SlideShare uma empresa Scribd logo
40 CADERNO REVISÃO LPUOS 13.885/04 SMDU/ DEUSO| 11.08.2014
E.Gabarito de Altura Máximo
O que é?
É a altura da edificação, calculada pela distância entre o piso térreo e o ponto mais alto da cobertura. A lei 13.885/04 estabeleceu
gabarito máximo, ou seja, a altura máxima que a edificação pode ter.
Para que serve?
Situação demonstrativa
Gabarito de 6,00m Gabarito de 25,00m
Serve para regular a altura das edificações em função das características da zona e reflete conjuntamente com outros parâmetros,
na percepção da paisagem urbana construída, com implicações econômicas, estéticas, ambientais e sociais.
Nota: Alguns elementos construtivos não são considerados para o cálculo do gabarito, como por exemplo: caixas d’água e ático.
25,00m
6,00m
25,00m
6,00m
CADERNO REVISÃO LPUOS 13.885/04 SMDU/ DEUSO| 11.08.2014 41
Como pode ser aplicado na Cidade:
Gabarito de Altura Máximo de 25,00m

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conceitos e instrumentos de planejamento urbano
Conceitos e instrumentos de planejamento urbanoConceitos e instrumentos de planejamento urbano
Conceitos e instrumentos de planejamento urbano
Paulo Orlando
 
Comandos e atalhos do autocad em inglês e português
Comandos e atalhos do autocad em inglês e portuguêsComandos e atalhos do autocad em inglês e português
Comandos e atalhos do autocad em inglês e português
Tharssia Baldasso
 
Como calcular o quadro de iluminação e ventilação
Como calcular o quadro de iluminação e ventilaçãoComo calcular o quadro de iluminação e ventilação
Como calcular o quadro de iluminação e ventilação
Edmar Rocha
 
Detalhamento - Áreas Molhadas
Detalhamento - Áreas MolhadasDetalhamento - Áreas Molhadas
Detalhamento - Áreas Molhadas
danilosaccomori
 
Aula 2 componentes sistema predial de esgoto
Aula 2   componentes sistema predial de esgotoAula 2   componentes sistema predial de esgoto
Aula 2 componentes sistema predial de esgoto
Claudio Santos
 
Projeto de esgoto
Projeto de esgotoProjeto de esgoto
Projeto de esgoto
Ricardo Deboni
 
Planta baixa sue
Planta baixa suePlanta baixa sue
Planta baixa sue
Daebul University
 
Movimento moderno da arqutectura em Luanda ate 1975 - Maria Alice Correia, 18...
Movimento moderno da arqutectura em Luanda ate 1975 - Maria Alice Correia, 18...Movimento moderno da arqutectura em Luanda ate 1975 - Maria Alice Correia, 18...
Movimento moderno da arqutectura em Luanda ate 1975 - Maria Alice Correia, 18...
Development Workshop Angola
 
Programa de necessidades
Programa de necessidadesPrograma de necessidades
Programa de necessidades
Takayfau
 
Programa de necessidades
Programa de necessidadesPrograma de necessidades
Programa de necessidades
3C Arquitetura e Urbanismo
 
Mod. 5 bases e sub-bases
Mod. 5   bases e sub-basesMod. 5   bases e sub-bases
Mod. 5 bases e sub-bases
Dalton Lara Stella
 
Edifício multifuncional 2
Edifício multifuncional 2Edifício multifuncional 2
Edifício multifuncional 2
Milena Brunetti
 
Cortes e fachadas
Cortes e fachadasCortes e fachadas
Cortes e fachadas
Yuri Daher
 
Detalhamento de Telhado
Detalhamento de TelhadoDetalhamento de Telhado
Detalhamento de Telhado
danilosaccomori
 
INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.
INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.
INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.
AMEDEEZ
 
Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim
  Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim  Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim
Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim
Priscila Honório
 
Estudo preliminar terreno e seus condicionantes
Estudo preliminar   terreno e seus condicionantesEstudo preliminar   terreno e seus condicionantes
Estudo preliminar terreno e seus condicionantes
Rômulo Marques
 
