;  Investimento Social Privado/Área de Atuação e Público Alvo;  Comprometimento e valorização das pessoas;  Visão de futuro de longo alcance;  Foco nos resultados;  Aprendizado contínuo;  Gestão baseada em fatos e processos;  Ação pró-ativa e respostas rápidas.
  23. 23. 3S  Ser Eficiente – Apresentar boas medidas de desempenho relativas ao uso dos recursos.  EFICIÊNCIA – Desempenhar corretamente a tarefa pela qual somos responsáveis (fazer certo as coisas).
  24. 24. 3S  Ser Eficaz – Apresentar boas medidas para atingir os objetivos.  EFICÁCIA – Desempenhar tarefas que devam ser executadas (fazer as coisas certas).
  25. 25. 3S  Ser Efetivo – Apresentar boas medidas quanto ao atendimento das demandas sociais.  EFETIVIDADE – Desempenhar tarefas que sejam relevantes (gerar Impacto Social positivo).
  26. 26. AVALIAÇÃO  Voltada para os objetivos;  Orientada para a tomada de decisões;  Voltada para o público alvo;  Baseada em opiniões de especialistas;  Baseada em opiniões contrárias;  Baseada na participação.
  27. 27. A Responsabilidade anda de mãos dadas com a capacidade e o poder. OBRIGADA!!! Maria José Quinteira (27) 998745333 realizeconsultoria@terra.com.br

×