2014 Palestra no Instituto Filantropia

1.673 visualizações

Publicada em

Palestra ministrada no Instituto Filantropia pelo Presidente da ABCR, João Paulo Vergueiro, na noite do dia 12 de fevereiro de 2014. O tema foi "Tendências em Captação de Recursos".

Publicada em: Educação

2014 Palestra no Instituto Filantropia

  1. 1. Tendências em Captação de Recursos João Paulo Vergueiro presidente@captacao.org 12 de fevereiro de 2014
  2. 2. Palestrante • Bacharel em administração pública na FGV-SP e em direito na USP, e mestre pela FGV; • Trabalho no Projeto Nós do Centro, da União Europeia com a Prefeitura de São Paulo, na Oficina Municipal e na Christian Aid; • Presidente da ABCR e Gerente de Comunicação do IDIS; • Professor da FECAP.
  3. 3. Objetivo Apresentar e debater tendências e perspectivas na captação de recursos para organizações da sociedade civil brasileiras.
  4. 4. O Doador
  5. 5. A Causa
  6. 6. O Foco da Captação Projetos X Organizações
  7. 7. A Forma de Captar Oportunidades Pontuais X Planejamento
  8. 8. Fontes • • • • • Empresas; Organizações Internacionais; Igrejas; Governos; Fundações e Fundos (grant-making organizations); • INDIVÍDUOS!
  9. 9. Indivíduos • 5 milhões de empresas (IBGE 2010) • 136 milhões de pessoas entre 15 a 64 anos (IBGE)
  10. 10. Doações nos EUA • Fonte: Giving USA 2013 Fonte: Giving USA 2013 4
  11. 11. Doações Corporativas na Inglaterra • Fonte: Company Giving in the UK – DSC Almanac: 2013 6
  12. 12. E no Brasil? • “Mercado” total de doações: 5 bilhões e 200 milhões doados por pessoas físicas (ChildFund, 2011); • 34 milhões de doadores – World Giving Index
  13. 13. Pirâmide da Doação
  14. 14. Mil Maneiras de Captar
  15. 15. Face-to-face / Cara-a-cara • Pedido de doação na rua, de forma planejada e contínua Quem faz? – Greenpeace, UNICEF, Save the Children (22 mil novos doadores em um ano), Aldeias Infantis, ActionAid, MSF
  16. 16. Campanhas Capitais • Grandes campanhas desenvolvidas. Mobilizam a comunidade para causas específicas. Quem faz? – Greenpeace, GRAACC, AACD, WWF
  17. 17. Campanhas Anuais • Grandes campanhas realizadas todos os anos. São planejadas e esperadas. Quem faz? – WWF, Criança Esperança, etc.
  18. 18. Marketing Relacionado à Causa •Empresas e organizações da sociedade civil formam uma parceria para comercializar uma imagem, produto ou serviço, em benefício de ambos. •Exemplos: Ipê, SOS Mata Atlântica, etc.
  19. 19. Arredondamento • Ao comprar, o consumidor opta por “arrendondar” para cima sua compra, com a diferença sendo doada. Quem faz: Lojas Marisa
  20. 20. Internet • Consumidor pode fazer doações na internet: - Crowdfunding; - Facebook - Amazon
  21. 21. Fundos Patrimoniais •Fundo composto por doações com a condição de seu principal (valor doado) ser mantido intacto e investido para criar uma fonte de recursos para uma organização. •Exemplo: Ipê, Conservation Internacional, Saúde e Criança
  22. 22. Voluntariado Atuar com voluntários na captação também pode ser uma estratégia relevante para as organizações. Voluntário não é substituição de mão-de-obra. Exemplos: Teto – 2.500 voluntários, 200 pontos, dois dias e 323 mil reais arrecadados
  23. 23. Click-to-call • Mistura de telemarketing com internet: o interessado envia uma mensagem e recebe uma ligação na hora! • 200 novos doadores por mês - 10 mil reais de despesa / ano
  24. 24. Apadrinhamento • A doação é “tangibilizada”: uma criança, um aluno, uma certa quantidade de árvores, etc.; Quem faz: ChildFund, ActionAid, Médicos Sem Fronteiras, Cidadão Pró-Mundo
  25. 25. Direct Response TV • Propagandas na TV, com estrutura para captação de doações na mesma hora. • Quem faz: ActionAid, Greenpeace, etc. • ActionAid - 85% dos doadores de 2013 - 8,000
  26. 26. Telemarketing • Clássico telemarketing, organizações ligam para potenciais doadores.
  27. 27. Payroll/Workplace Giving • Doação no ambiente do trabalho – geralmente via desconto em folha de pagamento; • Na Inglaterra, em 2012/13, 162 milhões de libras – 600 milhões de reais (incluindo 30 milhões das empresas). • E no Brasil?
  28. 28. Mala Direta • Envio de cartas para doadores - a cada 100 mil, 400 doam (R$ 1,40 - 140 mil reais / 300 reais por doador - 120 mil reais por ano) Venda de Produtos Lojas sociais, produtos comercializados Celular Captação via SMS, Whatsapp, etc.
  29. 29. Heranças / Legados • Praticamente inexistente no Brasil; quando ocorre é por iniciativa do doador; • Legislação atrapalha. Conselhos / Boards Mantidos por grandes organizações, também podem apoiar a captação de recursos.
  30. 30. Exemplos de Sucesso
  31. 31. Oficina Mobilização de Recursos com Indivíduos IPÊ 17/01/2014 João Paulo Vergueiro jvergueiro@idis.org.br
  32. 32. ABCR A ABCR - Associação Brasileira de Captadores de Recursos, é uma organização da sociedade civil com o objetivo de promover a profissão, apoiar os captadores e disseminar conteúdo de relevância na área. Fundada em 1999, em 2013 teve 664 membros em todo o país www.captacao.org
  33. 33. Festival ABCR 2014 Realizado pela sexta vez, em 2014 será em Guarapari, Espírito Santo, entre 19 e 22 de maio Público de 450 participantes; cerca de 60 palestras www.festivalabcr.org.br
  34. 34. Tendências em Captação de Recursos João Paulo Vergueiro presidente@captacao.org 12 de fevereiro de 2014

×