Palestra BIM_UNIGRANRIO 2013
Palestra BIM_UNIGRANRIO 2013Palestra BIM_UNIGRANRIO 2013
Palestra BIM_UNIGRANRIO 2013
Julio Bastos
 
Aula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquiteturaAula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquitetura
UNAERP
 
Desenho - Normas ABNT
Desenho - Normas ABNTDesenho - Normas ABNT
Desenho - Normas ABNT
danilosaccomori
 

Mais procurados (20)

Conceitos e instrumentos de planejamento urbano
Conceitos e instrumentos de planejamento urbanoConceitos e instrumentos de planejamento urbano
Conceitos e instrumentos de planejamento urbano
 
Comandos e atalhos do autocad em inglês e português
Comandos e atalhos do autocad em inglês e portuguêsComandos e atalhos do autocad em inglês e português
Comandos e atalhos do autocad em inglês e português
 
Como calcular o quadro de iluminação e ventilação
Como calcular o quadro de iluminação e ventilaçãoComo calcular o quadro de iluminação e ventilação
Como calcular o quadro de iluminação e ventilação
 
Detalhamento - Áreas Molhadas
Detalhamento - Áreas MolhadasDetalhamento - Áreas Molhadas
Detalhamento - Áreas Molhadas
 
Aula 2 componentes sistema predial de esgoto
Aula 2   componentes sistema predial de esgotoAula 2   componentes sistema predial de esgoto
Aula 2 componentes sistema predial de esgoto
 
Projeto de esgoto
Projeto de esgotoProjeto de esgoto
Projeto de esgoto
 
Planta baixa sue
Planta baixa suePlanta baixa sue
Planta baixa sue
 
Movimento moderno da arqutectura em Luanda ate 1975 - Maria Alice Correia, 18...
Movimento moderno da arqutectura em Luanda ate 1975 - Maria Alice Correia, 18...Movimento moderno da arqutectura em Luanda ate 1975 - Maria Alice Correia, 18...
Movimento moderno da arqutectura em Luanda ate 1975 - Maria Alice Correia, 18...
 
Programa de necessidades
Programa de necessidadesPrograma de necessidades
Programa de necessidades
 
Programa de necessidades
Programa de necessidadesPrograma de necessidades
Programa de necessidades
 
Mod. 5 bases e sub-bases
Mod. 5   bases e sub-basesMod. 5   bases e sub-bases
Mod. 5 bases e sub-bases
 
Edifício multifuncional 2
Edifício multifuncional 2Edifício multifuncional 2
Edifício multifuncional 2
 
Cortes e fachadas
Cortes e fachadasCortes e fachadas
Cortes e fachadas
 
Detalhamento de Telhado
Detalhamento de TelhadoDetalhamento de Telhado
Detalhamento de Telhado
 
INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.
INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.
INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.
 
Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim
  Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim  Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim
Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim
 
Estudo preliminar terreno e seus condicionantes
Estudo preliminar   terreno e seus condicionantesEstudo preliminar   terreno e seus condicionantes
Estudo preliminar terreno e seus condicionantes
 
Palestra BIM_UNIGRANRIO 2013
Palestra BIM_UNIGRANRIO 2013Palestra BIM_UNIGRANRIO 2013
Palestra BIM_UNIGRANRIO 2013
 
Aula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquiteturaAula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquitetura
 
Desenho - Normas ABNT
Desenho - Normas ABNTDesenho - Normas ABNT
Desenho - Normas ABNT
 

Mais de Campinas Que Queremos

Ata do Concidade 15-02-2017 - metodologia participativa plano diretor- anotado
Ata do Concidade 15-02-2017 - metodologia participativa plano diretor- anotadoAta do Concidade 15-02-2017 - metodologia participativa plano diretor- anotado
Ata do Concidade 15-02-2017 - metodologia participativa plano diretor- anotado
Campinas Que Queremos
 
20160323 representação mp ares-pcj - protocolo resposta ao mpsp
20160323   representação mp ares-pcj - protocolo resposta ao mpsp20160323   representação mp ares-pcj - protocolo resposta ao mpsp
20160323 representação mp ares-pcj - protocolo resposta ao mpsp
Campinas Que Queremos
 
20160107 representação mp ares-pcj - protocolo mpsp
20160107   representação mp ares-pcj - protocolo mpsp20160107   representação mp ares-pcj - protocolo mpsp
20160107 representação mp ares-pcj - protocolo mpsp
Campinas Que Queremos
 
134367 20160212 - lai acompanhamento+anexo - lombadas santander
134367   20160212 - lai acompanhamento+anexo - lombadas santander134367   20160212 - lai acompanhamento+anexo - lombadas santander
134367 20160212 - lai acompanhamento+anexo - lombadas santander
Campinas Que Queremos
 
133797 20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida
133797   20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida133797   20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida
133797 20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida
Campinas Que Queremos
 
133796 20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida
133796   20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida133796   20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida
133796 20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida
Campinas Que Queremos
 
Pmmu são paulo - bicicletas
Pmmu são paulo - bicicletasPmmu são paulo - bicicletas
Pmmu são paulo - bicicletas
Campinas Que Queremos
 
20150929 processo de elaboração do plano de mobilidade urbana - min cidades
20150929   processo de elaboração do plano de mobilidade urbana - min cidades20150929   processo de elaboração do plano de mobilidade urbana - min cidades
20150929 processo de elaboração do plano de mobilidade urbana - min cidades
Campinas Que Queremos
 
2016 04-133797 - santander - tac
2016 04-133797 - santander - tac 2016 04-133797 - santander - tac
2016 04-133797 - santander - tac
Campinas Que Queremos
 
Política nacional de mobilidade 6489
Política nacional de mobilidade   6489Política nacional de mobilidade   6489
Política nacional de mobilidade 6489
Campinas Que Queremos
 
Livro bicicletabrasil.compressed
Livro bicicletabrasil.compressedLivro bicicletabrasil.compressed
Livro bicicletabrasil.compressed
Campinas Que Queremos
 
Wri embarq brasil passo a passo plano de mobilidade
Wri embarq brasil   passo a passo plano de mobilidadeWri embarq brasil   passo a passo plano de mobilidade
Wri embarq brasil passo a passo plano de mobilidade
Campinas Que Queremos
 
Demandas op-loa-2014 - site pmc
Demandas op-loa-2014 - site pmcDemandas op-loa-2014 - site pmc
Demandas op-loa-2014 - site pmc
Campinas Que Queremos
 
Parecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de Pedreira
Parecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de PedreiraParecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de Pedreira
Parecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de Pedreira
Campinas Que Queremos
 
20151108 folheto plano diretor, luos e zoneamento - eletronico -cidade
20151108   folheto plano diretor, luos e zoneamento - eletronico -cidade20151108   folheto plano diretor, luos e zoneamento - eletronico -cidade
20151108 folheto plano diretor, luos e zoneamento - eletronico -cidade
Campinas Que Queremos
 
Plo319 2015 - loa2016 - 2173
Plo319 2015 - loa2016 - 2173Plo319 2015 - loa2016 - 2173
Plo319 2015 - loa2016 - 2173
Campinas Que Queremos
 
Plano Diretor - O que é o
Plano Diretor - O que é oPlano Diretor - O que é o
Plano Diretor - O que é o
Campinas Que Queremos
 

Mais de Campinas Que Queremos (17)

Ata do Concidade 15-02-2017 - metodologia participativa plano diretor- anotado
Ata do Concidade 15-02-2017 - metodologia participativa plano diretor- anotadoAta do Concidade 15-02-2017 - metodologia participativa plano diretor- anotado
Ata do Concidade 15-02-2017 - metodologia participativa plano diretor- anotado
 
20160323 representação mp ares-pcj - protocolo resposta ao mpsp
20160323   representação mp ares-pcj - protocolo resposta ao mpsp20160323   representação mp ares-pcj - protocolo resposta ao mpsp
20160323 representação mp ares-pcj - protocolo resposta ao mpsp
 
20160107 representação mp ares-pcj - protocolo mpsp
20160107   representação mp ares-pcj - protocolo mpsp20160107   representação mp ares-pcj - protocolo mpsp
20160107 representação mp ares-pcj - protocolo mpsp
 
134367 20160212 - lai acompanhamento+anexo - lombadas santander
134367   20160212 - lai acompanhamento+anexo - lombadas santander134367   20160212 - lai acompanhamento+anexo - lombadas santander
134367 20160212 - lai acompanhamento+anexo - lombadas santander
 
133797 20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida
133797   20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida133797   20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida
133797 20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida
 
133796 20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida
133796   20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida133796   20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida
133796 20160124 - lai acompanhamento - santander contrapartida
 
Pmmu são paulo - bicicletas
Pmmu são paulo - bicicletasPmmu são paulo - bicicletas
Pmmu são paulo - bicicletas
 
20150929 processo de elaboração do plano de mobilidade urbana - min cidades
20150929   processo de elaboração do plano de mobilidade urbana - min cidades20150929   processo de elaboração do plano de mobilidade urbana - min cidades
20150929 processo de elaboração do plano de mobilidade urbana - min cidades
 
2016 04-133797 - santander - tac
2016 04-133797 - santander - tac 2016 04-133797 - santander - tac
2016 04-133797 - santander - tac
 
Política nacional de mobilidade 6489
Política nacional de mobilidade   6489Política nacional de mobilidade   6489
Política nacional de mobilidade 6489
 
Livro bicicletabrasil.compressed
Livro bicicletabrasil.compressedLivro bicicletabrasil.compressed
Livro bicicletabrasil.compressed
 
Wri embarq brasil passo a passo plano de mobilidade
Wri embarq brasil   passo a passo plano de mobilidadeWri embarq brasil   passo a passo plano de mobilidade
Wri embarq brasil passo a passo plano de mobilidade
 
Demandas op-loa-2014 - site pmc
Demandas op-loa-2014 - site pmcDemandas op-loa-2014 - site pmc
Demandas op-loa-2014 - site pmc
 
Parecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de Pedreira
Parecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de PedreiraParecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de Pedreira
Parecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de Pedreira
 
20151108 folheto plano diretor, luos e zoneamento - eletronico -cidade
20151108   folheto plano diretor, luos e zoneamento - eletronico -cidade20151108   folheto plano diretor, luos e zoneamento - eletronico -cidade
20151108 folheto plano diretor, luos e zoneamento - eletronico -cidade
 
Plo319 2015 - loa2016 - 2173
Plo319 2015 - loa2016 - 2173Plo319 2015 - loa2016 - 2173
Plo319 2015 - loa2016 - 2173
 
Plano Diretor - O que é o
Plano Diretor - O que é oPlano Diretor - O que é o
Plano Diretor - O que é o
 

5 luos - gabarito e altura máxima

  • 1. 40 CADERNO REVISÃO LPUOS 13.885/04 SMDU/ DEUSO| 11.08.2014 E.Gabarito de Altura Máximo O que é? É a altura da edificação, calculada pela distância entre o piso térreo e o ponto mais alto da cobertura. A lei 13.885/04 estabeleceu gabarito máximo, ou seja, a altura máxima que a edificação pode ter. Para que serve? Situação demonstrativa Gabarito de 6,00m Gabarito de 25,00m Serve para regular a altura das edificações em função das características da zona e reflete conjuntamente com outros parâmetros, na percepção da paisagem urbana construída, com implicações econômicas, estéticas, ambientais e sociais. Nota: Alguns elementos construtivos não são considerados para o cálculo do gabarito, como por exemplo: caixas d’água e ático. 25,00m 6,00m 25,00m 6,00m
  • 2. CADERNO REVISÃO LPUOS 13.885/04 SMDU/ DEUSO| 11.08.2014 41 Como pode ser aplicado na Cidade: Gabarito de Altura Máximo de 25,00m